Poliniza o por insetos

1.742 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.742
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
66
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Poliniza o por insetos

  1. 1. POLINIZAÇÃO POR INSETOS
  2. 2. Polinização por insetos Tamires de Lima Souza Danielle de Sousa Melo José Hermano Franco
  3. 3. O que é polinização?É o ato em que ocorre a transferência do grão de pólen de uma flor, até o estigma de outra flor ou seu próprio estigma.
  4. 4. O que é pólen?• A palavra pólen vem do grego “pales”= farinha ou pó.Eles são minúsculos grãos produzidos nas flores das angiospermas ou no estróbilo das gimnospermas.• Elementos reprodutores masculinos, onde se encontram os gametas que vão fecundar o ovócito que se transformará na semente.
  5. 5. Grãos  de pólen (vistos ao microscópio) depositados na cabeça duma abelha (entre 2,5 a 220 micras ou milésimos de milímetro, cada grão)
  6. 6. a.) primaverab.) castanheirac.) cerejeirad.) gramínea
  7. 7. Como acontece a polinização?• Os grãos de pólen é recolhido pelos insetos, nas flores.• Os insetos são atraídos pelo néctar das flores.
  8. 8. Polinização por insetos• Os insetos são animais invertebrados, artrópodes da classe Insecta.• pertencem ao maior grupo de seres vivos na superfície da terra.• enquanto existem muitos insetos prejudiciais, outros são benéficos tanto ao homem quanto à natureza.
  9. 9. • Muitos contribuem para a polinização das plantas, como são os casos mais conhecidos da abelha, borboleta, etc• Outros além de contribuir com a perpetuação de espécies de plantas diversas, também fornecem materiais por ele produzidos, ao homem.
  10. 10. • Sistemas de polinização envolvem desde insetos pouco especialistas até animais estritamente dependentes das flores para sua sobrevivência, como abelhas e mesmo vertebrados, como aves e morcegos. (MACHADO,2000).
  11. 11. • Dos insetos polinizadores, os campeões são principalmente a abelha (Apis mellifera), que faz este tipo de trabalho por todo o mundo
  12. 12. Abelhas...• Elas precisam coletar muito pólen para sua alimentação, fazendo assim uma relação de simbiose.• Elas polinizam especialmente as plantas frutíferas como laranjeira, abacateiro• O pólen é importante para a colméia, pois é ele que fornece proteínas às abelhas como fonte principal.
  13. 13. • Elas são as principais responsáveis pelo aumento das angiospermas• Possuem o aparelho bucal modificado em forma de mastigador-lambidor.• Possuem uma concavidade no par de pernas posteriores da fêmea que possibilitam carregar o pólen, essa estrutura é chamada de corbícula
  14. 14. • têm a escopa, que são um grupo de pêlos  em forma de escova que também ajudam   carregar o grão de pólen 
  15. 15. borboletas e as mariposas...• processo conhecido como Psicofilia.• Elas se se alimentam de líquidos variados, sendo atraídas pelos mais variados néctares.• São insetos muito móveis, e leva o grão de pólen para grandes distâncias
  16. 16. • São grandes, mas são leves, possibilitando o pouso em flores largas.
  17. 17. Besouros...• Os besouros são polinizadores também• Síndrome conhecida como cantarofilia.• São os polinizadores da vitória-régia
  18. 18. Moscas...• A miiofilia é o processo de polinização feita pelas moscas.• segundas grandes responsáveis pela variedade de espécies de plantas perdendo apenas para as abelhas.
