Avenida Presidente Vargas, 290 – 6. andar – Rio de Janeiro – RJ – CEP 20091-060
Telefone: 21 3094-8250 Fax: 21 3094-8266 E...
Avenida Presidente Vargas, 290 – 6. andar – Rio de Janeiro – RJ – CEP 20091-060
Telefone: 21 3094-8250 Fax: 21 3094-8266 E...
Avenida Presidente Vargas, 290 – 6. andar – Rio de Janeiro – RJ – CEP 20091-060
Telefone: 21 3094-8250 Fax: 21 3094-8266 E...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Circular refis da copa mp 651 de 10jul2014

804 visualizações

Publicada em

Publicada em: Negócios
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
804
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
64
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Circular refis da copa mp 651 de 10jul2014

  1. 1. Avenida Presidente Vargas, 290 – 6. andar – Rio de Janeiro – RJ – CEP 20091-060 Telefone: 21 3094-8250 Fax: 21 3094-8266 E-mail: somat@somat.com.br Rio de Janeiro, 14 de Julho de 2014. AOS CLIENTES DA SOMAT Referência: REFIS DA COPA – MP 651 de 10/07/2014 Prezado Cliente, Foi publicada em 10/07/2014, a MP 651/2014 que traz algumas alterações à Lei 12.996 de 18/06/2014, também conhecida como REFIS da Copa. Apresentamos a seguir os principais aspectos determinados pela referida MP, com a consolidação dos procedimentos relacionados ao programa do REFIS, para leitura e apreciação, e nos colocamos à disposição para esclarecer eventuais dúvidas. Aos clientes que optarem por aderir ao programa, recomendamos que seja estabelecido contato com a sócia Jeane Viana, cujos contatos seguem abaixo: Jeane Viana E-mail : jeane@somat.com.br Telefone: 3094-8271 Sendo de interesse do Sr. Cliente, a MP 651 de 10/07/2014 e a Lei 12.996 de 18/06/2014, poderão ser conferidas na íntegra no link: http://www4.planalto.gov.br/legislacao DOS DÉBITOS QUE PODERÃO SER PARCELADOS Com base no Artigo 34 da MP 651, o § 1o do artigo 2º. Da Lei 12996 de 18/06/2014 apresenta a seguinte redação: § 1o Poderão ser pagas ou parceladas na forma deste artigo as dívidas de que tratam: a) o § 2o do art. 1o da Lei no 11.941, de 27 de maio de 2009 § 2o Para os fins do disposto no caput deste artigo, poderão ser pagas ou parceladas as dívidas vencidas até 30 de novembro de 2008, de pessoas físicas ou jurídicas, consolidadas pelo sujeito passivo, com exigibilidade suspensa ou não, inscritas ou não em dívida ativa, consideradas isoladamente, mesmo em fase de execução fiscal já ajuizada, ou que tenham sido objeto de parcelamento anterior, não integralmente quitado, ainda que cancelado por falta de pagamento b) o § 2o do art. 65 da Lei no 12.249, de 11 de junho de 2010, vencidas até 31 de dezembro de 2013. § 2o Para os fins do disposto no caput deste artigo, poderão ser pagas ou parceladas as dívidas vencidas até 30 de novembro de 2008, de pessoas físicas ou jurídicas, consolidadas pelo sujeito passivo, com exigibilidade suspensa ou não, inscritas ou não
  2. 2. Avenida Presidente Vargas, 290 – 6. andar – Rio de Janeiro – RJ – CEP 20091-060 Telefone: 21 3094-8250 Fax: 21 3094-8266 E-mail: somat@somat.com.br em dívida ativa, consideradas isoladamente, mesmo em fase de execução fiscal já ajuizada. DO PRAZO PARA ADESÃO AO PROGRAMA Fica reaberto, até o dia 25/08/2014 o prazo previsto no § 12 do art. 1º e no art. 7º da Lei nº 11.941, de 27 de maio de 2009, bem como o prazo previsto no § 18 do art. 65 da Lei nº 12.249, de 11 de junho de 2010, atendidas as condições estabelecidas acima (Redação dada pela MP 651, art.34). DAS MODALIDADES DE PARCELAMENTO Com base no Artigo 34 da MP 651, os § 2º, § 3º, § 4º, § 5º, § 6º, § 7º do artigo 2º. Da Lei 12.996 de 18/06/2014 passa a vigorar com a seguinte redação: § 2º A opção pelas modalidades de parcelamentos previstas no art. 1º da Lei nº 11.941, de 27 de maio de 2009, e no art. 65 da Lei nº 12.249, de 11 de junho de 2010, ocorrerá mediante: I - antecipação de cinco por cento do montante da dívida objeto do parcelamento, após aplicadas as reduções, na hipótese de o valor total da dívida ser menor ou igual a R$ 1.000.000,00 (um milhão de reais); II - antecipação de dez por cento do montante da dívida objeto do parcelamento, após aplicadas as reduções, na hipótese de o valor total da dívida ser maior que R$ 1.000.000,00 (um milhão de reais) e menor ou igual a R$ 10.000.000,00 (dez milhões de reais); III - antecipação de quinze por cento do montante da dívida objeto do parcelamento, após aplicadas as reduções, na hipótese de o valor total da dívida ser maior que R$ 10.000.000,00 (dez milhões de reais) e menor ou igual a R$ 20.000.000,00 (vinte milhões de reais); IV - antecipação de vinte por cento do montante da dívida objeto do parcelamento, após aplicadas as reduções, na hipótese de o valor total da dívida ser maior que R$ 20.000.000,00 (vinte milhões de reais). § 3o Para fins de enquadramento nos incisos I ou II do § 2o, considera-se o valor total da dívida na data do pedido, sem as reduções. § 4o As antecipações a que se referem os incisos I e II do § 2o poderão ser pagas em até 5 (cinco) parcelas iguais e sucessivas, a partir do mês do pedido de parcelamento.
  3. 3. Avenida Presidente Vargas, 290 – 6. andar – Rio de Janeiro – RJ – CEP 20091-060 Telefone: 21 3094-8250 Fax: 21 3094-8266 E-mail: somat@somat.com.br § 5o Após o pagamento das antecipações e enquanto não consolidada a dívida, o contribuinte deve calcular e recolher mensalmente parcela equivalente ao maior valor entre: I - o montante dos débitos objeto do parcelamento dividido pelo número de prestações pretendidas, descontadas as antecipações; e II - os valores constantes no § 6o do art. 1o ou no inciso I do § 1o do art. 3o da Lei no 11.941, de 27 de maio de 2009, conforme o caso, ou os valores constantes do § 6o do art. 65 da Lei no 12.249, de 11 de junho de 2010, quando aplicável esta Lei. § 6o Por ocasião da consolidação, será exigida a regularidade de todas as prestações devidas desde o mês de adesão até o mês anterior ao da conclusão da consolidação dos débitos parcelados nos termos do disposto neste artigo. § 7º Aplica-se aos débitos parcelados na forma deste artigo as regras previstas no art. 1º da Lei nº 11.941, de 2009, independentemente de os débitos terem sido objeto de parcelamento anterior. (Incluído pela Medida Provisória nº 651, de 2014) Cordialmente, Somat Contadores

×