Geofísica da terra

2.545 visualizações

Publicada em

Prof. Marcos

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.545
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1.731
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
23
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Geofísica da terra

  1. 1. GEOFÍSICA DA TERRA
  2. 2. Como os estudos de Geografia Física se divide em: ► Os movimentos terrestres: A Rotação e a Translação; ► As estruturas geológicas e o relevo terrestre; ► A dinâmica do clima (climatologia); ► A dinâmica dos recursos hídricos (hidrografia); ► A dinâmica dos ecossistemas (vegetação).
  3. 3. Os movimentos terrestres ROTAÇÃO: Movimento que a Terra executa em torno do seu eixo imaginário, ao qual, sofre uma inclinação de 23° 27´. TRANSLAÇÃO: Movimento que a Terra executa ao redor do sol, obedecendo uma órbita elíptica (oval).
  4. 4. A inclinação do eixo terrestre em 23° e 27 minutos é responsável por diferentes faixas de iluminação, originando as Zonas Térmicas.
  5. 5. Outra importante consequência do Movimento de Rotação da Terra é a ocorrência dos FUSOS HORÁRIOS. (LEMBREM-SE 1 HORA = 15° Long.)
  6. 6. Equinócios e Solstícios ► Equinócios: Período do ano em que os dois hemisférios (n/s) estão igualmente iluminados. Correspondendo ao Outono (21/03) e Primavera (23/09). ►Solstícios: Período do ano em que os dois hemisférios (n/s) se encontram desigualmente iluminados.Correspondendo ao Verão (21/12) e ao Inverno (21/06). OBS: Datas correspondentes ao Hemisfério sul
  7. 7. OBSERVE ATENTAMENTE A POSIÇÃO DOS HEMISFÉRIOS NORTE E SUL E DO EQUADOR TERRESTRE.
  8. 8. SOLSTÍCIOS: Diferenças na duração dos dias e noites: Verão – Dias mais longos; Inverno – Noites mais longas. EQUINÓCIOS: Tanto as noites quanto os dias possuem a mesma duração.
  9. 9. A estrutura interna da Terra
  10. 10. A Estrutura Geológica ► As camadas internas da Terra; ► Teorias de movimentação dos continentes: → Teoria de Wegener (Deriva Continental) → Tectônica das Placas ► Agentes Internos e Externos do relevo terrestre; ► Tipos e estruturas geológicas: → Dobramentos Modernos, → Escudos Cristalinos, → Bacias Sedimentares.
  11. 11. Estrutura interna da Terra (As camadas internas) (ver pg.133) • Entende-se por estrutura interna da Terra, as diferentes camadas que se apresentam desde a superfície até as partes mais profundas do planeta, que podem chegar até 6.000 Km. • São três importantes camadas: ↔ Crosta Terrestre (formada por várias placas tectônicas); ↔ Manto ( onde as placas se movem ou flutuam) ; ↔ Núcleo.
  12. 12. As camadas são sobrepostas umas às outras, de tal modo que a energia liberada é responsável por diversos fenômenos geológicos na superfície (Crosta): atividades vulcânicas, sísmicas e movimentação das placas continentais.
  13. 13. A crosta terrestre recebe todos os efeitos causados pelas pressões e atividades que ocorrem no interior da Terra. São responsáveis pela formação das cordilheiras montanhosas, terremotos, tsunamis, vulcanismo.
  14. 14. A Crosta Terrestre (Litosfera) • É a menor das estruturas do planeta, mas é a mais importante para as atividades humanas. Ela é fundamentalmente composta por rochas leves, tendo como minerais predominantes o silício, o alumínio e o magnésio (SIAL E SIMA). • É onde se encontram os continentes e oceanos, ou seja, as Placas Tectônicas.
  15. 15. O Manto (camada magmática) • A segunda camada da Terra. Apresenta profundidades entre 30 km abaixo da superfície até 2900 km, as temperaturas internas chegam a alcançar 2.000ºC, o que propicia o derretimento das rochas, transformando-as em magma. • As placas tectônicas se movem lentamente como imensas blocos sobre o magma (manto).
