SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 30
As Fronteiras
Naturais do
    Brasil
 Biomas e Domínios
  Morfoclimáticos
Introdução
 O Brasil é o país de maior biodiversidade do planeta. Foi o primeiro
   signatário da Convenção sobre a Diversidade Biológica (CDB), e é
   considerada megabiodiverso – país que reúne ao menos 70% das
   espécies vegetais e animais do planeta – CI (Conversation
   International).
 Com tantas riquezas naturais e grande extensão territorial, o Brasil
   apresenta diversos aspectos. Que constituem nossas fronteiras
   naturais. Podemos considerar essas fronteiras segundo dois critérios
   diferentes: os domínios morfoclimáticos e os biomas.
 Os domínios morfoclimáticos são uma região onde o clima e o relevo
   são iguais, como o próprio nome já diz onde esse clima é o domínio.
 Os biomas são como um conjunto de ecossistemas com um tipo de
   vegetação em evidência em principal.
Domínios Morfoclimáticos
   Os Domínios Morfoclimáticos se baseiam nos diferentes tipos de
    relevos que são resultantes do clima atual e do passado bem como
    na cobertura vegetal e nos tipos de solo. Os mesmos são definidos
    a partir das características climáticas, botânicas, hidrográficas entre
    outras.
   Devido à extensão territorial do Brasil ser muito grande, vamos
    encontrar muitos domínios muito diferenciados uns do outros. Esta
    classificação feita, segundo o geógrafo Aziz Ab’Sáber (1970), dividiu
    o Brasil em seis domínios. São eles:
   Domínio amazônico, terras baixas e florestas equatoriais;
   Domínio dos Mares de Morros, áreas mamelonares tropical-
    atlânticas florestadas;
   Domínio do Cerrado, chapadões tropicais interiores com cerrados e
    matas de galeria;
   Domínio da Caatinga, depressões Inter montanas e interplanáticas
    semiáridas;
   Domínio da Araucária, planalto subtropicais com araucárias;
   Domínio das Pradarias, coxilhas subtropicais com pradarias mistas.
   Os domínios morfoclimáticoas são formados por fatores
    naturais e, portanto não possuem fronteiras exatas. Entre elas
    há áreas de transição, com características comuns aos
    domínios que separam.
   Em um domínio, podemos reconhecer um bioma
    predominante, biomas secundários e vários ecossistemas.
    Por exemplo, no domínio do cerrado, há o predomínio do
    bioma savânico (cerrado), terrestre, mas aparecem outros
    biomas, como a caatinga, e ecossistemas, como as matas de
    galeria ou ciliares. Podemos dizer também que a expressão
    domínio do cerrado é mais ampla do que bioma do cerrado,
    pois esta se refere a um bioma terrestre e primeira pode
    incluir espécies de água doce.
Biomas
Podemos definir bioma como um conjunto
de ecossistemas que funcionam de forma
estável. Um bioma é caracterizado por
um tipo principal de vegetação (num
mesmo bioma podem existir diversos
tipos de vegetação). Os seres vivos de
um bioma vivem de forma adaptada as
condições da natureza (vegetação, chuva,
umidade, calor, etc) existentes. Os
biomas brasileiros caracterizam-se, no
geral, por uma grande diversidade de
animais e vegetais ou seja pela
biodiversidade. Em outras palavras, um
bioma é formado por todos os seres vivos
de uma determinada região, cuja
vegetação tem bastante similaridade e
continuidade, com um clima mais ou
menos uniforme, tendo uma história
comum em sua formação. Por isso tudo
sua diversidade biológica também é muito
parecida.
Biomas Brasileiros
Devido à sua dimensão continental e a grande variação
geomorfológica e climática, o Brasil abriga sete biomas, três regiões
de transição, 49 ecos-região e incalculáveis ecossistemas.
Os biomas são: florestas tropicais úmidas, tundras, desertos árticos,
florestas pluviais, subtropicais ou temperadas,bioma mediterrâneo,
prados tropicais ou savanas, florestas temperadas de coníferas,
desertos quentes, prados temperados, florestas tropicais secas e
desertos frios. Existem ainda, os sistemas mistos que combinam
características de dois ou mais biomas.
Os biomas podem, ainda, ser divididos em biomas aquáticos do qual
fazem parte a plataforma continental, recifes de coral, zonas
oceânicas, praias e dunas; e biomas terrestres. Os biomas terrestres
são constituídos por basicamente três grupos de seres: os produtores
(vegetais), os consumidores (animais) e os decompositores
(fungos, bactérias). Aqui, de forma muito simples, vamos apenas listar
seis dos sete grandes biomas que compõem o território brasileiro. Há
quem fale em oito, com a inclusão do território brasileiro na Antártida.
Porém, vamos ficar com os oficiais.
Biomas Brasileiros            Área Aproximada (km²)   Área Total Br
   Bioma Amazônica                          4.196.943       49,29%
     Bioma Cerrado                          2.036.448       23,92%
 Bioma Mata Atlântica                       1.110.182       13,04%
    Bioma Caatinga                            844.453       9,92%
      Bioma Pampa                             176.496       2,07%
     Bioma Pantanal                           150.355       1,76%
     Área Total Brasil                      8.514.877
 Fonte: http://www.ibge.com.br/home/presidencia


