SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 15
Gêneros Literários
Prof. Matheus Simões Masuoka
A Literatura é a arte que se manifesta
pela palavra, seja ela falada ou escrita.
Gêneros
Literários
Na Antiguidade Clássica, os textos literários dividiam em três gêneros:
Gênero Lírico
 Gênero que predomina A subjetividade, tendo a presença do eu-lírico;
 Seu nome vem de lira, instrumento musical que acompanhava os cantos dos gregos;
 Predominam as formas que indicam 1ª pessoa;
 O eu-lírico pode ser masculino ou feminino, independente do autor;
 Há várias estruturas formais do gênero lírico. As mais conhecidas e abordadas são:
a) ELEGIA – trata de acontecimentos tristes, muitas vezes a morte de uma figura pública.
b) ÉCOGLA – poema pastoril que retrata a vida bucólica / campestre dos pastores.
c) ODE – forma de exaltação aos valores nobres, tom de louvor.
d) SONETO – estrutura fixa de 14 versos (2 quadras, 2 tercetos), considerada a mais conhecida das
formas líricas.
A seguir, o ator Paulo José recita "amar", de Carlos Drummond de Andrade:
Carlos Drummond de Andrade
Gênero Dramático
 São textos para serem representados, cuja encenação é realizada por atores, em cenários;
 Segundo a divisão aristotélica, o gênero dramático divide-se em tragédias e comédias;
 Nas Tragédias, o público é provocado a refletir sobre paixões e vícios humanos.
 Nas comédias, o objetivo é criticar os costumes por meio do riso.
 Há também:
a) TRAGICOMÉDIA: é a mistura do trágico com o cômico.
b) FARSA: pequena peça teatral, de caráter ridículo, criticando a sociedade e seus costumes;
Cena de Gota D'água Bem
Querer com Izabella Bicalho
Gênero Épico
 São textos escritos em verso. Ex: "O Rei Artur e os Cavaleiros da Távola Redonda";
 "Epopeias" são narrativas feitas em versos, de um fato grandioso que interessa a um povo.
Ex: "Ilíada", "Odisseia“ e o mais recente "O Senhor dos Anéis" e "300“.
 Presença de heróis mitológicos contracenando com heróis humanos.
Veja o discurso final no filme "300"
https://www.youtube.com/watch?v=PjCQppCEt4s
Narrativas em Prosa
 As narrativas em prosa é visto como uma variante do Gênero Épico.
Elementos Essenciais
 NARRADOR: relata os acontecimentos como participante (narrador em 1ª pessoa) ou observador
(narrador em 3ª pessoa);
 PERSONAGENS: seres reais ou imaginários com características físico-psicológicas determinadas.
 ESPAÇO e TEMPO: local e momento em que ocorrem as ações.
 ENREDO: o desenrolar dos fatos, seguindo uma ordem cronológica ou psicológica.
Tipos de Narrativa
 ROMANCE: narração de um acontecimento fictício que representa quaisquer aspectos da vida
familiar e social do homem.
 NOVELA: Narração de um pequeno quadro da vida, com um único conflito. Em geral, dividida
em poucos capítulos.
 CONTO: Narração sucinta de um episódio da vida. Não apresenta divisão em capítulos.
 FÁBULA: Narrativa com fundo didático; tem como objetivo transmitir uma lição de moral.
 CRÔNICA: Relato de acontecimentos do tempo de hoje, de fatos do cotidiano.
Exercícios
1 O gênero narrativo, na maioria da vezes, é expresso pelo:
a) Poesia
b) Show
c) Romance
d) Ode
e) Jornal
2 O soneto é uma das formas mais tradicionais e, na maioria das vezes, tem conteúdo:
a) Lírico
b) Cronístico
c) Épico
d) Dramático
e) Satírico
3 Sobre os gêneros literários, afirma-se:
1. O gênero dramático abrange textos que tematizam o sofrimento e a aflição da condição humana.
2. Textos pertencentes ao gênero lírico privilegiam a expressão subjetiva de estados interiores.
3. O gênero épico compreende textos sobre acontecimentos grandiosos protagonizados por heróis.
4. Em literatura, o romance e a novela são formas narrativas pertencentes ao gênero dramático.
Estão corretas apenas as afirmativas...
a) 1 e 2. b) 1 e 4. c) 3 e 4. d) 2 e 3.
4 ENEM 2009
A comparação entre os recursos expressivos que constituem os dois textos revela que:
a) o texto I perde suas características de poético ao ser vulgarizado pelas histórias em quadrinhos.
b) o texto II pertence ao gênero literário, porque as escolhas linguísticas o tornam uma réplica do texto I.
c) a escolha do tema, caracteriza-os como pertencentes ao mesmo gênero.
d) os textos são de gêneros diferentes porque foram elaborados com finalidades distintas.
e) as linguagens nos dois textos permitem classificá-los como pertencentes ao mesmo gênero.
5 O gênero dramático é encontrado:
a) No teatro
b) Nas notícias
c) Na poesia
d) Nos gibis
Gêneros Literários.pptx

