SlideShare uma empresa Scribd logo

AnáLise E ComentáRio

1 de 2
Baixar para ler offline
Análise e comentário crítico à presença de referências a respeito das BE nos relatórios da IGE


Amostra seleccionada:
2006/2007 – Escola Sec. José Belchior Viegas; S. Brás de Alportel
2007/2008 – Escola Sec. de Loulé
2008/2009 – Escola Sec. Com 3º Ciclo Dra. Laura Ayres, Quarteira

(Esta amostra pretende apresentar um relatório de cada um dos anos lectivos referidos,
incidindo em escolas do ensino secundário de uma área próxima)

                 •           Levantamento das referências à BE nos relatórios analisados

                                Relatórios                A                             B                                C
                                               2006/2007 – Escola Sec.        2007/2008 – Escola Sec.          2008/2009 – Escola Sec.
                                               José Belchior Viegas; S.              de Loulé                  Com 3º Ciclo Dra. Laura
Referências à BE                                   Brás de Alportel                                               Ayres, Quarteira
II -Caracterização da
                                                     BE/CRE referidos                Sem referência                   Sem referência
Unidade de Gestão
                                               1.1. Sucesso académico         1.4. Valorização e impacto das   1.2. Participação e
                                               “… criaram-se espaços de       aprendizagens                         desenvolvimento cívico
                                               trabalho e pesquisa,           “Surgem, também, como            “a Biblioteca Escolar/Centro
                                  1–           devidamente apetrechados       factores de valorização das      de Recursos (BE/CRE)
                               Resultados      (Centro de Aprendizagem e      aprendizagens,… resposta         promove o concurso do
                                               BE/CRE), onde se               dada por alguns espaços,         melhor leitor do mês, de
                                               desenvolvem modalidades        como a Biblioteca Escolar        modo a incentivar o gosto
                                               de apoio, como o reforço       (BE/CRE) e o CA.”                pela leitura.”
                                               pedagógico e as tutorias.”
                                                                                                               2.1. Articulação e
                                                                                                               sequencialidade
                                   2–                                                                          “As actividades conjuntas
                              Prestação do                                                                     entre o 3.º CEB e o ensino
                                 serviço                                                                       secundário ocorrem,
                               educativo                                                                       principalmente, em torneios
                                                                                                               desportivos e em eventos
                                                                                                               dinamizados pela BE/CRE.”
                                               3.3. Gestão de recursos        3.3. Gestão de recursos          3.3. Gestão de recursos
  IV -Avaliação por factor




                                               materiais e financeiros        materiais e financeiros          materiais e financeiros
                                               “…recursos financeiros         “Como espaços de                 “Foram apontados como
                                               disponíveis que têm            excelência destinados aos        aspectos menos positivos:
                                               contribuído                    alunos surgem: … o CA e a        … a reduzida oferta do
                                               significativamente para a      BE/CRE, que se encontram         acervo documental da
                                  3-
                                               optimização dos                equipados com recursos           BE/CRE; …”
                              Organização      equipamentos das salas de      socioeducativos                  3.4. Participação dos pais e
                               e gestão        aula e do acervo               diversificados e funcionam       outros elementos da
                                escolar        bibliográfico da BE/CRE.”      como sala de estudo, como        comunidade educativa
                                                                              local para a realização de       “Nas interacções com outras
                                                                              projectos de pesquisa e          entidades, destaca-se a
                                                                              como centro de apoio para a      Câmara Municipal de Loulé
                                                                              superação de dificuldades        na cedência de … uma
                                                                              de aprendizagem.”                funcionária para a BE/CRE.”
                                               4.4. Parcerias, Protocolos e   4.4. Parcerias, Protocolos e     4.3. Abertura à inovação
                                               Projectos                      Projectos                        “… foi implementado na
                                               “Têm sido estabelecidas        A Escola está vocacionada        BE/CRE um sistema que
                                               outras parcerias: … com a      para o envolvimento e            permite à responsável ter
                                               Biblioteca Municipal           participação em projectos        conhecimento de
                                               (integrada na Rede             nacionais e internacionais,      todas as consultas feitas nos
                              4 - Liderança    Concelhia de Bibliotecas),     de que são exemplo: …            computadores, de modo a
                                               através da realização de       Rede Nacional de                 controlar o acesso a
                                               eventos culturais, como        Bibliotecas Escolares            determinados “sites”.”
                                               exposições, colóquios e a      (parceria com a Biblioteca
                                               Feira do Livro;”               Municipal Sophia de Mello
                                                                              Breyner)…”
                                    5–
                               Capacidade
                              de Liderança e
                               melhoria da
                                  escola
•   Comentário:

   Os três relatórios analisados fazem referência à BE no primeiro tópico,
Resultados, com menção a aspectos muito idênticos, apesar de os incluírem em
subtópicos distintos. No que respeita às escolas A e B, a BE é referida como um
espaço que promove o sucesso educativo, o que desde logo evidencia o
reconhecimento desta estrutura.

