União Europeia
A UE é formada, Por
países que criaram um
acordo para
desenvolvimento
econômico, comercial e
social em comu...
ORIGEM
A União Europeia (UE), originalmente chamada de Comunidade
Econômica Europeia (CEE), estabelecida pelo Tratado da U...
Crise na União européia
No plano econômico mundial, o ano de 2012 foi marcado
pela crise econômica na União Européia.
Em f...
Muitos analistas começam a dizer
publicamente que o bloco poderá
implodir em 2013.
O dado estatístico mais dramático do
úl...
O euro é usado diariamente por 332
milhões de europeus. A moeda também é a
segunda maior reserva monetária
internacional e...
Causas da crise:
-Endividamento público elevado, principalmente de países como
a Grécia, Portugal, Espanha, Itália e Irlan...
Consequências da crise:
- Fuga de capitais de investidores;
- Escassez de crédito;
-Aumento do desemprego;
-Descontentamen...
-Queda ou baixo crescimento do PIB dos países da
União Européia em função do desaquecimento da
econômica dos países do blo...
Ações da União Européia para enfrentar a crise:
-Implementação de um pacote econômico anticrise (lançado em
27/10/2011);
-...
Definição de um Pacto Fiscal, que foi ratificado em 2012, cujos
objetivos são:
-Garantir o equilíbrio das contas públicas ...
GRUPO DE RISCO
Portugal, Irlanda, Itália, Grécia e Espanha - que formam o
chamado grupo dos PIIGS - são os que se encontra...
Como não possuem sobras de recursos (superávit),
entraram no radar da desconfiança dos investidores.
Para este ano, as pro...
Alguns países da Europa se opõe a uma
maior imigração e à entrada da Turquia na
União Européia.
A questão turca é delicada...
A Constituição européia foi ratificada em 2008 e
agora os governos tentam desfazer a constituição
única e criar um sistema...
Por ora, a UE continuará funcionando dentro
das propostas políticas que foram empregadas
desde 2008, mas alguns países já ...
A favor do pacto!
Espanha
Áustria
Bélgica
Grécia
Itália
Alemanha
Contra o pacto!
França
Holanda
Eslovênia
Letônia
Hungria
...
Nesta segunda-feira a Alemanha emitiu um parecer
negativo sobre a participação da Turquia na União
Européia, a justificati...
Os especialistas destacam que tanto Alemanha quanto
França, líderes do movimento econômico europeu,
observam o risco do si...
Durante o final de semana várias pessoas que apóiam o
partido nacionalista da Sérvia (que fazia parte da ex-
Iugoslávia) s...
Atualidadeuniaoblog 1
Atualidadeuniaoblog 1
Atualidadeuniaoblog 1
Atualidadeuniaoblog 1
Atualidadeuniaoblog 1
Atualidadeuniaoblog 1
Atualidadeuniaoblog 1
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Atualidadeuniaoblog 1

1.534 visualizações

Publicada em

Publicada em: Tecnologia
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.534
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1.287
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Atualidadeuniaoblog 1