Temos também o bioma costeiro que são os manguezais, costões
rochosos, dunas e restingas. Costões rochosos são ambientes costeiros
que, como o próprio nome diz, estão localizados em rochas a beira mar,
existem por quase todo o litoral brasileiro.
Os biomas brasileiros abrangem várias ecrregiõese são assim
classificadas:
1- Amazônia: “Pulmão do Mundo”, “Planeta Água”, “Inferno Verde”, são
alguns dos apelidos mundialmente conhecidos a respeito da Amazônia.
Está sempre em evidência em qualquer ponto da aldeia globalizada.
Interessa a todos. Uma das últimas regiões do planeta que ainda seduzem
pela exuberância de uma natureza primitiva, hoje absolutamente
ameaçada por sua devastação. A Amazônia guarda a maior diversidade
biológica do planeta – região mega-diversa - e escoa 20% de toda água
doce da face da Terra. Seu início se deu há 12 milhões de anos atrás,
quando os Andes se elevaram e fecharam a saída das águas para o
Pacífico. Formou-se um fantástico Pantanal, quase um mar de água doce,
coberto só por águas. Depois, com tantos sedimentos, a crosta terrestre
tornou emergir e, aos poucos, formou-se o que é hoje a Amazônia. A área
desmatada da Amazônia já atinge 16,3% de sua totalidade.
2 -Caatinga: Há aproximadamente 260 milhões de anos, toda região
onde hoje está o semi-árido foi fundo de mar, mas o bioma caatinga é
muito recente. Há apenas dez mil anos atrás era uma imensa floresta
tropical, como a Amazônia. Para conhecer bem esse bioma do semi-
árido brasileiro, basta fazer uma visita ao Sítio Arqueológico da Serra
da Capivara, no sul do Piauí. Ali estão os painéis rupestres, com
desenhos de preguiças enormes, aves gigantescas, tigres-dente-de-
sabre, cavalos selvagens e tantos outros. Com o fim da era glacial, há
dez mil anos atrás, também acabou a floresta tropical. Ficou o que é
hoje a nossa Caatinga.
 A Caatinga é muito rica em biodiversidade, tanto vegetal quanto
animal, sobretudo de insetos. É por isso que o sul do Piauí, por
exemplo, é muito favorável à criação de abelhas. Nos períodos sem
chuva, cerca de 8 meses por ano, ela “adormece” e suas folhas caem.
Depois, com a primeira chuva, ela como que ressuscita. É a essa
lógica que seus habitantes têm que se adaptar. Portanto, aqueles que
ainda acham essa região inviável, ou a têm como um deserto,
demonstram um profundo desconhecimento da realidade brasileira.
3– Cerrado: O Cerrado é o mais antigo bioma brasileiro. Fala-se que sua
   idade é de aproximadamente 65 milhões de anos. É tão velho que
   70% de sua biomassa está dentro da terra. Por isso, se diz que é uma
   “floresta de cabeça para baixo”. Por isso, para alguns especialistas, o
   Cerrado não permite qualquer revitalização. Uma vez devastado,
   devastado para sempre. O Cerrado é ainda a grande caixa d’água
   brasileira. É do Planalto Central que se alimentam bacias
   hidrográficas que correm para o sul, para o norte, para o oeste e
   para o leste.
 O Cerrado guarda ainda uma fantástica biodiversidade, porém, 57%
   do Cerrado já foram totalmente devastados e a metade do que
   resta já está muito danificada. Sua devastação é muito veloz,
   chegando a três milhões de hectares por ano.
 A partir da década de 70, sob o embalo do regime militar, essa foi a
   grande fronteira agrícola para criação de gado e depois para o
   plantio de soja. A devastação de sua cobertura vegetal está
   comprometendo suas nascentes, rios e riachos. Um rio como o São
   Francisco tem 80% de suas águas com origem no Cerrado. Hoje se
   fala que é necessário uma moratória para se preservar o que resta
   do Cerrado.
4 - Mata Atlântica: Já foi a grande floresta costeira brasileira. Ia do
   Rio Grande do Norte ao Rio Grande do Sul. Em alguns lugares
   adentrava o continente, como no Paraná, onde ocupava 98%
   do território Paranaense.
 Era também o mais rico bioma brasileiro em biodiversidade.
   Ainda é em termos de Km². Hoje é o mais devastado de nossos
   biomas. Restam aproximadamente 7% de sua cobertura
   vegetal. São manchas isoladas, muitas vezes sem
   comunicação entre si. Há quem fale em apenas 5%.
A Mata Atlântica é o exemplo mais contundente do modelo
   desenvolvimento predatório desse país. Foi ao longo dele que
   se saqueou o pau Brasil e depois se instalaram os canaviais,
   tantas outras monoculturas, além do complexo industrial. Quem
   vive onde já foi esse bioma muitas vezes nem conhece seus
   vestígios, tamanha sua devastação. 
Aproximadamente 70% da população brasileira vivem na área
   desse bioma, perto de 120 milhões de pessoas. Por
   mais prejudicado que esteja, é desse bioma que essa
   população depende para beber água e ter um clima ainda
   ameno.
5 – Pantanal: Pantanal sugere animais, rios, peixes, matas e qualquer
   coisa ainda parecida com o Paraíso.É um bioma geologicamente
   novo. O leito do rio Paraguai ainda está em formação. “O Pantanal
   é a maior planície inundável do mundo e apresenta uma das
   maiores concentrações de vida silvestre da Terra. Situado no
   coração da América do Sul, o Pantanal se estende pelo Brasil,
   Bolívia e Paraguai com uma área total de 210,000 km2.
   Aproximadamente 70% de sua extensão encontra-se em território
   brasileiro, nos Estados de Mato Grosso e Mato Grosso do Sul”.
 No Brasil o Pantanal ocupa 150.355 Km², ou seja, 1,76% do nosso
   território. Há opinião que 80% do Pantanal encontra-se bem
   conservado. Entretanto, as queimadas, a derrubada das árvores, o
   assoreamento dos rios ameaçam sua existência. As últimas
   reportagens de TVs falam da intensa evaporação de suas águas e o
   risco de tornar-se um deserto. O que mais ameaça e agride esse
   bioma são as pastagens, queimadas e as entradas do agronegócio.
 O desafio é manter suas características e também manter sua
   população em condições dignas de vida.
6 – Pampa ou Campos Sulinos: O Pampa gaúcho é bastante
   diferente dos demais biomas brasileiros. Dominado por gramíneas,
   com poucas árvores, sempre foi considerado mais apropriado para
   a criação do gado. Sua biodiversidade havia sido ignorada por
   quase trezentos anos. Foi a porta de entrada para o gado através
   da região sul. A outra foi pelo vale do São Francisco, através dos
   currais de gado.
O único estado brasileiro com esse bioma é o Rio Grande do Sul.
   Ocupa 63% do território do Rio Grande. Ele também se estende
   pelo Uruguai e Argentina.
Agora o Pampa sofre uma ameaça muito mais grave: a introdução
   do monocultivo, Pinus e Eucaliptos. Mais uma vez portanto, se
   propõe um tipo de desenvolvimento econômico inadequado às
   características de um bioma.
7 – Biomas Costeiros: O bioma Costeiro é a reunião destes
ecossistemas que existem ao longo do litoral. São manguezais,
restingas, dunas, praias, ilhas, costões rochosos, baías, brejos e
recifes de corais, entre outros.
Como os ecossistemas ocorrem em toda costa brasileira, as
características do bioma costeiro variam muito de um lugar para
outro: em algumas regiões predominam algumas espécies vegetais,
animais e determinados aspectos físicos.
Não é possível então falar de características comuns de fauna,
vegetação, solo, relevo e clima.
Domínios
Morfoclimáticos
Domínio dos Mares de
                  Morros
Localização: Acompanha a faixa
  litorânea do Brasil, do nordeste
  até o sul do país, obtendo uma
  área total de
  aproximadamente 1.000.000
  km².

Clima: Tropical quente, com uma
   estação seca e outra chuvosa.

Hidrografia: Seus rios são muito
   importantes pelo grande
   potencial hidroelétrico.

Vegetação: Predomina a Mata
  Atlântica que está muito
  devastada. Também
  apresentam campos e
  cerrados. Solos férteis.

