A violência na sociedade brasileira

314 visualizações

Publicada em

A Violência na Sociedade Brasileira

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
314
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
6
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

A violência na sociedade brasileira

  1. 1. Tipos e características da violência A VIOLÊNCIA NA SOCIEDADE BRASILEIRA Amanda Rabelo; Gisele Sousa; Katrin Suelen; Mayara Sampaio; Nicole Alves.
  2. 2. Nós queremos discutir neste artigo a Nós queremos discutir neste artigo a violência na sociedade brasileira. Além de ser um constrangimento físico ou moral, a violência é um ato vergonhoso que acontece diariamente, em todos os lugares do Brasil e no mundo. Ninguém sai mais à rua seguro de que vai voltar ao seu lar, muitas pessoas morrem e deixam famílias em sofrimento, por causa de um assalto, uma bala perdida ou outra causa de violência.na sociedade brasileira. Além de ser um constrangimento físico ou moral, a violência é um ato vergonhoso que acontece diariamente, em todos os lugares do Brasil e no mundo. Ninguém sai mais à rua seguro de que vai voltar ao seu lar, muitas pessoas morrem e deixam famílias em sofrimento, por causa de um assalto, uma bala perdida ou outra causa de violência. INTRODUÇÃO
  3. 3. A violência contra os idosos não ocorre só no Brasil, ela faz parte da violência social em geral, atingindo todas as classes sociais no mundo inteiro. A maior violência contra o idoso ainda ocorre, na maioria das vezes, na própria convivência familiar, numa relação de confiança e num pacto oculto de silêncio. VIOLÊNCIA AOS IDOSOS
  4. 4.  Abuso físico, maus tratos físicos ou violência física são expressões que se referem ao uso da força física para compelir os idosos a fazerem o que não desejam.  Violência psicológica corresponde a agressões verbais ou gestuais com o objetivo de aterrorizar os idosos, humilhá-los, restringir sua liberdade ou isolá-los do convívio social.  Abuso sexual, violência sexual são práticas eróticas por meio de aliciamento, violência física ou ameaças.  Abandono é ausência ou missões por parte dos responsáveis de prestarem socorro a uma pessoa idosa que necessite de proteção. Negligência omissão de cuidados devidos e necessários aos idosos, por parte dos responsáveis.  Abuso financeiro e econômico consiste na exploração imprópria não consentida pelo idoso de seus recursos financeiros e patrimoniais. DIFERENTES FORMAS DE VIOLÊNCIA PRATICADA CONTRA O IDOSOS:
  5. 5. O idoso deve buscar fazer valer seus direitos pessoalmente, ou por meio de associações. Nunca deve sentir-se inferior ou incapaz diante das pessoas mais jovens. Sempre que sofrer abusos e sentir que seus direitos não estão sendo respeitados, deve levar o problema às autoridades competentes, mesmo que o desrespeito seja praticado por familiares. É sabido que os idosos tornam-se mais vulneráveis à violência na medida em que necessitam de maiores cuidados físicos ou apresentam dependência física ou mental. O combate à violência deve ir além do atendimento ao idoso vitimado, envolvendo toda a sociedade, especialmente no que diz respeito à conscientização como forma de prevenir novos abusos. O SILÊNCIO É CUMPLICE DA VIOLÊNCIA, NÃO SE DEIXE ENGANAR.
  6. 6. Nunca se falou tanto de violência contra crianças como na atualidade. Será que a população abriu os olhos só agora? Será que é uma consequência da realidade violenta que vivemos? Seja como for, é um assunto que merece uma analise mais profunda e certamente deve interessar a todos. Dentre as outras formas de violência infantil estão a hostilidade verbal, negligencia, abandono físico e emocional, a rejeição, o desprezo, a critica excessiva e a ameaça de abandono. VIOLÊNCIA INFANTIL
  7. 7.  Hostilidade Verbal: São os gritos, xingamentos com palavras que ameaçam as crianças. Negligência: O adulto responsável deixa de prover as necessidades básicas para o desenvolvimento físico ou psíquico da criança.  Desprezo: Este tipo de violência aparece quando o adulto deprecia qualquer tentativa da criança de tomar iniciativas, não dá valor às ideias e opiniões que o filho expresse e compara-o a outras crianças menosprezando-o sempre.  Rejeição: A criança passa a ser desprezada, seus atos sempre reprovados e demonstrações de carinho se tornam raros. A criança passa a se sentir um erro e se culpa por existir, e as atitudes dos pais intensificam este sentimento da criança. TIPOS DE VIOLÊNCIA