  1. 1. União Europeia A UE é formada, Por países que criaram um acordo para desenvolvimento econômico, comercial e social em comum entre países da Europa.
  2. 2. ORIGEM A União Europeia (UE), originalmente chamada de Comunidade Econômica Europeia (CEE), estabelecida pelo Tratado da União Europeia, é constituída atualmente por 27 países membros. Com o fim da Segunda Guerra Mundial não se viam melhoramentos no relacionamento entre a França e a Alemanha, Jean Monnet, um construtor e negociador da paz, propõe ao Ministro dos Negócios Estrangeiros Frances, Robert Schuman e ao Chanceler alemão, Konrad Adenauer, criar um interesse comum, o mercado do carvão e do aço. Em Abril de 1950 foi assinado o Tratado entre a França, a Alemanha, a Itália, os Países Baixos, a Bélgica e o Luxemburgo. E deu-se o inicio à União Europeia!
  3. 3. Crise na União européia No plano econômico mundial, o ano de 2012 foi marcado pela crise econômica na União Européia. Em função da globalização econômica que vivemos na atualidade, a crise se espalhou pelos quatro cantos do mundo, derrubando índices das bolsas de valores e criando um clima de pessimismo na esfera econômica mundial.
  4. 4. Muitos analistas começam a dizer publicamente que o bloco poderá implodir em 2013. O dado estatístico mais dramático do último Natal na União Européia vem da Grécia: apenas um em cada dez trabalhadores foi comprar os tradicionais presentes. Os restantes gastaram seus salários pagando as dívidas. Tal quadro de recessão que se abateu sobre a Grécia, após as medidas impostas pela União Européia, já não é uma novidade nos outros países do bloco, em particular na Irlanda, Portugal, Espanha e Itália, onde a crise do euro e a descontrolada especulação com os títulos do tesouro de cada uma dessas nações está determinando um contexto econômico e financeiro de QUEBRA GENERALIZADA.
  5. 5. O euro é usado diariamente por 332 milhões de europeus. A moeda também é a segunda maior reserva monetária internacional e a segunda maior comercial, atrás somente do dólar americano.
  6. 6. Causas da crise: -Endividamento público elevado, principalmente de países como a Grécia, Portugal, Espanha, Itália e Irlanda. - Falta de coordenação política da União Européia para resolver questões de endividamento público das nações do bloco.
  7. 7. Consequências da crise: - Fuga de capitais de investidores; - Escassez de crédito; -Aumento do desemprego; -Descontentamento popular com medidas de redução de gastos adotadas pelos países como forma de conter a crise; - Diminuição dos ratings (notas dadas por agências de risco) das nações e bancos dos países mais envolvidos na crise;
  8. 8. -Queda ou baixo crescimento do PIB dos países da União Européia em função do desaquecimento da econômica dos países do bloco. - Contaminação da crise para países, fora do bloco, que mantém relações comerciais com a União Européia, inclusive o Brasil. A crise pode, de acordo com alguns economistas, causar recessão econômica mundial.
  9. 9. Ações da União Européia para enfrentar a crise: -Implementação de um pacote econômico anticrise (lançado em 27/10/2011); -Maior participação do FMI (Fundo Monetário Internacional) e do Banco Central Europeu nas ações de enfrentamento da crise; -Fortalecimento da liquidez dos bancos europeus através do Banco Central Europeu; - Ajuda financeira aos países com mais dificuldades econômicas como, por exemplo, a Grécia.
  10. 10. Definição de um Pacto Fiscal, que foi ratificado em 2012, cujos objetivos são: -Garantir o equilíbrio das contas públicas das nações da União Européia e criar sistemas de punição aos países que desrespeitarem o pacto. -Vale destacar que o Reino Unido não aceitou o pacto, fato que aumentou a crise política na região. * As ações de combate à crise são coordenadas, principalmente, por França e Alemanha.
  11. 11. GRUPO DE RISCO Portugal, Irlanda, Itália, Grécia e Espanha - que formam o chamado grupo dos PIIGS - são os que se encontram em posição mais delicada dentro da zona do euro, pois foram os que atuaram de forma mais indisciplinada nos gastos públicos e se endividaram excessivamente. Além de possuírem elevada relação dívida/PIB, estes países possuem pesados déficits orçamentários ante o tamanho de suas economias.
  12. 12. Como não possuem sobras de recursos (superávit), entraram no radar da desconfiança dos investidores. Para este ano, as projeções da Economist Intelligence Unit apontam déficits/PIB de -8,5% para Portugal, -19,4% para Irlanda, -5,3% para Itália, -9,4% para Grécia e -11,5% para Espanha.
  13. 13. Alguns países da Europa se opõe a uma maior imigração e à entrada da Turquia na União Européia. A questão turca é delicada e tem sido utilizada pelos conservadores para reforçar a tese de um suposto perigo de islamização do continente. O Islamismo na U.E. seria o início do fim! (Jacques Chirac).
  14. 14. A Constituição européia foi ratificada em 2008 e agora os governos tentam desfazer a constituição única e criar um sistema individual para evitar a crise econômica, o problema é a obrigação de defesa dos países com falta de verba e estrutura. CONSTITUIÇÃO.
  15. 15. Por ora, a UE continuará funcionando dentro das propostas políticas que foram empregadas desde 2008, mas alguns países já pedem a sua independência. Alguns países pedem a liberação do acordo e tentam gerenciar de forma própria seus problemas, veja alguns países que tentam manter o sistema intacto.
  16. 16. A favor do pacto! Espanha Áustria Bélgica Grécia Itália Alemanha Contra o pacto! França Holanda Eslovênia Letônia Hungria Eslováquia
  17. 17. Nesta segunda-feira a Alemanha emitiu um parecer negativo sobre a participação da Turquia na União Européia, a justificativa foi de que este sendo um país com desenvolvimento industrial pontual, não estaria preparado para ordenar um fator de crescimento positivo a curto prazo. O segundo ponto foi a questão política que ronda o governo turco, segundo França e Alemanha estes movimentos populares podem iniciar uma onda de ataques contra o processo econômico desenvolvido pela União Européia.
  18. 18. Os especialistas destacam que tanto Alemanha quanto França, líderes do movimento econômico europeu, observam o risco do sistema islâmico. A religiosidade poderia ser um movimento empregado para combater as nações desenvolvidas e assim influenciar a população muçulmana que vive na Europa. Os movimentos populares na Turquia que são contra a entrada do país na U.E. afirmam que na verdade estes países se tornam escravos econômicos do sistema imperialista vigente.
  19. 19. Durante o final de semana várias pessoas que apóiam o partido nacionalista da Sérvia (que fazia parte da ex- Iugoslávia) saíram as ruas para exigir que o governo não se associe ao restante dos grupos que fazem parte da União Européia. Os manifestantes alegam que o país passou por guerras na década de 1990 para se tornar independente e agora não seria justo se submeter as regras econômicas e políticas de outros países da Europa.

×