SlideShare uma empresa Scribd logo

Simulado ate fiscal-contabil

1 de 13
SIMULADO ATE
61. (NEON). São características qualitativas de
melhoria, exceto:
a) comparabilidade. d) materialidade.
b) verificabilidade. e) compreensibilidade.
c) tempestividade.
62) A Resolução CFC nº 1.374/2011, Estrutura
conceitual para elaboração e divulgação de
relatório contábil-financeiro. CPC 00. Sobre posição
patrimonial e financeira e dos benefícios econômicos,
sobre seus elementos é correto afirmar, exceto:
a) ativo é um recurso controlado pela entidade
como resultado de eventos passados e do qual se
espera que fluam futuros benefícios econômicos para
a entidade;
b) passivo é uma obrigação presente da entidade,
derivada de eventos passados, cuja liquidação se
espera que resulte na saída de recursos da entidade
capazes de gerar benefícios econômicos;
c) patrimônio líquido é o interesse residual nos ativos
da entidade depois de deduzidos todos os seus
passivos.
d) receitas são aumentos nos benefícios econômicos
durante o período contábil, sob a forma da entrada
de recursos ou do aumento de ativos ou diminuição
de passivos, que resultam em aumentos do
patrimônio líquido, e que não estejam relacionados
com a contribuição dos detentores dos instrumentos
patrimoniais;
e) despesas são decréscimos nos benefícios
econômicos durante o período contábil, sob a forma
da saída de recursos ou da redução de ativos ou
assunção de passivos, que resultam em decréscimo
do patrimônio líquido, e que estejam relacionados
com distribuições aos detentores dos instrumentos
patrimoniais.
63. (NEON) Entre as situações patrimoniais abaixo
relacionadas, marque a opção que indica a pior
situação líquida:
a) P = SL e SL < A d) SL < P e P < A
b) A > SL e SL > P e) A = P e P > SL
c) A = SL e SL > P
64. [CONTADOR JR – 2010 – PETROBRAS – CESGRANRIO
– Q. 70] A Receita Federal do Brasil (RFB) instituiu no
Art. 1o da Instrução Normativa RFB no 787, de 19 de
novembro de 2007, a Escrituração Contábil Digital
(ECD) e no Art. 2º da referida Instrução Normativa
estabelece que o ECD compreenderá a versão digital
do livro Balancetes Diários, balanços e fichas de
lançamento comprobatórias dos assentamentos neles
feitos e dos seguintes livros e seus auxiliares, se houver
a) Diário e LALUR. d) Diário, Razão e
LALUR.
b) Razão e LALUR. e) Caixa, Diário e
Razão.
c) Diário e Razão.
65. (NEON) A conta capital social, conforme Lei 6.404,
no seu capítulo XIV, modificação do capital social,
por aumento ou redução, é correto afirmar, exceto:
a) Capitalização ocorre aumento da conta capital
social e um fato administrativo permutativo.
b) Subscrição de novas ações, aumenta a conta
capital social e um fato administrativo permutativo.
c) Conversão de debêntures em ações, aumenta a
conta capital social e um fato administrativo
modificativo.
d) Absorção de prejuízos acumulados, pode afetar a
conta capital social, e representa um fato
administrativo permutativo.
e) A integralização pelos sócios, não modifica a
conta capital social, e representa um fato
administrativo permutativo.
66. (NEON) Admita que uma empresa tenha recebido
de uma prefeitura a doação de um terreno no valor
de R$ 1.000.000,00, condicionando essa doação à
construção, no terreno, de uma unidade fabril, e
contratação de empregados, dos quais 70% devem
ser moradores do local. Qual é o registro contábil
desta operação feito pela empresa, desconsiderando
o reflexo de incidência tributária em decorrência do
regime tributário de transição (RTT)?
a) Débito: Terrenos 1.000.000,00
Crédito: Receita diferida (grupo: PC) 1.000.000,00
b) Débito: Terrenos 1.000.000,00
Crédito: Receita diferida (grupo PNC,
sub-grupo PELP)
1.000.000,00
c) Débito: Terrenos 1.000.000,00
Crédito: Receita diferida. (grupo
PNC)
1.000.000,00
d) Débito: Terrenos
1.000.000,00
Crédito: Reserva de Capital 1.000.000,00
e) Débito: Terrenos
1.000.000,00
Crédito: Outras receitas com
doações
1.000.000,00
67. [Contador (a)-Júnior-(Edital Nº 1)-(P9)-
PETROBRAS/2011-CESGRANRIO].(Q.31) Uma empresa
comercial apresentou as seguintes informações
relativas a máquina classificada no Balanço
Patrimonial, no Ativo Não Circulante Imobilizado:
Custo reconhecido do ativo................... 6.000,00
Valor Residual ............................................ 1.000,00
Vida útil estimada ....................................10 anos
O bem instalado em............................01/01/2010
Considerando-se exclusivamente as informações
recebidas, o valor depreciável deste ativo imobilizado
em 31/12/2014, em reais, é
a) 6.000,00. d) 4.500,00.
b) 5.500,00. e) 4.000,00.
c) 5.000,00.
68. (NEON). A Lei das Sociedades das Ações nº 6.404,
no assunto dividendos, é correto afirmar exceto:
a) A companhia somente pode pagar dividendos à
conta de lucro líquido do exercício, de lucros
acumulados e de reservas de lucros; e à conta de
reserva de capital, no caso das ações preferenciais.
b) Os acionistas não são obrigados a restituir os
dividendos que em boa-fé tenham recebido.
Presume-se a má-fé quando os dividendos forem
distribuídos sem o levantamento do balanço ou em
desacordo com os resultados deste.
c) Os acionistas têm direito de receber como
dividendo obrigatório, em cada exercício, a parcela
dos lucros estabelecida no estatuto ou, se este for
omisso, a importância determinada de acordo com o
que dispõem a própria lei das Sociedades por Ações.
d) O pagamento do dividendo determinado nos
termos do dividendo mínimo obrigatório poderá ser
limitado ao montante do lucro líquido do exercício
que tiver sido realizado, desde que a diferença seja
registrada como reserva de lucros a realizar.
e) A assembléia geral poderá, por proposta dos
órgãos de administração, destinar para a reserva de
incentivos fiscais a parcela do lucro líquido
decorrente de doações ou subvenções
governamentais para investimentos, que deverá ser
excluída da base de cálculo do dividendo
obrigatório.
69. [Téc. Contabilidade-(P21)-PETROBRAS/2011-
CESGRANRIO].(Q.50) Dados extraídos da
contabilidade da Comercial ENG Ltda.
• Estoque inicial de mercadorias R$ 98.000,00
• Compras de mercadorias no período R$ 225.000,00
• Compras anuladas R$ 180.500,00
• Abatimentos sobre compras R$ 17.100,00
• Armazenagem sobre compras R$ 10.000,00
• Descarregamento sobre compras R$ 10.000,00
• Frete pago nas compras R$ 4.000,00
• Seguro pago nas compras R$ 2.500,00
• Descontos condicional obtido R$ 6.800,00
• Estoque final de mercadorias R$ 48.900,00
• Desconto incondicional obtido R$ 10.000,00
Considerando exclusivamente as informações acima,
e desconsiderando a incidência de impostos, o custo
das mercadorias vendidas no período foi, em reais, de
a) 83.000. d) R$ 103.000.
b) 86.200. e) R$ 113.000.
c) 93.000.
70. [Contador (a)-Júnior-(Edital Nº 1)-(P9)-
PETROBRAS/2011-CESGRANRIO].(Q.45) A Comercial
Alegria, do Mato Grosso do Sul, comprou mercadorias
a prazo da Comercial Festa, do Rio de Janeiro, por R$
100.000,00 conforme Nota Fiscal da operação
realizada. Nenhuma das empresas está enquadrada
no SIMPLES e as alíquotas internas de ICMS são: Mato
Grosso do Sul 17% e Rio de Janeiro 19%.
Considerando as determinações constitucionais
referentes ao ICMS, o valor do estoque de
mercadorias, registrado pela Comercial Alegria,
relativo a esta operação exclusivamente, em reais, é
a) 93.000,00. d) R$ 83.000.
b) 88.000,00. e) R$ 81.000.
c) 86.000,00.
71. [Fiscal de Rendas-(PO)-(CT01)-SEFAZ-RJ/2009-
FGV].(Q.69] A Cia. Turquesa realizou as seguintes
operações em 2014:
I Compra de estoques a prazo: $ 100.000, tributada
pelo ICMS em 18%.

