Alma e espírito o que significam esses termos

453 visualizações

Publicada em

O que é a "alma"? O que é o "espírito"? Saiba o que a Bíblia ensina sobre esses termos.

Publicada em: Espiritual
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
453
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
13
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
5
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Alma e espírito o que significam esses termos

  1. 1. “ALMA” E “ESPÍRITO” – O QUE SIGNIFICAM ESSES TERMOS? Celso do Rosário Brasil Gonçalves 1 “O que é a alma?” “O que é o espírito?” “O homem possui uma alma imortal?” “O que morre no homem no momento da morte? O corpo? O espírito? A alma?” Essas perguntas têm intrigado os estudiosos, filósofos e religiosos de todos os tempos e lugares. O homem ao longo da sua trajetória tem tentado por todos os meios possíveis convencer-se de que possui uma “alma” imortal (que no momento da morte liberta-se do corpo físico) e que a morte só significa a destruição da carne (o corpo material), porém, “a alma” (ou “o espírito”) sobrevive para sempre (aqui ou em outra dimensão). Esse pensamento de que a “alma” ou o “espírito” sobrevive após a morte é mantido porque há uma necessidade universal: O desejo de viver para sempre! Por meio da filosofia e da religião criou-se a ideia da “imortalidade da alma”. Logo, quando alguém menciona a palavra “alma”, ela quase sempre aparece ligada à doutrina da imortalidade. Assim, é comum alguém dizer: “Morreu um homem...” Mas, dificilmente ouvimos alguém afirmar: “Morreu a “alma” do fulano de tal...” Pois, quem assim se expressar será visto como um ignorante. Porém (acredite se quiser), A Palavra de Deus, com sua autoridade irrefutável, declara claramente que a “alma” morre. Veja: Capa da revista Superinteressante de fevereiro de 2010 – “Ele pode ser imortal”. Revela que muitos acreditam que o homem é um ser dotado de uma “alma imperecível”.
  2. 2. “ALMA” E “ESPÍRITO” – O QUE SIGNIFICAM ESSES TERMOS? Celso do Rosário Brasil Gonçalves 2 “A alma que pecar, essa morrerá” (Ezequiel 18.4). Note que essa declaração revela que a alma está sujeita à morte. E é o pecado que causa a sua morte. Observe atentamente o que diz o texto de Números 23.10 (Versão Revista e Corrigida): “A minha alma morra a morte dos justos”.i1 A Bíblia, a Palavra de Deus, registra as seguintes palavras no Salmo 121.7: “O Senhor te guardará de todo o mal; Ele guardará a tua alma”. Esta expressão: “... a tua alma...”. É usada novamente em Provérbios 2.10, que diz: “Porquanto a sabedoria entrará no teu coração, e o conhecimento será suave à tua alma”. A mãe do profeta Samuel usou a mesma expressão quando apresentou seu filho ao sumo sacerdote Eli. Ela disse: “... Ah, meu senhor, viva a tua alma, meu senhor, eu sou aquela mulher que aqui esteve contigo, para orar ao Senhor.”. (I Samuel 1.26). Deus disse ao seu povo escolhido, por intermédio do profeta Isaías: “... Comei o que é bom e a vossa alma se deleite com a gordura... vinde a mim, ouvi; e a vossa alma viverá...”. (Isaías 55.2,3). Do que a Bíblia está falando nas passagens acima citadas quando se refere à palavra: “alma”? Certamente se buscarmos na Palavra de Deus a resposta a essa questão, com certeza estaremos protegidos contra as filosofias e doutrinas errôneas deste mundo. 1 A tradução Revista e Atualizada diz: “Que EU morra a morte dos justos”. A ordem divina contida nas Escrituras é: “Procurem no Livro do Senhor e leiam... Pois o Senhor ordenou que Assim fosse...”. (Isaías 34.16 – Nova Tradução na Linguagem de Hoje – NTLH).
  3. 3. “ALMA” E “ESPÍRITO” – O QUE SIGNIFICAM ESSES TERMOS? Celso do Rosário Brasil Gonçalves 3 Em hebraico (Língua que foi usada para escrever o Antigo Testamento) registra a palavra “NÉFES” = “alma” 750 vezes; em grego (língua usada originalmente para escrever o Novo Testamento) encontramos a palavra “PSQUÉ” = “alma”,102 vezes (Ao todo 852 vezes em toda Escritura Sagrada). Hastings – One Volume Dictionary of the Bible, declara que: “A alma é usada no Velho Testamento para qualquer ser animado, quer humano quer animal, ao passo que espírito é o princípio universal que comunica vida proveniente do Criador”. Quando “Nephesh” se refere a seres humanos, ela deve com propriedade ser traduzida por pessoa porque esse é o sentido primário desse termo. (Biblicamente não há como provar que a palavra “alma” seja utilizada para definir uma entidade imaterial ou invisível. Além disso a palavra “alma” nunca aparece ligada ao termo “imortal”. Nem uma vez sequer nas Escrituras encontramos a expressão: “Alma imortal”). Não podemos nos esquecer jamais que a palavra “alma” é polissêmica (tem vários sentidos ou significados, dependendo do contexto no qual é usada). Como já vimos, segundo as definições de vários estudiosos ela pode ser traduzida de 44 modos diferentes. Porém o seu sentido básico ou fundamental é “ser vivo” (pessoa ou animal). As outras traduções diferentes são consideradas aplicações secundárias desse vocábulo. Confira: (a) Gên. 14:21 – “. . . Dá-me a mim as almas (animais) e a fazenda toma para ti.” (b) Gên. 46:18 – “. . . e que deu a Jacó estas dezesseis almas (isto é pessoas). (c) Levítico 4:2 – “Quando uma alma pecar por ignorância (isto é, pessoa)”. A Palavra Alma em Grego Em grega a palavra para alma é “PISQUÊ” que ocorre 105 vezes no Novo Testamento, sendo traduzida da seguinte maneira:  Alma – 58 vezes  Vida – 40 vezes  Mente – 3 vezes  Você – 1 vez  Nós – 1 vez  Cordialmente – 1 vez
  4. 4. “ALMA” E “ESPÍRITO” – O QUE SIGNIFICAM ESSES TERMOS? Celso do Rosário Brasil Gonçalves 4 De acordo com o livro Questions on Doctrine, pág. 512 ela é usada 75 vezes no Velho Testamento. Conforme citação de E. W. Bullinger em A Critical Lexicon and Concordance, pág. 721, este termo é usado no Velho Testamento 752 vezes2 , E. W. Bullinger nos informa ainda que ela é traduzida de 44 maneiras diferentes3 , sendo agrupadas em 4 classes distintas com finalidades didáticas. Estas classes são: (a) Criatura (b) Pessoas (c) Vida e Vidas (d) Desejos De acordo com o Espiritismo “a alma” é “um espírito encarnado” (Quanta confusão! Visto que “a alma” é uma coisa distinta do “espírito”). Veja o que o Livro Espírita afirma: “Que é a alma? “Um Espírito encarnado.” a) — Que era a alma antes de se unir ao corpo? “Espírito.” b) — As almas e os Espíritos são, portanto, idênticos, a mesma coisa? “Sim, as almas não são senão os Espíritos. Antes de se unir ao corpo, a alma é um dos seres inteligentes que povoam o mundo invisível, os quais temporariamente revestem um invólucro carnal para se purificarem e esclarecerem.” (Livro dos Espíritos, página 78 – Allan Kardec) O teólogo Emery Gohen afirma que encontram-se os seguintes conceitos sobre o significado da palavra alma: 2 Outros estudiosos falam em 754 vezes. Esta divergência não nos deve preocupar porque ela é resultante de manuscritos diferentes em que se basearam os pesquisadores. 3 De acordo com alguns exegetas “Nephesh” é traduzida 473 vezes por alma; 118, por vida; 29 em lugar de pessoa; 15 vezes por corpo; 5 vezes por morte; 4 vezes por vontade e ainda por apetite, lascívia, etc.
  5. 5. “ALMA” E “ESPÍRITO” – O QUE SIGNIFICAM ESSES TERMOS? Celso do Rosário Brasil Gonçalves 5 “Esta palavra significa: vida, criatura vivente, alma, etc. As Escrituras registram que a alma come, tem fome, pode ser batida, pegada, tocada, trabalha, tem preguiça, etc. etc. (a) Alma em sentido de vida – Gênesis 35.18; Mateus 10.28. (b) Alma, criatura vivente – Gênesis 2.7; Atos 2.41. (c) A alma come, jejua, engorda – Lucas 12.19; Salmo 69.10; Provérbios 11.25. (d) A alma trabalha e pode também ter preguiça – Isaías 53.11; Provérbios 13.4. (e) Josué matou almas à espada – Josué 10.30, 35 e 39. (f) A alma de Jesus (a pessoa) esteve no inferno (sepulcro), mas ressuscitou) – Salmo 16.10. Presentemente não existe alma imortal, pois só Deus possui a imortalidade (I Timóteo 6.16). Se o homem tivesse em si inerentemente uma imortalidade, não teria havido necessidade de Cristo vir morrer em seu lugar. Porém, TODOS somos mortais (Isaías 51.12). Aceitando o Evangelho alcançaremos a imortalidade no dia de Cristo e da ressurreição (II Timóteo 1.10; I Coríntios 15.52-54; Filipenses 3.20-21). A doutrina que muitos pregam de uma alma pessoal consciente e concreta além túmulo, é puramente pagã e diabólica (ver Gênesis 3.4; Apocalipse 12.9). No dia do juízo, com a volta de Jesus, Ele chamará dos sepulcros todos os homens, para recompensá- los conforme suas obras (ver João 5.28 e 29; S. Mateus 16.27; S. Lucas 14.14). A CRIAÇÃO DA ALMA HUMAN O que passa pela sua mente quando você ouve alguém falar em “Alma” e “espírito”? Várias pessoas creem que esses termos indicam “algo invisível e imortal que existe dentro de cada ser humano.” Muitos religiosos ensinam que por ocasião da morte, Essa “parte invisível e imortal” deixa o corpo e continua a viver (No céu, no inferno, no purgatório ou em outro corpo).
