A Coesão Económica e Social

728 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
728
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
21
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
8
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

A Coesão Económica e Social

  1. 1.  A coesão económica e social é fundamental ao processo de integração europeia e á afirmação da Europa como centro de poder e de decisão. A manutenção de uma coerência económica e o reforço da unidade de espaço comunitário são indispensáveis á agressividade dos principais parceiros comerciais da UE.
  2. 2. “ Europa a duas velocidades”Regiões  Regiões PeriféricasCentrais Prósperas Carenciadas Centro e Norte Países de da Europa Sul e Leste
  3. 3.  Fundo de Coesão• Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional (FEDER)• Fundo Social Europeu (FSE)• Fundo Europeu de Orientação e Garantia Agrícola (FEOGA)• Instrumento Financeiro de Orientação de Pesca (IFOP)
  4. 4.  Alguns dos instrumentos dos Fundos Estruturais não revelaram coordenação com as politicas regionais seguidas em cada país. O FSE revelou-se insuficiente para atenuar as desigualdades sociais estruturais das economias capitalistas.
  5. 5.  Foi criado para defender os interesses próprios das regiões dos países membros. Algumas das regiões cooperam entre si criando lobbies.
  6. 6.  O desemprego cresce em muitas regiões da UE. Para combater este problema a União Europeia tem como objectivo a formação profissional.
  7. 7.  Desigualdades RegionaisAceleramento domovimento Europaa “VáriasVelocidades” Agravamento de Assimetrias
  8. 8.  A Comunidade do futuro exige uma solidariedade ainda maior entre os seus membros. A UE não pode ignorar situações de exclusão social, garantindo a melhoria da qualidade de vida de todos os cidadãos.
  9. 9.  O mercado interno também é essencial à consolidação da União Económica e Monetária. As assimetrias no desenvolvimento, as desigualdades no funcionamento dos mercados e o incumprimento do Pacto de Estabilidade e Crescimento (PEC), poderá afectar a credibilização da moeda única.
  10. 10.  Objectivo:Implementação da moeda única1ª Fase: Início da livre circulação de capitais;2ª Fase: Esta etapa é de transição e ajustes daspolíticas económicas e monetárias;3ª Fase: Fixação das taxas de câmbio, entrada emfuncionamento Banco Central Europeu eintrodução da moeda única: o Euro.
  11. 11.  Estabilidade dos preços, expressa por uma taxa de inflação; Sustentabilidade das suas finanças públicas, traduzida pelo facto de ter alcançado uma situação orçamental sem défice excessivo; Observação das margens normais de flutuação previstas no mecanismo de taxas de câmbio do Sistema Monetário Europeu; O carácter duradouro da convergência alcançada pelo Estado-Membro e da sua participação no mecanismo de taxas de câmbio do Sistema Monetário Europeu deve igualmente reflectir-se nos níveis das taxas de juro a longo prazo.
  12. 12.  FunçõesManter a estabilidade de preços na UEM sendo totalmenteindependente do resto das instituições europeias e dosdiferentes governos nacionais,Garantir o bom funcionamento do sistema de pagamentosatravés do sistema de pagamentos TARGET)Administrar as reservas de divisas que os países membros neledepositam,Colaborar com as autoridades de cada país nas funções desupervisão bancária,Emitir as notas de euro e estabelecer a quantidade demoedas de euro que os países membros devem cunhar paraassegurar o fornecimento.

×