SlideShare uma empresa Scribd logo
Carolina Nascimento 
Eduardo Cantarino 
Diego Leite 
Lia Maroni 
Paloma Nunes 
Rodolfo Nunes
 Introdução 
 Teoria da deriva continental 
 Indícios da deriva continental 
 Tectônicas das placas 
 Limites 
 Fossas 
 Arco Insular 
 Dorsal Oceânica 
 Rifte 
 Zona de Subdução 
 Falha Transformante 
 Pontos quentes 
 conclusão
 A Tectônica Global é a parte da 
geologia que estuda a estrutura da 
crosta terrestre e suas formas de 
disposição em camadas ou estratos.
 Proposta em 1915 por Alfred 
Wegener um cientista 
meteorologista alemão, dizia 
que a terra formou, no 
passado, um supercontinente 
chamado Pangea. Movimentos 
horizontais provocados pela 
maré e pela rotação teriam 
resultado na fragmentação 
desse bloco, dando origem a 
diversos continentes. 
A hipótese da deriva continental 
gerou uma grande discursão na 
época, a maioria dos cientistas 
perguntavam, que força foi capaz 
de deslocar os continentes 
constituídos por enormes massas 
rochosas através da superfície 
terrestre?
PANGEA (pan: toda + 
gea: terra) - 
supercontinente que 
existiu há 250 M.a. 
PANTALASSA (pan: 
toda + talassa: mar) - 
superoceano que 
rodeava a Pangeia.
 A FRAGMENTAÇÃO DA PANGEA 
OCORREU NO INÍCIO DA ERA 
MEZOZÓICA HÁ 250 M.a.
 Encaixe dos continentes; 
 Fósseis do mesmo período e de mesma espécie encontrados em 
continentes sul americano e no continente Africano; 
 Idade das rochas, constatou diferença na idade das rochas localizadas nos 
fundos dos oceanos e nas rochas localizadas na plataforma continental, 
as rochas localizadas na crosta oceânica são mais novas do que as rochas 
localizadas na crosta continental.
 A tectônica de placas é a teoria que apresenta uma 
junção de placas tectônicas, grandes blocos de 
rochas que sustentam tanto a crosta continental, 
quanto a crosta oceânica.
 Pensa-se que há correntes de convecção que fazem 
movimentar as placas tectónicas.
Tipo Associado a: Com: Esquema 
Divergente Riftes Vulcões e sismos 
superficiais 
Convergente Fossas Vulcões e sismos 
(superficiais a 
profundos) 
Transformantes Falhas 
superficiais 
Sismos superficiais
 Placas continentais: 
contêm crosta oceânica e 
continental. 
 Placas oceânicas: só 
contêm crosta oceânica. 
Estas placas estão 
condenadas a 
desaparecer nas fossas, 
por subducção, num 
plano de Benioff.
 Fossas 
 Arco Insular 
 Dorçal Oceânica 
 Rifte 
 Zona de Subdução 
 Falha Transformante 
 Pontos quentes
As fossas 
oceânicas ou abissais são as 
regiões mais profundas 
dos oceanos. São profundas 
depressões que se formam abaixo 
do talude continental, em zonas 
de encontro de placas tectônicas, 
onde uma dessas placas 
mergulha sob a outra. 
A Fossa das Marianas é o local 
mais profundo dos oceanos, 
atingindo 11.034 metros de 
profundidade.
Conjunto de ilhas vulcânicas 
dispostas em curva, normalmente de 
grande extensão. 
Os sistemas de arcos insulares 
correspondem a zonas de intenso 
vulcanismo e situam-se em zonas de 
encontro de duas placas 
tectônicas oceânicas. Uma das placas 
oceânicas mergulha sob a outra, 
sofrendo fusão e o magma daí 
resultante ascende até à superfície 
originando ilhas dispostas em arco. 
Ex: Ilhas Curilas - Japão
As Ilhas Curilas formam um arquipélago 
vulcânico de 56 ilhas que se estende entre a Península de 
Kamchatka, no extremo oriental da Rússia, até à ilha 
japonesa de Hokkaido. As ilhas são uma formação de mais 
de 100 vulcões, dos quais 35 ainda em atividade. Ficam em 
um corredor de placas tectônicas e, devido a esse fato, a 
região possui intensa atividade sísmica.
Dorsais oceânicas, são montanhas 
submarinas cuja origem é provocada pela 
expulsão do magma através de fracturas da 
crosta, em consequência de fenômenos tectônicos 