   No entanto, parece não haver, da parte da equipa de avaliação, uma noção
consistente do valor da BE, já que a nível da Prestação do serviço educativo, a BE
raramente é citada. Observa-se apenas uma referência respeitante à escola C,
relativamente à articulação de actividades entre níveis de ensino.

   A gestão de recursos materiais e financeiros é outra área em que a BE é
observada pela equipa de IGE, parecendo-me, aqui, que é vista como uma estrutura
que deve estar bem apetrechada de recursos diversificados, já que esse facto é
mencionado como positivo para as escolas A E B e como menos positivo para a
escola C.

   O terceiro e último domínio em que a BE é referida diz respeito à Liderança, no
caso das escolas A e B, relativamente às parcerias e projectos com o exterior, mais
concretamente a colaboração com a rede concelhia. Também aqui, parece-me haver
reconhecimento da importância do papel da BE para a afirmação da escola junto da
comunidade local, ou mesmo a nível nacional.

   Efectivamente, observam-se algumas referências à BE nos relatórios da IGE, que
valorizam a sua actuação. Contudo, considerando a profundidade do tratamento do
MAABE aos diferentes domínios de actuação da BE, parece-me insuficiente o relevo
que lhe é dado pela equipa de avaliação externa. Assim, será uma mais-valia para a
escola que a auto-avaliação da sua biblioteca permita facilitar uma visão mais efectiva
e aprofundada dos serviços.



                                                           A formanda: Isabel Martins
Anúncio

Recomendados

Nelida nabais a be nos relatorios ige
Nelida nabais a be nos relatorios igeNelida nabais a be nos relatorios ige
Nelida nabais a be nos relatorios igenelidavbn
 
AnáLise E ComentáRio
AnáLise E ComentáRioAnáLise E ComentáRio
AnáLise E ComentáRioBE/CRE
 
AvaliaçãO Dos DomíNios De TrêS Escola Pelo Ige
AvaliaçãO Dos DomíNios De TrêS Escola Pelo IgeAvaliaçãO Dos DomíNios De TrêS Escola Pelo Ige
AvaliaçãO Dos DomíNios De TrêS Escola Pelo IgeMLurdesAlmeida
 
2011.10.26 plano anual de actividades
2011.10.26 plano anual de actividades2011.10.26 plano anual de actividades
2011.10.26 plano anual de actividadesNuno Duarte
 
Plano de Actividades 2009/2010
Plano de Actividades 2009/2010Plano de Actividades 2009/2010
Plano de Actividades 2009/2010Lucca
 

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Plano anual de actividades das bes 2011-2012 - Base Dados RBE
Plano anual de actividades das bes 2011-2012 - Base  Dados RBEPlano anual de actividades das bes 2011-2012 - Base  Dados RBE
Plano anual de actividades das bes 2011-2012 - Base Dados RBEBe Paredes
 
PAA BiBlioteca da Escolar para o ano lectivo 2010/2011
PAA BiBlioteca da Escolar para o ano lectivo 2010/2011PAA BiBlioteca da Escolar para o ano lectivo 2010/2011
PAA BiBlioteca da Escolar para o ano lectivo 2010/2011Carlos Lima
 
Análise e comentário crítico
Análise  e comentário críticoAnálise  e comentário crítico
Análise e comentário críticorosarioduarte
 
Apresentação pública do relatório de autoavaliação da biblioteca escolar
Apresentação pública do relatório de autoavaliação da biblioteca escolarApresentação pública do relatório de autoavaliação da biblioteca escolar
Apresentação pública do relatório de autoavaliação da biblioteca escolarEscola Secundária Sta Maria do Olival
 
Sessão 6 -2ª tarefa
Sessão 6 -2ª tarefaSessão 6 -2ª tarefa
Sessão 6 -2ª tarefamarta.medeiro
 
AnáLise E ComentáRio CríTico
AnáLise E ComentáRio CríTicoAnáLise E ComentáRio CríTico
AnáLise E ComentáRio CríTicoeudorapereira
 
