SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 14
IDADE MODERNA
A REFORMA PROTESTANTE
• Definição: movimento religioso que rompeu com a
autoridade da Igreja Católica, dando origem a novas
religiões cristãs;
• Quando: a partir do século XVI;
• Onde: o movimento reformista teve mais força na ALE,
SUI e ING;

iair@pop.com.br

Prof. Iair
IDADE MODERNA
A REFORMA PROTESTANTE
• Antecedentes/Causas:
– Corrupção do clero e afastamento de seus membros das
concepções originais do cristianismo (humildade,
fraternidade, caridade).
Venda de indulgências.
Venda de relíquias sagradas.
Venda de cargos no clero.
– Fortalecimento da burguesia X condenação do lucro pela
Igreja.
– Fortalecimento das monarquias nacionais X poder clerical +
abundância de terras da Igreja.
iair@pop.com.br

Prof. Iair
IDADE MODERNA
A REFORMA PROTESTANTE
– Renascimento cultural (questionamento de alguns valores
tipicamente medievais).
– Leitura e interpretação da Bíblia restrita aos membros do
clero (Bíblia só em latim).
– John Wycliffe (ING) e Jan Huss (TCH) – precursores.

iair@pop.com.br

Prof. Iair
IDADE MODERNA
A REFORMA PROTESTANTE
• O Luteranismo - ALE:
– Martinho Lutero (monge agostiniano) critica costumes
clericais (luxo, corrupção...).
– 1517 – divulga as 95 teses contrárias aos atos ou dogmas da
Igreja (Wittemberg).
– É excomungado e condenado a morte – protegido em
castelo de nobre alemão.

iair@pop.com.br

Prof. Iair
IDADE MODERNA
A REFORMA PROTESTANTE
– Princípios básicos do luteranismo: salvação pela fé,
tradução, leitura e livre interpretação da Bíblia, eliminação de
santos e imagens, fim do celibato para sacerdotes, não
seguimento da autoridade papal, 2 sacramentos (batismo e
eucaristia), submissão da Igreja ao Estado.
– Apoio dos nobres (interessados em terras da Igreja).
– Apoio de camponeses (também interessados em terras e no
fim dos impostos feudais) – sem reconhecimento de Lutero.
– Guerra civil: NOBRES* (Lutero – apoio ao massacre de
camponeses) X CAMPONESES (Thomas Münzer –
Anabatistas).

iair@pop.com.br

Prof. Iair
IDADE MODERNA
A REFORMA PROTESTANTE
– Imperador (Carlos V) apóia o papa (ALE dividida entre
católicos e luteranos).
– Após a derrota de Carlos V, assume Fernando I – é
assinada a PAZ DE AUGSBURGO (1555): cada
governante (príncipe – nobre) escolhe a religião dos
súditos.
ALE – luterana; AUS – católica .

iair@pop.com.br

Prof. Iair
IDADE MODERNA
A REFORMA PROTESTANTE
• O Calvinismo - SUI:
– Ulrich Zwinglio (precursor).
– João Calvino (francês influenciado por Lutero,
radicado na Suíça).
– Teoria da Predestinação Absoluta (trabalho,
pureza, cumprimento de deveres e progresso
econômico = sinais divinos).
– Apoio da burguesia.
– Crescimento do capitalismo (valorização do trabalho
e da poupança).
– Na ING = Puritanos, na FRA = Huguenotes, na ESC
= Presbiterianos.
iair@pop.com.br

Prof. Iair
IDADE MODERNA
A REFORMA PROTESTANTE
• O Anglicanismo - ING:
– Atrito entre o rei da Inglaterra e o papa.
– Henrique VIII* (ING) X Clemente VII (Papa).
–Negação do papa para o rei conseguir anulação de
seu casamento com Catarina de Aragão para casarse com Ana Bolena.
– Interesse do rei em terras eclesiásticas.
– Ato de Supremacia: Rei = chefe da Igreja na ING.

iair@pop.com.br

Prof. Iair
IDADE MODERNA
A REFORMA PROTESTANTE
– Terras da Igreja confiscadas e vendidas aos nobres
(fortalecimento político do rei).
– Culto e hierarquia semelhantes ao catolicismo.
– Autoridade do papa não é aceita e latim é abolido dos
cultos.
– Fusão de elementos católicos com elementos calvinistas.