ocorridos na região. 
Dorsal Médio Atlântica 
A Crista Média Atlântica é 
uma cordilheira submarina que se 
estende no leito dos oceanos Atlântico e 
Árctico. Crê-se que a sua formação fique 
a dever-se a um limite divergente entre 
placas tectónicas: a placa Norte-americana 
e a placa Euroasiática, no 
Atlântico Norte e a placa Sul-americana e 
a placa Africana no Atlântico Sul.
Zonas do globo onde a crosta terrestre e a 
litosfera associada estão a sofrer uma 
fractura acompanhada por um afastamento 
em direcções opostas, simetricamente. 
Este processo permite compensar a 
destruição da litosfera oceânica, que ocorre 
nas zonas de subducção. 
Ex: Vale do Rifte - África
O Grande Vale do Rift é um complexo de falhas tectónicas criado há cerca de 35 milhões de anos com a 
separação das placas tectónicas africana e arábica. Os rebordos do Grande Vale do Rift são formados por 
cordilheiras onde se encontram os pontos mais altos do continente. Muitos dos seus picos têm (ou tiveram 
no passado) actividade vulcânica.
É uma área de convergência de placas tectónicas, onde 
uma das placas desliza para debaixo da outra. As zonas de 
subducção são áreas onde o alastramento oceânico iniciado 
dos riftes encontra compensação. 
Este movimento descendente provoca a fusão parcial 
do manto subjacente e induz vulcanismo. 
Vulcão Puyehue 
O vulcão Puyehue faz parte 
da zona vulcânica dos Andes que conta 
com mais de 200 vulcões ativos. – 
Formado por subducção.
Uma falha transformante é um 
dos três tipos de contactos entre placas 
tectónicas. Sendo diferente dos outros 
dois, pois o movimento relativo das 
duas placas litosféricas faz com que 
estas deslizem uma em relação à 
outra, não havendo produção nem 
consumo de placas. 
Falha de Santo André
É uma falha geológica 
tangencial que se prolonga por cerca de 
1290 km através da Califórnia. A falha de 
Santo André marca um limite 
transformante entre a Placa do Pacífico e a 
Placa Norte-Americana. 
É uma falha famosa por 
produzir grandes e devastadores sismos, 
como o sismo de São Francisco de 1906 
que destruiu a cidade.
São regiões intra-placas onde, durante um tempo prolongado, 
há intenso vulcanismo. 
 Um ponto quente mantém-se fixo e as plumas térmicas de 
magma perfuram a placa, originando um vulcão. 
 A placa desloca-se sobre o ponto quente, afastando-se da 
fonte de magma devido ao seu movimento. 
 O vulcão formado extingue-se, originando outro, sobre o 
ponto quente. 
 Devido ao movimento da placa, as ilhas afastam-se do ponto 
quente, sendo tanto mais antigas, quanto mais afastadas se 
encontrarem do ponto quente.
O Hawaii localiza-se num 
arquipélago localizado no Oceano 
Pacífico. Todas as ilhas do Hawaii foram 
formadas por vulcões, que lentamente 
emergiram do leito do mar, através do 
que a geologia chama de ponto quente 
(hot spot).
 Cientistas acreditam que a América e a Ásia serão um só 
continente no futuro, pesquisadores de Yale, nos EUA, 
acreditam que em 200 milhões de anos América e Ásia se 
juntarão, formando o supercontinente Amásia. Megabloco 
de terra ocupará a região onde hoje fica o Polo Norte
 ANGUITA, F. La evolution de la tectónica de placas: el 
nuevo interior de la tierra. Enseñanza de la Ciencia de 
la Tierra, 1996, vol. 3.3, pg. 137-148. 
THOMPSON, D.B. Plate tectonics - A Revolution in 
Science. Unpublished course notes. Keele Sc. & 
Techn. Taechers Centre. 50p. (1991). 
http://www.geoturismobrasil.com/REVISTA%20ARTIGOS/deriva%20contine 
ntal%20-%20Manzig.pdf 
http://www.em.com.br/app/noticia/tecnologia/2012/02/15/interna_tecnolog 
ia,278097 
SALGADO-LABORIAU, M. L. História Ecológica da 
Terra. São Paulo: Ed. Edgard Blücher, 2. ed, (1996). 
http://pt.wikipedia.org/wiki/Tect%C3%B3nica_de_placas
FIM

