SlideShare uma empresa Scribd logo

Dia Mundial do Livro e dos Direitos de Autor

Foi um momento muito bem passado e os alunos Compreenderam o significado desta atividade

1 de 20
Baixar para ler offline
SINTRA PARA para LER
“Palavras do mundo”
Hoje é dia 23 de Abril - Dia Mundial do Livro e dos Direitos de Autor
O Dia Mundial do Livro e dos Direitos de Autor foi criado em 1995, pela Unesco (Organização das
Nações Unidas Para a Educação, a Ciência e a Cultura). Passámos a comemorar, em todo o mundo, o
Dia do Livro. Mas como o livro não nasce sozinho, também se resolveu estender a comemoração ao
direito daquele que o escreve: O autor!
O autor é o poeta, o romancista, o cientista, o filósofo, o professor. É quem cria o conhecimento e
também quem transmite esse conhecimento.
O direito desses criadores é garantido por lei. Quem cria o livro tem direito a ter a sua obra protegida.
A obra tem que ser reconhecida como fruto do trabalho de alguém. Quando alguém copia um trecho
de um livro ou faz fotocópias de uma obra, está a ferir o direito do autor.
O amor pelos livros, que se pode ir desenvolvendo desde a infância, inclui o respeito por aqueles que
deram a sua contribuição ao progresso social e científico da humanidade. Mas, para que um livro
chegue às nossas mãos, não basta que um autor o escreva. Muita gente trabalha para transformar
uma obra num livro, como o tradutor, o ilustrador, o revisor, o editor, o distribuidor, o livreiro.
E o leitor?
Todos nós também ajudamos a criar os livros!
Afinal, sem o leitor, eles não existiriam.
O livro merece o nosso respeito e o nosso amor.
Ninguém nasce a gostar de ler.
Ler é algo que se aprende devagar e nos acompanha toda a vida.
O livro é uma forma universal de transmissão de conhecimento.
O livro une culturas diferentes e países distantes entre si.
As escolas do nosso Agrupamento e as respetivas Bibliotecas resolveram parar para refletir sobre a
importância deste dia e ler textos sobre o tema “Palavras do Mundo”.
Horário:às 9 horas ou às 14:15h,
Um bom dia do livro…e de leitores!
Sentados, deitados, encostados, na sala ou no exterior da escola, todos pararam para ler das
14h 15m às 14h30m.
Como sempre os alunos gostaram muito desta atividade.
Dia Mundial do Livro e dos Direitos de Autor
Dia Mundial do Livro e dos Direitos de Autor
Dia Mundial do Livro e dos Direitos de Autor

Recomendados

A formação do leitor em contextos digitais
A formação do leitor em contextos digitaisA formação do leitor em contextos digitais
A formação do leitor em contextos digitaisLuciana Viter
 
Cartaz Dia da BE
Cartaz Dia da BECartaz Dia da BE
Cartaz Dia da BEpoletef
 
Biblioteca tesouro-a-explorar
Biblioteca tesouro-a-explorarBiblioteca tesouro-a-explorar
Biblioteca tesouro-a-explorarsuely xavier
 
Ana bela Martins - a leitura no outro lado do espelho
Ana bela Martins  - a leitura  no outro lado do espelhoAna bela Martins  - a leitura  no outro lado do espelho
Ana bela Martins - a leitura no outro lado do espelhoEncontro Bibliotecas
 
Feira do livro powerpoint 2014 2015
Feira do livro powerpoint 2014 2015Feira do livro powerpoint 2014 2015
Feira do livro powerpoint 2014 2015Fernanda Oliveira
 

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Ambientes de leitura enquanto espaço de construção da cidadania
Ambientes de leitura enquanto espaço de construção da cidadaniaAmbientes de leitura enquanto espaço de construção da cidadania
Ambientes de leitura enquanto espaço de construção da cidadaniaRaquel Prado Leite de Sousa
 