iair@pop.com.br

Prof. Iair
IDADE MODERNA
A REFORMA PROTESTANTE

• A Contra Reforma ou Reforma Católica:
– Medidas da Igreja Católica para conter o avanço protestante
na Europa .
– O Concílio de Trento (1545 – 63): reafirmação dos dogmas
do catolicismo, criação de seminários e do catecismo, criação
do INDEX, reativação dos Tribunais do Santo Ofício.
– Companhia de Jesus (Inácio de Loyola - ESP): ordem dos
jesuítas, busca de novos fiéis (América), educação e
catequese.

iair@pop.com.br

Prof. Iair
IDADE MODERNA
A REFORMA PROTESTANTE
– Tribunais do Santo Ofício ou da Santa Inquisição:
tribunais religiosos que julgavam e condenavam “hereges” ou
“infiéis” (não católicos) com extrema violência. Atuaram
principalmente na ESP, POR e ITA.

iair@pop.com.br

Prof. Iair
IDADE MODERNA
A REFORMA PROTESTANTE

iair@pop.com.br

Prof. Iair
IDADE MODERNA
A REFORMA PROTESTANTE

iair@pop.com.br

Prof. Iair
IDADE MODERNA
A REFORMA PROTESTANTE
AS RELIGIÕES PROTESTANTES NA EUROPA

iair@pop.com.br

Prof. Iair

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados (20)

INDEPENDÊNCIA DO EUA
INDEPENDÊNCIA DO EUAINDEPENDÊNCIA DO EUA
INDEPENDÊNCIA DO EUA
 
Mercantilismo navegacoes
Mercantilismo navegacoesMercantilismo navegacoes
Mercantilismo navegacoes
 
Idade Moderna - Absolutismo
Idade Moderna - AbsolutismoIdade Moderna - Absolutismo
Idade Moderna - Absolutismo
 
A Guerra Fria (1945-1989)
A Guerra Fria (1945-1989)A Guerra Fria (1945-1989)
A Guerra Fria (1945-1989)
 
Revolucao russa
Revolucao russaRevolucao russa
Revolucao russa
 
Nazifascismo
NazifascismoNazifascismo
Nazifascismo
 
A Segunda Guerra Mundial (1939-1945)
A Segunda Guerra Mundial (1939-1945)A Segunda Guerra Mundial (1939-1945)
A Segunda Guerra Mundial (1939-1945)
 
Roma
RomaRoma
Roma
 
América no século XX
América no século XXAmérica no século XX
América no século XX
 
Unificação italia e alemanha
Unificação italia e alemanhaUnificação italia e alemanha
Unificação italia e alemanha
 
Brasil colonial as revoltas coloniais
Brasil colonial   as revoltas coloniaisBrasil colonial   as revoltas coloniais
Brasil colonial as revoltas coloniais
 
Brasil colônia
Brasil colôniaBrasil colônia
Brasil colônia
 
Descolonização da áfrica e ásia
Descolonização da áfrica e ásiaDescolonização da áfrica e ásia
Descolonização da áfrica e ásia
 
Revolucao francesa
Revolucao francesaRevolucao francesa
Revolucao francesa
 
Revolucao industrial
Revolucao industrialRevolucao industrial
Revolucao industrial
 
Renascimento Cultural
Renascimento CulturalRenascimento Cultural
Renascimento Cultural
 
República da espada
República da espadaRepública da espada
República da espada
 
Ditadura Militar (1964-1985)
Ditadura Militar (1964-1985)Ditadura Militar (1964-1985)
Ditadura Militar (1964-1985)
 
República velha
República velhaRepública velha
República velha
 
Segundo Reinado (1840-1889)
Segundo Reinado (1840-1889)Segundo Reinado (1840-1889)
Segundo Reinado (1840-1889)
 

Semelhante a Reforma

09. aula de história geral - reforma protestante
09. aula de história geral - reforma protestante09. aula de história geral - reforma protestante
09. aula de história geral - reforma protestanteDarlan Campos
 
