Apostila Babilônia, Inquisição, Heresia, Evangelismo

61.436 visualizações

Publicada em

Publicada em: Espiritual
3 comentários
4 gostaram
Estatísticas
Notas
  • @Marcos Antonio Férri A Paz de Cristo, Obrigado pelo comentário. Em primeiro lugar o diabo colocou nas pessoas que não podemos julgar, a Palavra de Deus nos diz que não podemos, em outra nos mostra a consequência das nossos julgamentos quando diz, que seremos julgados com a mesma medida. Também na Palavra de Deus nos diz em João 7:24 “Não julgueis segundo a aparência, mas julgai segundo a reta justiça.” Por mim mesmo não posso julgar mas posso pela reta justiça, te pergunto, qual é a reta justiça? É a Palavra de Deus. Se eu usar a Palavra de Deus eu posso julgar, pois quem julga é Deus, como fiz nesta apostila. Ocupar cargo em nome de Jesus não quer dizer que estão corretos como os papas fazem, pois se você examinar a apostila com a Palavra de Deus verá que não há mentira ali. Os escribas e fariseus usam o cargo de representante de Deus, e creio que você sabe o que eles fazia. Quem está trabalhando em nome de belzebu é o papa e não quem usa a Palavra de Deus verdadeiramente sem fazer para seu bel prazer. Concordo com você quando diz que “A verdade nunca poderá assentar no coração daqueles que deturpam a palavra de Deus” por isso os católicos não conseguem entender a Palavra de Deus, pois entregam o seu conhecimento para uma pessoa um cargo de poder e não importa com a verdadeira Palavra de Deus. Peço que examine tudo que está no estudo e confira com a Palavra de Deus e peça também ao Espírito Santo que te dê o entendimento da leitura que você verá que não é mentira ou enganação o que consta neste estudo. Oro por você para que um dia o amor de Jesus através do Espírito Santo possa abrir seu olhos e ouvidos espirituais em nome de Jesus.
       Responder 
    Tem certeza que deseja  Sim  Não
    Insira sua mensagem aqui
  • Quem, de fato tem o poder de julgar um cargo que vários homens ocuparam em nome de Jesus, para determinar com tamanha insensatez, que tal cargo é obra do Inferno? Você são iguais aqueles que diziam que Jesus expulsava os demônios em nome de belzebu. A verdade nunca poderá assentar no coração daqueles que deturpam a a palavra de Deus para um benefício proprio ou para disceminar confusão no coração dos que realmente vivem ou estão tentando viver o evangelho de Jesus Cristo.
       Responder 
    Tem certeza que deseja  Sim  Não
    Insira sua mensagem aqui
  • Olá a Paz de Cristo, quero diz em primeiro lugar QUE TODA HONRA E GLÓRIA SOMENTE A DEUS, por isso dou a Ele, por me usar para fazer a Sua obra. Recebi de Deus uma postila e tenho passado para mais pessoas. No dia 22 de janeiro de 2014 encontrei com um amigo que havia dado a ele uma cópia desta, ele me disse que tinha passado para uma amiga que era espírita (filha de santo) e depois de ler a apostila reconheceu que não estava no caminho de Deus e resolver entrar a sua vida a Cristo, conforme diz a Palavra de Deus. GLÓRIA A DEUS. Espero que mais pessoas tenho entendido a mensagem da apostila e convertido a Cristo também. Que Deus possa abençoar a todo em nome de Jesus.
       Responder 
    Tem certeza que deseja  Sim  Não
    Insira sua mensagem aqui
Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
61.436
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
54.843
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1.028
Comentários
3
Gostaram
4
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Apostila Babilônia, Inquisição, Heresia, Evangelismo

  1. 1. OBELISCO NO CÍRCULO
  2. 2. A Verdadeira História da Igreja Católica Romana, Na época da inquisiçãoComo os livros de história foram em grande partereescritos, de forma a amenizar os fatos reais,poucas pessoas conhecem os detalhes específicos deuma campanha nefanda que em 1200 anos (Dozeséculos) torturou e assassinou milhares de pessoas.
  3. 3. A Inquisição da Igreja Católica Romana foi a maior desgraças que ocorreu na história dahumanidade. Em nome de Jesus Cristo, sacerdotes católicos montaram um esquema gigantescopara matar todos os "hereges" na Europa. A heresia era definida da forma como Roma quisessedefinir; isso abrangia desde pessoas que discordavam da política oficial, aos filósofos herméticos,judeus, bruxas, e os reformadores protestantes. Em nenhum lugar nas Sagradas Escrituras Jesusmatou alguém que discordasse dele, tampouco ensinou que seus seguidores fizessem isso. Nenhumdos apóstolos deu essa instrução no Novo Testamento.Nosso precioso Salvador nunca ordenou que alguém seja morto por qualquer razão, especialmentepor dureza de coração contra sua mensagem, ou por discordar dele em questões espirituais. Noentanto, os católicos inquisitores regularmente partiram para a matança de seus adversários,normalmente com grande gosto e dureza de coração. Em tais matanças, o assassinato não era obastante; antes que a vítima morresse, os pagãos gostavam de infligir a máxima dor em suasvítimas.Os Inquisitores Católicos Romanos levavam a vítima ao ponto da morte muitas vezes, e depoisparavam a tortura, de forma que a vítima revivesse e depois pudesse ser torturada novamente.Portanto, a monstruosidade da Inquisição está diante a humanidade como a maior evidência dosatanismo inerente da Igreja Católica Romana. Aqueles que tiverem a coragem para examinar esse"fruto podre" final, verão a verdade da Igreja Católica. E não pense que Roma mudou, porque aBíblia nos diz que um leopardo não muda suas manchas (Jeremias 13:23), e Roma se orgulha deque nunca muda. Uma prova concreta desse fato é que o papa Paulo VI (1963-1978) restaurou oOfício da Inquisição, renomeado agora como Congregação para a Doutrina da Fé. Hoje, essenefando Ofício da Inquisição é controlado pelo cardeal Ratzinger.
  4. 4. Por que o papa Paulo VI reinstituiu o Ofício da Inquisição? Será se ele sabe que o Ofício logo poderáser necessário outra vez? Com todas as profecias sobre o aparecimento do Anticristo ocorrendo quaseem conjunto, exatamente como Jesus ratificou (Mateus 24:32-34), o tempo deve ter parecidoapropriado para Paulo VI reinstituir esse Ofício sangüinário, pois mesmo apesar de a Inquisiçãooriginal ter matado milhares em 1200 anos (Doze séculos), a profecia bíblica nos diz que o FalsoProfeta matará bilhões de pessoas em três anos e meio! Visto que o papa católico romano foiescolhido como o futuro Falso Profeta, faz sentido que o Ofício de Inquisição seja reinstalado.Verdade Arrojada Ou Camuflagem de Sensibilidade?Lutamos com os detalhes da Inquisição que descobrimos, pois temíamos que ao escrever de forma aexpor completamente a barbaridade e a natureza anticristã da Inquisição Católica Romana,poderíamos escandalizar nossos maravilhosos leitores cristãos; temíamos que precisaríamos escrevere mostrar gravuras que ofenderiam as sensibilidades cristãs, para expor completamente a terrível, efreqüentemente pornográfica, verdade. Essa era uma ação que não desejávamos tomar.Lendo livros de 50-150 anos atrás, vemos autores cristãos lutando com essa mesma questão; elesdecidiram "sanear" a verdade de forma a não ofender a sensibilidade cristã. Portanto, seus livrosescondem o horror verdadeiro da Igreja Católica Romana!Neste fim dos tempos, em que o Anticristo está aparentemente próximo, e em que o Falso Profeta jáfoi escolhido e é o papa, e quando as igrejas liberais estão se tornando íntimas da própria besta quematou um número estimado de até 75 milhões de protestantes, concluímos que chegou o tempo de"tirar fora as viseiras de sensibilidade". Citaremos documentos católicos exatamente como eles foramimpressos, para que você possa ver a verdadeira face dessa besta que matou entre 75-100 milhões depessoas ao longo de 1200 anos (Doze séculos); se você acha que ficará ofendido, não leia o restantedeste artigo (fique seguro de que não exibiremos imoralidade grosseira, pois já filtramos isso).
  5. 5. Apresentamos aqui uma extensaexposição sobre a verdadeira face daprática católica romana de adoraçãoocultista sob a máscara decristianismo. No fim deste artigo,você verá como é possível que osescândalos sexuais atuais de padrespedófilos puderam ocorrer e serocultados pela hierarquiaeclesiástica. Você verá quão duro decoração um sacerdote tinha de serpara ameaçar suas paroquianas coma Inquisição se elas se recusassem afazer sexo com ele;verdadeiramente, tal sacerdote tinhauma "consciência cauterizada porum ferro quente", e representava amaioria dos sacerdotes católicos.Esta é a face de Roma.