Mundo dos livros - copy
Mundo dos livros - copyMundo dos livros - copy
Mundo dos livros - copyAna Matias
 
Visita a curitiba
Visita a curitibaVisita a curitiba
Visita a curitibanailsonp
 
Ft55iniciativa7 diasmedia2018
Ft55iniciativa7 diasmedia2018Ft55iniciativa7 diasmedia2018
Ft55iniciativa7 diasmedia2018IsabelPereira2010
 
Missão, Objectivos e Serviços da Biblioteca Escolar
Missão, Objectivos e Serviços da Biblioteca EscolarMissão, Objectivos e Serviços da Biblioteca Escolar
Missão, Objectivos e Serviços da Biblioteca EscolarAna Cristina Matias
 
Projeto leitura 11
Projeto leitura 11Projeto leitura 11
Projeto leitura 11emiliabiasi
 
Rede
RedeRede
Redeizv
 
Tessituras: apresentação de Rosane Castro
Tessituras: apresentação de Rosane CastroTessituras: apresentação de Rosane Castro
Tessituras: apresentação de Rosane CastroAna Paula Cecato
 
Feira do livro e da literatura.compact
Feira do livro e da literatura.compactFeira do livro e da literatura.compact
Feira do livro e da literatura.compactAna Paula Cecato
 
Ações educativas do Bibliotecário
Ações educativas do BibliotecárioAções educativas do Bibliotecário
Ações educativas do BibliotecárioTatyanne Valdez
 
Ação Cultural na Biblioteca Central da UFPE
Ação Cultural na Biblioteca Central da UFPEAção Cultural na Biblioteca Central da UFPE
Ação Cultural na Biblioteca Central da UFPELílian Melo
 

Mais procurados (16)

Ambientes de leitura enquanto espaço de construção da cidadania
Ambientes de leitura enquanto espaço de construção da cidadaniaAmbientes de leitura enquanto espaço de construção da cidadania
Ambientes de leitura enquanto espaço de construção da cidadania
 
Mibe 2013
Mibe 2013Mibe 2013
Mibe 2013
 
Mundo dos livros - copy
Mundo dos livros - copyMundo dos livros - copy
Mundo dos livros - copy
 
Relato de experiência 2012
Relato de experiência 2012Relato de experiência 2012
Relato de experiência 2012
 
Visita a curitiba
Visita a curitibaVisita a curitiba
Visita a curitiba
 
Ft55iniciativa7 diasmedia2018
Ft55iniciativa7 diasmedia2018Ft55iniciativa7 diasmedia2018
Ft55iniciativa7 diasmedia2018
 
Missão, Objectivos e Serviços da Biblioteca Escolar
Missão, Objectivos e Serviços da Biblioteca EscolarMissão, Objectivos e Serviços da Biblioteca Escolar
Missão, Objectivos e Serviços da Biblioteca Escolar
 
Projeto 2
Projeto 2Projeto 2
Projeto 2
 
Projeto leitura 11
Projeto leitura 11Projeto leitura 11
Projeto leitura 11
 
Rede
RedeRede
Rede
 
Tessituras: apresentação de Rosane Castro
Tessituras: apresentação de Rosane CastroTessituras: apresentação de Rosane Castro
Tessituras: apresentação de Rosane Castro
 
Feira do livro e da literatura.compact
Feira do livro e da literatura.compactFeira do livro e da literatura.compact
Feira do livro e da literatura.compact
 
Ações educativas do Bibliotecário
Ações educativas do BibliotecárioAções educativas do Bibliotecário
Ações educativas do Bibliotecário
 
Be
BeBe
Be
 
Repensando a biblioteca escolar
Repensando a biblioteca escolarRepensando a biblioteca escolar
Repensando a biblioteca escolar
 
Ação Cultural na Biblioteca Central da UFPE
Ação Cultural na Biblioteca Central da UFPEAção Cultural na Biblioteca Central da UFPE
Ação Cultural na Biblioteca Central da UFPE
 