Plano anual de atividades da BECRE 2012-2013
Plano anual de atividades da BECRE 2012-2013Plano anual de atividades da BECRE 2012-2013
Plano anual de atividades da BECRE 2012-2013Be Paredes
 
AnáLise E ComentáRio CríTico
AnáLise E ComentáRio CríTicoAnáLise E ComentáRio CríTico
AnáLise E ComentáRio CríTicoSusana Martins
 
Relatoriogestar
RelatoriogestarRelatoriogestar
RelatoriogestarSME
 
Universidade Aberta do Brasil
Universidade Aberta do BrasilUniversidade Aberta do Brasil
Universidade Aberta do BrasilREA Brasil
 

Mais procurados (15)

Tarefa 6 .2 Isabel
Tarefa 6 .2 IsabelTarefa 6 .2 Isabel
Tarefa 6 .2 Isabel
 
Plano anual de actividades das bes 2011-2012 - Base Dados RBE
Plano anual de actividades das bes 2011-2012 - Base  Dados RBEPlano anual de actividades das bes 2011-2012 - Base  Dados RBE
Plano anual de actividades das bes 2011-2012 - Base Dados RBE
 
PAA BiBlioteca da Escolar para o ano lectivo 2010/2011
PAA BiBlioteca da Escolar para o ano lectivo 2010/2011PAA BiBlioteca da Escolar para o ano lectivo 2010/2011
PAA BiBlioteca da Escolar para o ano lectivo 2010/2011
 
Análise e comentário crítico
Análise  e comentário críticoAnálise  e comentário crítico
Análise e comentário crítico
 
Apresentação pública do relatório de autoavaliação da biblioteca escolar
Apresentação pública do relatório de autoavaliação da biblioteca escolarApresentação pública do relatório de autoavaliação da biblioteca escolar
Apresentação pública do relatório de autoavaliação da biblioteca escolar
 
Sessão 6 -2ª tarefa
Sessão 6 -2ª tarefaSessão 6 -2ª tarefa
Sessão 6 -2ª tarefa
 
AnáLise E ComentáRio CríTico
AnáLise E ComentáRio CríTicoAnáLise E ComentáRio CríTico
AnáLise E ComentáRio CríTico
 
Plano anual de atividades da BECRE 2012-2013
Plano anual de atividades da BECRE 2012-2013Plano anual de atividades da BECRE 2012-2013
Plano anual de atividades da BECRE 2012-2013
 
AnáLise E ComentáRio CríTico
AnáLise E ComentáRio CríTicoAnáLise E ComentáRio CríTico
AnáLise E ComentáRio CríTico
 
Relatoriogestar
RelatoriogestarRelatoriogestar
Relatoriogestar
 
Sintese 7
Sintese 7Sintese 7
Sintese 7
 
Tabela D1
Tabela D1Tabela D1
Tabela D1
 
SessãO4 Tarefa2
SessãO4 Tarefa2SessãO4 Tarefa2
SessãO4 Tarefa2
 
Universidade Aberta do Brasil
Universidade Aberta do BrasilUniversidade Aberta do Brasil
Universidade Aberta do Brasil
 
7 dezembro vanda
7 dezembro vanda7 dezembro vanda
7 dezembro vanda
 

Semelhante a AnáLise E ComentáRio

Quadro vanda bernardino-07-12
Quadro vanda bernardino-07-12Quadro vanda bernardino-07-12
Quadro vanda bernardino-07-12vandabernardino
 
Relatórios I G E Análise Crítica
Relatórios  I G E   Análise CríticaRelatórios  I G E   Análise Crítica
Relatórios I G E Análise Críticabeloule
 
RelatóRios Ige AnáLise CríTica
RelatóRios Ige   AnáLise CríTicaRelatóRios Ige   AnáLise CríTica
RelatóRios Ige AnáLise CríTicabeloule
 
Análise e comentário crítico, AEE
Análise e comentário crítico, AEEAnálise e comentário crítico, AEE
Análise e comentário crítico, AEEanapaulasilvasanches
 
Analise Critica Relatorios Ige Luisa Lamas
Analise Critica Relatorios Ige Luisa LamasAnalise Critica Relatorios Ige Luisa Lamas
Analise Critica Relatorios Ige Luisa LamasLuisa Lamas
 
Análise e Comentário dos Relatórios da IGE
Análise e Comentário dos Relatórios da IGEAnálise e Comentário dos Relatórios da IGE
Análise e Comentário dos Relatórios da IGEguest0462827d
 
Comentario Critico
Comentario CriticoComentario Critico
Comentario Criticojebrites
 
