Profª JanaynaProfª Janayna
LiraLira
OO
Absolutismo eAbsolutismo e
oo
MercantilismoMercantilismo
MONARQUIA ABSOLUTA
ConceitoConceito
O absolutismo foi a forma de governo e de conduzir aO absolutismo foi a forma de governo e de conduzir a
...
A FORMAÇÃO DOS ESTADOS NACIONAISA FORMAÇÃO DOS ESTADOS NACIONAIS
NA BAIXA IDADE MÉDIA, O
REI FOI O ELEMENTO
UNIFICADORDE U...
LEMBRETE IMPORTANTE
O ESTADO NACIONAL FOI RESULTADO
DE UMA ALIANÇA ENTRE REI,
BURGUESIA E ALGUNS SETORES DA
NOBREZA, INTER...
INTERESSES DAS FORÇAS ALIADAS
NO FORTALECIMENTO
DO PODER REAL
1. REPRIMIR AS REVOLTAS
CAMPONESAS CONTRA A NOBREZA
FEUDAL, ...
4- PADRONIZAR PESOS E MEDIDAS
5- CRIAR LEIS E PROCEDIMENTOS
JURÍDICOS DE ÂMBITO NACIONAL
6- DESENVOLVIMENTO DO COMÉRCIO
IN...
O Antigo RegimeO Antigo Regime
No Antigo Regime, prevaleceuNo Antigo Regime, prevaleceu
o Absolutismo como regimeo Absolut...
TeóricosTeóricos
Nicolau Maquiavel:Nicolau Maquiavel:
• Obra: O PríncipeObra: O Príncipe
• Soberano: manter o BemSoberano:...
TeóricosTeóricos
Thomas Hobbes:Thomas Hobbes:
• Obra: LeviatãObra: Leviatã
• Um elogio ao AbsolutismoUm elogio ao Absoluti...
TeóricosTeóricos
Jean Bodin:Jean Bodin:
• Obra: A RepúblicaObra: A República
• Doutrina da Soberania doDoutrina da Soberan...
TeóricosTeóricos
Jaques Bossuet:Jaques Bossuet:
• Obra: Política segundo asObra: Política segundo as
Sagradas Escrituras.S...
O Apogeu do AbsolutismoO Apogeu do Absolutismo
O apogeu do processo de centralizaçãoO apogeu do processo de centralização
...
Luis XIV (1643 – 1715)Luis XIV (1643 – 1715)
Símbolo da monarquiaSímbolo da monarquia
absolutistaabsolutista
– ““Rei Sol”.Rei Sol”.
– Considerado um dos maiores absolu...
O Estado sou euO Estado sou eu
““ É exclusivamente na minha pessoa que reside oÉ exclusivamente na minha pessoa que reside...
O Palácio deO Palácio de
VesalhesVesalhes
Distante dos interesses daDistante dos interesses da
população, ele governava o ...
OO
mercantilismomercantilismo
Durante o período deDurante o período de
constituição dasconstituição das
monarquiasmonarqui...
Os princípios mercantilistasOs princípios mercantilistas
O metalismo ouO metalismo ou
bulionismobulionismo:: a riquezaa r...
Os princípios mercantilistasOs princípios mercantilistas
• Balança comercialBalança comercial
favorável:favorável: buscava...
Os princípios mercantilistasOs princípios mercantilistas
 Protecionismo:Protecionismo: os reisos reis
criavam impostos e ...
MercantilismoMercantilismo
Não entendeu?Não entendeu?
Absolutismo e Mercantilismo
Absolutismo e Mercantilismo
Absolutismo e Mercantilismo
Absolutismo e Mercantilismo
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Absolutismo e Mercantilismo

1.254 visualizações

Publicada em

0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.254
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
627
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
34
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Absolutismo e Mercantilismo