Recomendados

Exercicios contabilidade com operações com mercadorias
Exercicios contabilidade  com operações com mercadoriasExercicios contabilidade  com operações com mercadorias
Exercicios contabilidade com operações com mercadoriascapitulocontabil
 
Aula I - ate-fiscal-ms-prof. onei f. savioli
Aula   I - ate-fiscal-ms-prof. onei f. savioliAula   I - ate-fiscal-ms-prof. onei f. savioli
Aula I - ate-fiscal-ms-prof. onei f. savioliNeon Online
 
Balanço patrimonial
Balanço patrimonialBalanço patrimonial
Balanço patrimonialcontacontabil
 
Exercicios resolvidos lançamentos
Exercicios resolvidos lançamentosExercicios resolvidos lançamentos
Exercicios resolvidos lançamentossimuladocontabil
 
Apostila contabilidade geral 133 exercicios resolvidos
Apostila contabilidade geral 133 exercicios resolvidosApostila contabilidade geral 133 exercicios resolvidos
Apostila contabilidade geral 133 exercicios resolvidosdudu_rosa
 
Aula i - ate-fiscal-ms-prof. onei f. savioli
Aula   i - ate-fiscal-ms-prof. onei f. savioliAula   i - ate-fiscal-ms-prof. onei f. savioli
Aula i - ate-fiscal-ms-prof. onei f. savioliNeon Online
 

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Balanço patrimonial
Balanço patrimonialBalanço patrimonial
Balanço patrimonialnandopfc
 
Contabilidade i exercício 06 - plano de contas e balanço patrimonial
Contabilidade i   exercício 06 - plano de contas e balanço patrimonialContabilidade i   exercício 06 - plano de contas e balanço patrimonial
Contabilidade i exercício 06 - plano de contas e balanço patrimonialapostilacontabil
 
Descontos concedidos e obtidos
Descontos concedidos e obtidosDescontos concedidos e obtidos
Descontos concedidos e obtidoszeramento contabil
 
Contabilidade mercadorias ii
Contabilidade mercadorias iiContabilidade mercadorias ii
Contabilidade mercadorias iiapostilacontabil
 
Lancamentos contabeis consignação mercantil-contabeis
Lancamentos contabeis consignação mercantil-contabeisLancamentos contabeis consignação mercantil-contabeis
Lancamentos contabeis consignação mercantil-contabeiszeramento contabil
 
Cap 02 gabarito cf cap_tulo_02 balanco patrimonial
Cap 02 gabarito cf cap_tulo_02 balanco patrimonialCap 02 gabarito cf cap_tulo_02 balanco patrimonial
Cap 02 gabarito cf cap_tulo_02 balanco patrimonialcontroladoriacontab
 
Lancamentos contabeis 28 tipos-parte2
Lancamentos contabeis 28 tipos-parte2Lancamentos contabeis 28 tipos-parte2
Lancamentos contabeis 28 tipos-parte2zeramento contabil
 
Apostila contabilidade exercicios
Apostila contabilidade exerciciosApostila contabilidade exercicios
Apostila contabilidade exerciciosapostilacontabil
 
Apostila c geral20092_exercicios1
Apostila c geral20092_exercicios1Apostila c geral20092_exercicios1
Apostila c geral20092_exercicios1zeramento contabil
 
Exercicios contabilidade exercicioscap 3
Exercicios contabilidade exercicioscap 3Exercicios contabilidade exercicioscap 3
Exercicios contabilidade exercicioscap 3capitulocontabil
 
Qualifica CFC Estácio Contabilidade Aplicada ao Setor Público
Qualifica CFC Estácio Contabilidade Aplicada ao Setor PúblicoQualifica CFC Estácio Contabilidade Aplicada ao Setor Público
Qualifica CFC Estácio Contabilidade Aplicada ao Setor PúblicoMarta Chaves
 
Qualifica CFC 2017.2 Estácio - Matemática Financeira
Qualifica CFC 2017.2 Estácio - Matemática FinanceiraQualifica CFC 2017.2 Estácio - Matemática Financeira
Qualifica CFC 2017.2 Estácio - Matemática FinanceiraMarta Chaves
 
Aula 05 balanço patrimonial - grupo de contas
Aula 05   balanço patrimonial - grupo de contasAula 05   balanço patrimonial - grupo de contas
Aula 05 balanço patrimonial - grupo de contasRaul Alberto
 
Exercicios contabilidade exercicioscap 2
Exercicios contabilidade exercicioscap 2Exercicios contabilidade exercicioscap 2
Exercicios contabilidade exercicioscap 2capitulocontabil
 
Contabilidade i exercicio classificar os elementos
Contabilidade i   exercicio classificar os elementosContabilidade i   exercicio classificar os elementos
Contabilidade i exercicio classificar os elementosapostilacontabil
 

Mais procurados (20)

Classifique os custos 05
Classifique os custos 05Classifique os custos 05
Classifique os custos 05
 
Balanço patrimonial
Balanço patrimonialBalanço patrimonial
Balanço patrimonial
 
Contabilidade i exercício 06 - plano de contas e balanço patrimonial
Contabilidade i   exercício 06 - plano de contas e balanço patrimonialContabilidade i   exercício 06 - plano de contas e balanço patrimonial
Contabilidade i exercício 06 - plano de contas e balanço patrimonial
 
Descontos concedidos e obtidos
Descontos concedidos e obtidosDescontos concedidos e obtidos
Descontos concedidos e obtidos
 
Contabilidade mercadorias ii
Contabilidade mercadorias iiContabilidade mercadorias ii
Contabilidade mercadorias ii
 
EXAME-PARTE-II
EXAME-PARTE-IIEXAME-PARTE-II
EXAME-PARTE-II
 
Lancamentos contabeis consignação mercantil-contabeis
Lancamentos contabeis consignação mercantil-contabeisLancamentos contabeis consignação mercantil-contabeis
Lancamentos contabeis consignação mercantil-contabeis
 
Bp exercicios resolvidos
Bp exercicios resolvidosBp exercicios resolvidos
Bp exercicios resolvidos
 
Cap 02 gabarito cf cap_tulo_02 balanco patrimonial
Cap 02 gabarito cf cap_tulo_02 balanco patrimonialCap 02 gabarito cf cap_tulo_02 balanco patrimonial
Cap 02 gabarito cf cap_tulo_02 balanco patrimonial
 
