ILUMINAÇÃO
ZENITAL

Guggenheim Museum
ILUMINAÇÃO ZENITAL

1

Iluminação zenital: São aberturas localizadas na cobertura de uma edificação.

TIPOLOGIAS DAS ABERT...
2

TIPOLOGIAS DE ABERTURAS ZENITAIS

Sheds: melhor desempenho quando orientado a sul para
0
0
latitudes compreendidas entr...
3

CARACTERÍSTICAS DA ILUMINAÇÃO ZENITAL

-Maior uniformidade
-Custo inicial mais alto
-Maior necessidade e dificuldade
de...
4

ESTRATÉGIAS DE ILUMINAÇÃO ZENITAL

A luz direta deve ser evitada
no plano de trabalho

As paredes podem ser usadas como...
5

ESTRATÉGIAS DE ILUMINAÇÃO ZENITAL

Placa sombreadora para evitar luz
direta e redirecionar a luz

Placa sombreadora par...
6

ESTRATÉGIAS DE ILUMINAÇÃO ZENITAL

Para uma dada superfície de área um brise maior é
mais eficiente do que vários menor...
7

ESTRATÉGIAS DE ILUMINAÇÃO ZENITAL

Elemento reflexor da luz direta do sol
e da luz refletida na cobertura

A iluminação...
8

ESTRATÉGIAS DE ILUMINAÇÃO ZENITAL

Tirar partido dos elementos refletores
da luz

Tirar partido dos elementos refletore...
9

ESTRATÉGIAS DE ILUMINAÇÃO ZENITAL

Controle da luz no interior do domus.
Existência de brises fixos ou móveis
Fonte: Su...
10

ÁTRIO

Distribuição da luz natural de
um átrio central

Exemplo do uso de um duto
bastante reflexivo para captação
de ...
11

ÁTRIO x LÍTRIO

Átrio

Lítrio

Liítrio: a abertura no topo deve ser maior do que na base
Fonte: Sunlighting as Formgiv...
12

ÁTRIO

Átrio

Átrio

Átrio

Fonte: Sunlighting as Formgiver for Architecture
LAM, William M.C.
13

ÁTRIO

Átrio

Átrio

Átrio

Fonte: Sunlighting as Formgiver for Architecture
LAM, William M.C.
14

EXEMPLO DE ILUMINAÇÃO ZENITAL - MUSEU

Pinacoteca do Eatado de São Paulo, São Paulo
Intervenção do arq. Paulo Mendes d...
15

EXEMPLO DE ILUMINAÇÃO ZENITAL - MUSEU

Museu de Belas Artes Kimbell, arq.Louis Kahn, Texas, 1972

“Um espaço nunca enc...
16

EXEMPLOS DE ILUMINAÇÃO ZENITAL- SHOPPING CENTER

Vista da praça de alimentação
Shopping Pátio Higienópolis,
São Paulo
...
17

EXEMPLO DE ILUMINAÇÃO ZENITAL - FÁBRICA

Edifício Johnson Wax, arq. Frank Lloyd Wright, Wisconsin, 1939
18

EXEMPLOS DE ILUMINAÇÃO ZENITAL–ESCRITÓRIO / BIBLIOTECA

Edifício de escritório CSAA building,
Antioch, CA

Biblioteca ...
19

EXEMPLOS DE ILUMINAÇÃO ZENITAL – SALA DE AULA

Escola primária Yamato Colony,
Linvingstone, CA

Escola primária Mildre...
20

EXEMPLOS DE ILUMINAÇÃO ZENITAL – SALA DE AULA
21

EXEMPLOS DE ILUMINAÇÃO ZENITAL – GINÁSIO

Ginásio da escola primária Ferris Spanger,
Roseville, CA

Ginásio Lincoln Hi...
22

EXEMPLO DE ILUMINAÇÃO ZENITAL - ALFÂNDEGA

Alfândega do Porto de Fortaleza, arqs. Walter Lobo
Filho, Paulo Barroso e R...
23