ComentáRio CríTico 7ª SessãO Mav
ComentáRio CríTico 7ª SessãO MavComentáRio CríTico 7ª SessãO Mav
ComentáRio CríTico 7ª SessãO MavCristina Calado
 
Quadro 6ª SessãO
Quadro 6ª SessãOQuadro 6ª SessãO
Quadro 6ª SessãOguestc5adc9
 
Quadro 6ª SessãO
Quadro 6ª SessãOQuadro 6ª SessãO
Quadro 6ª SessãOguestc5adc9
 
Quadro 6ª SessãO
Quadro 6ª SessãOQuadro 6ª SessãO
Quadro 6ª SessãOguestc5adc9
 
Quadro 6ª SessãO
Quadro 6ª SessãOQuadro 6ª SessãO
Quadro 6ª SessãOguestc5adc9
 
Quadro 6ª SessãO
Quadro 6ª SessãOQuadro 6ª SessãO
Quadro 6ª SessãOguestc5adc9
 
Microsoft Word AvaliaçãO Da Escola AvaliaçãO Da Be
Microsoft Word   AvaliaçãO Da Escola    AvaliaçãO Da BeMicrosoft Word   AvaliaçãO Da Escola    AvaliaçãO Da Be
Microsoft Word AvaliaçãO Da Escola AvaliaçãO Da Bedinadourado
 

Semelhante a AnáLise E ComentáRio (20)

Comentario critico 7 sessao
Comentario critico 7 sessaoComentario critico 7 sessao
Comentario critico 7 sessao
 
Comentario critico 7 sessao
Comentario critico 7 sessaoComentario critico 7 sessao
Comentario critico 7 sessao
 
Quadro vanda bernardino-07-12
Quadro vanda bernardino-07-12Quadro vanda bernardino-07-12
Quadro vanda bernardino-07-12
 
Relatórios I G E Análise Crítica
Relatórios  I G E   Análise CríticaRelatórios  I G E   Análise Crítica
Relatórios I G E Análise Crítica
 
RelatóRios Ige AnáLise CríTica
RelatóRios Ige   AnáLise CríTicaRelatóRios Ige   AnáLise CríTica
RelatóRios Ige AnáLise CríTica
 
Análise e comentário crítico, AEE
Análise e comentário crítico, AEEAnálise e comentário crítico, AEE
Análise e comentário crítico, AEE
 
Sessão 6 Tarefa2
Sessão 6   Tarefa2Sessão 6   Tarefa2
Sessão 6 Tarefa2
 
Analise Critica Relatorios Ige Luisa Lamas
Analise Critica Relatorios Ige Luisa LamasAnalise Critica Relatorios Ige Luisa Lamas
Analise Critica Relatorios Ige Luisa Lamas
 
Tarefa 6
Tarefa 6Tarefa 6
Tarefa 6
 
Análise e Comentário dos Relatórios da IGE
Análise e Comentário dos Relatórios da IGEAnálise e Comentário dos Relatórios da IGE
Análise e Comentário dos Relatórios da IGE
 
Comentario Critico
Comentario CriticoComentario Critico
Comentario Critico
 
ComentáRio CríTico 7ª SessãO Mav
ComentáRio CríTico 7ª SessãO MavComentáRio CríTico 7ª SessãO Mav
ComentáRio CríTico 7ª SessãO Mav
 
Quadro 6ª SessãO
Quadro 6ª SessãOQuadro 6ª SessãO
Quadro 6ª SessãO
 
Quadro 6ª SessãO
Quadro 6ª SessãOQuadro 6ª SessãO
Quadro 6ª SessãO
 
Quadro 6ª SessãO
Quadro 6ª SessãOQuadro 6ª SessãO
Quadro 6ª SessãO
 
Quadro 6ª SessãO
Quadro 6ª SessãOQuadro 6ª SessãO
Quadro 6ª SessãO
 
Quadro 6ª SessãO
Quadro 6ª SessãOQuadro 6ª SessãO
Quadro 6ª SessãO
 
Paa be cre
Paa be crePaa be cre
Paa be cre
 
Microsoft Word AvaliaçãO Da Escola AvaliaçãO Da Be
Microsoft Word   AvaliaçãO Da Escola    AvaliaçãO Da BeMicrosoft Word   AvaliaçãO Da Escola    AvaliaçãO Da Be
Microsoft Word AvaliaçãO Da Escola AvaliaçãO Da Be
 
Workshop parte III
Workshop parte IIIWorkshop parte III
Workshop parte III
 

Mais de Isabel Martins

Quadro Cruzamento M A A B E I G E
Quadro  Cruzamento  M A A B E  I G EQuadro  Cruzamento  M A A B E  I G E
Quadro Cruzamento M A A B E I G EIsabel Martins
 
