ISO 39001

977 visualizações

Publicada em

Introdução à ISO 39001, norma do sistema de gestão da segurança viária, aplicável a qualquer empresa ou organização que interaja com sistemas viários e de trânsito, com o objetivo de reduzir acidentes.

Publicada em: Negócios
0 comentários
3 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
977
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
9
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
33
Comentários
0
Gostaram
3
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

ISO 39001

  1. 1. ISO 39001ISO 39001 Sistema de Gestão da SegurançaSistema de Gestão da Segurança ViáriaViária
  2. 2. 1,2 milhões de mortes/ano1,2 milhões de mortes/ano +50 milhões de feridos+50 milhões de feridos graves em acidentes degraves em acidentes de trânsitotrânsito Atingirá o 5º. Lugar em 2030Atingirá o 5º. Lugar em 2030 (3,6% do total).(3,6% do total). http://whqlibdoc.who.int/publications/2009/9789241563840_eng.pdf (3,6% do total).(3,6% do total). Principal causa de morte naPrincipal causa de morte na faixa etária de 10faixa etária de 10 –– 24 anos24 anos Falta de abordagemFalta de abordagem sistêmica e compromissosistêmica e compromisso entre as organizaçõesentre as organizações –– governamentais ou nãogovernamentais ou não –– queque afetam ou são afetadas pelosafetam ou são afetadas pelos sistemas de trânsito esistemas de trânsito e transporte rodoviário.transporte rodoviário.
  3. 3. Desenvolver uma norma queDesenvolver uma norma que sistematizasse a gestão dasistematizasse a gestão da segurança viáriasegurança viária Aplicável a qualquerAplicável a qualquer organização que interaja comorganização que interaja com sistemas de trânsito ousistemas de trânsito ou transporte.transporte.transporte.transporte. A ISO, cria um grupo deA ISO, cria um grupo de trabalho (PCtrabalho (PC--241)241) Especialistas de 39 paísesEspecialistas de 39 países (infelizmente o Brasil não(infelizmente o Brasil não participou...) e 12participou...) e 12 organizações internacionais,organizações internacionais, entre elas a OMS e o Bancoentre elas a OMS e o Banco MundialMundial
  4. 4. Em outubro de 2012 éEm outubro de 2012 é publicada a ISO 39001publicada a ISO 39001 –– RoadRoad traffictraffic safetysafety (RTS) management(RTS) management systemssystems ––systemssystems –– RequirementsRequirements withwith guidanceguidance for use.for use. Em uma traduçãoEm uma tradução livre: Sistema delivre: Sistema de Gestão da SegurançaGestão da Segurança ViáriaViária –– Requisitos eRequisitos e Guia de Uso.Guia de Uso.
  5. 5. Especificar osEspecificar os requisitos para umrequisitos para um sistema de gestãosistema de gestão que permita a umaque permita a umaque permita a umaque permita a uma organização queorganização que interage com ointerage com o sistema viário,sistema viário, reduzir mortes ereduzir mortes e ferimentos gravesferimentos graves em acidentes deem acidentes de trânsitotrânsito
  6. 6. Sistema de Gestão =>Sistema de Gestão => Conjunto de elementos deConjunto de elementos de uma organização, interuma organização, inter-- relacionados e que interagemrelacionados e que interagem para estabelecer políticas,para estabelecer políticas, objetivos e processos paraobjetivos e processos para atingir estes objetivos.atingir estes objetivos.atingir estes objetivos.atingir estes objetivos. Segurança Viária => FatoresSegurança Viária => Fatores e condições relacionadose condições relacionados aos acidentes ou incidentesaos acidentes ou incidentes de trânsito que tenham umde trânsito que tenham um impacto, ou potencial para têimpacto, ou potencial para tê-- lo, na morte ou ferimentoslo, na morte ou ferimentos graves nos usuários da via.graves nos usuários da via. Usuários da via => Pedestres,Usuários da via => Pedestres, Motoristas, Ciclistas,Motoristas, Ciclistas, MotociclistasMotociclistas