Refoma Religiosa ou Reforma Protestante
Refoma Religiosa ou Reforma ProtestanteRefoma Religiosa ou Reforma Protestante
Refoma Religiosa ou Reforma ProtestanteAlan
 
Reforma Protestante e Contrarreforma
Reforma Protestante e ContrarreformaReforma Protestante e Contrarreforma
Reforma Protestante e Contrarreformaphrity
 
Reforma protestante. mudou a visão das pessoas entender a religião
Reforma protestante. mudou a   visão das pessoas entender a religiãoReforma protestante. mudou a   visão das pessoas entender a religião
Reforma protestante. mudou a visão das pessoas entender a religiãoRicardo Diniz campos
 
Sit 2 vol 1 reforma religiosa europeia e contrarreforma catolica
Sit 2 vol 1   reforma religiosa europeia e contrarreforma catolicaSit 2 vol 1   reforma religiosa europeia e contrarreforma catolica
Sit 2 vol 1 reforma religiosa europeia e contrarreforma catolicaAprendendoHistoriacomNemeis
 
Reforma e contra reforma religiosa
Reforma e contra reforma religiosaReforma e contra reforma religiosa
Reforma e contra reforma religiosaGrazi Oliveira
 
Reforma protestante.pdf
Reforma protestante.pdfReforma protestante.pdf
Reforma protestante.pdfHist2021
 
As reformas-religiosas-ildete-3
As reformas-religiosas-ildete-3As reformas-religiosas-ildete-3
As reformas-religiosas-ildete-3adalbertovha
 

Semelhante a Reforma (20)

Curso modular (1)
Curso modular (1)Curso modular (1)
Curso modular (1)
 
8. reforma e contra reforma
8. reforma e contra reforma8. reforma e contra reforma
8. reforma e contra reforma
 
09. aula de história geral - reforma protestante
09. aula de história geral - reforma protestante09. aula de história geral - reforma protestante
09. aula de história geral - reforma protestante
 
REFORMA PROTESTANTE.ppt
REFORMA PROTESTANTE.pptREFORMA PROTESTANTE.ppt
REFORMA PROTESTANTE.ppt
 
8
88
8
 
Refoma Religiosa ou Reforma Protestante
Refoma Religiosa ou Reforma ProtestanteRefoma Religiosa ou Reforma Protestante
Refoma Religiosa ou Reforma Protestante
 
Reforma Protestante e Contrarreforma
Reforma Protestante e ContrarreformaReforma Protestante e Contrarreforma
Reforma Protestante e Contrarreforma
 
Reforma protestante. mudou a visão das pessoas entender a religião
Reforma protestante. mudou a   visão das pessoas entender a religiãoReforma protestante. mudou a   visão das pessoas entender a religião
Reforma protestante. mudou a visão das pessoas entender a religião
 
Reformas 1 serie
Reformas   1 serieReformas   1 serie
Reformas 1 serie
 
Sit 2 vol 1 reforma religiosa europeia e contrarreforma catolica
Sit 2 vol 1   reforma religiosa europeia e contrarreforma catolicaSit 2 vol 1   reforma religiosa europeia e contrarreforma catolica
Sit 2 vol 1 reforma religiosa europeia e contrarreforma catolica
 
Polo centro reforma religiosa - ppt
Polo centro   reforma religiosa - pptPolo centro   reforma religiosa - ppt
Polo centro reforma religiosa - ppt
 
Aula reforma e contra-reforma religiosa2
Aula  reforma e contra-reforma religiosa2Aula  reforma e contra-reforma religiosa2
Aula reforma e contra-reforma religiosa2
 
Reforma e contrarreforma
Reforma e contrarreformaReforma e contrarreforma
Reforma e contrarreforma
 
1º ano - Reforma Religiosa
1º ano - Reforma Religiosa1º ano - Reforma Religiosa
1º ano - Reforma Religiosa
 
Reforma e contra reforma religiosa
Reforma e contra reforma religiosaReforma e contra reforma religiosa
Reforma e contra reforma religiosa
 
Reforma protestante.pdf
Reforma protestante.pdfReforma protestante.pdf
Reforma protestante.pdf
 