Lancamentos contabeis 28 tipos-parte2
Lancamentos contabeis 28 tipos-parte2Lancamentos contabeis 28 tipos-parte2
Lancamentos contabeis 28 tipos-parte2
 
Balancetes e razonetes cap 12
Balancetes e razonetes cap 12Balancetes e razonetes cap 12
Balancetes e razonetes cap 12
 
Apostila contabilidade exercicios
Apostila contabilidade exerciciosApostila contabilidade exercicios
Apostila contabilidade exercicios
 
Apostila c geral20092_exercicios1
Apostila c geral20092_exercicios1Apostila c geral20092_exercicios1
Apostila c geral20092_exercicios1
 
Exercicios contabilidade exercicioscap 3
Exercicios contabilidade exercicioscap 3Exercicios contabilidade exercicioscap 3
Exercicios contabilidade exercicioscap 3
 
Qualifica CFC Estácio Contabilidade Aplicada ao Setor Público
Qualifica CFC Estácio Contabilidade Aplicada ao Setor PúblicoQualifica CFC Estácio Contabilidade Aplicada ao Setor Público
Qualifica CFC Estácio Contabilidade Aplicada ao Setor Público
 
Qualifica CFC 2017.2 Estácio - Matemática Financeira
Qualifica CFC 2017.2 Estácio - Matemática FinanceiraQualifica CFC 2017.2 Estácio - Matemática Financeira
Qualifica CFC 2017.2 Estácio - Matemática Financeira
 
Aula 05 balanço patrimonial - grupo de contas
Aula 05   balanço patrimonial - grupo de contasAula 05   balanço patrimonial - grupo de contas
Aula 05 balanço patrimonial - grupo de contas
 
Exercicios contabilidade exercicioscap 2
Exercicios contabilidade exercicioscap 2Exercicios contabilidade exercicioscap 2
Exercicios contabilidade exercicioscap 2
 
Caderno de-exercicios-contab-ii
Caderno de-exercicios-contab-iiCaderno de-exercicios-contab-ii
Caderno de-exercicios-contab-ii
 
Contabilidade i exercicio classificar os elementos
Contabilidade i   exercicio classificar os elementosContabilidade i   exercicio classificar os elementos
Contabilidade i exercicio classificar os elementos
 

Semelhante a Simulado ate fiscal-contabil

A2 cco6 laboratorio_de_gestao_contabil_tema_1_impressao
A2 cco6 laboratorio_de_gestao_contabil_tema_1_impressaoA2 cco6 laboratorio_de_gestao_contabil_tema_1_impressao
A2 cco6 laboratorio_de_gestao_contabil_tema_1_impressaoRoberta Faria
 
Aula ii - ate-fiscal-ms-prof. onei f. savioli
Aula  ii - ate-fiscal-ms-prof. onei f. savioliAula  ii - ate-fiscal-ms-prof. onei f. savioli
Aula ii - ate-fiscal-ms-prof. onei f. savioliNeon Online
 
Prova comentada Auditoria Governamental TCE-CE
Prova comentada Auditoria Governamental TCE-CEProva comentada Auditoria Governamental TCE-CE
Prova comentada Auditoria Governamental TCE-CEEstratégia Concursos
 
Simulado Contabilidade Receita Federal
Simulado Contabilidade Receita FederalSimulado Contabilidade Receita Federal
Simulado Contabilidade Receita FederalPortal Silvio Sande
 
Simulado AFTE - Rio Grande do Sul
Simulado AFTE - Rio Grande do SulSimulado AFTE - Rio Grande do Sul
Simulado AFTE - Rio Grande do SulPortal Silvio Sande
 
Contabilidade dicas concursos 00
Contabilidade dicas concursos 00Contabilidade dicas concursos 00
Contabilidade dicas concursos 00apostilacontabil
 
Contabilidade dicas concursos 00
Contabilidade dicas concursos 00Contabilidade dicas concursos 00
Contabilidade dicas concursos 00apostilacontabil
 
Contabilidade i exercício 09 - re balancete razonete
Contabilidade i   exercício 09 - re balancete razoneteContabilidade i   exercício 09 - re balancete razonete
Contabilidade i exercício 09 - re balancete razoneteapostilacontabil
 
Balanço patrimonial passivo e pl vf lfg
Balanço patrimonial passivo e pl vf lfgBalanço patrimonial passivo e pl vf lfg
Balanço patrimonial passivo e pl vf lfgLane78
 
Contabilidade i exercício 13 - desp antecip depreciação
Contabilidade i   exercício 13 - desp antecip depreciaçãoContabilidade i   exercício 13 - desp antecip depreciação
Contabilidade i exercício 13 - desp antecip depreciaçãoapostilacontabil
 
Prova cfc 02 2014 comentada
Prova cfc 02 2014   comentadaProva cfc 02 2014   comentada
Prova cfc 02 2014 comentadaFernando Machado
 
Extinção de sociedade balanço de liquidação
Extinção de sociedade   balanço de liquidaçãoExtinção de sociedade   balanço de liquidação
Extinção de sociedade balanço de liquidaçãoAlexandra Morales
 
Icms sp fcc_claudio_cardoso_contabilidade_geral_avancada_exercicios_lista_02
Icms sp fcc_claudio_cardoso_contabilidade_geral_avancada_exercicios_lista_02Icms sp fcc_claudio_cardoso_contabilidade_geral_avancada_exercicios_lista_02
Icms sp fcc_claudio_cardoso_contabilidade_geral_avancada_exercicios_lista_02Cleidinea Andrade
 
Prova exa.. (1)
Prova exa.. (1)Prova exa.. (1)
Prova exa.. (1)BSuelly
 
Apostila escrita fiscal 02
Apostila escrita fiscal 02Apostila escrita fiscal 02
Apostila escrita fiscal 02profcontabil
 

Semelhante a Simulado ate fiscal-contabil (20)

A2 cco6 laboratorio_de_gestao_contabil_tema_1_impressao
A2 cco6 laboratorio_de_gestao_contabil_tema_1_impressaoA2 cco6 laboratorio_de_gestao_contabil_tema_1_impressao
A2 cco6 laboratorio_de_gestao_contabil_tema_1_impressao
 
Aula ii - ate-fiscal-ms-prof. onei f. savioli
Aula  ii - ate-fiscal-ms-prof. onei f. savioliAula  ii - ate-fiscal-ms-prof. onei f. savioli
Aula ii - ate-fiscal-ms-prof. onei f. savioli
 
Zu stm10 020-37
Zu   stm10 020-37Zu   stm10 020-37
Zu stm10 020-37
 
Prova comentada Auditoria Governamental TCE-CE
Prova comentada Auditoria Governamental TCE-CEProva comentada Auditoria Governamental TCE-CE
Prova comentada Auditoria Governamental TCE-CE
 
DFC - SILVIO SANDE
DFC - SILVIO SANDEDFC - SILVIO SANDE
DFC - SILVIO SANDE
 
Simulado Contabilidade Receita Federal
Simulado Contabilidade Receita FederalSimulado Contabilidade Receita Federal
Simulado Contabilidade Receita Federal
 
Simulado AFTE - Rio Grande do Sul
Simulado AFTE - Rio Grande do SulSimulado AFTE - Rio Grande do Sul
Simulado AFTE - Rio Grande do Sul
 
