Violência na escola entre alunos

26.178 visualizações

Publicada em

0 comentários
4 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
26.178
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
290
Comentários
0
Gostaram
4
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Violência na escola entre alunos

  1. 1. VIOLÊNCIA ENTREALUNOS NA ESCOLA
  2. 2. APRESENTAÇÃO Estudos vêm demonstrando a importância da argumentação sobre a violência entre alunos. Neste projeto, apontaremos como contribuir para o desenvolvimento de intervenção pedagógica no combate a prática de violência nas dependências das escolas.
  3. 3. PROBLEMA: O que ocasiona a violência na escola? Como este problema pode ser solucionado, sem prejudicar o desenvolvimento do aluno? Que medidas as escolas podem adotar para que esse problema seja combatido?
  4. 4. JUSTIFICATIVA: O desejo de investigar a violência entre alunos surgiu devido ao grande número de relatos de professores sobre os casos na sala de aula. A necessidade de esclarecer a sociedade os verdadeiros fatores que geram essa violência, implantando projetos sociais na escola, onde a comunidade estará envolvida.
  5. 5. OBJETIVOS: OBJETIVO GERAL: Diagnosticar as causas da violência e com que freqüência vem ocorrendo esses casos e suas conseqüências.
  6. 6. OBJETIVOS ESPECÍFICOS: Constatar a problemática que ocorre nas salas de aula; Apresentar estratégias que amenize o crescimento dessa violência; Aferir os motivos que leva o aluno a prática da violência na escola .
  7. 7. HIPÓTESE A violência é uma conseqüência da falta de uma política mais atuante em nosso país; Para solucionar esse problema o governo deve investir mais recursos e selecionar pessoas capacitadas para desenvolver programas sociais que visam reintegrar os jovens na sociedade. As instituições devem fomentar entre os estudantes a convivência pacífica, ensinando-os a conviver com as diferenças, respeitando o espaço, posição social, cor, religião, entre outros, combater a discriminação.
  8. 8. REFERENCIAL TEÓRICO:
  9. 9.  O artigo 22, da LDBEN, a educação básica tem por finalidade desenvolver o educando, assegurar-lhe a formação comum indispensável para o exercício da cidadania e fornecer-lhe meios para progredir no trabalho e em estudos posteriores.
  10. 10.  Segundo TIBA, Içami (1996, p.150) “Assim como a mãe tem que interferir para ajudar o filho mais frágil, o professor também deve intervir para proteger o aluno mais fraco.
  11. 11.  “Uma gestão de qualidade inclui projetos que tragam os professores,pais e voluntários para perto dos alunos dentro da escola...” CARVALO,Joyce
  12. 12. “se desde cedo a criança aprende que há limites a serem respeitados, aos poucos ela própria vai compreendendo que as regras são como contratos estipulados para que todas as partes sejam beneficiadas”. De La Taille
  13. 13.  “Os mestres fascinantes podem ser desprezados e ameaçados, mas sua força é imbatível. São incendiários que inflamam a sociedade com o calor da sua inteligência, compaixão e singeleza. São fascinantes porque são livres, são livres porque pensam, pensam porque amam solenemente a vida” CURY, Augusto
  14. 14.  O professor hoje em dia não pode ser mais apenas um transmissor de conhecimentos e sim um amigo, companheiro, educador, orientador para exercer com sucesso sua função de construtor de conhecimentos.
  15. 15.  “Educar é ser um artesão da personalidade, um poeta da inteligência, um semeador de idéias”. CURY, Augusto Jorge

×