Bioma da Mata Atlântica

1.179 visualizações

Publicada em

Tudo Sobre O Bioma da Mata Atlântica.

  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Bioma da Mata Atlântica

  1. 1. 1
  2. 2. O QUE É BIOMA?  É uma unidade biológica ou espaço geográfico caracterizado de acordo com o macro clima, a fito fisionomia (aspecto da vegetação de um lugar), o solo e a altitude específicos. Alguns, também são caracterizados de acordo com a presença ou não de fogo natural.  Os biomas são: florestas tropicais úmidas, tundras, desertos árticos, florestas pluviais, subtropicais ou temperadas, bioma mediterrâneo, prados tropicais ou savanas, florestas temperadas de coníferas, desertos quentes, prados temperados, florestas tropicais secas e desertos frios. Existem ainda, os sistemas mistos que combinam características de dois ou mais biomas. 2
  3. 3. Mata Atlântica 3 A Mata Atlântica é um bioma de floresta tropical que abrange a costa leste, sudeste e sul do Brasil, leste do Paraguai e a província de Misiones, na Argentina. É uma das mais importantes florestas tropicais do mundo, apresentando uma rica biodiversidade. A partir da colonização européia, e principalmente, no século XX, a Mata Atlântica passou por intenso desmatamento, restando menos de 10% da cobertura vegetal original. É um grande centro de endemismo e suas formações vegetais são extremamente heterogêneas, indo desde campos abertos em regiões montanhosas até florestas chuvosas perenes nas terras baixas do litoral. A fauna abriga diversas espécies endêmicas, e muitas são carismáticas, como o mico-leão-dourado e a onça-pintada. O WWF dividiu a Mata Atlântica em 15 ecorregiões, visando manter ações mais regionalizadas na conservação, já que o grau de desmatamento e as ações conservacionistas são específicas para cada região abrangida pelo bioma. Atualmente, menos de 10% da cobertura original existe, a maior parte em pequenos fragmentos de floresta secundária. No Brasil, restam cerca de 7% a maior parte na Serra do Mar, no Paraguai, cerca de 15% e na Argentina, 45% da vegetação.
  4. 4. Abrange a costa leste, sudeste e sul do Brasil, leste do Paraguai e a província de Misiones na Argentina. 4
  5. 5. CRONOGRAMA HISTÓRICO  Há 500 anos atrás, a paisagem dominante na costa Brasilia era a densa e exuberante Floresta Atlântica, com árvores gigantescas. Estendia- se á partir do litoral, penetrando o continente em direção ao interior por extensões variadas, de acordo com as características geográficas e climáticas. 5  Os Portugueses começaram a explorar o pau- brasil (Caesalpinia echinata), do qual se extraía tinta para tecido, sendo o produto no qual se estabeleceu a primeira atividade econômica da colônia. De 1500 a 1530 não houve um projeto de colonização para o Brasil e a extração do pau-brasil foi feita primordialmente por particulares europeus.
  6. 6. Bioma da Mata Atlântica  Conjunto formado pelo clima, vegetação, hidrografia e relevo de uma determinada região.  É o segundo mais importante bioma do Brasil, sendo inclusive tombado pela UNESCO como patrimônio histórico devido à sua grande biodiversidade. 6 • Presença de árvores de médio e grande porte, formando uma floresta fechada e densa; • Rica biodiversidade, com presença de diversas espécies animais e vegetais; • As árvores de grande porte formam um microclima na mata, gerando sombra e umidade; • Fauna rica com presença de diversas espécies de mamíferos, anfíbios, aves, insetos, peixes e répteis; • Na região da Serra do Mar, forma-se na Mata Atlântica uma constante neblina.
  7. 7. Solo da Mata Atlântica 7 O solo desta mata é em geral bastante raso, pouco ventilado, sempre úmido e recebe pouca luz, pois, como já vimos, a maior parte da luminosidade é absorvida pelas folhas das árvores mais altas.
  8. 8. 8 É importante destacar a existência de sete das nove maiores bacias hidrográficas nesse bioma. Nele estão os mananciais que abastecem de água 70% da população brasileira. Os rios e lagos que compõem essas bacias estão em grande parte ameaçados pelo desmatamento das matas ciliares ou de galeria (estreitas faixas de árvores que margeiam os rios) e consequente assoreamento dos mananciais, pela poluição da água e pela construção de represas sem os devidos cuidados no meio ambiente. ÀGUA