Recurso iss rj
Recurso iss rjRecurso iss rj
Recurso iss rj
 
Contabilidade dicas concursos 00
Contabilidade dicas concursos 00Contabilidade dicas concursos 00
Contabilidade dicas concursos 00
 
Contabilidade dicas concursos 00
Contabilidade dicas concursos 00Contabilidade dicas concursos 00
Contabilidade dicas concursos 00
 
Contabilidade i exercício 09 - re balancete razonete
Contabilidade i   exercício 09 - re balancete razoneteContabilidade i   exercício 09 - re balancete razonete
Contabilidade i exercício 09 - re balancete razonete
 
Balanço patrimonial passivo e pl vf lfg
Balanço patrimonial passivo e pl vf lfgBalanço patrimonial passivo e pl vf lfg
Balanço patrimonial passivo e pl vf lfg
 
Contabilidade i exercício 13 - desp antecip depreciação
Contabilidade i   exercício 13 - desp antecip depreciaçãoContabilidade i   exercício 13 - desp antecip depreciação
Contabilidade i exercício 13 - desp antecip depreciação
 
Prova 2010 1 com resposta
Prova 2010 1 com respostaProva 2010 1 com resposta
Prova 2010 1 com resposta
 
Prova cfc 02 2014 comentada
Prova cfc 02 2014   comentadaProva cfc 02 2014   comentada
Prova cfc 02 2014 comentada
 
Extinção de sociedade balanço de liquidação
Extinção de sociedade   balanço de liquidaçãoExtinção de sociedade   balanço de liquidação
Extinção de sociedade balanço de liquidação
 
Exercicio
ExercicioExercicio
Exercicio
 
Icms sp fcc_claudio_cardoso_contabilidade_geral_avancada_exercicios_lista_02
Icms sp fcc_claudio_cardoso_contabilidade_geral_avancada_exercicios_lista_02Icms sp fcc_claudio_cardoso_contabilidade_geral_avancada_exercicios_lista_02
Icms sp fcc_claudio_cardoso_contabilidade_geral_avancada_exercicios_lista_02
 
Prova exa.. (1)
Prova exa.. (1)Prova exa.. (1)
Prova exa.. (1)
 
Apostila escrita fiscal 02
Apostila escrita fiscal 02Apostila escrita fiscal 02
Apostila escrita fiscal 02
 

Mais de Neon Online

Informatica ufms daniel
Informatica ufms danielInformatica ufms daniel
Informatica ufms danielNeon Online
 
Pc 2017 processo penal aula 06
Pc 2017 processo penal aula 06Pc 2017 processo penal aula 06
Pc 2017 processo penal aula 06Neon Online
 
Pc exercicios (penal) aula 15
Pc exercicios (penal)   aula 15Pc exercicios (penal)   aula 15
Pc exercicios (penal) aula 15Neon Online
 
Pc exercicios (constitucional) aula 14
Pc exercicios (constitucional)   aula 14Pc exercicios (constitucional)   aula 14
Pc exercicios (constitucional) aula 14Neon Online
 
Pc 2017 direito penal conceito de crime aula 05
Pc 2017 direito penal   conceito de crime aula 05Pc 2017 direito penal   conceito de crime aula 05
Pc 2017 direito penal conceito de crime aula 05Neon Online
 
Processo penal aula 05
Processo penal aula 05Processo penal aula 05
Processo penal aula 05Neon Online
 
Pc exercicios leis especiais aula 13
Pc exercicios leis especiais aula 13Pc exercicios leis especiais aula 13
Pc exercicios leis especiais aula 13Neon Online
 
Pc exercicios constitucional aula 12
Pc exercicios constitucional aula 12Pc exercicios constitucional aula 12
Pc exercicios constitucional aula 12Neon Online
 
Apostila completa direito administrativo pc 2017
Apostila completa direito administrativo pc 2017Apostila completa direito administrativo pc 2017
Apostila completa direito administrativo pc 2017Neon Online
 
Pc 2017 processo penal aula 03
Pc 2017 processo penal aula 03Pc 2017 processo penal aula 03
Pc 2017 processo penal aula 03Neon Online
 
Crimes contra a pessoa 22- 07 - 2017
Crimes contra a pessoa   22- 07 - 2017Crimes contra a pessoa   22- 07 - 2017
Crimes contra a pessoa 22- 07 - 2017Neon Online
 
Complemento rodrigo f ormatado
Complemento rodrigo f ormatadoComplemento rodrigo f ormatado
Complemento rodrigo f ormatadoNeon Online
 
Crimes contra a pessoa 15 - 07 - 2017
Crimes contra a pessoa   15 - 07 - 2017Crimes contra a pessoa   15 - 07 - 2017
Crimes contra a pessoa 15 - 07 - 2017Neon Online
 
Pc 2017 processo penal aula 01
Pc 2017 processo penal aula 01Pc 2017 processo penal aula 01
Pc 2017 processo penal aula 01Neon Online
 
Pc 2017 direito penal conceito de crime aula 01
Pc 2017 direito penal   conceito de crime aula 01Pc 2017 direito penal   conceito de crime aula 01
Pc 2017 direito penal conceito de crime aula 01Neon Online
 
Crimes em espécie
Crimes em espécieCrimes em espécie
Crimes em espécieNeon Online
 
Questões diversas jhony
Questões diversas   jhonyQuestões diversas   jhony
Questões diversas jhonyNeon Online
 
Processo penal jhony - 27 - 05 - 2017
Processo penal   jhony - 27 - 05 - 2017Processo penal   jhony - 27 - 05 - 2017
Processo penal jhony - 27 - 05 - 2017Neon Online
 

Mais de Neon Online (20)

Informatica ufms daniel
Informatica ufms danielInformatica ufms daniel
Informatica ufms daniel
 
Pc 2017 processo penal aula 06
Pc 2017 processo penal aula 06Pc 2017 processo penal aula 06
Pc 2017 processo penal aula 06
 
Pc exercicios (penal) aula 15
Pc exercicios (penal)   aula 15Pc exercicios (penal)   aula 15
Pc exercicios (penal) aula 15
 
Pc exercicios (constitucional) aula 14
Pc exercicios (constitucional)   aula 14Pc exercicios (constitucional)   aula 14
Pc exercicios (constitucional) aula 14
 
Pc 2017 direito penal conceito de crime aula 05
Pc 2017 direito penal   conceito de crime aula 05Pc 2017 direito penal   conceito de crime aula 05
Pc 2017 direito penal conceito de crime aula 05
 
Processo penal aula 05
Processo penal aula 05Processo penal aula 05
Processo penal aula 05
 
Pc exercicios leis especiais aula 13
Pc exercicios leis especiais aula 13Pc exercicios leis especiais aula 13
Pc exercicios leis especiais aula 13
 
Pc exercicios constitucional aula 12
Pc exercicios constitucional aula 12Pc exercicios constitucional aula 12
Pc exercicios constitucional aula 12
 
Apostila completa direito administrativo pc 2017
Apostila completa direito administrativo pc 2017Apostila completa direito administrativo pc 2017
Apostila completa direito administrativo pc 2017
 
Pc 2017 processo penal aula 03
Pc 2017 processo penal aula 03Pc 2017 processo penal aula 03
Pc 2017 processo penal aula 03
 
Crimes contra a pessoa 22- 07 - 2017
Crimes contra a pessoa   22- 07 - 2017Crimes contra a pessoa   22- 07 - 2017
Crimes contra a pessoa 22- 07 - 2017
 
