SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 2
Baixar para ler offline
CIRCULOS DO CHICO NERY
Na figura, ABC é um triângulo retângulo em C,
com CB = a e CA = b.
CD é uma ceviana simultaneamente
tangente ao incírculos , de mesmo raio r, dos
triângulos CBD e CDA .
Prove que baCD ..2 2

DEMONSTRAÇÃO [ GEOMETRIA SINTETICA]
Sejam CD = d e BA = c.
Sejam O1 e O2 , centros dos incírculos de raio r , dos triângulos CBD e CDA respectivamente.
Dai, O1 e O2 distam r da hipotenusa BC e, portanto, a reta O1O2 é paralela `a reta BC.
Sejam E e F respectivamente pés das bissetrizes interna dos ∆CBD e ∆CDA relativas ao vértice C.
Claramente, O1  CE e O2  CF . Ainda mais, denotando CD por d, tem-se do teorema da bissetriz
interna , aplicado a estes triângulos:
Já, denotando por :
P : ponto de intersecção da reta O1O2 c om a ceviana CD.
S : ponto de tangencia do incÍrculo de centro O1 com a ceviana CD.
T : ponto de tangencia do incÍrculo de centro O2 com a ceviana CD.
Mas, das propriedades de tangência, entre circulo e reta, O1 S = O2T = r e  O1 S P =  O2 T P = 900
.
Dai, O1 S  O2T , o que implica,  S O1P =  TO2P [ alternos e internos] .
Nestas condições, claramente, ∆ S O1P   ∆ TO2P [ ALA ] e, como consequência , O1P = O2 P, isto é,
P é ponto médio do segmento O1O2. Logo , CP é mediana do ∆ CO1O2 . Mas, como O1O2  BC,
∆ CO1O2  ∆ CEF , consequentemente, CD é mediana do ∆ CEF e, portanto, ED = DF , isto é, D é ponto
médio do segmento EF.
Relação entre os raios dos incírculos de triângulos

Mais conteúdo relacionado

Destaque

Assignment5a
Assignment5aAssignment5a
Assignment5a54188
 
Messaging-plattformer - Dagen @ IFI 2015
Messaging-plattformer - Dagen @ IFI 2015Messaging-plattformer - Dagen @ IFI 2015
Messaging-plattformer - Dagen @ IFI 2015Henning Rokling
 
Los ultimos capitulos de tus teleseries son todos iguales
Los ultimos capitulos de tus teleseries son todos igualesLos ultimos capitulos de tus teleseries son todos iguales
Los ultimos capitulos de tus teleseries son todos igualesjhavix009
 
MAPA CONCEPTUAL
MAPA CONCEPTUALMAPA CONCEPTUAL
MAPA CONCEPTUALcarolayngc
 
A New BAM Dashboard for everteam.ibpms 8 0
A New BAM Dashboard for everteam.ibpms 8 0A New BAM Dashboard for everteam.ibpms 8 0
A New BAM Dashboard for everteam.ibpms 8 0Everteam
 
新5c
新5c新5c
新5c54188
 
Business and Operations Friendly BPM
Business and Operations Friendly BPMBusiness and Operations Friendly BPM
Business and Operations Friendly BPMEverteam
 
Manifestaciones clínicas de influenzia tipo b
Manifestaciones clínicas de influenzia tipo bManifestaciones clínicas de influenzia tipo b
Manifestaciones clínicas de influenzia tipo bVictor Hugo Ch Arrascain
 
1assignment5b
1assignment5b1assignment5b
1assignment5b54188
 
Bionsformacion farmacologica cap 4 katzung 12e.
Bionsformacion farmacologica cap 4 katzung 12e.Bionsformacion farmacologica cap 4 katzung 12e.
Bionsformacion farmacologica cap 4 katzung 12e.Yozhio Pascacio
 

Destaque (15)

Assignment5a
Assignment5aAssignment5a
Assignment5a
 
Messaging-plattformer - Dagen @ IFI 2015
Messaging-plattformer - Dagen @ IFI 2015Messaging-plattformer - Dagen @ IFI 2015
Messaging-plattformer - Dagen @ IFI 2015
 