  6. 6. As Mulheres Penitentes Eram AmeaçadasCom a Inquisição se Não Fizessem Sexo Com o SacerdoteOs padres ameaçavam suas penitentes no confessionário que, a menos que fizessem sexo com eles,seriam entregues à Inquisição! Tão efetiva era essa ameaça que um sacerdote agonizante revelou em1710 que "por essas persuasões diabólicas elas estavam ao nosso comando, sem medo de revelar osegredo." (pg 36, Master-Key to Popery, Padre Givens]Visto que tão poucas pessoas hoje estudaram até mesmo os rudimentos de história, a maioria não sabeque a Inquisição foi REAL e VERDADEIRA. A maioria das pessoas hoje não tem nenhuma idéia dobarbarismo flagrante e da tortura infligida sobre os infelizes habitantes da Europa durante 1200 anos! Amaioria das pessoas não tem nenhuma idéia sobre como a população inteira foi consumida pelo medo,pois batidas na porta de alguém no meio da noite significavam o começo imediato de uma mortetorturante nas mãos dos inquisidores. A acusação era equivalente à culpa.Portanto, se um sacerdote ameaçasse uma mulher dizendo que ele iria mentir sobre ela aos oficiais da"Santa" Inquisição, ela sabia o tipo de tortura e morte que a esperava. O sacerdote poderiaprovavelmente delatar a mulher aos inquisidores como bruxa. Como você verá em instantes, osinquisidores tratavam as mulheres acusadas de bruxaria com especial deleite, júbilo e atenção.Neste tratado, tentamos andar em uma linha fina entre a modéstia cristã e o desejo ardente de que vocêconheça toda a verdade com relação à Inquisição. Visto que muitas das vítimas eram deixadas nuas etorturadas publicamente, ou deixadas nuas e estupradas privadamente, tivemos de omitir muitas gravurasque retratavam nudez; entretanto, incluímos um par de gravuras que, ainda que retratem a nudez davítima, fazem isso de forma a não mostrar as partes sexuais do corpo. Esperamos que sua sensibilidadenão fique ofendida. Se você achar que ela possa estar sendo ofendida, pare a leitura agora.
  7. 7. As Gravuras Contam a História da InquisiçãoMuitas das vítimas eram simplesmente queimadas na estaca, como você pode ver aqui.Normalmente, essas execuções na fogueira eram realizadas em público, para que a população visse oque acontecia com aqueles que enfrentavam Roma. Entretanto, na maioria das vezes, as pessoas queeram queimadas em público, primeiro eram torturadas privadamente. Em toda a Europa, os reis eseus súditos sabiam que os torturadores do papa eram absolutamente os melhores; eles podiam forçar"confissões" por meio de técnicas de tortura hábeis e os reis sabiam que podiam contar com eles,caso seus homens não pudessem extrair as confissões.
  8. 8. Métodos de Tortura e execução na Idade MédiaDurante a atuação da Santa Inquisição em toda a Idade Média, a tortura era um recurso utilizado paraextrair confissões dos acusados de pequenos delitos, até crimes mais graves. Diversos métodos detortura foram desenvolvidos ao longo dos anos. Os métodos de tortura mais agressivos eramreservados àqueles que provavelmente seriam condenados à morte.Além de aparelhos mais sofisticados e de alto custo, utilizava-se também instrumentos simples comotesouras, alicates, garras metálicas que destroçavam seios e mutilavam órgãos genitais, chicotes,instrumentos de carpintaria adaptados, ou apenas barras de ferro aquecidas. Há ainda, instrumentosusados para simples imobilização da vítima. No caso específico da Santa Inquisição, os acusados eram,geralmente, torturados até que admitissem ligações com Satã e práticas obscenas. Se um acusadodenunciasse outras pessoas, poderia ter uma execução menos cruel
  9. 9. Métodos de torturas Roda de despedaçamento Uma roda onde o acusado é amarrado na parte externa. Abaixo da roda há uma bandeja metálica na qual ficavam depositadas a brasas. À medida que a roda se movimentava em torno do próprio eixo, o acusado era queimado pelo calor produzido pelas brasas. Por vezes, as brasas eram substituídas por agulhas metálicas. Este método foi utilizado entre 1100 e 1700 em países como Inglaterra, Holanda e Alemanha. Dama de Ferro A dama de Ferro é uma espécie de sarcófago com espinhos metálicos na face interna das portas. Estes espinhos não atingiam os órgãos vitais da vítima, mas feriam gravemente. Mesmo sendo um método de tortura, era comum que as vítimas fossem deixadas lá por vários dias, até que morressem. A primeira referência confiável de uma execução com a Dama de Ferro, data de 14 de Agosto de 1515. A vítima era um falsificador de moedas.
  10. 10. Berço de JudasPeça metálica em forma de pirâmide sustentada por hastes. A vítima,sustentada por correntes, é colocada "sentada" sobre a ponta da pirâmide.O afrouxamento gradual ou brusco da corrente manejada pelo executorfazia com que o peso do corpo pressionasse e ferisse o ânus, a vagina,cóccix ou o saco escrotal. O Berço de Judas também é conhecido comoCulla di Giuda (italiano), Judaswiege (alemão), Judas Cradle ousimplesmente Cradle (inglês) e La Veille (A Vigília, em francês).GarfoHaste metálica com duas pontas em cada extremidade semelhantes aum garfo. Presa por uma tira de couro ao pescoço da vítima, o garfopressiona e perfura a região abaixo do maxilar e acima do tórax,limitando os movimentos. Este instrumento era usado como penitênciapara o herege. Garras de gato Uma espécie de rastelo usado para açoitar a carne dos prisioneiros.
  11. 11. PêraInstrumento metálico em formato semelhante à fruta. O instrumento eraintroduzido na boca, ânus ou vagina da vítima e expandia-segradativamente. Era usada para punir, principalmente, os condenados poradultério, homossexualismo, incesto ou "relação sexual com Satã“. Máscaras A máscara de metal era usada para punir delitos menores. As vítimas eram obrigadas a se exporem publicamente usando as máscaras. Neste caso, o incômodo físico era menor do que a humilhação pública. Cadeira Uma cadeira coberta por pregos na qual a vítima era obrigada a sentar- se despida. Além do próprio peso do corpo, cintos de couro pressionavam a vítima contra os pregos intensificando o sofrimento. Em outras versões, a cadeira possuía uma bandeja na parte inferior, onde se depositava brasas. Assim, além da perfuração pelos pregos, a vítima também sofria com queimaduras provocadas pelo calor das brasas.
  12. 12. Cadeira das bruxas Uma espécie de cadeira na qual a pessoa era presa de costas no acento e as pernas voltadas para cima, no encosto. Este recurso era usado para imobilizar a vítima e intimidá-la com outros métodos de tortura.CavaleteA vítima era posicionada de modo que suas costas ficassemapoiadas sobre o fio cortante do bloco. Os braços eram presos aosfuros da parte superior e os pés presos às correntes da outraextremidade. O peso do corpo pressionava as costas do condenadosobre o fio cortante.Dessa forma, o executor, através de um funil ou chifre ocointroduzido na boca da vítima, obrigava-a ingerir água. O executortapava o nariz da vítima impedindo o fluxo de ar e provocando osufocamento. Ainda, há registros de que o executor golpeava oabdômen da vítima danificando os órgãos internos da vítima.
  13. 13. Esmaga cabeçaComo um capacete, a parte superior deste mecanismo pressiona, atravésde uma rosca girada pelo executor, a cabeça da vítima, de encontro auma base na qual encaixa-se o maxilar. Apesar de ser um instrumento detortura, há registros de vítimas fatais que tiveram os crânios,literalmente, esmagados por este processo. Neste caso, o maxilar, por sermenos resistente, é destruído primeiro; logo após, o crânio rompe-sedeixando fluir a massa cerebral. Quebrador de joelhos Aparelho simples composto por placas paralelas de madeira unidas por duas roscas. À medida que as roscas eram apertadas pelo executor, as placas, que podiam conter pequenos cones metálicos pontiagudos, pressionavam os joelhos progressivamente, até esmagar a carne, músculos e ossos. Esse tipo de tortura era usualmente feito por sessões. Após algumas horas, a vítima, já com os joelhos bastante debilitados, era submetida a novas sessões.