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Geografia física
Geografia físicaGeografia física
Geografia física
Joel Neto Pereira
 
ESTRUTURA GEOLÓGICA DO BRASIL
ESTRUTURA GEOLÓGICA DO BRASILESTRUTURA GEOLÓGICA DO BRASIL
ESTRUTURA GEOLÓGICA DO BRASIL
Prof.Paulo/geografia
 
geologia introdução
geologia introduçãogeologia introdução
geologia introdução
Renata Nunes
 
Deformação das rochas
Deformação das rochasDeformação das rochas
Deformação das rochas
Isabel Lopes
 
Processos de Fossilização
Processos de FossilizaçãoProcessos de Fossilização
Processos de Fossilização
Rafael Nunes
 
Geologia estrutural exercício avaliativo 2
Geologia estrutural   exercício avaliativo 2Geologia estrutural   exercício avaliativo 2
Geologia estrutural exercício avaliativo 2
marciotecsoma
 
GEOLOGIA ESTRUTURAL- AULA 1
GEOLOGIA ESTRUTURAL- AULA 1GEOLOGIA ESTRUTURAL- AULA 1
GEOLOGIA ESTRUTURAL- AULA 1
Camila Brito
 
Geologia geral
Geologia geralGeologia geral
Geologia geral
Nilton Goulart
 
Relevo
RelevoRelevo
Deriva continental e tectónica de placas
Deriva continental e tectónica de placasDeriva continental e tectónica de placas
Deriva continental e tectónica de placas
Cláudia Moura
 
Origem e formação da terra
Origem e formação da terraOrigem e formação da terra
Origem e formação da terra
karolpoa
 
Geologia estrutural dobras
Geologia estrutural   dobrasGeologia estrutural   dobras
Geologia estrutural dobras
Jose1602Baiona
 
Intemperismo quimico
Intemperismo quimicoIntemperismo quimico
Intemperismo quimico
jessica zambonato
 
Great rift valley
Great rift valleyGreat rift valley
Great rift valley
Mário Correia
 
Ciclo da agua
Ciclo da aguaCiclo da agua
Ciclo da agua
Pelo Siro
 
Estrutura Interna da Terra
Estrutura Interna da TerraEstrutura Interna da Terra
Estrutura Interna da Terra
Maria Margarida Rodrigues
 
Intemperismo apresentação
Intemperismo apresentaçãoIntemperismo apresentação
Intemperismo apresentação
Luis Aurelio Sanches
 
Tempo Geológico
Tempo GeológicoTempo Geológico
Tempo Geológico
Lucca
 
DINÂMICAS DO RELEVO: AGENTES MODELADORES
DINÂMICAS DO RELEVO:  AGENTES MODELADORESDINÂMICAS DO RELEVO:  AGENTES MODELADORES
DINÂMICAS DO RELEVO: AGENTES MODELADORES
Josimar Nunes
 
Terremotos
TerremotosTerremotos
Terremotos
Natã Melo
 

Mais procurados (20)

Geografia física
Geografia físicaGeografia física
Geografia física
 
ESTRUTURA GEOLÓGICA DO BRASIL
ESTRUTURA GEOLÓGICA DO BRASILESTRUTURA GEOLÓGICA DO BRASIL
ESTRUTURA GEOLÓGICA DO BRASIL
 
geologia introdução
geologia introduçãogeologia introdução
geologia introdução
 
Deformação das rochas
Deformação das rochasDeformação das rochas
Deformação das rochas
 
Processos de Fossilização
Processos de FossilizaçãoProcessos de Fossilização
Processos de Fossilização
 
Geologia estrutural exercício avaliativo 2
Geologia estrutural   exercício avaliativo 2Geologia estrutural   exercício avaliativo 2
Geologia estrutural exercício avaliativo 2
 
GEOLOGIA ESTRUTURAL- AULA 1
GEOLOGIA ESTRUTURAL- AULA 1GEOLOGIA ESTRUTURAL- AULA 1
GEOLOGIA ESTRUTURAL- AULA 1
 
Geologia geral
Geologia geralGeologia geral
Geologia geral
 
Relevo
RelevoRelevo
Relevo
 
Deriva continental e tectónica de placas
Deriva continental e tectónica de placasDeriva continental e tectónica de placas
Deriva continental e tectónica de placas
 
Origem e formação da terra
Origem e formação da terraOrigem e formação da terra
Origem e formação da terra
 
Geologia estrutural dobras
Geologia estrutural   dobrasGeologia estrutural   dobras
Geologia estrutural dobras
 