Los ultimos capitulos de tus teleseries son todos iguales
Los ultimos capitulos de tus teleseries son todos igualesLos ultimos capitulos de tus teleseries son todos iguales
Los ultimos capitulos de tus teleseries son todos iguales
 
MAPA CONCEPTUAL
MAPA CONCEPTUALMAPA CONCEPTUAL
MAPA CONCEPTUAL
 
A New BAM Dashboard for everteam.ibpms 8 0
A New BAM Dashboard for everteam.ibpms 8 0A New BAM Dashboard for everteam.ibpms 8 0
A New BAM Dashboard for everteam.ibpms 8 0
 
Bobby Douglas
Bobby DouglasBobby Douglas
Bobby Douglas
 
Ref. Dag.
Ref. Dag.Ref. Dag.
Ref. Dag.
 
5c
5c5c
5c
 
新5c
新5c新5c
新5c
 
Business and Operations Friendly BPM
Business and Operations Friendly BPMBusiness and Operations Friendly BPM
Business and Operations Friendly BPM
 
Manifestaciones clínicas de influenzia tipo b
Manifestaciones clínicas de influenzia tipo bManifestaciones clínicas de influenzia tipo b
Manifestaciones clínicas de influenzia tipo b
 
1assignment5b
1assignment5b1assignment5b
1assignment5b
 
Bionsformacion farmacologica cap 4 katzung 12e.
Bionsformacion farmacologica cap 4 katzung 12e.Bionsformacion farmacologica cap 4 katzung 12e.
Bionsformacion farmacologica cap 4 katzung 12e.
 
Question 1
Question 1Question 1
Question 1
 
Documentary codes and conventions
Documentary codes and conventionsDocumentary codes and conventions
Documentary codes and conventions
 

Semelhante a Relação entre os raios dos incírculos de triângulos

Gaal vetores aplicaçoes e demostraçoes de algumas propriedades.
Gaal  vetores aplicaçoes e demostraçoes de algumas propriedades.Gaal  vetores aplicaçoes e demostraçoes de algumas propriedades.
Gaal vetores aplicaçoes e demostraçoes de algumas propriedades.Ruan Yvis Brito
 
Gabarito da 4ª lista de geometria
Gabarito da 4ª lista de geometriaGabarito da 4ª lista de geometria
Gabarito da 4ª lista de geometriaProfessor Carlinhos
 
Geometria grafica 2014_tipo_c
Geometria grafica 2014_tipo_cGeometria grafica 2014_tipo_c
Geometria grafica 2014_tipo_cCarol Monteiro
 
ângulos na circunferência
ângulos na circunferênciaângulos na circunferência
ângulos na circunferênciaLuiza Meneses
 
Geometria grafica 2014_tipo_b
Geometria grafica 2014_tipo_bGeometria grafica 2014_tipo_b
Geometria grafica 2014_tipo_bCarol Monteiro
 
www.CentroApoio.com - Matemática - Trigonometria - Exercícios Resolvidos - Ap...
www.CentroApoio.com - Matemática - Trigonometria - Exercícios Resolvidos - Ap...www.CentroApoio.com - Matemática - Trigonometria - Exercícios Resolvidos - Ap...
www.CentroApoio.com - Matemática - Trigonometria - Exercícios Resolvidos - Ap...Vídeo Aulas Apoio
 
Circunfernciaecrculo 160404144130
Circunfernciaecrculo 160404144130Circunfernciaecrculo 160404144130
Circunfernciaecrculo 160404144130Autonoma
 
Semelhanca de triangulos
Semelhanca de triangulosSemelhanca de triangulos
Semelhanca de triangulosBee Leite
 
Circunferência e polígonos
Circunferência e polígonosCircunferência e polígonos
Circunferência e polígonosaldaalves
 
Circunferência e círculo
Circunferência e círculoCircunferência e círculo
Circunferência e círculoDean Costa Silva
 
Mat circunferencia circulo
Mat circunferencia   circuloMat circunferencia   circulo
Mat circunferencia circulotrigono_metria
 
