Música

27.939 visualizações

Publicada em

A música ao longo do tempo.

Publicada em: Educação, Tecnologia, Turismo
0 comentários
28 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
27.939
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
140
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1.801
Comentários
0
Gostaram
28
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Música

  1. 2. <ul><li>Definição - Arte de combinar harmoniosamente vários sons, frequentemente de acordo com regras definidas; arte de atrair, de seduzir. </li></ul><ul><li>A música é a arte de expressar determinados sentimentos através de sons, produzidos pela voz ou pelos instrumentos musicais. </li></ul>
  2. 3. <ul><li>Os elementos que a compõem são a harmonia , a melodia e o ritmo , cujas combinações se representam nas notas musicais dos pentagramas. </li></ul><ul><li>A música fez parte das manifestações culturais de todos os povos ao longo da história, assumindo carácter festivo, religioso e, inclusivamente, fúnebre. </li></ul>
  3. 4. <ul><li>As primeiras manifestações musicais dos homens pré-históricos devem ter sido gritos e imitação de sons da natureza, batidas com objectos e percussão corporal. </li></ul><ul><li>Mais tarde, surge o desenvolvimento da linguagem falada e do canto e aparecem os primeiros instrumentos musicais feitos de pedra, madeira e ossos, como xilofones, tambores de tronco e flautas. </li></ul>Primórdios da Música
  4. 5. <ul><li>Com o desenvolvimento de ferramentas surgem os cordofones e membranofones fabricados com peles, tendões e outras partes de animais. </li></ul>
  5. 6. <ul><li>O sedentarismo e a evolução das sociedades permitem que uma parte da população seja dispensada da produção de alimentos e dedica-se às actividades musicais, entre outras. </li></ul><ul><li>Com o decorrer dos tempos surgem sociedades cada vez mais avançadas, recorrendo a tecnologias inovadoras e, como consequência, a música também evolui. </li></ul>
  6. 7. <ul><li>Na antiguidade clássica a música era considerada como uma dádiva de Deus e os músicos, por isso, eram muito respeitados e tinham um estatuto privilegiado. </li></ul><ul><li>A Grécia pode ser considerada como o berço da música clássica. A palavra música tem origem na Grécia e significava “a arte das musas”. </li></ul>Antiguidade Clássica
  7. 8. <ul><li>Na Grécia a música era essencialmente cantada, acompanhada por instrumentos de sopro, como flautas, instrumentos de percussão e instrumentos de cordas. </li></ul><ul><li>Os gregos utilizavam a lira e a cítara, dois instrumentos de cordas, para recitar poemas ou interpretar cantilenas. </li></ul>
  8. 9. <ul><li>Em seguida os romanos desenvolveram a música criando os primeiros coros e utilizando composições vocais mais arrojadas. A música era por eles utilizada para exaltar os grandes feitos militares do império. </li></ul><ul><li>Na antiguidade clássica, a música não era exclusiva das elites, pois todas as classes sociais a cultivavam. </li></ul>
  9. 10. <ul><li>Os primeiros cristãos foram moldando, ao longo dos séculos, a música eclesiástica pois era a música que servia de apoio às cerimónias litúrgicas e religiosas. </li></ul><ul><li>Surgem assim, na Idade Média profundas alterações na música. </li></ul>Música Medieval
  10. 11. <ul><li>A música religiosa é dominada por sentimentos religiosos, utilizando o canto apenas em textos sagrados. </li></ul><ul><li>As escolas de canto eram os conventos e os mosteiros. </li></ul><ul><li>Esta música sacra era inicialmente vocal (canto falado) e tinha melodias simples, sem acompanhamento e notação rítmica. </li></ul>
  11. 12. <ul><li>Paralelamente, embora com menor relevância, foram aparecendo composições não litúrgicas, a música profana. </li></ul><ul><li>A música profana, também executada pelo povo em festas e romarias, era essencialmente usada pela aristocracia. Os trovadores eram nobres letrados que escreviam e cantavam os seus próprios poemas. </li></ul>
  12. 13. <ul><li>Com a evolução, a música medieval tornou-se cada vez mais rica, possibilitando o desenvolvimento dos instrumentos e dando origem á polifonia (várias melodias tocadas ou cantadas ao mesmo tempo ). </li></ul>
  13. 14. <ul><li>Ocorreu um desenvolvimento e diversificação da música instrumental profana. São procuradas novas sonoridades e surgem os concertos para vários instrumentos. </li></ul><ul><li>Ao mesmo tempo também a música sacra vai evoluindo. </li></ul>Música de épocas posteriores <ul><li>Surgem as formas musicais modernas - sonata, sinfonia e concerto solo. </li></ul>
  14. 15. <ul><li>A pouco e pouco surgem grandes figuras musicais, cada uma delas utilizando o seu estilo particular e a sua própria visão da música - Bach, Haendel, Mozart, Beethoven, Schubert, Wagner, Bizet, Tchaikovsky, liszt, Debussy, entre muitas outras. </li></ul>
  15. 16. <ul><li>Há grande liberdade e maior experimentação, aparecem novos géneros musicais que rompem com os estilos anteriores. </li></ul><ul><li>O aparecimento dos instrumentos musicais electrónicos e do sintetizador revoluciona a música popular e acelerara o desenvolvimento dessas novas formas de música. </li></ul>Música do Sé. XX
  16. 17. <ul><li>Ocorre uma fusão dos sons de diferentes continentes pois há utilização de novas tecnologias como a rádio, a televisão e a Internet que tornam a música um fenómeno global. </li></ul><ul><li>A utilização de dispositivos de música como o CD, MP3, IPOD tornam a música mais portátil e à disposição de todos. </li></ul><ul><li>A transmissão e gravação de vídeos musicais e de concertos tornam a música um “fenómeno mais visual”. </li></ul>
  17. 18. <ul><li>Impera a mistura e a fusão de estilos e a música experimental: </li></ul><ul><li>blues, jazz, country, rock, reggae, disco, punk, new age, funk, rap, latina, electrónica techno, dance, pimba, etc.. </li></ul><ul><li>Convivem diferentes estéticas: </li></ul><ul><li>impressionismo, expressionismo, música objectiva, música concreta, música electrónica ou música cibernética. </li></ul>Estilos da música moderna
  18. 19. <ul><li>MÚSICA PIMBA </li></ul><ul><li>Estilo popular de raízes rurais, com a particularidade de utilizar expressões sugestivas, passíveis de serem sexualmente interpretadas. A boa disposição é característica marcante deste tipo de música. </li></ul><ul><li>Considerada por muitos, uma música de segunda categoria, e por outros a verdadeira música Portuguesa. </li></ul><ul><li>A palavra “pimba” é aplicada a este tipo de música devido ao sucesso da canção &quot;Pimba Pimba“, em 1994, do músico e cantor Emanuel. </li></ul>
  19. 20. <ul><li>MÚSICA CLÁSSICA </li></ul><ul><li>A definição de música clássica ou música erudita engloba a música composta pelos grandes compositores dos diferentes períodos históricos. </li></ul><ul><li>A classificação “música erudita” pode conduzir por vezes a equívocos, uma vez que muitas composições classificadas como tal foram, numa outra época, composições tradicionais ou folclóricas. </li></ul>Beethoven
  20. 21. <ul><li>MÚSICA FOLCLÓRICA </li></ul><ul><li>O folclore é o conjunto das manifestações colectivas produzidas entre o povo na esfera das artes, costumes, crenças, etc. </li></ul><ul><li>A música folclórica é uma destas manifestações e representa um sinal ou marca cultural inconfundível de cada povo. </li></ul>

×