SlideShare uma empresa Scribd logo
(1939-1945)
O SURGIMENTO DO
NAZIFASCISMO
 Crise dos princípios econômicos liberais, após a
Grande Depressão de 1929.
 Agravamento dos problemas socioeconômicos
nos países europeus.
 Aumento da insatisfação das classes
trabalhadoras, e divulgação de ideias socialistas
entre os operários, influenciadas pela
Revolução Russa.
 A burguesia europeia passou a defender um
regime político, que combatesse as ideias
socialistas.
 Emergência de novos regimes políticos, como a
ideologia nazifascita na Itália e na Alemanha.
 Sentimento de traição na Itália após o
término da 1ª Guerra Mundial.
 O Partido Socialista ameaçava a ordem
capitalista italiana.
 Marcha sobre Roma (1922): grande
evento realizado pelos fascistas
(camisas negras) que resultou na
nomeação de seu líder Benito
Mussolini para o cargo de 1º Ministro
pelo rei Vitor Emanuel III.
 Em 1926 os partidos e órgãos de
imprensa são fechados e Mussolini (o
duce) passa a governar a Itália com
plenos poderes.
 Carta del Lavoro (1927): legislação
criada para controlar os trabalhadores,
através das “corporações
profissionais”.
 Tratado de Latrão (1929): reatamento
da Itália com a Igreja e criação da
cidade autônoma do Vaticano.
 Sentimento de revanche na Alemanha após
a derrota na 1ª Guerra Mundial e o Tratado
de Versalhes (1919).
 Criação de um novo governo (República de
Weimar) e grande crise econômica na
Alemanha.
 Tentativa do Partido Socialista Alemão, sob
liderança de Rosa Luxemburgo, de tomar o
poder no país em 1919.
 A burguesia alemã, temendo o socialismo,
passou a apoiar o Partido Nazista, dirigido
por Adolf Hitler.
 Putsch de Munique (1923): marcha militar
organizada pelos nazistas (camisas pardas), que
tentou levar Hitler ao governo por meio de um
golpe.
 A marcha acabou fracassando e Hitler foi preso.
 A Crise de 1929, deixou a Alemanha ainda mais
enfraquecida, e a ideologia nazista passou a ser
considerada por muitos como única alternativa
para solucionar os problemas alemães.
 Adolf Hitler é nomeado chanceler da Alemanha
pelo presidente Hindemburg em 1932.
 Em 1933, após a morte de Hindemburg, Hitler
assume o controle total do governo alemão, com
o título de “fuhrer”.
 Sistema político no qual o Estado exerce total
controle sobre a sociedade, não reconhece limites
à sua autoridade e se esforça para regulamentar
todos os aspectos da vida pública e privada.
 Anti-individualismo: a nação é mais importante
que o indivíduo.
 Antidemocracia: a democracia enfraquece o
Estado e o povo, defesa de um governo forte e
ditatorial.
 Antiliberalismo: o Estado exerce controle total
sobre a economia. Não existe liberdade individual.
 Regime de partido único.
 O Partido se confunde com o Estado.
 A vontade do partido é a vontade de
todos.
 Todo sacrifício é importante para o bem
da nação.
 A nação está acima do indivíduo.
 Estímulo a indústria bélica e a militarização
da sociedade.
 Valorização e das tradições dos povos
germânicos (arianos) e latinos (romanos),
enfocando o seu heroísmo, bravura e
coragem.
 Combate aos princípios socialistas e
anarquistas, que visavam uma sociedade
comunista.
 Perseguição aos simpatizantes dessas
ideias.
 Política de discriminação racial, e defesa
da purificação da nação.
 Antijudaísmo: perseguição aos judeus
pelos nazistas alemães.
 Perseguição de ciganos, eslavos e negros
na Itália.
 Para divulgar os princípios e ideias do regime:
cartazes, filmes, livros, monumentos etc.
 O líder é inquestionável e infalível em suas
decisões.
 O indivíduo deve crer, obedecer e combater.
 Mussolini: Duce.
 Hitler: Fuhrer – Saudação: Heil Hitler!
Os fatores que
levaram à guerra.
 Expansão nazista e omissão das potências
capitalistas liberais.
 O nazismo representava para as potências
liberais um escudo contra o socialismo
soviético.
Inglaterra: o Sr. Não
poderia dar um jeitinho
de arrombar a porta,
sem estragar a tranca?
Porta: Polônia.
Tranca: Império Britânico
 Japão: ocupação da região chinesa da
Manchúria (1931), rica em recursos
minerais.
 Itália: anexação da Etiópia (Abissínia
-1935) e da Albânia (1937).
 Alemanha: política do “Espaço vital,” visando
formar o III Reich, ocupação da Renânia (1936),
incorporação da Áustria (Anschluss – 1938),
invasão dos Sudetos na Tchecoslováquia(1938).
 Conferência de Munique (1938): a Inglaterra
e a França aceitaram a ocupação dos Sudetos,
com a promessa alemã de interromper ali sua
expansão.
 Hitler descumpre o acordo de Munique e
anexa o restante da Tchecoslováquia(1939).
 Formação do Eixo Roma-Berlim-Tóquio
(1936-1939): Pacto Anticomintern (1936-37,
Pacto de Aço (1939), Pacto Tripartite (1940).
 Pacto de Não Agressão Nazi-Soviético (1939): a
Alemanha se comprometia em não atacar a URSS e
vice-versa, e a Polônia seria dividida pelas duas
potências.
 Conflito interno na Espanha entre:
• Frente Popular (de orientação comunista).
• Falange (de orientação fascista) e Nacionalistas.
 O comandante dos Nacionalistas, Francisco
Franco recebeu apoio militar de Hitler e
Mussolini.
 1 milhão de espanhóis morreram e Franco
assumiu o poder, instalando uma ditadura com
características fascistas (1939-1973).
 Esse conflito serviu de preparativo para a 2ª
Guerra Mundial, no qual os nazifascistas
testaram suas forças.
 Estopim: a Alemanha invade a Polônia
(corredor polonês), e a Inglaterra aliada do
estado polonês, declara guerra ao III Reich.
Eixo Aliados
 Blitzkrieg (guerra-relâmpago alemã): resultou
em diversas conquistas territoriais na Europa
(Holanda, Bélgica e França).
 Ataques aéreos (da Luftwaffe) alemães na
Inglaterra, sem sucesso – 1940.
 Invasão alemã na Polônia Oriental e da URSS
(quebra do pacto nazi-soviético) – 1941.
 Ataque japonês a base americana de Pearl
Harbor no Havaí – 1941.
 Após as ofensivas alemãs e japonesas, entrada da URSS
e EUA na guerra.
 Batalha de Stanligrado (1943): derrota alemã pelas
tropas soviéticas e liberação do Leste Europeu.
 Batalha de Sicília (1943): libertação da Itália e queda de
Mussolini.
 Dia D (6 de junho de 1944): desembarque das tropa
aliadas nas praias da Normandia, e libertação da
França da ocupação nazista.
 Cerco das tropa soviéticas em Berlim, rendição nazista
e suicídio de Hitler (1945).
 Derrota das forças japonesas nas ilhas do Pacífico e
bombardeio atômico sobre Hiroshima e Nagasaki.
 A princípio a posição do Brasil foi de
neutralidade diante do conflito.
 Após ataques alemães a navios brasileiros, e
clamores populares, o presidente Getúlio
Vargas declarou guerra ao Eixo.
 25 mil homens da FEB (Força
Expedicionária Brasileira) foram
enviados para a Itália e colaboraram
para a libertação do país do
nazifascismo.
A reorganização do mundo após
o maior conflito de todos os
tempos.
 O Japão teve que desocupar a Manchúria
e a Coreia.
 A Itália perdeu todas as suas colônias e
teve que pagar uma indenização.
 Conferência de Potsdan (1945):
• Divisão da Alemanha em quatro zonas
administrativas.
• Definição de indenização alemã para os aliados.
• Desnazificação e desmilitarização da Alemanha.
• A Prússia Oriental foi cedida à Polônia e URSS.
 O mundo toma conhecimento da
crueldade nazista e dos campos de
extermínio de judeus (holocausto).
 Tribunal de Nuremberg: julgamento dos
criminosos de guerra responsáveis pelo
holocausto.
 Balanço da guerra: 53 milhões de
vítimas.
 Conferência de São Francisco: criação da
ONU.
Naquele dia [12 de abril de 1945] eu vi meu primeiro campo de horrores. Ficava
próximo à cidade de Gotha. Nunca fui capaz de descrever minhas reações
emocionais quando encarei pela primeira vez a evidência inquestionável da
brutalidade nazista e o desrespeito cruel a qualquer senso de decência. Até
então eu só conhecia aquilo em termos gerais ou através de fontes secundárias.
Estou certo, no entanto, de que jamais, em qualquer momento, experimentei
uma sensação de choque igual. Visitei cada canto e esconderijo do campo pois
senti que era meu dever estar em posição, a partir de então, de testemunhar
em primeira mão sobre aquelas coisas, caso em algum momento surgisse a
crença ou hipótese de que "as histórias de brutalidade nazista foram apenas
propaganda". Alguns integrantes da equipe de visitação foram incapazes de
prosseguir com o suplício. Eu não só o fiz como, assim que retornei ao quartel-
general de Patton naquela tarde, mandei mensagens a Washington e Londres
requisitando que ambos os governos enviassem instantaneamente à Alemanha
um grupo aleatório de editores de jornal e grupos de representantes das
legislaturas nacionais. Senti que a evidência deveria ser apresentada
imediatamente aos públicos americano e britânico de uma maneira que não
deixaria lugar para dúvidas cínicas.
 Aproximadamente 6 milhões de judeus foram
mortos durante a 2ª Guerra Mundial.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Brasil - Revoltas Coloniais
Brasil - Revoltas ColoniaisBrasil - Revoltas Coloniais
Brasil - Revoltas Coloniaiscarlosbidu
 