Teste de avaliação n.º 3 versão a
Teste de avaliação n.º 3 versão aTeste de avaliação n.º 3 versão a
Teste de avaliação n.º 3 versão asilvia_lfr
 
Mat em volumes e areas sol vol2 cap11
Mat em volumes e areas sol vol2 cap11Mat em volumes e areas sol vol2 cap11
Mat em volumes e areas sol vol2 cap11trigono_metrico
 
Ângulos - exercícios resolvidos
Ângulos - exercícios resolvidosÂngulos - exercícios resolvidos
Ângulos - exercícios resolvidosnumerosnamente
 

Semelhante a Relação entre os raios dos incírculos de triângulos (20)

Gaal vetores aplicaçoes e demostraçoes de algumas propriedades.
Gaal  vetores aplicaçoes e demostraçoes de algumas propriedades.Gaal  vetores aplicaçoes e demostraçoes de algumas propriedades.
Gaal vetores aplicaçoes e demostraçoes de algumas propriedades.
 
Gabarito da 4ª lista de geometria
Gabarito da 4ª lista de geometriaGabarito da 4ª lista de geometria
Gabarito da 4ª lista de geometria
 
Geometria grafica 2014_tipo_c
Geometria grafica 2014_tipo_cGeometria grafica 2014_tipo_c
Geometria grafica 2014_tipo_c
 
ângulos na circunferência
ângulos na circunferênciaângulos na circunferência
ângulos na circunferência
 
Geometria grafica 2014_tipo_b
Geometria grafica 2014_tipo_bGeometria grafica 2014_tipo_b
Geometria grafica 2014_tipo_b
 
Círculos
CírculosCírculos
Círculos
 
ângulos e circulos
ângulos e circulosângulos e circulos
ângulos e circulos
 
trigonometria
trigonometriatrigonometria
trigonometria
 
www.CentroApoio.com - Matemática - Trigonometria - Exercícios Resolvidos - Ap...
www.CentroApoio.com - Matemática - Trigonometria - Exercícios Resolvidos - Ap...www.CentroApoio.com - Matemática - Trigonometria - Exercícios Resolvidos - Ap...
www.CentroApoio.com - Matemática - Trigonometria - Exercícios Resolvidos - Ap...
 
Circunfernciaecrculo 160404144130
Circunfernciaecrculo 160404144130Circunfernciaecrculo 160404144130
Circunfernciaecrculo 160404144130
 
Problemas parte 1
Problemas parte 1Problemas parte 1
Problemas parte 1
 
Semelhanca de triangulos
Semelhanca de triangulosSemelhanca de triangulos
Semelhanca de triangulos
 
Circunferência e polígonos
Circunferência e polígonosCircunferência e polígonos
Circunferência e polígonos
 
Circunferência e círculo
Circunferência e círculoCircunferência e círculo
Circunferência e círculo
 
Mat circunferencia circulo
Mat circunferencia   circuloMat circunferencia   circulo
Mat circunferencia circulo
 
Teste de avaliação n.º 3 versão a
Teste de avaliação n.º 3 versão aTeste de avaliação n.º 3 versão a
Teste de avaliação n.º 3 versão a
 
Mat triangulo 005
Mat triangulo  005Mat triangulo  005
Mat triangulo 005
 
Mat em volumes e areas sol vol2 cap11
Mat em volumes e areas sol vol2 cap11Mat em volumes e areas sol vol2 cap11
Mat em volumes e areas sol vol2 cap11
 
1 ficha 1
1 ficha 11 ficha 1
1 ficha 1
 
Ângulos - exercícios resolvidos
Ângulos - exercícios resolvidosÂngulos - exercícios resolvidos
Ângulos - exercícios resolvidos
 

Último

Projeto leitura HTPC abril - FORMAÇÃP SOBRE O PROJETO
Projeto leitura HTPC abril - FORMAÇÃP SOBRE O PROJETOProjeto leitura HTPC abril - FORMAÇÃP SOBRE O PROJETO
Projeto leitura HTPC abril - FORMAÇÃP SOBRE O PROJETODouglasVasconcelosMa
 