HISTÓRIA DA IGREJA (AULA 04 - BÁSICO - IBADEP)
HISTÓRIA DA IGREJA (AULA 04 - BÁSICO - IBADEP)HISTÓRIA DA IGREJA (AULA 04 - BÁSICO - IBADEP)
HISTÓRIA DA IGREJA (AULA 04 - BÁSICO - IBADEP)
 
Reforma protestante
Reforma protestanteReforma protestante
Reforma protestante
 
Reforma protestante
Reforma protestanteReforma protestante
Reforma protestante
 
As reformas-religiosas-ildete-3
As reformas-religiosas-ildete-3As reformas-religiosas-ildete-3
As reformas-religiosas-ildete-3
 

Mais de luizmourao23

Jovem de futuro tutor edital 2015
Jovem de futuro tutor    edital 2015 Jovem de futuro tutor    edital 2015
Jovem de futuro tutor edital 2015 luizmourao23
 
Jovem de futuro carta de recomendação
Jovem de futuro   carta de recomendaçãoJovem de futuro   carta de recomendação
Jovem de futuro carta de recomendaçãoluizmourao23
 
Edital cultura2014.2
Edital cultura2014.2Edital cultura2014.2
Edital cultura2014.2luizmourao23
 
Edital especialização-ufal-unilab
Edital especialização-ufal-unilabEdital especialização-ufal-unilab
Edital especialização-ufal-unilabluizmourao23
 
Jovem de futuro resultado seleção
Jovem de futuro   resultado seleçãoJovem de futuro   resultado seleção
Jovem de futuro resultado seleçãoluizmourao23
 
Enem2009 gabaritos
Enem2009 gabaritosEnem2009 gabaritos
Enem2009 gabaritosluizmourao23
 
Enem gabarito 2008
Enem gabarito 2008Enem gabarito 2008
Enem gabarito 2008luizmourao23
 

Mais de luizmourao23 (20)

Jovem de futuro tutor edital 2015
Jovem de futuro tutor    edital 2015 Jovem de futuro tutor    edital 2015
Jovem de futuro tutor edital 2015
 
Jovem de futuro carta de recomendação
Jovem de futuro   carta de recomendaçãoJovem de futuro   carta de recomendação
Jovem de futuro carta de recomendação
 
Edital cultura2014.2
Edital cultura2014.2Edital cultura2014.2
Edital cultura2014.2
 
Edital especialização-ufal-unilab
Edital especialização-ufal-unilabEdital especialização-ufal-unilab
Edital especialização-ufal-unilab
 
Jovem de futuro resultado seleção
Jovem de futuro   resultado seleçãoJovem de futuro   resultado seleção
Jovem de futuro resultado seleção
 
Enem2009 gabaritos
Enem2009 gabaritosEnem2009 gabaritos
Enem2009 gabaritos
 
Enem2009 prova2
Enem2009 prova2Enem2009 prova2
Enem2009 prova2
 
Enem2009 prova1
Enem2009 prova1Enem2009 prova1
Enem2009 prova1
 
Gabarito 2004
Gabarito   2004Gabarito   2004
Gabarito 2004
 
Gabarito 2005
Gabarito   2005Gabarito   2005
Gabarito 2005
 
Gabarito 2003
Gabarito 2003Gabarito 2003
Gabarito 2003
 
Gabarito.2007
Gabarito.2007Gabarito.2007
Gabarito.2007
 
Enem gabarito 2008
Enem gabarito 2008Enem gabarito 2008
Enem gabarito 2008
 
EGP
EGPEGP
EGP
 
EditalisencaoUECE
EditalisencaoUECEEditalisencaoUECE
EditalisencaoUECE
 
Rev liberais
Rev liberaisRev liberais
Rev liberais
 
Renascimento
RenascimentoRenascimento
Renascimento
 
Pre historia
Pre historiaPre historia
Pre historia
 
Independencia eua
Independencia euaIndependencia eua
Independencia eua
 
Imperialismo
ImperialismoImperialismo
Imperialismo
 

Último

ufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdf
ufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdfufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdf
ufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdfManuais Formação
 