A EUROPA NO SÉCULO XIX
A EUROPA NO SÉCULO XIXA EUROPA NO SÉCULO XIX
A EUROPA NO SÉCULO XIXIsabel Aguiar
 
Independência dos eua (1776)
Independência dos eua (1776)Independência dos eua (1776)
Independência dos eua (1776)Janayna Lira
 
REINOS AFRICANOS
REINOS AFRICANOSREINOS AFRICANOS
REINOS AFRICANOSElvisJohnR
 
A sociedade feudal - 7-ano
A sociedade feudal - 7-anoA sociedade feudal - 7-ano
A sociedade feudal - 7-anoLucas Degiovani
 
Idade Média - Reinos Bárbaros e Feudalismo
Idade Média - Reinos Bárbaros e FeudalismoIdade Média - Reinos Bárbaros e Feudalismo
Idade Média - Reinos Bárbaros e FeudalismoPaulo Alexandre
 
O imperialismo no século xix
O imperialismo no século xixO imperialismo no século xix
O imperialismo no século xixAuxiliadora
 
Revoltas coloniais
Revoltas coloniaisRevoltas coloniais
Revoltas coloniaisRayan Gomes
 
Regimes Totalitários E 2ª Guerra Mundial
Regimes Totalitários E 2ª Guerra MundialRegimes Totalitários E 2ª Guerra Mundial
Regimes Totalitários E 2ª Guerra MundialCarlos Glufke
 
Crise da República Velha - Os anos 20
Crise da República Velha - Os anos 20Crise da República Velha - Os anos 20
Crise da República Velha - Os anos 20Valéria Shoujofan
 