Semelhante a Dia Mundial do Livro e dos Direitos de Autor

Atividades be ler+ 2027_2021
Atividades be  ler+ 2027_2021Atividades be  ler+ 2027_2021
Atividades be ler+ 2027_2021BibliotecaAEOB
 
Eixo+de+Literatura_Anos+Iniciais_Módulo+1_2023+(1)_abcdpdf_pdf_para_ppt.pptx
Eixo+de+Literatura_Anos+Iniciais_Módulo+1_2023+(1)_abcdpdf_pdf_para_ppt.pptxEixo+de+Literatura_Anos+Iniciais_Módulo+1_2023+(1)_abcdpdf_pdf_para_ppt.pptx
Eixo+de+Literatura_Anos+Iniciais_Módulo+1_2023+(1)_abcdpdf_pdf_para_ppt.pptxAntônia marta Silvestre da Silva
 
Apresentação acolhida e identidade visual
Apresentação acolhida  e identidade visualApresentação acolhida  e identidade visual
Apresentação acolhida e identidade visualLuiz Fernando
 
ABiblioteca Escolar e a família como promotoras da Leitura
ABiblioteca Escolar e a família como promotoras da LeituraABiblioteca Escolar e a família como promotoras da Leitura
ABiblioteca Escolar e a família como promotoras da LeituraBE Lorosae
 
Varal Literário: Todas as Leituras
Varal Literário: Todas as LeiturasVaral Literário: Todas as Leituras
Varal Literário: Todas as LeiturasEscola Andre Zenere
 
BiblioZine CANTO NEGRO n° 1, abr 2014
BiblioZine CANTO NEGRO n° 1, abr 2014BiblioZine CANTO NEGRO n° 1, abr 2014
BiblioZine CANTO NEGRO n° 1, abr 2014oficinativa
 
Panfleto orinda leitura
Panfleto orinda leituraPanfleto orinda leitura
Panfleto orinda leituraManuel_Duarte
 
Por outros olhos: experiências francesas de mediação de leitura na Primeira I...
Por outros olhos: experiências francesas de mediação de leitura na Primeira I...Por outros olhos: experiências francesas de mediação de leitura na Primeira I...
Por outros olhos: experiências francesas de mediação de leitura na Primeira I...Sistema Municipal de Bibliotecas
 
Movimentos alternativos de incentivo à leitura
Movimentos alternativos de incentivo à leituraMovimentos alternativos de incentivo à leitura
Movimentos alternativos de incentivo à leituraKika Lopes
 
ARTIGO VIVA A LEITURA DIA DO LIVRO.pdf
ARTIGO VIVA A LEITURA DIA DO LIVRO.pdfARTIGO VIVA A LEITURA DIA DO LIVRO.pdf
ARTIGO VIVA A LEITURA DIA DO LIVRO.pdfSimoneHelenDrumond
 

Semelhante a Dia Mundial do Livro e dos Direitos de Autor (20)

Prêmio Nacional VivaLeitura 2014
Prêmio Nacional VivaLeitura 2014Prêmio Nacional VivaLeitura 2014
Prêmio Nacional VivaLeitura 2014
 
Dia da poesia
Dia da poesiaDia da poesia
Dia da poesia
 
Dia da poesia
Dia da poesiaDia da poesia
Dia da poesia
 
Atividades be ler+ 2027_2021
Atividades be  ler+ 2027_2021Atividades be  ler+ 2027_2021
Atividades be ler+ 2027_2021
 
Contacto
Contacto Contacto
Contacto
 
Eixo+de+Literatura_Anos+Iniciais_Módulo+1_2023+(1)_abcdpdf_pdf_para_ppt.pptx
Eixo+de+Literatura_Anos+Iniciais_Módulo+1_2023+(1)_abcdpdf_pdf_para_ppt.pptxEixo+de+Literatura_Anos+Iniciais_Módulo+1_2023+(1)_abcdpdf_pdf_para_ppt.pptx
Eixo+de+Literatura_Anos+Iniciais_Módulo+1_2023+(1)_abcdpdf_pdf_para_ppt.pptx
 
