Introdução
Numa breve retrospectiva histórica, podemos
destacar que foi com a Revolução Industrial que
a saúde do trabalha...
Vigilância em Saúde do
Trabalhador
A Vigilância em Saúde do Trabalhador
(VISAT) teve seus pilares garantidos a partir
da
C...
Conceito
A Vigilância em Saúde do Trabalhador
compreende uma atuação contínua e
sistemática ao longo do tempo, no sentido ...
Objetivos da Vigilância em Saúde do
Trabalhador
•

Conhecer a realidade de saúde da população trabalhadora, independenteme...
Desenvolvimento em Grupo
Promoção da saúde no local de trabalho
A promoção da saúde no local de trabalho (PSLT) é o
proces...
Ideias de
Melhorias
Estruturação Ergonômica

O principal objetivo da ergonomia é desenvolver e aplicar
técnicas de adaptação do homem ao seu t...
Ginástica laboral

A ginástica laboral é uma série de exercícios
físicos realizado no ambiente de trabalho, no
horário de ...
Administração de estresse

Medidas destinadas a melhorar o bem-estar no
trabalho. Como por exemplo: A promoção da
saúde me...
Incentivar a manutenção do peso saudável

Programas de incentivos para perda de peso, de
uma maneira saudável. Facultar in...
Programas de redução de fumantes

A sensibilização para os efeitos nocivos do
tabaco, incluindo a oferta de participação
g...
• vigilância da saúde, através da oferta de
exames médicos, como controlo da pressão
arterial e dos níveis de colesterol.
...
Grupo II
Alexsander L. da Silva
Edwandersom F. de Oliveira
Helena R. de Faria
Paulo Eustáquio Gonçalves
Rovenia Santos
Wal...
Apresentação1
Apresentação1
Apresentação1
Apresentação1
Apresentação1
Apresentação1
Apresentação1
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Apresentação1

597 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
597
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
26
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Apresentação1

  1. 1. Introdução Numa breve retrospectiva histórica, podemos destacar que foi com a Revolução Industrial que a saúde do trabalhador teve seu maior avanço. As condições de trabalho eram precárias, o ambiente inadequado, as jornadas muito longas, os salários baixos e cada empregadora tinha as suas próprias regras, não existindo nenhuma norma governamental que interferisse ou regulasse essa atividade. Dessa forma, acidentes graves, mutilantes e fatais, atingiam os trabalhadores incluindo crianças e mulheres.
  2. 2. Vigilância em Saúde do Trabalhador A Vigilância em Saúde do Trabalhador (VISAT) teve seus pilares garantidos a partir da Constituição Federal de 1988, registrada em seu Art. 200, que define: “Ao Sistema Único de Saúde compete, além de outras atribuições, nos termos da lei, executar as ações de Vigilância Sanitária e Epidemiológica, bem como as de saúde do trabalhador.”
  3. 3. Conceito A Vigilância em Saúde do Trabalhador compreende uma atuação contínua e sistemática ao longo do tempo, no sentido de detectar, conhecer, pesquisar e analisar os fatores determinantes e condicionantes dos agravos à saúde relacionados aos processos e ambientes de trabalho, em seus aspectos tecnológico, social, organizacional e epidemiológico, com a finalidade de planejar, executar e avaliar intervenções sobre esses aspectos, de forma a eliminá-los ou controlá-los.
  4. 4. Objetivos da Vigilância em Saúde do Trabalhador • Conhecer a realidade de saúde da população trabalhadora, independentemente da forma de inserção no mercado de trabalho e do vínculo trabalhista estabelecido; • Caracterizar o histórico dos perfis de morbidade e mortalidade em função da sua relação com o processo de trabalho; • Avaliar o processo, o ambiente e as condições em que o trabalho se realiza, identificando os riscos e cargas de trabalho a que o trabalhador está sujeito, nos seus aspectos tecnológicos, ergonômicos e organizacionais; • Pesquisar e analisar novas e ainda desconhecidas formas de adoecer e morrer em decorrência do trabalho; • Intervir nos fatores determinantes de agravos à saúde da população trabalhadora, visando eliminá-los ou, na sua impossibilidade, atenuá-los e controlá-los por meio da fiscalização do processo, do ambiente e das condições em que o trabalho se realiza, fazendo cumprir com rigor as normas e legislações existentes, nacionais ou mesmo internacionais quando relacionadas à promoção da saúde do trabalhador;
  5. 5. Desenvolvimento em Grupo Promoção da saúde no local de trabalho A promoção da saúde no local de trabalho (PSLT) é o processo que resulta do esforço conjunto de empregadores, trabalhadores e sociedade em geral, para melhorar a saúde e o bem-estar das pessoas no trabalho. A PSLT pode ser conseguida através de uma combinação de estratégias que visem: melhorar a organização do trabalho e o ambiente de trabalho; promover a participação activa dos trabalhadores em todo o processo de PLST; permitir escolhas saudáveis e encorajar o desenvolvimento pessoal.
  6. 6. Ideias de Melhorias
  7. 7. Estruturação Ergonômica O principal objetivo da ergonomia é desenvolver e aplicar técnicas de adaptação do homem ao seu trabalho e formas eficientes e seguras de o desempenhar visando a otimização do bem-estar e, consequentemente, aumento da produtividade. O conceito de Ergonomia se aplica à qualidade de adaptação de uma máquina ao seu operador, proporcionando um eficaz manuseio e evitando um esforço extremo do trabalhador na execução do trabalho. As lesões por esforço repetitivo (LER) são um dos problemas físicos mais comuns que pode causar limitações ou mesmo incapacidade de trabalhar. Utilizar soluções ergonômicas no local de trabalho é uma iniciativa que pode aumentar significativamente os níveis de satisfação, eficácia e eficiência do trabalhador.
  8. 8. Ginástica laboral A ginástica laboral é uma série de exercícios físicos realizado no ambiente de trabalho, no horário de trabalho, com o objetivo de melhorar a saúde e evitar lesões dos funcionários por esforço repetitivo e algumas doenças ocupacionais.
  9. 9. Administração de estresse Medidas destinadas a melhorar o bem-estar no trabalho. Como por exemplo: A promoção da saúde mental, através da oferta de cursos para gestores sobre formas de lidar com o stresse e a tensão mental no seio das respectivas equipas, bem como da possibilidade de aconselhamento psicológico anónimo para todos os trabalhadores. Promover lazer.
  10. 10. Incentivar a manutenção do peso saudável Programas de incentivos para perda de peso, de uma maneira saudável. Facultar informações sobre alimentação saudável, bem como disponibilizar pratos saudáveis na cantina ou instalações para os trabalhadores prepararem as suas próprias refeições.
  11. 11. Programas de redução de fumantes A sensibilização para os efeitos nocivos do tabaco, incluindo a oferta de participação gratuita em programas de cessação tabágica e a instauração da proibição de fumar nas instalações da empresa.
  12. 12. • vigilância da saúde, através da oferta de exames médicos, como controlo da pressão arterial e dos níveis de colesterol. • A participação dos trabalhadores no processo de melhoria do seu ambiente de trabalho.
  13. 13. Grupo II Alexsander L. da Silva Edwandersom F. de Oliveira Helena R. de Faria Paulo Eustáquio Gonçalves Rovenia Santos Waldislene F. Dias de Melo

×