SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 3
As doenças sexualmente transmissíveis (DST)
As doenças sexualmente transmissíveis (DST), conhecidas por
doenças venéreas, são transmitidas essencialmente pelo contato
direto, mantido através de relações sexuais onde o parceiro ou parceira
necessariamente porta a doença, e indireto por meio de
compartilhamento de utensílios pessoais mal higienizados (roupas
íntimas), ou manipulação indevida de objetos contaminados (lâminas
e seringas).
Os principais agentes patogênicos são os vírus, as
bactérias e os fungos. Essas doenças acometem
principalmente o público jovem, tanto de países em
desenvolvimento como industrializados, consequência de
vários fatores de relevância familiar e governamental: a
promiscuidade (descuido) individual com a saúde e a carência
ou mesmo a falta de programas educativos.
De modo geral, o uso de preservativo, associado a alguns
cuidados, impedem o contágio e disseminação. Contudo se
não forem diagnosticadas e tratadas corretamente, além do
processo infeccioso, podem levar à infertilidade, gravidez,
surgimento de outras doenças oportunistas e até a morte.
Algumas das principais DSTs:
Sífilis - Transmitida pela bactéria Treponema pallidum, é
uma doença com evolução crônica (lenta) com surgimento de
um cancro duro (lesão) nos órgãos genitais e posterior
aparecimento de lesões espalhadas pelo corpo. Quando
generalizada, causa complicações cardiovasculares e
nervosas, desencadeando nas mulheres o aborto ou o parto
prematuro.
Gonorréia - O contágio pela bactéria Neisseria
gonorrheae, provoca a inflamação da uretra (canal urinário),
pode alastrar-se para outros órgãos causando complicações
como: artrite, meningite e problemas cardíacos.
Tricomona – Causada pelo protozoário do gênero
Trichomonas Donne, atinge, principalmente, o aparelho
digestivo e genital, causando inflamação do canal vaginal, nas
mulheres, e da uretra nos homens.
Clamídia - O contágio pela bactéria Chlamydia
trachomatis provoca inflamação dos canais genitais e
urinários. Nas mulheres, pode ocasionar a formação de
abscessos (obstruções com dilatação), infertilidade e dores
pélvicas. Nos homens pode provocar esterilidade.
AIDS – Síndrome da imunodeficiência humana (HIV),
transmitida por um retrovírus que destrói as células de defesa
(linfócito T), resultando na baixa imunidade do organismo que
fica suscetível a outras infecções. Dentre os sintomas iniciais
destaca-se: fadiga, febre, distúrbios do sistema nervosos
central, inchaço crônico dos gânglios linfáticos e o surgimento
de vesículas avermelhadas na derme.
Sífilis Clamídia AIDS
Os principais sintomas de DST:
Corrimentos abundantes amarelados
ou esverdeados na vagina ou pênis
Mau-cheiro no órgãos
genitais
Verrugas na vagina, pênis, boca,
saco ou ânus
Coceiras ou vermelhidão
constantes na virilha, vagina,
saco ou pênis
Bolhas (vermelhidão) na virilha,
vagina, saco ou pênis
Feridas na vagina, saco,
pênis ou ânus
Ardor ao urinar
Dor durante as relações
sexuais
Como se Prevenir das DST:
A única forma de se proteger das DST é usando
camisinha. Tanto a camisinha feminina quanto a camisinha
masculina protegem das DST, inclusive a aids.
O diafragma usado junto com o espermicida, evita algumas
DST como a candidíase (cândida) e o condiloma (crista de
galo), mas não evita as outras DST e nem a aids.
Como tratar uma DST:
Doenças Sexualmente Transmissíveis são doenças sérias
que podem trazer vários riscos para a saúde, além da
esterilidade, por isso é importante marcar uma consulta
médica para tratá-las.
Somente o médico (ginecologista, clínico geral ou
urologista) tem condições de fazer exames clínicos e de
laboratório que podem avaliar qual a medicação necessária
para cada DST. Tomar remédios receitados por farmacêuticos
e amigos podem apenas “esconder” os sintomas e fazer com
que a doença se torne mais resistente dentro do corpo.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Rrjetat kompjuterike
Rrjetat kompjuterikeRrjetat kompjuterike
Rrjetat kompjuterikeLeonardShala
 