BI outubro 2014
BI outubro 2014BI outubro 2014
BI outubro 2014
 
Apresentação acolhida e identidade visual
Apresentação acolhida  e identidade visualApresentação acolhida  e identidade visual
Apresentação acolhida e identidade visual
 
Módulo 3
Módulo 3Módulo 3
Módulo 3
 
ABiblioteca Escolar e a família como promotoras da Leitura
ABiblioteca Escolar e a família como promotoras da LeituraABiblioteca Escolar e a família como promotoras da Leitura
ABiblioteca Escolar e a família como promotoras da Leitura
 
Varal Literário: Todas as Leituras
Varal Literário: Todas as LeiturasVaral Literário: Todas as Leituras
Varal Literário: Todas as Leituras
 
BiblioZine CANTO NEGRO n° 1, abr 2014
BiblioZine CANTO NEGRO n° 1, abr 2014BiblioZine CANTO NEGRO n° 1, abr 2014
BiblioZine CANTO NEGRO n° 1, abr 2014
 
Dia do autor
Dia do autorDia do autor
Dia do autor
 
A traça Teca
A traça TecaA traça Teca
A traça Teca
 
Panfleto orinda leitura
Panfleto orinda leituraPanfleto orinda leitura
Panfleto orinda leitura
 
Por outros olhos: experiências francesas de mediação de leitura na Primeira I...
Por outros olhos: experiências francesas de mediação de leitura na Primeira I...Por outros olhos: experiências francesas de mediação de leitura na Primeira I...
Por outros olhos: experiências francesas de mediação de leitura na Primeira I...
 
Agenda abril 2011
Agenda abril 2011Agenda abril 2011
Agenda abril 2011
 
Movimentos alternativos de incentivo à leitura
Movimentos alternativos de incentivo à leituraMovimentos alternativos de incentivo à leitura
Movimentos alternativos de incentivo à leitura
 
ARTIGO VIVA A LEITURA DIA DO LIVRO.pdf
ARTIGO VIVA A LEITURA DIA DO LIVRO.pdfARTIGO VIVA A LEITURA DIA DO LIVRO.pdf
ARTIGO VIVA A LEITURA DIA DO LIVRO.pdf
 
Manual o-diario-de-anne-frank-em-quadrinhos
Manual o-diario-de-anne-frank-em-quadrinhosManual o-diario-de-anne-frank-em-quadrinhos
Manual o-diario-de-anne-frank-em-quadrinhos
 

Mais de Biblioteca Cre Agualva Dois (10)

Modelo de pesquisa big 6
Modelo de pesquisa   big 6Modelo de pesquisa   big 6
Modelo de pesquisa big 6
 
Como se faz um trabalho escolar1
Como se faz um trabalho escolar1Como se faz um trabalho escolar1
Como se faz um trabalho escolar1
 
Nadadorzinhor
Nadadorzinhor Nadadorzinhor
Nadadorzinhor
 
S. martinho 2015
S. martinho 2015S. martinho 2015
S. martinho 2015
 
Maratona da poesia
Maratona da poesiaMaratona da poesia
Maratona da poesia
 
Sintra para para ler
Sintra para para lerSintra para para ler
Sintra para para ler
 
Dia Mundial do Livro e dos Direitos de Autor
Dia Mundial do Livro e dos Direitos de AutorDia Mundial do Livro e dos Direitos de Autor
Dia Mundial do Livro e dos Direitos de Autor
 
Pai, querido pai!
Pai, querido pai!Pai, querido pai!
Pai, querido pai!
 