Complemento rodrigo f ormatado
Complemento rodrigo f ormatadoComplemento rodrigo f ormatado
Complemento rodrigo f ormatado
 
Crimes contra a pessoa 15 - 07 - 2017
Crimes contra a pessoa   15 - 07 - 2017Crimes contra a pessoa   15 - 07 - 2017
Crimes contra a pessoa 15 - 07 - 2017
 
Pc 2017 processo penal aula 01
Pc 2017 processo penal aula 01Pc 2017 processo penal aula 01
Pc 2017 processo penal aula 01
 
Pc 2017 direito penal conceito de crime aula 01
Pc 2017 direito penal   conceito de crime aula 01Pc 2017 direito penal   conceito de crime aula 01
Pc 2017 direito penal conceito de crime aula 01
 
Rac. lógico
Rac. lógicoRac. lógico
Rac. lógico
 
Roteiro lc 114
Roteiro lc 114Roteiro lc 114
Roteiro lc 114
 
Crimes em espécie
Crimes em espécieCrimes em espécie
Crimes em espécie
 
Questões diversas jhony
Questões diversas   jhonyQuestões diversas   jhony
Questões diversas jhony
 
Processo penal jhony - 27 - 05 - 2017
Processo penal   jhony - 27 - 05 - 2017Processo penal   jhony - 27 - 05 - 2017
Processo penal jhony - 27 - 05 - 2017
 

Último

Quando iniciamos os estudos sobre a história da Educação de Jovens e Adultos,...
Quando iniciamos os estudos sobre a história da Educação de Jovens e Adultos,...Quando iniciamos os estudos sobre a história da Educação de Jovens e Adultos,...
Quando iniciamos os estudos sobre a história da Educação de Jovens e Adultos,...AaAssessoriadll
 
CASO: Um determinado perito contábil, especialista em pericias trabalhistas e...
CASO: Um determinado perito contábil, especialista em pericias trabalhistas e...CASO: Um determinado perito contábil, especialista em pericias trabalhistas e...
CASO: Um determinado perito contábil, especialista em pericias trabalhistas e...excellenceeducaciona
 
1) Cálculo completo e o resultado da densidade corporal da Carolina. Utilize ...
1) Cálculo completo e o resultado da densidade corporal da Carolina. Utilize ...1) Cálculo completo e o resultado da densidade corporal da Carolina. Utilize ...
1) Cálculo completo e o resultado da densidade corporal da Carolina. Utilize ...azulassessoriaacadem3
 
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...excellenceeducaciona
 
B) Discorra sobre o que contempla cada uma das cinco dimensões da sustentabil...
B) Discorra sobre o que contempla cada uma das cinco dimensões da sustentabil...B) Discorra sobre o que contempla cada uma das cinco dimensões da sustentabil...
B) Discorra sobre o que contempla cada uma das cinco dimensões da sustentabil...azulassessoriaacadem3
 
COMTE, O POSITIVISMO E AS ORIGENS DA SOCIOLOGIA
COMTE, O POSITIVISMO E AS ORIGENS DA SOCIOLOGIACOMTE, O POSITIVISMO E AS ORIGENS DA SOCIOLOGIA
COMTE, O POSITIVISMO E AS ORIGENS DA SOCIOLOGIAHisrelBlog
 
2° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdf
2° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdf2° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdf
2° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdfkelvindasilvadiasw
 
c) A fosforilação oxidativa é a etapa da respiração celular que mais produz A...
c) A fosforilação oxidativa é a etapa da respiração celular que mais produz A...c) A fosforilação oxidativa é a etapa da respiração celular que mais produz A...
c) A fosforilação oxidativa é a etapa da respiração celular que mais produz A...azulassessoriaacadem3
 
Ainda nessa perspectiva, mencione ao menos três desafios associados à aplicaç...
Ainda nessa perspectiva, mencione ao menos três desafios associados à aplicaç...Ainda nessa perspectiva, mencione ao menos três desafios associados à aplicaç...
Ainda nessa perspectiva, mencione ao menos três desafios associados à aplicaç...apoioacademicoead
 
Slides Lição 8, Betel, Família, uma Obra em permanente construção, 1Tr24.pptx
Slides Lição 8, Betel, Família, uma Obra em permanente construção, 1Tr24.pptxSlides Lição 8, Betel, Família, uma Obra em permanente construção, 1Tr24.pptx
Slides Lição 8, Betel, Família, uma Obra em permanente construção, 1Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
004820000101011 (15).pdffdfdfdddddddddddddddddddddddddddddddddddd
004820000101011 (15).pdffdfdfdddddddddddddddddddddddddddddddddddd004820000101011 (15).pdffdfdfdddddddddddddddddddddddddddddddddddd
004820000101011 (15).pdffdfdfddddddddddddddddddddddddddddddddddddRenandantas16
 
Minimalismo Fitness Simplifique sua Rotina de Exercícios e Maximize Resultado...
Minimalismo Fitness Simplifique sua Rotina de Exercícios e Maximize Resultado...Minimalismo Fitness Simplifique sua Rotina de Exercícios e Maximize Resultado...
Minimalismo Fitness Simplifique sua Rotina de Exercícios e Maximize Resultado...manoelaarmani
 
Cuidados Essenciais para um Cachorro Feliz e Saudável-e-book-sc.pdf
Cuidados Essenciais para um Cachorro Feliz e Saudável-e-book-sc.pdfCuidados Essenciais para um Cachorro Feliz e Saudável-e-book-sc.pdf
Cuidados Essenciais para um Cachorro Feliz e Saudável-e-book-sc.pdfsuplementocultural1
 
Trovadorismo, Humanismo, Classicismo e Quinhentismo
Trovadorismo, Humanismo, Classicismo e QuinhentismoTrovadorismo, Humanismo, Classicismo e Quinhentismo
Trovadorismo, Humanismo, Classicismo e QuinhentismoPaula Meyer Piagentini
 
5. ​Agora suponha que esse mesmo aluno é do sexo feminino, você irá utilizar ...
5. ​Agora suponha que esse mesmo aluno é do sexo feminino, você irá utilizar ...5. ​Agora suponha que esse mesmo aluno é do sexo feminino, você irá utilizar ...
5. ​Agora suponha que esse mesmo aluno é do sexo feminino, você irá utilizar ...azulassessoriaacadem3
 
1) Cite os componentes que devem fazer parte de uma sessão de treinamento.
1) Cite os componentes que devem fazer parte de uma sessão de treinamento.1) Cite os componentes que devem fazer parte de uma sessão de treinamento.
1) Cite os componentes que devem fazer parte de uma sessão de treinamento.azulassessoriaacadem3
 
ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...
ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...
ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...azulassessoriaacadem3
 
Atividade O homem mais rico da Babilônia.pdf
Atividade O homem mais rico da Babilônia.pdfAtividade O homem mais rico da Babilônia.pdf
Atividade O homem mais rico da Babilônia.pdfRuannSolza
 
5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...
5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...
5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...azulassessoriaacadem3
 
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...azulassessoriaacadem3
 

Último (20)

Quando iniciamos os estudos sobre a história da Educação de Jovens e Adultos,...
Quando iniciamos os estudos sobre a história da Educação de Jovens e Adultos,...Quando iniciamos os estudos sobre a história da Educação de Jovens e Adultos,...
Quando iniciamos os estudos sobre a história da Educação de Jovens e Adultos,...
 