  6. 6. “ALMA” E “ESPÍRITO” – O QUE SIGNIFICAM ESSES TERMOS? Celso do Rosário Brasil Gonçalves 6 Ora, sendo esse pensamento religioso tão “aceito” e propagado, muitos ficam surpresos (ou decepcionados) de saber que a Bíblia – a Palavra de Deus – não ensina nada disso. Então, afinal de contas, o que é a “alma”? Vejamos o que está escrito a esse respeito nas Escrituras Sagradas: “O Senhor Deus formou, pois, o homem do barro da terra, e inspirou no seu rosto um sopro de vida, e o homem tornou-se alma (pessoa) vivente.”. (Gênesis 2.7 – Versão Matos Soares). De acordo com o texto acima transcrito, a “alma” é a própria “pessoa” ou o próprio “homem” (I Coríntios 15.45). Adão era uma alma vivente. Ele não tinha dentro de si alguma coisa invisível, impalpável, imortal que pudesse sair do seu corpo quando ele morresse e que podia continuar a existir “na terra”, “no céu” ou em qualquer outro lugar. À luz do ensino bíblico torna-se claro que tem existido muita confusão na mente das pessoas sobre o que é a alma humana. A este fato se chamou atenção por ocasião do lançamento dos primeiros cinco livros da Bíblia numa nova tradução inglesa, publicada sob o título “A Tora – Os Cinco Livros de Moisés”, com um Prefácio datado de 28 de setembro de 1962. Numa entrevista concedida em Filadélfia, Pensilvânia, a um repórter do jornal Times de Nova Iorque, o editor-chefe, Dr. Harry M. Orlinsky, falou sobre a nova tradução e disse que a palavra “alma” tinha sido praticamente eliminada. Disse ele: “A palavra hebraica aqui em questão é ‘néfes’... A BÍBLIA NÃO DIZ QUE TEMOS UMA ALMA. ‘Néfes’ é A PRÓPRIA PESSOA, sua necessidade de alimento, o próprio sangue nas suas veias, seu corpo.” (Times de Nova Iorque, em 12 de outubro de 1962 – grifos acrescentados). Por conseguinte, esta nova tradução da Tora (“Lei”) Hebraica traduz Gênesis 2.7 como segue: “O homem não tem uma alma, ele é uma alma” “O SENHOR Deus formou o homem do pó da terra, E Ele soprou nas suas narinas o fôlego de vida, E o homem tornou-se um ser vivente”.
  7. 7. “ALMA” E “ESPÍRITO” – O QUE SIGNIFICAM ESSES TERMOS? Celso do Rosário Brasil Gonçalves 7 Há outras traduções bíblicas (a do Centro Bíblico Católico de São Paulo; Brasileira e outras) que dizem “ser vivente” em vez de “alma vivente” em Gênesis 2.7. Tudo isso mostra que a “alma vivente” não é algo invisível, implantado dentro do corpo humano, mas é a própria pessoa humana. Assim, quando a Palavra de Deus usa a expressão “sua alma”, significa a sua pessoa, seu próprio ser, sua vida. Portanto, segundo a Edição Atualizada no Brasil da Tradução de João Ferreira de Almeida, quando Ana apresentou seu filho Samuel ao sumo sacerdote Eli, ela disse: “Ah! meu senhor, tão certo como vives [ou: como vive a tua alma vive], eu sou aquela mulher”, e assim por diante (I Samuel 1.26; também as versões do Centro Bíblico Católico; Matos Soares e Figueiredo rezam de modo semelhante). Atualmente, costuma-se dizer: (1) “A minha pessoa” no sentido de “eu”, (2) “tua pessoa” no sentido de “tu” ... Assim, também: NOS TEMPOS BÍBLICOS DIZIA-SE: SIGNIFICANDO: “Minha alma” “Eu” (Gênesis 27.4,25; Isaías 1.14) “Tua alma” “Tu” (Gênesis 27.19,31; Isaías 43.4; 51.23) “Sua alma” “Ele/Ela (Números 30.2,5-12; Isaías 53.10 “Nossa alma” “Nós” (Salmo 124.7) “Vossa alma” “Vós” (Levítico 26.15) “Cada alma” “Cada homem” (Êxodo 12.16) “Toda alma” “Toda pessoa” (Levítico 7.27; 17.15; 23.29) “A alma que...”. “Aquele que...” (Levítico 7.20,27; Números 15.30) Ao formar o homem, Deus usou dois componentes: (01) O pó da terra e (2) O fôlego de vida. O pó da terra tornou-se nosso corpo, e o fôlego a força de vida. (Gênesis 2.7)
  8. 8. “ALMA” E “ESPÍRITO” – O QUE SIGNIFICAM ESSES TERMOS? Celso do Rosário Brasil Gonçalves 8 Na Bíblia, a palavra “alma” foi traduzida do hebraico “néfesh” e do grego “psykhé” de diferentes modos. Vejamos: (1) ALMA SIGNIFICANDO “PESSOA”: “...Enquanto se preparava a arca; na qual poucas (isto é, oito) almas se salvaram pela água.” (I Pedro 3.20). (A Nova Tradução na Linguagem de Hoje diz: “...as poucas pessoas que estavam nela (na arca))” – Parênteses acrescentados. Aqui a palavra “almas” significa claramente as “pessoas” que estavam na arca – isto é, Noé e sua família. Êxodo 16.16 menciona as instruções dadas aos israelitas acerca do recolhimento do maná. Veja: “...um gomer por cada cabeça, segundo o número das vossas almas, cada um tomará para os que se acharem na sua tenda.” Claramente podemos ver que essa instrução dizia respeito ao número de pessoas que havia em cada família israelita. Novamente a Nova Tradução na Linguagem de hoje, diz: “...de acordo com o número de pessoas que houver na família...” Gênesis 46.18 afirma: “Estes são os filhos de Zilpa, a qual Labão deu à sua filha Léia, e que deu a Jacó estas dezesseis almas.” O texto está falando das “pessoas” (ou dos “filhos”) de Jacó e Zilpa. Veja outros textos onde a palavra “alma” significa “pessoa”: Gênesis 12.5; 14.21; 36.646.15,18,22,24,26,27; Êxodo 1.5; 12.4,15; Levítico 4.2; 17.10,15; 18.29; 20.6; 22.11; 23.29,30; Números 15.27,28,30; 19.22; 31.35,40,46; Deuteronômio 10.22; I Samuel 22.22; I Crônicas 5.21; Provérbios 11.25,30; 19.15; 27.7; Jeremias 43.6; 52.29; Ezequiel 27.13; Atos 2.41,43; 3.23; 7.14; 27.37; Romanos 13.1; I Coríntios 15.45; I Pedro 3.20; II Pedro 2.14. Uma vez que a alma é a própria pessoa, que acontece à alma por ocasião da morte? A Bíblia é bem clara em dizer que a alma está sujeita à morte, declarando: "A alma que pecar - ela é que morrerá." (Ezequiel 18.4, 20) 0 apóstolo Pedro citou os escritos de Moisés sobre Jesus, dizendo: "Deveras, toda alma que não escutar esse Profeta será completamente destruída dentre o povo." (Atos 3.23)
  9. 9. “ALMA” E “ESPÍRITO” – O QUE SIGNIFICAM ESSES TERMOS? Celso do Rosário Brasil Gonçalves 9 Coerente com esta verdade básica, a Bíblia não diz nem uma única vez em qualquer um dos seus versículos que, quer a alma humana, quer a alma animal, seja imortal, imorredoura, não podendo ser destruída, nem perecer. Há, porém, dezenas de textos que mostram que a alma pode morrer ou ser morta. (Levítico 23: 30; Tiago 5: 20) Até mesmo a respeito de Jesus Cristo diz a Bíblia: "Esvaziou a sua alma até a própria morte." (Isaías 53.12) Vemos, assim, que a alma humana é a própria pessoa, e que, quando a pessoa morre, é a alma humana que morre. (2) ALMA SIGNIFICANDO “VIDA” OU “PRINCÍPIO VITAL”: Os tradutores bíblicos usam, às vezes, as palavras “alma” e “vida” como termos sinônimos que indicam a mesma coisa. Vejamos: Levítico 17.11 – “... A alma da carne está no sangue...” (Versão de João Ferreira de Almeida Revista e Corrigida – No rodapé está escrito: “ou, Vida). Nessa mesma referência bíblica a versão do Padre Matos Soares diz: “... A vida da carne está no sangue...” Deus disse a Moisés: “... porque todos os que buscavam a tua alma morreram.” (Êxodo 4.19). O que os inimigos de Moisés queriam? Tirar a vida dele. Logo, a expressão destacada no texto citado “a tua alma” significa: “a tua vida”. Quando Raquel estava dando à luz seu filho Benjamim, a Bíblia diz que “aconteceu que saindo-lhe a alma (porque morreu) ...” (Gênesis 35.18). Naquela ocasião Raquel perdeu “a vida”. A versão de Moffat, por sua vez traduz assim: “... sua vida foi-se dela (pois ela morreu) ...” A Nova Tradução na Linguagem de Hoje afirma: “Porém ela estava morrendo. E, antes de dar o último suspiro, chamou o menino de Benoni...” Quando a Bíblia diz que a “alma de Raquel estava saindo, significa, simplesmente que “ela estava morrendo” ou “perdendo a vida” (o que dá no mesmo, não é?). I Reis 17.22 – “E o Senhor ouviu a voz de Elias, e a alma do menino tornou a entrar nele, e reviveu.” Na versão de Moffat, está escrito assim: “... a vida do menino voltou, e ele reviveu.” A Nova Tradução na Linguagem de Hoje diz: “... O menino começou a respirar outra vez e tornou a viver.” Mateus 16.26 – “Pois que aproveita ao homem ganhar o mundo inteiro, se perder a sua alma? Ou que dará o homem em recompensa da sua alma?” Essa mesma passagem na Tradução Brasileira diz: “Que aproveitará o homem, se ganhar o mundo inteiro e perder a sua vida? Ou que dará o homem em troca da sua vida?” A Nova Tradução na Linguagem de Hoje diz: “O que adianta alguém ganhar o mundo inteiro, mas perder a vida verdadeira? Pois não há nada que poderá pagar para ter de volta essa vida.”