3 castanhas de um cartucho
3 castanhas de um cartucho3 castanhas de um cartucho
3 castanhas de um cartucho
 
Sintra para para ler
Sintra para para lerSintra para para ler
Sintra para para ler
 

Último

Slides Lição 9, CPAD, O Batismo – A Primeira Ordenança da Igreja, 1Tr24.pptx
Slides Lição 9, CPAD, O Batismo – A Primeira Ordenança da Igreja, 1Tr24.pptxSlides Lição 9, CPAD, O Batismo – A Primeira Ordenança da Igreja, 1Tr24.pptx
Slides Lição 9, CPAD, O Batismo – A Primeira Ordenança da Igreja, 1Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...azulassessoriaacadem3
 
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...azulassessoriaacadem3
 
Slides Lição 8, Betel, Família, uma Obra em permanente construção, 1Tr24.pptx
Slides Lição 8, Betel, Família, uma Obra em permanente construção, 1Tr24.pptxSlides Lição 8, Betel, Família, uma Obra em permanente construção, 1Tr24.pptx
Slides Lição 8, Betel, Família, uma Obra em permanente construção, 1Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...
ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...
ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...azulassessoriaacadem3
 
5. ​Agora suponha que esse mesmo aluno é do sexo feminino, você irá utilizar ...
5. ​Agora suponha que esse mesmo aluno é do sexo feminino, você irá utilizar ...5. ​Agora suponha que esse mesmo aluno é do sexo feminino, você irá utilizar ...
5. ​Agora suponha que esse mesmo aluno é do sexo feminino, você irá utilizar ...azulassessoriaacadem3
 
1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...
1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...
1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...azulassessoriaacadem3
 
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...excellenceeducaciona
 
Transforme seu Corpo em Casa_ Dicas e Estratégias de Rotinas de Exercícios Si...
Transforme seu Corpo em Casa_ Dicas e Estratégias de Rotinas de Exercícios Si...Transforme seu Corpo em Casa_ Dicas e Estratégias de Rotinas de Exercícios Si...
Transforme seu Corpo em Casa_ Dicas e Estratégias de Rotinas de Exercícios Si...manoelaarmani
 
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...azulassessoriaacadem3
 
Desafie-se Como Estabelecer Metas de Fitness Realistas e Alcançáveis em Casa ...
Desafie-se Como Estabelecer Metas de Fitness Realistas e Alcançáveis em Casa ...Desafie-se Como Estabelecer Metas de Fitness Realistas e Alcançáveis em Casa ...
Desafie-se Como Estabelecer Metas de Fitness Realistas e Alcançáveis em Casa ...manoelaarmani
 
4. Agora para analisar os resultados obtidos, você irá utilizar a classificaç...
4. Agora para analisar os resultados obtidos, você irá utilizar a classificaç...4. Agora para analisar os resultados obtidos, você irá utilizar a classificaç...
4. Agora para analisar os resultados obtidos, você irá utilizar a classificaç...azulassessoriaacadem3
 
Acróstico - Maria da Penha Lei nº 11.340, de 7 de agosto de 2006
Acróstico - Maria da Penha    Lei nº 11.340, de 7 de agosto de 2006Acróstico - Maria da Penha    Lei nº 11.340, de 7 de agosto de 2006
Acróstico - Maria da Penha Lei nº 11.340, de 7 de agosto de 2006Mary Alvarenga
 
004820000101011 (15).pdffdfdfdddddddddddddddddddddddddddddddddddd
004820000101011 (15).pdffdfdfdddddddddddddddddddddddddddddddddddd004820000101011 (15).pdffdfdfdddddddddddddddddddddddddddddddddddd
004820000101011 (15).pdffdfdfddddddddddddddddddddddddddddddddddddRenandantas16
 
Discuta as principais mudanças e desafios enfrentados pelos profissionais de ...
Discuta as principais mudanças e desafios enfrentados pelos profissionais de ...Discuta as principais mudanças e desafios enfrentados pelos profissionais de ...
Discuta as principais mudanças e desafios enfrentados pelos profissionais de ...azulassessoriaacadem3
 