  7. 7. Exceto pelo conteúdoExceto pelo conteúdo exclusivo à Segurançaexclusivo à Segurança Viária a estrutura daViária a estrutura da norma apresenta váriosnorma apresenta vários pontos em comum compontos em comum com as demais normas deas demais normas de Sistema de Gestão:Sistema de Gestão: O que é comum àsO que é comum às demais normasdemais normas PolíticaPolítica ObjetivosObjetivos Controle de DocumentosControle de Documentos RegistrosRegistrosSistema de Gestão:Sistema de Gestão: ISO 9001ISO 9001 –– QualidadeQualidade ISO 14001ISO 14001 –– MeioMeio AmbienteAmbiente OHSAS 18001OHSAS 18001 –– Segurança e Saúde noSegurança e Saúde no TrabalhoTrabalho RegistrosRegistros Auditorias InternasAuditorias Internas Análise CríticaAnálise Crítica Melhoria ContínuaMelhoria Contínua Pode ser CertificadaPode ser Certificada –– Mas não necessariamenteMas não necessariamente
  8. 8. Organizações que já tenhamOrganizações que já tenham programas ou ações de segurançaprogramas ou ações de segurança viáriaviária Conectar estas ações eConectar estas ações e programas a indicadoresprogramas a indicadores de desempenho, tornandode desempenho, tornando possível medir a suapossível medir a sua eficáciaeficácia Implementar métodos queImplementar métodos que Organizações que não agemOrganizações que não agem rotineiramente na segurança viáriarotineiramente na segurança viária É um roteiro a serÉ um roteiro a ser seguido no todo ou emseguido no todo ou em partes da organizaçãopartes da organização tendo como objetivo atendo como objetivo aImplementar métodos queImplementar métodos que possibilitem conhecer ospossibilitem conhecer os perigos e avaliar os riscosperigos e avaliar os riscos relacionados com arelacionados com a Segurança ViáriaSegurança Viária Incorpora a SV na rotinaIncorpora a SV na rotina de gestão da organização,de gestão da organização, através da política e dosatravés da política e dos compromissos da Direçãocompromissos da Direção tendo como objetivo atendo como objetivo a redução dos acidentesredução dos acidentes viários.viários.
  9. 9. -- Conhecer aConhecer a sinistralidadesinistralidade da empresada empresa Número de Acidentes nos últimos anos: fatais eNúmero de Acidentes nos últimos anos: fatais e nãonão-- fataisfatais.. Número de vítimas fatais eNúmero de vítimas fatais e nãonão--fataisfatais Índices: Acidentes/km; Acidentes/Frota; Vítimas/km.Índices: Acidentes/km; Acidentes/Frota; Vítimas/km. Causas dos acidentesCausas dos acidentes –– Investigar os principais,Investigar os principais, definindo os fatores presentes: Humano, Veículo e Via.definindo os fatores presentes: Humano, Veículo e Via.definindo os fatores presentes: Humano, Veículo e Via.definindo os fatores presentes: Humano, Veículo e Via. Lembrando que acidentes normalmente tem mais deLembrando que acidentes normalmente tem mais de um fator envolvido.um fator envolvido. Custos dos AcidentesCustos dos Acidentes –– incluindo perdas materiais,incluindo perdas materiais, produção, etc. Estabelecer índices relacionados com oprodução, etc. Estabelecer índices relacionados com o faturamento ou a rentabilidade da empresa.faturamento ou a rentabilidade da empresa.
  10. 10. –– Para cada um dos Fatores, identificar aPara cada um dos Fatores, identificar a causa do acidentecausa do acidente Fator Humano: Distração, Fadiga, Sono,Fator Humano: Distração, Fadiga, Sono, AlcoolAlcool, Velocidade, Stress e Ansiedade,, Velocidade, Stress e Ansiedade, Doenças.Doenças. Fator Via: Geometria, sinalização, velocidadeFator Via: Geometria, sinalização, velocidade incompatível, pavimento, climaincompatível, pavimento, clima Fator Via: Geometria, sinalização, velocidadeFator Via: Geometria, sinalização, velocidade incompatível, pavimento, climaincompatível, pavimento, clima Fator Veículo:Fator Veículo: Como causa do acidente: Manutenção, defasagemComo causa do acidente: Manutenção, defasagem tecnológica, tipo de veículo x carga x via.tecnológica, tipo de veículo x carga x via. Como agravamento do acidente: Uso do cinto deComo agravamento do acidente: Uso do cinto de segurança, sistema de retenção da carga,segurança, sistema de retenção da carga, dispositivos de segurança passivadispositivos de segurança passiva
