Romantismo

819 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
819
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
512
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
2
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Romantismo

  1. 1.  O romantismo foi criado para ir contra o racionalismo, pois acreditavam que a razão era o motivo de todos os fatos da vida já os defensores do romantismo apoiavam a ideia de sentimentos como principal fonte para a vida. Para os filósofos românticos o ser humano era comandado por forças irracionais que definiam suas atitudes, e que junto com a lógica acompanhavam os sentimentos e emoções.
  2. 2.  O Romantismo foi um movimento cultural, se iniciou no final do século XVIII, expandiu-se pela Europa e outras regiões do mundo e assumiu características peculiares em cada sociedade.  De modo geral, ele reagiu contra o racionalismo que, sozinho, pretendia controlar o mundo e a sociedade, o romantismo apresentou a ameaça desse processo para com a expressão dos indivíduos, tendo em vista sentimentos e emoções.
  3. 3.  Ainda contra a confiança exclusiva na razão, os românticos propuseram a exaltação de paixões e sentimentos, também retomaram a ideia da natureza como força vital que resiste a racionalização do mundo humano.  Foi o renascimento do instinto e da emoção contra a razão, a afirmação dos sentimentos contra a frieza da racionalidade. Isso após o reconhecimento de que o mundo humano estava se tornando cada vez mais injusto e o indivíduo cada vez mais insatisfeito.  Assim o romantismo vai se caracterizando pela valorização da sensibilidade e subjetividade.
  4. 4.  Segundo o sábio Blaise o ser humano possui sentimentos, que vão além de apenas um raciocínio e que se torna a causa de comportamentos que mesmo não sendo racionais são indispensáveis para que se avance na ética.  No Romantismo Maquiavel dizia que os "fins justificam os meios" assim deixa de ser uma verdade, pois para conseguir algo não se pode mais seguir o caminho mais curto é preciso ser visto em um conjunto.
  5. 5.  O homem é bom por natureza, mas a sociedade o corrompe não a sociedade em si, apenas certa forma de sociedade. O racionalismo Oblíquo é verdade, pois se colocam os mais aptos, para ter o seu direito divino, que bafeja aqueles que tiveram a boa sorte de nascerem em famílias abastadas.
  6. 6.  No Estado de Natureza o homem vive feliz, em harmonia com o mundo em seu estado de inocência, onde a relação harmoniosa não esta na Natureza, mas sim no interior do homem.  Os homens se diferem dos outros animais, e outras “coisas”, por seu perfeito. Sua preocupação é criar uma sociedade com segurança, sem tirar sua liberdade do modo em que seja tão perfeita quando seus indivíduos.
  7. 7.  Um dos principais representantes do “Idealismo Alemão Pós Kantiano” e por fazer pouco de razão considerando sua filosofia romântica. Considerava o raciocínio, uma parte da inteligência humana não tendo predomínio como outros elementos, tais como a Imaginação. Sua filosofia baseou-se nas questões em relação a liberdade do homem, isto é:  a)como o Ser Humano consegue viver dentro de certas regras Morais, mesmo sendo acossado ou limitado pela Natureza?  b)Como ele consegue superar as limitações da Natureza?
  8. 8.  Sua filosofia se baseou em Fitche e Kant, onde o relacionamento que existe entre o ponto de vista do individuo e do mundo objetivo. Schelling afirmava que “o único Conhecimento possível é o que a Consciência tem de si própria”, ou seja, o único saber absoluto, válido é o autoconhecimento.
  9. 9.  Foi um importante filósofo, escritor e compositor autodidata suíço. acreditava que o homem é bom naturalmente embora esteja sempre sobre jugo da vida em sociedade. Principais obras: Emílio, ou da Educação.

×