Maredheniet e punesimit me kohe te pjesshme dhe kontrata e punes
Maredheniet e punesimit me kohe te pjesshme dhe kontrata e punesMaredheniet e punesimit me kohe te pjesshme dhe kontrata e punes
Maredheniet e punesimit me kohe te pjesshme dhe kontrata e punesVilma Hoxha
 
Barazpesha në grafikë
Barazpesha në grafikëBarazpesha në grafikë
Barazpesha në grafikëart teacher
 
Papunesia ne vendet e BE-së
Papunesia ne vendet e BE-sëPapunesia ne vendet e BE-së
Papunesia ne vendet e BE-sëVeton Rexhepi
 
Efektiviteti i nderhyrjes se hershme te femijet me Sindromen Down
Efektiviteti i nderhyrjes se hershme te femijet me Sindromen DownEfektiviteti i nderhyrjes se hershme te femijet me Sindromen Down
Efektiviteti i nderhyrjes se hershme te femijet me Sindromen DownAnida Ago
 
Reviste Shkencore ....Rreth se nesermes
Reviste  Shkencore  ....Rreth se nesermes Reviste  Shkencore  ....Rreth se nesermes
Reviste Shkencore ....Rreth se nesermes #MesueseAurela Elezaj
 

Mais procurados (9)

Rrjetat kompjuterike
Rrjetat kompjuterikeRrjetat kompjuterike
Rrjetat kompjuterike
 
Maredheniet e punesimit me kohe te pjesshme dhe kontrata e punes
Maredheniet e punesimit me kohe te pjesshme dhe kontrata e punesMaredheniet e punesimit me kohe te pjesshme dhe kontrata e punes
Maredheniet e punesimit me kohe te pjesshme dhe kontrata e punes
 
Ozoni
OzoniOzoni
Ozoni
 
Barazpesha në grafikë
Barazpesha në grafikëBarazpesha në grafikë
Barazpesha në grafikë
 
Teknologji kompjuteri
Teknologji kompjuteriTeknologji kompjuteri
Teknologji kompjuteri
 
Papunesia ne vendet e BE-së
Papunesia ne vendet e BE-sëPapunesia ne vendet e BE-së
Papunesia ne vendet e BE-së
 
Efektiviteti i nderhyrjes se hershme te femijet me Sindromen Down
Efektiviteti i nderhyrjes se hershme te femijet me Sindromen DownEfektiviteti i nderhyrjes se hershme te femijet me Sindromen Down
Efektiviteti i nderhyrjes se hershme te femijet me Sindromen Down
 
Rryma Alternative
Rryma AlternativeRryma Alternative
Rryma Alternative
 
Reviste Shkencore ....Rreth se nesermes
Reviste  Shkencore  ....Rreth se nesermes Reviste  Shkencore  ....Rreth se nesermes
Reviste Shkencore ....Rreth se nesermes
 

Destaque

Ruang lingkup biologi
Ruang lingkup biologiRuang lingkup biologi
Ruang lingkup biologinilamangraini
 

Destaque (14)

Atividades sobre Percentagem e Juros Simples
Atividades sobre Percentagem e Juros SimplesAtividades sobre Percentagem e Juros Simples
Atividades sobre Percentagem e Juros Simples
 
Atividades com relógios, horas e minutos
Atividades com relógios, horas e minutosAtividades com relógios, horas e minutos
Atividades com relógios, horas e minutos
 
Fgv - 2014 - CONCURSO - SEDUC - AMAZONAS - CICLO REGULAR 2014
Fgv - 2014 - CONCURSO -  SEDUC - AMAZONAS - CICLO REGULAR 2014Fgv - 2014 - CONCURSO -  SEDUC - AMAZONAS - CICLO REGULAR 2014
Fgv - 2014 - CONCURSO - SEDUC - AMAZONAS - CICLO REGULAR 2014
 
Propriedades Da Adição
Propriedades Da AdiçãoPropriedades Da Adição
Propriedades Da Adição
 
Concurso 2014 - SEDUC - Amazonas - Nível superior - PEDAGOGO - 20 e 40 HORAS
Concurso  2014 - SEDUC - Amazonas - Nível superior  - PEDAGOGO - 20 e 40 HORASConcurso  2014 - SEDUC - Amazonas - Nível superior  - PEDAGOGO - 20 e 40 HORAS
Concurso 2014 - SEDUC - Amazonas - Nível superior - PEDAGOGO - 20 e 40 HORAS
 
