INTRODUÇÃO 
Sabe-se que o homem primitivo teve desde muito cedo necessidade de comunicar. Para isso 
usava, por exemplo, s...
DESENVOLVIMENTO 
O que é Música: 
Música é a combinação de ritmo, harmonia e melodia, de maneira agradável ao ouvido. No 
...
A música erudita ou clássica é caracterizada por uma música refinada e agradável, apresentada 
de forma instrumental, que ...
A música tradicional ou folclórica, está intimamente ligada à música popular. O fado, o tango, o 
samba, o frevo, o forró,...
O ritmo está ligado à música, mas também a outras formas de arte, como a poesia, por exemplo. 
Neste último caso, o ritmo ...
Música Moderna – século XX 
O século XX surgiu como a era das experiências, da procura de novas técnicas e de novos 
camin...
Conclusão 
A música é considerada a arte mais antiga e a mais primitiva de todas. Desenvolveu-se a partir 
dos principais ...
AGRADECIMENTO 
Em primeiro lugar queremos agradecer a deus o bom senso de vida, aos nossos pais que fizeram 
esforços para...
Biografia 
www.google.com 
www.significado.com.br 
www.citi.pt 
www.wikipédia 
A musica no mundo moderno 9
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Petilson filho

389 visualizações

Publicada em

Musica

Publicada em: Educação
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Petilson filho