3. Como você (aluno) relaciona as informações coletadas na entrevista com o c...
3. Como você (aluno) relaciona as informações coletadas na entrevista com o c...3. Como você (aluno) relaciona as informações coletadas na entrevista com o c...
3. Como você (aluno) relaciona as informações coletadas na entrevista com o c...apoioacademicoead
 
1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...
1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...
1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...azulassessoriaacadem3
 
COMTE, O POSITIVISMO E AS ORIGENS DA SOCIOLOGIA
COMTE, O POSITIVISMO E AS ORIGENS DA SOCIOLOGIACOMTE, O POSITIVISMO E AS ORIGENS DA SOCIOLOGIA
COMTE, O POSITIVISMO E AS ORIGENS DA SOCIOLOGIAHisrelBlog
 
ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...
ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...
ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...azulassessoriaacadem3
 
Discorra sobre a classificação da interpretação jurídica quanto à sua origem ...
Discorra sobre a classificação da interpretação jurídica quanto à sua origem ...Discorra sobre a classificação da interpretação jurídica quanto à sua origem ...
Discorra sobre a classificação da interpretação jurídica quanto à sua origem ...excellenceeducaciona
 

Último (20)

Slides Lição 9, CPAD, O Batismo – A Primeira Ordenança da Igreja, 1Tr24.pptx
Slides Lição 9, CPAD, O Batismo – A Primeira Ordenança da Igreja, 1Tr24.pptxSlides Lição 9, CPAD, O Batismo – A Primeira Ordenança da Igreja, 1Tr24.pptx
Slides Lição 9, CPAD, O Batismo – A Primeira Ordenança da Igreja, 1Tr24.pptx
 
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...
 
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
 
Slides Lição 8, Betel, Família, uma Obra em permanente construção, 1Tr24.pptx
Slides Lição 8, Betel, Família, uma Obra em permanente construção, 1Tr24.pptxSlides Lição 8, Betel, Família, uma Obra em permanente construção, 1Tr24.pptx
Slides Lição 8, Betel, Família, uma Obra em permanente construção, 1Tr24.pptx
 
ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...
ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...
ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...
 
5. ​Agora suponha que esse mesmo aluno é do sexo feminino, você irá utilizar ...
5. ​Agora suponha que esse mesmo aluno é do sexo feminino, você irá utilizar ...5. ​Agora suponha que esse mesmo aluno é do sexo feminino, você irá utilizar ...
5. ​Agora suponha que esse mesmo aluno é do sexo feminino, você irá utilizar ...
 
1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...
1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...
1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...
 
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
 
Transforme seu Corpo em Casa_ Dicas e Estratégias de Rotinas de Exercícios Si...
Transforme seu Corpo em Casa_ Dicas e Estratégias de Rotinas de Exercícios Si...Transforme seu Corpo em Casa_ Dicas e Estratégias de Rotinas de Exercícios Si...
Transforme seu Corpo em Casa_ Dicas e Estratégias de Rotinas de Exercícios Si...
 
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
 
Desafie-se Como Estabelecer Metas de Fitness Realistas e Alcançáveis em Casa ...
Desafie-se Como Estabelecer Metas de Fitness Realistas e Alcançáveis em Casa ...Desafie-se Como Estabelecer Metas de Fitness Realistas e Alcançáveis em Casa ...
Desafie-se Como Estabelecer Metas de Fitness Realistas e Alcançáveis em Casa ...
 
4. Agora para analisar os resultados obtidos, você irá utilizar a classificaç...
4. Agora para analisar os resultados obtidos, você irá utilizar a classificaç...4. Agora para analisar os resultados obtidos, você irá utilizar a classificaç...
4. Agora para analisar os resultados obtidos, você irá utilizar a classificaç...
 