Frações - Número Misto
Frações  -  Número MistoFrações  -  Número Misto
Frações - Número Misto
 
Multiplicação e divisão por dez,(10) cem,(100) e mil (1000)
Multiplicação e divisão por dez,(10) cem,(100) e mil (1000)Multiplicação e divisão por dez,(10) cem,(100) e mil (1000)
Multiplicação e divisão por dez,(10) cem,(100) e mil (1000)
 
Equação do Segundo Grau - Exercícios Gabaritados
Equação do Segundo Grau - Exercícios GabaritadosEquação do Segundo Grau - Exercícios Gabaritados
Equação do Segundo Grau - Exercícios Gabaritados
 
A lenda do Uirapuru
A lenda do UirapuruA lenda do Uirapuru
A lenda do Uirapuru
 
Simulado de Matemática - Quinto ano
Simulado de Matemática  -  Quinto anoSimulado de Matemática  -  Quinto ano
Simulado de Matemática - Quinto ano
 
Exercicios de Frações
Exercicios de FraçõesExercicios de Frações
Exercicios de Frações
 
Ruang lingkup biologi
Ruang lingkup biologiRuang lingkup biologi
Ruang lingkup biologi
 
Simulacro de Matemática - 5° ano - Prova Brasil
Simulacro de Matemática  -  5° ano - Prova BrasilSimulacro de Matemática  -  5° ano - Prova Brasil
Simulacro de Matemática - 5° ano - Prova Brasil
 
Apostila de Matemática
Apostila de MatemáticaApostila de Matemática
Apostila de Matemática
 

Semelhante a AS DOENÇAS SEXUALMENTE TRANSMISSÍVEIS

Uma ApresentaçãO Completa Xd
Uma ApresentaçãO Completa XdUma ApresentaçãO Completa Xd
Uma ApresentaçãO Completa Xdpedroines141520
 
Trabalho sobre a doenças sexualmente transmissiveis
Trabalho sobre a doenças sexualmente transmissiveisTrabalho sobre a doenças sexualmente transmissiveis
Trabalho sobre a doenças sexualmente transmissiveisWeslleySSGamers
 
AULA+5+Mod.+II-+ISTS+e+HIV-AIDS_compressed.pdf
AULA+5+Mod.+II-+ISTS+e+HIV-AIDS_compressed.pdfAULA+5+Mod.+II-+ISTS+e+HIV-AIDS_compressed.pdf
AULA+5+Mod.+II-+ISTS+e+HIV-AIDS_compressed.pdfYuriMoraes9
 
As Doenças Sexualmente transmitidas
As Doenças Sexualmente transmitidasAs Doenças Sexualmente transmitidas
As Doenças Sexualmente transmitidasRicardo Brasil
 
Primeiros Socorros Modulo VI
Primeiros Socorros Modulo VIPrimeiros Socorros Modulo VI
Primeiros Socorros Modulo VIemanueltstegeon
 
DoençAs Sexualmente Transmissiveis (2)
DoençAs Sexualmente Transmissiveis (2)DoençAs Sexualmente Transmissiveis (2)
DoençAs Sexualmente Transmissiveis (2)Fernanda Gonçalves
 
Trabalho De A P G5 Inc
Trabalho De A P G5 IncTrabalho De A P G5 Inc
Trabalho De A P G5 IncDaniel Sousa
 
As doenças sexualmente transmíssíveis
As doenças sexualmente transmíssíveisAs doenças sexualmente transmíssíveis
As doenças sexualmente transmíssíveispedrobrandao39
 
Doenças Sexualmente Transmissíveis
Doenças Sexualmente TransmissíveisDoenças Sexualmente Transmissíveis
Doenças Sexualmente TransmissíveisMichele Pó
 
InfecçõEs%20 Sexualmente%20 TransmissíVeis[1]
InfecçõEs%20 Sexualmente%20 TransmissíVeis[1]InfecçõEs%20 Sexualmente%20 TransmissíVeis[1]
InfecçõEs%20 Sexualmente%20 TransmissíVeis[1]Cristina0910
 

Semelhante a AS DOENÇAS SEXUALMENTE TRANSMISSÍVEIS (20)

Doenças sexualmente transmissíveis
Doenças sexualmente transmissíveisDoenças sexualmente transmissíveis
Doenças sexualmente transmissíveis
 