  14. 14. Mesa de evisceração O condenado era preso sobre a mesa de modo que mãos e pés ficassem imobilizados. O carrasco, manualmente, produzia um corte sobre o abdômen da vítima. Através desta incisão, era inserido um pequeno gancho, preso a uma corrente no eixo. O gancho (como um anzol) extraía, aos poucos, os órgãos internos da vítima à medida que o carrasco girava o eixo. Pêndulo Um dos mecanismos mais simples e comuns na Idade Média. A vítima, com os braços para traz, tinha seus pulsos amarrados (como algemas) por uma corda que se estendia até uma roldana e um eixo. A corda puxada violentamente pelo torturador, através deste eixo, deslocava os ombros e provocava diversos ferimentos nas costas e braços do condenado. Também era comum que o carrasco elevasse a vítima a certa altura e soltasse repentina- mente, interrompendo a queda logo em seguida. Deste modo, o impacto produzido provocava ruptura dasarticulações e fraturas de ossos. Ainda, para que o suplício fosse intensificado, algumas vezes,amarrava-se pesos às pernas do condenado, provocando ferimentos também nos membros inferiores. Opêndulo era usado como uma "pré-tortura", antes do julgamento.
  15. 15. Potro Uma espécie de mesa com orifícios laterais. A vítima era deitada sobre a mesa e seus membros, (partes mais resistentes das pernas e braços, como panturrilha e antebraço), presos por cordas através dos orifícios. As cordas eram giradas como uma manivela, produzindo um efeito como um torniquete, pressionando progressivamente os membros do condenado. Na legislação espanhola, por exemplo, havia uma lei que regulamentava um número máximo de cinco voltas na manivela; para que caso a vítima fosse considerada inocente, não sofresse seqüelas irreversíveis. Mesmo assim, era comum que os carrascos, incitados pelos interrogadores, excedessem muito esse limite e a vítima tivesse a carne e os ossos esmagados. Métodos de ExecuçãoGuilhotinaInventada por Ignace Guillotine, a guilhotina é um dos mecanismosmais conhecidos e usados para execuções. A lâmina, presa por umacorda e apoiada entre dois troncos verticais, descia violentamentedecapitando o condenado.
  16. 16. O Serrote Usada principalmente para punir homossexuais, o serrote era uma das formas mais cruéis de execução. Dois executores, cada um e uma extremidade do serrote, literalmente, partiam ao meio o condenado, que preso pelos pés com as pernas entreabertas e de cabeça para baixo, não tinha a menor possibilidade de reação. Devido à posição invertida que garantia a oxigenação do cérebro e continha o sangramento, era comum que a vítima perdesse a consciência apenas quando a lâmina atingia a altura do umbigo.Espada, machado e cepoAs decapitações eram a forma mais comum de execução medieval.A decapitação pela espada, por exigir uma técnica apurada doexecutor e ser mais suave que outros métodos, era, geralmente,reservada aos nobres. O executor, que apurava sua técnica emanimais e espantalhos, ceifava a cabeça da vítima num único golpehorizontal atingindo o pescoço do condenado.O machado era usado apenas em conjunto com o cepo. A vítima eraposta ajoelhada com a coluna curvada para frente e a cabeça apoiadano cepo. O executor, num único golpe de machado, atingia opescoço da vítima decepando-a.
  17. 17. GarroteUm tronco de madeira com uma tira de couro e um acento. A vítima eraposicionada sentada na tábua horizontal de modo que sua coluna fique eretaem contato com o tronco. A tira de couro ficava na altura do pescoço e, àmedida que era torcida pelo carrasco, asfixiava a vítima. Há ainda umavariação na qual, preso ao tronco na altura da nuca da vítima, encontrava-seuma punção de ferro. Esta punção perfurava as vértebras da vítima à medidaque a faixa de couro era apertada. O condenado podia falecer tanto pelaperfuração produzida pela punção quanto pela asfixia.Gaiolas suspensasEram gaiolas pouco maiores que a própria vítima. Nela, o condenado, nuou seminu, era confinado e a gaiola suspensa em postes de vias públicas. Ocondenado passava dias naquela condição e morria de inanição, ou frio emtempos de inverno. O cadáver ficava exposto até que se desintegrasse.
  18. 18. SubmersãoA submersão podia ser usada como uma técnica de interrogatório, tortura ou execução. Neste método, a vítima éamarrada pelos braços e suspensa por uma roldana sobre um caldeirão que continha água ou óleo fervente. Oexecutor soltava a corda gradativamente e a vítima ia submergindo no líquido fervente.EmpalaçãoEste método foi amplamente utilizado pelo célebre Vlad Tepes. A empalação consistia em inserir uma estaca noânus, umbigo ou vagina da vítima, a golpes de marreta. Neste método, a vítima podia ser posta "sentada" sobre a estaca ou com a cabeça para baixo, de modo que a estaca penetrasse nas entranhas da vítima e, com o peso do próprio corpo, fosse lentamente perfurando os órgãos internos. Neste caso, dependendo da resistência física do condenado e do comprimento da estaca, a agonia se estendia por horas. Cremação Este é um dos métodos de execução mais conhecidos e utilizados durante a inquisição. Os condenados por bruxaria ou afronta à igreja católica eram amarrados em um tronco e queimados vivos. Para garantir que morresse queimada e não asfixiada pela fumaça, a vítima era vestida com uma camisola embebida em enxofre. Estiramento A vítima era posicionada na mesa horizontal e seus membros presos às correntes que se fixavam num eixo. À medida que o eixo era girado, a corrente esticava os membros e os ossos e músculos do condenado desprendiam- se. Muitas vezes, a vítima agonizava por várias horas antes de morrer.
  19. 19. Extraído de: Ad Tenebras Mistérios Antigos Occult Portal Medieval and Mythological Area Adaptado por Spectrum João 8 5E conhecereis a verdade, e a verdade vos libertará.•Se, pois, o Filho vos libertar, verdadeiramente sereis livres. Formatação: Roberto Wagner Blog: http://robertodedeus.blogspot.com/
  20. 20. LISTA DE HERESIAS E TRADIÇÕES HUMANAS ADOTADAS EPERPETUADAS PELA IGREJA CATÓLICA ROMANA, AO LONGODE 1.600 ANOS.12ª Edição Inglês"E conhecereis a verdade, e a verdade vos libertará" Jesus em João 8:32Nota: Estas datas são, em muitos casos, aproximadas. Muitas destas heresiasocorreram há anos antes na Igreja, mas, somente quando foram adotadas porum conselho da Igreja, e proclamadas pelo papa como dogma de fé, elas foramincorporadas aos Católicos.Uma doutrina para ser verdadeira, tem que estar de acordo com a palavra deDeus. "À lei e ao Testemunho; Se eles não falarem segundo esta palavra, éporque não há luz neles." (Isaías 8:20)Com a Reforma do Século XVI, estas heresias foram repudiadas por não fazerparte da Religião de Jesus, conforme ensina o Velho Testamento.
  21. 21. HERESIAS1. DE TODAS AS TRADIÇÕES HUMANAS ensinadas e praticadas pelaIgreja Católica Romana, que são contrárias à Bíblia, as mais antigas são aspreces para os mortos e o sinal da Cruz. Ambas surgiram 300 anos após Cristo ......................... 2. As Velas de parafina foram introduzidas na igreja cerca de .... 3. A Veneração aos anjos e santos mortos cerca de ................. 4. A Missa, como uma celebração diária, adotada em ................5. A Adoração a Maria, mãe de Jesus, e o uso do termo, "Mãe de Deus", como aplicado a ela, teve origem no conselho de Efésios em .......................................
  22. 22. 6. Os Padres passaram a se vestir diferentemente dos leigos em ............................ 500 7. A doutrina do Purgatório foi estabelecida primeiro, por Gregório o Grande, a cerca do ano de ....................... 5938. O Latin, como língua das orações e dos cultos nas igrejas, foitambém imposto pelo Papa Gregório I. 600 anos após Cristo ..... A palavra de Deus proíbe a oração e a pregação em uma língua 600 desconhecida. ( I Cor. 14:9).9. A Bíblia ensina que oremos a Deus apenas. Na igreja primitiva, nunca houveram orações dirigidas a Maria, nem aos santos mortos. Esta prática começou na Igreja Romana cerca de 600 (Mateus 11:28; Lucas 1:46; Atos 10: 25-26; 14: 14-18).