  11. 11. –– Compilar os dados e obter asCompilar os dados e obter as principais causas de acidentes eprincipais causas de acidentes e vítimas ocorridos na empresa.vítimas ocorridos na empresa. Estabelecer uma forma deEstabelecer uma forma deEstabelecer uma forma deEstabelecer uma forma de priorização, podendo ser por custo,priorização, podendo ser por custo, por gravidade das lesões daspor gravidade das lesões das vítimas, por número de vítimas, porvítimas, por número de vítimas, por danos a terceiros.danos a terceiros.
  12. 12. –– Conhecidas as causas e tendoConhecidas as causas e tendo estabelecido os piores acidentesestabelecido os piores acidentes para a empresa, definir metas depara a empresa, definir metas de melhoria da Segurança Viária damelhoria da Segurança Viária da empresa:empresa:empresa:empresa: Redução dos acidentesRedução dos acidentes Redução da gravidade dos acidentesRedução da gravidade dos acidentes Redução/eliminação das causas deRedução/eliminação das causas de acidentes para cada um dos Fatoresacidentes para cada um dos Fatores
  13. 13. –– Desenvolver para cada uma destasDesenvolver para cada uma destas metas, um plano de ação detalhado parametas, um plano de ação detalhado para atingiatingi--las, com prazos, responsáveis,las, com prazos, responsáveis, recursos e indicadores que permitamrecursos e indicadores que permitam acompanhar o progresso do Plano.acompanhar o progresso do Plano.acompanhar o progresso do Plano.acompanhar o progresso do Plano. Mobilizar os colaboradores para conquistarMobilizar os colaboradores para conquistar a adesão necessária para o sucesso dasa adesão necessária para o sucesso das açõesações Registrar todos os passos para criar oRegistrar todos os passos para criar o históricohistórico Retornar ao Passo 1.Retornar ao Passo 1.
  14. 14. –– Desenvolver para cada uma destasDesenvolver para cada uma destas metas, um plano de ação detalhado parametas, um plano de ação detalhado para atingiatingi--las, com prazos, responsáveis,las, com prazos, responsáveis, recursos e indicadores que permitamrecursos e indicadores que permitam acompanhar o progresso do Plano.acompanhar o progresso do Plano.acompanhar o progresso do Plano.acompanhar o progresso do Plano. Mobilizar os colaboradores para conquistarMobilizar os colaboradores para conquistar a adesão necessária para o sucesso dasa adesão necessária para o sucesso das açõesações Registrar todos os passos para criar oRegistrar todos os passos para criar o históricohistórico Retornar ao Passo 1.Retornar ao Passo 1.
  15. 15. PLANEJAR FAZER INDICADORES DE DESEMPENHO SV INDICADORES DE DESEMPENHO SV AÇÕES PARA TRATAR RISCOS E OPORTUNIDADES AÇÕES PARA TRATAR RISCOS E OPORTUNIDADES REGRAS, RESPONSABILIDADES AUTORIDADES REGRAS, RESPONSABILIDADES AUTORIDADES OBJETIVOS DA SV E PLANO DE AÇÃO OBJETIVOS DA SV E PLANO DE AÇÃO COORDENAÇÃOCOORDENAÇÃO RECURSOSRECURSOS COMPETÊNCIACOMPETÊNCIA CONSCIENTIZAÇÃOCONSCIENTIZAÇÃO COMUNICAÇÃOCOMUNICAÇÃO VERIFICARATUAR AUTORIDADESAUTORIDADES LIDERANÇA E COMPROMISSOLIDERANÇA E COMPROMISSO POLÍTICAPOLÍTICA REVISÃO PELA ADMINISTRAÇÃO REVISÃO PELA ADMINISTRAÇÃO CONTEXTO DACONTEXTO DA ORGANIZAÇÃOORGANIZAÇÃO CONTEXTO DACONTEXTO DA ORGANIZAÇÃOORGANIZAÇÃO DOCUMENTAÇÃODOCUMENTAÇÃO PLANEJAMENTO E CONTROLE OPERACIONAL PLANEJAMENTO E CONTROLE OPERACIONAL PREPARAÇÃO E RESPOSTA A EMERGÊNCIAS PREPARAÇÃO E RESPOSTA A EMERGÊNCIAS MONITORAMENTO MEDIÇÃO ANÁLISE AVALIAÇÃO MONITORAMENTO MEDIÇÃO ANÁLISE AVALIAÇÃO INVESTIGAÇÃO DE ACIDENTES E INCIDENTES INVESTIGAÇÃO DE ACIDENTES E INCIDENTESAUDITORIA INTERNAAUDITORIA INTERNA
  16. 16. Paulo Cesar Gottlieb trs.eadbox.com www.trs.eng.br paulo@trs.eng.br Obrigado!Obrigado! paulo@trs.eng.br 41 9115-7283

×