9º ano - Segunda guerra mundial
9º ano - Segunda guerra mundial9º ano - Segunda guerra mundial
9º ano - Segunda guerra mundialJanaína Bindá
 
9º ano história rafa - era vargas
9º ano   história   rafa  - era vargas9º ano   história   rafa  - era vargas
9º ano história rafa - era vargasRafael Noronha
 
Reforma e contrarreforma
Reforma e contrarreformaReforma e contrarreforma
Reforma e contrarreformaFabiana Tonsis
 

Mais procurados (20)

Brasil - Revoltas Coloniais
Brasil - Revoltas ColoniaisBrasil - Revoltas Coloniais
Brasil - Revoltas Coloniais
 
A EUROPA NO SÉCULO XIX
A EUROPA NO SÉCULO XIXA EUROPA NO SÉCULO XIX
A EUROPA NO SÉCULO XIX
 
Independência dos eua (1776)
Independência dos eua (1776)Independência dos eua (1776)
Independência dos eua (1776)
 
REINOS AFRICANOS
REINOS AFRICANOSREINOS AFRICANOS
REINOS AFRICANOS
 
A sociedade feudal - 7-ano
A sociedade feudal - 7-anoA sociedade feudal - 7-ano
A sociedade feudal - 7-ano
 
Idade Média - Reinos Bárbaros e Feudalismo
Idade Média - Reinos Bárbaros e FeudalismoIdade Média - Reinos Bárbaros e Feudalismo
Idade Média - Reinos Bárbaros e Feudalismo
 
1º ano - Reforma Religiosa
1º ano - Reforma Religiosa1º ano - Reforma Religiosa
1º ano - Reforma Religiosa
 
Brasil invasões estrangeiras - francesas e holandesas
Brasil invasões estrangeiras - francesas e holandesasBrasil invasões estrangeiras - francesas e holandesas
Brasil invasões estrangeiras - francesas e holandesas
 
O imperialismo no século xix
O imperialismo no século xixO imperialismo no século xix
O imperialismo no século xix
 
Revoltas coloniais
Revoltas coloniaisRevoltas coloniais
Revoltas coloniais
 
Primeira guerra mundial
Primeira guerra mundialPrimeira guerra mundial
Primeira guerra mundial
 
Regimes Totalitários E 2ª Guerra Mundial
Regimes Totalitários E 2ª Guerra MundialRegimes Totalitários E 2ª Guerra Mundial
Regimes Totalitários E 2ª Guerra Mundial
 
Segunda Guerra Mundial
Segunda Guerra MundialSegunda Guerra Mundial
Segunda Guerra Mundial
 
Primeira Guerra Mundial
Primeira Guerra MundialPrimeira Guerra Mundial
Primeira Guerra Mundial
 
Fascismo e nazismo
Fascismo e nazismoFascismo e nazismo
Fascismo e nazismo
 
Segundo reinado
Segundo reinadoSegundo reinado
Segundo reinado
 
Crise da República Velha - Os anos 20
Crise da República Velha - Os anos 20Crise da República Velha - Os anos 20
Crise da República Velha - Os anos 20
 
9º ano - Segunda guerra mundial
9º ano - Segunda guerra mundial9º ano - Segunda guerra mundial
9º ano - Segunda guerra mundial
 
9º ano história rafa - era vargas
9º ano   história   rafa  - era vargas9º ano   história   rafa  - era vargas
9º ano história rafa - era vargas
 
Reforma e contrarreforma
Reforma e contrarreformaReforma e contrarreforma
Reforma e contrarreforma
 

Destaque

Destaque (20)

Revolução Russa
Revolução RussaRevolução Russa
Revolução Russa
 
A Idade Média
A Idade MédiaA Idade Média
A Idade Média
 
Nazifascismo
NazifascismoNazifascismo
Nazifascismo
 
2ª Guerra Mundial
2ª Guerra Mundial 2ª Guerra Mundial
2ª Guerra Mundial
 
Autoritarismo, totalitarismo, fascismos
Autoritarismo, totalitarismo, fascismosAutoritarismo, totalitarismo, fascismos
Autoritarismo, totalitarismo, fascismos
 
Totalitarismo historia do mundo contempóraneo
Totalitarismo  historia do mundo contempóraneoTotalitarismo  historia do mundo contempóraneo
Totalitarismo historia do mundo contempóraneo
 
Segunda Guerra Mundial
Segunda Guerra MundialSegunda Guerra Mundial
Segunda Guerra Mundial
 
Totalitarismo resumo
Totalitarismo resumoTotalitarismo resumo
Totalitarismo resumo
 
Slide Segunda Guerra Mundial
Slide Segunda Guerra MundialSlide Segunda Guerra Mundial
Slide Segunda Guerra Mundial
 
Descolonização Africana e Asiática
Descolonização Africana e AsiáticaDescolonização Africana e Asiática
Descolonização Africana e Asiática
 
Guerra civil espanhola
Guerra civil espanholaGuerra civil espanhola
Guerra civil espanhola
 
O período democrático ou populista
O período democrático ou populistaO período democrático ou populista
O período democrático ou populista
 
Totalitarismo
TotalitarismoTotalitarismo
Totalitarismo
 
A 2ª guerra mundial o holocausto
A 2ª guerra mundial   o holocaustoA 2ª guerra mundial   o holocausto
A 2ª guerra mundial o holocausto
 
Iluminismo
IluminismoIluminismo
Iluminismo
 
Período Joanino e Primeiro Reinado
Período Joanino e Primeiro ReinadoPeríodo Joanino e Primeiro Reinado
Período Joanino e Primeiro Reinado
 
A 2ª Guerra Mundial 9º ano
A 2ª Guerra Mundial   9º anoA 2ª Guerra Mundial   9º ano
A 2ª Guerra Mundial 9º ano
 