Intemperismo quimico
Intemperismo quimicoIntemperismo quimico
Intemperismo quimico
 
Great rift valley
Great rift valleyGreat rift valley
Great rift valley
 
Ciclo da agua
Ciclo da aguaCiclo da agua
Ciclo da agua
 
Estrutura Interna da Terra
Estrutura Interna da TerraEstrutura Interna da Terra
Estrutura Interna da Terra
 
Intemperismo apresentação
Intemperismo apresentaçãoIntemperismo apresentação
Intemperismo apresentação
 
Tempo Geológico
Tempo GeológicoTempo Geológico
Tempo Geológico
 
DINÂMICAS DO RELEVO: AGENTES MODELADORES
DINÂMICAS DO RELEVO:  AGENTES MODELADORESDINÂMICAS DO RELEVO:  AGENTES MODELADORES
DINÂMICAS DO RELEVO: AGENTES MODELADORES
 
Terremotos
TerremotosTerremotos
Terremotos
 

Semelhante a Tectonica global - Geologia

3 tectónica de placas
3   tectónica de placas3   tectónica de placas
3 tectónica de placas
margaridabt
 
Vulcanismo1_comenius
Vulcanismo1_comeniusVulcanismo1_comenius
Vulcanismo1_comenius
volcanochain
 
Placas tectónicas
Placas tectónicasPlacas tectónicas
Placas tectónicas
Ybejiejire Ybeji
 
Geologia - 12º
Geologia - 12º Geologia - 12º
Geologia - 12º
Raph_Ferreira
 
Vulcanismo1
Vulcanismo1Vulcanismo1
28 origem e-distribuicao-dos-continentes
28 origem e-distribuicao-dos-continentes28 origem e-distribuicao-dos-continentes
28 origem e-distribuicao-dos-continentes
Alessandra Carvalho
 
Capítulo 1 - A dinâmica da natureza e os continentes terrestres
Capítulo 1 - A dinâmica da natureza e os continentes terrestresCapítulo 1 - A dinâmica da natureza e os continentes terrestres
Capítulo 1 - A dinâmica da natureza e os continentes terrestres
Bruna Ribeiro Guedes
 
Litosfera e sua Dinâmicas
Litosfera e sua DinâmicasLitosfera e sua Dinâmicas
Litosfera e sua Dinâmicas
Isabelegeografia
 
CN: A tectonica de placas
CN: A tectonica de placasCN: A tectonica de placas
CN: A tectonica de placas
nelsonesim
 
Deriva continental
Deriva continentalDeriva continental
Deriva continental
Mario Lopes
 
Estrutura física da terra
Estrutura física da terraEstrutura física da terra
Estrutura física da terra
jrcruzoficial
 
Trabalho de geologia
Trabalho de geologiaTrabalho de geologia
Trabalho de geologia
Lucas Jordann Alvarenga Drumond
 
Separação dos continentes
Separação dos continentes Separação dos continentes
Separação dos continentes
ruivaz1994
 
Pacific Ring of Fire: Cinturão de Fogo ou Anel de Fogo.
Pacific Ring of Fire: Cinturão de Fogo ou Anel de Fogo.Pacific Ring of Fire: Cinturão de Fogo ou Anel de Fogo.
Pacific Ring of Fire: Cinturão de Fogo ou Anel de Fogo.
Thiago Meira
 
Terra, um planeta em mudança
Terra, um planeta em mudançaTerra, um planeta em mudança
Terra, um planeta em mudança
joanabreu
 
Geomorfologia brasileira recursos minerais
Geomorfologia brasileira   recursos mineraisGeomorfologia brasileira   recursos minerais
Geomorfologia brasileira recursos minerais
Julia Selistre
 
Crostaterrestre 110519004732-phpapp01 - cópia
Crostaterrestre 110519004732-phpapp01 - cópiaCrostaterrestre 110519004732-phpapp01 - cópia
Crostaterrestre 110519004732-phpapp01 - cópia
Alexandre Quadrado
 
Um pouco sobre o nosso planeta
Um pouco sobre o nosso planeta Um pouco sobre o nosso planeta
Um pouco sobre o nosso planeta
Ritalmeida97
 
Geologia 2
Geologia 2Geologia 2
Geologia 2
Adsson Luz
 
Aula 2
Aula 2Aula 2
Aula 2
karolpoa
 

Semelhante a Tectonica global - Geologia (20)

