03 eletricidade geral

1.875 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.875
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
286
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
65
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

03 eletricidade geral

  1. 1. Eletricidade Geral 1
  2. 2. Diferença de Potencial (ddp)Existe com corpos eletrizados com cargas diferentes e commesmo tipo de carga ddp ddp ddp ddp ddp Neutro Neutro 2
  3. 3. Diferença de Potencial (ddp) Portanto não há ddp somente ou nestas situações 3
  4. 4. Faremos uma analogia com umcircuito hidráulico TEMOS UMA DIFERENÇA DE NÍVEL D’ÁGUA Se abrirmos o registro 4
  5. 5. Faremos uma analogia com umcircuito hidráulico 5
  6. 6. Faremos uma analogia com umcircuito hidráulico 6
  7. 7. Faremos uma analogia com umcircuito hidráulico ...NÃO HÁ MAIS DESNÍVEL. 7
  8. 8. Conclusão:PARA TERMOS UM MOVIMENTO DE ÁGUA, ÉNECESSÁRIO UM DESNÍVEL DE ÁGUA (PRESSÃO).O MESMO ACONTECE COM OS ELÉTRONS.PARA QUE ELES SE MOVIMENTEM, É NECESSÁRIOTERMOS UMA PRESSÃO ELÉTRICA.A PRESSÃO EXERCIDA SOBRE OS ELÉTRONS,CHAMAMOS DE TENSÃO ELÉTRICAOU ddp (Diferença de potencial). 8
  9. 9. Diferença de Potencial (ddp)TENSÃO ELÉTRICADefinição: É a força que impulsiona oselétrons através de um condutor.Unidade demedida: VOLTSímbolo: V 9
  10. 10. Múltiplos e SubmúltiplosTensão Elétrica KiloVOLT 1KV = 1000V Múltiplos MegaVOLT 1MV = 1 000 000V GigaVOLT 1GV = 1 000 000 000VVOLT miliVOLT 1mV = 0,001V Submúltiplos microVOLT 1μV = 0,000001V nanoVOLT 1ηV = 0,000000001V 10
  11. 11. Múltiplos e Submúltiplos Para valores elevados, utilizamos os múltiplos e para valores muito baixos, os submúltiplos. GV MV Para descer um degrau, caminhe com Múltiplos a vírgula kV 3 casas à direita V Para subir um mV degrau, caminhe com a vírgula 3 casas à esquerda VSubmúltiplos nV 11
  12. 12. Instrumento de mediçãoVoltímetro V O voltímetro deve ser ligado em paralelo com a carga. 12
  13. 13. Cuidados com o Voltímetro  A graduação máxima da escala maior que a tensão medida. 0 10  A leitura deve ser a mais próxima possível do meio da escala. V  Ajustar o zero (sempre na ausência de tensão).  Não mudar a posição de utilização do aparelho. 13
  14. 14. Cuidados com o VoltímetroEvitar quedas 14
  15. 15. Pilha ou Bateria elétrica + + + + + + + + 15
  16. 16. Pilha ou Bateria elétrica + + + + + + + + 16
  17. 17. Pilha ou Bateria elétrica + + + + + + + + 17
  18. 18. Pilha ou Bateria elétrica + + + + + + + + 18
  19. 19. Pilha ou Bateria elétrica + + + + + + + + 19
  20. 20. Pilha ou Bateria elétrica + + + + + + + + 20
  21. 21. Pilha ou Bateria elétrica + + + + + + + + 21
  22. 22. Pilha ou Bateria elétrica + + + + + + + + 22
  23. 23. Pilha ou Bateria elétrica + + + + + + + + 23
  24. 24. Pilha ou Bateria elétrica + + + + + + + + 24
  25. 25. Pilha ou Bateria elétrica + + + + Polos equilibrados + + + + 25