Aula 5 - Fluxo de matéria e energia nos ecossistemas.ppt
Aula 5 - Fluxo de matéria e energia nos ecossistemas.pptAula 5 - Fluxo de matéria e energia nos ecossistemas.ppt
Aula 5 - Fluxo de matéria e energia nos ecossistemas.pptParticular
 
Planejamento 2024 - 1º ano - Matemática 38 a 62.pdf
Planejamento 2024 - 1º ano - Matemática  38 a 62.pdfPlanejamento 2024 - 1º ano - Matemática  38 a 62.pdf
Planejamento 2024 - 1º ano - Matemática 38 a 62.pdfdanielagracia9
 
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamente
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamenteDescrever e planear atividades imersivas estruturadamente
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamenteLeonel Morgado
 
Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024
Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024
Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024Rosana Andrea Miranda
 
Manual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdf
Manual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdfManual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdf
Manual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdfPastor Robson Colaço
 
HISTORIA DA XILOGRAVURA A SUA IMPORTANCIA
HISTORIA DA XILOGRAVURA A SUA IMPORTANCIAHISTORIA DA XILOGRAVURA A SUA IMPORTANCIA
HISTORIA DA XILOGRAVURA A SUA IMPORTANCIAElianeAlves383563
 
Apresentação sobre Robots e processos educativos
Apresentação sobre Robots e processos educativosApresentação sobre Robots e processos educativos
Apresentação sobre Robots e processos educativosFernanda Ledesma
 
04_GuiaDoCurso_Neurociência, Psicologia Positiva e Mindfulness.pdf
04_GuiaDoCurso_Neurociência, Psicologia Positiva e Mindfulness.pdf04_GuiaDoCurso_Neurociência, Psicologia Positiva e Mindfulness.pdf
04_GuiaDoCurso_Neurociência, Psicologia Positiva e Mindfulness.pdfARIANAMENDES11
 
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande""Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"Ilda Bicacro
 
Campanha 18 de. Maio laranja dds.pptx
Campanha 18 de.    Maio laranja dds.pptxCampanha 18 de.    Maio laranja dds.pptx
Campanha 18 de. Maio laranja dds.pptxlucioalmeida2702
 
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º ano
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º anoNós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º ano
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º anoIlda Bicacro
 
Slides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
Slides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptxSlides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
Slides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...Manuais Formação
 
Multiplicação - Caça-número
Multiplicação - Caça-número Multiplicação - Caça-número
Multiplicação - Caça-número Mary Alvarenga
 
Unidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docx
Unidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docxUnidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docx
Unidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docxRaquelMartins389880
 
CONCORDÂNCIA NOMINAL atividade ensino médio ead.pptx
CONCORDÂNCIA NOMINAL atividade ensino médio  ead.pptxCONCORDÂNCIA NOMINAL atividade ensino médio  ead.pptx
CONCORDÂNCIA NOMINAL atividade ensino médio ead.pptxLuana240603
 
Livro infantil: A onda da raiva. pdf-crianças
Livro infantil: A onda da raiva. pdf-criançasLivro infantil: A onda da raiva. pdf-crianças
Livro infantil: A onda da raiva. pdf-criançasMonizeEvellin2
 

Último (20)

ufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdf
ufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdfufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdf
ufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdf
 
Aula 5 - Fluxo de matéria e energia nos ecossistemas.ppt
Aula 5 - Fluxo de matéria e energia nos ecossistemas.pptAula 5 - Fluxo de matéria e energia nos ecossistemas.ppt
Aula 5 - Fluxo de matéria e energia nos ecossistemas.ppt
 
Planejamento 2024 - 1º ano - Matemática 38 a 62.pdf
Planejamento 2024 - 1º ano - Matemática  38 a 62.pdfPlanejamento 2024 - 1º ano - Matemática  38 a 62.pdf
Planejamento 2024 - 1º ano - Matemática 38 a 62.pdf
 
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamente
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamenteDescrever e planear atividades imersivas estruturadamente
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamente
 
Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024
Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024
Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024
 
Manual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdf
Manual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdfManual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdf
Manual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdf
 
HISTORIA DA XILOGRAVURA A SUA IMPORTANCIA
HISTORIA DA XILOGRAVURA A SUA IMPORTANCIAHISTORIA DA XILOGRAVURA A SUA IMPORTANCIA
HISTORIA DA XILOGRAVURA A SUA IMPORTANCIA
 
