Língua portuguesa no ji a

557 visualizações

Publicada em

cenários de acompanhamento a atividades de português integradas no programa JClic

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
557
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Língua portuguesa no ji a

  1. 1. LÍNGUA PORTUGUESA ÁREA CURRICULAR EDUCAÇÃO ALUNOSPRÉ-ESCOLAR SURDOS CONTEXTO DE APRENDIZAGEM POPULAÇÃO ESPECIFICA
  2. 2. MODELOS E PARADIGMAS DE INTERVENÇÃO TEORIASLINGUÍSTICASDA EDUCAÇÃO TERORIAS DE SURDOS LINGUÍSTICAS DA EDUCAÇÃO PRÉ-ESCOLAR
  3. 3. A ESCRITA E A LEITURA NA EDUCAÇÃO PRÉ-ESCOLAR ...NO JARDIM DE INFÂNCIA AS EXPERIÊNCIAS DE LINGUAGEM COMPREENDEM A LEITURA, A ESCRITA, A FALA E A AUDIÇÃO COMO UM TODO UNIFICADO” (LEOPOLDINA,2001) “… FALAR, OUVIR, LER E ESCREVER, NA MAIORIA DOS CASOS DESENVOLVEM-SE DE UMA FORMA CONCORRENTE POIS A LITERACIA ENVOLVE TODAS AS CAPCIDADES COMUNICATIVAS.” ( LEOPOLDINA 2001) “QUANDO ALGUÉM REGISTA EXACTAMENTE O QUE AS CRIANÇAS DISSERAM E O LÊ EM VOZ ALTA, ELAS PASSAM A SER TESTEMUNHAS DA ESCRITA E DA LEITURA DAS SUAS PRÓPRIAS IDEIAS” ( RIGOLET, 1998)
  4. 4. A ESCRITA E A LEITURA NA EDUCAÇÃO DE ALUNOS SURDOS“SE QUISERMOS QUE AS CRIANÇAS SURDAS REALIZEM UMAESCOLARIDADE COM SUCESSO É PRECISO PROPROCIONAR-LHESPRECOCEMENTE O DOMINIO DA LÍNGUA PORTUGUESAESCRITA, COMO SEGUNDA LÍNGUA, TORNANDO OS SURDOSBILINGUES.” SÉRGIO NIZA,1991“ A LINGUA PORTUGUESA NA SUA FORMA ESCRITA É A MODALIDADEMAIS FACILMENTE PARTILHADA POR SURDOS E OUVINTES E , COM AAJUDA DO ALFABETO MANUAL É POSSIVEL FAZER A PONTE COM OALFABETO GRÁFICO DA LÍNGUA PORTUGUESA “ MESQUITA E SILVA,2008
  5. 5. FUNDAMENTOS TEÓRICOS CONDUTISMO ENSINO PROGRAMADO MODELOS DE DESENVOLVIMENTO E PARADIGMAS PEDAGÓGICOSCONSTRUTIVISMO APRENDIZAGEM BASEADA NASOCIAL RESOLUÇÃO DE PROBLEMAS
  6. 6. LINGUA PORTUGUESA ALFABETO TEMA - A FAMILIA DITONGOS DISCRINAÇÃO AUDITIVA ELEMENTO DE MOTIVAÇÃO – ESCRITA E IDENTIFICAÇÃO DE PERSONAGENS DE DESENHOS PALAVRAS ANIMADOS“ O RUCA NOÇÃO DE FRASE: CONTEÚDOS - FRASES DE IDENTIFICAÇÃO -FRASES (N+V) - FRASES (N+V+N) -DIVISÃO SILÁBICA