SubdomíNio A2 A23 A24
SubdomíNio A2 A23 A24SubdomíNio A2 A23 A24
SubdomíNio A2 A23 A24Isabel Martins
 
ApresentaçãO Maabe Ao Cp
ApresentaçãO Maabe Ao CpApresentaçãO Maabe Ao Cp
ApresentaçãO Maabe Ao CpIsabel Martins
 
A biblioteca escolar. Desafios e oportunidades no contexto da mudança
A biblioteca escolar. Desafios e oportunidades no contexto da mudançaA biblioteca escolar. Desafios e oportunidades no contexto da mudança
A biblioteca escolar. Desafios e oportunidades no contexto da mudançaIsabel Martins
 

Mais de Isabel Martins (12)

Panfleto
PanfletoPanfleto
Panfleto
 
Panfleto
PanfletoPanfleto
Panfleto
 
Actividade 2
Actividade 2Actividade 2
Actividade 2
 
Actividade 1
Actividade 1Actividade 1
Actividade 1
 
AcçõEs Futuras D1
AcçõEs Futuras D1AcçõEs Futuras D1
AcçõEs Futuras D1
 
Quadro Cruzamento M A A B E I G E
Quadro  Cruzamento  M A A B E  I G EQuadro  Cruzamento  M A A B E  I G E
Quadro Cruzamento M A A B E I G E
 
Tabela SubdomíNio D1
Tabela  SubdomíNio D1Tabela  SubdomíNio D1
Tabela SubdomíNio D1
 
SubdomíNio A2 A23 A24
SubdomíNio A2 A23 A24SubdomíNio A2 A23 A24
SubdomíNio A2 A23 A24
 
ApresentaçãO Maabe Ao Cp
ApresentaçãO Maabe Ao CpApresentaçãO Maabe Ao Cp
ApresentaçãO Maabe Ao Cp
 
Tarefa 2 Parte1 Act2
Tarefa 2 Parte1 Act2Tarefa 2 Parte1 Act2
Tarefa 2 Parte1 Act2
 
A biblioteca escolar. Desafios e oportunidades no contexto da mudança
A biblioteca escolar. Desafios e oportunidades no contexto da mudançaA biblioteca escolar. Desafios e oportunidades no contexto da mudança
A biblioteca escolar. Desafios e oportunidades no contexto da mudança
 
Actos Ilocutórios
Actos IlocutóriosActos Ilocutórios
Actos Ilocutórios
 

Último

Acróstico - Maria da Penha Lei nº 11.340, de 7 de agosto de 2006
Acróstico - Maria da Penha    Lei nº 11.340, de 7 de agosto de 2006Acróstico - Maria da Penha    Lei nº 11.340, de 7 de agosto de 2006
Acróstico - Maria da Penha Lei nº 11.340, de 7 de agosto de 2006Mary Alvarenga
 
CRUZADINA E CAÇA-PALAVRAS SOBRE PATRIMONIO HISTÓRICO.docx
CRUZADINA  E CAÇA-PALAVRAS SOBRE PATRIMONIO HISTÓRICO.docxCRUZADINA  E CAÇA-PALAVRAS SOBRE PATRIMONIO HISTÓRICO.docx
CRUZADINA E CAÇA-PALAVRAS SOBRE PATRIMONIO HISTÓRICO.docxJean Carlos Nunes Paixão
 
B) Discorra sobre o que contempla cada uma das cinco dimensões da sustentabil...
B) Discorra sobre o que contempla cada uma das cinco dimensões da sustentabil...B) Discorra sobre o que contempla cada uma das cinco dimensões da sustentabil...
B) Discorra sobre o que contempla cada uma das cinco dimensões da sustentabil...azulassessoriaacadem3
 
Slides Lição 8, Betel, Família, uma Obra em permanente construção, 1Tr24.pptx
Slides Lição 8, Betel, Família, uma Obra em permanente construção, 1Tr24.pptxSlides Lição 8, Betel, Família, uma Obra em permanente construção, 1Tr24.pptx
Slides Lição 8, Betel, Família, uma Obra em permanente construção, 1Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...
5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...
5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...azulassessoriaacadem3
 
Quiz | EURO - 25 anos do lançamento da moeda única
Quiz | EURO - 25 anos do lançamento da moeda únicaQuiz | EURO - 25 anos do lançamento da moeda única
Quiz | EURO - 25 anos do lançamento da moeda únicaCentro Jacques Delors
 
