(Brasil) Industrialização e desenvolvimento econômico

4.157 visualizações

Publicada em

geografia, brasil, industria

Publicada em: Educação
0 comentários
4 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
4.157
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
241
Comentários
0
Gostaram
4
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

(Brasil) Industrialização e desenvolvimento econômico

  1. 1. Equipe: André Cancela Carmem Mourão Dinah Marques Fabíola Freitas Giovanna Rangel Leandro Seixas Rebeca Martins Capítulo13 – (Brasil) Industrialização e desenvolvimento econômico Livro 3 (633 – 642) 2° B Manaus 2015
  2. 2. Antes da Revolução Industrial • Fase da “Proibição”(1500-1808)  Artesanato/Manufatura  Chegada da família real Portuguesa (1808) • Fase da “Implantação” (1808-1930)  Abertura dos Portos  Brasil permanecia exportador
  3. 3. Da independência política até 1930 • Impostos para produtos estrangeiros (1822)  Lei Alves Branco (1844) • Lei Eusébio de Queiroz (1850)  Cafeicultura e Vinda de Imigrantes  Pequeno surto e grande surto industrial • Primeira Guerra Mundial  Diversificação industrial
  4. 4. Demais acontecimentos • Censos Industriais • Utilização das ferrovias e dos portos • Não foi em nível nacional Censos Industriais do Brasil 1° Censo (1907) 3.258 empresas 2° Censo (1920) 13.336 empresas
  5. 5. A revolução industrial tardia • Quebra da bolsa de Nova York (1929) e Revolução de 1930 • 1° governo de Getúlio Vargas  Infraestrutura  As medidas concretas para industrialização são tomadas em 1937 (Estado Novo)  Companhia Siderúrgica Nacional e Companhia Vale do Rio Doce  Consolidação das Leis do Trabalho (CLT) • 2° governo de Getúlio Vargas  Petrobras e BNDES
  6. 6. Internacionalização da Indústria • A partir de 1940  Desenvolvimento no setor de minerais, metalurgia, siderurgia  Início da produção de aço CSN • A partir de 1950  Problemas dificultaram o desenvolvimento industrial  Getúlio Vargas sana alguns destes problemas • Juscelino Kubitschek  Plano de Metas e Sudene  Maior produção de petróleo e energia elétrica
  7. 7. • Café Filho  Crescimento das indústrias de bens de produção  Setor de automóveis, químico, farmacêutico e Construção naval • A partir de 1960  Sérios problemas políticos  Governos militares  Significativo desenvolvimento industrial pós 1964
  8. 8. “Milagre Econômico” • Programa de Ação Econômica do Governo (PAEG)  Conter a inflação e preparar o país para o crescimento econômico • 1968-1973  Brasil na oitava posição mundial do PIB  Capital estatal + capital das transnacionais + capital privado nacional • Política de integração nacional  obras de infraestrutura de transporte, ZFM, Projeto Randam e Angra 1
  9. 9. Contras e “Década Perdida” • População mais pobre passa a enfrentar problemas, aumento da dívida externa e aumento do preço do petróleo  Década de 1980 forte retração da produção industrial e um menor crescimento da economia em geral • Redemocratização em 1985  Tentativa de estabilizar a economia
  10. 10. A Indústria Brasileira na globalização • 1990  globalização econômica mundial e abertura do mercado brasileiro  + Tecnologia diminui o número de empregados • Governos Collor e Itamar Franco  Abertura da economia pra o mercado externo  Collor deixa uma alta inflação para seus sucessores • Liberalização dos mercados Entrada de novas empresas estrangeiras  FHC  Plano Real e privatizações
  11. 11. Vantagens e Desvantagens da globalização • Produtos internacionais  Baratos  Concorrem injustamente com produtos nacionais • Maiores investimentos no Brasil  Porém, caso ocorra crise, o país é diretamente afetado • Maiores acessos a outras culturas  Influência maciça norte-americana  “perda da identidade cultural”
  12. 12. A crise dos emergentes e a desvalorização do real • Crise de 1997  Afeta países emergentes e desenvolvidos  No Brasil: altas taxas de juros, taxa de câmbio irreal da moeda brasileira, preço das principais mercadorias exportadas pelo Brasil ficou mais baixo • Janeiro de 1990  Maxidesvalorização do real: subiu cerca de R$ 1,60 para R$ 2,20 por dólar
  13. 13. • Década de 90  “Guerra Fiscal”  Competição entre estados e municípios para ver quem oferecia melhores incentivos para as empresas • Índice de crescimento modesto, não favoreceu criação de empregos nem melhores condições sociais
  14. 14. A Indústria Brasileira no segundo milênio • Século XXI  Brasil tem menor crescimento da economia em comparação com outros países emergentes • Governo Lula  privatizações suspensas, aumento de renda para a população carente  queda do desemprego e taxa de juros • Crise mundial de 2009  Queda de produção na indústria  Crescimento em 2010 devido ao aumento de consumo • Governo Dilma  Alta inflação, baixo crescimento do PIB  2011 outra queda na produção industrial • Apesar de tudo, podemos dizer que a indústria brasileira entre 2009 e 2011 apresentou resultados positivos
  15. 15. Questões! (UECE) Analise as seguintes afirmações que tratam do processo de industrialização no Brasil. I. No governo de Getúlio Vargas, foram criadas as condições de infraestrutura necessárias para a industrialização brasileira. II. O governo de Juscelino Kubitschek priorizou a construção de rodovias e obras para geração de energia. III. A década de 1990 foi marcada pela globalização da economia e pela consolidação do Brasil como grande produtor e exportador de tecnologia. Está correto o que se afirma em a) III apenas. c) II apenas. d) I e III apenas. b) I e II apenas.
  16. 16. (ESPM) Leia o texto e responda: A grande guerra de 1914-1918 dará grande impulso à indústria brasileira. No primeiro grande censo posterior à guerra realizado em 1920, os estabelecimentos industriais arrolados somarão 13.336, com 1.815.156 contos de capital e 275.512 operários. Destes estabelecimentos, 5.936 tinham sido fundados no quinquênio 1915-1919, o que revela claramente a influência da guerra. (Caio Prado Jr. História Econômica do Brasil) Sobre a relação entre o Brasil e a Primeira Guerra Mundial é correto afirmar que:
  17. 17. a) A guerra desenrolada na Europa produziu pobreza e miséria generalizada nos países da América Latina. b) Os países latino-americanos, o Brasil entre eles, tornaram-se exportadores de armamentos para os países envolvidos no conflito. c) Durante a Primeira Guerra Mundial, o Brasil conseguiu manter a neutralidade até o final do conflito, obtendo com tal postura grandes vantagens ao vender manufaturas para os dois blocos em conflito. d) A guerra levou o Brasil a diminuir as exportações e a aumentar as importações de novos fornecedores, como os Estados Unidos, o que impediu nossa industrialização. e) A guerra levou o Brasil a diminuir as importações e a aumentar as exportações, tendo crescido bastante no eixo Rio-São Paulo o número de estabelecimentos industriais.
  18. 18. Referências • http://www.brasilescola.com/brasil/industrializacao-do- brasil.htm • http://www.suapesquisa.com/historiadobrasil/industrializ acao_brasil.htm • http://pt.wikipedia.org/wiki/Hist%C3%B3ria_da_industriali za%C3%A7%C3%A3o_no_Brasil#Primeiro_per.C3.ADo do_.281500_-_1808.29:_proibi.C3.A7.C3.A3o • http://www.coladaweb.com/historia-do-brasil/o-processo- da-industrializacao-do-brasil

×