  10. 10. “ALMA” E “ESPÍRITO” – O QUE SIGNIFICAM ESSES TERMOS? Celso do Rosário Brasil Gonçalves 10 Atos 20.10 – “... Não vos perturbeis, que a sua alma nele está.” O padre Rohden traduz esse mesmo texto assim: “Não vos perturbeis; ainda está com vida.” A Nova Tradução na Linguagem de Hoje reza da seguinte maneira: “... Não se assustem, pois ele está vivo.” (3) “ALMA” SIGNIFICANDO “ANIMAIS” OU “SERES VIVIVENTES”: Para os que não sabem o que realmente é a “alma”, talvez fiquem surpresos ao descobrir que o primeiro livro bíblico, chamado de Gênesis, revela que Deus criou todas as “almas viventes”: “E disse Deus: Produzam as águas abundantemente répteis de alma [néfes] vivente... E Deus criou as grandes baleias, e todo réptil de alma [néfes] vivente...”. (Gênesis 1.20,21 – Veja ainda os versos: 24 e 30 – João Ferreira de Almeida - Versão Revista e Corrigida). Em todos os livros da Bíblia, Deus continua a chamar de “almas viventes” a todos “OS SERES VIVOS” que habitam o nosso planeta. Por exemplo, a Lei de Deus que trata dos animais “limpos” e “imundos”, afirma: “... Todo o réptil das águas, e toda a alma vivente que há nas águas, estes serão para vós abominação... Esta é a lei dos animais, e das aves, e de toda a alma vivente que se move nas águas, e de toda a alma que se arrasta sobre a terra.” (Levítico 11.10 e 46). Lemos no último livro da Bíblia: “E o segundo anjo derramou a sua salva no mar, que se tornou em sangue como de um morto, e morreu no mar toda alma vivente”. (Apocalipse 16.3). Em várias passagens bíblicas os “animais” são identificados como “almas”. Isso evidencia que a palavra “alma” não pode ser aplicada a “seres invisíveis” ou “imortais”. TODOS ESTES SERES VIVENTES SÃO “ALMAS”
  11. 11. “ALMA” E “ESPÍRITO” – O QUE SIGNIFICAM ESSES TERMOS? Celso do Rosário Brasil Gonçalves 11 “E toda alma vivente que convosco está, de aves, de répteis, e de todo animal da terra convosco; desde todos os que saíram da arca, até todo o animal da terra.” (Gênesis 9.10). Nesse texto, na mesma expressão “alma vivente” estão incluídos todos os animais da terra. (4) ALMA SIGNIFICANDO “CORAÇÃO”, OU SEJA, O CENTRO DOS SENTIMENTOS, EMOÇÕES, AFETOS, VONTADE, ETC. Gênesis 34.3 – “E apegou-se a sua alma (coração) com Diná, filha de Jacó, e amou a moça...” I Samuel 20.17 – “E Jônatas fez jurar a Davi de novo, porquanto o amava... com todo o amor da sua alma (coração).” I Reis 11:37 – “E te tomarei, e reinarás sobre tudo o que desejar a tua alma (coração), e serás rei sobre Israel.” Atos 2.43 – ―Em toda a alma (coração) havia temor...” Leia com atenção os seguintes textos: Levítico 16.29; Números 21.4; Deuteronômio 11.18; Josué 23.14; I Samuel 18.1; I Crônicas 22.19; Marcos 12.30; Atos 4.32; Filipenses 1.27; Salmo 42.5; Eclesiastes 6.2; Cantares 3.4: Miquéias 7.3; Marcos 14.34. A PALAVRA DE DEUS ENSINA QUE: A alma morre (cf. Ez.18:4) Perece (cf. Mt.10:28) É destruída (cf. Ez.22:27) Não é poupada da morte (cf. Sl.78:50) É completamente eliminada (cf. Êx.31:14) Desce à cova na morte (cf. Jó 33:22) Revive na ressurreição [porque estava morta antes disso] (cf. Ap.20:4) É totalmente destruída (cf. Js.10:28) É derramada na morte (Is.53:12) É penetrada pelo fio da espada (cf. Je.4:10)
  12. 12. “ALMA” E “ESPÍRITO” – O QUE SIGNIFICAM ESSES TERMOS? Celso do Rosário Brasil Gonçalves 12 É passível de sofrer decomposição [na sepultura] (cf. Sl.49:8,9) “Repousa” na morte (cf. Sl.25:13) É sufocada (cf. Jó 31:39,40) É devorada (cf. Ez.22:25) Pode ser assassinada (cf. Nm.35:11) É exterminada (cf. At.3:23). A Bíblia fala inúmeras vezes da morte da alma: Salmos 116.8 - “Porque tu livraste a minha alma da morte, os meus olhos das lágrimas, e os meus pés da queda” Salmos 39.19 - “Para lhes livrar as almas da morte, e para os conservar vivos na fome” Salmos 56.13 - “Pois tu livraste a minha alma da morte; não livrarás os meus pés da queda, para andar diante de Deus na luz dos viventes?” “No suor do teu rosto comerás o teu pão, até que tornes à terra; porque dela foste tomado; porquanto és pó, e em pó te tornarás.” (Gênesis 3.19)
  13. 13. “ALMA” E “ESPÍRITO” – O QUE SIGNIFICAM ESSES TERMOS? Celso do Rosário Brasil Gonçalves 13 Números 23.10 - “Quem contará o pó de Jacó e o número da quarta parte de Israel? Que a minha alma morra da morte dos justos, e seja o meu fim como o seu” Jó 33.22 - “E a sua alma se vai chegando à cova, e a sua vida aos que trazem a morte” Êxodo 31.14 - “Portanto guardareis o sábado, porque santo é para vós; aquele que o profanar certamente morrerá; porque qualquer que nele fizer alguma obra, aquela alma será eliminada do meio do seu povo" Salmos 78.50 - “Preparou caminho à sua ira; não poupou as suas almas da morte, mas entregou à pestilência as suas vidas” Juízes 16.18 - “E sucedeu que, importunando-o ela todos os dias com as suas palavras, e molestando- o, a sua alma se angustiou até a morte” Ezequiel 22.25 - “Conspiração dos seus profetas há no meio dela, como um leão que ruge, que arrebata a presa; eles devoram as almas; tomam tesouros e coisas preciosas, multiplicam as suas viúvas no meio dela” Ezequiel 18.4 – “Eis que todas as almas são minhas; como o é a alma do pai, assim também a alma do filho é minha: a alma que pecar, essa morrerá” Josué 10.28 - “Naquele dia tomou Maquedá. Atacou a cidade e matou o rei a espada e exterminou toda a alma que nela vivia, sem deixar sobreviventes. E fez com o rei de Maquedá o que tinha feito com o rei de Jericó” Ezequiel 2227 - “Os seus príncipes no meio dela são como lobos que arrebatam a presa, para derramarem sangue, para destruírem as almas, para seguirem a avareza”
  14. 14. “ALMA” E “ESPÍRITO” – O QUE SIGNIFICAM ESSES TERMOS? Celso do Rosário Brasil Gonçalves 14 Números 31.19 - “Acampai-vos sete dias fora do arraial; qualquer de vós que tiver matado alguma pessoa [nephesh] e qualquer que tiver tocado em algum morto, ao terceiro dia e ao sétimo dia, vos purificareis, tanto vós como os vossos cativos” Isaías 53.12 - “Por isso lhe darei a sua parte com os grandes, e com os fortes ele partilhará os despojos; porque derramou a sua alma na morte, e foi contado com os transgressores. Contudo levou sobre si os pecados de muitos, e intercedeu pelos transgressores” Jeremias 4.10 - “Então disse eu: Ah, Senhor Deus! Verdadeiramente enganaste grandemente a este povo e a Jerusalém, dizendo: Tereis paz; pois a espada penetra-lhe até à alma” Números 35.11 - “Vos estejam à mão cidades que vos sirvam de cidades de refúgio, para que ali se acolha o homicida que ferir a alguma alma por engano” Salmos 49.8,9 - “Pois o resgate da alma deles é caríssima, e cessará a tentativa para sempre, para que viva para sempre e não sofra decomposição” Números 35.15 - “Para que nelas se acolha aquele que matar alguém [nephesh] involuntariamente” Números 31.9 - “Acampai-vos por sete dias fora do arraial; todos vós, tanto o que tiver matado alguma alma [nephesh], como o que tiver tocado algum morto”
  15. 15. “ALMA” E “ESPÍRITO” – O QUE SIGNIFICAM ESSES TERMOS? Celso do Rosário Brasil Gonçalves 15 PARA ONDE VAI A ALMA APÓS A MORTE? Essa questão pé facilmente respondida na Bíblia Sagrada, que nos mostra que o corpo é a alma visível. Portanto, o destino da alma não é um destino diferente do corpo; e, por isso, a própria alma não escapa da cova da corrupção [sepultura] para onde vai o corpo: (1) Isaías 38.17 - “Foi para minha paz que tive eu grande amargura; tu, porém, amaste a minha alma e a livraste da cova da corrupção, porque lançaste para trás de ti todos os meus pecados”. (2) Salmos 88.3 - “Porque a minha alma está cheia de angústia, e a minha vida se aproxima da sepultura”. (3) Salmos 94.17 – “Se o Senhor não fora em meu auxílio, já a minha alma habitaria no lugar do silêncio” (4) Jó 33.28 - “Ele resgatou a minha alma, impedindo-a de descer para a cova, e viverei para desfrutar a luz”. (5) Jó 33.18 - “Para apartar o homem do seu designo e livrá-lo da soberba; para livrar a sua alma da cova, e a sua vida da espada” (6) Jó 33.22 - “Sua alma aproxima-se da cova, e sua vida, dos mensageiros da morte” As civilizações antigas tinham muitas maneiras de encarar A MORTE. Por exemplo: Os egípcios, quando o Faraó (rei) morria, matavam toda sua corte, e os enterravam com ele para que o servissem no além. Para que estes mortos pudessem passar desta vida para a vida do além era colocado um enorme barco na tumba do Faraó, pois eles acreditavam que a morte era uma passagem por um grande rio, que a alma fazia para alcançar o paraíso eterno.