Relevos: Morros arredondados que
  resultam da alternância de
  períodos de seca e de chuva.
Domínio das Araucárias
Localização: Encontrado desde o
  sul paulista até o norte gaúcho,
  o domínio das araucárias ocupa
  uma área de 400.00 km².

Clima:. Subtropical.

Hidrografia: Rios importantes para
  a navegação e para a geração
  de eletricidade.

Vegetação: Floresta dos Pinhais ou
  de Araucária a qual está muito
  devastada. Solos Férteis.

Relevo: Predomina os Planaltos.
Domínio da Caatinga
Localização: Situado no nordeste brasileiro, o
  domínio morfoclimático das caatingas
  abrange em seu território a região dos
  polígonos das secas. Com uma extensão de
  aproximadamente 850.000 km², este
  domínio inclui o Estado do Ceará e partes
  dos Estados da Bahia, de Sergipe , de
  Alagoas, de Pernambuco, da Paraíba, do
  Rio Grande do Norte e do Piauí.

Clima: Semi-Árido quente, com chuvas
   escassas e mal distribuídas.

Hidrografia: Rios temporários.

Vegetação: Arbustos espinhentos e cactos
  além de árvores que perdem suas folhas nas
  secas.

Solo: Rico em minerais e pobres em matérias
   orgânicas.

Relevos: Chapadas e Serras.
Domínio das Pradarias
Localização: Situado ao
  extremo sul brasileiro, mais
  exatamente a sudeste
  gaúcho, o domínio
  morfoclimático das pradarias
  compreende uma extensão
  de 45.000 km² a 80.000 km².

Clima:. Subtropical.

Vegetação: Gramais que
  formam imensos campos
  muito utilizados para a
  pecuária.

Solos: Férteis.

Relevo: Planícies.
Domínio do Cerrado
Localização: O Cerrado detém uma área
  de 45 milhões de hectares. Incluindo
  neste espaço os Estados: do Mato
  Grosso, Mato Grosso do Sul, Tocantins, de
  Goiás, da Bahia, do Maranhão e de
  Minas Gerais.

Clima:. Tropical com uma estação seca
   bem definida.

Hidrografia: Seus rios diminuem muito na
  época das secas e transbordam na
  época das chuvas,

Vegetação: Campos que apresentam
  árvores retorcidas com cascas grossas.
Solos: Ácidos.

Relevos: Chapadas e Chapadões
Domínio Amazônico
Localização: É a maior região
  morfoclimática do Brasil, com
  uma área de aproximadamente
  5 milhões km² - equivalente a
  60% do território nacional –
  abrangendo os Estados:
  Amazonas, Amapá, Acre, Pará,
  Maranhão, Rondônia, Roraima,
  Tocantins e Mato Grosso.

Clima: Equatorial, o mais quente e
   úmido da Terra.

Hidrografia: Apresenta a maior
  bacia fluvial da Terra ocupando
  ¹/4 das terras da América do Sul
  (Amazonas).

Vegetação: Predomina a floresta
  equatorial Amazônica.
Bibliografia
   http://soreverton.blogspot.com/2011/04/fronteiras-naturais-do-brasil.html
   http://www.slideshare.net/ceama/os-domnios-morfoclimticos-do-brasil-461267
   http://www.youtube.com/watch?v=dOLRA6wzG4o
   http://www.cliquesemiarido.org.br/not_0110.htm
   http://br.answers.yahoo.com/question/index?qid=20090331153840AAauoFd
   http://www.suapesquisa.com/geografia/biomas_brasileiros.htm
   http://www.infoescola.com/geografia/bioma/
   http://www.brazadv.com.br/brasil/biomas.htm
   http://www.jardimdeflores.com.br/ECOLOGIA/A06bioma.htm

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Bioma Campos Sulinos
Bioma   Campos SulinosBioma   Campos Sulinos
Bioma Campos Sulinos
Jade
 
Domínios morfloclimáticos brasileiros
Domínios morfloclimáticos brasileirosDomínios morfloclimáticos brasileiros
Domínios morfloclimáticos brasileiros
Ysla Mayara Tavares
 
Os domínios morfoclimáticos do brasil
Os domínios morfoclimáticos do brasilOs domínios morfoclimáticos do brasil
Os domínios morfoclimáticos do brasil
Anderson Santos
 
Dominios morfoclimaticos superhumanas
Dominios morfoclimaticos superhumanasDominios morfoclimaticos superhumanas
Dominios morfoclimaticos superhumanas
Ademir Aquino
 
Biomas brasileiros
Biomas brasileirosBiomas brasileiros
Biomas brasileiros
Paulo Vitor
 

Mais procurados (20)

BIOMAS BRASILEIROS E A CAMPANHA DA FRATERNIDADE 2017
BIOMAS BRASILEIROS E A CAMPANHA DA FRATERNIDADE   2017BIOMAS BRASILEIROS E A CAMPANHA DA FRATERNIDADE   2017
BIOMAS BRASILEIROS E A CAMPANHA DA FRATERNIDADE 2017
 
Biomas brasileiros
Biomas brasileirosBiomas brasileiros
Biomas brasileiros
 
Biomas , DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS E A GUERRA DO CONTESTADO
Biomas  , DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS E A GUERRA DO CONTESTADOBiomas  , DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS E A GUERRA DO CONTESTADO
Biomas , DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS E A GUERRA DO CONTESTADO
 
Exercício sobre biomas (brasileiro e mundial)
Exercício sobre biomas (brasileiro e mundial)Exercício sobre biomas (brasileiro e mundial)
Exercício sobre biomas (brasileiro e mundial)
 
Bioma Campos Sulinos
Bioma   Campos SulinosBioma   Campos Sulinos
Bioma Campos Sulinos
 
I atividade de ciencias 5º ano andré
I atividade de ciencias 5º ano andréI atividade de ciencias 5º ano andré
I atividade de ciencias 5º ano andré
 
BIOMAS E OS FATORES QUE INFLUENCIAM NA SUA FORMAÇÃO
BIOMAS E OS FATORES QUE INFLUENCIAM NA SUA FORMAÇÃOBIOMAS E OS FATORES QUE INFLUENCIAM NA SUA FORMAÇÃO
BIOMAS E OS FATORES QUE INFLUENCIAM NA SUA FORMAÇÃO
 
Biomas brasileiros prof ismael 2
Biomas brasileiros prof ismael 2Biomas brasileiros prof ismael 2
Biomas brasileiros prof ismael 2
 
Domínios morfloclimáticos brasileiros
Domínios morfloclimáticos brasileirosDomínios morfloclimáticos brasileiros
Domínios morfloclimáticos brasileiros
 
Os domínios morfoclimáticos do brasil
Os domínios morfoclimáticos do brasilOs domínios morfoclimáticos do brasil
Os domínios morfoclimáticos do brasil
 
www.EquarparaEnsinoMedio.com.br - Biologia - Ecologia - Os Biomas Brasileiro...
www.EquarparaEnsinoMedio.com.br - Biologia -  Ecologia - Os Biomas Brasileiro...www.EquarparaEnsinoMedio.com.br - Biologia -  Ecologia - Os Biomas Brasileiro...
www.EquarparaEnsinoMedio.com.br - Biologia - Ecologia - Os Biomas Brasileiro...
 