  23. 23. 10. O Papado é de origem pagã. O título papa ou bispo universal, foi dado ao bispo de Roma, pelo cruel imperador Phocas, primeiramente no ano de ............................................. Ele deu este nome a ele com o objetivo de causar um descontentamento ao Bispo Ciriacus de Constantinopla, quem justamente o excomungou por ter causado a morte de seuantecessor, imperador Mauritus. Gregório I, o então bispo de Roma, recusou o título, mas seu sucessor, Bonifácio III, foi o primeiro aassumir o título de "papa." Jesus não apontou Pedro ao comando de 610seus apóstolos, e proibiu qualquer um a tal posto. (Lucas 22: 24-26; Efésios 1:22-23; Colossenses 1:18; I Coríntios 3:11). Nota: - Nemhá qualquer menção nas Escrituras, nem na história, que afirma que Pedro em algum momento esteve em Roma, tampouco que ele fora papa lá por 25 anos; Clemente, 3º Bispo de Roma, ressalta que não há nenhuma evidência real do século I, de afirmar que Pedro em algum momento esteve em Roma.
  24. 24. 11. O ato de beijar os pés do Papa começou em ................... Era um costume pagão beijar os pés de imperadores. A palavra de Deus proíbe tais práticas. (Leia Atos 10: 25-26; Rev. 19:10; 709 22:9). 12. O poder Temporal dos Papas começou em ...................... Quando Pepin, o usurpador do trono da França, dirigiu-se a Itália, convocado pelo Papa Stephen II, para a guerra contra os Longobards Italianos, ele os dizimou, e deu a cidade de Roma esuas vizinhanças ao papa. Jesus expressamente proíbe tal coisa, e 750Ele mesmo recusou ser posto rei do mundo. (Leia Mateus 4: 8-9; 20: 25-26, João 18:38).
  25. 25. 13. Veneração da cruz, de imagens e relíquias foi autorizada em ...................................... Isto foi por ordem da Imperatriz Irene de Constantinopla, quem causou a extirpação dos olhos de seu próprio filho, Constantino VI, e então chamou um conselho da igreja, por solicitação do 788 papa de Roma Hadrian I, naquele tempo. Tal prática é simplesmente chamada de IDOLATRIA na Bíblia, e éseveramente condenada. (Leia Êxodos 20:4; 3:17; Deuteronômio 27:15: Salmos 115). 14. A Água Benta, misturada com uma pitada de sal e abençoada pelo padre, foi autorizada em ..................... 850 15. A Veneração a São José começou em ........................... 890 16. O Batismo dos sinos foi instituído pelo papa João XIV, no ano de ................................... 965
  26. 26. 17. A Canonização dos santos mortos, foi feita pelo Papa João XV. ............................... 995Todos os crentes e seguidores de Cristo, são chamados de santos pela Bíblia. (Leia Romanos 1:7; I Coríntios 1:2). 18. Jejuar as sextas-feiras e durante as Quaresmas, foram tradições impostas no ano de ........................................ pelos papas, que se disseram interessados pelo comércio de peixe. (bula papal, ou permitir que se coma carne), algumas 998 autoridades dizem, que começou no ano de 700. Isto é contra o claro ensino do Evangelho. (Leia Mateus 15:10; I Coríntios 10:25; I Timóteo 4:1-3). 19. A Missa foi desenvolvida gradualmente como um sacrifício; passou a ser obrigatória no Século XI. O Evangelho ensina que o sacrifício de Cristo foi oferecido umavez para todos, e não é para ser repetido, mas apenas lembrado na Ceia do Senhor. (Leia Hebreus 7:27; 9:26-28; 10:10-14).
  27. 27. 20. O celibato do sacerdócio foi decretado pelo Papa Hildebrand, Bonifácio VII, no ano de ....................................Jesus não impôs nenhuma regra parecida, nem os seus apóstolos.Pelo contrário, São Pedro foi um homem casado, e São Paulo diz 1079 que convém que os bispos tenham mulher e filhos. (Leia I Timóteo 3:2,5, e 12; Mateus 8: 14-15).21. O Rosário, ou o terço de oração, foi introduzido pelo Pedro oEremita, no ano de 1090. Copiado dos Hindus e Muçulmanos ...... A diversidade de orações é uma prática pagã, e é expressamente 1090 condenada por Cristo. (Mateus 6 :5-13). 22. A Inquisição dos hereges foi instituída pelo Conselho deVerona, no ano de 1184. Jesus nunca ensinou o uso da força para 1184 difundir Sua religião ...................................
  28. 28. 23. A venda de Indulgências, usualmente considerada como a compra do perdão que permite indultar o pecado, começou no ano de .......................................................... 1190O Cristianismo, conforme o que ensina o Evangelho, condena talcomercio, e foi o protesto contra este tráfico que trouxe a tona a Reforma Protestante no Século XVI. 24. O Dogma da Transubstanciação foi decretado pelo Papa Inocêncio III, no ano .............................................................Através desta doutrina, o padre pretende fazer um milagre diário, de transformar uma hóstia no próprio corpo de Cristo, e então,ele finge come-lO vivo na presença do povo durante a Missa. O 1215 Evangelho condena tais absurdos; A Ceia do Senhor é simplesmente um memorial do sacrifício de Cristo. A presença espiritual de Cristo está implicada no Sacramento. (Leia Lucas 22: 19-20; João 6:35; I Coríntios 11:26).
  29. 29. 25. A Confissão dos pecados ao padre, uma vez ao ano, foi instituída pelo Papa Inocêncio III, no Conselho de Lateran, no ano de ................................................. O Evangelho nos ordena que confessemos nossos pecadosdiretamente a Deus. (Leia Salmos 51: -10; Lucas 7:48; 15:21; I João 1:8-9).26. A adoração à Hóstia, foi decretada pelo Papa Honório, no ano de ............................ Deste modo, a Igreja Romana adora um Deus feito pelas mãos do homem. Isto é grossa idolatria, e absolutamente contrária ao espírito do Evangelho. (Leia João 4:24). 27. A proibição da Bíblia aos leigos, e a sua inclusão na lista de livros proibidos pelo conselho de Valência em ................... Jesus ordena que as Escrituras sejam lidas por todos. (João 5:39; I Timóteo 3:15-17).
  30. 30. 28. O Escapulário foi inventado por Simon Stock, um monge inglês, no ano de .............................. Trata-se de uma tira de tecido marrom, com o desenho da 1287Virgem, que supõe conter virtudes sobrenaturais para protegerde todos os perigos, aqueles que as vestirem sobre a pele nua. Isto é feiticismo.29. A Igreja Romana proibiu o cálice aos fiéis, pela instituição de um tipo só no Conselho de Constância em .......... O 1414 Evangelho nos ordena que celebremos a Ceia do Senho compão e fruto da vide. (Leia Mateus 26:27; I Coríntios 11: 26-29).30. A Doutrina do Purgatório foi proclamada como dogma de fé, pelo Conselho de Florença em ......................................... Não existe nenhuma palavra na Bíblia que ensina o purgatório 1439 dos padres. O sangue de Jesus Cristo nos purifica de todos os pecados. (Leia I João 1:7-9; 2:1-2; João 5:24, Romanos 8:1).
  31. 31. 31. A doutrina dos 7 Sacramentos foi afirmada em ..........O Evangelho diz que Cristo instituiu apenas duas ordenanças, o Batismo e a Ceia do Senhor. (Leia Mateus 28:19-20; 1439 26:26-28).32. A Ave Maria, parte da última metade de ........................Cinqüenta anos depois, e então, foi finalmente aprovado pelo 1508 Papa Sixtus V, ao final do Século XVI.33. O Conselho de Trento, ocorrido no ano de 1545, declarou que a Tradição tivesse autoridade igual à Bíblia ................. Pela tradição quer dizer os ensinamentos dos homens. Os Fariseus creram do mesmo modo, e Jesus amargamente os 1545condenou, pois por ensinar tradições humanas, eles negaramos mandamentos de Deus. (Leia Marcos 7:7-13; Colossenses 2-8; Apocalipse 22:18).
  32. 32. 34. Os livros apócrifos também foram incluídos à Bíblia pelo Conselho de Trento, em .................................... 1546 Estes livros não foram reconhecidos como canônicos pela Igreja primitiva (Leia Apocalipse 22: 8-9).35. O Credo do Papa Pius IV, foi imposto como credo oficial 1560 anos após Cristo e os Apóstolos, em .............................. Os verdadeiros Cristãos mantêm as Escrituras Sagradas e o 1560Credo dos Apóstolos, como seus únicos credos. Sendo assim, o credo deles é 1.500 anos mais antigo do que o credo dos Católicos Romanos. (Leia Gálatas 1:8). 36. A Concepção Imaculada da Virgem Maria foiproclamada pelo Papa Pius IX no ano de ..................................O Evangelho diz que todos os homens, com a única exceção de 1854 Cristo, são pecadores. A própria Maria, necessitou de umSalvador. (Leia Romanos 3:23; 5:12; Salmos 51:5; Lucas 1:30; 46-47.)