EXEMPLOS DE ILUMINAÇÃO ZENITAL- COMÉRCIO / NDÚSTRIA

Supermercado Bell Air,
Sacramento, CA

Instalação para inspeção F...
24

CLARABÓIA TUBULAR

Clarabóias tubulares: são domus com tubos reflexivos
que conduzem a luz natural da cobertura até o ...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

7 cecace 2006_iluminacao_zenital_estrategia_de_projeto

1.651 visualizações

Publicada em

Iluminação zenital

Publicada em: Educação, Negócios, Tecnologia
0 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.651
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
53
Comentários
0
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

7 cecace 2006_iluminacao_zenital_estrategia_de_projeto

  1. 1. ILUMINAÇÃO ZENITAL Guggenheim Museum
  2. 2. ILUMINAÇÃO ZENITAL 1 Iluminação zenital: São aberturas localizadas na cobertura de uma edificação. TIPOLOGIAS DAS ABERTURAS ZENITAIS 1. Sheds 2. Lanternins 3. Teto de dupla inclinação 4. Domus, clarabóias ou cúpulas Domus Shed Lanternin Teto com dupla inclinação Fonte: Iluminação e Arquitetura Vianna, Nelson Solano Gonçalves, Joana Carla S.
  3. 3. 2 TIPOLOGIAS DE ABERTURAS ZENITAIS Sheds: melhor desempenho quando orientado a sul para 0 0 latitudes compreendidas entre 24 e 32 S, no caso do Brasil Lanternin: caracteriza-se por duas faces opostas e iluminantes A melhor orientação para as áreas iluminantes no caso do Brasil é N-S Clarabóia: Esta tipologia requer maior manutenção devido a posição mais horizontal da superfície iluminante. Atenção em relação às questões térmicas
  4. 4. 3 CARACTERÍSTICAS DA ILUMINAÇÃO ZENITAL -Maior uniformidade -Custo inicial mais alto -Maior necessidade e dificuldade de manutenção -Maior dificuldade para a localização dos elementos de controle, proteção solar e ventilação -Adequada para locais profundos -A área iluminante não deve ser maior que 10% pois pode ocasionar problemas térmicos Fonte: Iluminação e Arquitetura Vianna, Nelson Solano Gonçalves, Joana Carla S. Fonte: Iluminação e Arquitetura Vianna, Nelson Solano Gonçalves, Joana Carla S.
  5. 5. 4 ESTRATÉGIAS DE ILUMINAÇÃO ZENITAL A luz direta deve ser evitada no plano de trabalho As paredes podem ser usadas como fonte de reflexão da luz Fonte: Sunlighting as Formgiver for Architecture LAM, William M.C.
  6. 6. 5 ESTRATÉGIAS DE ILUMINAÇÃO ZENITAL Placa sombreadora para evitar luz direta e redirecionar a luz Placa sombreadora para evitar luz direta e redirecionar a luz Fonte: Sunlighting as Formgiver for Architecture LAM, William M.C.
  7. 7. 6 ESTRATÉGIAS DE ILUMINAÇÃO ZENITAL Para uma dada superfície de área um brise maior é mais eficiente do que vários menores na captura e redirecionamento da luz Fonte: Sunlighting as Formgiver for Architecture LAM, William M.C.
  8. 8. 7 ESTRATÉGIAS DE ILUMINAÇÃO ZENITAL Elemento reflexor da luz direta do sol e da luz refletida na cobertura A iluminação zenital neste caso está funcionando melhor do que a iluminação lateral da janela para evitar o ofuscamento no plano de trabalho Fonte: Sunlighting as Formgiver for Architecture LAM, William M.C.