Slide Bioma Pampa
Slide Bioma PampaSlide Bioma Pampa
Slide Bioma Pampa
 
Campos sulinos
Campos sulinosCampos sulinos
Campos sulinos
 
Domínios morfoclimáticos
Domínios morfoclimáticosDomínios morfoclimáticos
Domínios morfoclimáticos
 
Domínio Amazônico
Domínio AmazônicoDomínio Amazônico
Domínio Amazônico
 
Dominios morfoclimaticos superhumanas
Dominios morfoclimaticos superhumanasDominios morfoclimaticos superhumanas
Dominios morfoclimaticos superhumanas
 
Biomas brasileiros
Biomas brasileirosBiomas brasileiros
Biomas brasileiros
 
6 biomas do brasil
6 biomas do brasil6 biomas do brasil
6 biomas do brasil
 
Biologia, esse 1
Biologia, esse 1Biologia, esse 1
Biologia, esse 1
 
Os DomíNios MorfoclimáTicos Do Brasil
Os DomíNios MorfoclimáTicos Do BrasilOs DomíNios MorfoclimáTicos Do Brasil
Os DomíNios MorfoclimáTicos Do Brasil
 

Destaque

As Três Fronteiras: Brasil, Paraguai e Argentina
As Três Fronteiras: Brasil, Paraguai e ArgentinaAs Três Fronteiras: Brasil, Paraguai e Argentina
As Três Fronteiras: Brasil, Paraguai e Argentina
Oracy Filho
 
Flavia flores allende
Flavia flores allendeFlavia flores allende
Flavia flores allende
flaviflores
 
Diferenca entre paises ricos e pobres
Diferenca entre paises ricos e pobresDiferenca entre paises ricos e pobres
Diferenca entre paises ricos e pobres
J. C.
 
Floresta amazônica
Floresta amazônicaFloresta amazônica
Floresta amazônica
dela28
 
Obstaculos Ao Desenvolvimento
Obstaculos Ao DesenvolvimentoObstaculos Ao Desenvolvimento
Obstaculos Ao Desenvolvimento
dulcemarr
 
Livro nutrientes e-terapeutica
Livro nutrientes e-terapeuticaLivro nutrientes e-terapeutica
Livro nutrientes e-terapeutica
Andrea Fª Locarno
 

Destaque (20)

Iguazu, Tres Fronteras
Iguazu, Tres FronterasIguazu, Tres Fronteras
Iguazu, Tres Fronteras
 
Fronteiras Permeáveis
Fronteiras PermeáveisFronteiras Permeáveis
Fronteiras Permeáveis
 
As Três Fronteiras: Brasil, Paraguai e Argentina
As Três Fronteiras: Brasil, Paraguai e ArgentinaAs Três Fronteiras: Brasil, Paraguai e Argentina
As Três Fronteiras: Brasil, Paraguai e Argentina
 
Fronteiras e globalização
Fronteiras e globalizaçãoFronteiras e globalização
Fronteiras e globalização
 
Industrialização do paraguai
Industrialização do paraguaiIndustrialização do paraguai
Industrialização do paraguai
 
Flavia flores allende
Flavia flores allendeFlavia flores allende
Flavia flores allende
 
Biomas brasileiros
Biomas brasileirosBiomas brasileiros
Biomas brasileiros
 
PARAGUAY - ida e volta
PARAGUAY - ida e voltaPARAGUAY - ida e volta
PARAGUAY - ida e volta
 
4 mapas mundo
4 mapas mundo4 mapas mundo
4 mapas mundo
 
Diferenca entre paises ricos e pobres
Diferenca entre paises ricos e pobresDiferenca entre paises ricos e pobres
Diferenca entre paises ricos e pobres
 
Seminário de geografia território, territorialidade e soberania
Seminário de geografia   território, territorialidade e soberaniaSeminário de geografia   território, territorialidade e soberania
Seminário de geografia território, territorialidade e soberania
 
Expansão das fronteiras e a mineração no brasil
Expansão das fronteiras e a mineração no brasilExpansão das fronteiras e a mineração no brasil
Expansão das fronteiras e a mineração no brasil
 
Floresta amazônica
Floresta amazônicaFloresta amazônica
Floresta amazônica
 
Obstaculos Ao Desenvolvimento
Obstaculos Ao DesenvolvimentoObstaculos Ao Desenvolvimento
Obstaculos Ao Desenvolvimento
 
Livro nutrientes e-terapeutica
Livro nutrientes e-terapeuticaLivro nutrientes e-terapeutica
Livro nutrientes e-terapeutica
 
As Fronteiras do Brasil
As Fronteiras do BrasilAs Fronteiras do Brasil
As Fronteiras do Brasil
 
Apresentação amazônia
Apresentação   amazôniaApresentação   amazônia
Apresentação amazônia
 
Limites e Fronteiras
Limites e FronteirasLimites e Fronteiras
Limites e Fronteiras
 
Floresta amazônica
Floresta amazônicaFloresta amazônica
Floresta amazônica
 
O lugar, as paisagens e o espaço geográfico
O lugar, as paisagens e o espaço geográficoO lugar, as paisagens e o espaço geográfico
O lugar, as paisagens e o espaço geográfico
 

Semelhante a As fronteiras naturais do Brasil

3999954 geografia-ppt-biomas-brasileiros
3999954 geografia-ppt-biomas-brasileiros3999954 geografia-ppt-biomas-brasileiros
3999954 geografia-ppt-biomas-brasileiros
Fabiano Scarpa
 
104 luan, vitor, rafael m. geografia
104 luan, vitor, rafael m. geografia104 luan, vitor, rafael m. geografia
104 luan, vitor, rafael m. geografia
Ivoneti de Lima
 
Biomas do brasileiros
Biomas do brasileirosBiomas do brasileiros
Biomas do brasileiros
Raquel Avila
 
Biomas Brasileiros segundo ano do ensino medio
Biomas Brasileiros segundo ano do ensino medioBiomas Brasileiros segundo ano do ensino medio
Biomas Brasileiros segundo ano do ensino medio
JulianaAraujo840650
 

Semelhante a As fronteiras naturais do Brasil (20)

