A fé

1.970 visualizações

Publicada em

Uma reflexão sobre a fé apresentada no Catecismo da igreja Católica

Publicada em: Espiritual
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.970
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
61
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
26
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

A fé

  1. 1. A FÉ quenos une
  2. 2. HINO VIII SULÃO DE CATEQUESE(Frei Luiz Turra)REFRÃO:CATEQUISTA, PROTAGONISTA DA FÉ,DO AMOR E DA ESPERANÇA!1. Quando o espírito de Deus é acolhido emnosso ser, uma força nos anima para a vidapromover.2. Com as tochas sempre acesas trabalhamoscom ardor,quais profetas anunciamos a chegada doSenhor.3. Tendo n’alma amor ao Reino, vale a penasemear. Não se perde a boa semente, semprevai frutificar.4. No mistério mergulhamos, ao encontro deJesus.N’Ele as luzes da esperança vão achando agrande luz
  3. 3. Eu confio em nosso Senhor,Com fé, esperança e amor,
  4. 4. Ora, a fé é o firme fundamento das coisas que se esperam,e a prova das coisas que se não veem.Porque por ela os antigos alcançaram testemunho.Pela fé entendemos que os mundos pela palavra de Deus foram criados; demaneira que aquilo que se vê não foi feito do que é aparente.Pela fé Abel ofereceu a Deus maior sacrifício do que Caim, pelo qualalcançou testemunho de que era justo, dando Deus testemunho dos seusdons, e por ela, depois de morto, ainda fala.Pela fé Enoque foi trasladado para não ver a morte, e não foi achado, porqueDeus o trasladara; visto como antes da sua trasladaçãoalcançou testemunho de que agradara a Deus.Ora, sem fé é impossível agradar-lhe; porque é necessário que aquele que seaproxima de Deus creia que ele existe,e que é galardoador dos que o buscam.Pela fé Noé, divinamente avisado das coisas que ainda não se viam, temeue, para salvação da sua família, preparou a arca, pela qual condenou omundo, e foi feito herdeiro da justiça que é segundo a fé.Pela fé Abraão, sendo chamado, obedeceu, indo para um lugar que havia dereceber por herança; e saiu, sem saber para onde ia.Pela fé habitou na terra da promessa, como em terra alheia, morando emcabanas com Isaque e Jacó, herdeiros com ele da mesma promessa.Porque esperava a cidade que tem fundamentos,da qual o artífice e construtor é Deus.
  5. 5. A FÉ É UM MODO DE JÁ POSSUIRAQUILO QUE SE ESPERA,É UM MEIO DE CONHECERREALIDADES QUE NÃO SE VEEM.
  6. 6. Papa Francisco: "A fé nasce daescuta e se fortalece no anúncio"
  7. 7. "E nós? Somos nós capazes de levar a Palavra de Deus aosnossos ambientes de vida? Sabemos falar de Cristo, do que Elesignifica para nós, em família, com as pessoas que fazem parteda nossa vida diária? A fé nasce da escuta e fortalece-se noanúncio", frisou o Papa.Francisco disse ainda que "o anúncio de Pedro e dos Apóstolosnão é feito apenas com palavras, mas a fidelidade a Cristotoca a sua vida, que se modifica, recebe uma nova direção, e éprecisamente com a sua vida que dão testemunho da fé eanunciam Cristo".CONSEQUÊNCIAS DA FÉ
  8. 8. O pontífice questionou:"Você, eu, adoramos o Senhor?Vamos ter com Deus só para pedir, para agradecer, ouvamos até Ele também para adorá-lo?O que significa adorar a Deus?Significa aprender a estar com Ele,demorar-se em diálogo com Ele,sentindo a sua presençacomo a mais verdadeira,a melhor, a mais importante de todas.Cada um de nós possui na própria vida,de forma mais ou menos consciente,uma ordem bem definida das coisas que sãoconsideradas mais ou menos importantes".