3 tectónica de placas
3   tectónica de placas3   tectónica de placas
3 tectónica de placas
 
Vulcanismo1_comenius
Vulcanismo1_comeniusVulcanismo1_comenius
Vulcanismo1_comenius
 
Placas tectónicas
Placas tectónicasPlacas tectónicas
Placas tectónicas
 
Geologia - 12º
Geologia - 12º Geologia - 12º
Geologia - 12º
 
Vulcanismo1
Vulcanismo1Vulcanismo1
Vulcanismo1
 
28 origem e-distribuicao-dos-continentes
28 origem e-distribuicao-dos-continentes28 origem e-distribuicao-dos-continentes
28 origem e-distribuicao-dos-continentes
 
Capítulo 1 - A dinâmica da natureza e os continentes terrestres
Capítulo 1 - A dinâmica da natureza e os continentes terrestresCapítulo 1 - A dinâmica da natureza e os continentes terrestres
Capítulo 1 - A dinâmica da natureza e os continentes terrestres
 
Litosfera e sua Dinâmicas
Litosfera e sua DinâmicasLitosfera e sua Dinâmicas
Litosfera e sua Dinâmicas
 
CN: A tectonica de placas
CN: A tectonica de placasCN: A tectonica de placas
CN: A tectonica de placas
 
Deriva continental
Deriva continentalDeriva continental
Deriva continental
 
Estrutura física da terra
Estrutura física da terraEstrutura física da terra
Estrutura física da terra
 
Trabalho de geologia
Trabalho de geologiaTrabalho de geologia
Trabalho de geologia
 
Separação dos continentes
Separação dos continentes Separação dos continentes
Separação dos continentes
 
Pacific Ring of Fire: Cinturão de Fogo ou Anel de Fogo.
Pacific Ring of Fire: Cinturão de Fogo ou Anel de Fogo.Pacific Ring of Fire: Cinturão de Fogo ou Anel de Fogo.
Pacific Ring of Fire: Cinturão de Fogo ou Anel de Fogo.
 
Terra, um planeta em mudança
Terra, um planeta em mudançaTerra, um planeta em mudança
Terra, um planeta em mudança
 
Geomorfologia brasileira recursos minerais
Geomorfologia brasileira   recursos mineraisGeomorfologia brasileira   recursos minerais
Geomorfologia brasileira recursos minerais
 
Crostaterrestre 110519004732-phpapp01 - cópia
Crostaterrestre 110519004732-phpapp01 - cópiaCrostaterrestre 110519004732-phpapp01 - cópia
Crostaterrestre 110519004732-phpapp01 - cópia
 
Um pouco sobre o nosso planeta
Um pouco sobre o nosso planeta Um pouco sobre o nosso planeta
Um pouco sobre o nosso planeta
 
Geologia 2
Geologia 2Geologia 2
Geologia 2
 
Aula 2
Aula 2Aula 2
Aula 2
 

Último

AE02 - FORMAÇÃO SOCIOCULTURAL E ÉTICA II UNICESUMAR 52/2024
AE02 - FORMAÇÃO SOCIOCULTURAL E ÉTICA II UNICESUMAR 52/2024AE02 - FORMAÇÃO SOCIOCULTURAL E ÉTICA II UNICESUMAR 52/2024
AE02 - FORMAÇÃO SOCIOCULTURAL E ÉTICA II UNICESUMAR 52/2024
Consultoria Acadêmica
 
Manual de Instalação para Placa Proteco Q60A
Manual de Instalação para Placa Proteco Q60AManual de Instalação para Placa Proteco Q60A
Manual de Instalação para Placa Proteco Q60A
Tronicline Automatismos
 
AE03 - ESTUDO CONTEMPORÂNEO E TRANSVERSAL ENGENHARIA DA SUSTENTABILIDADE UNIC...
AE03 - ESTUDO CONTEMPORÂNEO E TRANSVERSAL ENGENHARIA DA SUSTENTABILIDADE UNIC...AE03 - ESTUDO CONTEMPORÂNEO E TRANSVERSAL ENGENHARIA DA SUSTENTABILIDADE UNIC...
AE03 - ESTUDO CONTEMPORÂNEO E TRANSVERSAL ENGENHARIA DA SUSTENTABILIDADE UNIC...
Consultoria Acadêmica
 