  16. 16. “ALMA” E “ESPÍRITO” – O QUE SIGNIFICAM ESSES TERMOS? Celso do Rosário Brasil Gonçalves 16 Muito embora os escritores bíblicos tivessem a sua disposição a plena condição de relatar que o corpo somente é que desce a cova ou que “repousa”, eles insistem em declarar que a alma [nephesh em hebraico] desce a cova, a corrupção, ao silêncio. Pense bem: Falariam todos eles que a alma jaz na cova caso tivessem em mente que após as suas mortes a sua alma partiria logo para qualquer lugar, menos para a cova? É óbvio que não! A crença dos escritores bíblicos era de uma natureza holista (una e indivisível), mas não dualista do ser humano, de modo que a alma não escapava da sepultura. É digno de nota, também, o fato de que nunca em passagem nenhuma da Bíblia há qualquer declaração de algum relato da alma subindo ao Céu. Em absolutamente todas as vezes em que alguém relata o local onde a sua alma partiria com a morte, diz respeito somente a sepultura. COMO A BÍBLIA DEFINE O ESTADO DOS MORTOS? - Os mortos não pensam: Salmos 146:4 - “Quando o espírito deles se vai, eles voltam ao pó, e naquele dia perecem os seus pensamentos” - Os mortos não louvam ao Senhor: Isaías 38:18,19 - “Pois não pode louvar-te o Sheol, nem a morte cantar-te os louvores; os que descem para a cova não podem esperar na tua fidelidade. Os vivos, somente os vivos, esses te louvam como hoje eu o faço; o pai fará notória aos filhos a tua fidelidade” - Os mortos não se lembram de Deus: Salmos 6:5 - “Na morte não há lembrança de ti. E no Sheol, quem te louvará?” - Os mortos não sabem de nada: Eclesiastes 9:5,6 - “Porque os vivos sabem que hão de morrer, mas os mortos não sabem coisa nenhuma, nem tampouco terão eles recompensa, mas a sua memória fica entregue ao esquecimento. Também o seu amor, o seu ódio, e a sua inveja já pereceram, e já não têm parte alguma para sempre, em coisa alguma do que se faz debaixo do sol”
  17. 17. “ALMA” E “ESPÍRITO” – O QUE SIGNIFICAM ESSES TERMOS? Celso do Rosário Brasil Gonçalves 17 - Os mortos não tem sabedoria, ciência, obra, projetos ou atividade alguma: Eclesiastes 9:10 - “Tudo quanto te vier à mão para fazer, faze-o conforme as tuas forças, porque no além, para onde vais, não há obra, nem projetos, nem conhecimento, nem sabedoria alguma” - Os mortos só são vivificados na ressurreição: I Coríntios 15:22,23 – “Porque, assim como, em Adão, todos morrem, assim também todos serão vivificados em Cristo. Cada um, porém, por sua própria ordem: Cristo, as primícias; depois, os que são de Cristo, na sua vinda” - Os mortos estão numa terra de silêncio: Salmos 115:17 - “Os mortos não louvam o Senhor, nem os que descem à região do silêncio” - Os mortos só serão lançados no inferno na consumação deste mundo: Mateus 13.40 - “Assim como o joio é colhido e queimado no fogo, assim será na consumação deste mundo” - Os que morreram só receberão o Reino na segunda vinda de Cristo (ressurreição) e somente neste momento os justos são separados dos ímpios: Mateus 25:31-34 - “Quando o Filho do Homem vier em sua glória, com todos os anjos, assentar-se-á em seu trono na glória celestial. Todas as nações serão reunidas diante dele, e ele separará umas das outras como o pastor separa as ovelhas dos bodes. E colocará as ovelhas à sua direita e os bodes à sua esquerda. Então o Rei dirá aos que estiverem à sua direita: ‘Venham, benditos de meu Pai! Recebam como herança o Reino que lhes foi preparado desde a criação do mundo” - Os que morrerem só ocuparão as suas moradas no Paraíso quando Jesus voltar: João 14:2,3 – “Na casa de meu Pai há muitas moradas. Se assim não fora, eu vo-lo teria dito. Pois vou preparar-vos lugar. E, quando eu for e vos preparar lugar, voltarei e vos receberei para mim mesmo, para que, onde eu estou, estejais vós também”
  18. 18. “ALMA” E “ESPÍRITO” – O QUE SIGNIFICAM ESSES TERMOS? Celso do Rosário Brasil Gonçalves 18 - Os heróis da fé ainda não alcançaram a promessa: Hebreus 11:39,40 - “Ora, todos estes que obtiveram bom testemunho por sua fé não obtiveram, contudo, a concretização da promessa, por haver Deus provido coisa superior a nosso respeito, para que eles, sem nós, não fossem aperfeiçoados” -Não precederemos os que “dormem” na entrada do Paraíso Celeste: 1Tessalonicensses 4:15 – “Ora, ainda vos declaramos, por palavra do Senhor, isto: nós, os vivos, os que ficarmos até à vinda do Senhor, de modo algum precederemos os que dormem” -A coroa da justiça só estará disponível aos crentes na segunda vinda: 2Timóteo 4:6-8 – “Quanto a mim, estou sendo já oferecido por libação, e o tempo da minha partida é chegado. Combati o bom combate, completei a carreira, guardei a fé. Desde agora a coroa da justiça me está guardada, a qual o Senhor, reto juiz, me dará naquele Dia; e não somente a mim, mas também a todos quantos amam a sua vinda” - O reencontro entre nós se dará por ocasião da ressurreição dos mortos: 2Coríntios 4:14 – “Sabendo que aquele que ressuscitou o Senhor Jesus também nos ressuscitará com Jesus e nos apresentará convosco” - Os mortos só obterão a misericórdia de Deus no futuro, “naquele Dia”: 2Timóteo 1:16-18 - “Conceda o Senhor misericórdia à casa de Onesíforo, porque, muitas vezes, me deu ânimo e nunca se envergonhou das minhas algemas; antes, tendo ele chegado a Roma, me procurou solicitamente até me encontrar. Senhor lhe conceda, naquele Dia, achar misericórdia da parte do Senhor. E tu sabes, melhor do que eu, quantos serviços me prestou ele em Éfeso” - A salvação do espírito é somente no “Dia do Senhor”: 1Coríntios 5:5 – “Entreguem esse homem a Satanás para a destruição da carne, a fim de que o espírito seja salvo no Dia do Senhor” - Os ímpios só serão punidos futuramente, no Dia do Juízo: 2Pedro 2:9 – “O Senhor sabe livrar da tentação os piedosos, e reservar os injustos para o dia do juízo para ser punido”
  19. 19. “ALMA” E “ESPÍRITO” – O QUE SIGNIFICAM ESSES TERMOS? Celso do Rosário Brasil Gonçalves 19 - Deus é o único a possuir a imortalidade: 1Timóteo 6:16 – “O único que possui, ele só, a imortalidade; que habita em luz inacessível, a quem homem algum jamais viu, nem é capaz de ver. A ele honra e poder eterno. Amém” - Para os homens, a imortalidade tem que ser buscada (porque não a possuímos): Romanos 2:7 – “E a vida eterna aos que, perseverando em fazer o bem, buscam glória, honra e imortalidade” - A imortalidade não é algo que já possuímos na forma da alma, mas sim algo que seremos revestidos, na ressurreição: 1Coríntios 15:51-54 – “Eis que eu lhes digo um mistério: Nem todos dormiremos, mas todos seremos transformados, num momento, num abrir e fechar de olhos, ao som da última trombeta. Pois a trombeta soará, os mortos ressuscitarão incorruptíveis e nós seremos transformados. Pois é necessário que aquilo que é corruptível se revista de incorruptibilidade, e aquilo que é mortal, se revista de imortalidade. Quando, porém, o que é corruptível se revestir de incorruptibilidade, e o que é mortal, de imortalidade, então se cumprirá a palavra que está escrita: A morte foi destruída pela vitória” Em termos simples, a morte é o contrário da vida. A Bíblia mostra isso em Eclesiastes 9.5 e 10: “Porque os vivos sabem que hão de morrer, mas os mortos não sabem coisa nenhuma, nem tão pouco eles têm jamais recompensa, mas a sua memória ficou entregue ao esquecimento. Tudo quanto te vier à mão para fazer, faze-o conforme as tuas forças, porque na sepultura para onde tu vais, não há obra, nem indústria, nem ciência, nem sabedoria alguma.” Isto significa que os mortos não podem fazer nada e não podem sentir nada. Não têm mais pensamento algum, conforme a Bíblia ensina: “Não confieis em príncipes, nem em filhos de homens, em quem não há salvação. Sai-lhes o espírito, e eles tornam-se em sua terra; naquele mesmo dia perecem os seus pensamentos” (Salmo 146.3,4).