  26. 26. Tipos de PilhasComum No pólo negativo, tem o zinco metálico. No pólo positivo estão o carvão em pó edióxido de manganês (MnO2). Entre os pólos existe uma pasta úmidaque contém cloreto de amônio (NH4Cl),cloreto de zinco (ZnCl2) e água (H2O). Alcalina Esse tipo de pilha é um aprimoramento da pilhacomum. No pólo negativo está o zinco metálico. No pólopositivo está o MnO2. E a pasta envolvida é KOH. Essa pilha fornece uma corrente elétrica maiseficiente com uma vida média de 5 a 8 vezesmaior que a outra pilha.Pode ser empregada nos mesmos instrumentosque a outra. 26
  27. 27. Tipos de Pilhas Recarregável Essas baterias também são conhecidas como baterias nicad(níquel/cádmio). O pólo negativo é formado por cádmio metálico. O pólo positivo é formado por uma substância que contém níquel. Nesse tipo de bateria, a pasta interna é um composto quecontém solução concentrada de KOH. Ela é mais leve e facilmente miniaturizada, porém é bem maiscara que pilhas secas comuns.Gráfico de Gráfico deFuncionamento Funcionamentopilha comum pilha recarregável 27
  28. 28. Corrente ElétricaDefinição: É o movimento ordenado deelétrons através de um condutorUnidade demedida: Ampère Símbolo: ANos circuitos elétricos é representado pela letra “I” Exemplo: I = 7A 28
  29. 29. Múltiplos e SubmúltiplosCorrente Elétrica KiloAMPÈRE 1KA = 1000A Múltiplos MegaAMPÈRE 1MA = 1 000 000A GigaAMPÈRE 1GA = 1 000 000 000AAMPÈRE miliAMPÈRE 1mA = 0,001A Submúltiplos microAMPÈRE 1μA = 0,000001A nanoAMPÈRE 1ηA = 0,000000001A 29
  30. 30. Múltiplos e Submúltiplos Para valores elevados, utilizamos os múltiplos e para valores muito baixos, os submúltiplos. GA MA Para descer um degrau, caminhe com Múltiplos a vírgula KA 3 casas à direita A Para subir um mA degrau, caminhe com a vírgula 3 casas à esquerda ASubmúltiplos nA 30
  31. 31. Instrumento de mediçãoAmperímetro A O amperímetro deve ser ligado em série com a carga. 31
  32. 32. Instrumento de mediçãoAmperímetro A 32
  33. 33. Cuidados com o aMPERÍMETRO  A GRADUAÇÃO MÁXIMA DA ESCALA MAIOR QUE A CORRENTE MEDIDA0 10  A LEITURA DEVE SER A MAIS PRÓXIMA POSSÍVEL DO MEIO DA ESCALA  AJUSTAR O ZERO (SEMPRE NA A AUSÊNCIA DE CORRENTE)  NÃO MUDAR A POSIÇÃO DE UTILIZAÇÃO DO APARELHO 33
  34. 34. Cuidados com o AmperímetroEvitar quedas 34
  35. 35. Resistência ElétricaDefinição: É a oposição que um materialapresenta à passagem da corrente elétrica.Unidade demedida: OHM - ΩSímbolo: R ouΩ - O Nome desta letra grega é Ômega, mas naárea da eletricidade lê-se OHM Exemplo: R = 3Ω 35
  36. 36. Múltiplos e SubmúltiplosResistência Elétrica KilOHM 1KΩ = 1000 Ω Múltiplos MegOHM 1MΩ = 1 000 000 Ω GigaOHM 1GΩ = 1 000 000 000 Ω OHM miliOHM 1mΩ = 0,001 Ω Submúltiplos micrOHM 1μΩ = 0,000001 Ω nanOHM 1ηΩ = 0,000000001 Ω 36
  37. 37. Múltiplos e Submúltiplos Para valores elevados, utilizamos os múltiplos e para valores muito baixos, os submúltiplos. GΩ MΩ Para descer um degrau, caminhe com Múltiplos a vírgula KΩ 3 casas à direita Ω Para subir um mΩ degrau, caminhe com a vírgula 3 casas à esquerda ΩSubmúltiplos nΩ 37
  38. 38. Instrumento de medição OhmímetroO Ohmímetro deve ser ligado nos terminaisda resistência e com o circuito desligado. 38
  39. 39. Cuidados com o Ohmímetro  A LEITURA DEVE SER A MAIS PRÓXIMA POSSÍVELDO MEIO DA 0 10 ESCALA.  AJUSTE DO ZERO (CURTO- CIRCUITAR OS TERMINAIS).   OBEDECER A POSIÇÃO DE UTILIZAÇÃO INDICADA NO APARELHO. 39
  40. 40. Cuidados com o OhmímetroEvitar quedas 40

×