CASO: Um determinado perito contábil, especialista em pericias trabalhistas e...
CASO: Um determinado perito contábil, especialista em pericias trabalhistas e...CASO: Um determinado perito contábil, especialista em pericias trabalhistas e...
CASO: Um determinado perito contábil, especialista em pericias trabalhistas e...
 
1) Cálculo completo e o resultado da densidade corporal da Carolina. Utilize ...
1) Cálculo completo e o resultado da densidade corporal da Carolina. Utilize ...1) Cálculo completo e o resultado da densidade corporal da Carolina. Utilize ...
1) Cálculo completo e o resultado da densidade corporal da Carolina. Utilize ...
 
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
 
B) Discorra sobre o que contempla cada uma das cinco dimensões da sustentabil...
B) Discorra sobre o que contempla cada uma das cinco dimensões da sustentabil...B) Discorra sobre o que contempla cada uma das cinco dimensões da sustentabil...
B) Discorra sobre o que contempla cada uma das cinco dimensões da sustentabil...
 
COMTE, O POSITIVISMO E AS ORIGENS DA SOCIOLOGIA
COMTE, O POSITIVISMO E AS ORIGENS DA SOCIOLOGIACOMTE, O POSITIVISMO E AS ORIGENS DA SOCIOLOGIA
COMTE, O POSITIVISMO E AS ORIGENS DA SOCIOLOGIA
 
2° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdf
2° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdf2° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdf
2° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdf
 
c) A fosforilação oxidativa é a etapa da respiração celular que mais produz A...
c) A fosforilação oxidativa é a etapa da respiração celular que mais produz A...c) A fosforilação oxidativa é a etapa da respiração celular que mais produz A...
c) A fosforilação oxidativa é a etapa da respiração celular que mais produz A...
 
Ainda nessa perspectiva, mencione ao menos três desafios associados à aplicaç...
Ainda nessa perspectiva, mencione ao menos três desafios associados à aplicaç...Ainda nessa perspectiva, mencione ao menos três desafios associados à aplicaç...
Ainda nessa perspectiva, mencione ao menos três desafios associados à aplicaç...
 
Slides Lição 8, Betel, Família, uma Obra em permanente construção, 1Tr24.pptx
Slides Lição 8, Betel, Família, uma Obra em permanente construção, 1Tr24.pptxSlides Lição 8, Betel, Família, uma Obra em permanente construção, 1Tr24.pptx
Slides Lição 8, Betel, Família, uma Obra em permanente construção, 1Tr24.pptx
 
004820000101011 (15).pdffdfdfdddddddddddddddddddddddddddddddddddd
004820000101011 (15).pdffdfdfdddddddddddddddddddddddddddddddddddd004820000101011 (15).pdffdfdfdddddddddddddddddddddddddddddddddddd
004820000101011 (15).pdffdfdfdddddddddddddddddddddddddddddddddddd
 
Minimalismo Fitness Simplifique sua Rotina de Exercícios e Maximize Resultado...
Minimalismo Fitness Simplifique sua Rotina de Exercícios e Maximize Resultado...Minimalismo Fitness Simplifique sua Rotina de Exercícios e Maximize Resultado...
Minimalismo Fitness Simplifique sua Rotina de Exercícios e Maximize Resultado...
 
Cuidados Essenciais para um Cachorro Feliz e Saudável-e-book-sc.pdf
Cuidados Essenciais para um Cachorro Feliz e Saudável-e-book-sc.pdfCuidados Essenciais para um Cachorro Feliz e Saudável-e-book-sc.pdf
Cuidados Essenciais para um Cachorro Feliz e Saudável-e-book-sc.pdf
 
Trovadorismo, Humanismo, Classicismo e Quinhentismo
Trovadorismo, Humanismo, Classicismo e QuinhentismoTrovadorismo, Humanismo, Classicismo e Quinhentismo
Trovadorismo, Humanismo, Classicismo e Quinhentismo
 
5. ​Agora suponha que esse mesmo aluno é do sexo feminino, você irá utilizar ...
5. ​Agora suponha que esse mesmo aluno é do sexo feminino, você irá utilizar ...5. ​Agora suponha que esse mesmo aluno é do sexo feminino, você irá utilizar ...
5. ​Agora suponha que esse mesmo aluno é do sexo feminino, você irá utilizar ...
 
1) Cite os componentes que devem fazer parte de uma sessão de treinamento.
1) Cite os componentes que devem fazer parte de uma sessão de treinamento.1) Cite os componentes que devem fazer parte de uma sessão de treinamento.
1) Cite os componentes que devem fazer parte de uma sessão de treinamento.
 
ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...
ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...
ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...
 
Atividade O homem mais rico da Babilônia.pdf
Atividade O homem mais rico da Babilônia.pdfAtividade O homem mais rico da Babilônia.pdf
Atividade O homem mais rico da Babilônia.pdf
 
5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...
5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...
5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...
 
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...
 