  7. 7. OPERACIONALIZAÇÃO DOS CONTEÚDOS ALFABETO - ATRAVÉS DO SOM DA LETRA PRETENDE-SE QUE O ALUNO ADQUIRAFERRAMENTAS PARA A PRECEPÇÃO AUDITIVA E VISUAL DA PALAVRA. PRECEPÇÃO AUDITIVA E VISUAL DA FRASE PRECEPÇÃO AUDITIVA E VISUAL DO TEXTO
  8. 8. ATIVIDADES DE MODELAÇÃO
  9. 9. ASSOCIAR O NOME PRÓPRIO ÀS FOTOGRAFIAS -JOGO DE MEMÓRIA-
  10. 10. PRODUÇÃO GESTUAL DOS NOMES PRÓPRIOS F O J A
  11. 11. PRODUÇÃO GESTUAL DOS NOMES DOS PERSONAGENS DE DESENHOS ANIMADOS
  12. 12. PRODUÇÃO ESCRITA DOS NOMES PRÓPRIOS
  13. 13. CONSTRUÇÃO E ADAPTAÇÃO MATERIAIS EXPLORAÇÃO DE VOCABULÁRIO E IDENTIFICAÇÃO DA 1ª LETRA DE CADA PALAVRA
  14. 14. ESCRITA E IDENTFICAÇÃO DE PALAVRASIDENTIFICAÇÃO DAS RELAÇÕES DE PARENTESCOIDENTIFICAÇÃO DAS PALAVRAS QUE INDICAM O TIPO DE RELAÇÃO FAMILIARJOGO DE ASSOCIAÇÃO
  15. 15. ESCRITA E IDENTIFICAÇÃO DE PALAVRAS1- NA TABELA SÃO ESCRITAS AS PALAVRAS QUE O ALUNO JÁ CONHECE2-É PEDIDO AO ALUNO QUE DESENHE AS PESSOAS DA SUA FAMILIA NA COLUNACORRESPONDENTE3- FINALMENTE ESCREVE-SE O NOME DAS PESSOAS DA FAMILIA
  16. 16. FRASE DE IDENTIFICAÇÃO ILUSTRAÇÃO DE FRASESLEGENDAGEM DEIMAGENS
  17. 17. FRASE [N+V] Fernanda de Oliveira Castro 19 de maio de 2011 CONTEXTUALIZAÇÃOSELECÇÃO DO DAS DIFERENTESVERBO FORMAS DE PINTAR
  18. 18. FRASE [N+V+N]1 -APRESENTAÇÃO DO CARTÃO DO VERBO TOCAR2 -IDENTIFICAÇÃO E ESCRITA DO NOME DO SUJEITO3- ESCOLHA DO INSTRUMENTO PARA CADA PESSOA
  19. 19. FRASE (N+V+N)
  20. 20. NÚMERO DE ELEMENTOS NA FRASEDESCRIÇÃO ORAL DA IMAGEMCONTA O Nº DE PALAVRAS DA FRASEORGANIZA AS PALAVRAS PARA CONSTRUIR A FRASE
  21. 21. O TEXTO - HISTÓRIA “ A FESTA DO RUCA”LEITURA EM PICTOGRAMA –ORGANIZAÇÃO DE SEQUÊNSCIA
  22. 22. O TEXTO - HISTÓRIA “A FESTA DO FRANCISCO”CONSTRUÇÃO DO LIVROEM PICTOGRAMA “ AFESTA DO FRANCISCO”
  23. 23. DIVISÃO SILÁBICA
  24. 24. DISCRIMINAÇÃO AUDITIVA E ESCRITA DE DITONGOS
  25. 25. PORTEFÓLIOELEMENTO QUE INFLUI NOS PROCESSOS DE METACOGNIÇÃO INSTRUMENTO DE REGISTO E CONSULTA INTERIORIZAÇÃO E CONSOLIDAÇÃO DAS APRENDIZAGENS
  26. 26. EDUCAÇÃO BILINGUEDUAS LINGUAGENS EM CONSTRUÇÃO JOGOS DE INTERACÇÃO SOCIAL
  27. 27. CONTINUA….• ATIVIDADES NO PROGRAMA JCLIC

×