Os Biomas Brasileiros.docx
Os Biomas Brasileiros.docxOs Biomas Brasileiros.docx
Os Biomas Brasileiros.docx
 
natureza é vida.pdf
natureza é vida.pdfnatureza é vida.pdf
natureza é vida.pdf
 
UE5 - 6S - EF - Biomas Brasilieros
UE5 - 6S - EF - Biomas BrasilierosUE5 - 6S - EF - Biomas Brasilieros
UE5 - 6S - EF - Biomas Brasilieros
 
UE5 - EF - 6º série - A Natureza do Território Brasileiro
UE5 - EF - 6º série - A Natureza do Território BrasileiroUE5 - EF - 6º série - A Natureza do Território Brasileiro
UE5 - EF - 6º série - A Natureza do Território Brasileiro
 
3999954 geografia-ppt-biomas-brasileiros
3999954 geografia-ppt-biomas-brasileiros3999954 geografia-ppt-biomas-brasileiros
3999954 geografia-ppt-biomas-brasileiros
 
Bioma da Mata Atlântica
Bioma da Mata AtlânticaBioma da Mata Atlântica
Bioma da Mata Atlântica
 
104 luan, vitor, rafael m. geografia
104 luan, vitor, rafael m. geografia104 luan, vitor, rafael m. geografia
104 luan, vitor, rafael m. geografia
 
104 luan, vitor, rafael m. geografia
104 luan, vitor, rafael m. geografia104 luan, vitor, rafael m. geografia
104 luan, vitor, rafael m. geografia
 
Biomas do brasil
Biomas do brasilBiomas do brasil
Biomas do brasil
 
Biomas do brasileiros
Biomas do brasileirosBiomas do brasileiros
Biomas do brasileiros
 
Biomas
BiomasBiomas
Biomas
 
biodiversidade.pptx
biodiversidade.pptxbiodiversidade.pptx
biodiversidade.pptx
 
Domínios morfoclimático e bioma do Brasil
Domínios morfoclimático e bioma do BrasilDomínios morfoclimático e bioma do Brasil
Domínios morfoclimático e bioma do Brasil
 
BIOMAS.pptx
BIOMAS.pptxBIOMAS.pptx
BIOMAS.pptx
 
Biomas Brasileiros segundo ano do ensino medio
Biomas Brasileiros segundo ano do ensino medioBiomas Brasileiros segundo ano do ensino medio
Biomas Brasileiros segundo ano do ensino medio
 
Biomas.ppt
Biomas.pptBiomas.ppt
Biomas.ppt
 
Biomas.ppt
Biomas.pptBiomas.ppt
Biomas.ppt
 
Biomas.ppt
Biomas.pptBiomas.ppt
Biomas.ppt
 
Biomas brasileiros
Biomas brasileirosBiomas brasileiros
Biomas brasileiros
 
Livro 387
Livro 387Livro 387
Livro 387
 

Mais de Murderdoll_Natty

Terrorismo religião e soberania
Terrorismo religião e soberaniaTerrorismo religião e soberania
Terrorismo religião e soberania
Murderdoll_Natty
 

Mais de Murderdoll_Natty (17)

Simple past, simple present and simple future
Simple past, simple present and simple futureSimple past, simple present and simple future
Simple past, simple present and simple future
 
Fibrose cística
Fibrose císticaFibrose cística
Fibrose cística
 
Harvest Moon - Grand Bazaar (Villagers)
Harvest Moon - Grand Bazaar (Villagers)Harvest Moon - Grand Bazaar (Villagers)
Harvest Moon - Grand Bazaar (Villagers)
 
Abstracionismo
AbstracionismoAbstracionismo
Abstracionismo
 
Agnosticismo
AgnosticismoAgnosticismo
Agnosticismo
 
Harvest Moon - Grand Bazaar (Introdução)
Harvest Moon - Grand Bazaar (Introdução)Harvest Moon - Grand Bazaar (Introdução)
Harvest Moon - Grand Bazaar (Introdução)
 
Claude monet
Claude monetClaude monet
Claude monet
 
Saint-Simon
Saint-SimonSaint-Simon
Saint-Simon
 
O Iluminismo
O IluminismoO Iluminismo
O Iluminismo
 
Os direitos humanos
Os direitos humanosOs direitos humanos
Os direitos humanos
 
Terrorismo religião e soberania
Terrorismo religião e soberaniaTerrorismo religião e soberania
Terrorismo religião e soberania
 
Garrafa térmica e panela de pressão
Garrafa térmica e panela de pressãoGarrafa térmica e panela de pressão
Garrafa térmica e panela de pressão
 
Nicolas antoine taunay
Nicolas antoine taunayNicolas antoine taunay
Nicolas antoine taunay
 
Eugène Delacroix
Eugène DelacroixEugène Delacroix
Eugène Delacroix
 
Esquistossomose
EsquistossomoseEsquistossomose
Esquistossomose
 
Amebíase e toxoplasmose
Amebíase e toxoplasmoseAmebíase e toxoplasmose
Amebíase e toxoplasmose
 
Carboidratos
CarboidratosCarboidratos
Carboidratos
 

Último

Manual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdf
Manual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdfManual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdf
Manual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdf
Pastor Robson Colaço
 
clubinho-bio-2.pdf vacinas saúde importância
clubinho-bio-2.pdf vacinas saúde importânciaclubinho-bio-2.pdf vacinas saúde importância
clubinho-bio-2.pdf vacinas saúde importância
LuanaAlves940822
 
5ca0e9_ea0307e5baa1478490e87a15cb4ee530.pdf
5ca0e9_ea0307e5baa1478490e87a15cb4ee530.pdf5ca0e9_ea0307e5baa1478490e87a15cb4ee530.pdf
5ca0e9_ea0307e5baa1478490e87a15cb4ee530.pdf
edjailmax
 
AS COLUNAS B E J E SUAS POSICOES CONFORME O RITO.pdf
AS COLUNAS B E J E SUAS POSICOES CONFORME O RITO.pdfAS COLUNAS B E J E SUAS POSICOES CONFORME O RITO.pdf
AS COLUNAS B E J E SUAS POSICOES CONFORME O RITO.pdf
ssuserbb4ac2
 

Último (20)

Manual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdf
Manual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdfManual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdf
Manual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdf
 
O carteiro chegou - Janet & Allan Ahlberg
O carteiro chegou - Janet & Allan AhlbergO carteiro chegou - Janet & Allan Ahlberg
O carteiro chegou - Janet & Allan Ahlberg
 
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamente
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamenteDescrever e planear atividades imersivas estruturadamente
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamente
 
Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024
Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024
Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024
 
clubinho-bio-2.pdf vacinas saúde importância
clubinho-bio-2.pdf vacinas saúde importânciaclubinho-bio-2.pdf vacinas saúde importância
clubinho-bio-2.pdf vacinas saúde importância
 