Simulado ate fiscal-contabil

  • 1. SIMULADO ATE 61. (NEON). São características qualitativas de melhoria, exceto: a) comparabilidade. d) materialidade. b) verificabilidade. e) compreensibilidade. c) tempestividade. 62) A Resolução CFC nº 1.374/2011, Estrutura conceitual para elaboração e divulgação de relatório contábil-financeiro. CPC 00. Sobre posição patrimonial e financeira e dos benefícios econômicos, sobre seus elementos é correto afirmar, exceto: a) ativo é um recurso controlado pela entidade como resultado de eventos passados e do qual se espera que fluam futuros benefícios econômicos para a entidade; b) passivo é uma obrigação presente da entidade, derivada de eventos passados, cuja liquidação se espera que resulte na saída de recursos da entidade capazes de gerar benefícios econômicos; c) patrimônio líquido é o interesse residual nos ativos da entidade depois de deduzidos todos os seus passivos. d) receitas são aumentos nos benefícios econômicos durante o período contábil, sob a forma da entrada de recursos ou do aumento de ativos ou diminuição de passivos, que resultam em aumentos do patrimônio líquido, e que não estejam relacionados com a contribuição dos detentores dos instrumentos patrimoniais; e) despesas são decréscimos nos benefícios
  • 2. econômicos durante o período contábil, sob a forma da saída de recursos ou da redução de ativos ou assunção de passivos, que resultam em decréscimo do patrimônio líquido, e que estejam relacionados com distribuições aos detentores dos instrumentos patrimoniais. 63. (NEON) Entre as situações patrimoniais abaixo relacionadas, marque a opção que indica a pior situação líquida: a) P = SL e SL < A d) SL < P e P < A b) A > SL e SL > P e) A = P e P > SL c) A = SL e SL > P 64. [CONTADOR JR – 2010 – PETROBRAS – CESGRANRIO – Q. 70] A Receita Federal do Brasil (RFB) instituiu no Art. 1o da Instrução Normativa RFB no 787, de 19 de novembro de 2007, a Escrituração Contábil Digital (ECD) e no Art. 2º da referida Instrução Normativa estabelece que o ECD compreenderá a versão digital do livro Balancetes Diários, balanços e fichas de lançamento comprobatórias dos assentamentos neles feitos e dos seguintes livros e seus auxiliares, se houver a) Diário e LALUR. d) Diário, Razão e LALUR. b) Razão e LALUR. e) Caixa, Diário e Razão. c) Diário e Razão. 65. (NEON) A conta capital social, conforme Lei 6.404, no seu capítulo XIV, modificação do capital social, por aumento ou redução, é correto afirmar, exceto:
  • 3. a) Capitalização ocorre aumento da conta capital social e um fato administrativo permutativo. b) Subscrição de novas ações, aumenta a conta capital social e um fato administrativo permutativo. c) Conversão de debêntures em ações, aumenta a conta capital social e um fato administrativo modificativo. d) Absorção de prejuízos acumulados, pode afetar a conta capital social, e representa um fato administrativo permutativo. e) A integralização pelos sócios, não modifica a conta capital social, e representa um fato administrativo permutativo. 66. (NEON) Admita que uma empresa tenha recebido de uma prefeitura a doação de um terreno no valor de R$ 1.000.000,00, condicionando essa doação à construção, no terreno, de uma unidade fabril, e contratação de empregados, dos quais 70% devem ser moradores do local. Qual é o registro contábil desta operação feito pela empresa, desconsiderando o reflexo de incidência tributária em decorrência do regime tributário de transição (RTT)? a) Débito: Terrenos 1.000.000,00 Crédito: Receita diferida (grupo: PC) 1.000.000,00 b) Débito: Terrenos 1.000.000,00 Crédito: Receita diferida (grupo PNC, sub-grupo PELP) 1.000.000,00 c) Débito: Terrenos 1.000.000,00 Crédito: Receita diferida. (grupo PNC) 1.000.000,00 d) Débito: Terrenos 1.000.000,00
  • 4. Crédito: Reserva de Capital 1.000.000,00 e) Débito: Terrenos 1.000.000,00 Crédito: Outras receitas com doações 1.000.000,00 67. [Contador (a)-Júnior-(Edital Nº 1)-(P9)- PETROBRAS/2011-CESGRANRIO].(Q.31) Uma empresa comercial apresentou as seguintes informações relativas a máquina classificada no Balanço Patrimonial, no Ativo Não Circulante Imobilizado: Custo reconhecido do ativo................... 6.000,00 Valor Residual ............................................ 1.000,00 Vida útil estimada ....................................10 anos O bem instalado em............................01/01/2010 Considerando-se exclusivamente as informações recebidas, o valor depreciável deste ativo imobilizado em 31/12/2014, em reais, é a) 6.000,00. d) 4.500,00. b) 5.500,00. e) 4.000,00. c) 5.000,00. 68. (NEON). A Lei das Sociedades das Ações nº 6.404, no assunto dividendos, é correto afirmar exceto: a) A companhia somente pode pagar dividendos à conta de lucro líquido do exercício, de lucros acumulados e de reservas de lucros; e à conta de reserva de capital, no caso das ações preferenciais. b) Os acionistas não são obrigados a restituir os dividendos que em boa-fé tenham recebido.
  • 5. Presume-se a má-fé quando os dividendos forem distribuídos sem o levantamento do balanço ou em desacordo com os resultados deste. c) Os acionistas têm direito de receber como dividendo obrigatório, em cada exercício, a parcela dos lucros estabelecida no estatuto ou, se este for omisso, a importância determinada de acordo com o que dispõem a própria lei das Sociedades por Ações. d) O pagamento do dividendo determinado nos termos do dividendo mínimo obrigatório poderá ser limitado ao montante do lucro líquido do exercício que tiver sido realizado, desde que a diferença seja registrada como reserva de lucros a realizar. e) A assembléia geral poderá, por proposta dos órgãos de administração, destinar para a reserva de incentivos fiscais a parcela do lucro líquido decorrente de doações ou subvenções governamentais para investimentos, que deverá ser excluída da base de cálculo do dividendo obrigatório. 69. [Téc. Contabilidade-(P21)-PETROBRAS/2011- CESGRANRIO].(Q.50) Dados extraídos da contabilidade da Comercial ENG Ltda. • Estoque inicial de mercadorias R$ 98.000,00 • Compras de mercadorias no período R$ 225.000,00 • Compras anuladas R$ 180.500,00 • Abatimentos sobre compras R$ 17.100,00 • Armazenagem sobre compras R$ 10.000,00 • Descarregamento sobre compras R$ 10.000,00 • Frete pago nas compras R$ 4.000,00 • Seguro pago nas compras R$ 2.500,00 • Descontos condicional obtido R$ 6.800,00
  • 6. • Estoque final de mercadorias R$ 48.900,00 • Desconto incondicional obtido R$ 10.000,00 Considerando exclusivamente as informações acima, e desconsiderando a incidência de impostos, o custo das mercadorias vendidas no período foi, em reais, de a) 83.000. d) R$ 103.000. b) 86.200. e) R$ 113.000. c) 93.000. 70. [Contador (a)-Júnior-(Edital Nº 1)-(P9)- PETROBRAS/2011-CESGRANRIO].(Q.45) A Comercial Alegria, do Mato Grosso do Sul, comprou mercadorias a prazo da Comercial Festa, do Rio de Janeiro, por R$ 100.000,00 conforme Nota Fiscal da operação realizada. Nenhuma das empresas está enquadrada no SIMPLES e as alíquotas internas de ICMS são: Mato Grosso do Sul 17% e Rio de Janeiro 19%. Considerando as determinações constitucionais referentes ao ICMS, o valor do estoque de mercadorias, registrado pela Comercial Alegria, relativo a esta operação exclusivamente, em reais, é a) 93.000,00. d) R$ 83.000. b) 88.000,00. e) R$ 81.000. c) 86.000,00. 71. [Fiscal de Rendas-(PO)-(CT01)-SEFAZ-RJ/2009- FGV].(Q.69] A Cia. Turquesa realizou as seguintes operações em 2014: I Compra de estoques a prazo: $ 100.000, tributada pelo ICMS em 18%.
