TicEduca 2014

167 visualizações

Publicada em

Satisfação Docente no Ensino Superior: análise dos regimes Presencial e a Distância

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
167
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

TicEduca 2014

  1. 1. Satisfação Docente no Ensino Superior: análise dos regimes Presencial e a Distância LAURA CHAGAS & NEUZA PEDRO
  2. 2. Enquadramento  Inovações tecnológicas > Profusão do EaD no Ensino Superior;  Alteração do paradigma educacional: maior autonomia do estudante e papel do docente como mediador;  Momento atual: oportunidade para melhorar. 2
  3. 3. EaD e Satisfação Docente  Novo perfil de docência – dicotomia (melhores condições de trabalho e rentabilidade vs necessidades de formação e alteração da atividade);  Fatores de satisfação docente: autonomia, condições de trabalho; autoeficácia; controlo sobre a atividade;  Literatura: experiências de sucesso vs elevada resistência dos docentes;  IPL: análise de cinco cursos de licenciatura (qualidade > satisfação). 3
  4. 4. Metodologia  Estudo de matriz quantitativa e teor descritivo: análise da satisfação de docentes a lecionar em cursos EaD;  Instrumento: o questionário validado, de Bolliger & Wasilik (2009), designado por OFSS (the Online Faculty Satisfaction Survey), tem três escalas: -Estudantes; -Instrutor; -Instituição. 4
  5. 5.  Questionário disponibilizado na internet com três conjuntos de questões: (1) informação pessoal, (2) questões de resposta fechada e (3) outras informações;  Participantes: Escola Nº de docentes de EaD Escola Superior de Educação e Comunicação Social 40 Escola Superior de Tecnologia e Gestão 54 Escola Superior de Turismo e Tecnologia do Mar 18 Total: 112 5
  6. 6.  Sujeitos: 37 professores;  56,76% do sexo feminino e 43,24% do sexo masculino;  Grupo etário maioritário: 36-40 anos;  Experiência de atividade letiva: maioria tem 11-15 anos. 6
  7. 7. Resultados  Níveis moderados de satisfação geral, de 2,70 (desvio-padrão de 0,74); Subescala Média Desvio-padrão Alunos 2,90 ,43 Instrutor 2,97 ,30 Instituição 2,09 ,52 Satisfação Geral: 2,70 ,74 7
  8. 8.  Questões fechadas corroboram os resultados de satisfação: a) ‘Voltaria a lecionar neste regime?’; b) ‘Considera que a sua prestação enquanto docente seria diferente com a lecionação do mesmo curso no regime presencial?’; c) ‘Recomendaria a outros colegas docentes a lecionação neste regime?’; d) Sente-se satisfeito enquanto professor?’; e) ‘Sente-se valorizado enquanto professor?’; f) ‘Manifesta sentimentos de pertença à instituição?’; g) ’Considera que é promovido um sentido de comunidade na instituição? 8
  9. 9. a) b) c) d) e) f) g) 40 35 30 25 20 10 5 0 15 Não Sim 9 Questões de Resposta Fechada (slide anterior)
  10. 10. 10 Opinião / Sugestões dos Docentes Incidência O trabalho do docente EaD é desvalorizado 2 Experiência no EaD tem sido enriquecedora 1 A preparação dos conteúdos tem de ser diferenciada em relação ao presencial 1 [O EaD] motiva a procurar alternativas para lecionar melhor e fazer chegar a mensagem 1 EaD funciona bem com poucos estudantes 1 A falta de alunos motiva a necessidade de parcerias com instituições da lusofonia 1 Não é dado tempo suficiente para se fazer um bom trabalho 1 Há a ideia de que dos professores EaD não trabalham nem adequam recursos, mas nem 1 todos podem ser rotulados da mesma forma Ensino muito exigente 1 Quando se gosta desta modalidade, é gratificante ter o reconhecimento dos alunos 1 EaD tem de ser compreendido/os docentes têm de se adaptar aos alunos 1 EaD implica maior compreensão e permeabilidade para com os alunos 1 Total: 13 Questões de Resposta Aberta
  11. 11. Conclusões  Níveis moderados de satisfação;  Resultados vão ao encontro do que a literatura veicula;  27,03% dos docentes indicam não se sentirem valorizados na sua atividade > descontentamento com a carreira profissional;  40,54% dos professores reconhecem ter um desempenho diferente no regime presencial > diferenciação entre as duas modalidades;  Docentes consideram que o trabalho em EaD é, de modo geral, desvalorizado, mas gratificante;  Observações dos docentes: vantagem de se trabalhar com grupos pequenos; falta de tempo; cativar novos públicos. 11
  12. 12. Sugestões de melhoria  Formação contínua de docentes: reciclagem de conteúdos; criação de fórum de partilha de experiências;  Utilização de materiais mais interativos;  Criação de uma comunidade de aprendizagem;  Maior comunicação entre a instituição e os docentes; monitorização das atividades;  Otimização das boas práticas para uma melhoria da qualidade e aperfeiçoamento da oferta de cursos do ensino superior. 12
  13. 13. OBRIGADA!  Laura Chagas laura.chagas@ipleiria.pt lnstituto Politécnico de Leiria  Neuza Pedro nspedro@ie.ulisboa.pt Instituto de Educação de Lisboa 13

×