A Grande Guerra
A Grande GuerraA Grande Guerra
A Grande Guerra
 
O Segundo Reinado
O Segundo ReinadoO Segundo Reinado
O Segundo Reinado
 
A Era Vargas
A Era VargasA Era Vargas
A Era Vargas
 

Semelhante a A 2ª guerra mundial

Segunda Guerra Mundial (1939-1945)
Segunda Guerra Mundial (1939-1945)Segunda Guerra Mundial (1939-1945)
Segunda Guerra Mundial (1939-1945)ingeloreroiwas
 
Aula Pós 1a Guerra ao fim 2a guerra
Aula Pós 1a Guerra ao fim 2a guerraAula Pós 1a Guerra ao fim 2a guerra
Aula Pós 1a Guerra ao fim 2a guerraMarcio Bernardes
 
Fascismo, nazismo, segunda guerra mundial
Fascismo, nazismo, segunda guerra mundialFascismo, nazismo, segunda guerra mundial
Fascismo, nazismo, segunda guerra mundialLú Carvalho
 
Segunda Guerra Mundial
Segunda Guerra MundialSegunda Guerra Mundial
Segunda Guerra MundialLú Carvalho
 
Segunda Guerra Mundial
Segunda Guerra MundialSegunda Guerra Mundial
Segunda Guerra MundialAuxiliadora
 
Segunda guerra mundial
Segunda guerra mundialSegunda guerra mundial
Segunda guerra mundialLú Carvalho
 
Projeto atrás dos fatos - Direitos Humanos, Cidadania e Democracia
Projeto atrás dos fatos - Direitos Humanos, Cidadania e DemocraciaProjeto atrás dos fatos - Direitos Humanos, Cidadania e Democracia
Projeto atrás dos fatos - Direitos Humanos, Cidadania e DemocraciaValter Gomes
 
ana carolini e nathalia, 3m3 - g1
ana carolini e nathalia, 3m3 - g1ana carolini e nathalia, 3m3 - g1
ana carolini e nathalia, 3m3 - g1carolinis2
 
Regimes totalitários
Regimes totalitáriosRegimes totalitários
Regimes totalitáriosIsaquel Silva
 
Aula 21 2ª guerra mundial
Aula 21   2ª guerra mundialAula 21   2ª guerra mundial
Aula 21 2ª guerra mundialJonatas Carlos
 
Segunda guerra mundial
Segunda guerra mundialSegunda guerra mundial
Segunda guerra mundialguestd2595e
 
Segunda Guerra Mundial
Segunda Guerra MundialSegunda Guerra Mundial
Segunda Guerra MundialLutero Ramos
 
Totalitarismo europeu.
Totalitarismo europeu.Totalitarismo europeu.
Totalitarismo europeu.liveofwarrior
 
Totalitarismo europeu.
Totalitarismo europeu.Totalitarismo europeu.
Totalitarismo europeu.liveofwarrior
 
Totalitarismo na Europa
Totalitarismo na EuropaTotalitarismo na Europa
Totalitarismo na Europaliveofwarrior
 
aula 7 [3-2022] - 2ª guerra mundial
aula 7 [3-2022] - 2ª guerra mundialaula 7 [3-2022] - 2ª guerra mundial
aula 7 [3-2022] - 2ª guerra mundialGerson Coppes
 
Apresentação do tema Nazifascismo pptx..
Apresentação do tema Nazifascismo pptx..Apresentação do tema Nazifascismo pptx..
Apresentação do tema Nazifascismo pptx..MauricioVolcov
 
Segunda guerra mundial
Segunda guerra mundialSegunda guerra mundial
Segunda guerra mundialJOCAGAMER1
 

Semelhante a A 2ª guerra mundial (20)

Segunda Guerra Mundial (1939-1945)
Segunda Guerra Mundial (1939-1945)Segunda Guerra Mundial (1939-1945)
Segunda Guerra Mundial (1939-1945)
 
Aula Pós 1a Guerra ao fim 2a guerra
Aula Pós 1a Guerra ao fim 2a guerraAula Pós 1a Guerra ao fim 2a guerra
Aula Pós 1a Guerra ao fim 2a guerra
 
Fascismo, nazismo, segunda guerra mundial
Fascismo, nazismo, segunda guerra mundialFascismo, nazismo, segunda guerra mundial
Fascismo, nazismo, segunda guerra mundial
 
Segunda Guerra Mundial
Segunda Guerra MundialSegunda Guerra Mundial
Segunda Guerra Mundial
 
Segunda Guerra Mundial
Segunda Guerra MundialSegunda Guerra Mundial
Segunda Guerra Mundial
 
Segunda guerra mundial
Segunda guerra mundialSegunda guerra mundial
Segunda guerra mundial
 
Projeto atrás dos fatos - Direitos Humanos, Cidadania e Democracia
Projeto atrás dos fatos - Direitos Humanos, Cidadania e DemocraciaProjeto atrás dos fatos - Direitos Humanos, Cidadania e Democracia
Projeto atrás dos fatos - Direitos Humanos, Cidadania e Democracia
 
ana carolini e nathalia, 3m3 - g1
ana carolini e nathalia, 3m3 - g1ana carolini e nathalia, 3m3 - g1
ana carolini e nathalia, 3m3 - g1
 
Regimes totalitários
Regimes totalitáriosRegimes totalitários
Regimes totalitários
 
Aula 21 2ª guerra mundial
Aula 21   2ª guerra mundialAula 21   2ª guerra mundial
Aula 21 2ª guerra mundial
 
Segunda guerra mundial
Segunda guerra mundialSegunda guerra mundial
Segunda guerra mundial
 
Segunda Guerra Mundial
Segunda Guerra MundialSegunda Guerra Mundial
Segunda Guerra Mundial
 
Totalitarismo europeu.
Totalitarismo europeu.Totalitarismo europeu.
Totalitarismo europeu.
 