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024GleyceMoreiraXWeslle
 
Linguagem verbal , não verbal e mista.pdf
Linguagem verbal , não verbal e mista.pdfLinguagem verbal , não verbal e mista.pdf
Linguagem verbal , não verbal e mista.pdfLaseVasconcelos1
 
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...LuizHenriquedeAlmeid6
 
VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTRE
VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTREVACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTRE
VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTREIVONETETAVARESRAMOS
 
Jogo de Revisão Segunda Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Segunda Série (Primeiro Trimestre)Jogo de Revisão Segunda Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Segunda Série (Primeiro Trimestre)Paula Meyer Piagentini
 
Estudo Dirigido de Literatura / Primeira Série do E.M.
Estudo Dirigido de Literatura / Primeira Série do E.M.Estudo Dirigido de Literatura / Primeira Série do E.M.
Estudo Dirigido de Literatura / Primeira Série do E.M.Paula Meyer Piagentini
 
Prova de Empreendedorismo com gabarito.pptx
Prova de Empreendedorismo com gabarito.pptxProva de Empreendedorismo com gabarito.pptx
Prova de Empreendedorismo com gabarito.pptxJosAurelioGoesChaves
 
AVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZA
AVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZAAVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZA
AVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZAEdioFnaf
 
Mini livro sanfona - Diga não ao bullying
Mini livro sanfona - Diga não ao  bullyingMini livro sanfona - Diga não ao  bullying
Mini livro sanfona - Diga não ao bullyingMary Alvarenga
 
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdf
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdfTIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdf
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdfmarialuciadasilva17
 
Jogo de Revisão Terceira Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Terceira Série (Primeiro Trimestre)Jogo de Revisão Terceira Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Terceira Série (Primeiro Trimestre)Paula Meyer Piagentini
 
A área de ciências da religião no brasil 2023.ppsx
A área de ciências da religião no brasil  2023.ppsxA área de ciências da religião no brasil  2023.ppsx
A área de ciências da religião no brasil 2023.ppsxGilbraz Aragão
 
Sistema de Bibliotecas UCS - A descoberta da terra
Sistema de Bibliotecas UCS  - A descoberta da terraSistema de Bibliotecas UCS  - A descoberta da terra
Sistema de Bibliotecas UCS - A descoberta da terraBiblioteca UCS
 
A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...
A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...
A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...Unidad de Espiritualidad Eudista
 
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...nexocan937
 
As variações do uso da palavra "como" no texto
As variações do uso da palavra "como" no  textoAs variações do uso da palavra "como" no  texto
As variações do uso da palavra "como" no textoMariaPauladeSouzaTur
 
As teorias de Lamarck e Darwin. Evolução
As teorias de Lamarck e Darwin. EvoluçãoAs teorias de Lamarck e Darwin. Evolução
As teorias de Lamarck e Darwin. Evoluçãoprofleticiasantosbio
 
c) O crime ocorreu na forma simples ou qualificada? Justifique.
c) O crime ocorreu na forma simples ou qualificada? Justifique.c) O crime ocorreu na forma simples ou qualificada? Justifique.
c) O crime ocorreu na forma simples ou qualificada? Justifique.azulassessoria9
 
TREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.ppt
TREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.pptTREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.ppt
TREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.pptAlineSilvaPotuk
 

Último (20)

Projeto leitura HTPC abril - FORMAÇÃP SOBRE O PROJETO
Projeto leitura HTPC abril - FORMAÇÃP SOBRE O PROJETOProjeto leitura HTPC abril - FORMAÇÃP SOBRE O PROJETO
Projeto leitura HTPC abril - FORMAÇÃP SOBRE O PROJETO
 
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
 
Linguagem verbal , não verbal e mista.pdf
Linguagem verbal , não verbal e mista.pdfLinguagem verbal , não verbal e mista.pdf
Linguagem verbal , não verbal e mista.pdf
 
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
 
VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTRE
VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTREVACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTRE
VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTRE
 
Jogo de Revisão Segunda Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Segunda Série (Primeiro Trimestre)Jogo de Revisão Segunda Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Segunda Série (Primeiro Trimestre)
 
Estudo Dirigido de Literatura / Primeira Série do E.M.
Estudo Dirigido de Literatura / Primeira Série do E.M.Estudo Dirigido de Literatura / Primeira Série do E.M.
Estudo Dirigido de Literatura / Primeira Série do E.M.
 