  1. 1. INTRODUÇÃO Sabe-se que o homem primitivo teve desde muito cedo necessidade de comunicar. Para isso usava, por exemplo, sinais sonoros como: gritos, sons corporais, batimentos com pedras ou com ramos de árvores, etc. No fundo, o homem pré-histórico tinha como principal objectivo o de imitar a natureza e não o de fazer música. Mas desde o momento que o homem começou a produzir sons com a intenção de fazer música, pode-se afirmar que se deu início ao longo percurso da história da música. Assim o homem começou a fazer uso da música nas suas cerimónias e rituais, como por exemplo, na evocação das forças da natureza, no culto dos mortos, no decorrer da caça,... Começou por usar apenas a voz e os diversos sons corporais, mais tarde, também introduziu gradualmente instrumentos que construía para usar nas suas músicas e danças numa tentativa de agradar mais aos deuses. Depois de descobrir a beleza e a funcionalidade da música o homem nunca mais se separou dela A musica no mundo moderno 1
  2. 2. DESENVOLVIMENTO O que é Música: Música é a combinação de ritmo, harmonia e melodia, de maneira agradável ao ouvido. No sentido amplo é a organização temporal de sons e silêncios (pausas). No sentido restrito, é a arte de coordenar e transmitir efeitos sonoros, harmoniosos e esteticamente válidos, podendo ser transmitida através da voz ou de instrumentos musicais. É considerada por diversos autores como uma prática cultural e humana. Não se conhece nenhuma civilização ou agrupamento que não possua manifestações musicais próprias. Embora nem sempre seja feita com esse objetivo, a música pode ser considerada como uma forma de arte, considerada por muitos como sua principal função. A criação, a performance, o significado e até mesmo a definição de música variam de acordo com a cultura e o contexto social. A música vai desde composições fortemente organizadas (e a sua recriação na performance), música improvisada até formas aleatórias. Pode ser dividida em gêneros e subgêneros, contudo as linhas divisórias e as relações entre géneros musicais são muitas vezes sutis, algumas vezes abertas à interpretação individual e ocasionalme nte controversas. Dentro das "artes", a música pode ser classificada como uma arte de representação, uma arte sublime, uma arte de espetáculo. Para indivíduos de muitas culturas, a música está extremamente ligada à sua vida. A música expandiu-se ao longo dos anos, e atualmente se encontra em diversas utilidades não só como arte, mas também como a militar, educacional ou terapêutica (musicoterapia). Além disso, tem presença central em diversas atividades coletivas, como os rituais religiosos3 , festas e funerais. Há evidências de que a música é conhecida e praticada desde a pré-história. Provavelmente a observação dos sons da natureza tenha despertado no homem, através do sentido auditivo, a necessidade ou vontade de uma atividade que se baseasse na organização de sons. Embora nenhum critério científico permita estabelecer seu desenvolvimento de forma precisa, a história da música confunde-se, com a própria história do desenvolvimento da inteligência e da cultura humana.4 A música é uma manifestação artística e cultural de um povo, em determinada época ou região. A música é um veículo usado para expressar os sentimentos. A música evoluiu através dos séculos, resultando numa grande variedade de gêneros musicais, entre eles, a música sacra ou religiosa, a erudita ou clássica, a popular e a tradicional ou folclórica. Cada um dos gêneros musicais possuem uma série de subgêneros e estilos. Música erudita ou clássica Música erudita ou clássica é uma música bem elaborada, que foge das tradições populares. É uma música culta, caracterizada pela simetria e equilíbrio sonoro. Teve sua origem na necessidade de aumento do poder expressivo das melodias nos ofícios religiosos. A musica no mundo moderno 2
  3. 3. A música erudita ou clássica é caracterizada por uma música refinada e agradável, apresentada de forma instrumental, que chegou ao ápice com os grandes gênios da música, entre eles, Haendel, Bach, Haydn, Mozar e Beethoven. A expressão "música clássica" passou a ser usada para representar a evolução musical no século XIX, chamado século de ouro, dos grandes compositores. Ópera Ópera é uma obra dramática em que o teatro, a música e a poesia se completam. A ópera é um gênero teatral dramático, encenado junto com a música instrumental e o canto, no qual se sobressai um solista, representado por cantores com timbres vocais que vão do mais agudo até os mais graves. A ópera é encenada com os elementos do teatro, como enredo, coreografia e vestuário característico, em conjunto com a música instrumental e o canto. Ópera é o plural de opus, que no latim significa obra de arte. A ópera surgiu na Itália, e geralmente é apresentada em latim ou italiano. Música popular Música popular é aquela que tem uma letra predominantemente romântica, jovem, dançante e com refrões fáceis de memorizar. O rock foi um dos mais bem sucedidos gêneros da música popular, seguido da música romântica. A música popular brasileira recebeu influência de diversas escolas, entre elas a de João Gilberto, com a precisão técnica e a interpretação contida, e a escola de Elis Regina, com interpretação sentimental, em que a emoção importa mais do que a técnica. Michael Jackson e Madona serviram de parâmetro para o pop americano e para um grande número de seguidores. A música popular cantada por grandes nomes do showbiz, com melodias suaves e rítmos dançantes, se enraizou na cultura da juventude urbana, virou sucesso comercial e é um dos mais bem sucedidos gêneros da música contemporânea. Música tradicional Música tradicional ou folclórica é aquela que simboliza as tradições e costumes de um povo, e são passadas de geração a geração, como parte dos valores e da identidade de um povo. A música tradicional representa as crenças e as tradições de uma determinada região. Grande parte da música folclórica possui letra de fácil memorização e está ligada às festividades, envolvendo danças típicas de uma determinada cultura. A musica no mundo moderno 3