Totalitarismo europeu.
Totalitarismo europeu.Totalitarismo europeu.
Totalitarismo europeu.
 
Europa Sec.XX
Europa Sec.XXEuropa Sec.XX
Europa Sec.XX
 
Totalitarismo na Europa
Totalitarismo na EuropaTotalitarismo na Europa
Totalitarismo na Europa
 
aula 7 [3-2022] - 2ª guerra mundial
aula 7 [3-2022] - 2ª guerra mundialaula 7 [3-2022] - 2ª guerra mundial
aula 7 [3-2022] - 2ª guerra mundial
 
Apresentação do tema Nazifascismo pptx..
Apresentação do tema Nazifascismo pptx..Apresentação do tema Nazifascismo pptx..
Apresentação do tema Nazifascismo pptx..
 
Segunda guerra mundial
Segunda guerra mundialSegunda guerra mundial
Segunda guerra mundial
 
Nazifascismo 2013
Nazifascismo 2013Nazifascismo 2013
Nazifascismo 2013
 

Mais de Gilmar Rodrigues (20)

Biografia - D. Pedro II
Biografia - D. Pedro IIBiografia - D. Pedro II
Biografia - D. Pedro II
 
A Revolução Industrial
A Revolução IndustrialA Revolução Industrial
A Revolução Industrial
 
A Revolução Francesa
A Revolução FrancesaA Revolução Francesa
A Revolução Francesa
 
A Sociedade Mineradora
A Sociedade MineradoraA Sociedade Mineradora
A Sociedade Mineradora
 
Populismo e Ditaduras na América Latina
Populismo e Ditaduras na América LatinaPopulismo e Ditaduras na América Latina
Populismo e Ditaduras na América Latina
 
A Revolução Cubana
A Revolução CubanaA Revolução Cubana
A Revolução Cubana
 
A República Brasileira
A República BrasileiraA República Brasileira
A República Brasileira
 
A Era Vargas
A Era VargasA Era Vargas
A Era Vargas
 
O que é história?
O que é história?O que é história?
O que é história?
 
Os fenícios
Os feníciosOs fenícios
Os fenícios
 
Árabes
ÁrabesÁrabes
Árabes
 
Hebreus
HebreusHebreus
Hebreus
 
A Estratificação Social
A Estratificação SocialA Estratificação Social
A Estratificação Social
 
A Civilização Romana
A Civilização RomanaA Civilização Romana
A Civilização Romana
 
A Formação das Monarquias Nacionais
A Formação das Monarquias NacionaisA Formação das Monarquias Nacionais
A Formação das Monarquias Nacionais
 
A Reforma Protestante - Novas Igrejas
A Reforma Protestante - Novas IgrejasA Reforma Protestante - Novas Igrejas
A Reforma Protestante - Novas Igrejas
 
Globalização
GlobalizaçãoGlobalização
Globalização
 
O que é Sociologia?
O que é Sociologia?O que é Sociologia?
O que é Sociologia?
 
Joaquim José da Silva Xavier
Joaquim José da Silva XavierJoaquim José da Silva Xavier
Joaquim José da Silva Xavier
 
Renascimento Cultural
Renascimento CulturalRenascimento Cultural
Renascimento Cultural
 

Último

bem estar animal em proteção integrada componente animal
bem estar animal em proteção integrada componente animalbem estar animal em proteção integrada componente animal
bem estar animal em proteção integrada componente animalcarlamgalves5
 
Poema - Reciclar é preciso
Poema            -        Reciclar é precisoPoema            -        Reciclar é preciso
Poema - Reciclar é precisoMary Alvarenga
 
Hans Kelsen - Teoria Pura do Direito - Obra completa.pdf
Hans Kelsen - Teoria Pura do Direito - Obra completa.pdfHans Kelsen - Teoria Pura do Direito - Obra completa.pdf
Hans Kelsen - Teoria Pura do Direito - Obra completa.pdfLeandroTelesRocha2
 
AULA Saúde e tradição-3º Bimestre tscqv.pptx
AULA Saúde e tradição-3º Bimestre tscqv.pptxAULA Saúde e tradição-3º Bimestre tscqv.pptx
AULA Saúde e tradição-3º Bimestre tscqv.pptxGraycyelleCavalcanti
 
Os Tempos Verbais em Inglês-tempos -dos-
Os Tempos Verbais em Inglês-tempos -dos-Os Tempos Verbais em Inglês-tempos -dos-
Os Tempos Verbais em Inglês-tempos -dos-carloseduardogonalve36
 
Apresentação sobre as etapas do desenvolvimento infantil
Apresentação sobre as etapas do desenvolvimento infantilApresentação sobre as etapas do desenvolvimento infantil
Apresentação sobre as etapas do desenvolvimento infantilMariaHelena293800
 
Slides Lição 9, CPAD, Resistindo à Tentação no Caminho, 2Tr24.pptx
Slides Lição 9, CPAD, Resistindo à Tentação no Caminho, 2Tr24.pptxSlides Lição 9, CPAD, Resistindo à Tentação no Caminho, 2Tr24.pptx
Slides Lição 9, CPAD, Resistindo à Tentação no Caminho, 2Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
00Certificado - MBA - Gestão de projetos
00Certificado - MBA - Gestão de projetos00Certificado - MBA - Gestão de projetos
00Certificado - MBA - Gestão de projetosLeonardoHenrique931183
 
Multiplicação - Caça-número
Multiplicação - Caça-número Multiplicação - Caça-número
Multiplicação - Caça-número Mary Alvarenga
 
Produção de poemas - Reciclar é preciso
Produção  de  poemas  -  Reciclar é precisoProdução  de  poemas  -  Reciclar é preciso
Produção de poemas - Reciclar é precisoMary Alvarenga
 
ufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdf
ufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdfufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdf
ufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdfManuais Formação
 