  20. 20. “ALMA” E “ESPÍRITO” – O QUE SIGNIFICAM ESSES TERMOS? Celso do Rosário Brasil Gonçalves 20 O QUE É O ESPÍRITO? O corpo é formado de matéria, de pó. O espírito [ruach] é o que dá animação ao corpo, e assim tornamo-nos almas viventes (Gn.2:7). Sem o espírito em nós, o nosso corpo morto não passa de matéria (pó) inanimada, sem vida (Tiago 2.26). O que é o “espírito”, então? É exatamente aquilo que dá animação ao corpo, é a “vida” por assim dizer. Obviamente não tem parte nenhuma com algum outro “eu” que volta para Deus, mas representa tão somente a vida deixada nas mãos do Criador; é por isso que a Bíblia apresenta os animais com o mesmo espírito (ruach) possuído pelos humanos: Gênesis 6.17 – “Porque eis que eu trago um dilúvio de águas sobre a terra, para desfazer toda a carne em que há ESPÍRITO [ruach] de vida debaixo dos céus; tudo o que há na terra expirará”. (Versão Revista e Corrigida) Gênesis 6.17 - “Vou mandar um dilúvio para cobrir a Terra, a fim de destruir TUDO O QUE TEM VIDA; tudo o que há na Terra morrerá”. (NTLH - Nova Tradução na Linguagem de Hoje). Gênesis 7.21,22 - “E expirou toda a carne que se movia sobre a terra, tanto de ave como de gado e de fera, e de todo réptil que se roja sobre a terra, e todo homem, tudo o que tinha FÔLEGO [ruach] DE ESPÍRITO de vida em seus narizes, tudo o que havia na terra seca, morreu”. Gênesis 7.22 - “Tudo o que RESPIRA E TEM VIDA sobre a terra, tudo morreu...”. (Versão Matos Soares). Eclesiastes 3.19,20 - “Porque o que sucede aos filhos dos homens, isso mesmo também sucede aos animais, e lhes sucede a mesma coisa; como morre um, assim morre o outro; e todos têm o mesmo FÔLEGO [ruach], e a vantagem dos homens sobre os animais não é nenhuma, porque todos são vaidade. Todos vão para o mesmo lugar; todos foram feitos do pó, e todos voltarão ao pó”. Eclesiastes 3.19-20 - “... Tanto as pessoas como os animais morrem. O ser humano não leva nenhuma vantagem sobre o animal, pois OS DOIS TÊM DE RESPIRAR PARA VIVER... Pois tanto um como o outro IRÃO PARA O MESMO LUGAR, ISTO É, O PÓ DA TERRA. TANTO UM COMO O OUTRO VIERAM DE LÁ E VOLTARÃO PARA LÁ. Como é que alguém pode ter a certeza de que O SOPRO DE VIDA do ser humano vai para cima e que o SOPRO DE VIDA do animal desce para a terra?”
  21. 21. “ALMA” E “ESPÍRITO” – O QUE SIGNIFICAM ESSES TERMOS? Celso do Rosário Brasil Gonçalves 21 (Nova Tradução na Linguagem de Hoje). Gênesis 7.15 - “E entraram na arca de dois a dois de toda carne em que há um ESPÍRITO VIVO” (Young’s Literal Translation) Gênesis 7.15 - “... Toda espécie em que havia SOPRO DE VIDA” (Versão Matos Soares). Salmo 104.29 - “Escondes o teu rosto, e ficam perturbados, se lhes tiras A RESPIRAÇÃO, morrem, e voltam para o seu pó”. Salmo 104.29 - “... Se cortas A RESPIRAÇÃO que lhes dás, eles morrem e voltam ao pó de onde saíram.” (A Nova Tradução na Linguagem de Hoje) Salmo 103.29 - “... Tirar-lhe-ás o ESPÍRITO, e deixarão de ser, e voltarão ao seu pó”. (Versão de Matos Soares) Fica claro que “ESPÍRITO” significa “VIDA” e não um ser inteligente que sai do corpo na hora da morte. No livro de Apocalipse é lido que até uma imagem de escultura é dotada de espírito [pneuma, no grego] para tornar-se um ser animado: “E foi-lhe concedido que desse ESPÍRITO [Em grego: PNEUMA] à imagem da besta, para que também a imagem da besta falasse, e fizesse que fossem mortos todos os que não adorassem a imagem da besta” (Apocalipse 13.15 - João Ferreira de Almeida Versão Revista e Corrigida). “E foi lhe dado comunicar FÔLEGO (Em grego: PNEUMA) á imagem da besta, para que não só a imagem falasse, como ainda fizesse morrer quantos não adorassem a imagem da besta”. (Apocalipse 13.15 - João Ferreira de Almeida Versão Revista e Atualizada). “O segundo monstro recebeu poder de SOPRAR VIDA na imagem do primeiro, para que ela pudesse falar e matar todos os que não a adorassem”. (Apocalipse 13.15 – NTLH -Nova Tradução na Linguagem de hoje)
  22. 22. “ALMA” E “ESPÍRITO” – O QUE SIGNIFICAM ESSES TERMOS? Celso do Rosário Brasil Gonçalves 22 Aqui vemos que a imagem de escultura (um ser inanimado) foi dotada de espírito [pneuma] e assim foi dada animação [vida] à imagem. É mais do que óbvio que Deus não colocou uma “alma imortal” dentro da imagem e muito menos alguma entidade consciente que volta com personalidade e inteligência para Deus, mas simplesmente concedeu-lhe o fôlego da vida (ou vida, de acordo com a NTLH) para dar animação à imagem de pedra. É exatamente a mesma coisa que sucedeu aos seres humanos. A mesma coisa sucedeu a nós: Fomos formados do pó da terra, de matéria animada; até que Deus soprou em nós o espírito [vida] dando animação à matéria formada do pó – e assim o homem tornou- se uma alma [ser] vivente. O espírito é o que vem da parte de Deus e que dá animação a um elemento inanimado, tornando tal elemento em animado, concedendo-lhe vida. Quando as pessoas morrem, elas perdem a vida [espírito], tornam-se novamente em matéria inanimada (pó), é por isso que a Bíblia afirma que o espírito de todos retorna para Deus (Eclesiastes 12:7), pois as pessoas perdem a vida, voltam a ser pó. O motivo pelo qual os ídolos não serem vivos é decorrente do fato de não possuírem “ESPÍRITO” (RUACH = fôlego, respiração, sopro de vida ou vida): “... Eis que está coberto de ouro e de prata, mas no meio dele não há ESPÍRITO [ruach] algum” (Habacuque 2.19 – Versão Revista e Corrigida). “...Eis que está coberto de ouro e de prata, MAS NO SEU INTERIOR NÃO HÁ FÔLEGO [Ruach] NENHUM” (Habacuque 2.19 – Versão Revista e Atualizada) “... Ele está todo coberto de ouro e de prata, MAS É UMA COISA MORTA” (Habacuque 2.19 – Nova Tradução na Linguagem de Hoje). “Todo o homem se embruteceu e não tem ciência; envergonha-se todo o fundidor da sua imagem de escultura, porque sua imagem fundida mentira é, E NÃO HÁ ESPÍRITO [Ruach] NELAS”. (Jeremias 10.14 – Versão Revista e Corrigida). “Todo ourives é envergonhado pela imagem que ele esculpiu; pois as suas imagens são mentira, e nelas não há FÔLEGO [ruach]”. (Jeremias 10.14 – Versão Revista e Atualizada). “... Pois são deuses falsos, DEUSES QUE NÃO TÊM VIDA”. (Jeremias 10.14 – Nova Tradução na Linguagem de Hoje).
