EMEB José Luiz Jucá    Contos      De  Assombração              Ilustradores e Autores:        Alunos do 2º Ano Ciclo II G...
Contos de Assombração              1ª Edição Autores: Alunos do 2º Ano Ciclo II G                 2
Equipe de Gestão:          Vanessa de Magalhães Pina         Graziela Valizi Bertoluci Braz      Giovanna Lima dos Santos ...
Apresentação    Prepare-se para entrar em um cenário perfeitoonde existem casas abandonadas, fantasmas,barulho de corrente...
Dedicatória      Dedicamos esse trabalho às professoras dos 2ª anos dociclo II e aos alunos, em especial, à professora Eli...
6
SumárioA morte ........................................................................................ 8A casa assombrada...
A morte     Era uma noite sem luar, daquelas bem escuras. Sentados navaranda da casa do sitio, Marcos, Luciana, Lucas e Si...
- Quem é esta morte?     O monstro respondeu:     - Sou seu amigo, e ela me mandou vir falar com vocês. Jávou indo, vocês ...
A casa assombrada      Era uma noite sem luar, daquelas bem escuras.      Sentados na varanda da casa de Marcos, Luciana, ...
A mulher do espanto      Era uma noite sem luar, daquelas bem escuras.Sentados na varanda da casa do sítio, Marcos, Lucian...
Mas aquele homem virá atrás de nós?    - Eu acho que não, de novo não! Disse o menino.    - Nós não iremos voltar para aqu...
A menina e o astronauta     Era uma vez uma menina que veio da lua.     Ela era monstruosa e louca e veio um astronauta qu...
A fazenda do mistério     Era uma noite sem luar, daquelas bem escuras. Sentados navaranda da casa do sítio, Marcos, Lucia...
onde veio o grito e ficaram andando sem saber aondeestavam e nem quem deu o grito.     E continuaram andando pelas matas ,...
Pantera Negra      Era uma noite sem luar, daquelas bem escuras. Sentadosna varanda da casa do sítio, Marcos, Luciana, Luc...
atingindo Marcos, esse vulto andava em círculos, às vezesdesaparecendo e aparecendo, ele confundia Lucas, pareciaque ele r...
Casa mal assombrada      Era uma noite sem luar, daquelas bem escuras. Sentada navaranda da casa do sitio, Marcos, Luciana...
A casa mal assombrada      Era uma noite sem luar, bem escura. Sentados na varandada casa do sitio, Marcos, Luciana, Lucas...
A casa assombrada     Numa cidade do Maranhão havia uma rua com uma casamuito antiga, ouviam muitas histórias sobre ela se...
A Casa de Campo      Era uma noite sem luar, daquelas bem escuras. Sentados navaranda da casa do sítio, Marcos, Luciana, L...
Alanis, Mariana e Alan que são filhos do Sérgio, a Stephanie filhada Sirlei e o Vinicius e o Igor filhos da Simone. E agor...
A menina da corda      Era uma noite sem luar, daquelas bem escuras, sentadosna varanda, Marcos, Luciana, Lucas e Silvana ...
O bicho      Era uma noite sem luar, daquelas bem escuras. Sentados navaranda da casa do sítio, Marcos, Luciana, Lucas e S...
A casa do Fred Gruguer     Era uma noite sem luar, daquelas bem escuras. Sentados navaranda da casa do sítio, Marcos, Luci...
Lista de alunos        ATAMIRES GOVEIA NUNES       BEATRIZ DOS SANTOS LIMA            BRUNO SÁ LOPES CASSIANE CRISTINA VIE...
Considerações Finais    Os alunos gostaram muito do gênero literário:“Contos de Assombração”, pois através daimaginação pu...