  19. 19. Polinização cruzada• Todas as plantas apresentam duas fazes durante o ciclo da vida: * gametófito ou seja, quando são produzidos os gametas ou oosfera ou anterozóide. * esporófito quando são produzidos os esporos
  20. 20. • AS plantas primitivas precisam de água para reprodução como musgos.• Já nas plantas que têm sementes, não são totalmente dependentes da água para a reprodução, pois nas flores, o gameta feminino está dentro do óvulo e o gametófito masculino é o grão de pólen germinado.
  21. 21. • A polinização cruzada acontece através de agentes abióticos (vento e água) e bióticos (animais).• Se difere das plantas de auto fecundação porque são dióicas e necessitam de um agente biótico, podendo ser aves, morcego ou insetos, os mais comuns
  22. 22. Caracteristicas:• Todas as características das plantas de polinização cruzada, impedem a auto- fecundação.• Uma delas, a principal é a existência de flores diferenciadas em masculinas e femininas.• O estigma e o estame se encontram em distância
  23. 23. Importancias• Os insetos se apresentam como maiores responsáveis pela polinização , com cerca de 90% de espécies de plantas.È uma relação sem obrigação, mas que gera vários benefícios tanto para a planta quanto para o inseto que se alimenta.
  24. 24. Adaptações• As flores que precisam de agentes polinizadores precisam de uma forma de atraí-lo. São as adaptações da planta. O néctar é o principal atrativo para os insetos, pois são uma fonte rica em proteína servindo como alimentação.
  25. 25. • A compreensão das características da morfologia e biologia floral é condição primordial para se poder avaliar as interações entre o pólen e o estigma, flores e polinizadores, nem como, do sucesso reprodutivo das espécies vegetais (LENZI,2004).
  26. 26. Referências• ARAÚJO, Jussiara de Lima Oliveira;QUIRINO, Zelma Glebya Maciel;NETO, Pedro da Costa Gadelha.Síndromes de Polinização ocorrentes  em uma área de Mata Atlântica. Anais do VIII Congresso de Ecologia do Brasil, 23 a 28 de Setembro de 2007, Caxambu – MG. SEB- Sociedade de Ecologia do Brasil- VIII CEB: Paraíba,2007.Disponível em:< http://www.seb-ecologia.org.br/viiiceb/pdf/1465.pdf > acesso em 07/05/2009.
  27. 27. • DALMOLIN, A.; MELO, G. A. R.; VARASSIN, I.G. 2005. Polinização e Polinizadores de Maracujás. Disponível online em <http://zoo.bio.ufpr.br/polinizadores>. Acessado em 07/05/2009.• LENZI, Maurício;ORTH, Afonso Inácio. Fenologia  Reprodutiva, morfologia e biologia floral de Schinus  terebinthifolius Raddi (Anacardiaceae). UFSC Revista Biotemas. 172vol: Ilha Santa Catarina,Brasil.Disponível em < http://www.biotemas.ufsc.br/volumes/pdf/volume172/a4.pdf > Acesso em 07/05/09 .
  28. 28. • MACHADO, ADRIANA DE OLIVEIRA and OLIVEIRA, PAULO EUGÊNIO A.M. DE. Biologia floral e reprodutiva de Casearia grandiflora Camb. (Flacourtiaceae). Rev. bras. Bot. [online]. 2000, vol.23, n.3, pp. 283-290. ISSN 0100-8404. doi: 10.1590/S0100-84042000000300004. <http://www.scielo.br/scielo.php?pid =S0100-84042000000300004&script=sci_arttext&tlng=es > DISPONÍVEL EM 07/05/09
  29. 29. • RAVEN, Peter H.; EVERT, Ray F.; EICHHORN,Susan E. Biologia  Vegetal . 6.ed. Rio de Janeiro:Guanabara Koogan, 2001.• FIGUEIREDO,Rodolfo Antônio de. Biologia Floral de  plantas cultivadas:aspectos teóricos de um tema  praticamente desconhecido no Brasil. Revista Argumento. Ano II Nº3.Rio de Janeiro: Revista da faculdade de educação. Ciências e Letras e Psicologia Padre Anchieta.2000.21p. Disponível em < http://www.anchieta.br/unianchieta/revistas/argumento/pdf/arg page=7 > Acesso em 23/04/2009

×