A imposição do modelo civilizatório europeu na áfrica

15.699 visualizações

Publicada em

a imposição do modelo civilizatório europeu na África e na Ásia

Publicada em: Educação
0 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
15.699
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
6.804
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
155
Comentários
0
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

A imposição do modelo civilizatório europeu na áfrica

  1. 1. A imposição do modelo civilizatório europeu na África e na Ásia
  2. 2. Ação imperialista <ul><li>Consolidação do modelo imperialista entre 1870 e 1914; </li></ul><ul><li>Estabelecimento da competição imperialista entre as potências; </li></ul><ul><li>Conquista de novos mercados; </li></ul><ul><li>Partilha da África e da Ásia; </li></ul><ul><li>Justificativa ideológica: “missão civilizadora”; </li></ul>
  3. 3. Imperialismo europeu no século XIX <ul><li>Neocolonialismo; </li></ul>
  4. 5. Colonialismo <ul><li>Realizado principalmente por Espanha e Portugal; </li></ul><ul><li>Durante os séculos XV e XVI; </li></ul><ul><li>Exploração de metais preciosos e de produtos agrícolas; </li></ul><ul><li>Trabalho compulsório de índios e negros; </li></ul><ul><li>Justificativa ideológica: catequização; </li></ul>
  5. 6. Colonialismo
  6. 7. Colonialismo empreendido pelos países ibéricos
  7. 8. Neocolonialismo <ul><li>Realizado a partir da segunda metade do século XIX; </li></ul><ul><li>Desenvolvido pelas nações industrializadas; </li></ul><ul><li>Busca controle sobre novos mercados; </li></ul><ul><li>Utilização tanto do trabalho livre quanto do trabalho compulsório; </li></ul><ul><li>Justificativa: missão civilizatória; </li></ul>
  8. 9. Colonialismo no século XVI <ul><li>Liderança ibérica; </li></ul><ul><li>Gêneros tropicais; </li></ul><ul><li>Metais preciosos; </li></ul><ul><li>Mercantilismo; </li></ul><ul><li>Liderança do Estado; </li></ul><ul><li>Levar a “fé aos fiéis”; </li></ul><ul><li>América; </li></ul>
  9. 10. Neocolonialismo: século XIX <ul><li>Matérias-primas; </li></ul><ul><li>Mercados consumidores; </li></ul><ul><li>Áreas de investimento de capitais; </li></ul><ul><li>Centros para excedentes demográficos; </li></ul><ul><li>Liderança das empresas privadas; </li></ul><ul><li>“Missão civilizadora”; </li></ul><ul><li>Partilha da África e da Ásia; </li></ul>
  10. 11. Dominação europeia na África
  11. 12. “Missão civilizadora”
  12. 16. O domínio europeu sobre a África
  13. 18. Expansão e resistências <ul><li>Reinos da África Atlântica; </li></ul><ul><li>Conferência de Berlim (1885); </li></ul><ul><li>Reação dos povos africanos; </li></ul><ul><li>Construção do Canal de Suez; </li></ul><ul><li>Guerra dos Bôeres na África do Sul; </li></ul>
  14. 19. Conferência de Berlim (1885)
  15. 20. Construção do Canal de Suez
  16. 21. Guerra dos Bôeres
  17. 23. A partilha da África
  18. 25. O domínio europeu sobre a Ásia <ul><li>objetivos: controle sobre mercados fornecedores de matérias primas e consumidores dos produtos industrializados europeus; </li></ul>
  19. 26. Neocolonialismo na Ásia
  20. 28. China <ul><li>Zona de influência econômica; </li></ul><ul><li>Guerra do Ópio; </li></ul><ul><li>Revolta de Taiping (revolta camponesa); </li></ul><ul><li>Guerra dos Boxers; </li></ul>
  21. 29. A Guerra do Ópio (1839-1842)
  22. 30. Guerra dos Boxers (1899-1900)
  23. 31. Índia <ul><li>Zona de influência econômica britânica; </li></ul><ul><li>Revolta dos Cipaios – levante nacionalista contra a dominação britânica no país; </li></ul>
  24. 32. Revolta dos Cipaios (1857)
  25. 33. Japão <ul><li>Potência imperialista asiática; </li></ul><ul><li>Era Meiji (1864 – 1914); </li></ul><ul><li>Modernização política e econômica; </li></ul>
  26. 35. Era Meiji (1864 – 1914)

×