Grau TÉCNICO EM SEGURANÇA DO TRABALHO I - LEGISLAÇÃO APLICADA À SAÚDE E SEGUR...
Grau TÉCNICO EM SEGURANÇA DO TRABALHO I - LEGISLAÇÃO APLICADA À SAÚDE E SEGUR...Grau TÉCNICO EM SEGURANÇA DO TRABALHO I - LEGISLAÇÃO APLICADA À SAÚDE E SEGUR...
Grau TÉCNICO EM SEGURANÇA DO TRABALHO I - LEGISLAÇÃO APLICADA À SAÚDE E SEGUR...
carlos silva Rotersan
 
AE03 - ESTUDO CONTEMPORÂNEO E TRANSVERSAL INDÚSTRIA E TRANSFORMAÇÃO DIGITAL ...
AE03 - ESTUDO CONTEMPORÂNEO E TRANSVERSAL  INDÚSTRIA E TRANSFORMAÇÃO DIGITAL ...AE03 - ESTUDO CONTEMPORÂNEO E TRANSVERSAL  INDÚSTRIA E TRANSFORMAÇÃO DIGITAL ...
AE03 - ESTUDO CONTEMPORÂNEO E TRANSVERSAL INDÚSTRIA E TRANSFORMAÇÃO DIGITAL ...
Consultoria Acadêmica
 
MAQUINAS-EQUIPAMENTOS-E-FERRAMENTAS.pptx
MAQUINAS-EQUIPAMENTOS-E-FERRAMENTAS.pptxMAQUINAS-EQUIPAMENTOS-E-FERRAMENTAS.pptx
MAQUINAS-EQUIPAMENTOS-E-FERRAMENTAS.pptx
Vilson Stollmeier
 
Workshop Gerdau 2023 - Soluções em Aço - Resumo.pptx
Workshop Gerdau 2023 - Soluções em Aço - Resumo.pptxWorkshop Gerdau 2023 - Soluções em Aço - Resumo.pptx
Workshop Gerdau 2023 - Soluções em Aço - Resumo.pptx
marcosmpereira
 

Último (7)

AE02 - FORMAÇÃO SOCIOCULTURAL E ÉTICA II UNICESUMAR 52/2024
AE02 - FORMAÇÃO SOCIOCULTURAL E ÉTICA II UNICESUMAR 52/2024AE02 - FORMAÇÃO SOCIOCULTURAL E ÉTICA II UNICESUMAR 52/2024
AE02 - FORMAÇÃO SOCIOCULTURAL E ÉTICA II UNICESUMAR 52/2024
 
Manual de Instalação para Placa Proteco Q60A
Manual de Instalação para Placa Proteco Q60AManual de Instalação para Placa Proteco Q60A
Manual de Instalação para Placa Proteco Q60A
 
AE03 - ESTUDO CONTEMPORÂNEO E TRANSVERSAL ENGENHARIA DA SUSTENTABILIDADE UNIC...
AE03 - ESTUDO CONTEMPORÂNEO E TRANSVERSAL ENGENHARIA DA SUSTENTABILIDADE UNIC...AE03 - ESTUDO CONTEMPORÂNEO E TRANSVERSAL ENGENHARIA DA SUSTENTABILIDADE UNIC...
AE03 - ESTUDO CONTEMPORÂNEO E TRANSVERSAL ENGENHARIA DA SUSTENTABILIDADE UNIC...
 
Grau TÉCNICO EM SEGURANÇA DO TRABALHO I - LEGISLAÇÃO APLICADA À SAÚDE E SEGUR...
Grau TÉCNICO EM SEGURANÇA DO TRABALHO I - LEGISLAÇÃO APLICADA À SAÚDE E SEGUR...Grau TÉCNICO EM SEGURANÇA DO TRABALHO I - LEGISLAÇÃO APLICADA À SAÚDE E SEGUR...
Grau TÉCNICO EM SEGURANÇA DO TRABALHO I - LEGISLAÇÃO APLICADA À SAÚDE E SEGUR...
 
AE03 - ESTUDO CONTEMPORÂNEO E TRANSVERSAL INDÚSTRIA E TRANSFORMAÇÃO DIGITAL ...
AE03 - ESTUDO CONTEMPORÂNEO E TRANSVERSAL  INDÚSTRIA E TRANSFORMAÇÃO DIGITAL ...AE03 - ESTUDO CONTEMPORÂNEO E TRANSVERSAL  INDÚSTRIA E TRANSFORMAÇÃO DIGITAL ...
AE03 - ESTUDO CONTEMPORÂNEO E TRANSVERSAL INDÚSTRIA E TRANSFORMAÇÃO DIGITAL ...
 