Mais conteúdo relacionado

Semelhante a Gêneros Literários.pptx

Luluzinha
LuluzinhaLuluzinha
Luluzinha
Eriik96
 
Gêneros literários
Gêneros literáriosGêneros literários
Gêneros literários
Cida07
 
Trabalho de lingua portuguesa (generos literarios)
Trabalho de lingua portuguesa (generos literarios)Trabalho de lingua portuguesa (generos literarios)
Trabalho de lingua portuguesa (generos literarios)
Gabriel Balbino
 
Trabalho de literatura ! professora Rosana
Trabalho de literatura ! professora RosanaTrabalho de literatura ! professora Rosana
Trabalho de literatura ! professora Rosana
Rosana Faustino
 
Apostila 01 2 ano 2012 grécia tragédia e comédia
Apostila 01 2 ano 2012 grécia tragédia e comédiaApostila 01 2 ano 2012 grécia tragédia e comédia
Apostila 01 2 ano 2012 grécia tragédia e comédia
Isabella Silva
 
Exercícios sobre o realismo e o naturalismo, 01
Exercícios sobre o realismo e o naturalismo, 01Exercícios sobre o realismo e o naturalismo, 01
Exercícios sobre o realismo e o naturalismo, 01
ma.no.el.ne.ves
 

Semelhante a Gêneros Literários.pptx (20)

Luluzinha
LuluzinhaLuluzinha
Luluzinha
 
Resumão gêneros literários.pptx
Resumão gêneros literários.pptxResumão gêneros literários.pptx
Resumão gêneros literários.pptx
 
Gêneros literários
Gêneros literáriosGêneros literários
Gêneros literários
 
Ativ 2 8_rosanafaustino
Ativ 2 8_rosanafaustinoAtiv 2 8_rosanafaustino
Ativ 2 8_rosanafaustino
 
Gêneros Literários
Gêneros LiteráriosGêneros Literários
Gêneros Literários
 
Trabalho de lingua portuguesa (generos literarios)
Trabalho de lingua portuguesa (generos literarios)Trabalho de lingua portuguesa (generos literarios)
Trabalho de lingua portuguesa (generos literarios)
 
Gêneros Literários 2.0
Gêneros Literários 2.0Gêneros Literários 2.0
Gêneros Literários 2.0
 
Literatura - Gêneros Literários
Literatura - Gêneros LiteráriosLiteratura - Gêneros Literários
Literatura - Gêneros Literários
 
Os gêneros literários
Os gêneros literáriosOs gêneros literários
Os gêneros literários
 
Conceitos básicos de Literatura
Conceitos básicos de LiteraturaConceitos básicos de Literatura
Conceitos básicos de Literatura
 
Introdução à literatura
Introdução à literaturaIntrodução à literatura
Introdução à literatura
 