Uma ApresentaçãO Completa Xd
Uma ApresentaçãO Completa XdUma ApresentaçãO Completa Xd
Uma ApresentaçãO Completa Xd
 
Trabalho sobre a doenças sexualmente transmissiveis
Trabalho sobre a doenças sexualmente transmissiveisTrabalho sobre a doenças sexualmente transmissiveis
Trabalho sobre a doenças sexualmente transmissiveis
 
AULA+5+Mod.+II-+ISTS+e+HIV-AIDS_compressed.pdf
AULA+5+Mod.+II-+ISTS+e+HIV-AIDS_compressed.pdfAULA+5+Mod.+II-+ISTS+e+HIV-AIDS_compressed.pdf
AULA+5+Mod.+II-+ISTS+e+HIV-AIDS_compressed.pdf
 
Ist inês e carla
Ist inês e carlaIst inês e carla
Ist inês e carla
 
As Doenças Sexualmente transmitidas
As Doenças Sexualmente transmitidasAs Doenças Sexualmente transmitidas
As Doenças Sexualmente transmitidas
 
Primeiros Socorros Modulo VI
Primeiros Socorros Modulo VIPrimeiros Socorros Modulo VI
Primeiros Socorros Modulo VI
 
IST E AIDS.pptx
IST E AIDS.pptxIST E AIDS.pptx
IST E AIDS.pptx
 
DoençAs Sexualmente Transmissiveis (2)
DoençAs Sexualmente Transmissiveis (2)DoençAs Sexualmente Transmissiveis (2)
DoençAs Sexualmente Transmissiveis (2)
 
APRESENTAÇÃO ISTS.ppt
APRESENTAÇÃO ISTS.pptAPRESENTAÇÃO ISTS.ppt
APRESENTAÇÃO ISTS.ppt
 
APRESENTAÇÃO ISTS.ppt
APRESENTAÇÃO ISTS.pptAPRESENTAÇÃO ISTS.ppt
APRESENTAÇÃO ISTS.ppt
 
Turma 3002
Turma 3002Turma 3002
Turma 3002
 
Ds ts
Ds tsDs ts
Ds ts
 
Dst para c.n.
Dst para c.n.Dst para c.n.
Dst para c.n.
 
Trabalho De A P G5 Inc
Trabalho De A P G5 IncTrabalho De A P G5 Inc
Trabalho De A P G5 Inc
 
As doenças sexualmente transmíssíveis
As doenças sexualmente transmíssíveisAs doenças sexualmente transmíssíveis
As doenças sexualmente transmíssíveis
 
Doenças Sexualmente Transmissíveis
Doenças Sexualmente TransmissíveisDoenças Sexualmente Transmissíveis
Doenças Sexualmente Transmissíveis
 
InfecçõEs%20 Sexualmente%20 TransmissíVeis[1]
InfecçõEs%20 Sexualmente%20 TransmissíVeis[1]InfecçõEs%20 Sexualmente%20 TransmissíVeis[1]
InfecçõEs%20 Sexualmente%20 TransmissíVeis[1]
 
DST
DSTDST
DST
 
Dst
DstDst
Dst
 

Mais de Secretaria de Estado de Educação e Qualidade do Ensino

Mais de Secretaria de Estado de Educação e Qualidade do Ensino (20)

AVALIAÇÃO DIAGNÓSTICA DE LÍNGUA PORUGUESA
AVALIAÇÃO DIAGNÓSTICA DE LÍNGUA PORUGUESAAVALIAÇÃO DIAGNÓSTICA DE LÍNGUA PORUGUESA
AVALIAÇÃO DIAGNÓSTICA DE LÍNGUA PORUGUESA
 
INTERPRETAÇÃO DE TEXTO: QUEM EU SOU? – 1º OU 2º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL
INTERPRETAÇÃO DE TEXTO: QUEM EU SOU? – 1º OU 2º ANO DO ENSINO FUNDAMENTALINTERPRETAÇÃO DE TEXTO: QUEM EU SOU? – 1º OU 2º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL
INTERPRETAÇÃO DE TEXTO: QUEM EU SOU? – 1º OU 2º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL
 