  9. 9. 8 ESTRATÉGIAS DE ILUMINAÇÃO ZENITAL Tirar partido dos elementos refletores da luz Tirar partido dos elementos refletores da luz Fonte: Sunlighting as Formgiver for Architecture LAM, William M.C.
  10. 10. 9 ESTRATÉGIAS DE ILUMINAÇÃO ZENITAL Controle da luz no interior do domus. Existência de brises fixos ou móveis Fonte: Sunlighting as Formgiver for Architecture LAM, William M.C.
  11. 11. 10 ÁTRIO Distribuição da luz natural de um átrio central Exemplo do uso de um duto bastante reflexivo para captação de luz em conjunto com o átrio central Átrio Átrio é o espaço central de uma edificação, aberto na cobertura muito utilizado como estratégia de iluminação para captação de luz em edifícios com múltiplos andares
  12. 12. 11 ÁTRIO x LÍTRIO Átrio Lítrio Liítrio: a abertura no topo deve ser maior do que na base Fonte: Sunlighting as Formgiver for Architecture LAM, William M.C.
  13. 13. 12 ÁTRIO Átrio Átrio Átrio Fonte: Sunlighting as Formgiver for Architecture LAM, William M.C.
  14. 14. 13 ÁTRIO Átrio Átrio Átrio Fonte: Sunlighting as Formgiver for Architecture LAM, William M.C.
  15. 15. 14 EXEMPLO DE ILUMINAÇÃO ZENITAL - MUSEU Pinacoteca do Eatado de São Paulo, São Paulo Intervenção do arq. Paulo Mendes da Rocha Clarabóia central do hall de circulação e exposição
  16. 16. 15 EXEMPLO DE ILUMINAÇÃO ZENITAL - MUSEU Museu de Belas Artes Kimbell, arq.Louis Kahn, Texas, 1972 “Um espaço nunca encontrará seu lugar na Arquitetura sem luz natural”. Louis Kahn
  17. 17. 16 EXEMPLOS DE ILUMINAÇÃO ZENITAL- SHOPPING CENTER Vista da praça de alimentação Shopping Pátio Higienópolis, São Paulo Grande átrio central com domo estruturado em ferro e vidro Shopping Pátio Higienópolis, São Paulo
  18. 18. 17 EXEMPLO DE ILUMINAÇÃO ZENITAL - FÁBRICA Edifício Johnson Wax, arq. Frank Lloyd Wright, Wisconsin, 1939
  19. 19. 18 EXEMPLOS DE ILUMINAÇÃO ZENITAL–ESCRITÓRIO / BIBLIOTECA Edifício de escritório CSAA building, Antioch, CA Biblioteca Cameron Park, Cameron Park, CA
  20. 20. 19 EXEMPLOS DE ILUMINAÇÃO ZENITAL – SALA DE AULA Escola primária Yamato Colony, Linvingstone, CA Escola primária Mildred Perkins, Modesto, CA
  21. 21. 20 EXEMPLOS DE ILUMINAÇÃO ZENITAL – SALA DE AULA
  22. 22. 21 EXEMPLOS DE ILUMINAÇÃO ZENITAL – GINÁSIO Ginásio da escola primária Ferris Spanger, Roseville, CA Ginásio Lincoln High School, Lincoln, CA
  23. 23. 22 EXEMPLO DE ILUMINAÇÃO ZENITAL - ALFÂNDEGA Alfândega do Porto de Fortaleza, arqs. Walter Lobo Filho, Paulo Barroso e Robledo Duarte, Fortaleza,1996
  24. 24. 23 EXEMPLOS DE ILUMINAÇÃO ZENITAL- COMÉRCIO / NDÚSTRIA Supermercado Bell Air, Sacramento, CA Instalação para inspeção FAA Flight, Sacramento, CA
  25. 25. 24 CLARABÓIA TUBULAR Clarabóias tubulares: são domus com tubos reflexivos que conduzem a luz natural da cobertura até o ambiente a ser iluminado Recomendações de uso: usar em áreas que possuem a cobertura com certa profundidade e em retrofits de espaços existentes Fonte: Best Practices Manual- Volume II- Design CHPS- The colaborative for high performance schools

×