Filosofia moderna

711 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Filosofia moderna

  1. 1.  A Filosofia Moderna vai apresentar várias características de ruptura com o estilo de Filosofia que se fazia anteriormente, no caso, a Filosofia Medieval. O foco da Filosofia Medieval era teocêntrico. No período moderno, teremos o fenômeno do Renascimento influenciando nas ideias filosóficas. Muitos filósofos deste período pareciam estar usando a filosofia para abrir caminhos que pudessem ajudar a fundamentar algum tipo de concepção, de ideia. Era como se tentassem encontrar uma forma de provar aquilo que tentavam passar.
  2. 2.  Podemos citar alguns desses filósofos como exemplo:  Descartes: Buscava conseguir algum fundamento para explicar uma determinada concepção científica;  John Locke: Buscava preparar o território para que fosse mais fácil a ciência tomar um rumo e agir de maneira mais direta;  Berkeley: Buscava competir com alguma conclusão científica, contrapondo-se aos métodos utilizados pela ciência.
  3. 3.  Vem da palavra razão. É considerado um movimento forte, já que o próprio Renascimento surgiu do Racionalismo. René Descartes foi o maior expoente do chamado racionalismo clássico. Descartes propunha um pensamento baseado na razão. Questionar as coisas, buscar a teoria do conhecimento.
  4. 4.  É um fenômeno que diverge do Racionalismo, justamente por defender as experiências sensíveis. Os empiristas acreditavam que o homem é uma folha de papel em branco, onde é escrita a sua história a partir de suas experiências. O conhecimento é formado a partir de graus contínuos. O conhecimento vai das sensações às ideias. Também é destaque, no período da Filosofia Moderna, o estudo da política a partir do filósofo Maquiavel, autor de o Príncipe.
  5. 5.  A filosofia política moderna é uma compilação de diversas premissas que vem sendo adotadas pelo sistema político ao longo dos últimos séculos. A maneira de governar está em constante reformulação devido às novas aspirações da sociedade e em alguns casos dos próprios governantes. O objetivo dessas constantes reflexões em relação à efetividade da política visa um ponto de equilíbrio entre os interesses dos governantes e do povo.
  6. 6.  A revolução científica moderna foi idealizada por Galileu ao introduzir a matemática e a geometria como linguagens da ciência e o teste quantitativo experimental e com isto estipular a chamada verdade científica. A visão do universo por Galileu era de um mundo aberto, unificados, deterministas, geométricos e quantitativos diferente daquela concepção aristotélica, impregnada pelos resquícios das crenças míticas e religiosas.
  7. 7.  Com isto Galileu estabeleceu o domínio do diálogo científico, o diálogo experimental, que era o diálogo entre o homem e a natureza. O homem deveria com sua razão e inteligência teorizar e construir a interpretação matemática do real e à natureza caberia responder se concordava ou não com o modelo sugerido.
  8. 8.  É uma doutrina político-econômica e sistema doutrinário que se caracteriza pela sua atitude de abertura e tolerância a vários níveis. De acordo com essa doutrina, o interesse geral requer o respeito pela liberdade cívica, econômica e da consciência dos cidadãos.  O liberalismo surgiu na época do iluminismo contra a tendência absolutista e indica que a razão humana e o direito inalienável à ação e realização própria
  9. 9.  É uma redefinição do liberalismo clássico, influenciado pelas teorias econômicas neoclássicas e é entendido como um produto do liberalismo econômico clássico.  O neoliberalismo pode ser uma corrente de pensamento e uma ideologia, ou seja, uma forma de ver e julgar o mundo social ou um movimento intelectual organizado, que realiza reuniões, conferências e congressos.  Esta teoria, que foi baseada no liberalismo.

×