1
MARKETING NAS REDES SOCIAIS
SIMONE ANGELA MENEGASSI
RESUMO
Atualmente as redes sociais virtuais é um fenômeno que permit...
2
A internet representa o mais desafiador meio de comunicação de marketing da história. Possui
características únicas, inc...
3
O que ligam as pessoas na sociedade são as diferentes relações que são desenvolvidas durante uma
vida toda, tanto na fam...
4
consumidores em potencial e também direcionar esforços em
campanhas de marketing mais efetivas. Logo se pretendia coleta...
5
Ao término desse trabalho podemos perceber o quanto as redes sociais têm o poder de influenciar
na vida das pessoas, pro...
6
TAFNER, Elisabeth Penzlien; DA SILVA, Everaldo. Metodologia do Trabalho Acadêmico.
Indaial: Asselvi, 2008.
WEIGEND, Andr...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

3 marketing nas redes sociais

421 visualizações

Publicada em

artigo

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
421
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
271
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

3 marketing nas redes sociais

  1. 1. 1 MARKETING NAS REDES SOCIAIS SIMONE ANGELA MENEGASSI RESUMO Atualmente as redes sociais virtuais é um fenômeno que permite um amplo relacionamento entre empresas e clientes, com a inserção das redes determina-se um melhor compartilhamento de informações e conhecimentos. O objetivo do trabalho é mostrar a importância desse novo tipo de marketing, onde as redes sociais têm total poder de influencia em técnicas já existentes, e também como criam outras inovadoras, que se adéquam cada vez mais a nossa realidade. Palavras-chave: Redes sociais. Compartilhamento. Inovação. ADSTRAC Currently the virtual social networking is a phenomenon that allows a broad relationship between businesses and customers, with the inclusion of networks determines a better sharing of information and knowledge. The objective is to show the importance of this new type of marketing, where social networks have full power to influence in existing techniques, as well as create other innovative, that are increasingly suited to our reality. Keywords: Social Networks. Sharing. Innovation. INTRODUÇÃO A crescente evolução do Marketing permite que ele se aplique de várias formas e maneiras, para todos os tipos de público, o que é bem diferente do que acontecia a cerca de 50 anos atrás, onde ele era utilizado somente em empresas. Atualmente uma das formas mais novas onde podemos encaixá- lo é como difusor de propagandas, e isso ocorrem principalmente por meio das redes sociais. Segundo Kotler; Keller( 2005, p. 2) o marketing está por toda a parte. Formal ou informalmente, pessoas e organizações envolvem-se em um grande número de atividades que poderiam ser chamadas de marketing. O bom marketing tem se tornado um ingrediente cada vez mais indispensável para o sucesso nos negócios. Afetando profundamente nossa vida cotidiana. Ele está em tudo o que fazemos – das roupas que vestimos aos sites em que clicamos, passando pelos anúncios que vemos.
  2. 2. 2 A internet representa o mais desafiador meio de comunicação de marketing da história. Possui características únicas, incluindo individualidade e interatividade – diálogo, reação e seleção própria de audiência. Monye; Mayer (2000 apud GAULKE, 2011, p.161). As redes sociais surgiram no final do século XX, com função de facilitar o relacionamento entre pessoas de diferentes sistemas e níveis sociais. Atualmente elas funcionam em níveis diferentes, dividindo em redes de relacionamento, redes profissionais, redes políticas, redes comunitárias, etc. As redes sociais, segundo Marteleto (2001, p.72), representam “[...] um conjunto de participantes autônomos, unindo idéias e recursos em torno de valores e interesses compartilhados”. A autora ressalta, ainda, que só nas últimas décadas o trabalho pessoal em redes de conexões passou a ser percebido como um instrumento organizacional, apesar de o envolvimento das pessoas