  33. 33. 37. No ano 1870 após Cristo, o Papa Pius IX proclamou o dogma da Infalibilidade Papal ...................................Isto é uma blasfêmia, e um sinal da apostasia e do anticristo, previstos pelo apostolo São Paulo. (Leia II Tessalonicenses 2:2-12; Apocalipse 17:1-9; 13:5-8, 18). Muitos estudiosos 1870 da Bíblia vêem o número da besta 666 (Apocalipse 13:18),nas letras Romanas do título Papal: "VICARUS FILII DEI." ? V-5, I-1; C-100, I-1; V-5, I-1; L-50, I-1; D-500, I-1 ? Total, 666. 38. O Papa Piu X, no ano de 1907, condenou junto com o"Modernismo", todas as descobertas da ciência moderna, as quais não eram aprovadas pelas Igreja ........................ 1907 Pius IX fez a mesma coisa no Sílabo de 1864.39. No ano de 1930, Pius XI condenou as Escolas Públicas
  34. 34. 40. No ano de 1931, o mesmo Papa, Pius XI, reafirmou a doutrina a qual Maria era "a Mãe de Deus" .....................Esta doutrina foi primeiramente inventada pelo o Conselho de 1931 Efésios, no ano de 431. Isto é uma heresia, que contradiz aspróprias palavras de Maria. (Leia Lucas 1:46-49; João 2:1-5). 41. No ano de 1950, o último dogma foi proclamado pelo 1950 Papa Pius XII, a Assunção da Virgem Maria .................. CONCLUSÃOQual será a próxima invenção? A Igreja Romana diz que nunca muda; masmesmo assim, ela não tem feito nada mais do que inventar doutrinascontrárias à Bíblia, e vir praticando ritos e cerimonias que largamente vieramde paganismo. Um estudioso descobriu que 75% dos ritos e cerimoniasda Igreja Romana, são de origem pagã.
  35. 35. Nota: - Cardinal Newman, em seu livro, "O Desenvolvimento da ReligiãoCristã" admite que "Templos, incenso, lamparinas, oferendas deagradecimento, água benta, dias santos e períodos de devoção,procissões, benção campal, vestimentas sacerdotais, o corte circular docabelo (de padres, monges e freiras), imagens ... são coisas oriundas deorigem pagã..." (Página 359).HERESIAS são aquelas doutrinas e práticas contrárias à Bíblia. Elassão também chamadas de "tradições humanas" ou "doutrinas doshomens". Tanto Pedro como Paulo previram e alertaram que nosúltimos dias "falsos professores" iriam surgir na Igreja e trazerconsigo, "heresias de perdição" e "doutrinas de demônios". (Leia IIPedro 2:1-3, e I Timóteo 4:1-5). Jesus reprovou os Fariseus, porqueeles transgrediram os mandamentos de Deus ao manterem suastradições. "Mas, em vão" Ele disse "me adoram, ensinando doutrinasque são preceitos dos homens " (Mateus 15:3,9.)
  36. 36. Os reais hereges, portanto, são os Católicos Romanos, e osortodoxos verdadeiros são os Cristãos Evangélicos.IRMÃOS! A Palavra de Deus nos manda sair da Babilônia, dizendo:"Sai dela, povo meu, para que não sejas participante do seuspecados, e para que não incorras nas suas pragas." (Apocalipse18:4). Todos os Cristãos verdadeiros irão permanecer fiéis a suareligião de Cristo, assim como a Bíblia os ensina, e escutarão aoaviso do Apóstolo Paulo, quem disse: "Mas, ainda que nósmesmos ou um anjo do céu vos anuncie outro evangelho além doque já recebestes, seja anátema." (Gálatas 1:8). Compilado pelo Rev. L. Testa. Tradução: Gustavo Stapait 02/02 Revisão: Calvin G. Gardner 03/02
  37. 37. ESTUDO DE IMAGENS, VIDA JESUS, BATISMO E DÍZIMOUma doutrina para ser verdadeira, tem que estar de acordo com a palavra de Deus.ISAÍAS 820 À lei e ao testemunho! Se eles não falarem segundo esta palavra, é porque nãohá luz neles.ÊXODO 202 Eu sou o SENHOR teu Deus, que te tirei da terra do Egito, da casa da servidão.3 Não terás outros deuses diante de mim.4 Não farás para ti imagem de escultura, nem alguma semelhança do que há em cima noscéus, nem em baixo na terra, nem nas águas debaixo da terra.5 Não te encurvarás a elas nem as servirás; porque eu, o SENHOR teu Deus, sou Deuszeloso, que visito a iniqüidade dos pais nos filhos, até a terceira e quarta geração daquelesque me odeiam.Obs. Deus pedi para NÃO ter outros deuses.DEUTERONÔMIO 415 Guardai, pois, com diligência as vossas almas, pois nenhuma figura vistes no dia emque o SENHOR, em Horebe, falou convosco do meio do fogo;16 Para que não vos corrompais, e vos façais alguma imagem esculpida na forma dequalquer figura, semelhança de homem ou mulher;17 Figura de algum animal que haja na terra; figura de alguma ave alada que voa peloscéus;18 Figura de algum animal que se arrasta sobre a terra; figura de algum peixe que estejanas águas debaixo da terra;
  38. 38. LEVÍTICO 261 NÃO fareis para vós ídolos, nem vos levantareis imagem de escultura, nem estátua,nem poreis pedra figurada na vossa terra, para inclinar-vos a ela; porque eu sou oSENHOR vosso Deus.II REIS 1729 Porém cada nação fez os seus deuses, e os puseram nas casas dos altos que ossamaritanos fizeram, cada nação nas cidades, em que habitava.30 E os de Babilônia fizeram Sucote-Benote; e os de Cuta fizeram Nergal; e os de Hamatefizeram Asima.31 E os aveus fizeram Nibaz e Tartaque; e os sefarvitas queimavam seus filhos no fogo aAdrameleque, e a Anameleque, deuses de Sefarvaim.32 Também temiam ao SENHOR; e dos mais baixos do povo fizeram sacerdotes doslugares altos, os quais lhes faziam o ministério nas casas dos lugares altos.33 Assim temiam ao SENHOR, mas também serviam a seus deuses, segundo o costumedas nações dentre as quais tinham sido transportados.34 Até ao dia de hoje fazem segundo os primeiros costumes; não temem aoSENHOR, nem fazem segundo os seus estatutos, segundo as suas ordenanças, segundoa lei e segundo o mandamento que o SENHOR ordenou aos filhos de Jacó, a quem deu onome de Israel.35 Contudo o SENHOR tinha feito uma aliança com eles, e lhes ordenara, dizendo: Nãotemereis a outros deuses, nem vos inclinareis diante deles, nem os servireis, nem lhessacrificareis.36 Mas o SENHOR, que vos fez subir da terra do Egito com grande força e com braçoestendido, a este temereis, e a ele vos inclinareis e a ele sacrificareis.
  39. 39. 38 E da aliança que fiz convosco não vos esquecereis; e não temereis a outros deuses.39 Mas ao SENHOR vosso Deus temereis, e ele vos livrará das mãos de todos os vossosinimigos.40 Porém eles não ouviram; antes fizeram segundo o seu primeiro costume.41 Assim estas nações temiam ao SENHOR e serviam as suas imagens de escultura;também seus filhos, e os filhos de seus filhos, como fizeram seus pais, assim fazem elesaté ao dia de hoje.ISAÍAS 466 Não fuja o ligeiro, e não escape o valente; para o lado norte, junto à borda do rioEufrates tropeçaram e caíram.7 Quem é este que vem subindo como o Nilo, cujas águas se movem como os rios?8 O Egito vem subindo como o Nilo, e como rios cujas águas se movem; e disse: Subirei,cobrirei a terra, destruirei a cidade, e os que nela habitam.9 Subi, ó cavalos, e estrondeai, ó carros, e saiam os valentes; os etíopes, e os do Líbano,que manejam o escudo, e os lídios, que manejam e entesam o arco. ISAÍAS 4520 Congregai-vos, e vinde; chegai-vos juntos, os que escapastes das nações; nadasabem os que conduzem em procissão as suas imagens de escultura, feitas de madeira, erogam a um deus que não pode salvar.MIQUÉIAS 45 Porque todos os povos andam, cada um em nome do seu deus; mas nós andaremos emnome do SENHOR nosso Deus, para todo o sempre.