  16. 16. O Núcleo • A terceira e última das camadas da Terra é o Núcleo. Há fortes indícios de que ele seja formado por uma liga de ferro e níquel (NIFE). • O núcleo externo encontra-se no estado líquido e o núcleo interno é sólido em virtude da influência da pressão interna do planeta sobre ele e das elevadas temperaturas. • sabe-se que o núcleo interno da Terra gira a uma velocidade maior do que o próprio movimento de rotação do planeta.
  17. 17. A Deriva Continental
  18. 18. Segundo Wegener, os continentes se encontravam unidos em uma única massa denominada de PANGEA (Pan = toda/ Gea = Terra), rodeado por um oceano. Inicialmente fragmentou-se em dois imensos blocos continentais (LAURÁSIA E GONDWANA). Ao passar os milhões de anos (eras geológicas) foram se movimentando até o formato atual.
  19. 19. A evidência que comprovaria a teoria da Deriva Continental proposta por A. Wegener foi a comparação do contorno da costa leste (E) da América do Sul e da costa Oeste (W) da África, se encaixavam perfeitamente como um quebra cabeça. Outro detalhe são as semelhanças geográficas existentes entre os dois continentes (relevo, clima, vegetação, fauna, etc.).
  20. 20. A Pangeia foi dividida em dois imensos blocos continentais. LAURÁSIA - Deu origem aos continentes do hemisfério norte (Europa, e América do Norte). GONDWANA – Deu origem ao continentes do hemisfério sul (África, Oceania, América do Sul e Antártida)
  21. 21. Teoria da Tectônica de Placas • As placas se encontram flutuando sobre as camadas internas da Terra, principalmente o manto pastoso (magma) , e faz com que as mesmas escorreguem a todo o momento se afastando ou se chocando em zonas de contato com outras placas. • Como consequências destes movimentos, temos a origem das montanhas (cordilheiras), além de provocar os abalos sísmicos (terremotos e maremotos) e vulcanismo. • São os processos mecânicos responsáveis por deformar a litosfera (crosta terrestre).
  22. 22. Área de choque de placas → Vulcanismo, abalos sísmicos e dobramentos do relevo (cordilheiras). Área de separação de placas → Vulcanismo e abertura do fundo oceânico
  23. 23. O Círculo de Fogo do Pacífico • É a região do planeta mais instável, ou seja, a região mais exposta às consequências oriundas das atividades tectônicas. Sendo bastante comum a ocorrência de intensa atividades sísmicas (vulcanismo, terremotos, maremotos. • Geograficamente é uma imensa região, inserindo os seguintes continentes: as três Américas, Ásia e Oceania. Regiões superpopulosas como o leste da China, Japão, Coreia do Sul, Indonésia, costa oeste dos EUA, entre outros.
  24. 24. Zonas críticas de intenso tectônismo
  25. 25. Círculo de Fogo do Pacífico
  26. 26. ATIVIDADE CARTOGRÁFICA 01 - Observe a imagem abaixo, ela representa as camadas internas da Terra. Cite os nomes das camadas conforme a correspondência numérica apresentada abaixo.
  27. 27. Atividade Cartográfica 02 – Teoria da Deriva Continental • (01)Observe atentamente o mapa que representa a Deriva Continental e responda: • (a) QUAIS OS CONTINENTES QUE SE ORIGINARAM A PARTIR DA GONDWANA E DA LAURÁSIA. • (b) CITE DUAS EVIDÊNCIAS ATUAIS QUE JUSTIFICAM A TEORIA DA DERIVA CONTINENTAL. • (c) FAÇA UMA BREVE EXPLICAÇÃO A RESPEITO DESTA TEORIA.
  28. 28. Atividade cartográfica 03 – Tectônica de Placas – respostas no caderno. • (01) Observe atentamente o mapa-mundi (ver slides) que mostra os movimentos das placas tectônicas, em seguida responda os itens. • (a) FAÇA UM RESUMO EXPLICATIVO DA TEORIA DA TECTÔNICA DE PLACAS. • (b) CITE ALGUMAS CONSEQUÊNCIAS RELACIONADAS ÀS MOVIMENTAÇÕES DAS PLACAS. • DESAFIO: OBSERVANDO A POSIÇÃO GEOGRÁFICA DO BRASIL, EXPLIQUE O PORQUÊ DA AUSÊNCIA DE ATIVIDADES TECTÔNICAS MAIS INTENSAS NO NOSSO PAÍS.
  29. 29. Atividade Cartográfica (04) – Observe atentamente o mapa abaixo e cite o nome das áreas de Dobramentos Modernos destacadas em negrito do mapa (Cordilheiras).

×