  • 7. II. Devolução de 10% das compras acima. II. Venda de 80% das unidades compradas. A venda de mercadoria $ 150.000, a prazo. Em 31.12.2014, a receita líquida de vendas: Obs.: considere a alíquota do ICMS em 18%, PIS 0,65% e COFINS 3% e ignore o IR. Lembramos que o PIS e COFINS segue o regime cumulativo. a)$ 39.175,00. d) $ 117.525. b)$ 62.680,00. e) $ 123.000. c)$ 65.600,00. 72. (NEON) Lei 6.404 das Sociedades por Ações, artigo 176, § 6º A companhia fechada, com patrimônio líquido, na data do balanço, ___________________ não será obrigada à elaboração e publicação da demonstração dos fluxos de caixa. Seguindo a Lei das sociedades por ações e atualizações, preenche corretamente a lacuna: a)Igual a R$ 2.000.000. d) Superior a R$ 2.000.000,00. b)Igual ou superior R$ 2.000.000. e) Igual ou inferior a R$ 2.000.000,00. c)Inferior a R$ 2.000.000,00. 73. (NEON) As principais alterações promovidas pela Lei nº. 11.638/07 e MP nº. 449/08, que trouxeram impacto nos procedimentos e práticas contábeis, podem ser assim resumidas, exceto: a) Classificação do Ativo e do Passivo em “Circulante” e “Não Circulante”; Extinção do grupo Ativo Permanente.
  • 8. b) Criação do subgrupo “Intangível” no grupo do Ativo Não Circulante; Proibição da prática da reavaliação espontânea de ativos; Aplicação, ao final de cada exercício social, do teste de recuperabilidade dos ativos (teste de impairment). c) Registro, em contas de ativo e passivo, dos contratos de arrendamento mercantil financeiro (leasing); Extinção do grupo Resultados de Exercícios Futuros; Criação, no Patrimônio Líquido, da conta de “Ajustes de Avaliação Patrimonial”. d) Alteração da sistemática de contabilização das doações e subvenções fiscais, anteriormente contabilizadas em conta Receita diferida. e) Alteração da sistemática de contabilização dos prêmios nas emissões de debêntures, anteriormente contabilizados em conta de Reserva de Capital; Obrigatoriedade da elaboração da Demonstração do Valor Adicionado (DVA) pelas Companhias Abertas. 74. (NEON). Contabilização do Arrendamento Mercantil. Com a edição da Lei nº. 11.638/07, as entidades devem registrar no ativo imobilizado os bens objeto de contratos de arrendamento mercantil financeiro (leasing). Nas operações de arrendamento mercantil, deve prevalecer a essência sobre a forma. Assim, os contratos de leasing financeiro, que na sua essência é um efetivo financiamento de ativos, devem ser contabilizados como imobilizado na entidade arrendatária, independentemente da propriedade jurídica do bem, além do passivo respectivo. Da mesma forma, na entidade arrendadora o referido bem (objeto de contrato de arrendamento mercantil) deve ser tratado como um bem vendido de forma financiada, com o
  • 9. reconhecimento contábil do recebível correspondente. Sobre leasing, é correto afirmar exceto: a) É válido ressaltar que o leasing operacional na empresa arrendatária, será contabilizado conforme a competência como despesa de leasing. b) É válido ressaltar que o leasing operacional na empresa arrendadora, será contabilizado conforme a competência do período como receita de leasing. c) É válido ressaltar que o leasing financeiro na empresa arrendatária, será contabilizado como imobilizado. d) É válido ressaltar que o leasing financeiro na empresa arrendadora, será contabilizado no momento da venda, como bem vendido, e receita financeira realizada. e) É válido ressaltar que o leasing ou arrendamento, pode ocorrer na forma operacional ou financeira. 75. A Demonstração do Fluxo de Caixa, pelo método indireto, qual o valor do lucro líquido ajustado, no fluxo da atividade operacional, análise a Demonstração do Resultado do Exercício: Vendas de mercadorias R$ 100.000; ICMS sobre vendas R$ 10.000; Ganho de capital R$ 5.000; receita com equivalência patrimonial R$ 5.000; Custo das mercadorias vendidas R$ 40.000; Salários R$ 5.000; despesa de seguros R$ 5.000; despesa com depreciação R$ 5.000; Despesa com ágio amortizado R$ 5.000; despesa com atualização monetária de longo prazo R$ 5.000. a)R$ 30.000. d) R$ 45.000. b)R$ 35.000. e) R$ 50.000. c)R$ 40.000.
  • 10. 76. (Comissão Organizadora do Concurso Público de Provas e Títulos - Secretaria de Estado de Administração – SAD/SEJUSP MS. Perito oficial forense. Ciências contábeis. 20/10/2013). Com os saldos das contas de resultado, a seguir, o Contador elaborou a Demonstração do Resultado do Período: Contas Valor R$ 01 Custo das mercadorias vendidas 99.000,00 02 Abatimentos 1.500,00 03 Despesas com tributos sobre lucro 18.000,00 04 Comissão sobre as vendas 2.000,00 05 Receita de equivalência patrimonial 5.500,00 06 ICMS incidente sobre as vendas 30.150,00 07 Outras receitas operacionais 10.500,00 08 Receita de aluguéis 1.800,00 09 Vendas canceladas 3.000,00 10 Despesas administrativas 9.000,00 11 Despesas financeiras 2.500,00 12 Receita bruta de vendas 195.000,00 Assinale a opção correta: a)O resultado antes dos tributos sobre o lucro é de R$ 67.150,00. b)O resultado líquido do período é de R$ 47.600,00. c)O valor do lucro bruto é de R$ 60.850,00. d)O valor da receita líquida de vendas é de R$ 158.350,00. e)O valor da receita líquida de vendas é de R$ 160.350,00.
  • 11. 77. (TRF 2013). Em 01/12/2012, uma empresa efetuou uma venda de mercadorias pelo valor R$ 500.000, para ser recebido em 30/12/2014. Na data da venda, o valor presente desta venda era R$ 465.000 e, em 31/12/2012, o valor presente era R$ 468.000. O Custo das Mercadorias Vendidas foi apurado em R$ 400.000. De acordo com a regulamentação vigente, o efeito total no resultado da empresa em 2012, relacionado com a venda efetuada em R$, um resultado bruto igual a: a) R$ 35.000 e uma Receita Financeira R$ 3.000. b) R$ 65.000 e uma Receita Financeira R$ 3.000. c) R$ 70.000 e uma Receita Financeira R$ 3.000. d) R$ 70.000. e) R$ 38.000. 78. (FCC). Durante o ano 2012, a Cia Desenvolvida S.A. adquiriu ações de sua própria emissão, pagou fornecedores de matéria-prima e pagou três prestações de um arrendamento mercantil financeiro referentes à aquisição de uma máquina. Estas transações devem ser classificadas, respectivamente, na Demonstração dos Fluxos de Caixa como fluxos de caixa decorrentes das atividades: a)operacionais, de financiamento e de financiamento. b)de financiamento, operacionais e operacionais. c)de investimento, operacionais e de financiamento. d)de financiamento, operacionais e de investimento. e)de financiamento, operacionais e de financiamento.
  • 12. 79. (FCC). A Demonstração do Valor Adicionado (DVA) deve evidenciar a distribuição da riqueza gerada pela entidade. Os principais componentes dessa distribuição a serem evidenciados são: a) pessoal; impostos, taxas e contribuições; insumos adquiridos de terceiros. b) impostos, taxas e contribuições; remuneração de capitais próprios e de terceiros; valor adicionado recebido em transferência. c) pessoal; impostos, taxas e contribuições; remuneração de capitais próprios; remuneração de capitais de terceiros. d) pessoal; remuneração de capitais de terceiros; remuneração de sócios; receita financeira. e) pessoal; impostos, taxas e contribuições; remuneração de capitais próprios e de terceiros; valor adicionado recebido em transferência. 80. (NEON) O Princípio da PRUDÊNCIA determina a adoção do menor valor para os componentes do ATIVO e do maior para os do PASSIVO, sempre que se apresentem alternativas igualmente válidas para a quantificação das mutações patrimoniais que alterem o patrimônio líquido. O Princípio da Prudência pressupõe o emprego de certo grau de precaução no exercício dos julgamentos necessários às estimativas em certas condições de incerteza, no sentido de que ____________________________, atribuindo maior confiabilidade ao processo de mensuração e apresentação dos componentes patrimoniais. A inobservância dos Princípios de Contabilidade constitui infração nas alíneas “c”, “d” e “e” do art. 27 do Decreto-Lei n.º 9.295, de 27 de maio de 1946 e, quando aplicável, ao Código de Ética
  • 13. Profissional do Contabilista. Preenche corretamente a lacuna: a) ativos e despesas não sejam superestimados e que passivos e receitas não sejam subestimados. b) ativos e receitas não sejam superestimados e que passivos e despesas não sejam subestimados. c) ativos e passivos não sejam superestimados e que despesas e receitas não sejam subestimados. d) ativos não sejam superestimados e que passivos não sejam subestimados. e) receitas não sejam superestimados e despesas não sejam subestimados.