  40. 40. MALAQUIAS 317 E eles serão meus, diz o SENHOR dos Exércitos; naquele dia serão para mim jóias;poupá-los-ei, como um homem poupa a seu filho, que o serve.18 Então voltareis e vereis a diferença entre o justo e o ímpio; entre o que serve a Deus, eo que não o serve.ISAÍAS 449 Todos os artífices de imagens de escultura são vaidade, e as suas coisas maisdesejáveis são de nenhum préstimo; e suas próprias testemunhas, nada vêem nementendem para que sejam envergonhados.10 Quem forma um deus, e funde uma imagem de escultura, que é de nenhum préstimo?11 Eis que todos os seus companheiros ficarão confundidos, pois os mesmos artífices nãopassam de homens; ajuntem-se todos, e levantem-se; assombrar-se-ão, e serãojuntamente confundidos.12 O ferreiro, com a tenaz, trabalha nas brasas, e o forma com martelos, e o lavra com aforça do seu braço; ele tem fome e a sua força enfraquece, e não bebe água, e desfalece.13 O carpinteiro estende a régua, desenha-o com uma linha, aplaina-o com a plaina, etraça-o com o compasso; e o faz à semelhança de um homem, segundo a forma de umhomem, para ficar em casa.14 Quando corta para si cedros, toma, também, o cipreste e o carvalho; assim escolhedentre as árvores do bosque; planta um olmeiro, e a chuva o faz crescer.15 Então serve ao homem para queimar; e toma deles, e se aquenta, e os acende, e cozeo pão; também faz um deus, e se prostra diante dele; também fabrica uma imagem deescultura, e ajoelha-se diante dela.16 Metade dele queima no fogo, com a outra metade prepara a carne para comer, assa-a efarta-se dela; também se aquenta, e diz: Ora já me aquentei, já vi o fogo.
  41. 41. 17 Então do resto faz um deus, uma imagem de escultura; ajoelha-se diante dela, e seinclina, e roga-lhe, e diz: Livra-me, porquanto tu és o meu deus.18 Nada sabem, nem entendem; porque tapou os olhos para que não vejam, e os seuscorações para que não entendam.19 E nenhum deles cai em si, e já não têm conhecimento nem entendimento para dizer:Metade queimei no fogo, e cozi pão sobre as suas brasas, assei sobre elas carne, e a comi;e faria eu do resto uma abominação? Ajoelhar-me-ei ao que saiu de uma árvore?20 Apascenta-se de cinza; o seu coração enganado o desviou, de maneira que já não podelivrar a sua alma, nem dizer: Porventura não há uma mentira na minha mão direita?II CORÍNTIOS 44 Nos quais o deus deste século cegou os entendimentos dos incrédulos, para quelhes não resplandeça a luz do evangelho da glória de Cristo, que é a imagem de Deus.JEREMIAS 101 OUVI a palavra que o SENHOR vos fala a vós, ó casa de Israel.2 Assim diz o SENHOR: Não aprendais o caminho dos gentios, nem vos espanteis dossinais dos céus; porque com eles se atemorizam as nações.3 Porque os costumes dos povos são vaidade; pois corta-se do bosque um madeiro, obradas mãos do artífice, feita com machado;4 Com prata e com ouro o enfeitam, com pregos e com martelos o firmam, para que não semova.5 São como a palmeira, obra torneada, porém não podem falar; certamente são levados,porquanto não podem andar. Não tenhais receio deles, pois não podem fazer mal, nemtampouco têm poder de fazer bem.6 Ninguém há semelhante a ti, ó SENHOR; tu és grande, e grande o teu nome em poder.
  42. 42. 7 Quem não te temeria a ti, ó Rei das nações? Pois isto só a ti pertence; porquanto entretodos os sábios das nações, e em todo o seu reino, ninguém há semelhante a ti.8 Mas eles todos se embruteceram e tornaram-se loucos; ensino de vaidade é o madeiro.9 Trazem prata batida de Társis e ouro de Ufaz, trabalho do artífice, e das mãos dofundidor; fazem suas roupas de azul e púrpura (nossa senhora aparecida); obra deperitos são todos eles.10 Mas o SENHOR Deus é a verdade; ele mesmo é o Deus vivo e o Rei eterno; ao seufuror treme a terra, e as nações não podem suportar a sua indignação.11 Assim lhes direis: Os deuses que não fizeram os céus e a terra desaparecerão daterra e de debaixo deste céu.12 Ele fez a terra com o seu poder; ele estabeleceu o mundo com a sua sabedoria, e coma sua inteligência estendeu os céus.13 Fazendo ele soar a sua voz, logo há rumor de águas no céu, e faz subir os vapores daextremidade da terra; faz os relâmpagos para a chuva, e dos seus tesouros faz sair ovento.14 Todo o homem é embrutecido no seu conhecimento; envergonha-se todo o fundidor dasua imagem de escultura; porque sua imagem fundida é mentira, e nelas não háespírito.15 Vaidade são, obra de enganos: no tempo da sua visitação virão a perecer.16 Não é semelhante a estes aquele que é a porção de Jacó; porque ele é o que formoutudo, e Israel é a vara da sua herança: SENHOR dos Exércitos é o seu nome.
  43. 43. ATOS 1923 E, naquele mesmo tempo, houve um não pequeno alvoroço acerca do Caminho.24 Porque um certo ourives da prata, por nome Demétrio, que fazia de prata nichos deDiana, dava não pouco lucro aos artífices,25 Aos quais, havendo-os ajuntado com os oficiais de obras semelhantes, disse:Senhores, vós bem sabeis que deste ofício temos a nossa prosperidade;26 E bem vedes e ouvis que não só em Éfeso, mas até quase em toda a Ásia, este Paulotem convencido e afastado uma grande multidão, dizendo que não são deuses os que sefazem com as mãos.27 E não somente há o perigo de que a nossa profissão caia em descrédito, mas tambémde que o próprio templo da grande deusa Diana seja estimado em nada, vindo a serdestruída a majestade daquela que toda a Ásia e o mundo veneram.28 E, ouvindo-o, encheram-se de ira, e clamaram, dizendo: Grande é a Diana dos efésios.29 E encheu-se de confusão toda a cidade e, unânimes, correram ao teatro, arrebatando aGaio e a Aristarco, macedônios, companheiros de Paulo na viagem.30 E, querendo Paulo apresentar-se ao povo, não lho permitiram os discípulos.31 E também alguns dos principais da Ásia, que eram seus amigos, lhe rogaram que nãose apresentasse no teatro.32 Uns, pois, clamavam de uma maneira, outros de outra, porque o ajuntamento eraconfuso; e os mais deles não sabiam por que causa se tinham ajuntado.33 Então tiraram Alexandre dentre a multidão, impelindo-o os judeus para diante; eAlexandre, acenando com a mão, queria dar razão disto ao povo.34 Mas quando conheceram que era judeu, todos unanimemente levantaram a voz,clamando por espaço de quase duas horas: Grande é a Diana dos efésios.
  44. 44. 35 Então o escrivão da cidade, tendo apaziguado a multidão, disse: Homens efésios, qual éo homem que não sabe que a cidade dos efésios é a guardadora do templo da grandedeusa Diana, e da imagem que desceu de Júpiter?36 Ora, não podendo isto ser contraditado, convém que vos aplaqueis e nada façaistemerariamente;37 Porque estes homens que aqui trouxestes nem são sacrílegos nem blasfemam da vossadeusa.38 Mas, se Demétrio e os artífices que estão com ele têm alguma coisa contra alguém, háaudiências e há procônsules; que se acusem uns aos outros;39 E, se alguma outra coisa demandais, averiguar-se-á em legítima assembléia.40 Na verdade até corremos perigo de que, por hoje, sejamos acusados de sedição, nãohavendo causa alguma com que possamos justificar este concurso.41 E, tendo dito isto, despediu a assembléia.Obs.: Fala que, Paulo estava fazendo tumulto e isso incomodava os fabricantes de imagens,pois poderiam perde a sua fonte de ganhar dinheiro.SALMO 1151 NÃO a nós, SENHOR, não a nós, mas ao teu nome dá glória, por amor da tuabenignidade e da tua verdade.2 Porque dirão os gentios: Onde está o seu Deus?3 Mas o nosso Deus está nos céus; fez tudo o que lhe agradou.4 Os ídolos deles são prata e ouro, obra das mãos dos homens.5 Têm boca, mas não falam; olhos têm, mas não vêem.6 Têm ouvidos, mas não ouvem; narizes têm, mas não cheiram.7 Têm mãos, mas não apalpam; pés têm, mas não andam; nem som algum sai da suagarganta.