INTERPRETAÇÃO DE TEXTO: CUIDE DAS SUAS ATITUDES – 8º OU 9º ANO
INTERPRETAÇÃO DE TEXTO: CUIDE DAS SUAS ATITUDES – 8º OU 9º ANOINTERPRETAÇÃO DE TEXTO: CUIDE DAS SUAS ATITUDES – 8º OU 9º ANO
INTERPRETAÇÃO DE TEXTO: CUIDE DAS SUAS ATITUDES – 8º OU 9º ANO
 
AVALIAÇÃO DE GEOGRAFIA - 5º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL
AVALIAÇÃO DE GEOGRAFIA - 5º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL  AVALIAÇÃO DE GEOGRAFIA - 5º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL
AVALIAÇÃO DE GEOGRAFIA - 5º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL
 
PROVA - MERENDEIRA - CONCURSO - SEDUC - AMAZONAS - 2011
PROVA - MERENDEIRA - CONCURSO - SEDUC - AMAZONAS - 2011PROVA - MERENDEIRA - CONCURSO - SEDUC - AMAZONAS - 2011
PROVA - MERENDEIRA - CONCURSO - SEDUC - AMAZONAS - 2011
 
MANUAL DE BOAS PRÁTICAS PARA MERENDEIRA ESCOLAR!
MANUAL DE BOAS PRÁTICAS PARA MERENDEIRA  ESCOLAR!MANUAL DE BOAS PRÁTICAS PARA MERENDEIRA  ESCOLAR!
MANUAL DE BOAS PRÁTICAS PARA MERENDEIRA ESCOLAR!
 
Apostila: capacitação de merendeiro.
Apostila: capacitação de merendeiro.Apostila: capacitação de merendeiro.
Apostila: capacitação de merendeiro.
 
Caderno de Atividades de Leitura e Escrita
Caderno de Atividades de Leitura e EscritaCaderno de Atividades de Leitura e Escrita
Caderno de Atividades de Leitura e Escrita
 
INTERPRETAÇÃO TEXTUAL: 5º ano
INTERPRETAÇÃO TEXTUAL:    5º anoINTERPRETAÇÃO TEXTUAL:    5º ano
INTERPRETAÇÃO TEXTUAL: 5º ano
 
REFORÇO: ALFABETIZAÇÃO!
REFORÇO: ALFABETIZAÇÃO!REFORÇO: ALFABETIZAÇÃO!
REFORÇO: ALFABETIZAÇÃO!
 
SIMULADO II - MATEMÁTICA - 3º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL - 2015 - VOLTADO PARA...
SIMULADO II - MATEMÁTICA - 3º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL - 2015 - VOLTADO PARA...SIMULADO II - MATEMÁTICA - 3º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL - 2015 - VOLTADO PARA...
SIMULADO II - MATEMÁTICA - 3º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL - 2015 - VOLTADO PARA...
 
SIMULADO I - MATEMÁTICA - 3º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL - 2015 - VOLTADO PARA ...
SIMULADO I - MATEMÁTICA - 3º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL - 2015 - VOLTADO PARA ...SIMULADO I - MATEMÁTICA - 3º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL - 2015 - VOLTADO PARA ...
SIMULADO I - MATEMÁTICA - 3º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL - 2015 - VOLTADO PARA ...
 
AVALIAÇÃO NACIONAL DA ALFABETIZAÇÃO: II SIMULADO DE LÍNGUA PORTUGUESA 2015 - ...
AVALIAÇÃO NACIONAL DA ALFABETIZAÇÃO: II SIMULADO DE LÍNGUA PORTUGUESA 2015 - ...AVALIAÇÃO NACIONAL DA ALFABETIZAÇÃO: II SIMULADO DE LÍNGUA PORTUGUESA 2015 - ...
AVALIAÇÃO NACIONAL DA ALFABETIZAÇÃO: II SIMULADO DE LÍNGUA PORTUGUESA 2015 - ...
 
AVALIAÇÃO NACIONAL DA ALFABETIZAÇÃO: I SIMULADO DE LÍNGUA PORTUGUESA 2015 - ...
AVALIAÇÃO NACIONAL DA  ALFABETIZAÇÃO: I SIMULADO DE LÍNGUA PORTUGUESA 2015 - ...AVALIAÇÃO NACIONAL DA  ALFABETIZAÇÃO: I SIMULADO DE LÍNGUA PORTUGUESA 2015 - ...
AVALIAÇÃO NACIONAL DA ALFABETIZAÇÃO: I SIMULADO DE LÍNGUA PORTUGUESA 2015 - ...
 
