O slideshow foi denunciado.
Utilizamos seu perfil e dados de atividades no LinkedIn para personalizar e exibir anúncios mais relevantes. Altere suas preferências de anúncios quando desejar.

17 newsletter março 2009

211 visualizações

Publicada em

  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

17 newsletter março 2009

  1. 1. Terra Roxa e SRP trazem presidente da WWF Numa parceria entre a Terra Roxa e a Sociedade Rural do Paraná, foi realizada, no último dia 9, em Londrina, uma palestra com o presidente da WWF-Alemanha, o professor doutor Detlev Drenkhahn. O evento levou mais de 400 pessoas ao auditório Milton Alcover, no Parque Ney Braga. A WWF, criada em 1961, com sede na Suíça - e com atividades no Brasil, como WWF- Brasil desde 1996 – se consolidou como uma das mais respeitadas redes independentes de conservação da natureza. Drenkhahn falou sobre as atividades da WWF no mundo. Além de presidir a WWF ele é professor titular da Universidade de Würzburg, autor de inúmeros artigos científicos e membro de várias universidades e instituições renomadas na Alemanha. Ele esclareceu que a entidade trabalha baseada em fatos científicos. “Nós detectamos problemas, mas também propomos soluções”, disse.
  2. 2. A visão da WWF, esclareceu Drenkhahn, é trabalhar e buscar recursos para salvar o planeta. “O planeta está ameaçado e as razões disso são a perda do habitat em decorrência do desmatamento e o consumo desenfreado de recursos naturais”. Segundo dados apresentados por ele, se não houver atitudes agora ao final deste século 60% da superfície do Globo se tornarão deserto. “A erosão é outro fator bastante impactante, causado pela destruição da vegetação natural”. Ainda de acordo com dados da WWF, 6 milhões de hectares de florestas são destruídas anualmente, sendo que destes, dois milhões são no Brasil. O presidente da Terra Roxa, Fernando Kireeff, destacou a importância de a agência realizar um evento como esse, junto com a SRP. “Nós trabalhamos para divulgar nossa região com o objetivo de atrair novos investimentos. E precisamos ter claro a importância de buscarmos investimentos que não tragam prejuízos a nosso meio ambiente”, defendeu. Recomeçam as reuniões ordinárias As reuniões ordinárias da Terra Roxa recomeçam em abril por Maringá. Itinerantes, as reuniões têm a meta de proporcionar a todas as entidades associadas à oportunidade de participar das discussões que envolvem a entidade. Em Maringá, será na sede da Associação Comercial – Acim – a data será divulgada em breve. Missão empresarial à Córdoba A Terra Roxa participa da missão empresarial para a região de Córdoba, na Argentina, nos dias 17 a 21 de março. A missão é organizada pelo Porto Seco Norte do Paraná e que conta com apoio da Acim, FIEP, Codem, Cesumar, UEM, Instituto Mercosul, Convention and Visitors Bureau de Maringá e Terra Roxa. O presidente da Terra Roxa, Fernando Kireeff, fará contatos com empresas, distribuirá material da entidade e também fará uma apresentação do Norte do Paraná aos empresários e lideranças políticas argentinas. Além de Córdoba, a missão seguirá até Rio Cuarto, com a meta desenvolver um intercâmbio permanente com aquela região argentina, transformando o eixo Maringá- Londrina num Centro de distribuição, no Brasil, de produtos do país vizinho. Córdoba é a segunda maior cidade da Argentina, pólo comercial, industrial, tecnológico e turístico. A região tem 3,2 milhões de habitantes e é reconhecida por sua produção nos setores metal-mecânica, alimentício, médico-hospitalar, couro, informática, entre outros. Empresários alemães visitam o Paraná Uma comitiva de empresários do setor rural da Alemanha visitou o Paraná entre os dias 7 e 13 de fevereiro. Eles desembarcaram no Norte do Estado para visitas a granjas de suíno e de frango, cooperativas e também à unidade da Embrapa-Soja, em Londrina, e foram recepcionados Sandy Schöler, do departamento internacional da Agência de Desenvolvimento Terra Roxa Investimentos.
  3. 3. 1. Pedro Crusiol - Embrapa Soja 2. Pedro Crusiol - Embrapa Soja
  4. 4. A comitiva era formada por 23 agropecuaristas, todos integrantes da Sociedade Rural da Alemanha – Deutsche Landwirtschaftsgesellschaft – entidade organizadora da Agritechnica, a maior feira mundial de equipamentos agrícolas e que é realizada a cada dois anos em Hannover. O convite foi feito pela Terra Roxa Investimentos. Vários contatos importantes foram feitos entre os setores rurais dos dois países. “Nós mostramos a eles as muitas possibilidades de parcerias no setor de agronegócios. Eles ficaram bastante impressionados com o que viram”, informou Sandy. Italianos vêm em maio Está programada para maio a visita de uma comitiva de empresários da região da Emilia- Romagna (Itália) ao Norte do Paraná. Os primeiros contatos foram feitos ano passado, quando o presidente da Terra Roxa, Fernando Kireeff esteve na Itália. A região de Emilia-Romagna tem características bastante semelhantes ao Norte do Paraná, define Kireeff. Lá, informa ele, os setores mais expressivos são o moveleiro, indústria têxtil e alimentício. “Justamente os mesmos que se destacam na nossa região”, comenta. Mais detalhes sobre a programação da comitiva italiana na região serão divulgados em breve. Prefeitura de Rolândia renova parceria com TRI Grande parceira da Terra Roxa desde sua criação, a prefeitura de Rolândia renovou seu apoio às atividades da entidade. “Para nós, é um grande incentivo termos Rolândia no nosso quadro de parceiros, principalmente porque a sede da TRI está nesta cidade, agradecemos o apoio do Prefeito Johnny Lehmann e de sua equipe”, comentou Fernando Kireeff. Gestores de ADRs A Agência Terra Roxa participou, no começo de março, da reunião de gestores das ADRs, realizada dentro da programação do Congresso Paranaense de Integração Universidade, Centro de Pesquisa e Empresa – Integra 2009 -, em Londrina. No encontro, foram discutidas as macro estratégias para o desenvolvimento regional e estiveram presentes além da TRI, as agências ADETEC (Londrina), IDR (Maringá) e a ADR CODEP (Paranavaí).

×