Prova de Empreendedorismo com gabarito.pptx
Prova de Empreendedorismo com gabarito.pptxProva de Empreendedorismo com gabarito.pptx
Prova de Empreendedorismo com gabarito.pptx
 
AVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZA
AVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZAAVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZA
AVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZA
 
Mini livro sanfona - Diga não ao bullying
Mini livro sanfona - Diga não ao  bullyingMini livro sanfona - Diga não ao  bullying
Mini livro sanfona - Diga não ao bullying
 
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdf
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdfTIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdf
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdf
 
Jogo de Revisão Terceira Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Terceira Série (Primeiro Trimestre)Jogo de Revisão Terceira Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Terceira Série (Primeiro Trimestre)
 
A área de ciências da religião no brasil 2023.ppsx
A área de ciências da religião no brasil  2023.ppsxA área de ciências da religião no brasil  2023.ppsx
A área de ciências da religião no brasil 2023.ppsx
 
Sistema de Bibliotecas UCS - A descoberta da terra
Sistema de Bibliotecas UCS  - A descoberta da terraSistema de Bibliotecas UCS  - A descoberta da terra
Sistema de Bibliotecas UCS - A descoberta da terra
 
A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...
A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...
A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...
 
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...
 
As variações do uso da palavra "como" no texto
As variações do uso da palavra "como" no  textoAs variações do uso da palavra "como" no  texto
As variações do uso da palavra "como" no texto
 
As teorias de Lamarck e Darwin. Evolução
As teorias de Lamarck e Darwin. EvoluçãoAs teorias de Lamarck e Darwin. Evolução
As teorias de Lamarck e Darwin. Evolução
 
c) O crime ocorreu na forma simples ou qualificada? Justifique.
c) O crime ocorreu na forma simples ou qualificada? Justifique.c) O crime ocorreu na forma simples ou qualificada? Justifique.
c) O crime ocorreu na forma simples ou qualificada? Justifique.
 
TREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.ppt
TREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.pptTREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.ppt
TREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.ppt
 

Relação entre os raios dos incírculos de triângulos

  • 1. CIRCULOS DO CHICO NERY Na figura, ABC é um triângulo retângulo em C, com CB = a e CA = b. CD é uma ceviana simultaneamente tangente ao incírculos , de mesmo raio r, dos triângulos CBD e CDA . Prove que baCD ..2 2  DEMONSTRAÇÃO [ GEOMETRIA SINTETICA] Sejam CD = d e BA = c. Sejam O1 e O2 , centros dos incírculos de raio r , dos triângulos CBD e CDA respectivamente. Dai, O1 e O2 distam r da hipotenusa BC e, portanto, a reta O1O2 é paralela `a reta BC. Sejam E e F respectivamente pés das bissetrizes interna dos ∆CBD e ∆CDA relativas ao vértice C. Claramente, O1  CE e O2  CF . Ainda mais, denotando CD por d, tem-se do teorema da bissetriz interna , aplicado a estes triângulos: Já, denotando por : P : ponto de intersecção da reta O1O2 c om a ceviana CD. S : ponto de tangencia do incÍrculo de centro O1 com a ceviana CD. T : ponto de tangencia do incÍrculo de centro O2 com a ceviana CD. Mas, das propriedades de tangência, entre circulo e reta, O1 S = O2T = r e  O1 S P =  O2 T P = 900 . Dai, O1 S  O2T , o que implica,  S O1P =  TO2P [ alternos e internos] . Nestas condições, claramente, ∆ S O1P   ∆ TO2P [ ALA ] e, como consequência , O1P = O2 P, isto é, P é ponto médio do segmento O1O2. Logo , CP é mediana do ∆ CO1O2 . Mas, como O1O2  BC, ∆ CO1O2  ∆ CEF , consequentemente, CD é mediana do ∆ CEF e, portanto, ED = DF , isto é, D é ponto médio do segmento EF.