Emagreça em Casa, Treinos Simples e Eficazes Mesmo Não Tendo Equipamentos. Cu...
Emagreça em Casa, Treinos Simples e Eficazes Mesmo Não Tendo Equipamentos. Cu...Emagreça em Casa, Treinos Simples e Eficazes Mesmo Não Tendo Equipamentos. Cu...
Emagreça em Casa, Treinos Simples e Eficazes Mesmo Não Tendo Equipamentos. Cu...manoelaarmani
 
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...azulassessoriaacadem3
 
ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...
ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...
ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...azulassessoriaacadem3
 
Atividade O homem mais rico da Babilônia.pdf
Atividade O homem mais rico da Babilônia.pdfAtividade O homem mais rico da Babilônia.pdf
Atividade O homem mais rico da Babilônia.pdfRuannSolza
 
Sobre os princípios da teoria burocrática de Max Weber e com base em suas exp...
Sobre os princípios da teoria burocrática de Max Weber e com base em suas exp...Sobre os princípios da teoria burocrática de Max Weber e com base em suas exp...
Sobre os princípios da teoria burocrática de Max Weber e com base em suas exp...azulassessoriaacadem3
 
Domínio da Linguagem Oral Classificação Sílaba Inicial
Domínio da Linguagem  Oral Classificação Sílaba InicialDomínio da Linguagem  Oral Classificação Sílaba Inicial
Domínio da Linguagem Oral Classificação Sílaba InicialTeresaCosta92
 
Desafie-se Como Estabelecer Metas de Fitness Realistas e Alcançáveis em Casa ...
Desafie-se Como Estabelecer Metas de Fitness Realistas e Alcançáveis em Casa ...Desafie-se Como Estabelecer Metas de Fitness Realistas e Alcançáveis em Casa ...
Desafie-se Como Estabelecer Metas de Fitness Realistas e Alcançáveis em Casa ...manoelaarmani
 
O Guia Definitivo para Investir em Bitcoin: Domine o Mercado Hoje!
O Guia Definitivo para Investir em Bitcoin: Domine o Mercado Hoje!O Guia Definitivo para Investir em Bitcoin: Domine o Mercado Hoje!
O Guia Definitivo para Investir em Bitcoin: Domine o Mercado Hoje!Psyc company
 
COMTE, O POSITIVISMO E AS ORIGENS DA SOCIOLOGIA
COMTE, O POSITIVISMO E AS ORIGENS DA SOCIOLOGIACOMTE, O POSITIVISMO E AS ORIGENS DA SOCIOLOGIA
COMTE, O POSITIVISMO E AS ORIGENS DA SOCIOLOGIAHisrelBlog
 
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...azulassessoriaacadem3
 
5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...
5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...
5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...azulassessoriaacadem3
 
1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...
1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...
1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...azulassessoriaacadem3
 
2. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, sabend...
2. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, sabend...2. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, sabend...
2. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, sabend...azulassessoriaacadem3
 
1) Cálculo completo e o resultado da densidade corporal da Carolina. Utilize ...
1) Cálculo completo e o resultado da densidade corporal da Carolina. Utilize ...1) Cálculo completo e o resultado da densidade corporal da Carolina. Utilize ...
1) Cálculo completo e o resultado da densidade corporal da Carolina. Utilize ...azulassessoriaacadem3
 

Último (20)

Acróstico - Maria da Penha Lei nº 11.340, de 7 de agosto de 2006
Acróstico - Maria da Penha    Lei nº 11.340, de 7 de agosto de 2006Acróstico - Maria da Penha    Lei nº 11.340, de 7 de agosto de 2006
Acróstico - Maria da Penha Lei nº 11.340, de 7 de agosto de 2006
 
CRUZADINA E CAÇA-PALAVRAS SOBRE PATRIMONIO HISTÓRICO.docx
CRUZADINA  E CAÇA-PALAVRAS SOBRE PATRIMONIO HISTÓRICO.docxCRUZADINA  E CAÇA-PALAVRAS SOBRE PATRIMONIO HISTÓRICO.docx
CRUZADINA E CAÇA-PALAVRAS SOBRE PATRIMONIO HISTÓRICO.docx
 
B) Discorra sobre o que contempla cada uma das cinco dimensões da sustentabil...
B) Discorra sobre o que contempla cada uma das cinco dimensões da sustentabil...B) Discorra sobre o que contempla cada uma das cinco dimensões da sustentabil...
B) Discorra sobre o que contempla cada uma das cinco dimensões da sustentabil...
 