5ca0e9_ea0307e5baa1478490e87a15cb4ee530.pdf
5ca0e9_ea0307e5baa1478490e87a15cb4ee530.pdf5ca0e9_ea0307e5baa1478490e87a15cb4ee530.pdf
5ca0e9_ea0307e5baa1478490e87a15cb4ee530.pdf
 
Atividades-Sobre-o-Conto-Venha-Ver-o-Por-Do-Sol.docx
Atividades-Sobre-o-Conto-Venha-Ver-o-Por-Do-Sol.docxAtividades-Sobre-o-Conto-Venha-Ver-o-Por-Do-Sol.docx
Atividades-Sobre-o-Conto-Venha-Ver-o-Por-Do-Sol.docx
 
Campanha 18 de. Maio laranja dds.pptx
Campanha 18 de.    Maio laranja dds.pptxCampanha 18 de.    Maio laranja dds.pptx
Campanha 18 de. Maio laranja dds.pptx
 
Slides Lição 9, CPAD, Resistindo à Tentação no Caminho, 2Tr24.pptx
Slides Lição 9, CPAD, Resistindo à Tentação no Caminho, 2Tr24.pptxSlides Lição 9, CPAD, Resistindo à Tentação no Caminho, 2Tr24.pptx
Slides Lição 9, CPAD, Resistindo à Tentação no Caminho, 2Tr24.pptx
 
AS COLUNAS B E J E SUAS POSICOES CONFORME O RITO.pdf
AS COLUNAS B E J E SUAS POSICOES CONFORME O RITO.pdfAS COLUNAS B E J E SUAS POSICOES CONFORME O RITO.pdf
AS COLUNAS B E J E SUAS POSICOES CONFORME O RITO.pdf
 
Atividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdf
Atividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdfAtividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdf
Atividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdf
 
Recurso da Casa das Ciências: Bateria/Acumulador
Recurso da Casa das Ciências: Bateria/AcumuladorRecurso da Casa das Ciências: Bateria/Acumulador
Recurso da Casa das Ciências: Bateria/Acumulador
 
Nós Propomos! Infraestruturas em Proença-a-Nova
Nós Propomos! Infraestruturas em Proença-a-NovaNós Propomos! Infraestruturas em Proença-a-Nova
Nós Propomos! Infraestruturas em Proença-a-Nova
 
Os Padres de Assaré - CE. Prof. Francisco Leite
Os Padres de Assaré - CE. Prof. Francisco LeiteOs Padres de Assaré - CE. Prof. Francisco Leite
Os Padres de Assaré - CE. Prof. Francisco Leite
 
livro para educação infantil conceitos sensorial
livro para educação infantil conceitos sensoriallivro para educação infantil conceitos sensorial
livro para educação infantil conceitos sensorial
 
Produção de poemas - Reciclar é preciso
Produção  de  poemas  -  Reciclar é precisoProdução  de  poemas  -  Reciclar é preciso
Produção de poemas - Reciclar é preciso
 
São Filipe Neri, fundador da a Congregação do Oratório 1515-1595.pptx
São Filipe Neri, fundador da a Congregação do Oratório 1515-1595.pptxSão Filipe Neri, fundador da a Congregação do Oratório 1515-1595.pptx
São Filipe Neri, fundador da a Congregação do Oratório 1515-1595.pptx
 
ufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdf
ufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdfufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdf
ufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdf
 
Atividade com a música Xote da Alegria - Falamansa
Atividade com a música Xote  da  Alegria    -   FalamansaAtividade com a música Xote  da  Alegria    -   Falamansa
Atividade com a música Xote da Alegria - Falamansa
 
Hans Kelsen - Teoria Pura do Direito - Obra completa.pdf
Hans Kelsen - Teoria Pura do Direito - Obra completa.pdfHans Kelsen - Teoria Pura do Direito - Obra completa.pdf
Hans Kelsen - Teoria Pura do Direito - Obra completa.pdf
 