  45. 45. 8 A eles se tornem semelhantes os que os fazem, assim como todos os que neles confiam.9 Israel, confia no SENHOR; ele é o seu auxílio e o seu escudo.Obs.: Fala que todos que fazem e os que adoram, são semelhante, como eles não fazemnada.I SAMUEL 54 E, levantando-se de madrugada, no dia seguinte, pela manhã, eis que Dagom jazia caídocom o rosto em terra diante da arca do SENHOR; e a cabeça de Dagom e ambas aspalmas das suas mãos estavam cortadas sobre o limiar; somente o tronco ficou a Dagom.Obs.: Fala que as imagens sempre caem e quebra o pescoço.SALMO 977 Confundidos sejam todos os que servem imagens de escultura, que se gloriam de ídolos;prostrai-vos diante dele todos os deuses.DEUTERONÔMIO 725 As imagens de escultura de seus deuses queimarás a fogo; a prata e o ouro que estãosobre elas não cobiçarás, nem os tomarás para ti, para que não te enlaces neles; poisabominação é ao SENHOR teu Deus.Obs.: Fala que devemos jogar tudo fora e não transformar em outro objeto, como porexemplo um anel, vender e comprar outra coisa, pois a maldição continua.
  46. 46. ISAÍAS 3022 E terás por contaminadas as coberturas de tuas esculturas de prata, e o revestimentodas tuas esculturas fundidas de ouro; e as lançarás fora como um pano imundo, e dirás acada uma delas: Fora daqui.Obs.: Devemos jogar tudo fora com autoridade e não com medo, fale firme.23 Então te dará chuva sobre a tua semente, com que semeares a terra, como tambémpão da novidade da terra; e esta será fértil e cheia; naquele dia o teu gado pastará emlargos pastos.Obs.: A recompensa. APRESENTAÇÃO DE JESUSLUCAS 221 E, quando os oito dias foram cumpridos, para circuncidar o menino, foi-lhe dado o nomede Jesus, que pelo anjo lhe fora posto antes de ser concebido.22 E, cumprindo-se os dias da purificação dela, segundo a lei de Moisés, o levaram aJerusalém, para o apresentarem ao SenhorObs.: Não fala de batismo e sim de apresentar ao Senhor (não existe batismo de crianças)MARCOS 1616 Quem crer e for batizado será salvo; mas quem não crer será condenado.
  47. 47. LUCAS 321 E aconteceu que, como todo o povo se batizava, sendo batizado também Jesus,orando ele, o céu se abriu;22 E o Espírito Santo desceu sobre ele em forma corpórea, como pomba; e ouviu-se umavoz do céu, que dizia: Tu és o meu Filho amado, em ti me comprazo.23 E o mesmo Jesus começava a ser de quase trinta anos, sendo (como se cuidava)filho de José, e José de Heli,SALMO 1273 Eis que os filhos são herança do SENHOR, e o fruto do ventre o seu galardão.4 Como flechas na mão de um homem poderoso, assim são os filhos da mocidade.5 Bem-aventurado o homem que enche deles a sua aljava; não serão confundidos, masfalarão com os seus inimigos à porta.MATEUS 11 LIVRO da geração de Jesus Cristo, filho de Davi, filho de Abraão.2 Abraão gerou a Isaque; e Isaque gerou a Jacó; e Jacó gerou a Judá e a seus irmãos;3 E Judá gerou, de Tamar, a Perez e a Zerá; e Perez gerou a Esrom; e Esrom gerou aArão;4 E Arão gerou a Aminadabe; e Aminadabe gerou a Naassom; e Naassom gerou aSalmom;5 E Salmom gerou, de Raabe, a Boaz; e Boaz gerou de Rute a Obede; e Obede gerou aJessé;6 E Jessé gerou ao rei Davi; e o rei Davi gerou a Salomão da que foi mulher de Urias.
  48. 48. 7 E Salomão gerou a Roboão; e Roboão gerou a Abias; e Abias gerou a Asa;8 E Asa gerou a Josafá; e Josafá gerou a Jorão; e Jorão gerou a Uzias;9 E Uzias gerou a Jotão; e Jotão gerou a Acaz; e Acaz gerou a Ezequias;10 E Ezequias gerou a Manassés; e Manassés gerou a Amom; e Amom gerou a Josias;11 E Josias gerou a Jeconias e a seus irmãos na deportação para Babilônia.12 E, depois da deportação para a Babilônia, Jeconias gerou a Salatiel; e Salatiel gerou aZorobabel;13 E Zorobabel gerou a Abiúde; e Abiúde gerou a Eliaquim; e Eliaquim gerou a Azor;14 E Azor gerou a Sadoque; e Sadoque gerou a Aquim; e Aquim gerou a Eliúde;15 E Eliúde gerou a Eleázar; e Eleázar gerou a Matã; e Matã gerou a Jacó;16 E Jacó gerou a José, marido de Maria, da qual nasceu JESUS, que se chama o Cristo.17 De sorte que todas as gerações, desde Abraão até Davi, são catorze gerações; e desdeDavi até a deportação para a Babilônia, catorze gerações; e desde a deportação para aBabilônia até Cristo, catorze gerações.18 Ora, o nascimento de Jesus Cristo foi assim: Estando Maria, sua mãe, desposada comJosé, antes de se ajuntarem, achou-se ter concebido do Espírito Santo.19 Então José, seu marido, como era justo, e a não queria infamar, intentou deixá-lasecretamente.20 E, projetando ele isto, eis que em sonho lhe apareceu um anjo do Senhor, dizendo:José, filho de Davi, não temas receber a Maria, tua mulher, porque o que nela está gerado édo Espírito Santo;21 E dará à luz um filho e chamarás o seu nome JESUS; porque ele salvará o seu povodos seus pecados.22 Tudo isto aconteceu para que se cumprisse o que foi dito da parte do Senhor, peloprofeta, que diz;
  49. 49. 23 Eis que a virgem conceberá, e dará à luz um filho, E chamá-lo-ão pelo nome deEMANUEL, Que traduzido é: Deus conosco.24 E José, despertando do sono, fez como o anjo do Senhor lhe ordenara, e recebeu a suamulher;25 E não a conheceu até que deu à luz seu filho, o primogênito (primeiro filho); e pôs-lhepor nome Jesus.LUCAS 27 E deu à luz a seu filho primogênito (primeiro filho), e envolveu-o em panos, e deitou-onuma manjedoura, porque não havia lugar para eles na estalagem.MATEUS 1246 E, falando ele ainda à multidão, eis que estavam fora sua mãe e seus irmãos,pretendendo falar-lhe.47 E disse-lhe alguém: Eis que estão ali fora tua mãe e teus irmãos, que querem falar-te.48 Ele, porém, respondendo, disse ao que lhe falara: Quem é minha mãe? E quem sãomeus irmãos?49 E, estendendo a sua mão para os seus discípulos, disse: Eis aqui minha mãe e meusirmãos;50 Porque, qualquer que fizer a vontade de meu Pai que está nos céus, este é meu irmão,e irmã e mãe.Obs.: fala que Jesus tinha irmãos, isso quer dizer que Maria, não é virgem.SALMO 698 Tenho-me tornado um estranho para com meus irmãos, e um desconhecido para comos filhos de minha mãe.
  50. 50. MARCOS 63 Não é este o carpinteiro, filho de Maria, e irmão de Tiago, e de José, e de Judas ede Simão? e não estão aqui conosco suas irmãs? E escandalizavam-se nele.Obs.: Jesus tinha irmãos e irmãs.LUCAS 1127 E aconteceu que, dizendo ele estas coisas, uma mulher dentre a multidão, levantando avoz, lhe disse: Bem-aventurado o ventre que te trouxe e os peitos em que mamaste.28 Mas ele disse: Antes bem-aventurados os que ouvem a palavra de Deus e a guardam.LUCAS 146 Disse então Maria: A minha alma engrandece ao Senhor,Obs.: Magnífica ao Senhor.47 E o meu espírito se alegra em Deus meu Salvador;Obs.: Deus é seu salvador, como ela precisando de salvador pode salvar alguém.48 Porque atentou na baixeza de sua serva; Pois eis que desde agora todas as geraçõesme chamarão bem-aventurada,Obs.: Maria é uma serva de Deus como nós também somos.JOÃO 73 Disseram-lhe, pois, seus irmãos: Sai daqui, e vai para a Judéia, para que também osteus discípulos vejam as obras que fazes.4 Porque não há ninguém que procure ser conhecido que faça coisa alguma em oculto. Sefazes estas coisas, manifesta-te ao mundo.5 Porque nem mesmo seus irmãos criam nele.