Slides Lição 8, Betel, Família, uma Obra em permanente construção, 1Tr24.pptx
Slides Lição 8, Betel, Família, uma Obra em permanente construção, 1Tr24.pptxSlides Lição 8, Betel, Família, uma Obra em permanente construção, 1Tr24.pptx
Slides Lição 8, Betel, Família, uma Obra em permanente construção, 1Tr24.pptx
 
5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...
5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...
5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...
 
Quiz | EURO - 25 anos do lançamento da moeda única
Quiz | EURO - 25 anos do lançamento da moeda únicaQuiz | EURO - 25 anos do lançamento da moeda única
Quiz | EURO - 25 anos do lançamento da moeda única
 
Emagreça em Casa, Treinos Simples e Eficazes Mesmo Não Tendo Equipamentos. Cu...
Emagreça em Casa, Treinos Simples e Eficazes Mesmo Não Tendo Equipamentos. Cu...Emagreça em Casa, Treinos Simples e Eficazes Mesmo Não Tendo Equipamentos. Cu...
Emagreça em Casa, Treinos Simples e Eficazes Mesmo Não Tendo Equipamentos. Cu...
 
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...
 
ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...
ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...
ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...
 
Atividade O homem mais rico da Babilônia.pdf
Atividade O homem mais rico da Babilônia.pdfAtividade O homem mais rico da Babilônia.pdf
Atividade O homem mais rico da Babilônia.pdf
 
Sobre os princípios da teoria burocrática de Max Weber e com base em suas exp...
Sobre os princípios da teoria burocrática de Max Weber e com base em suas exp...Sobre os princípios da teoria burocrática de Max Weber e com base em suas exp...
Sobre os princípios da teoria burocrática de Max Weber e com base em suas exp...
 
Domínio da Linguagem Oral Classificação Sílaba Inicial
Domínio da Linguagem  Oral Classificação Sílaba InicialDomínio da Linguagem  Oral Classificação Sílaba Inicial
Domínio da Linguagem Oral Classificação Sílaba Inicial
 
Desafie-se Como Estabelecer Metas de Fitness Realistas e Alcançáveis em Casa ...
Desafie-se Como Estabelecer Metas de Fitness Realistas e Alcançáveis em Casa ...Desafie-se Como Estabelecer Metas de Fitness Realistas e Alcançáveis em Casa ...
Desafie-se Como Estabelecer Metas de Fitness Realistas e Alcançáveis em Casa ...
 
O Guia Definitivo para Investir em Bitcoin: Domine o Mercado Hoje!
O Guia Definitivo para Investir em Bitcoin: Domine o Mercado Hoje!O Guia Definitivo para Investir em Bitcoin: Domine o Mercado Hoje!
O Guia Definitivo para Investir em Bitcoin: Domine o Mercado Hoje!
 
COMTE, O POSITIVISMO E AS ORIGENS DA SOCIOLOGIA
COMTE, O POSITIVISMO E AS ORIGENS DA SOCIOLOGIACOMTE, O POSITIVISMO E AS ORIGENS DA SOCIOLOGIA
COMTE, O POSITIVISMO E AS ORIGENS DA SOCIOLOGIA
 
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
 
5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...
5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...
5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...
 
1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...
1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...
1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...
 
2. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, sabend...
2. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, sabend...2. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, sabend...
2. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, sabend...
 
1) Cálculo completo e o resultado da densidade corporal da Carolina. Utilize ...
1) Cálculo completo e o resultado da densidade corporal da Carolina. Utilize ...1) Cálculo completo e o resultado da densidade corporal da Carolina. Utilize ...
1) Cálculo completo e o resultado da densidade corporal da Carolina. Utilize ...
 