  9. 9. “É um dom gratuito que Deusconcede ao homem” (CIC 162).Um dom inestimável, que não se podeperder, que se deve cuidar e alimentar, nocrescimento e na perseverança, na relaçãocom a caridade e a esperança.
  10. 10. a) É a resposta adequada ao convite queDeus, pela revelação, faz aos homens paraentrarem em comunhão com ele (CIC 142);
  11. 11. (
  12. 12. Ao revelar-se , Deus semanifesta, vem ao homemcomunicando-lhe seu ser eagir, sua Pessoa e sua Verdadeabsolutae, simultaneamente, abrindoo coração humano para aacolhida de sua própriarevelação.
  13. 13. É sujeito da fé todo o povo de Deus que,pelo senso da fé, pelo sentido sobrenatural dafé, mantém-se firme no caminho do Evangelho.Inspirado e sustentado pelo Espírito Santo, guiadopelo Magistério, adere indefectivelmente(infalivelmente) à fé apostólica, pratica-a atravésde boas obras (CIC 93; 889; ambos citando LG 12) ea anuncia, no exercício do múnus profético dahierarquia e dos leigos, “fazendo delestestemunhas e provendo-os do senso da fé e dagraça da palavra:
  14. 14. “Ensinar alguém para levá-lo à fé éa tarefa de cada pregador e até decada crente”(CIC 904, citando LG 12e Tomás de Aquino).
  15. 15. Inspirado e sustentadopelo EspíritoSanto, guiado peloMagistériopratica-a através deboas obrase a anuncia
  16. 16. A fé é importante e útil porque através dela dá-se:• a aceitação e conhecimento da revelação,• o conhecimento de Deus e de seus projetos,• a adesão à sua onipotência,• a produção de frutos de vida e salvação,• o reconhecimento da dignidade de filhos deDeus,• a pertença ao povo de Deus,• o arrependimento dos pecados,• a aquisição da consciência reta e dodiscernimento moral.
  17. 17. Pela fé, o crente aceita e conhece a revelação.“Graças a seu senso sobrenatural da fé, o povode Deus inteiro não cessa de acolher o dom darevelação divina, de penetrá-lo maisprofundamente e viver dele com maisplenitude” (CIC 99).
  18. 18. Pela fé, o crente pode “conhecer melhoraquele em quem pôs sua fé ecompreender melhor o que ele revelou”;pode ter “uma compreensão viva dosconteúdos da revelação, isto é,do conjunto do projeto de Deus e dosmistérios da fé, do nexo deles entre si ecom Cristo, centro do mistério revelado”(CIC 158).
  19. 19. Pela fé, o discípulo de Cristo podeconhecer a Deuse produzir os frutos que ele espera.“A fé nele (em Cristo) introduz osdiscípulos no conhecimento do Pai (…).A fé produz seus frutos no amor:guardar sua Palavra, seusmandamentos, permanecer com ele (comCristo) no Pai, que nele nos ama a pontode permanecer em nós” (CIC 2614).
  20. 20. É pela fé que os cristãos reconhecem sua novadignidade e são chamados a levar uma vidadigna do Evangelho de Cristo (CIC 1692).É pela fé que se pertence ao povo de Deus, que“tem características que o distinguemnitidamente de todos os agrupamentosreligiosos, étnicos, políticos ou culturais dahistória”.
  21. 21. É o povo adquirido por Deus, “umaraça eleita, um sacerdócio régio, umanação santa” (1Pd 2,9), do qualalguém “torna-se membro não pelonascimento físico, mas pelo‘nascimento do alto’, ‘da água e doEspírito’ (Jo 3,3-5), isto é, pela fé emCristo e pelo batismo” (CIC 782).