Junho Violeta - Sugestão de Ações na Igreja
Junho Violeta - Sugestão de Ações na IgrejaJunho Violeta - Sugestão de Ações na Igreja
Junho Violeta - Sugestão de Ações na IgrejaComando Resgatai
 
Exercícios de Clima no brasil e no mundo.pdf
Exercícios de Clima no brasil e no mundo.pdfExercícios de Clima no brasil e no mundo.pdf
Exercícios de Clima no brasil e no mundo.pdfRILTONNOGUEIRADOSSAN
 
Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024
Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024
Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024Rosana Andrea Miranda
 
São Filipe Neri, fundador da a Congregação do Oratório 1515-1595.pptx
São Filipe Neri, fundador da a Congregação do Oratório 1515-1595.pptxSão Filipe Neri, fundador da a Congregação do Oratório 1515-1595.pptx
São Filipe Neri, fundador da a Congregação do Oratório 1515-1595.pptxMartin M Flynn
 
Fotossíntese para o Ensino médio primeiros anos
Fotossíntese para o Ensino médio primeiros anosFotossíntese para o Ensino médio primeiros anos
Fotossíntese para o Ensino médio primeiros anosbiancaborges0906
 
PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 final
PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 finalPPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 final
PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 finalcarlaOliveira438
 
Recurso da Casa das Ciências: Bateria/Acumulador
Recurso da Casa das Ciências: Bateria/AcumuladorRecurso da Casa das Ciências: Bateria/Acumulador
Recurso da Casa das Ciências: Bateria/AcumuladorCasa Ciências
 
Atividades-Sobre-o-Conto-Venha-Ver-o-Por-Do-Sol.docx
Atividades-Sobre-o-Conto-Venha-Ver-o-Por-Do-Sol.docxAtividades-Sobre-o-Conto-Venha-Ver-o-Por-Do-Sol.docx
Atividades-Sobre-o-Conto-Venha-Ver-o-Por-Do-Sol.docxSolangeWaltre
 
GRAMÁTICA NORMATIVA DA LÍNGUA PORTUGUESA UM GUIA COMPLETO DO IDIOMA.pdf
GRAMÁTICA NORMATIVA DA LÍNGUA PORTUGUESA UM GUIA COMPLETO DO IDIOMA.pdfGRAMÁTICA NORMATIVA DA LÍNGUA PORTUGUESA UM GUIA COMPLETO DO IDIOMA.pdf
GRAMÁTICA NORMATIVA DA LÍNGUA PORTUGUESA UM GUIA COMPLETO DO IDIOMA.pdfrarakey779
 

Último (20)

bem estar animal em proteção integrada componente animal
bem estar animal em proteção integrada componente animalbem estar animal em proteção integrada componente animal
bem estar animal em proteção integrada componente animal
 
Poema - Reciclar é preciso
Poema            -        Reciclar é precisoPoema            -        Reciclar é preciso
Poema - Reciclar é preciso
 
Hans Kelsen - Teoria Pura do Direito - Obra completa.pdf
Hans Kelsen - Teoria Pura do Direito - Obra completa.pdfHans Kelsen - Teoria Pura do Direito - Obra completa.pdf
Hans Kelsen - Teoria Pura do Direito - Obra completa.pdf
 
AULA Saúde e tradição-3º Bimestre tscqv.pptx
AULA Saúde e tradição-3º Bimestre tscqv.pptxAULA Saúde e tradição-3º Bimestre tscqv.pptx
AULA Saúde e tradição-3º Bimestre tscqv.pptx
 
Os Tempos Verbais em Inglês-tempos -dos-
Os Tempos Verbais em Inglês-tempos -dos-Os Tempos Verbais em Inglês-tempos -dos-
Os Tempos Verbais em Inglês-tempos -dos-
 
Apresentação sobre as etapas do desenvolvimento infantil
Apresentação sobre as etapas do desenvolvimento infantilApresentação sobre as etapas do desenvolvimento infantil
Apresentação sobre as etapas do desenvolvimento infantil
 
Slides Lição 9, CPAD, Resistindo à Tentação no Caminho, 2Tr24.pptx
Slides Lição 9, CPAD, Resistindo à Tentação no Caminho, 2Tr24.pptxSlides Lição 9, CPAD, Resistindo à Tentação no Caminho, 2Tr24.pptx
Slides Lição 9, CPAD, Resistindo à Tentação no Caminho, 2Tr24.pptx
 
00Certificado - MBA - Gestão de projetos
00Certificado - MBA - Gestão de projetos00Certificado - MBA - Gestão de projetos
00Certificado - MBA - Gestão de projetos
 
Multiplicação - Caça-número
Multiplicação - Caça-número Multiplicação - Caça-número
Multiplicação - Caça-número
 
Produção de poemas - Reciclar é preciso
Produção  de  poemas  -  Reciclar é precisoProdução  de  poemas  -  Reciclar é preciso
Produção de poemas - Reciclar é preciso
 
ufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdf
ufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdfufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdf
ufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdf
 
Junho Violeta - Sugestão de Ações na Igreja
Junho Violeta - Sugestão de Ações na IgrejaJunho Violeta - Sugestão de Ações na Igreja
Junho Violeta - Sugestão de Ações na Igreja
 
Exercícios de Clima no brasil e no mundo.pdf
Exercícios de Clima no brasil e no mundo.pdfExercícios de Clima no brasil e no mundo.pdf
Exercícios de Clima no brasil e no mundo.pdf
 
Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024
Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024
Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024
 
São Filipe Neri, fundador da a Congregação do Oratório 1515-1595.pptx
São Filipe Neri, fundador da a Congregação do Oratório 1515-1595.pptxSão Filipe Neri, fundador da a Congregação do Oratório 1515-1595.pptx
São Filipe Neri, fundador da a Congregação do Oratório 1515-1595.pptx
 