MAQUINAS-EQUIPAMENTOS-E-FERRAMENTAS.pptx
MAQUINAS-EQUIPAMENTOS-E-FERRAMENTAS.pptxMAQUINAS-EQUIPAMENTOS-E-FERRAMENTAS.pptx
MAQUINAS-EQUIPAMENTOS-E-FERRAMENTAS.pptx
 
Workshop Gerdau 2023 - Soluções em Aço - Resumo.pptx
Workshop Gerdau 2023 - Soluções em Aço - Resumo.pptxWorkshop Gerdau 2023 - Soluções em Aço - Resumo.pptx
Workshop Gerdau 2023 - Soluções em Aço - Resumo.pptx
 

Tectonica global - Geologia

  • 1. Carolina Nascimento Eduardo Cantarino Diego Leite Lia Maroni Paloma Nunes Rodolfo Nunes
  • 2.  Introdução  Teoria da deriva continental  Indícios da deriva continental  Tectônicas das placas  Limites  Fossas  Arco Insular  Dorsal Oceânica  Rifte  Zona de Subdução  Falha Transformante  Pontos quentes  conclusão
  • 3.  A Tectônica Global é a parte da geologia que estuda a estrutura da crosta terrestre e suas formas de disposição em camadas ou estratos.
  • 4.  Proposta em 1915 por Alfred Wegener um cientista meteorologista alemão, dizia que a terra formou, no passado, um supercontinente chamado Pangea. Movimentos horizontais provocados pela maré e pela rotação teriam resultado na fragmentação desse bloco, dando origem a diversos continentes. A hipótese da deriva continental gerou uma grande discursão na época, a maioria dos cientistas perguntavam, que força foi capaz de deslocar os continentes constituídos por enormes massas rochosas através da superfície terrestre?
  • 5. PANGEA (pan: toda + gea: terra) - supercontinente que existiu há 250 M.a. PANTALASSA (pan: toda + talassa: mar) - superoceano que rodeava a Pangeia.
  • 6.  A FRAGMENTAÇÃO DA PANGEA OCORREU NO INÍCIO DA ERA MEZOZÓICA HÁ 250 M.a.
  • 7.  Encaixe dos continentes;  Fósseis do mesmo período e de mesma espécie encontrados em continentes sul americano e no continente Africano;  Idade das rochas, constatou diferença na idade das rochas localizadas nos fundos dos oceanos e nas rochas localizadas na plataforma continental, as rochas localizadas na crosta oceânica são mais novas do que as rochas localizadas na crosta continental.
  • 8.  A tectônica de placas é a teoria que apresenta uma junção de placas tectônicas, grandes blocos de rochas que sustentam tanto a crosta continental, quanto a crosta oceânica.
  • 9.  Pensa-se que há correntes de convecção que fazem movimentar as placas tectónicas.
  • 10. Tipo Associado a: Com: Esquema Divergente Riftes Vulcões e sismos superficiais Convergente Fossas Vulcões e sismos (superficiais a profundos) Transformantes Falhas superficiais Sismos superficiais
  • 11.  Placas continentais: contêm crosta oceânica e continental.  Placas oceânicas: só contêm crosta oceânica. Estas placas estão condenadas a desaparecer nas fossas, por subducção, num plano de Benioff.
  • 12.  Fossas  Arco Insular  Dorçal Oceânica  Rifte  Zona de Subdução  Falha Transformante  Pontos quentes
  • 13. As fossas oceânicas ou abissais são as regiões mais profundas dos oceanos. São profundas depressões que se formam abaixo do talude continental, em zonas de encontro de placas tectônicas, onde uma dessas placas mergulha sob a outra. A Fossa das Marianas é o local mais profundo dos oceanos, atingindo 11.034 metros de profundidade.
  • 14. Conjunto de ilhas vulcânicas dispostas em curva, normalmente de grande extensão. Os sistemas de arcos insulares correspondem a zonas de intenso vulcanismo e situam-se em zonas de encontro de duas placas tectônicas oceânicas. Uma das placas oceânicas mergulha sob a outra, sofrendo fusão e o magma daí resultante ascende até à superfície originando ilhas dispostas em arco. Ex: Ilhas Curilas - Japão
  • 15. As Ilhas Curilas formam um arquipélago vulcânico de 56 ilhas que se estende entre a Península de Kamchatka, no extremo oriental da Rússia, até à ilha japonesa de Hokkaido. As ilhas são uma formação de mais de 100 vulcões, dos quais 35 ainda em atividade. Ficam em um corredor de placas tectônicas e, devido a esse fato, a região possui intensa atividade sísmica.