  23. 23. “ALMA” E “ESPÍRITO” – O QUE SIGNIFICAM ESSES TERMOS? Celso do Rosário Brasil Gonçalves 23 Vemos que, na Bíblia, os que não têm vida são descritos como sem “espírito-ruach”. Os ídolos são considerados como “sem vida” pelo fato de serem destituídos de espírito-ruach, que é o princípio animador de toda a vida. Quando um ídolo ganha animação, é descrito como constituído de “espírito- pneuma” (Apocalipse 13.15), porque passou a ter vida. Em outras palavras, o espírito é o poder capacitador de vida de qualquer ser vivente, mesmo quando se trata de ídolos ou de animais. Ele não é uma alma imortal, e nem algo que traz consigo imortalidade, consciência e personalidade após a morte, mas apenas a vida que possuímos em nossa jornada em nossa terrestre. Quando o espírito é retirado do ser humano, este volta para o pó da terra (Salmo 104.29; 146:4; Gênesis 3.19); quando o espírito concedido temporariamente àquela imagem lhe é retirado, volta a ser o que era antes: uma pedra inanimada. Os escritores bíblicos sabiam que a saída do espírito-ruach por ocasião da morte não significava a continuação da vida, mas sim a cessação dela: Jó 14.10-12 - “Porém, morto o homem, é consumido; sim, rendendo o homem o espírito, então onde está ele? Como as águas se retiram do mar, e o rio se esgota, e fica seco, assim o homem se deita, e não se levanta; até que não haja mais céus, não acordará nem despertará de seu sono”. Salmos 146:4 - “Quando o espírito deles se vai, eles voltam ao pó, e naquele dia perecem os seus pensamentos”. O Theological Dictionary of the New Testament, conhecido, entre nós como de Kittel, por ser este o nome do editor, sempre com sua prolixidade cansativa dedica ao estudo desta palavra 119 páginas. (Vol. VI, 333 a 451). Ele a define como sendo: (a) Vento (b) Respiração (c) Vida (d) O Princípio que dá vida física (e) O poder Criativo de Deus. W. E. Vine conforme seu Expository Dictionary of the New Testament Words: “Espírito é o princípio de vida dado ao homem por Deus.”
  24. 24. “ALMA” E “ESPÍRITO” – O QUE SIGNIFICAM ESSES TERMOS? Celso do Rosário Brasil Gonçalves 24 Esta definição é bem bíblica de acordo com Gênesis 2.7 e a declaração de São João 6.63, onde PNEUMA aparece como o princípio de vida. O SDABC Dictionary assim define espírito: “respiração, vento, elemento vital, mente”. pág. 1040. Lutero disse: “O pneuma é a parte mais elevada e nobre do homem, pois o capacita para captar as coisas incompreensíveis, invisíveis e eternas, em suma, é a morada em que a fé na Palavra de Deus se sente em casa.” O espírito foi também definido como o ponto de contato entre Deus e o homem. QUAL É A DIFERENÇA ENTRE ESPÍRITO E ALMA? Espírito é o princípio de vida – é geral. Alma é individual, pessoal. A International Standard Bible Encyclopedia faz a seguinte distinção: “O espírito – pneuma é o sopro do fôlego de Deus na criatura, o princípio de vida proveniente de Deus. A alma – psiquê é a possessão individual do homem, o que distingue um homem de outro e da natureza inanimada”. “A alma (psiquê) é o homem, a ser vivo e consciente; é a força sensitiva, é a vida mesma”. “O espírito (pneuma) é a vida em ação, é seu elemento agente, é sua força pensativa, é seu caráter”. A alma humana, ao morrer, não volta para Deus. Porque a alma humana é o próprio homem, e o homem nunca esteve no Céu com Deus. De acordo com a Bíblia, o lugar aonde o homem volta na morte é o pó da terra do qual seu corpo fora feito: “... Você foi feito de terra e vai virar terra outra vez” (Gênesis 3.19 – Nova Tradução na Linguagem de Hoje). “Peço-te que te lembres de que como barro me formastes, e de que AO PÓ ME FARÁS TORNAR” (Jó 10.9) Figura 1 - PINTURA SIMBOLIZANDO "A ALMA" SENDO LEVADA PARA O CÉU.
  25. 25. “ALMA” E “ESPÍRITO” – O QUE SIGNIFICAM ESSES TERMOS? Celso do Rosário Brasil Gonçalves 25 Pneuma corresponde ao hebraico Ruach, que é usada no Velho Testamento 377 vezes, sendo quase sempre traduzido por espírito, vento ou respiração. Ruach é traduzida da seguinte maneira: (a) Sopro – 33 vezes – Ezequiel 37.5 (b) Vento – (respiração) – 117 vezes – Gênesis 8.1 (c) Espírito – 76 vezes – Juízes 15.19 (d) Vida – 25 vezes – Salmo 146.4 (e) Fôlego – 9 vezes – Ezequiel 11.5 (f) Espírito de Deus – 94 vezes – Isaías 63.10 (g) Sede das emoções – 3 vezes – I Samuel 1.15. Espírito (pneuma) é mais usada no Novo Testamento do que a palavra alma (psiquê), pois ali se encontra 220 vezes; sendo na língua inglesa traduzida por 16 palavras diferentes. Pelas afirmações anteriores concluímos que as palavras “nephesh” (755) e “ruach” (377) no hebraico e “psiquê” (105) e “pneuma” (220), no grego, ocorrem cerca de 1.460 vezes no texto original. II. Comentários sobre Essas palavras É importante enfatizar que se a Bíblia declara que tanto “Nephesh” como “psiquê” podem morrer, como declaram as passagens de Ezequiel 18.4; Apocalipse 16.3 e Atos 3.23. Há aqui a prova máxima de que estes vocábulos não indicam que a pessoa possa ter uma existência consciente e independente após a morte. A palavra nephesh usada em Gênesis 2.7 é também empregada para designar a condição do animal em Gênesis 1:20, 21, 24; 2.19 (Tradução Revista e Corrigida de Almeida). A afirmação de Gên. 2:7 é importante para nós: “Então formou o Senhor Deus ao homem do pó da terra (isto é o corpo), e lhe soprou nas narinas, o fôlego de vida (chamado espírito), e o homem passou a ser alma vivente.” A combinação do sopro (fôlego) e do corpo resultou em uma alma vivente. Aqui
  26. 26. “ALMA” E “ESPÍRITO” – O QUE SIGNIFICAM ESSES TERMOS? Celso do Rosário Brasil Gonçalves 26 não existe a declaração que foi dada ao homem uma alma vivente, mas que ele se tornou uma alma vivente. O que precisa ser bem frisado desta declaração é que a pessoa é uma alma, e não que a pessoa tem uma alma. Ponderará alguém: Mas há muitas expressões na Bíblia, como “minha alma”, “tua alma”, “sua alma”, “a alma deles”, que parecem indicar que a pessoa tem uma alma. Estas expressões, na maioria dos casos, são usadas para substituir os pronomes pessoais correspondentes. Seriam peculiaridades ou substituições literárias, como em português, minha alma = me, tua alma = te, a alma deles = eles ou lhes. No Salmo 7:2 temos esta confirmação: “Para que ele não arrebate a minha alma como leão…” significa: Para que ele não me arrebate como leão… Outros exemplos bíblicos da palavra alma usada como pronomes pessoais nós os temos em Mateus 11.29 – “. . . e achareis descanso para vossas almas” (isto é, para vós); II Coríntios 12.15 – “Eu de boa vontade me gastarei e ainda me deixarei gastar em prol das vossas almas.” É evidente que aqui significa em favor de vós. João comumente emprega a palavra alma (psiquê) para designar o princípio da vida natural (João 10.11,15; 13.37; 15.13; 1 João 3.16; Apocalipse 8.9; 12.11; 16.3). Em todas as passagens, excetuando-se a última a palavra yujkhv – psiquê está traduzida por vida na tradução de Almeida – Edição Revista e Atualizada no Brasil. Em Apocalipse 16.3 foi traduzida por ser vivente (ALMA VIVENTE – EDIÇÃO REVISTA E CORRIGIDA). Há dois excelentes exemplos bíblicos, um de João e outro de Lucas onde a palavra original psiquê foi adequadamente traduzida por vida: João 10.11 – “Eu sou o bom pastor. O bom pastor dá a vida pelas ovelhas.” Atos 20:24 – “Porém, em nada considero a vida preciosa para mim mesmo…” Frequentemente a Bíblia usa alma em nosso sentido de coração, como acontece nas passagens de Lucas 1.46; 2.35, S. João 10.24 e Atos 14.2. The Interpreter’s Dictionary of the Bible ao estudar a palavra alma nos informa que este vocábulo frequentemente está impregnado da filosofia platônica e de ideias gnósticas. Afirma ainda que no Velho Testamento nunca significa a alma imortal, mas é essencialmente o princípio de vida, o ser vivo. Se você quiser compreender melhor como todos os sistemas religiosos anticristãos criam na imortalidade da alma e assim influenciaram o mundo cristão, leia, se possível, o artigo – “A idéia da Imortalidade em Tempos Remotos”, de Arnaldo B. Christianini, escrito no Ministério Adventista, Novembro-Dezembro, 1962, págs. 23 a 24. O SDAB Dictionary consigna na página 1.037: “A ideia de que ‘alma’ pode ter existência sensível separada do corpo ou que ela possui uma essência imortal é totalmente estranha à Bíblia”. Podemos afirmar seguramente que o estudo dos vocábulos alma e espírito revela que nem uma vez trazem em si a mais remota ideia de eternidade. Valter R. Martin no livro The Truth About Seventh Day Adventism, pág. 130 concorda plenamente cem a crença adventista ao declarar: “O estudo minucioso de todos os adjetivos usados nas Escrituras
  27. 27. “ALMA” E “ESPÍRITO” – O QUE SIGNIFICAM ESSES TERMOS? Celso do Rosário Brasil Gonçalves 27 para qualificar a palavra ‘espírito’ da maneira como é aplicada ao homem, indica que nenhum deles deixa transparecer a mínima ideia de imortalidade”. Onde quer que a Bíblia empregue a palavra “alma”, nunca se refere a alguma coisa que vive à parte do homem. Pneuma e os Escritos Paulinos A palavra pneuma (espírito) apresenta uma grande gama de significados como pode ser comprovado pelos escritos paulinos. Merecem destaque estes: (a) Hálito ou sopro de Deus – II Tessalonicenses 2.8. (b) A alma humana tomada pela pessoa em geral – I Coríntios 16.18. (c) A alma como intelectiva ou a consciência – I Coríntios 2.11. (d) Anjos e demônios – Hebreus 1.14; Efésios 2.2; I Timóteo 4.1. (e) Aplica-se como apelativo a Cristo – II Coríntios 3.17. (f) A divina natureza de Cristo – Romanos1.4. (g) A terceira pessoa da Trindade – Romanos 8.9-11; I Coríntios 2.8-12. Interessante é notar que o apóstolo Paulo emprega apenas 12 vezes a palavra psiquê, que deveriam ter os seguintes significados de acordo com o original: (a) Seis vezes como o significado de vida – Romanos 11:3; 16:4; I Coríntios 15:45; II Coríntios 1:23; Filipenses 2:30; I Tessalonicenses 2:8. (b) Três indicam desejo – Efésios 6:6; Filipenses 1:27; Colossenses 3:23. (c) Uma vez indica emoção – I Tessalonicenses 5:23. (d) Dois exemplos são pessoais – Romanos 2:9; 13:1.