Heroísmo épico
Heroísmo épicoHeroísmo épico
Heroísmo épico
 
Trabalho de literatura ! professora Rosana
Trabalho de literatura ! professora RosanaTrabalho de literatura ! professora Rosana
Trabalho de literatura ! professora Rosana
 
Gênero épico
Gênero épicoGênero épico
Gênero épico
 
Teatro grego
Teatro gregoTeatro grego
Teatro grego
 
Trilha Corpo e Emoção.pptx
Trilha Corpo e Emoção.pptxTrilha Corpo e Emoção.pptx
Trilha Corpo e Emoção.pptx
 
Apostila 01 2 ano 2012 grécia tragédia e comédia
Apostila 01 2 ano 2012 grécia tragédia e comédiaApostila 01 2 ano 2012 grécia tragédia e comédia
Apostila 01 2 ano 2012 grécia tragédia e comédia
 
Gêneros literários
Gêneros literáriosGêneros literários
Gêneros literários
 
Exercícios sobre o realismo e o naturalismo, 01
Exercícios sobre o realismo e o naturalismo, 01Exercícios sobre o realismo e o naturalismo, 01
Exercícios sobre o realismo e o naturalismo, 01
 
Simulado lit-prise 1 ok
Simulado lit-prise 1 okSimulado lit-prise 1 ok
Simulado lit-prise 1 ok
 

Mais de MatheusSimoesMasuoka1 (6)

5ºATPC de Linguagens - Planejando as Aulas.pptx
5ºATPC de Linguagens - Planejando as Aulas.pptx5ºATPC de Linguagens - Planejando as Aulas.pptx
5ºATPC de Linguagens - Planejando as Aulas.pptx
 
6ºATPC de Linguagens.pptx
6ºATPC de Linguagens.pptx6ºATPC de Linguagens.pptx
6ºATPC de Linguagens.pptx
 
Estudo do Verbo .pptx
Estudo do Verbo .pptxEstudo do Verbo .pptx
Estudo do Verbo .pptx
 
Numbers.pptx
Numbers.pptxNumbers.pptx
Numbers.pptx
 
Introdução à Literatura - texto literário e não literário.pptx
Introdução à Literatura - texto literário e não literário.pptxIntrodução à Literatura - texto literário e não literário.pptx
Introdução à Literatura - texto literário e não literário.pptx
 
Linguagem x Língua.pptx
Linguagem x Língua.pptxLinguagem x Língua.pptx
Linguagem x Língua.pptx
 

Último

Plano de aula ensino fundamental escola pública
Plano de aula ensino fundamental escola públicaPlano de aula ensino fundamental escola pública
Plano de aula ensino fundamental escola pública
anapsuls
 
AS COLUNAS B E J E SUAS POSICOES CONFORME O RITO.pdf
AS COLUNAS B E J E SUAS POSICOES CONFORME O RITO.pdfAS COLUNAS B E J E SUAS POSICOES CONFORME O RITO.pdf
AS COLUNAS B E J E SUAS POSICOES CONFORME O RITO.pdf
ssuserbb4ac2
 
Manual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdf
Manual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdfManual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdf
Manual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdf
Pastor Robson Colaço
 

Último (20)

Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024
Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024
Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024
 
Plano de aula ensino fundamental escola pública
Plano de aula ensino fundamental escola públicaPlano de aula ensino fundamental escola pública
Plano de aula ensino fundamental escola pública
 
Meu corpo - Ruth Rocha e Anna Flora livro
Meu corpo - Ruth Rocha e Anna Flora livroMeu corpo - Ruth Rocha e Anna Flora livro
Meu corpo - Ruth Rocha e Anna Flora livro
 
AS COLUNAS B E J E SUAS POSICOES CONFORME O RITO.pdf
AS COLUNAS B E J E SUAS POSICOES CONFORME O RITO.pdfAS COLUNAS B E J E SUAS POSICOES CONFORME O RITO.pdf
AS COLUNAS B E J E SUAS POSICOES CONFORME O RITO.pdf
 
Atividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdf
Atividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdfAtividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdf
Atividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdf
 