As fronteiras naturais do Brasil

  • 1. As Fronteiras Naturais do Brasil Biomas e Domínios Morfoclimáticos
  • 2. Introdução O Brasil é o país de maior biodiversidade do planeta. Foi o primeiro signatário da Convenção sobre a Diversidade Biológica (CDB), e é considerada megabiodiverso – país que reúne ao menos 70% das espécies vegetais e animais do planeta – CI (Conversation International). Com tantas riquezas naturais e grande extensão territorial, o Brasil apresenta diversos aspectos. Que constituem nossas fronteiras naturais. Podemos considerar essas fronteiras segundo dois critérios diferentes: os domínios morfoclimáticos e os biomas. Os domínios morfoclimáticos são uma região onde o clima e o relevo são iguais, como o próprio nome já diz onde esse clima é o domínio. Os biomas são como um conjunto de ecossistemas com um tipo de vegetação em evidência em principal.
  • 3. Domínios Morfoclimáticos  Os Domínios Morfoclimáticos se baseiam nos diferentes tipos de relevos que são resultantes do clima atual e do passado bem como na cobertura vegetal e nos tipos de solo. Os mesmos são definidos a partir das características climáticas, botânicas, hidrográficas entre outras.  Devido à extensão territorial do Brasil ser muito grande, vamos encontrar muitos domínios muito diferenciados uns do outros. Esta classificação feita, segundo o geógrafo Aziz Ab’Sáber (1970), dividiu o Brasil em seis domínios. São eles:  Domínio amazônico, terras baixas e florestas equatoriais;  Domínio dos Mares de Morros, áreas mamelonares tropical- atlânticas florestadas;  Domínio do Cerrado, chapadões tropicais interiores com cerrados e matas de galeria;  Domínio da Caatinga, depressões Inter montanas e interplanáticas semiáridas;  Domínio da Araucária, planalto subtropicais com araucárias;  Domínio das Pradarias, coxilhas subtropicais com pradarias mistas.
  • 4. Os domínios morfoclimáticoas são formados por fatores naturais e, portanto não possuem fronteiras exatas. Entre elas há áreas de transição, com características comuns aos domínios que separam.  Em um domínio, podemos reconhecer um bioma predominante, biomas secundários e vários ecossistemas. Por exemplo, no domínio do cerrado, há o predomínio do bioma savânico (cerrado), terrestre, mas aparecem outros biomas, como a caatinga, e ecossistemas, como as matas de galeria ou ciliares. Podemos dizer também que a expressão domínio do cerrado é mais ampla do que bioma do cerrado, pois esta se refere a um bioma terrestre e primeira pode incluir espécies de água doce.
  • 5.
  • 6. Biomas Podemos definir bioma como um conjunto de ecossistemas que funcionam de forma estável. Um bioma é caracterizado por um tipo principal de vegetação (num mesmo bioma podem existir diversos tipos de vegetação). Os seres vivos de um bioma vivem de forma adaptada as condições da natureza (vegetação, chuva, umidade, calor, etc) existentes. Os biomas brasileiros caracterizam-se, no geral, por uma grande diversidade de animais e vegetais ou seja pela biodiversidade. Em outras palavras, um bioma é formado por todos os seres vivos de uma determinada região, cuja vegetação tem bastante similaridade e continuidade, com um clima mais ou menos uniforme, tendo uma história comum em sua formação. Por isso tudo sua diversidade biológica também é muito parecida.
  • 7. Biomas Brasileiros Devido à sua dimensão continental e a grande variação geomorfológica e climática, o Brasil abriga sete biomas, três regiões de transição, 49 ecos-região e incalculáveis ecossistemas. Os biomas são: florestas tropicais úmidas, tundras, desertos árticos, florestas pluviais, subtropicais ou temperadas,bioma mediterrâneo, prados tropicais ou savanas, florestas temperadas de coníferas, desertos quentes, prados temperados, florestas tropicais secas e desertos frios. Existem ainda, os sistemas mistos que combinam características de dois ou mais biomas. Os biomas podem, ainda, ser divididos em biomas aquáticos do qual fazem parte a plataforma continental, recifes de coral, zonas oceânicas, praias e dunas; e biomas terrestres. Os biomas terrestres são constituídos por basicamente três grupos de seres: os produtores (vegetais), os consumidores (animais) e os decompositores (fungos, bactérias). Aqui, de forma muito simples, vamos apenas listar seis dos sete grandes biomas que compõem o território brasileiro. Há quem fale em oito, com a inclusão do território brasileiro na Antártida. Porém, vamos ficar com os oficiais.
  • 8. Biomas Brasileiros Área Aproximada (km²) Área Total Br Bioma Amazônica 4.196.943 49,29% Bioma Cerrado 2.036.448 23,92% Bioma Mata Atlântica 1.110.182 13,04% Bioma Caatinga 844.453 9,92% Bioma Pampa 176.496 2,07% Bioma Pantanal 150.355 1,76% Área Total Brasil 8.514.877 Fonte: http://www.ibge.com.br/home/presidencia Temos também o bioma costeiro que são os manguezais, costões rochosos, dunas e restingas. Costões rochosos são ambientes costeiros que, como o próprio nome diz, estão localizados em rochas a beira mar, existem por quase todo o litoral brasileiro. Os biomas brasileiros abrangem várias ecrregiõese são assim classificadas:
  • 9. 1- Amazônia: “Pulmão do Mundo”, “Planeta Água”, “Inferno Verde”, são alguns dos apelidos mundialmente conhecidos a respeito da Amazônia. Está sempre em evidência em qualquer ponto da aldeia globalizada. Interessa a todos. Uma das últimas regiões do planeta que ainda seduzem pela exuberância de uma natureza primitiva, hoje absolutamente ameaçada por sua devastação. A Amazônia guarda a maior diversidade biológica do planeta – região mega-diversa - e escoa 20% de toda água doce da face da Terra. Seu início se deu há 12 milhões de anos atrás, quando os Andes se elevaram e fecharam a saída das águas para o Pacífico. Formou-se um fantástico Pantanal, quase um mar de água doce, coberto só por águas. Depois, com tantos sedimentos, a crosta terrestre tornou emergir e, aos poucos, formou-se o que é hoje a Amazônia. A área desmatada da Amazônia já atinge 16,3% de sua totalidade.
  • 10.
  • 11. 2 -Caatinga: Há aproximadamente 260 milhões de anos, toda região onde hoje está o semi-árido foi fundo de mar, mas o bioma caatinga é muito recente. Há apenas dez mil anos atrás era uma imensa floresta tropical, como a Amazônia. Para conhecer bem esse bioma do semi- árido brasileiro, basta fazer uma visita ao Sítio Arqueológico da Serra da Capivara, no sul do Piauí. Ali estão os painéis rupestres, com desenhos de preguiças enormes, aves gigantescas, tigres-dente-de- sabre, cavalos selvagens e tantos outros. Com o fim da era glacial, há dez mil anos atrás, também acabou a floresta tropical. Ficou o que é hoje a nossa Caatinga. A Caatinga é muito rica em biodiversidade, tanto vegetal quanto animal, sobretudo de insetos. É por isso que o sul do Piauí, por exemplo, é muito favorável à criação de abelhas. Nos períodos sem chuva, cerca de 8 meses por ano, ela “adormece” e suas folhas caem. Depois, com a primeira chuva, ela como que ressuscita. É a essa lógica que seus habitantes têm que se adaptar. Portanto, aqueles que ainda acham essa região inviável, ou a têm como um deserto, demonstram um profundo desconhecimento da realidade brasileira.
  • 12.