  1. 1. Profª JanaynaProfª Janayna LiraLira OO Absolutismo eAbsolutismo e oo MercantilismoMercantilismo
  2. 2. MONARQUIA ABSOLUTA
  3. 3. ConceitoConceito O absolutismo foi a forma de governo e de conduzir aO absolutismo foi a forma de governo e de conduzir a política que se tornou característico de alguns reinos dapolítica que se tornou característico de alguns reinos da Europa entre os séculos XV e XVIII, na qual os reisEuropa entre os séculos XV e XVIII, na qual os reis detinham o poder absoluto sobre o território e os rumos dadetinham o poder absoluto sobre o território e os rumos da nação.nação. Alerta! Monarquia é a forma de governoAlerta! Monarquia é a forma de governo onde o poder é hereditário e vitalício.onde o poder é hereditário e vitalício. NemNem toda monarquia era absolutista.toda monarquia era absolutista.
  4. 4. A FORMAÇÃO DOS ESTADOS NACIONAISA FORMAÇÃO DOS ESTADOS NACIONAIS NA BAIXA IDADE MÉDIA, O REI FOI O ELEMENTO UNIFICADORDE UMA NOBREZA EMCRISE, CONCILIANDO, QUANDO POSSÍVEL COMA RICA BURGUESIA, CONDIÇÕES MATERIAIS PARA O FINANCIAMENTODO PRÓPRIO ESTADO NACIONAL.
  5. 5. LEMBRETE IMPORTANTE O ESTADO NACIONAL FOI RESULTADO DE UMA ALIANÇA ENTRE REI, BURGUESIA E ALGUNS SETORES DA NOBREZA, INTERESSADOS NOFORTALECIMENTODO PODERREAL PARA A SUA PRÓPRIA SEGURANÇA.
  6. 6. INTERESSES DAS FORÇAS ALIADAS NO FORTALECIMENTO DO PODER REAL 1. REPRIMIR AS REVOLTAS CAMPONESAS CONTRA A NOBREZA FEUDAL, PROTEGER A PROPRIEDADE DAS TERRAS E OS PRIVILÉGIOS DA NOBREZA 2. MELHORAR AS ESTRADAS E A SEGURANÇA PÚBLICA 3. UNIFORMIZAR AS MOEDAS
  7. 7. 4- PADRONIZAR PESOS E MEDIDAS 5- CRIAR LEIS E PROCEDIMENTOS JURÍDICOS DE ÂMBITO NACIONAL 6- DESENVOLVIMENTO DO COMÉRCIO INTERESSES DAS FORÇAS ALIADAS NO FORTALECIMENTO DO PODER REAL
  8. 8. O Antigo RegimeO Antigo Regime No Antigo Regime, prevaleceuNo Antigo Regime, prevaleceu o Absolutismo como regimeo Absolutismo como regime político e administrativo.político e administrativo. No campo social, a sociedadeNo campo social, a sociedade era estamental.era estamental. Economicamente, foi marcadoEconomicamente, foi marcado pela prática conhecida porpela prática conhecida por Mercantilismo.Mercantilismo.
  9. 9. TeóricosTeóricos Nicolau Maquiavel:Nicolau Maquiavel: • Obra: O PríncipeObra: O Príncipe • Soberano: manter o BemSoberano: manter o Bem ComumComum • Usar de qualquer meioUsar de qualquer meio (O Fim justifica os Meios)(O Fim justifica os Meios) • Atos avaliados por suasAtos avaliados por suas conseqüências e não pelaconseqüências e não pela moralmoral • Exército Nacional poderosoExército Nacional poderoso
  10. 10. TeóricosTeóricos Thomas Hobbes:Thomas Hobbes: • Obra: LeviatãObra: Leviatã • Um elogio ao AbsolutismoUm elogio ao Absolutismo • Autoridade para um só: acabarAutoridade para um só: acabar com a desordem e insegurançacom a desordem e insegurança • Homens: constantes lutas entreHomens: constantes lutas entre sisi (homem é o lobo do(homem é o lobo do homem)homem) • Cabe ao Estado a tarefa deCabe ao Estado a tarefa de impor regras de conduta,impor regras de conduta,
  11. 11. TeóricosTeóricos Jean Bodin:Jean Bodin: • Obra: A RepúblicaObra: A República • Doutrina da Soberania doDoutrina da Soberania do Estado – Poder totalEstado – Poder total • MonarcaMonarca autoridadeautoridade máximamáxima e faz ase faz as LeisLeis • Monarca = Autoridade deMonarca = Autoridade de PaiPai
  12. 12. TeóricosTeóricos Jaques Bossuet:Jaques Bossuet: • Obra: Política segundo asObra: Política segundo as Sagradas Escrituras.Sagradas Escrituras. • Absolutismo de Direito DivinoAbsolutismo de Direito Divino • Predestinado por Deus paraPredestinado por Deus para governar a sociedadegovernar a sociedade • ResponsabilidadeResponsabilidade somentesomente perante Deusperante Deus • ““Um Rei, uma fé, uma Lei”Um Rei, uma fé, uma Lei”
  13. 13. O Apogeu do AbsolutismoO Apogeu do Absolutismo O apogeu do processo de centralizaçãoO apogeu do processo de centralização política e do estabelecimento dopolítica e do estabelecimento do Estado nacional moderno na França seEstado nacional moderno na França se configura com aconfigura com a dinastia Bourbon.dinastia Bourbon.
  14. 14. Luis XIV (1643 – 1715)Luis XIV (1643 – 1715)