Apresentação sobre Robots e processos educativos
Apresentação sobre Robots e processos educativosApresentação sobre Robots e processos educativos
Apresentação sobre Robots e processos educativos
 
04_GuiaDoCurso_Neurociência, Psicologia Positiva e Mindfulness.pdf
04_GuiaDoCurso_Neurociência, Psicologia Positiva e Mindfulness.pdf04_GuiaDoCurso_Neurociência, Psicologia Positiva e Mindfulness.pdf
04_GuiaDoCurso_Neurociência, Psicologia Positiva e Mindfulness.pdf
 
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande""Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
 
Campanha 18 de. Maio laranja dds.pptx
Campanha 18 de.    Maio laranja dds.pptxCampanha 18 de.    Maio laranja dds.pptx
Campanha 18 de. Maio laranja dds.pptx
 
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º ano
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º anoNós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º ano
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º ano
 
Slides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
Slides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptxSlides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
Slides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
 
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
 
Multiplicação - Caça-número
Multiplicação - Caça-número Multiplicação - Caça-número
Multiplicação - Caça-número
 
Enunciado_da_Avaliacao_1__Sistemas_de_Informacoes_Gerenciais_(IL60106).pdf
Enunciado_da_Avaliacao_1__Sistemas_de_Informacoes_Gerenciais_(IL60106).pdfEnunciado_da_Avaliacao_1__Sistemas_de_Informacoes_Gerenciais_(IL60106).pdf
Enunciado_da_Avaliacao_1__Sistemas_de_Informacoes_Gerenciais_(IL60106).pdf
 
Unidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docx
Unidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docxUnidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docx
Unidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docx
 
Enunciado_da_Avaliacao_1__Sociedade_Cultura_e_Contemporaneidade_(ED70200).pdf
Enunciado_da_Avaliacao_1__Sociedade_Cultura_e_Contemporaneidade_(ED70200).pdfEnunciado_da_Avaliacao_1__Sociedade_Cultura_e_Contemporaneidade_(ED70200).pdf
Enunciado_da_Avaliacao_1__Sociedade_Cultura_e_Contemporaneidade_(ED70200).pdf
 
CONCORDÂNCIA NOMINAL atividade ensino médio ead.pptx
CONCORDÂNCIA NOMINAL atividade ensino médio  ead.pptxCONCORDÂNCIA NOMINAL atividade ensino médio  ead.pptx
CONCORDÂNCIA NOMINAL atividade ensino médio ead.pptx
 
Livro infantil: A onda da raiva. pdf-crianças
Livro infantil: A onda da raiva. pdf-criançasLivro infantil: A onda da raiva. pdf-crianças
Livro infantil: A onda da raiva. pdf-crianças
 