ADJETIVO: FICHA PARA CORREÇÃO DE ERROS E DINÂMICA EM SALA DE AULA
ADJETIVO: FICHA PARA CORREÇÃO DE ERROS E DINÂMICA EM SALA DE AULAADJETIVO: FICHA PARA CORREÇÃO DE ERROS E DINÂMICA EM SALA DE AULA
ADJETIVO: FICHA PARA CORREÇÃO DE ERROS E DINÂMICA EM SALA DE AULA
 
A HISTÓRIA DA REPÚBLICA BRASILEIRA - 5º ANO: 3º E 4º BIMESTRE
A HISTÓRIA DA REPÚBLICA BRASILEIRA - 5º ANO: 3º E 4º BIMESTREA HISTÓRIA DA REPÚBLICA BRASILEIRA - 5º ANO: 3º E 4º BIMESTRE
A HISTÓRIA DA REPÚBLICA BRASILEIRA - 5º ANO: 3º E 4º BIMESTRE
 
GUIA GRAMATICAL: ADJETIVO
GUIA GRAMATICAL: ADJETIVOGUIA GRAMATICAL: ADJETIVO
GUIA GRAMATICAL: ADJETIVO
 
FICHA DE TRABALHO: ADJETIVOS
FICHA DE TRABALHO: ADJETIVOSFICHA DE TRABALHO: ADJETIVOS
FICHA DE TRABALHO: ADJETIVOS
 
COLETÂNEA DE ATIVIDADES DE ALFABETIZAÇÃO:120 Atividades de Matemática para tu...
COLETÂNEA DE ATIVIDADES DE ALFABETIZAÇÃO:120 Atividades de Matemática para tu...COLETÂNEA DE ATIVIDADES DE ALFABETIZAÇÃO:120 Atividades de Matemática para tu...
COLETÂNEA DE ATIVIDADES DE ALFABETIZAÇÃO:120 Atividades de Matemática para tu...
 
Fundamentos da Educação Matemática
Fundamentos da  Educação MatemáticaFundamentos da  Educação Matemática
Fundamentos da Educação Matemática
 

Último

Exercícios de Clima no brasil e no mundo.pdf
Exercícios de Clima no brasil e no mundo.pdfExercícios de Clima no brasil e no mundo.pdf
Exercícios de Clima no brasil e no mundo.pdfRILTONNOGUEIRADOSSAN
 
O que é, de facto, a Educação de Infância
O que é, de facto, a Educação de InfânciaO que é, de facto, a Educação de Infância
O que é, de facto, a Educação de InfânciaHenrique Santos
 
Apresentação sobre Robots e processos educativos
Apresentação sobre Robots e processos educativosApresentação sobre Robots e processos educativos
Apresentação sobre Robots e processos educativosFernanda Ledesma
 
Nós Propomos! Infraestruturas em Proença-a-Nova
Nós Propomos! Infraestruturas em Proença-a-NovaNós Propomos! Infraestruturas em Proença-a-Nova
Nós Propomos! Infraestruturas em Proença-a-NovaIlda Bicacro
 
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.HandersonFabio
 
bem estar animal em proteção integrada componente animal
bem estar animal em proteção integrada componente animalbem estar animal em proteção integrada componente animal
bem estar animal em proteção integrada componente animalcarlamgalves5
 
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamente
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamenteDescrever e planear atividades imersivas estruturadamente
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamenteLeonel Morgado
 
PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 final
PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 finalPPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 final
PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 finalcarlaOliveira438
 
As Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdf
As Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdfAs Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdf
As Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdfcarloseduardogonalve36
 
Slides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
Slides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptxSlides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
Slides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
Aula 5 - Fluxo de matéria e energia nos ecossistemas.ppt
Aula 5 - Fluxo de matéria e energia nos ecossistemas.pptAula 5 - Fluxo de matéria e energia nos ecossistemas.ppt
Aula 5 - Fluxo de matéria e energia nos ecossistemas.pptParticular
 
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...Manuais Formação
 
O que é uma Revolução Solar. tecnica preditiva
O que é uma Revolução Solar. tecnica preditivaO que é uma Revolução Solar. tecnica preditiva
O que é uma Revolução Solar. tecnica preditivaCludiaRodrigues693635
 
Geometria para 6 ano retas angulos .docx
Geometria para 6 ano retas angulos .docxGeometria para 6 ano retas angulos .docx
Geometria para 6 ano retas angulos .docxlucivaniaholanda
 