  28. 28. “ALMA” E “ESPÍRITO” – O QUE SIGNIFICAM ESSES TERMOS? Celso do Rosário Brasil Gonçalves 28 A palavra pneuma, que aparece 220 vezes em o Novo Testamento, como já foi afirmado, é usada 91 vezes para denominar o Espírito Santo. (01) ESPÍRITO – SIGNIFICANDO FACULDADES MORAIS – ÍNDOLE – CARÁTER – PENSAMENTO – SENTIMENTO Salmo 51:10 – ―Cria em mim, ó Deus, um coração puro, e renova em mim um espírito (caráter, índole) reto. Lucas 1:17 – ―E irá adiante dele no espírito (caráter) de Elias... I Coríntios 4:21 – ―Que quereis? Irei ter convosco com vara ou com amor e espírito (sentimento) de mansidão. Filipenses 1:27 ―...quer vá e vos veja... e ouça acerca de vós que estais num mesmo espírito (pensamento), combatendo juntamente... pela fé do evangelho. E mais estes textos: II Tes. 2:2; Rom. 1:9; 7:6, etc. (02) ESPÍRITO – SIGNIFICANDO SABEDORIA – DISCERNIMENTO – RACIOCÍNIO – CONHECIMENTO Lucas 1:80 – ―E o menino crescia, e se robustecia em espírito (conhecimento)... Mateus 5:3 – ―Bem-aventurados os pobres de espírito (raciocínio), porque deles é o reino dos Céus. E mais estes textos: Êxodo 31:3; Números 14:24, etc. (03) ESPÍRITO – SIGNIFICANDO – ÂNIMO – ENERGIA Gênesis 45:27 – ―Porém, havendo-lhe eles contado todas as palavras de José... reviveu o espírito (ânimo) de Jacó. Jó 17:1 – ―O meu espírito (energia, ânimo) se vai consumindo... Salmo 143:7 – ―Ouve-me depressa, ó Senhor; o meu espírito (ânimo) desfalece; não escondas de mim Tua face... Juízes 15:19 – ―Então o Senhor fendeu a caverna que estava em Leí, e saiu dela água; e bebeu, e o seu espírito (ânimo) tornou, e reviveu...
  29. 29. “ALMA” E “ESPÍRITO” – O QUE SIGNIFICAM ESSES TERMOS? Celso do Rosário Brasil Gonçalves 29 Mais estes textos: I Samuel 30:12; Provérbios 15:13; 17:22; Ezequiel 18:31; Daniel 7:15; Ageu 1:14, etc. (04) ESPÍRITO – SIGNIFICANDO FÔLEGO – RESPIRAÇÃO – SOPRO Gênesis 7:15 – ―E de toda a carne, em que havia espírito (fôlego) de vida, entraram de dois em dois para Noé na Arca. Jó 14:10 – ―Mas, morto o homem é consumido; sim, rendendo o homem o espírito (fôlego), então onde está? Eclesiastes 12:7 – ―E o pó volte à terra como era, e o espírito (fôlego) volte a Deus, que o deu. Lucas 8:55 – ―E o seu espírito (fôlego, respiração) voltou, e ela logo se levantou; e Jesus mandou que lhe dessem de comer. Mais estes textos: Jó 27:3; Apocalipse 11:11, etc. (05) ESPÍRITO – SIGNIFICANDO – VIDA Jó 12:10 – ―Que está na sua mão a alma (vida) de tudo quanto vive; e o espírito (vida) de toda carne humana. Apocalipse 13:15 – ―E foi-lhe concedido que desse espírito (vida) à imagem da besta... (06) ESPÍRITO – SIGNIFICANDO – ANJO Atos 8:26, comparar com o verso 29; Hebreus 1:13-14, etc. (07) ESPÍRITO – SIGNIFICANDO O ESPÍRITO DE DEUS Gênesis 1:2; Isaías 44:3; 61:1; I Coríntios 6:19, e mais 301 textos. OBSERVAÇÃO – Das 283 passagens bíblicas sobre ―espírito‖ (excetuando-se as 305 que mencionam espírito – Poder Divino), e nas conotações apresentadas, nada há indicativo de que sai de dentro do homem algo que tenha forma e se identifique como um ser – vaporoso, translúcido, silhuético ou fantasmagórico. IMPORTANTE – Conquanto haja nas Escrituras estas variadas formas em que alma e espírito são empregados, não há em nenhuma delas qualquer indício que signifiquem uma ―entidade abstrata que sobrevive à matéria‖. Não há na Bíblia nenhum texto que autorize a doutrina de uma alma ou um espírito imortais. Só Deus é imortal. I Tim. 1:17; 6:16.
  30. 30. “ALMA” E “ESPÍRITO” – O QUE SIGNIFICAM ESSES TERMOS? Celso do Rosário Brasil Gonçalves 30 Explicação de Algumas Passagens Há duas passagens bíblicas, onde quase sempre psiquê é traduzida por alma, porém não deveria sê-lo: a) S. Luc. 12:19 – “Então, direi à minha alma: Tens em depósito muitos bens para muitos anos; descansa, come e bebe, e regala-te.” Neste texto, psiquê está empregada no sentido de pessoa, isto é, uma pessoa falando consigo mesmo. b) S. Luc. 12: 20. Neste verso lemos: “Louco, esta noite te pedirão a tua alma. . .” Entende-se que a pessoa iria morrer, logo psiquê deveria ser traduzida por vida. A prova é que nos versos 22 e 23 psique foi traduzida por vida. c) Comentários sobre Mateus 10:28 – “Não temais os que matam o corpo e não podem matar a alma: temei antes aquele que pare fazer perecer no inferno tanto a alma como o corpo.” O contexto desta passagem muito nos ajuda em Sua exegese. Jesus está admoestando os discípulos para enfrentarem as perseguições que viriam, com o risco de tirar- lhes a própria vida. Os versos 23, 25 e 26 nos dão esta ideia. A admoestação de Cristo culmina com as palavras: “Não temais os que matam o corpo, mas não podem matar a alma.” Esta declaração de Cristo queria dizer o seguinte: Eles não deveriam temer os perseguidores que poderiam no máximo tirar-lhes a vida terrestre; mas não podiam evitar a ressurreição para a vida eterna. Temei antes aquele que pode fazer perecer na geena tanto a alma como o corpo. Em outras palavras, com este verso Jesus nos quis ensinar que os homens aqui poderão terminar com a nossa vida, mas quem tem a vida nas Suas mãos é Deus que pode terminar com toda a possibilidade da existência no dia do juízo final. O temor deveria ser no sentido de a pessoa não estar preparada para a morte, pois isto significaria a perda da vida eterna. Este texto, como se encontra nesta tradução, que não é boa, por traduzir geena por inferno e psiquê por alma, contradiz o conceito dos imortalistas, pois se a alma pode perecer ela não é imortal. A tradução carreta deste verso seria: “Não temais os que matam o corpo, mas não podem matar a vida eterna, temei antes, aquele que pode fazer perecer na geena tanto corpo como a vida eterna.