  4. 4. A música tradicional ou folclórica, está intimamente ligada à música popular. O fado, o tango, o samba, o frevo, o forró, a música de viola, a música sertaneja, o maracatu, o reggae, o blues, entre outras, se perpetuaram e muitas delas exercem grande influência na música moderna Como vimos a música é a combinação de harmonia, ritmo e melodia O que é Harmonia: Harmonia é o substantivo feminino com origem do idioma grego e que indica uma concordância ou consonância tanto a nível artístico como a nível social. Alguns sinônimos de hamonia podem ser equilíbrio, ordem, acordo, concórdia, consonância, entendimento, conciliação, etc. Estando muitas vezes relacionada com o universo da música, a harmonia musical indica a concordância ou combinação de vários sons simultâneos ou de acordes que são agradáveis ao ouvido. O estudo da harmonia é essencial para o estudo da composição e por isso, a harmonia também é a arte de compor os sons simultaneamente. Enquanto a harmonia é a combinação de sons simultâneos, a melodia é a combinação de sons sucessivos. No âmbito da estética, a harmonia indica uma característica do que é considerado "bonito", e indica uma concordância entre cores, tamanhos e movimentos. No contexto mais filosófico, a harmonia faz parte da metafísica de Leibniz, que indica uma concordância que é pré-determinada, ou seja, que foi criada por Deus desde o princípio. Um elemento que tem harmonia é algo que está disposto de forma equilibrada e justa entre as partes de um todo. Assim, a harmonia muitas vezes é o resultado de um sentido de paz entre pessoas, ou a concordância de opiniões ou sentimentos entre pessoas. Ex: Eu sempre gostava que passar o fim de semana na casa do meu melhor amigo, porque notava uma harmonia na sua família. Muitas pessoas têm dúvidas entre harmonia ou armonia. No entanto, a forma correta de escrita é harmonia, já que armonia não consta no dicionário da língua portuguesa. O que é Ritmo: Ritmo é um substantivo masculino com origem no grego rhythmos e que designa a sucessão regular dos tempos fortes e fracos em uma frase musical. Indica o valor das notas, de acordo com a intensidade e o tempo. Pode ser sinônimo de cadência (sons cadenciados) em intervalos de tempo periódicos. A musica no mundo moderno 4
  5. 5. O ritmo está ligado à música, mas também a outras formas de arte, como a poesia, por exemplo. Neste último caso, o ritmo controla a distribuição de sílabas compridas e curtas e a repetição dos tempos fracos e fortes de um verso. A palavra ritmo também pode ser usada para descrever a velocidade de alguma coisa. Ex: Nos últimos cinco minutos, a atleta aumentou o seu ritmo e ultrapassou todos os seus adversários. Algumas pessoas têm dúvidas relativamente à grafia desta palavra. Não sabem se a forma correta é ritmo, rítmo ou rítimo. Apesar de ser pronunciada como "rítimo", a forma correta é ritmo, sem acento. Ritmo musical A nível musical, o ritmo é - juntamente com a harmonia e melodia - um dos componentes essenciais de uma música. Diferentemente de outras artes, como as artes plásticas, a música ocorre dentro de um parâmetro temporal e o ritmo controla a sucessão de sons dentro do tempo. Ritmo sinusal O ritmo sinusal é uma expressão que remete para o ritmo "normal" do coração, ou seja, a sucessão e frequência das contrações cardíacas. Tem essa designação graças ao nó sinusal, uma estrutura que funciona como marca-passo natural do coração. O que é uma Melodia: Melodia é o substantivo feminino que significa o encadeamento harmonioso e bonito de sons musicais. Com origem no grego meloidia, uma melodia é uma sucessão rítmica de tons em diferentes intervalos, e que é regrada pelo ritmo. Pode ser uma composição musical suave para uma voz ou coro, ou um poema que é cantado. Apesar disso, uma melodia não precisa ter acompanhamento musical, mas costuma ser algo que é agradável ao ouvido. Em sentido figurado, a palavra melodia pode ser usada para expressar doçura ou suavidade na forma de ser ou de falar. Ex: A sua voz é a melodia mais bonita que alguma vez ouvi. Muitas vezes a palavra melodia é usada como sinônimo de música, se bem que o conceito de música é muito abrangente, sendo que uma música pode ter melodia, harmonia e ritmo. A musica no mundo moderno 5
  6. 6. Música Moderna – século XX O século XX surgiu como a era das experiências, da procura de novas técnicas e de novos caminhos para a arte em geral. Como o Romantismo explorou ao máximo as possibilidades tonais, o século XX trouxe para a música mudanças em relação à sonoridade, que resultaram da aplicação de novas técnicas de composição e de instrumentos com sons inovadores e tecnológicos. Neste contexto surgem assim os primeiros instrumentos electrónicos (guitarra eléctrica e sintetizador) ligados, numa primeira fase, à música Pop e Rock e, numa segunda, a outros géneros musicais. Há uma maior tendência para valorizar as culturas extra-europeias, mas, é de referir, que este factor foi impulsionado pela evolução dos meios de comunicação. Outro facto importante, foi o aparecimento da gravação que abriu um novo mundo para a produção musical. A procura de novas sonoridades fez com que alguns compositores explorassem sons de variados objectos e utensílios para os transformar em instrumentos musicais. Também os instrumentos convencionais são transformados e devidamente preparados de forma a alargar as suas possibilidades tímbricas e sonoras, pois, é importante saber que o timbre é talvez o parâmetro da música mais valorizado deste período. Houve então uma renovação na linguagem musical devido à procura de novos timbres, novas harmonias, novas melodias e novos ritmos assim como o aparecimento de novos métodos de composição musical. Com a procura e o desenvolvimento de novos sons, a forma de composição musical foi progressivamente abandonando o uso das oito notas da escala. Com isto, deu-se a ausência da tonalidade definida, a que se chamou de atonalidade, e começaram a escrever-se obras a partir da utilização de uma série de 12 notas que consiste na técnica do dodecafonimo. A musica no mundo moderno 6
  7. 7. Conclusão A música é considerada a arte mais antiga e a mais primitiva de todas. Desenvolveu-se a partir dos principais ritmos e vibrações do mundo. É por isso que se costuma ouvir que “a música na terra é tão antiga como o homem”. Numa tentativa de te facilitar o estudo da música, vou reconstituir a sua história passando por todas as épocas, ou seja, desde a Pré-história até à música moderna do século XX. A musica no mundo moderno 7
  8. 8. AGRADECIMENTO Em primeiro lugar queremos agradecer a deus o bom senso de vida, aos nossos pais que fizeram esforços para que esse trabalho se realiza-se e ao professor Daniel fiel que mandou esse trabalho que serve de estudo para nós na nossa vida MUITO OBRIGADO A musica no mundo moderno 8
  9. 9. Biografia www.google.com www.significado.com.br www.citi.pt www.wikipédia A musica no mundo moderno 9

×