  15. 15. Símbolo da monarquiaSímbolo da monarquia absolutistaabsolutista – ““Rei Sol”.Rei Sol”. – Considerado um dos maiores absolutistas do seu tempo.Considerado um dos maiores absolutistas do seu tempo. – Organizou o exército francês: o mais preparado daOrganizou o exército francês: o mais preparado da Europa.Europa. – Reativou a economia, multiplicando as exportações.Reativou a economia, multiplicando as exportações. – Criação de fábricas, estradas, pontes, portos e canais,Criação de fábricas, estradas, pontes, portos e canais, vias de circulação e escoamento de mercadorias.vias de circulação e escoamento de mercadorias. – Construiu o Palácio de Versalhes: um dos maiores doConstruiu o Palácio de Versalhes: um dos maiores do mundo.mundo. – Apreciava boa etiqueta, festas e belas mulheres.Apreciava boa etiqueta, festas e belas mulheres. – A ele se atribui a frase: “O Estado sou eu”.A ele se atribui a frase: “O Estado sou eu”.
  16. 16. O Estado sou euO Estado sou eu ““ É exclusivamente na minha pessoa que reside oÉ exclusivamente na minha pessoa que reside o poder soberano...é só de mim que os meuspoder soberano...é só de mim que os meus tribunais recebem a existência e a sua autoridade”.tribunais recebem a existência e a sua autoridade”. ““(...) a ordem pública inteira emana de mim, e os(...) a ordem pública inteira emana de mim, e os direitos e interesses da Nação (...) estãodireitos e interesses da Nação (...) estão necessariamente unidos com os meus e repousamnecessariamente unidos com os meus e repousam unicamente nas minhas mãos”.unicamente nas minhas mãos”.
  17. 17. O Palácio deO Palácio de VesalhesVesalhes Distante dos interesses daDistante dos interesses da população, ele governava o paíspopulação, ele governava o país no palácio de Versalhes. Parano palácio de Versalhes. Para manter o luxo do palácio e demanter o luxo do palácio e de seus membros eram cobradosseus membros eram cobrados vultosos impostos da populaçãovultosos impostos da população mais pobre.mais pobre. Considerado um dos maiores doConsiderado um dos maiores do mundo, o Palácio possui 2.153mundo, o Palácio possui 2.153 janelas, 67 escadas, 352janelas, 67 escadas, 352 chaminés, 700 quartos, 1.250chaminés, 700 quartos, 1.250 lareiras e 700 hectares delareiras e 700 hectares de parque.parque.
  18. 18. OO mercantilismomercantilismo Durante o período deDurante o período de constituição dasconstituição das monarquiasmonarquias absolutistasabsolutistas européias,européias, consolidou-se umconsolidou-se um Estado interventor,Estado interventor, que devia atuar emque devia atuar em todos os setores datodos os setores da vida nacional. Novida nacional. No plano econômicoplano econômico essa intervençãoessa intervenção ocorreu através doocorreu através do mercantilismo.mercantilismo. O mercantilismo foiO mercantilismo foi um conjunto deum conjunto de práticaspráticas econômicaseconômicas desenvolvido pordesenvolvido por governosgovernos absolutistas.absolutistas.
  19. 19. Os princípios mercantilistasOs princípios mercantilistas O metalismo ouO metalismo ou bulionismobulionismo:: a riquezaa riqueza e o poder de ume o poder de um Estado estáEstado está relacionando àrelacionando à quantidade de metaisquantidade de metais preciosos por elepreciosos por ele acumulados.acumulados.
  20. 20. Os princípios mercantilistasOs princípios mercantilistas • Balança comercialBalança comercial favorável:favorável: buscava-sebuscava-se manter o nível dasmanter o nível das exportações superiorexportações superior ao das importações,ao das importações, desta forma entrariadesta forma entraria mais moedas do quemais moedas do que sairia.sairia.
  21. 21. Os princípios mercantilistasOs princípios mercantilistas  Protecionismo:Protecionismo: os reisos reis criavam impostos e taxas paracriavam impostos e taxas para evitar ao máximo a entrada deevitar ao máximo a entrada de produtos vindos do exterior,produtos vindos do exterior, assim, o Estado restringia asassim, o Estado restringia as importações impondo pesadasimportações impondo pesadas taxas alfandegárias, parataxas alfandegárias, para proteger a produção nacional,proteger a produção nacional, era uma forma de estimular aera uma forma de estimular a indústria nacional e tambémindústria nacional e também evitar a saída de moedas paraevitar a saída de moedas para outros países.outros países. Colonialismo:Colonialismo: aa riqueza de um paísriqueza de um país está diretamenteestá diretamente ligada à quantidadeligada à quantidade de colônias dede colônias de exploração deste.exploração deste.
  22. 22. MercantilismoMercantilismo
  23. 23. Não entendeu?Não entendeu?

×