em redes existir desde a história da humanidade. A noção de rede remete primitivamente à noção de capturar a caça. “Por transposição, a rede é assim um instrumento de captura de informações” (FANCHINELLI; MARCON; MOINET, 2004). E esse mesmo enfoque é acentuado por Capra (2002, p.267), quando delineia a importância das redes organizacionais: [...] na era da informação – na qual vivemos – as funções e processos sociais organizam-se cada vez mais em torno de redes. Quer se trate das grandes empresas, do mercado financeiro, dos meios de comunicação ou das novas ONGs globais, constatamos que a organização em rede tornou-se um fenômeno social importante e uma fonte crítica de poder. Para Machado (2009, pag.45), existem três fatores motivadores principais na formação de redes sociais:  As pessoas: partindo do pressuposto da atração em torno de uma personalidade carismática ou de alguém que disponha de um conhecimento que interessa a outros;  As idéias: troca de idéias de interesses diversos, pode ser um grupo de estudos temáticos, podendo ser um agrupamento de pessoas em torno de um tema polemico;  Os projetos: empreendimento temporário ou uma seqüência de atividades com começo, meio e fim, que tem por objetivo oferecer um produto singular, que contribua, para o crescimento pessoal, profissional e educacional de todo o grupo;
  3. 3. 3 O que ligam as pessoas na sociedade são as diferentes relações que são desenvolvidas durante uma vida toda, tanto na família, quanto no trabalho, na escola e na sua comunidade, podemos dizer então que essas relações é o que fortalece a esfera social, estruturando assim uma sociedade em rede. Por serem um mecanismo dinâmico, as redes sociais, tem funcionado como espaços onde há um total compartilhamento de conhecimento e informações, onde pode haver uma troca de experiências, que criam bases, e informações relevantes para todo e qualquer setor de atividades. O Marketing na Web, não é nada mais que marketing de produtos na internet, os sites são cadastrados na internet pelos profissionais da área, deixando os sistemas automáticos para que cada buscador utilize-os de acordo com o que necessita. E-commerce, ou comércio eletrônico, é a forma on-line de compra e venda. Ou seja, pela Internet, você pode adquirir os mais diversos produtos e serviços disponíveis na grande rede por meio das lojas virtuais. Você pesquisa, escolhe, especifica características — modelo, tamanho, cor, periodicidade — e a forma de pagamento. Depois, recebe, dentro de um prazo determinado, o produto ou serviço diretamente em sua casa. (http://www.educacional.com.br/vidainteligente/clickdigital02/e- commerce.asp). Segundo O’Brien (2004), as empresas utilizam o e-commerce para muito mais do que apenas a mera compra e venda online de produtos; ele também envolve o processo de desenvolvimento, marketing, vendas, entrega, atendimento e pagamento dos produtos e serviços negociados com os clientes. Ainda segundo O’Brien (2004), pode-se definir alguns fatores-chave que precisam ser otimizados para garantir o sucesso do varejo eletrônico, sendo eles: seleção e preço, desempenho e eficiência do atendimento, aparência e impressão causada pelo site, propaganda e incentivos à compra, atenção pessoal, relações comunitárias, segurança e confiabilidade. Inicialmente foi proposto a criação de uma ferramenta que análise as informações contidas nas redes sociais, no caso específico o Orkut, assim auxiliando as empresas a conhecer o perfil de seus
