Etec Guaracy SilveiraTIPOS DE SOCIEDADE E AUTORIDADE                           Victória da Silva Colvara                  ...
RESENHATipos   de   Sociedade    e   Autoridade    dentro   da   Teoria   Burocrática    daAdministração.Sobre o livro: In...
Referente à autoridade podemos afirmar, a partir das ideias de Max Weber, quecada tipo de sociedade está relacionado com u...
compreensão e recomendável a indivíduos que estudam administração, ou atémesmo pessoas que trabalham na área e ambicionem ...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Resenha - Teoria Burocrática: Tipos de Sociedade e Autoridade [2]

6.571 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
6.571
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
13
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
32
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Resenha - Teoria Burocrática: Tipos de Sociedade e Autoridade [2]

  1. 1. Etec Guaracy SilveiraTIPOS DE SOCIEDADE E AUTORIDADE Victória da Silva Colvara Nº36; 1º ET-Z São Paulo 2012
  2. 2. RESENHATipos de Sociedade e Autoridade dentro da Teoria Burocrática daAdministração.Sobre o livro: Introdução à Teoria Geral da Administração; CHIAVENATO,Idalberto; Editora Elsevier; 7ª edição – 2004.O livro Introdução à Teoria Geral da Administração, mostra que conhecer as teoriasda Administração tornou-se algo indispensável para o sucesso dos administradorese também de qualquer tipo de empresa. Podemos perceber que a obra buscaoferecer uma visão diferente de organização e do seu contexto.Para entendermos o conteúdo desta resenha, que são os tipos de Sociedade eAutoridade, é preciso primeiro compreender o conceito de Burocracia. A burocraciaé uma forma de organização humana que se baseia na racionalidade, na adequaçãodos meios aos objetivos pretendidos, a fim de garantir a máxima eficiência possívelno alcance desses objetivos. A Teoria da Burocracia busca então sanar a fragilidadee a parcialidade da Teoria Clássica e da Teoria das Relações Humanas, mostrandoque ambas são contraditórias, mas não possibilitam uma abordagem global dosproblemas organizacionais.Max Weber, sociólogo alemão, foi o criador da Sociologia da Burocracia, e inspiradordas demais figuras que se destacaram dentro da Teoria Burocrática. Através deseus livros, principalmente do “A Ética Protestante e o Espírito do Capitalismo”(1958), inspirou a criação do Modelo Burocrático de Organização.Tentando compreender a burocracia Weber estudou os tipos de sociedade,verificando que existem três tipos distintos. São elas: a sociedade Tradicional, ondepredominam características patriarcais e patrimonialistas como os clãs, as famílias ea sociedade medieval; a sociedade Carismática, onde prevalecem característicasarbitrárias, personalísticas e místicas, sendo possível citar como exemplo os gruposrevolucionários, partidos políticos e nações em revolução; e a sociedadeBurocrática, onde são acentuadas as normas impessoais e a racionalidade dosmeios e dos objetivos, como nas grandes empresas, nos estados modernos e nosexércitos.
  3. 3. Referente à autoridade podemos afirmar, a partir das ideias de Max Weber, quecada tipo de sociedade está relacionado com um tipo de autoridade. A autoridadedepende de dois principais critérios, são eles: a legitimidade, que é o motivo queexplica por que um determinado número de pessoas obedece às ordens de alguém;e também da dominação, que significa a vontade manisfeta do dominador à condutapara os subordinados, que por sua vez requer um aparato administrativo, que é anecessidade de pessoal administrativo para executar as ordens e servir como pontode ligação entre governo e os governados.A autoridade se divide em três tipos, sendo elas: a Tradicional, onde o domínio épatriarcal e não racional, o líder é o senhor que comanda em virtude de seu statusde herdeiro, sua legitimação é determinada por hábitos, usos e costumes, o aparatoadministrativo é de forma feudal e patrimonial; a autoridade Carismática, que não éracional, nem herdada, nem delegável, os subordinados aceitam as ordens se seussuperiores pela influência da personalidade do mesmo, a legitimação provém dascaracterísticas pessoais carismáticas e o aparato administrativo é inconstante einstável, escolhido pela lealdade e devoção ao líder e não por suas qualificaçõestécnicas; a autoridade Burocrática é caracterizada pela racionalidade dos meios efins, os subordinados aceitam as ordens que lhe são apresentadas pelo fato deconcordarem com certos preceitos e normas que consideram legítimas, é o tipo deautoridade técnica, baseada na promulgação, é legitimada pela justiça da lei, e naregulamentação de normas legais previamente definidas, o aparato administrativo éa burocracia.Analisando o assunto desta resenha, podemos concluir que na maioria dasempresas a autoridade predominante é a burocrática, pois é a organização típica dasociedade moderna democrática, e existe principalmente na estrutura do Estado,mas não é a única vigente. Empresas familiares como os pequenos comércios, ou adominação de um pai sobre o resto da família, são exemplos da autoridadetradicional. Já as sociedades em períodos revolucionários ou líderes como GetulioVargas, Jesus ou até mesmo Hitler são exemplos de autoridade carismática, poistodos eles ganharam a admiração dentro de sua sociedade.A leitura da obra, ou só do capitulo 11, referente ao modelo burocrático deorganização, do qual foi resenhado o conteúdo deste trabalho, é de fácil
  4. 4. compreensão e recomendável a indivíduos que estudam administração, ou atémesmo pessoas que trabalham na área e ambicionem conhecimentos maisaprofundados sobre a TGA- Teoria Geral da Administração, pois mostra que estascompetências são imprescindíveis para alguém que deseja ingressar no mundoadministrativo.Idalberto Chiavenato (1936), escritor do livro do qual foi resenhado o assunto queanalisei, é reconhecido e prestigiado pela excelência de seus trabalhos emAdministração e em Recursos Humanos. Doutor e Mestre em Administração pelaCity University of Los Angeles-CA, EUA, especialista em Administração deEmpresas pela FGV-EAESP, graduado em Filosofia/Pedagogia, com especializaçãoem Psicologia Educacional pela USP e em Direito pela Universidade Mackenzie, éum dos autores nacionais mais conhecidos e respeitados na área de Administraçãode Empresas e Recursos Humanos. Ele escreveu mais de 30 livros de grandedestaque no mercado, além de uma imensidão de artigos em revistasespecializadas.Victória Colvara, acadêmica do curso técnico de Administração da Escola TécnicaGuaracy Silveira, Pinheiros, São Paulo. Atividade realizada no decorrer da disciplinade Gestão Empresarial l pertencente à grade curricular do primeiro módulo.

×