  9. 9. CLIMA  O clima do Brasil na região da Mata Atlântica está inserido na faixa de transição entre o clima tropical e subtropical. A proximidade do oceano, a dinâmica atmosférica regional, e os traços de relevo contribuem para tornar o clima local predominantemente quente e úmido, caracterizado por temperaturas altas, nebulosidade no alto das montanhas e umidade elevada. De um modo geral, o período mais frio e seco vai de abril a setembro (inverno) e o mais quente e chuvoso de outubro a março (verão). 9
  10. 10. FLORA 10 É fácil entender, portanto, porque a Mata Atlântica apresenta estruturas e composições florísticas tão diferenciadas. Uma das florestas mais ricas em biodiversidade no Planeta, a Mata Atlântica detém o recorde de plantas lenhosas angiospermas por hectare 450 espécies no Sul da Bahia, cerca de 20 mil espécies vegetais, sendo 8 mil delas endêmicas, além de recordes de quantidade de espécies e endemismo em vários outros grupos de plantas. Dentre as plantas podemos citar: • Pau-brasil, • Bromélias, • Palmeiras, • Figueiras, • Jacarandá, • Peroba, • Jequitibá rosa, • Cipós, • Begônias e outras centenas de espécies.
  11. 11. FAUNA 11 A Mata Atlântica possui uma grande riqueza em sua fauna e flora abrigando centenas de espécies, sendo muitas endêmicas, isto é, que são apenas encontradas em seu território. O bioma possui atualmente cerca de 20 mil espécies de plantas 8 mil delas são endêmicas, 849 espécies de aves, 370 espécies de anfíbios, 200 espécies de répteis, 270 de mamíferos e cerca de 350 espécies de peixes. O Brasil possui 633 espécies de animais que estão em pleno risco de extinção e deste número 383 estão presentes na Mata Atlântica, dentre elas podemos destacar: • Mico-leão-dourado, • Onça Pintada, • Tamanduá bandeira, • Arara-azul-pequena, • Tatu canastra e Bugio.
  12. 12. ALTERAÇÕES E IMPACTOS 12 A Mata Atlântica é uma das florestas tropicais mais ameaçadas do mundo, teve mais de 90% de sua área original derrubada para o estabelecimento de cidades, da atividade agropecuária e, posteriormente, do parque industrial brasileiro. De fato, é o ecossistema brasileiro que mais sofreu os impactos ambientais dos ciclos econômicos da história do país.
  13. 13. ECONOMIA SUSTENTAVEL  Os recursos naturais da Mata Atlântica sempre serviram de matéria prima para utilização por seus habitantes. Desde os tempos do descobrimento do Brasil esses recursos passaram a ser explorados pelos colonizadores em ritmo cada vez mais acelerado. Essa atividade deu início à devastação da floresta. Hoje, após 500 anos de utilização contínua e da substituição da floresta para a agricultura, pecuária, mineração, infraestrutura e urbanização 13
  14. 14. LEI  A Lei Federal nº 11.428, de 22 de dezembro de 2006 – Lei da Mata Atlântica, regula a conservação, a proteção, a regeneração e a utilização da Mata Atlântica, e o Decreto nº 6.660, de 21 de novembro de 2008, detalha “o que”, “como” e “onde” pode haver intervenção ou uso sustentável da vegetação nativa. 14
  15. 15. Considerações finais  Concluímos que um meio ambiente ecologicamente equilibrado está diretamente ligado a preservação das florestas. Por esse motivo do bioma Mata Atlântica encontra-se protegido por lei, não só pela riquíssima biodiversidade, mas igualmente pelo patrimônio genético, de valor não mensurável.  O Bioma Mata Atlântica é reconhecidamente um dos mais significativos do planeta, devido aos atributos de fauna e flora do qual se reveste. 15
  16. 16. Bibliografia  http://www.arcplan.com.br/projetos/sos/  http://www.wwf.org.br/natureza_brasileira/questoes_ambientais/biomas/bioma_mata _atl/bioma_ mata_atl_ameacas/  http://www.conservation.org.br/como/index.php?id=8  https://www.sosma.org.br/nossa-causa/a-mata-atlantica/  http://www.ministeriodomeioambiente.gov.br/mma-em-numeros/biodiversidade-flora 16
  17. 17. Componentes do grupo  Anderson Silva  Abel Pereira  Tainá Marinho  Arlem Junior 17

×