28
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Livrinho 4ªG

773 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
773
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
9
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Livrinho 4ªG

  1. 1. EMEB José Luiz Jucá Contos De Assombração Ilustradores e Autores: Alunos do 2º Ano Ciclo II G 1ª Edição 2011 1
  2. 2. Contos de Assombração 1ª Edição Autores: Alunos do 2º Ano Ciclo II G 2
  3. 3. Equipe de Gestão: Vanessa de Magalhães Pina Graziela Valizi Bertoluci Braz Giovanna Lima dos Santos de Souza Coordenadoras Pedagógica: Anie Masquete Paruta Clemir de Almeida Roberta Cinto de AndradeProfessora: Elizabeth Aparecida Pozzetti de Lima Digitação: Alunos do 2º Ano Ciclo II G Projeto Gráfico: PAPE: Priscila Ferreira Simão Editoração eletrônica e criação gráfica: PAPE: Priscila Ferreira Simão Revisão: Elizabeth Aparecida Pozzetti de Lima Priscila Ferreira Simão Clemir de Almeida 3
  4. 4. Apresentação Prepare-se para entrar em um cenário perfeitoonde existem casas abandonadas, fantasmas,barulho de correntes, portas que rangem. Tudo issofaz parte dessa coletânea de histórias, temoscerteza que irão sentir um arrepio e um pouquinhode medo. Alunos do 2º Ano Ciclo II G Apresentação 4
  5. 5. Dedicatória Dedicamos esse trabalho às professoras dos 2ª anos dociclo II e aos alunos, em especial, à professora Elizabeth, por nosapresentar várias histórias e com elas proporcionar novosconhecimentos para a leitura e escrita. 5
  6. 6. 6
  7. 7. SumárioA morte ........................................................................................ 8A casa assombrada .................................................................... 10A mulher do espanto ................................................................. 11A menina e o astronauta ...................................................... 13A fazenda do mistério ................................................................ 14Pantera Negra ............................................................................ 16Casa mal assombrada ................................................................ 18A casa mal assombrada ............................................................. 19A casa assombrada .................................................................... 20A Casa de Campo ....................................................................... 21A menina da corda ..................................................................... 23O bicho ...................................................................................... 24A casa do Fred Gruguer ............................................................. 25Lista de alunos ........................................................................... 26Considerações Finais.................................................................. 27 7
  8. 8. A morte Era uma noite sem luar, daquelas bem escuras. Sentados navaranda da casa do sitio, Marcos, Luciana, Lucas e Silvanaconversavam olhando o resto da fogueira feita para espantar osmosquitos. De repente eles ouviram um barulho muito estranho quevinha de trás das árvores, eles ficaram tremendo de medo eMarcos disse: - Vamos sair daqui, estou ficando com medo! Até que Lucas disse: - Vamos dar um passeio pelo sítio para mostrar que não hánada de mais. Então eles foram, mas Marcos ficou tremendo. Quandoapareceu um monstro terrível, com quatro braços e um olho só,pulou na direção deles, mesmo assim o monstro disse: - Vocês têm que me dar o ouro que está debaixo daplantação de milho, senão a morte irá pega-los! Eles falaram: 8
  9. 9. - Quem é esta morte? O monstro respondeu: - Sou seu amigo, e ela me mandou vir falar com vocês. Jávou indo, vocês têm mais um dia para pegar esse ouro. Mas tinha um problema, a plantação tinha donos. Elestentaram cavar com a pá, mas não adiantou, tentaram explicar,mas ele não acreditou. Aquele dia já tinha passado até que amorte colocou veneno na água que iram beber e eles beberam,exceto Luciana. Silvana, Marcos e Lucas acabaram morrendo. A morte muita esperta pegou Luciana dormindo e a colocoudentro de um saco, onde acabou morrendo sufocada. Para pegar o ouro que a pertence, a morte ainda procurapor mais pessoas para fazer o serviço. E se não pegar, cuidado que ela pode pegar você! Arthur e Cassiane 9
  10. 10. A casa assombrada Era uma noite sem luar, daquelas bem escuras. Sentados na varanda da casa de Marcos, Luciana, Lucas eSilvana conversavam olhando para a Fogueira feita paraespantar mosquitos. De repente apareceram mais mosquitos e Luciana começou aficar com medo. Ela passou o medo para os amigos e osmosquitos sem querer bateram na menina e ela saiu correndopara o quarto e ficou rezando e ai apareceu um bicho que comeutodas elas. Atamires e Luana 10
  11. 11. A mulher do espanto Era uma noite sem luar, daquelas bem escuras.Sentados na varanda da casa do sítio, Marcos, Luciana,Lucas e Silvana conversavam olhando o resto da fogueirafeita para espantar mosquitos. De repente uma menina perguntou: -Vamos dar um passeio pela floresta? E eles respondem: -Vamos! E todos caminharam pela floresta, de repente eles seassustam ao ouvir um grito e correm para ver quem é. De olhos arregalados, todos vêem uma sombra e omenino fala: -Vamos olhar mais de perto?E todos respondem: -Sim. E eles vão devagar, quando eles abrem a cortinavêem um homem de roupa preta, e todos começam acorrer e correr bem depressa e conseguem escapar e amenina diz: -Nunca mais iremos voltar naquela casa! 11