Acróstico - Maria da Penha Lei nº 11.340, de 7 de agosto de 2006
Acróstico - Maria da Penha    Lei nº 11.340, de 7 de agosto de 2006Acróstico - Maria da Penha    Lei nº 11.340, de 7 de agosto de 2006
Acróstico - Maria da Penha Lei nº 11.340, de 7 de agosto de 2006
 
004820000101011 (15).pdffdfdfdddddddddddddddddddddddddddddddddddd
004820000101011 (15).pdffdfdfdddddddddddddddddddddddddddddddddddd004820000101011 (15).pdffdfdfdddddddddddddddddddddddddddddddddddd
004820000101011 (15).pdffdfdfdddddddddddddddddddddddddddddddddddd
 
Discuta as principais mudanças e desafios enfrentados pelos profissionais de ...
Discuta as principais mudanças e desafios enfrentados pelos profissionais de ...Discuta as principais mudanças e desafios enfrentados pelos profissionais de ...
Discuta as principais mudanças e desafios enfrentados pelos profissionais de ...
 
3. Como você (aluno) relaciona as informações coletadas na entrevista com o c...
3. Como você (aluno) relaciona as informações coletadas na entrevista com o c...3. Como você (aluno) relaciona as informações coletadas na entrevista com o c...
3. Como você (aluno) relaciona as informações coletadas na entrevista com o c...
 
1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...
1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...
1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...
 
COMTE, O POSITIVISMO E AS ORIGENS DA SOCIOLOGIA
COMTE, O POSITIVISMO E AS ORIGENS DA SOCIOLOGIACOMTE, O POSITIVISMO E AS ORIGENS DA SOCIOLOGIA
COMTE, O POSITIVISMO E AS ORIGENS DA SOCIOLOGIA
 
ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...
ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...
ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...
 
Discorra sobre a classificação da interpretação jurídica quanto à sua origem ...
Discorra sobre a classificação da interpretação jurídica quanto à sua origem ...Discorra sobre a classificação da interpretação jurídica quanto à sua origem ...
Discorra sobre a classificação da interpretação jurídica quanto à sua origem ...
 

Dia Mundial do Livro e dos Direitos de Autor

  • 1. SINTRA PARA para LER “Palavras do mundo”
  • 2. Hoje é dia 23 de Abril - Dia Mundial do Livro e dos Direitos de Autor O Dia Mundial do Livro e dos Direitos de Autor foi criado em 1995, pela Unesco (Organização das Nações Unidas Para a Educação, a Ciência e a Cultura). Passámos a comemorar, em todo o mundo, o Dia do Livro. Mas como o livro não nasce sozinho, também se resolveu estender a comemoração ao direito daquele que o escreve: O autor! O autor é o poeta, o romancista, o cientista, o filósofo, o professor. É quem cria o conhecimento e também quem transmite esse conhecimento. O direito desses criadores é garantido por lei. Quem cria o livro tem direito a ter a sua obra protegida. A obra tem que ser reconhecida como fruto do trabalho de alguém. Quando alguém copia um trecho de um livro ou faz fotocópias de uma obra, está a ferir o direito do autor. O amor pelos livros, que se pode ir desenvolvendo desde a infância, inclui o respeito por aqueles que deram a sua contribuição ao progresso social e científico da humanidade. Mas, para que um livro chegue às nossas mãos, não basta que um autor o escreva. Muita gente trabalha para transformar uma obra num livro, como o tradutor, o ilustrador, o revisor, o editor, o distribuidor, o livreiro. E o leitor? Todos nós também ajudamos a criar os livros! Afinal, sem o leitor, eles não existiriam. O livro merece o nosso respeito e o nosso amor. Ninguém nasce a gostar de ler. Ler é algo que se aprende devagar e nos acompanha toda a vida. O livro é uma forma universal de transmissão de conhecimento. O livro une culturas diferentes e países distantes entre si. As escolas do nosso Agrupamento e as respetivas Bibliotecas resolveram parar para refletir sobre a importância deste dia e ler textos sobre o tema “Palavras do Mundo”. Horário:às 9 horas ou às 14:15h, Um bom dia do livro…e de leitores!
  • 3. Sentados, deitados, encostados, na sala ou no exterior da escola, todos pararam para ler das 14h 15m às 14h30m. Como sempre os alunos gostaram muito desta atividade.