Fotossíntese para o Ensino médio primeiros anos
Fotossíntese para o Ensino médio primeiros anosFotossíntese para o Ensino médio primeiros anos
Fotossíntese para o Ensino médio primeiros anos
 
PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 final
PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 finalPPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 final
PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 final
 
Recurso da Casa das Ciências: Bateria/Acumulador
Recurso da Casa das Ciências: Bateria/AcumuladorRecurso da Casa das Ciências: Bateria/Acumulador
Recurso da Casa das Ciências: Bateria/Acumulador
 
Atividades-Sobre-o-Conto-Venha-Ver-o-Por-Do-Sol.docx
Atividades-Sobre-o-Conto-Venha-Ver-o-Por-Do-Sol.docxAtividades-Sobre-o-Conto-Venha-Ver-o-Por-Do-Sol.docx
Atividades-Sobre-o-Conto-Venha-Ver-o-Por-Do-Sol.docx
 
GRAMÁTICA NORMATIVA DA LÍNGUA PORTUGUESA UM GUIA COMPLETO DO IDIOMA.pdf
GRAMÁTICA NORMATIVA DA LÍNGUA PORTUGUESA UM GUIA COMPLETO DO IDIOMA.pdfGRAMÁTICA NORMATIVA DA LÍNGUA PORTUGUESA UM GUIA COMPLETO DO IDIOMA.pdf
GRAMÁTICA NORMATIVA DA LÍNGUA PORTUGUESA UM GUIA COMPLETO DO IDIOMA.pdf
 