O que é uma Revolução Solar. tecnica preditiva
O que é uma Revolução Solar. tecnica preditivaO que é uma Revolução Solar. tecnica preditiva
O que é uma Revolução Solar. tecnica preditiva
 
04_GuiaDoCurso_Neurociência, Psicologia Positiva e Mindfulness.pdf
04_GuiaDoCurso_Neurociência, Psicologia Positiva e Mindfulness.pdf04_GuiaDoCurso_Neurociência, Psicologia Positiva e Mindfulness.pdf
04_GuiaDoCurso_Neurociência, Psicologia Positiva e Mindfulness.pdf
 
O que é, de facto, a Educação de Infância
O que é, de facto, a Educação de InfânciaO que é, de facto, a Educação de Infância
O que é, de facto, a Educação de Infância
 
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptx
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptxEB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptx
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptx
 
Planejamento 2024 - 1º ano - Matemática 38 a 62.pdf
Planejamento 2024 - 1º ano - Matemática  38 a 62.pdfPlanejamento 2024 - 1º ano - Matemática  38 a 62.pdf
Planejamento 2024 - 1º ano - Matemática 38 a 62.pdf
 
Produção de poemas - Reciclar é preciso
Produção  de  poemas  -  Reciclar é precisoProdução  de  poemas  -  Reciclar é preciso
Produção de poemas - Reciclar é preciso
 
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
 
Manual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdf
Manual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdfManual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdf
Manual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdf
 
Enunciado_da_Avaliacao_1__Sociedade_Cultura_e_Contemporaneidade_(ED70200).pdf
Enunciado_da_Avaliacao_1__Sociedade_Cultura_e_Contemporaneidade_(ED70200).pdfEnunciado_da_Avaliacao_1__Sociedade_Cultura_e_Contemporaneidade_(ED70200).pdf
Enunciado_da_Avaliacao_1__Sociedade_Cultura_e_Contemporaneidade_(ED70200).pdf
 
o-homem-que-calculava-malba-tahan-1_123516.pdf
o-homem-que-calculava-malba-tahan-1_123516.pdfo-homem-que-calculava-malba-tahan-1_123516.pdf
o-homem-que-calculava-malba-tahan-1_123516.pdf
 
Aula 5 - Fluxo de matéria e energia nos ecossistemas.ppt
Aula 5 - Fluxo de matéria e energia nos ecossistemas.pptAula 5 - Fluxo de matéria e energia nos ecossistemas.ppt
Aula 5 - Fluxo de matéria e energia nos ecossistemas.ppt
 
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande""Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
 
Slides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
Slides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptxSlides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
Slides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
 
Campanha 18 de. Maio laranja dds.pptx
Campanha 18 de.    Maio laranja dds.pptxCampanha 18 de.    Maio laranja dds.pptx
Campanha 18 de. Maio laranja dds.pptx
 
análise obra Nós matamos o cão Tinhoso.pdf
análise obra Nós matamos o cão Tinhoso.pdfanálise obra Nós matamos o cão Tinhoso.pdf
análise obra Nós matamos o cão Tinhoso.pdf
 