  51. 51. ATOS 113 E, entrando, subiram ao cenáculo, onde habitavam Pedro e Tiago, João e André,Filipe e Tomé, Bartolomeu e Mateus, Tiago, filho de Alfeu, Simão, o Zelote, e Judas,irmão de Tiago.14 Todos estes perseveravam unanimemente em oração e súplicas, com as mulheres, eMaria mãe de Jesus, e com seus irmãos.Obs.: Mostra novamente que Maria não é virgemGÁLATAS 119 E não vi a nenhum outro dos apóstolos, senão a Tiago, irmão do Senhor.Obs.: Mostra novamente que Maria não é virgem.MATEUS 1353 E aconteceu que Jesus, concluindo estas parábolas, se retirou dali.54 E, chegando à sua pátria, ensinava-os na sinagoga deles, de sorte que semaravilhavam, e diziam: De onde veio a este a sabedoria, e estas maravilhas?55 Não é este o filho do carpinteiro? e não se chama sua mãe Maria, e seus irmãosTiago, e José, e Simão, e Judas?56 E não estão entre nós todas as suas irmãs? De onde lhe veio, pois, tudo isto?57 E escandalizavam-se nele. Jesus, porém, lhes disse: Não há profeta sem honra, anão ser na sua pátria e na sua casa.58 E não fez ali muitas maravilhas, por causa da incredulidade deles.JOÃO 212 Depois disto desceu a Cafarnaum, ele, e sua mãe, e seus irmãos, e seus discípulos;e ficaram ali não muitos dias.
  52. 52. JOÃO 112 Mas, a todos quantos o receberam, deu-lhes o poder de serem feitos filhos deDeus, aos que crêem no seu nome;JOÃO 316 Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito (único), paraque todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eternaObs.: Jesus o único filho de Deus, nós somente tornamos filhos de Deus quando aceitamosJesus como nosso salvador exclusivo. Em, João 1-12 diz (Mas, a todos quantos oreceberam, deu-lhes o poder de serem feitos filhos de Deus, aos que crêem no seu nome; BATISMOJOÃO 32 Este foi ter de noite com Jesus, e disse-lhe: Rabi, bem sabemos que és Mestre, vindo deDeus; porque ninguém pode fazer estes sinais que tu fazes, se Deus não for com ele.3 Jesus respondeu, e disse-lhe: Na verdade, na verdade te digo que aquele que nãonascer de novo, não pode ver o reino de Deus.4 Disse-lhe Nicodemos: Como pode um homem nascer, sendo velho? Pode, porventura,tornar a entrar no ventre de sua mãe, e nascer?5 Jesus respondeu: Na verdade, na verdade te digo que aquele que não nascer da água edo Espírito, não pode entrar no reino de Deus.6 O que é nascido da carne é carne, e o que é nascido do Espírito é espírito.Obs.: Temos que ser batizado pelas águas em nome de Jesus Cristo.
  53. 53. LUCAS 221 E, quando os oito dias foram cumpridos, para circuncidar o menino, foi-lhe dado o nomede Jesus, que pelo anjo lhe fora posto antes de ser concebido.22 E, cumprindo-se os dias da purificação dela, segundo a lei de Moisés, o levaram aJerusalém, para o apresentarem ao SenhorObs.: Não fala de batismo e sim de apresentar ao Senhor (não existe batismo de crianças).LUCAS 321 E aconteceu que, como todo o povo se batizava, sendo batizado também Jesus,orando ele, o céu se abriu;22 E o Espírito Santo desceu sobre ele em forma corpórea, como pomba; e ouviu-se umavoz do céu, que dizia: Tu és o meu Filho amado, em ti me comprazo.23 E o mesmo Jesus começava a ser de quase trinta anos, sendo (como se cuidava)filho de José, e José de Heli,Obs.: Jesus foi batizado com quase trinta anos e não quando era criança.MARCOS 14 Apareceu João batizando no deserto, e pregando o batismo de arrependimento, pararemissão dos pecados.5 E toda a província da Judéia e os de Jerusalém iam ter com ele; e todos eram batizadospor ele no rio Jordão, confessando os seus pecados.8 Eu, em verdade, tenho-vos batizado com água; ele, porém, vos batizará com o EspíritoSanto.
  54. 54. 9 E aconteceu naqueles dias que Jesus, tendo ido de Nazaré da Galiléia, foi batizado porJoão, no Jordão.Obs.: O batismo é para arrependimento dos pecados (crianças não tem pecado, tambémnão consciência de arrependimento). Foi batizado no rio sendo mergulhado e não jogandoágua na testa.MARCOS 1616 Quem crer e for batizado será salvo; mas quem não crer será condenado.17 E estes sinais seguirão aos que crerem: Em meu nome expulsarão os demônios;falarão novas línguas;18 Pegarão nas serpentes; e, se beberem alguma coisa mortífera, não lhes fará danoalgum; e porão as mãos sobre os enfermos, e os curarão.Obs.: Só será salvo se for batizado e terão poder de fazer tudo em nome de Jesus.LUCAS 33 E percorreu toda a terra ao redor do Jordão, pregando o batismo de arrependimento,para o perdão dos pecados;Obs. João saiu pelo mundo pregando o batismo de arrependimento e não foi proibido porJesus, porque era o batismo certo.ATOS 238 E disse-lhes Pedro: Arrependei-vos, e cada um de vós seja batizado em nome deJesus Cristo, para perdão dos pecados; e recebereis o dom do Espírito Santo;
  55. 55. ROMANOS 63 Ou não sabeis que todos quantos fomos batizados em Jesus Cristo fomos batizados nasua morte?4 De sorte que fomos sepultados com ele pelo batismo na morte; para que, como Cristo foiressuscitado dentre os mortos, pela glória do Pai, assim andemos nós também emnovidade de vida.5 Porque, se fomos plantados juntamente com ele na semelhança da sua morte, também oseremos na da sua ressurreição;GÁLATAS 327 Porque todos quantos fostes batizados em Cristo já vos revestistes de Cristo.28 Nisto não há judeu nem grego; não há servo nem livre; não há macho nem fêmea;porque todos vós sois um em Cristo Jesus.29 E, se sois de Cristo, então sois descendência de Abraão, e herdeiros conforme apromessa. DÍZIMOS Dicionário Aurélio, “a décima parte”MALAQUIAS 38 Roubará o homem a Deus? Todavia vós me roubais, e dizeis: Em que te roubamos? nosdízimos e nas ofertas.9 Com maldição sois amaldiçoados, porque a mim me roubais, sim, toda esta nação.
  56. 56. 10 Trazei todos os dízimos à casa do tesouro, para que haja mantimento na minha casa,e depois fazei prova de mim nisto, diz o SENHOR dos Exércitos, se eu não vos abrir asjanelas do céu, e não derramar sobre vós uma bênção tal até que não haja lugarsuficiente para a recolherdes.11 E por causa de vós repreenderei o devorador, e ele não destruirá os frutos da vossaterra; e a vossa vide no campo não será estéril, diz o SENHOR dos Exércitos.II CORÍNTIOS 97 Cada um contribua segundo propôs no seu coração; não com tristeza, ou pornecessidade; porque Deus ama ao que dá com alegria.8 E Deus é poderoso para fazer abundar em vós toda a graça, a fim de que tendosempre, em tudo, toda a suficiência, abundeis em toda a boa obra;9 Conforme está escrito: Espalhou, deu aos pobres; A sua justiça permanece parasempre.10 Ora, aquele que dá a semente ao que semeia, também vos dê pão para comer, emultiplique a vossa sementeira, e aumente os frutos da vossa justiça;
  57. 57. CREIA NA PALAVRA DE DEUSJOÃO 8 -32 E conhecereis a verdade, e a verdade vos libertará.JOÃO 8 – 36 Se, pois, o Filho vos libertar, verdadeiramente sereis livres.MATEUS 6-33 Mas, buscai primeiro o reino de Deus, e a sua justiça, e todas estas coisasvos serão acrescentadas.I TIMÓTEO 2-5 Porque há um só Deus, e um só Mediador entre Deus e os homens, JesusCristo homem.JOÃO 14-6 Disse-lhe Jesus: Eu sou o caminho, e a verdade e a vida; ninguém vem aoPai, senão por mim.JOÃO 10-9 Eu sou a porta; se alguém entrar por mim, salvar-se-á, e entrará, e sairá, eachará pastagens.APOCALIPSE 22-18 Porque eu testifico a todo aquele que ouvir as palavras da profeciadeste livro que, se alguém lhes acrescentar alguma coisa, Deus fará vir sobre ele aspragas que estão escritas neste livroAPOCALIPSE 22-19 E, se alguém tirar quaisquer palavras do livro desta profecia, Deustirará a sua parte do livro da vida, e da cidade santa, e das coisas que estão escritas nestelivro.ROMANOS 10-9 A saber: Se com a tua boca confessares ao Senhor Jesus, e em teucoração creres que Deus o ressuscitou dentre os mortos, serás salvo. LEIA A BÍBLIA E MUDE A SUA VIDA, DEUS É FIEL. Para ver outras matérias visite o blog http://robertodedeus.blogspot.com/ Contato: robwagbh@hotmail.com

×