Reforma

  • 1. IDADE MODERNA A REFORMA PROTESTANTE • Definição: movimento religioso que rompeu com a autoridade da Igreja Católica, dando origem a novas religiões cristãs; • Quando: a partir do século XVI; • Onde: o movimento reformista teve mais força na ALE, SUI e ING; iair@pop.com.br Prof. Iair
  • 2. IDADE MODERNA A REFORMA PROTESTANTE • Antecedentes/Causas: – Corrupção do clero e afastamento de seus membros das concepções originais do cristianismo (humildade, fraternidade, caridade). Venda de indulgências. Venda de relíquias sagradas. Venda de cargos no clero. – Fortalecimento da burguesia X condenação do lucro pela Igreja. – Fortalecimento das monarquias nacionais X poder clerical + abundância de terras da Igreja. iair@pop.com.br Prof. Iair
  • 3. IDADE MODERNA A REFORMA PROTESTANTE – Renascimento cultural (questionamento de alguns valores tipicamente medievais). – Leitura e interpretação da Bíblia restrita aos membros do clero (Bíblia só em latim). – John Wycliffe (ING) e Jan Huss (TCH) – precursores. iair@pop.com.br Prof. Iair
  • 4. IDADE MODERNA A REFORMA PROTESTANTE • O Luteranismo - ALE: – Martinho Lutero (monge agostiniano) critica costumes clericais (luxo, corrupção...). – 1517 – divulga as 95 teses contrárias aos atos ou dogmas da Igreja (Wittemberg). – É excomungado e condenado a morte – protegido em castelo de nobre alemão. iair@pop.com.br Prof. Iair
  • 5. IDADE MODERNA A REFORMA PROTESTANTE – Princípios básicos do luteranismo: salvação pela fé, tradução, leitura e livre interpretação da Bíblia, eliminação de santos e imagens, fim do celibato para sacerdotes, não seguimento da autoridade papal, 2 sacramentos (batismo e eucaristia), submissão da Igreja ao Estado. – Apoio dos nobres (interessados em terras da Igreja). – Apoio de camponeses (também interessados em terras e no fim dos impostos feudais) – sem reconhecimento de Lutero. – Guerra civil: NOBRES* (Lutero – apoio ao massacre de camponeses) X CAMPONESES (Thomas Münzer – Anabatistas). iair@pop.com.br Prof. Iair
  • 6. IDADE MODERNA A REFORMA PROTESTANTE – Imperador (Carlos V) apóia o papa (ALE dividida entre católicos e luteranos). – Após a derrota de Carlos V, assume Fernando I – é assinada a PAZ DE AUGSBURGO (1555): cada governante (príncipe – nobre) escolhe a religião dos súditos. ALE – luterana; AUS – católica . iair@pop.com.br Prof. Iair
  • 7. IDADE MODERNA A REFORMA PROTESTANTE • O Calvinismo - SUI: – Ulrich Zwinglio (precursor). – João Calvino (francês influenciado por Lutero, radicado na Suíça). – Teoria da Predestinação Absoluta (trabalho, pureza, cumprimento de deveres e progresso econômico = sinais divinos). – Apoio da burguesia. – Crescimento do capitalismo (valorização do trabalho e da poupança). – Na ING = Puritanos, na FRA = Huguenotes, na ESC = Presbiterianos. iair@pop.com.br Prof. Iair
  • 8. IDADE MODERNA A REFORMA PROTESTANTE • O Anglicanismo - ING: – Atrito entre o rei da Inglaterra e o papa. – Henrique VIII* (ING) X Clemente VII (Papa). –Negação do papa para o rei conseguir anulação de seu casamento com Catarina de Aragão para casarse com Ana Bolena. – Interesse do rei em terras eclesiásticas. – Ato de Supremacia: Rei = chefe da Igreja na ING. iair@pop.com.br Prof. Iair
  • 9. IDADE MODERNA A REFORMA PROTESTANTE – Terras da Igreja confiscadas e vendidas aos nobres (fortalecimento político do rei). – Culto e hierarquia semelhantes ao catolicismo. – Autoridade do papa não é aceita e latim é abolido dos cultos. – Fusão de elementos católicos com elementos calvinistas. iair@pop.com.br Prof. Iair
  • 10. IDADE MODERNA A REFORMA PROTESTANTE • A Contra Reforma ou Reforma Católica: – Medidas da Igreja Católica para conter o avanço protestante na Europa . – O Concílio de Trento (1545 – 63): reafirmação dos dogmas do catolicismo, criação de seminários e do catecismo, criação do INDEX, reativação dos Tribunais do Santo Ofício. – Companhia de Jesus (Inácio de Loyola - ESP): ordem dos jesuítas, busca de novos fiéis (América), educação e catequese. iair@pop.com.br Prof. Iair
  • 11. IDADE MODERNA A REFORMA PROTESTANTE – Tribunais do Santo Ofício ou da Santa Inquisição: tribunais religiosos que julgavam e condenavam “hereges” ou “infiéis” (não católicos) com extrema violência. Atuaram principalmente na ESP, POR e ITA. iair@pop.com.br Prof. Iair
  • 12. IDADE MODERNA A REFORMA PROTESTANTE iair@pop.com.br Prof. Iair
  • 13. IDADE MODERNA A REFORMA PROTESTANTE iair@pop.com.br Prof. Iair
  • 14. IDADE MODERNA A REFORMA PROTESTANTE AS RELIGIÕES PROTESTANTES NA EUROPA iair@pop.com.br Prof. Iair