Gêneros Literários.pptx

  • 2. A Literatura é a arte que se manifesta pela palavra, seja ela falada ou escrita.
  • 4. Na Antiguidade Clássica, os textos literários dividiam em três gêneros:
  • 5. Gênero Lírico  Gênero que predomina A subjetividade, tendo a presença do eu-lírico;  Seu nome vem de lira, instrumento musical que acompanhava os cantos dos gregos;  Predominam as formas que indicam 1ª pessoa;  O eu-lírico pode ser masculino ou feminino, independente do autor;  Há várias estruturas formais do gênero lírico. As mais conhecidas e abordadas são: a) ELEGIA – trata de acontecimentos tristes, muitas vezes a morte de uma figura pública. b) ÉCOGLA – poema pastoril que retrata a vida bucólica / campestre dos pastores. c) ODE – forma de exaltação aos valores nobres, tom de louvor. d) SONETO – estrutura fixa de 14 versos (2 quadras, 2 tercetos), considerada a mais conhecida das formas líricas.
  • 6. A seguir, o ator Paulo José recita "amar", de Carlos Drummond de Andrade: Carlos Drummond de Andrade
  • 7. Gênero Dramático  São textos para serem representados, cuja encenação é realizada por atores, em cenários;  Segundo a divisão aristotélica, o gênero dramático divide-se em tragédias e comédias;  Nas Tragédias, o público é provocado a refletir sobre paixões e vícios humanos.  Nas comédias, o objetivo é criticar os costumes por meio do riso.  Há também: a) TRAGICOMÉDIA: é a mistura do trágico com o cômico. b) FARSA: pequena peça teatral, de caráter ridículo, criticando a sociedade e seus costumes; Cena de Gota D'água Bem Querer com Izabella Bicalho
  • 8.
  • 9. Gênero Épico  São textos escritos em verso. Ex: "O Rei Artur e os Cavaleiros da Távola Redonda";  "Epopeias" são narrativas feitas em versos, de um fato grandioso que interessa a um povo. Ex: "Ilíada", "Odisseia“ e o mais recente "O Senhor dos Anéis" e "300“.  Presença de heróis mitológicos contracenando com heróis humanos. Veja o discurso final no filme "300" https://www.youtube.com/watch?v=PjCQppCEt4s
  • 10. Narrativas em Prosa  As narrativas em prosa é visto como uma variante do Gênero Épico. Elementos Essenciais  NARRADOR: relata os acontecimentos como participante (narrador em 1ª pessoa) ou observador (narrador em 3ª pessoa);  PERSONAGENS: seres reais ou imaginários com características físico-psicológicas determinadas.  ESPAÇO e TEMPO: local e momento em que ocorrem as ações.  ENREDO: o desenrolar dos fatos, seguindo uma ordem cronológica ou psicológica. Tipos de Narrativa  ROMANCE: narração de um acontecimento fictício que representa quaisquer aspectos da vida familiar e social do homem.
  • 11.  NOVELA: Narração de um pequeno quadro da vida, com um único conflito. Em geral, dividida em poucos capítulos.  CONTO: Narração sucinta de um episódio da vida. Não apresenta divisão em capítulos.  FÁBULA: Narrativa com fundo didático; tem como objetivo transmitir uma lição de moral.  CRÔNICA: Relato de acontecimentos do tempo de hoje, de fatos do cotidiano. Exercícios 1 O gênero narrativo, na maioria da vezes, é expresso pelo: a) Poesia b) Show c) Romance d) Ode e) Jornal
  • 12. 2 O soneto é uma das formas mais tradicionais e, na maioria das vezes, tem conteúdo: a) Lírico b) Cronístico c) Épico d) Dramático e) Satírico 3 Sobre os gêneros literários, afirma-se: 1. O gênero dramático abrange textos que tematizam o sofrimento e a aflição da condição humana. 2. Textos pertencentes ao gênero lírico privilegiam a expressão subjetiva de estados interiores. 3. O gênero épico compreende textos sobre acontecimentos grandiosos protagonizados por heróis. 4. Em literatura, o romance e a novela são formas narrativas pertencentes ao gênero dramático. Estão corretas apenas as afirmativas... a) 1 e 2. b) 1 e 4. c) 3 e 4. d) 2 e 3.
  • 14. A comparação entre os recursos expressivos que constituem os dois textos revela que: a) o texto I perde suas características de poético ao ser vulgarizado pelas histórias em quadrinhos. b) o texto II pertence ao gênero literário, porque as escolhas linguísticas o tornam uma réplica do texto I. c) a escolha do tema, caracteriza-os como pertencentes ao mesmo gênero. d) os textos são de gêneros diferentes porque foram elaborados com finalidades distintas. e) as linguagens nos dois textos permitem classificá-los como pertencentes ao mesmo gênero. 5 O gênero dramático é encontrado: a) No teatro b) Nas notícias c) Na poesia d) Nos gibis