  8. 8.  A crítica excessiva: Ocorre quando tudo que q criança faz nunca estão bom o suficiente. Geralmente estas crianças são vítimas de pais excessivamente perfeccionistas e inseguros.  Abandono Físico e Emocional: O abandono físico se dá quando os pais que se ausentam por longos períodos, deixando os filhos aos cuidados de outras pessoas. A ameaça de abandono também é extremamente prejudicial à criança gerando nela muita insegurança e medo. TIPO DE VIOLÊNCIA
  9. 9. “Educar uma criança é dar o continente seguro que ela precisa para crescer”. A casa não pode ser uma ameaça. Criança precisa de limites, mas com compreensão, com diálogo e principalmente com exemplos. COMO ACABAR COM A VIOLÊNCIA INFANTIL
  10. 10. Todos os anos milhares de pessoas em todo o mundo morrem no transito. Muitas acabam morrendo em virtude de outras que não respeitam a sinalização. Excesso de velocidade, álcool, falta de manutenção veicular, falta de sinalização, são alguns dos motivos que podem causar graves acidentes, muitos que podem ser evitados. Neste trabalho procuramos mostrar os efeitos que a violência no transito pode causar. As principais causas da violência no transito são evitáveis, dentre elas, dirigir sob efeito de álcool ou de entorpecentes, trafegar em velocidade inadequada, inexperiência na direção, falta de atenção e de manutenção no veiculo são as mais conhescidas. além de que muitas rodovias estão mal cinalizadas, muitos motoristas arriscam suas vidas e de outras pessoas dirigindo embriagados, a principal causa de acidentes no Br, chegando a causar 50% das mortes. VIOLÊNCIA NO TRANSITO: UM CÂNCER NA SOCIEDADE.
  11. 11. A violência no trânsito é responsável pela terceira maior causa de mortes no Brasil, ficando atrás apenas das mortes causadas por doença do coração e doenças como o câncer. A cada ano o numero de mortes aumenta, colocando o país entre os que mais registram mortes em acidentes de trânsito no mundo. Os dados estatísticos mostram que aproximadamente 40mil brasileiros são mortos por ano no trânsito e esses dados não são precisos tendo em vista que para os dados estatísticos consideram-se apenas as mortes ocorridas no local do acidente, ou seja, aquelas vítimas que são hospitalizadas e que posteriormente venham a falecer não estão incluídas o que nos levam a crer que infelizmente o número de mortes é ainda maior.
  12. 12. - lei seca; - revitalização das principais estradas; - boa sinalização; - conscientização popular; - Uso do cinto de segurança; - Boa manutenção do veiculo; - Não dirigir cansado e sob efeito de álcool ou drogas; - e, principalmente os respeito as leis de transito. ALGUMAS MEDIDAS QUE FORAM OU DEVERIAM SER TOMADAS
  13. 13. A crueldade para com os animais é um tratamento que causa sofrimento ou dano a animais. A definição de sofrimento inaceitável é variável. Alguns consideram só o sofrimento por simples crueldade aos animais, enquanto que outros incluem o sofrimento infligido por outras razões, como a produção de carne, a obtenção de pele, os experimentos científicos com animais e as indústrias de ovos. Muitas pessoas consideram a crueldade para com os animais como um assunto de grande importância moral. VIOLÊNCIA CONTRA ANIMAIS
  14. 14. Pensadores de várias épocas vêm afirmando que a crueldade para com animais e a crueldade contra humanos estão inter-relacionadas.  "A compaixão pelos animais está intimamente ligada a bondade de caráter, e pode ser seguramente afirmado que quem é cruel com os animais não pode ser um bom homem." (Arthur Schopenhauer)  "Matar animais gradualmente destrói nosso senso de compaixão, que é o sentimento mais nobre do qual nossa natureza humana é capaz." (Thomas More)
  15. 15. - Abandonar, espancar, golpear, mutilar e envenenar; - Manter preso permanentemente em correntes; - Manter em locais pequenos e anti-higiênico; - Não abrigar do sol, da chuva e do frio; - Deixar sem ventilação ou luz solar; - Não dar água e comida diariamente; - Negar assistência veterinária ao animal doente ou ferido; - Obrigar a trabalho excessivo ou superior a sua força; - Capturar animais silvestres; - Utilizar animal em shows que possam lhe causar pânico ou estresse; - Promover violência como rinhas de galo, farra-do-boi etc.. EXEMPLOS DE MAUS-TRATOS
  16. 16. A somatofobia (do grego soma = corpo, matéria; e phóbos = aversão, hostilidade, horror, medo) é uma patologia moral de fundo estruturante, que leva o sujeito insatisfeito a concluir que qualquer ser vivo à sua volta que não atenda a seus impulsos ególatras merece ser punido fisicamente, chegando essa punição até mesmo ao assassinato. Essa patologia responde pela violência doméstica, a violência que o agente desencadeia sobre os corpos de quem vive em sua intimidade familiar, não fazendo distinção entre os corpos da mulher, das crianças e dos animais detidos no lar para companhia, guarda ou estima.

×