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos Animais
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos AnimaisNós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos Animais
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos AnimaisIlda Bicacro
 
livro para educação infantil conceitos sensorial
livro para educação infantil conceitos sensoriallivro para educação infantil conceitos sensorial
livro para educação infantil conceitos sensorialNeuroppIsnayaLciaMar
 
Meu corpo - Ruth Rocha e Anna Flora livro
Meu corpo - Ruth Rocha e Anna Flora livroMeu corpo - Ruth Rocha e Anna Flora livro
Meu corpo - Ruth Rocha e Anna Flora livroBrenda Fritz
 
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande""Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"Ilda Bicacro
 
o-homem-que-calculava-malba-tahan-1_123516.pdf
o-homem-que-calculava-malba-tahan-1_123516.pdfo-homem-que-calculava-malba-tahan-1_123516.pdf
o-homem-que-calculava-malba-tahan-1_123516.pdfCarolineNunes80
 
Slides Lição 9, CPAD, Resistindo à Tentação no Caminho, 2Tr24.pptx
Slides Lição 9, CPAD, Resistindo à Tentação no Caminho, 2Tr24.pptxSlides Lição 9, CPAD, Resistindo à Tentação no Caminho, 2Tr24.pptx
Slides Lição 9, CPAD, Resistindo à Tentação no Caminho, 2Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 

Último (20)

Exercícios de Clima no brasil e no mundo.pdf
Exercícios de Clima no brasil e no mundo.pdfExercícios de Clima no brasil e no mundo.pdf
Exercícios de Clima no brasil e no mundo.pdf
 
O que é, de facto, a Educação de Infância
O que é, de facto, a Educação de InfânciaO que é, de facto, a Educação de Infância
O que é, de facto, a Educação de Infância
 
Apresentação sobre Robots e processos educativos
Apresentação sobre Robots e processos educativosApresentação sobre Robots e processos educativos
Apresentação sobre Robots e processos educativos
 
Nós Propomos! Infraestruturas em Proença-a-Nova
Nós Propomos! Infraestruturas em Proença-a-NovaNós Propomos! Infraestruturas em Proença-a-Nova
Nós Propomos! Infraestruturas em Proença-a-Nova
 
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
 
bem estar animal em proteção integrada componente animal
bem estar animal em proteção integrada componente animalbem estar animal em proteção integrada componente animal
bem estar animal em proteção integrada componente animal
 
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamente
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamenteDescrever e planear atividades imersivas estruturadamente
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamente
 
PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 final
PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 finalPPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 final
PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 final
 
As Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdf
As Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdfAs Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdf
As Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdf
 
Slides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
Slides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptxSlides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
Slides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
 
Aula 5 - Fluxo de matéria e energia nos ecossistemas.ppt
Aula 5 - Fluxo de matéria e energia nos ecossistemas.pptAula 5 - Fluxo de matéria e energia nos ecossistemas.ppt
Aula 5 - Fluxo de matéria e energia nos ecossistemas.ppt
 
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
 
O que é uma Revolução Solar. tecnica preditiva
O que é uma Revolução Solar. tecnica preditivaO que é uma Revolução Solar. tecnica preditiva
O que é uma Revolução Solar. tecnica preditiva
 
Geometria para 6 ano retas angulos .docx
Geometria para 6 ano retas angulos .docxGeometria para 6 ano retas angulos .docx
Geometria para 6 ano retas angulos .docx
 
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos Animais
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos AnimaisNós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos Animais
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos Animais
 
livro para educação infantil conceitos sensorial
livro para educação infantil conceitos sensoriallivro para educação infantil conceitos sensorial
livro para educação infantil conceitos sensorial
 
Meu corpo - Ruth Rocha e Anna Flora livro
Meu corpo - Ruth Rocha e Anna Flora livroMeu corpo - Ruth Rocha e Anna Flora livro
Meu corpo - Ruth Rocha e Anna Flora livro
 
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande""Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
 
o-homem-que-calculava-malba-tahan-1_123516.pdf
o-homem-que-calculava-malba-tahan-1_123516.pdfo-homem-que-calculava-malba-tahan-1_123516.pdf
o-homem-que-calculava-malba-tahan-1_123516.pdf
 
