Ideologia e Alienação

24.988 visualizações

Publicada em

Apresentação da aula de Sociologia sobre Ideologia e Alienação do 2º ANO - Instituto Neuza Dutra. Elaborada pelo Prof. Gilmar Rodrigues.

0 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
24.988
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
483
Comentários
0
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Ideologia e Alienação

  1. 1. Sistema de ideias (crenças, tradições, princípios e mitos)interdependentes, sustentadas por um grupo social de qualquernatureza ou dimensão, as quais refletem, racionalizam edefendem os próprios interesses e compromissos institucionais,sejam estes morais, religiosos, políticos ou econômicosConjunto de convicções filosóficas, sociais, políticas etc. de umindivíduo ou grupo de indivíduos. A ideologia é umainterpretação da realidade, que valoriza arbitrariamente algumasideias em detrimento de outras.
  2. 2. Forma de conhecimento ilusório que leva aomascaramento dos conflitos sociais. Ideologiaé a falsa consciência. É qualquer formulaçãoteórica das relações sociais que não tenhapor base a produção material. Trata-se de uminstrumento de dominação, de alienação dosindivíduos.Totalidade das formas de consciência social,o que abrange o sistema de ideias quelegitima o poder econômico da classedominante (ideologia burguesa) e o conjuntode ideias que expressa os interessesrevolucionários da classe dominada(ideologia proletária ou socialista)
  3. 3.  Para Marx, tem um sentido negativo e é vinculada ao trabalho, que, ao invés de realizar o homem, o escraviza; ao invés de humanizá-lo, o desumaniza. O homem troca o verbo SER pelo TER: sua vida passa a medir-se pelo que ele possui, não pelo que ele é. A produção ideológica da ilusão social tem como finalidade fazer com que todas as classes sociais aceitem as condições em que vivem, julgando-as naturais, normais, corretas, justas, sem pretender transformá-las ou conhecê-las realmente, sem levar em conta que há uma contradição profunda entre as condições reais em que vivemos e as ideias. Indiferença aos problemas políticos e sociais

×