  • 13. 3– Cerrado: O Cerrado é o mais antigo bioma brasileiro. Fala-se que sua idade é de aproximadamente 65 milhões de anos. É tão velho que 70% de sua biomassa está dentro da terra. Por isso, se diz que é uma “floresta de cabeça para baixo”. Por isso, para alguns especialistas, o Cerrado não permite qualquer revitalização. Uma vez devastado, devastado para sempre. O Cerrado é ainda a grande caixa d’água brasileira. É do Planalto Central que se alimentam bacias hidrográficas que correm para o sul, para o norte, para o oeste e para o leste.  O Cerrado guarda ainda uma fantástica biodiversidade, porém, 57% do Cerrado já foram totalmente devastados e a metade do que resta já está muito danificada. Sua devastação é muito veloz, chegando a três milhões de hectares por ano.  A partir da década de 70, sob o embalo do regime militar, essa foi a grande fronteira agrícola para criação de gado e depois para o plantio de soja. A devastação de sua cobertura vegetal está comprometendo suas nascentes, rios e riachos. Um rio como o São Francisco tem 80% de suas águas com origem no Cerrado. Hoje se fala que é necessário uma moratória para se preservar o que resta do Cerrado.
  • 14.
  • 15. 4 - Mata Atlântica: Já foi a grande floresta costeira brasileira. Ia do Rio Grande do Norte ao Rio Grande do Sul. Em alguns lugares adentrava o continente, como no Paraná, onde ocupava 98% do território Paranaense.  Era também o mais rico bioma brasileiro em biodiversidade. Ainda é em termos de Km². Hoje é o mais devastado de nossos biomas. Restam aproximadamente 7% de sua cobertura vegetal. São manchas isoladas, muitas vezes sem comunicação entre si. Há quem fale em apenas 5%. A Mata Atlântica é o exemplo mais contundente do modelo desenvolvimento predatório desse país. Foi ao longo dele que se saqueou o pau Brasil e depois se instalaram os canaviais, tantas outras monoculturas, além do complexo industrial. Quem vive onde já foi esse bioma muitas vezes nem conhece seus vestígios, tamanha sua devastação.  Aproximadamente 70% da população brasileira vivem na área desse bioma, perto de 120 milhões de pessoas. Por mais prejudicado que esteja, é desse bioma que essa população depende para beber água e ter um clima ainda ameno.
  • 16.
  • 17. 5 – Pantanal: Pantanal sugere animais, rios, peixes, matas e qualquer coisa ainda parecida com o Paraíso.É um bioma geologicamente novo. O leito do rio Paraguai ainda está em formação. “O Pantanal é a maior planície inundável do mundo e apresenta uma das maiores concentrações de vida silvestre da Terra. Situado no coração da América do Sul, o Pantanal se estende pelo Brasil, Bolívia e Paraguai com uma área total de 210,000 km2. Aproximadamente 70% de sua extensão encontra-se em território brasileiro, nos Estados de Mato Grosso e Mato Grosso do Sul”. No Brasil o Pantanal ocupa 150.355 Km², ou seja, 1,76% do nosso território. Há opinião que 80% do Pantanal encontra-se bem conservado. Entretanto, as queimadas, a derrubada das árvores, o assoreamento dos rios ameaçam sua existência. As últimas reportagens de TVs falam da intensa evaporação de suas águas e o risco de tornar-se um deserto. O que mais ameaça e agride esse bioma são as pastagens, queimadas e as entradas do agronegócio. O desafio é manter suas características e também manter sua população em condições dignas de vida.
  • 18.
  • 19. 6 – Pampa ou Campos Sulinos: O Pampa gaúcho é bastante diferente dos demais biomas brasileiros. Dominado por gramíneas, com poucas árvores, sempre foi considerado mais apropriado para a criação do gado. Sua biodiversidade havia sido ignorada por quase trezentos anos. Foi a porta de entrada para o gado através da região sul. A outra foi pelo vale do São Francisco, através dos currais de gado. O único estado brasileiro com esse bioma é o Rio Grande do Sul. Ocupa 63% do território do Rio Grande. Ele também se estende pelo Uruguai e Argentina. Agora o Pampa sofre uma ameaça muito mais grave: a introdução do monocultivo, Pinus e Eucaliptos. Mais uma vez portanto, se propõe um tipo de desenvolvimento econômico inadequado às características de um bioma.
  • 20.
  • 21. 7 – Biomas Costeiros: O bioma Costeiro é a reunião destes ecossistemas que existem ao longo do litoral. São manguezais, restingas, dunas, praias, ilhas, costões rochosos, baías, brejos e recifes de corais, entre outros. Como os ecossistemas ocorrem em toda costa brasileira, as características do bioma costeiro variam muito de um lugar para outro: em algumas regiões predominam algumas espécies vegetais, animais e determinados aspectos físicos. Não é possível então falar de características comuns de fauna, vegetação, solo, relevo e clima.
  • 22.
  • 24. Domínio dos Mares de Morros Localização: Acompanha a faixa litorânea do Brasil, do nordeste até o sul do país, obtendo uma área total de aproximadamente 1.000.000 km². Clima: Tropical quente, com uma estação seca e outra chuvosa. Hidrografia: Seus rios são muito importantes pelo grande potencial hidroelétrico. Vegetação: Predomina a Mata Atlântica que está muito devastada. Também apresentam campos e cerrados. Solos férteis. Relevos: Morros arredondados que resultam da alternância de períodos de seca e de chuva.
  • 25. Domínio das Araucárias Localização: Encontrado desde o sul paulista até o norte gaúcho, o domínio das araucárias ocupa uma área de 400.00 km². Clima:. Subtropical. Hidrografia: Rios importantes para a navegação e para a geração de eletricidade. Vegetação: Floresta dos Pinhais ou de Araucária a qual está muito devastada. Solos Férteis. Relevo: Predomina os Planaltos.
  • 26. Domínio da Caatinga Localização: Situado no nordeste brasileiro, o domínio morfoclimático das caatingas abrange em seu território a região dos polígonos das secas. Com uma extensão de aproximadamente 850.000 km², este domínio inclui o Estado do Ceará e partes dos Estados da Bahia, de Sergipe , de Alagoas, de Pernambuco, da Paraíba, do Rio Grande do Norte e do Piauí. Clima: Semi-Árido quente, com chuvas escassas e mal distribuídas. Hidrografia: Rios temporários. Vegetação: Arbustos espinhentos e cactos além de árvores que perdem suas folhas nas secas. Solo: Rico em minerais e pobres em matérias orgânicas. Relevos: Chapadas e Serras.
  • 27. Domínio das Pradarias Localização: Situado ao extremo sul brasileiro, mais exatamente a sudeste gaúcho, o domínio morfoclimático das pradarias compreende uma extensão de 45.000 km² a 80.000 km². Clima:. Subtropical. Vegetação: Gramais que formam imensos campos muito utilizados para a pecuária. Solos: Férteis. Relevo: Planícies.
  • 28. Domínio do Cerrado Localização: O Cerrado detém uma área de 45 milhões de hectares. Incluindo neste espaço os Estados: do Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Tocantins, de Goiás, da Bahia, do Maranhão e de Minas Gerais. Clima:. Tropical com uma estação seca bem definida. Hidrografia: Seus rios diminuem muito na época das secas e transbordam na época das chuvas, Vegetação: Campos que apresentam árvores retorcidas com cascas grossas. Solos: Ácidos. Relevos: Chapadas e Chapadões
  • 29. Domínio Amazônico Localização: É a maior região morfoclimática do Brasil, com uma área de aproximadamente 5 milhões km² - equivalente a 60% do território nacional – abrangendo os Estados: Amazonas, Amapá, Acre, Pará, Maranhão, Rondônia, Roraima, Tocantins e Mato Grosso. Clima: Equatorial, o mais quente e úmido da Terra. Hidrografia: Apresenta a maior bacia fluvial da Terra ocupando ¹/4 das terras da América do Sul (Amazonas). Vegetação: Predomina a floresta equatorial Amazônica.
  • 30. Bibliografia  http://soreverton.blogspot.com/2011/04/fronteiras-naturais-do-brasil.html  http://www.slideshare.net/ceama/os-domnios-morfoclimticos-do-brasil-461267  http://www.youtube.com/watch?v=dOLRA6wzG4o  http://www.cliquesemiarido.org.br/not_0110.htm  http://br.answers.yahoo.com/question/index?qid=20090331153840AAauoFd  http://www.suapesquisa.com/geografia/biomas_brasileiros.htm  http://www.infoescola.com/geografia/bioma/  http://www.brazadv.com.br/brasil/biomas.htm  http://www.jardimdeflores.com.br/ECOLOGIA/A06bioma.htm