Didática aula 02 01 10 2013

473 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
473
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
53
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
14
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Didática aula 02 01 10 2013

  1. 1. DIDÁTICA DO ENSINO SUPERIOR Profª Rosinéia Oliveira Especialista em psicologia organizacional Blog: metodologiaeciencia.wordpress.com Professora.andreucci@gmail.com 1
  2. 2. DINÂMICAS 1. 2. 3. 4. 5. 6. O PAPEL DO FACILITADOR Orientar processos; Despertar potenciais; Desfazer bloqueios; Abrir canais de comunicação; Mostrar caminhos e possibilidades criativas; Facilitar a expressão. 2
  3. 3. DESAFIOS A SEREM ENFRENTADOS Aprender a ouvir críticas; Aprender com seus próprios erros; Humanizar os vínculos com seus alunos; Ter consciência dos seus limites e os dos outros; Ser autêntico e verdadeiro; 3
  4. 4. Confrontar dificuldades e crises; Conter e acolher; Respeitar e confiar; Ser flexível, responsável, comprometer-se; Ter humor, coragem e disciplina. 4
  5. 5. PREPARAÇÃO PARA O TRABALHO COM GRUPOS Quando trabalhamos com grupos, sejam grandes ou pequenos, as reações que podem surgir das propostas realizadas são imprevisíveis. O nosso primeiro desejo é o de responder às expectativas do grupo, mas não devemos chegar com receio do “que vão pensar”, “como vão reagir”, “se vão criticar”, “se vão participar”, “o que vão comentar. 5
  6. 6. Estes receios, medos, pré-ocupações, bloqueiam a fluência da nossa energia junto ao grupo e nos impede de ficarmos atentos ao que está acontecendo com cada um e com o todo. 6
  7. 7. PAPÉIS DESEMPENHADOS PELOS INTEGRANTES DOS GRUPOS Líderes, falantes, práticos, criativos, construtivos, teóricos, filósofos, organizadores, observadores, críticos, questionadores (positivos e negativos). 7
  8. 8. Podem, também, existir hierarquias nos grupos e ficarem “congeladas”, acomodando-se cada membro no seu papel. Essas hierarquias devem ser trabalhadas para que todos possam se situar e assumir diferentes papéis. 8
  9. 9. O TEMPO O planejamento de uma dinâmica envolve reflexões sobre o tempo. Embora seja necessário programar começo, meio e fim; não podemos ignorar , pois, o tempo de cada indivíduo é único e deve ser respeitado. 9
  10. 10. A IMPORTÂNCIA DA AVALIAÇÃO Tipos: Diagnóstica, formativa e somativa. Qual o objetivo da avaliação? Reflexão: Qual a importância do erro? 10
  11. 11. OS QUATRO PILARES DA EDUCAÇÃO PROPOSTOS POR JACQUES DELORS PARA UNESCO: Aprender a ser; Aprender a conhecer; Aprender a fazer; Aprender a conviver. 11
  12. 12. Questões sobre a formação pedagógica do professor universitário Formação pedagógica negligenciada? Como fica a questão da titulação? Será que a titulação melhora a qualidade do ensino? E os programas de pós-graduação? 12
  13. 13. Questões sobre a formação pedagógica do professor universitário Ser um excelente pesquisador não é sinônimo de excelente desempenho acadêmico. Qual a conseqüência disso? 13
  14. 14. Questões sobre a formação pedagógica do professor universitário Inserção em universidades que: Priorizem a pesquisa; Priorizem a atividade docente. 14
  15. 15. Na atual realidade qual o sentido do sistema educacional? Diversidade cultural; Aumento do número de alunos; Formação superior visando mercado de trabalho. 15
  16. 16. Questões sobre a formação pedagógica do professor universitário O que é importante na formação do professor? PROCESSO: Contínuo Particularizado 16
  17. 17. ENSINO : Objeto da Didática Como ensinar? Sistema? Método? Estratégias? Técnicas? Táticas? 17
  18. 18. E qual procedimento adotar? Ativo ou tradicional? Individualizado ou Socializado? Indutivo ou dedutivo? 18
  19. 19. Para que ensinarmos? Corresponder as exigências do mercado; Beneficiar o desenvolvimento pessoal; Desenvolver as relações pessoais; Desenvolver a capacidade de decidir. 19
  20. 20. Habilidades e competências do professor Conceber e fazer evoluir os objetivos de diferenciação: Trabalhar a heterogeneidade; Fornecer apoio integrado; Desenvolver a cooperação entre os alunos. 20
  21. 21. Envolver o aluno na aprendizagem, visando sua reestruturação de compreensão de mundo: Suscitar no aluno o desejo de aprender; Explicitar a relação entre a aprendizagem e o saber; Fazer o aluno se sentir agente do processo de aprendizagem; Oferecer estratégias diferentes. 21
  22. 22. “As inteligências dormem. Inúteis são todas as tentativas de acordá-las por meio da força e das ameaças. As inteligências só entendem os argumentos do desejo: elas são ferramentas e brinquedos do desejo”. Rubem Alves Profª Rosinéia Oliveira Especialista em psicologia organizacional Blog: metodologiaeciencia.wordpress.com Professora.andreucci@gmail.com 22

×