A 2ª guerra mundial

  • 3.  Crise dos princípios econômicos liberais, após a Grande Depressão de 1929.  Agravamento dos problemas socioeconômicos nos países europeus.  Aumento da insatisfação das classes trabalhadoras, e divulgação de ideias socialistas entre os operários, influenciadas pela Revolução Russa.  A burguesia europeia passou a defender um regime político, que combatesse as ideias socialistas.  Emergência de novos regimes políticos, como a ideologia nazifascita na Itália e na Alemanha.
  • 4.  Sentimento de traição na Itália após o término da 1ª Guerra Mundial.  O Partido Socialista ameaçava a ordem capitalista italiana.  Marcha sobre Roma (1922): grande evento realizado pelos fascistas (camisas negras) que resultou na nomeação de seu líder Benito Mussolini para o cargo de 1º Ministro pelo rei Vitor Emanuel III.
  • 5.  Em 1926 os partidos e órgãos de imprensa são fechados e Mussolini (o duce) passa a governar a Itália com plenos poderes.  Carta del Lavoro (1927): legislação criada para controlar os trabalhadores, através das “corporações profissionais”.  Tratado de Latrão (1929): reatamento da Itália com a Igreja e criação da cidade autônoma do Vaticano.
  • 6.
  • 7.  Sentimento de revanche na Alemanha após a derrota na 1ª Guerra Mundial e o Tratado de Versalhes (1919).  Criação de um novo governo (República de Weimar) e grande crise econômica na Alemanha.  Tentativa do Partido Socialista Alemão, sob liderança de Rosa Luxemburgo, de tomar o poder no país em 1919.  A burguesia alemã, temendo o socialismo, passou a apoiar o Partido Nazista, dirigido por Adolf Hitler.
  • 8.  Putsch de Munique (1923): marcha militar organizada pelos nazistas (camisas pardas), que tentou levar Hitler ao governo por meio de um golpe.  A marcha acabou fracassando e Hitler foi preso.  A Crise de 1929, deixou a Alemanha ainda mais enfraquecida, e a ideologia nazista passou a ser considerada por muitos como única alternativa para solucionar os problemas alemães.  Adolf Hitler é nomeado chanceler da Alemanha pelo presidente Hindemburg em 1932.  Em 1933, após a morte de Hindemburg, Hitler assume o controle total do governo alemão, com o título de “fuhrer”.
  • 9.
  • 10.
  • 11.  Sistema político no qual o Estado exerce total controle sobre a sociedade, não reconhece limites à sua autoridade e se esforça para regulamentar todos os aspectos da vida pública e privada.  Anti-individualismo: a nação é mais importante que o indivíduo.  Antidemocracia: a democracia enfraquece o Estado e o povo, defesa de um governo forte e ditatorial.  Antiliberalismo: o Estado exerce controle total sobre a economia. Não existe liberdade individual.
  • 12.  Regime de partido único.  O Partido se confunde com o Estado.  A vontade do partido é a vontade de todos.
  • 13.  Todo sacrifício é importante para o bem da nação.  A nação está acima do indivíduo.
  • 14.  Estímulo a indústria bélica e a militarização da sociedade.
  • 15.  Valorização e das tradições dos povos germânicos (arianos) e latinos (romanos), enfocando o seu heroísmo, bravura e coragem.
  • 16.  Combate aos princípios socialistas e anarquistas, que visavam uma sociedade comunista.  Perseguição aos simpatizantes dessas ideias.
  • 17.  Política de discriminação racial, e defesa da purificação da nação.  Antijudaísmo: perseguição aos judeus pelos nazistas alemães.  Perseguição de ciganos, eslavos e negros na Itália.
  • 18.  Para divulgar os princípios e ideias do regime: cartazes, filmes, livros, monumentos etc.
  • 19.
  • 20.
  • 21.  O líder é inquestionável e infalível em suas decisões.  O indivíduo deve crer, obedecer e combater.  Mussolini: Duce.  Hitler: Fuhrer – Saudação: Heil Hitler!
  • 22.
  • 24.  Expansão nazista e omissão das potências capitalistas liberais.  O nazismo representava para as potências liberais um escudo contra o socialismo soviético. Inglaterra: o Sr. Não poderia dar um jeitinho de arrombar a porta, sem estragar a tranca? Porta: Polônia. Tranca: Império Britânico
  • 25.  Japão: ocupação da região chinesa da Manchúria (1931), rica em recursos minerais.
  • 26.  Itália: anexação da Etiópia (Abissínia -1935) e da Albânia (1937).
  • 27.  Alemanha: política do “Espaço vital,” visando formar o III Reich, ocupação da Renânia (1936), incorporação da Áustria (Anschluss – 1938), invasão dos Sudetos na Tchecoslováquia(1938).  Conferência de Munique (1938): a Inglaterra e a França aceitaram a ocupação dos Sudetos, com a promessa alemã de interromper ali sua expansão.  Hitler descumpre o acordo de Munique e anexa o restante da Tchecoslováquia(1939).
  • 28.
  • 29.  Formação do Eixo Roma-Berlim-Tóquio (1936-1939): Pacto Anticomintern (1936-37, Pacto de Aço (1939), Pacto Tripartite (1940).
  • 30.  Pacto de Não Agressão Nazi-Soviético (1939): a Alemanha se comprometia em não atacar a URSS e vice-versa, e a Polônia seria dividida pelas duas potências.
  • 31.
  • 32.
  • 33.  Conflito interno na Espanha entre: • Frente Popular (de orientação comunista). • Falange (de orientação fascista) e Nacionalistas.  O comandante dos Nacionalistas, Francisco Franco recebeu apoio militar de Hitler e Mussolini.  1 milhão de espanhóis morreram e Franco assumiu o poder, instalando uma ditadura com características fascistas (1939-1973).  Esse conflito serviu de preparativo para a 2ª Guerra Mundial, no qual os nazifascistas testaram suas forças.
  • 34.
  • 35.  Estopim: a Alemanha invade a Polônia (corredor polonês), e a Inglaterra aliada do estado polonês, declara guerra ao III Reich.
  • 37.  Blitzkrieg (guerra-relâmpago alemã): resultou em diversas conquistas territoriais na Europa (Holanda, Bélgica e França).  Ataques aéreos (da Luftwaffe) alemães na Inglaterra, sem sucesso – 1940.  Invasão alemã na Polônia Oriental e da URSS (quebra do pacto nazi-soviético) – 1941.  Ataque japonês a base americana de Pearl Harbor no Havaí – 1941.
  • 38.
  • 39.
  • 40.
  • 41.
  • 42.
  • 43.  Após as ofensivas alemãs e japonesas, entrada da URSS e EUA na guerra.  Batalha de Stanligrado (1943): derrota alemã pelas tropas soviéticas e liberação do Leste Europeu.  Batalha de Sicília (1943): libertação da Itália e queda de Mussolini.  Dia D (6 de junho de 1944): desembarque das tropa aliadas nas praias da Normandia, e libertação da França da ocupação nazista.  Cerco das tropa soviéticas em Berlim, rendição nazista e suicídio de Hitler (1945).  Derrota das forças japonesas nas ilhas do Pacífico e bombardeio atômico sobre Hiroshima e Nagasaki.
  • 44.  A princípio a posição do Brasil foi de neutralidade diante do conflito.  Após ataques alemães a navios brasileiros, e clamores populares, o presidente Getúlio Vargas declarou guerra ao Eixo.  25 mil homens da FEB (Força Expedicionária Brasileira) foram enviados para a Itália e colaboraram para a libertação do país do nazifascismo.
  • 45.
  • 46.
  • 47.
  • 48.
  • 49.
  • 50.
  • 51.
  • 52.
  • 53. A reorganização do mundo após o maior conflito de todos os tempos.
  • 54.  O Japão teve que desocupar a Manchúria e a Coreia.  A Itália perdeu todas as suas colônias e teve que pagar uma indenização.  Conferência de Potsdan (1945): • Divisão da Alemanha em quatro zonas administrativas. • Definição de indenização alemã para os aliados. • Desnazificação e desmilitarização da Alemanha. • A Prússia Oriental foi cedida à Polônia e URSS.
  • 55.
  • 56.
  • 57.  O mundo toma conhecimento da crueldade nazista e dos campos de extermínio de judeus (holocausto).  Tribunal de Nuremberg: julgamento dos criminosos de guerra responsáveis pelo holocausto.  Balanço da guerra: 53 milhões de vítimas.  Conferência de São Francisco: criação da ONU.
  • 58. Naquele dia [12 de abril de 1945] eu vi meu primeiro campo de horrores. Ficava próximo à cidade de Gotha. Nunca fui capaz de descrever minhas reações emocionais quando encarei pela primeira vez a evidência inquestionável da brutalidade nazista e o desrespeito cruel a qualquer senso de decência. Até então eu só conhecia aquilo em termos gerais ou através de fontes secundárias. Estou certo, no entanto, de que jamais, em qualquer momento, experimentei uma sensação de choque igual. Visitei cada canto e esconderijo do campo pois senti que era meu dever estar em posição, a partir de então, de testemunhar em primeira mão sobre aquelas coisas, caso em algum momento surgisse a crença ou hipótese de que "as histórias de brutalidade nazista foram apenas propaganda". Alguns integrantes da equipe de visitação foram incapazes de prosseguir com o suplício. Eu não só o fiz como, assim que retornei ao quartel- general de Patton naquela tarde, mandei mensagens a Washington e Londres requisitando que ambos os governos enviassem instantaneamente à Alemanha um grupo aleatório de editores de jornal e grupos de representantes das legislaturas nacionais. Senti que a evidência deveria ser apresentada imediatamente aos públicos americano e britânico de uma maneira que não deixaria lugar para dúvidas cínicas.
  • 59.  Aproximadamente 6 milhões de judeus foram mortos durante a 2ª Guerra Mundial.