AnáLise E ComentáRio

  • 1. Análise e comentário crítico à presença de referências a respeito das BE nos relatórios da IGE Amostra seleccionada: 2006/2007 – Escola Sec. José Belchior Viegas; S. Brás de Alportel 2007/2008 – Escola Sec. de Loulé 2008/2009 – Escola Sec. Com 3º Ciclo Dra. Laura Ayres, Quarteira (Esta amostra pretende apresentar um relatório de cada um dos anos lectivos referidos, incidindo em escolas do ensino secundário de uma área próxima) • Levantamento das referências à BE nos relatórios analisados Relatórios A B C 2006/2007 – Escola Sec. 2007/2008 – Escola Sec. 2008/2009 – Escola Sec. José Belchior Viegas; S. de Loulé Com 3º Ciclo Dra. Laura Referências à BE Brás de Alportel Ayres, Quarteira II -Caracterização da BE/CRE referidos Sem referência Sem referência Unidade de Gestão 1.1. Sucesso académico 1.4. Valorização e impacto das 1.2. Participação e “… criaram-se espaços de aprendizagens desenvolvimento cívico trabalho e pesquisa, “Surgem, também, como “a Biblioteca Escolar/Centro 1– devidamente apetrechados factores de valorização das de Recursos (BE/CRE) Resultados (Centro de Aprendizagem e aprendizagens,… resposta promove o concurso do BE/CRE), onde se dada por alguns espaços, melhor leitor do mês, de desenvolvem modalidades como a Biblioteca Escolar modo a incentivar o gosto de apoio, como o reforço (BE/CRE) e o CA.” pela leitura.” pedagógico e as tutorias.” 2.1. Articulação e sequencialidade 2– “As actividades conjuntas Prestação do entre o 3.º CEB e o ensino serviço secundário ocorrem, educativo principalmente, em torneios desportivos e em eventos dinamizados pela BE/CRE.” 3.3. Gestão de recursos 3.3. Gestão de recursos 3.3. Gestão de recursos IV -Avaliação por factor materiais e financeiros materiais e financeiros materiais e financeiros “…recursos financeiros “Como espaços de “Foram apontados como disponíveis que têm excelência destinados aos aspectos menos positivos: contribuído alunos surgem: … o CA e a … a reduzida oferta do significativamente para a BE/CRE, que se encontram acervo documental da 3- optimização dos equipados com recursos BE/CRE; …” Organização equipamentos das salas de socioeducativos 3.4. Participação dos pais e e gestão aula e do acervo diversificados e funcionam outros elementos da escolar bibliográfico da BE/CRE.” como sala de estudo, como comunidade educativa local para a realização de “Nas interacções com outras projectos de pesquisa e entidades, destaca-se a como centro de apoio para a Câmara Municipal de Loulé superação de dificuldades na cedência de … uma de aprendizagem.” funcionária para a BE/CRE.” 4.4. Parcerias, Protocolos e 4.4. Parcerias, Protocolos e 4.3. Abertura à inovação Projectos Projectos “… foi implementado na “Têm sido estabelecidas A Escola está vocacionada BE/CRE um sistema que outras parcerias: … com a para o envolvimento e permite à responsável ter Biblioteca Municipal participação em projectos conhecimento de (integrada na Rede nacionais e internacionais, todas as consultas feitas nos 4 - Liderança Concelhia de Bibliotecas), de que são exemplo: … computadores, de modo a através da realização de Rede Nacional de controlar o acesso a eventos culturais, como Bibliotecas Escolares determinados “sites”.” exposições, colóquios e a (parceria com a Biblioteca Feira do Livro;” Municipal Sophia de Mello Breyner)…” 5– Capacidade de Liderança e melhoria da escola
  • 2. Comentário: Os três relatórios analisados fazem referência à BE no primeiro tópico, Resultados, com menção a aspectos muito idênticos, apesar de os incluírem em subtópicos distintos. No que respeita às escolas A e B, a BE é referida como um espaço que promove o sucesso educativo, o que desde logo evidencia o reconhecimento desta estrutura. No entanto, parece não haver, da parte da equipa de avaliação, uma noção consistente do valor da BE, já que a nível da Prestação do serviço educativo, a BE raramente é citada. Observa-se apenas uma referência respeitante à escola C, relativamente à articulação de actividades entre níveis de ensino. A gestão de recursos materiais e financeiros é outra área em que a BE é observada pela equipa de IGE, parecendo-me, aqui, que é vista como uma estrutura que deve estar bem apetrechada de recursos diversificados, já que esse facto é mencionado como positivo para as escolas A E B e como menos positivo para a escola C. O terceiro e último domínio em que a BE é referida diz respeito à Liderança, no caso das escolas A e B, relativamente às parcerias e projectos com o exterior, mais concretamente a colaboração com a rede concelhia. Também aqui, parece-me haver reconhecimento da importância do papel da BE para a afirmação da escola junto da comunidade local, ou mesmo a nível nacional. Efectivamente, observam-se algumas referências à BE nos relatórios da IGE, que valorizam a sua actuação. Contudo, considerando a profundidade do tratamento do MAABE aos diferentes domínios de actuação da BE, parece-me insuficiente o relevo que lhe é dado pela equipa de avaliação externa. Assim, será uma mais-valia para a escola que a auto-avaliação da sua biblioteca permita facilitar uma visão mais efectiva e aprofundada dos serviços. A formanda: Isabel Martins