  31. 31. “ALMA” E “ESPÍRITO” – O QUE SIGNIFICAM ESSES TERMOS? Celso do Rosário Brasil Gonçalves 31 d) O “Espírito” que volta para Deus de Ecles. 12:7. Aqui está a descrição bíblica do que acontece ao homem quando ele morre. Mas o que é esse espírito que retorna a Deus? Uma passagem do Novo Testamento nos elucida. Tiago 2:26 – “Porque, assim como o corpo sem espírito é morto, assim também a fé sem obras é morta.” Tiago nos diz que o espírito é que mantém o corpo vivo. Há traduções bíblicas que trazem em vez de espírito – fôlego ou sopro de vida, como aparece na tradução bíblica dos monges beneditinos (Editora Ave Maria). “Antes que a poeira retorne à terra para se tornar o que era; e antes que o sopro de vida retorne a Deus que o deu”. O livro Consultoria Doutrinária, da Casa Publicadora Brasileira, págs. 93-94 assim explica este verso: “Esse fôlego, dado por Deus a todos os homens, bons e maus, e aos animais é recolhido por Deus. Por ocasião da morte, Deus recolhe o fôlego da criatura, para reintegrá-lo no ar, a fim de que na ressurreição Ele proceda de novo como na criação: fará assoprar o fôlego do ar para as narinas dos ressuscitados. Lemos em Ezeq. 37:9 e 10: ‘Assim diz o Senhor Deus: Vem dos quatro ventos, ó espírito, e assopra sobre estes mortos, para que vivam. . . E o espírito (ou fôlego) entrou neles e viveram e se puseram em pé, um exército sobremodo numeroso’. Tal ocorrerá na ressurreição final. O homem não tem poder para reter seu fôlego. Cristo e Estêvão, ao expirarem, pediram a Deus que lhes recebesse o fôlego”. As duas palavras, fôlego e espírito, são sinônimas e são usadas na Bíblia uma em lugar da outra. e) Gên. 35.18 – “Ao sair-lhe a alma (porque morreu), deu-lhe o nome de Benoni; mas seu pai lhe chamou Benjamim.” Esta passagem tem sido muito citada pelos defensores da ideia de que a alma tem existência separada do corpo. A palavra Nephesh usada neste texto tem o significado de vida, por isso a frase deveria ser traduzida: “como sua vida estava saindo”. As Palavras: Imortal e Imortalidade na Bíblia Conforme SDA Bible Commentary, pág. 502 são estas as referências: I. “A palavra imortal é usada duas vezes na Bíblia, referindo-se a Deus. a) I Timóteo 1:17 – “Assim, ao Rei eterno, imortal.. .”
  32. 32. “ALMA” E “ESPÍRITO” – O QUE SIGNIFICAM ESSES TERMOS? Celso do Rosário Brasil Gonçalves 32 b) Romanos 1:23 – “e mudaram a glória do Deus incorruptível. ..” – A Revised Standard Version traduz por imortal. II. Imortalidade – grego athanasia – que nunca morre, ocorre apenas 5 vezes no texto sagrado: (a) I Timóteo 6:16 – “o único que possui imortalidade” = Deus. (b) Romanos 2:7 – O cristão é descrito como buscando a imortalidade. (c) II Timóteo 1:10 – Cristo nos trouxe a imortalidade. (d) I Coríntios 15:53 – Com a segunda vinda de Cristo os justos ressuscitados receberão a imortalidade. (e) I Coríntios 15:54 – “O corpo mortal se revestirá da imortalidade”. Se a Bíblia não ensina que o homem é imortal como apareceu esta crença? Se nos reportarmos ao capítulo 3 de Gênesis encontraremos cabal resposta para esta indagação. O diabo através da serpente disse á mulher: “É certo que não morrereis”. Gên. 3:4. Satanás continua ensinando através dos séculos, de maneira insidiosa e constante, que o homem não morre. Este ensino originado com o diabo continua tendo extraordinário sucesso, desde que é aceito por quase toda a humanidade, porém ele se opõe aos claros ensinos das Santas Escrituras, que declaram que o homem que poderia ter vivido para sempre se não pecasse, caiu sob a condenação da morte por ter pecado, tornando-se no momento em que pecou portanto mortal (Jó 4:17; Rom. 6:12; 8:11; I Cor. 15:53-54; II Cor. 4:11). A advertência de Pedro (I Pedro 5:8) para os seus dias, continua muito válida para nós hoje. e) I Coríntios 5:5 ―Seja entregue a Satanás para destruição da carne, para que o espírito (caráter) seja salvo no dia do Senhor Jesus. O apóstolo está corrigindo a ―complicada‖ Igreja de Corinto. Nos versos 3 e 4 menciona dois outros ―espíritos que, com mais este do verso 5, precisam ser entendidos corretamente, pois Paulo não está dizendo que o homem tem duas ―coisas que podem ser divididas, uma para Satanás, outra para Deus. Evidentemente, Paulo está realçando aqui a lúcida doutrina da ressurreição. O ―dia do Senhor Jesus é a Sua segunda vinda, quando então serão ressuscitados todos os salvos, com a restituição do fôlego de vida, já que este lhes foi retirado ao morrerem. Efetivamente, na morte ocorre o que é simples e fácil de se entender. A ―carne (pó, corpo, barro) volta ao pó, e o espírito (fôlego de vida) volta a Deus. O
  33. 33. “ALMA” E “ESPÍRITO” – O QUE SIGNIFICAM ESSES TERMOS? Celso do Rosário Brasil Gonçalves 33 caráter do homem é que será salvo, e isto é comprovado no fato de que, ao ressuscitar, virá à sua memória, de imediato, os últimos pensamentos, com os quais morrera. Na ressurreição, Deus volta a recompor o homem, agora com um corpo glorificado; devolve-lhe a mesma vida (fôlego) que o faz recuperar sua capacidade intelectiva e moral. O espiritismo diz que o corpo é o ―invólucro ou cadeia‖ da alma. Que há ―evolução do espírito e ―espíritos desencarnados. – Evangelho Segundo o Espiritismo, Allan Kardec. O Professor A. Gilberto, do Instituto Bíblico Pentecostal, ensina que: O corpo é a ―bainha‖ da alma. Que há ―gradação (―progressão por graus sucessivos – Delta Larousse) da alma, e que a alma ―sobrevive à matéria. Estudos Elaborados, do Professor A. Gilberto, p. 2. Ora, não é exatamente o que ensina o espiritismo? Claro que sim! Só que com nomes diferentes! Conclusão: Embora a Bíblia nada ensina sobre uma alma ou espírito consciente que sobrevive após a morte do corpo, ela fala muito sobre a vida após a morte. Nenhuma distinção é feita entre a maneira da morte do justo ou do ímpio. Assim como morre um morre o outro. Mas há uma diferença cardeal com relação ao futuro dos justos e dos ímpios mortos. Todos permanecem no pó até o tempo da ressurreição. Então viverão novamente para enfrentar as consequências de suas escolhas durante o tempo de vida. João 5:28, 29; 1Tes. 4:16, 17. Os que aceitaram a oferta de Cristo de vida eterna e imortalidade a receberão por ocasião da vinda do Senhor. Os que rejeitaram esta oferta não podem receber vida de nenhuma outra fonte. (João 1:4; 3:16; 17:2; I João 5:12). O que é verdadeiro para o homicida mencionado em I João 3:15 é verdadeiro para qualquer pecador que não aceite a Cristo como Seu Salvador. ‘Aquele que tem o Filho tem a vida’. l João 3:15. Literalmente a expressão diz: ‘tem a vida’, e se refere à ‘vida eterna’ de I João 5:11. Esta vida começa com o novo nascimento do cristão (João 3:7), e continua pela eternidade. I João 3: 14; 5:11, 12; S. João 1:4; 5:24; 10:28; 12:25. Aquele que é vitorioso em Cristo nunca perde este dom. Morte, dissolução física, e sono inconsciente até a ressurreição não elimina o dom da vida por Cristo. Para os mortos que dormem não há consciência do lapso de tempo entre a morte e a ressurreição. O conceito de que a imortalidade da alma está sobrevivendo após a morte do homem, como um espírito sensível e inteligente, com uma existência separada do corpo, penetrou durante o período intertestamentário, através da influência da filosofia grega, sobre o pensamento judeu. Durante os três primeiros séculos DC, a teologia cristã adotou a idéia da mesma origem, especialmente de Platão. Segundo o historiador grego, Heródoto, os gregos tomaram emprestado este conceito dos egípcios. O conceito popular é base para várias doutrinas tal como a ideia de que após a morte o homem vai para o céu, purgatório ou inferno, e que os perversos vão ser queimados eternamente. As Escrituras ensinam
  34. 34. “ALMA” E “ESPÍRITO” – O QUE SIGNIFICAM ESSES TERMOS? Celso do Rosário Brasil Gonçalves 34 que somente Deus é imortal, ou tem a imortalidade (I Tim. 6:16), que o homem pode alcançar a imortalidade somente por Cristo ( S. João 3:16; II Tim. 1:10), que o homem recebe esta dádiva quando aceita a Cristo (I João 5:10-12) e que esta imortalidade será concedida aos salvos simultaneamente na ressurreição e na segunda vinda de Cristo (Rom. 2:7, 8; I Cor. 15:20-26, 21-54). Se cremos no que a Bíblia ensina quanto a este assunto, precisamos aceitar: 1º) Que haverá uma ressurreição – I Cor. 15; I Tess. 4:13-17. 2º) Que se processará um julgamento final – Atos 17:31. Haveria necessidade da ressurreição se ao morrer a pessoa já recebesse a sua recompensa? Qual a necessidade do julgamento se a pessoa já se encontra no Paraíso gozando das bênçãos de Deus?

×