  22. 22. A fé cristã é útil porque iluminao fiel no discernimento moral.“A fé e a prática do Evangelhoproporcionam a cada fiel uma experiênciada vida em Cristo que o ilumina e o tornacapaz de apreciar as realidades divinas ehumanas segundo o Espírito de Deus” (CIC2038).
  23. 23. Não só os membros dahierarquia, mas “todosos fiéis de Cristo sãochamados a transmiti-lo (o tesouro da fé) degeração emgeração, anunciando afé, vivendo-a napartilha fraterna ecelebrando-a naliturgia e na oração”(CIC 3).
  24. 24. O Catecismo lembraque “a transmissão dafé cristã éprimeiramente oanúncio de JesusCristo, para levar à fénele” (CIC 425).
  25. 25. “Para viver, crescer eperseveraraté o fim na fé,devemos alimentá-la com aPalavra de Deus;devemos implorar aoSenhor que a aumente;A FÉ deve ‘agir pelacaridade’ (Gl 5,6),ser carregada pelaesperançae estar enraizada na fé daIgreja” (CIC 162).
  26. 26. “Ainda que tudo se afunde ese acabe, ainda que osacontecimentos ocorram aocontrário do previsto, e nossejam tremendamenteadversos, nada ganhamosperturbando-nos. Alémdisso, lembra-te da oraçãoconfiante do profeta: «OSenhor é nosso Juiz, o Senhoré nosso Legislador, o Senhoré nosso Rei; Ele é quem noshá de salvar». – Reza-adevotamente, todos osdias, para ajustares a tuaconduta aos desígnios daProvidência, que nos governapara nosso bem” (José Maria
  27. 27. Das dificuldades eoposições que o Senhorpermitirá na nossa vidanascerão incontáveisfrutos de apostolado, onosso amor tornar-se-ámais forte e delicado, e anossa alma sairá maispurificada dessasprovas, se tivermossabido enfrentá-las comFÉ, com serenidade ejunto de Cristo.
  28. 28. Lado 1 – Proclamamos que tuabondade e clemência são a tuaessência, porque Deus é puro amor.Lado 2 - Cremos e professamos queem Deus se encontra o início e o fimda vida de cada ser humano e detodo o povo.Lado 1 – Só em Deus se finca e sefirma a segurança do povo.
  29. 29. Todos – Cremos, professamosnossa fé em Deus e noscomprometemos a anunciá-la.Queremos responder ao teuchamado de transmitir otesouro da fé de geração emgeração, anunciando afé, vivendo-a na partilhafraterna e celebrando-a naliturgia
  30. 30. HINO DO II CONGRESSODE INICIAÇÃO À VIDA CRISTÃLetra e música Frei Luiz TurraRefrão:"VENHAM, VENHAM,VENHAM A MIM!"CRISTO CONVIDA, DIGAM SIM!ELE É A VERDADE, VIDA E LUZ!ELE É O CAMINHOQUE AO PAI CONDUZ!
  31. 31. Refrão:"VENHAM, VENHAM,VENHAM A MIM!"CRISTOCONVIDA, DIGAMSIM!ELE É AVERDADE, VIDA ELUZ!ELE É O CAMINHO
  32. 32. 2. Um encanto por Cristonos alegra!Quando nele se firmanosso ser.tudo é paz se com Ele nóslutarmos,mais sentido mais vigoriremos ter!
  33. 33. Refrão:"VENHAM, VENHAM,VENHAM A MIM!"CRISTOCONVIDA, DIGAMSIM!ELE É AVERDADE, VIDA ELUZ!ELE É O CAMINHO
  34. 34. 3. Um caminho fazemos dialogando!Há quem ouve,quem fala ao coração!Só na fé, caminhamos acolhendoCristo Mestre, Cristo vivo,Cristo irmão!
  35. 35. Refrão:"VENHAM, VENHAM,VENHAM A MIM!"CRISTOCONVIDA, DIGAMSIM!ELE É AVERDADE, VIDA ELUZ!ELE É O CAMINHO
  36. 36. 4. Um serviço tuprestas para o reino,catequista,profeta do Senhor!Teu amor fala maisdo que as palavras.És presença, és sinaldo Bom Pastor.
  37. 37. Refrão:"VENHAM, VENHAM,VENHAM A MIM!"CRISTOCONVIDA, DIGAMSIM!ELE É AVERDADE, VIDA ELUZ!ELE É O CAMINHO

×