Slides Lição 9, CPAD, Resistindo à Tentação no Caminho, 2Tr24.pptx
Slides Lição 9, CPAD, Resistindo à Tentação no Caminho, 2Tr24.pptxSlides Lição 9, CPAD, Resistindo à Tentação no Caminho, 2Tr24.pptx
Slides Lição 9, CPAD, Resistindo à Tentação no Caminho, 2Tr24.pptx
 

AS DOENÇAS SEXUALMENTE TRANSMISSÍVEIS

  • 1. As doenças sexualmente transmissíveis (DST) As doenças sexualmente transmissíveis (DST), conhecidas por doenças venéreas, são transmitidas essencialmente pelo contato direto, mantido através de relações sexuais onde o parceiro ou parceira necessariamente porta a doença, e indireto por meio de compartilhamento de utensílios pessoais mal higienizados (roupas íntimas), ou manipulação indevida de objetos contaminados (lâminas e seringas). Os principais agentes patogênicos são os vírus, as bactérias e os fungos. Essas doenças acometem principalmente o público jovem, tanto de países em desenvolvimento como industrializados, consequência de vários fatores de relevância familiar e governamental: a promiscuidade (descuido) individual com a saúde e a carência ou mesmo a falta de programas educativos. De modo geral, o uso de preservativo, associado a alguns cuidados, impedem o contágio e disseminação. Contudo se não forem diagnosticadas e tratadas corretamente, além do processo infeccioso, podem levar à infertilidade, gravidez, surgimento de outras doenças oportunistas e até a morte. Algumas das principais DSTs: Sífilis - Transmitida pela bactéria Treponema pallidum, é uma doença com evolução crônica (lenta) com surgimento de um cancro duro (lesão) nos órgãos genitais e posterior aparecimento de lesões espalhadas pelo corpo. Quando generalizada, causa complicações cardiovasculares e nervosas, desencadeando nas mulheres o aborto ou o parto prematuro. Gonorréia - O contágio pela bactéria Neisseria gonorrheae, provoca a inflamação da uretra (canal urinário), pode alastrar-se para outros órgãos causando complicações como: artrite, meningite e problemas cardíacos. Tricomona – Causada pelo protozoário do gênero Trichomonas Donne, atinge, principalmente, o aparelho digestivo e genital, causando inflamação do canal vaginal, nas mulheres, e da uretra nos homens.
  • 2. Clamídia - O contágio pela bactéria Chlamydia trachomatis provoca inflamação dos canais genitais e urinários. Nas mulheres, pode ocasionar a formação de abscessos (obstruções com dilatação), infertilidade e dores pélvicas. Nos homens pode provocar esterilidade. AIDS – Síndrome da imunodeficiência humana (HIV), transmitida por um retrovírus que destrói as células de defesa (linfócito T), resultando na baixa imunidade do organismo que fica suscetível a outras infecções. Dentre os sintomas iniciais destaca-se: fadiga, febre, distúrbios do sistema nervosos central, inchaço crônico dos gânglios linfáticos e o surgimento de vesículas avermelhadas na derme. Sífilis Clamídia AIDS Os principais sintomas de DST: Corrimentos abundantes amarelados ou esverdeados na vagina ou pênis Mau-cheiro no órgãos genitais Verrugas na vagina, pênis, boca, saco ou ânus Coceiras ou vermelhidão constantes na virilha, vagina, saco ou pênis Bolhas (vermelhidão) na virilha, vagina, saco ou pênis Feridas na vagina, saco, pênis ou ânus
  • 3. Ardor ao urinar Dor durante as relações sexuais Como se Prevenir das DST: A única forma de se proteger das DST é usando camisinha. Tanto a camisinha feminina quanto a camisinha masculina protegem das DST, inclusive a aids. O diafragma usado junto com o espermicida, evita algumas DST como a candidíase (cândida) e o condiloma (crista de galo), mas não evita as outras DST e nem a aids. Como tratar uma DST: Doenças Sexualmente Transmissíveis são doenças sérias que podem trazer vários riscos para a saúde, além da esterilidade, por isso é importante marcar uma consulta médica para tratá-las. Somente o médico (ginecologista, clínico geral ou urologista) tem condições de fazer exames clínicos e de laboratório que podem avaliar qual a medicação necessária para cada DST. Tomar remédios receitados por farmacêuticos e amigos podem apenas “esconder” os sintomas e fazer com que a doença se torne mais resistente dentro do corpo.