  • 16. Dorsais oceânicas, são montanhas submarinas cuja origem é provocada pela expulsão do magma através de fracturas da crosta, em consequência de fenômenos tectônicos ocorridos na região. Dorsal Médio Atlântica A Crista Média Atlântica é uma cordilheira submarina que se estende no leito dos oceanos Atlântico e Árctico. Crê-se que a sua formação fique a dever-se a um limite divergente entre placas tectónicas: a placa Norte-americana e a placa Euroasiática, no Atlântico Norte e a placa Sul-americana e a placa Africana no Atlântico Sul.
  • 17. Zonas do globo onde a crosta terrestre e a litosfera associada estão a sofrer uma fractura acompanhada por um afastamento em direcções opostas, simetricamente. Este processo permite compensar a destruição da litosfera oceânica, que ocorre nas zonas de subducção. Ex: Vale do Rifte - África
  • 18. O Grande Vale do Rift é um complexo de falhas tectónicas criado há cerca de 35 milhões de anos com a separação das placas tectónicas africana e arábica. Os rebordos do Grande Vale do Rift são formados por cordilheiras onde se encontram os pontos mais altos do continente. Muitos dos seus picos têm (ou tiveram no passado) actividade vulcânica.
  • 19. É uma área de convergência de placas tectónicas, onde uma das placas desliza para debaixo da outra. As zonas de subducção são áreas onde o alastramento oceânico iniciado dos riftes encontra compensação. Este movimento descendente provoca a fusão parcial do manto subjacente e induz vulcanismo. Vulcão Puyehue O vulcão Puyehue faz parte da zona vulcânica dos Andes que conta com mais de 200 vulcões ativos. – Formado por subducção.
  • 20. Uma falha transformante é um dos três tipos de contactos entre placas tectónicas. Sendo diferente dos outros dois, pois o movimento relativo das duas placas litosféricas faz com que estas deslizem uma em relação à outra, não havendo produção nem consumo de placas. Falha de Santo André
  • 21. É uma falha geológica tangencial que se prolonga por cerca de 1290 km através da Califórnia. A falha de Santo André marca um limite transformante entre a Placa do Pacífico e a Placa Norte-Americana. É uma falha famosa por produzir grandes e devastadores sismos, como o sismo de São Francisco de 1906 que destruiu a cidade.
  • 22. São regiões intra-placas onde, durante um tempo prolongado, há intenso vulcanismo.  Um ponto quente mantém-se fixo e as plumas térmicas de magma perfuram a placa, originando um vulcão.  A placa desloca-se sobre o ponto quente, afastando-se da fonte de magma devido ao seu movimento.  O vulcão formado extingue-se, originando outro, sobre o ponto quente.  Devido ao movimento da placa, as ilhas afastam-se do ponto quente, sendo tanto mais antigas, quanto mais afastadas se encontrarem do ponto quente.
  • 23. O Hawaii localiza-se num arquipélago localizado no Oceano Pacífico. Todas as ilhas do Hawaii foram formadas por vulcões, que lentamente emergiram do leito do mar, através do que a geologia chama de ponto quente (hot spot).
  • 24.  Cientistas acreditam que a América e a Ásia serão um só continente no futuro, pesquisadores de Yale, nos EUA, acreditam que em 200 milhões de anos América e Ásia se juntarão, formando o supercontinente Amásia. Megabloco de terra ocupará a região onde hoje fica o Polo Norte
  • 25.
  • 26.  ANGUITA, F. La evolution de la tectónica de placas: el nuevo interior de la tierra. Enseñanza de la Ciencia de la Tierra, 1996, vol. 3.3, pg. 137-148. THOMPSON, D.B. Plate tectonics - A Revolution in Science. Unpublished course notes. Keele Sc. & Techn. Taechers Centre. 50p. (1991). http://www.geoturismobrasil.com/REVISTA%20ARTIGOS/deriva%20contine ntal%20-%20Manzig.pdf http://www.em.com.br/app/noticia/tecnologia/2012/02/15/interna_tecnolog ia,278097 SALGADO-LABORIAU, M. L. História Ecológica da Terra. São Paulo: Ed. Edgard Blücher, 2. ed, (1996). http://pt.wikipedia.org/wiki/Tect%C3%B3nica_de_placas
  • 27. FIM