  4. 4. 4 consumidores em potencial e também direcionar esforços em campanhas de marketing mais efetivas. Logo se pretendia coletar, dados d ferramenta Orkut, para através dos perfis encontrados, poder oferecer produtos. Porém foi encontrado fatores, os quais fazem com que não seja viável utilizar aferramenta Orkut, esses fatores são: dados com muitos ruídos, dados confusos, dados de difícil manipulação, dados incompletos, dados inverídicos. O Acesso a esse dados não justificaria o seu uso, pelo fato dos dados serem privados pela empresa chamada gogle, assim as metodologias para acessar esses dados não estão disponíveis na internet, só metodologias fora do padrão. Tendo em vista essas dificuldades encontradas foi descartado essa proposta de utilização e coleta doa dados do Orkut. Então ao invés de carregar os dados desse sistema, foi criado um cadastro com dados que possa identificar determinados tipos e perfis de usuário. O controle sobre esses dados cadastros é completo, diferente se fossem coletados do Orkut. Isso fará a ferramenta trabalhar de uma maneira mais rápida do que trabalhar com bases externas, as quais possuem ruídos e problemas. Esse cadastro possui dados obrigatórios, pois o mesmo nos iram auxiliar diretamente para realização das vendas inteligentes. Basicamente o sistema funciona da seguinte maneira: a pessoa cria uma conta, com seus dados, cadastrando login e senha, assim através de sua conta de e-mail do Gmail ela poderá carregar os seus amigos do Gmail. Existem 2 formas, de trabalhar: primeira a partir da criação de produtos e campanhas de venda, envio gratuitos, para todos seus amigos e ele envia para as pessoas cadastradas no sistema que se encaixarem com esse perfil, com uma técnica de inteligência artificial (http://kk.convdocs.org/docs/index-18459.html ) O crescente aumento do marketing das redes sociais permite as empresas captar, medir e conectar dados, para que possam se desenvolver cada vez mais, de uma forma contínua e acelerada. CONCLUSÃO
  5. 5. 5 Ao término desse trabalho podemos perceber o quanto as redes sociais têm o poder de influenciar na vida das pessoas, propagando informações de conhecimento e oportunizando desenvolvimento de inovações. Por meio da literatura podemos concluir que as redes são movimentadas por interações, que representam relações econômicas, sociais, de trabalho, etc., facilitando o compartilhamento de conhecimentos e informações. As redes sociais são divididas em grupos, que geralmente são definidos pela própria rede, isso ocorre porque as pessoas que fazem parte das redes estão envolvidas com as mesmas temáticas. Atualmente as redes são de total relevância nos contexto das organizações, pois é um dos formatos mais adequados para que as mesmas possam promover um aprendizado intensivo na geração de conhecimentos e inovações. A necessidade de boas informações é iminente as organizações e aos indivíduos. REFERÊNCIAS CAPRA, Fritjof. As conexões ocultas: ciência para uma vida sustentável. São Paulo: Cultrix, 2002 FRANCHINELLI, Ana Cristina; MARCON, Christian; MOINET, Nicolas. A prática da gestão de redes: uma necessidade estratégica da sociedade da informação. Disponível em:<http://www.comciencia.br/ reportagens/socinfo/info14.htm>. Acesso em: 05 jul. 2013. GAULKE, Johnny Francis. Marketing Industrial e de Serviços. Indaial: UNIASSELVI, 2011. http://kk.convdocs.org/docs/index-18459.html <Acesso em: 05 jul. 2013> http://www.educacional.com.br/vidainteligente/clickdigital02/e-commerce.asp < Acesso em: 05 jul. 2013> KOTLER, Philip; KELLER, Kevin Lane. Administração de Marketing. São Paulo: Prentice Hall, 2005. LEMOS, Cristina. Inovação na era do conhecimento. In: LASTRES, Helena M. M.; ALBAGLI, Sarita (Org.). Rio de Janeiro: Campus, 1999. cap. 5, p. 122-144. MARTELETO, Regina Maria. Análise de redes sociais: aplicação nos estudos de transferência da informação. Ciência da Informação, Brasília, v. 30, n. 1, p. 71-81, jan./abr. 2001. MACEDO, Tonia Marta Barbosa. Redes informais nas organizações: a co-gestão do conhecimento. Ciência da Informação. Brasília, v. 28, n. 1, p. 94-100, jan. 1999. O’BRIEN, James A. Sistemas de informação e as decisões gerenciais na era da internet. 2.ed.São Paulo: Saraiva, 2004.
  6. 6. 6 TAFNER, Elisabeth Penzlien; DA SILVA, Everaldo. Metodologia do Trabalho Acadêmico. Indaial: Asselvi, 2008. WEIGEND, Andreas. Entrevista HSM Management Julho – Agosto/2009. Marketing WEB 3.0

×