  12. 12. Mas aquele homem virá atrás de nós? - Eu acho que não, de novo não! Disse o menino. - Nós não iremos voltar para aquela casa. Repetiu amenina. Beatriz e Eduardo 12
  13. 13. A menina e o astronauta Era uma vez uma menina que veio da lua. Ela era monstruosa e louca e veio um astronauta que tinhavontade de matar a menina. Um dia ele conseguiu matá-la e procurou um novo amigo. Bruno e Luciana 13
  14. 14. A fazenda do mistério Era uma noite sem luar, daquelas bem escuras. Sentados navaranda da casa do sítio, Marcos, Luciana, Lucas e Silviaconversavam olhando o resto da fogueira feita para espantarmoscas. De repente ouviram um barulho, eles não ficaram commedo então Luciana disse: - Vou ver o que é. Eles ficaram esperando, passou meia hora e nada, entãoMarcos achou que estava acontecendo alguma coisa, depois deum tempo Lucas falou: - Nossa! Ela está demorando muito é melhor ver o que é. Ficaram procurando e procurando Luciana mas nãoconseguiam encontrar , então ouviram outro barulho só quedesta vez veio com um grito , os dois garotos seguiram de 14
  15. 15. onde veio o grito e ficaram andando sem saber aondeestavam e nem quem deu o grito. E continuaram andando pelas matas , de repenteMarcos começou a sentir alguma coisa puxando-o mas nãoviram nada , e acabaram chegando na fogueira e a Luciananão estava lá. Eles começaram a ficar com medo e começaram a correr.De repente encontraram Luciana e a Silvana amarrada numaárvore. Ninguém sabe explicar o que aconteceu, nem mesmoLuciana se lembra do que houve. João e Cecília 15
  16. 16. Pantera Negra Era uma noite sem luar, daquelas bem escuras. Sentadosna varanda da casa do sítio, Marcos, Luciana, Lucas eSilvana, conversavam olhando o resto da fogueira feita paraespantar os mosquitos. De repente uma luz de varias cores brilhou atrás daplantação de cana, Lucas foi o primeiro a ver; ela estavafraquinha mas logo começou a brilhar cada vez mais forte.Então, Luciana que era mais nova correu para contar ao seutio Joaquim o que tinha acontecido, e ele disse: -Ah querida Luciana, deve ser coisa da sua imaginação,tente dormir e amanhã nós conversaremos. Após colocá-la nacama, Marcos, Lucas e Silvana também foram dormir pensandonaquela tal luz. No dia seguinte ainda pela manhã Lucas e Marcos, osmais corajosos, foram investigar o local onde apareceu aluz, e acharam dois pares de bota e uma clarinetaderretida. Eles estavam distraídos tentando investigar, quandoo arbusto começou a se mexer. Um voltou rapidamente 16
  17. 17. atingindo Marcos, esse vulto andava em círculos, às vezesdesaparecendo e aparecendo, ele confundia Lucas, pareciaque ele rastejava, deste jeito ele jogava lama e pedaços depau, um destes paus bateu na cabeça de Lucas quedesmaiou. Quando ele acordou já era de noite e Lucas e Marcosconseguiram voltar para casa. Logo gritaram: -Tio Joaquim, Silvana, se escondam! Tem uma coisa nositio. Nesse momento a tal criatura apareceu na frente da porta. Ela era uma pantera negra com patas traseiras de fogoe seu rosto metade derretida e sem pele e o outro normal,falou com uma voz rouca e nervosa: -Você Marcos, você fez isso comigo, me queimou quandoeu era criança, você lembra? -Há, não acredito que é você! Respondeu Marcos comuma voz aflita . -É, sou eu sim querido gatinho!- Define a pantera. -Mais não foi porque eu quis. Responde Marcos ajoelhado. -Você tem que vir comigo! Falou a Fera. - Vou, se você não fizer nada com meus amigos. -Tchau, amigos! _ falou Marcos. Eles viajaram para outra cidade deixando o lugar de lado,depois daquilo os mosquitos viraram luzes misteriosas, dizemque a luz é a fera, mas ninguém sabe. Jonata e Yolanda 17
  18. 18. Casa mal assombrada Era uma noite sem luar, daquelas bem escuras. Sentada navaranda da casa do sitio, Marcos, Luciana, Lucas, eSilvana conversavam olhando o resto da fogueira feitapara espantar os mosquitos. De repente eles ouviram alguém falar. -Venha! Venha! Eles entraram na casa e ouviram a voz novamente. -Venha! Venha! Mas eles não sabiam de onde vinha aquela voz, subiram asescadas e na primeira porta que viram entraram eencontraram uma cadeira que se mexia muito. Estava na direçãodeles, mas com armas de água eles espantaram-na. Na segunda porta eles encontraram uma caixa escrita:NÃO ABRA, Marcos sem querer abriu a caixa, de repenteapareceu um monstro com pernas de pau, orelhas de ferro,cabelo de macarrão e outras coisas, eles desceram as escadascorrendo, saíram da casa rapidamente quando passou umcaminhão e atropelou o monstro e ninguém mais entrou naquelacasa mal assombrada. Kaique e Kethelyn 18
  19. 19. A casa mal assombrada Era uma noite sem luar, bem escura. Sentados na varandada casa do sitio, Marcos, Luciana, Lucas e Silvana conversavamolhando a fogueira feita para espantar mosquitos. De repente eles ouviram um barulho muito assustador quevinha de uma casa abandonada no sítio. Marcos, Luciana, Lucas e Silvana foram ver o que tinhacausado aquele barulho, mas com muito medo. Quando eles entraram na casa a porta bateu e trancou,ficaram com mais medo ainda. De repente eles viram um vulto que derrubou o vaso deplanta. Eles saíram correndo e o vulto ia derrubando tudo, e osgarotos e as meninas continuaram correndo para a porta. O vulto foi atrás deles e os pegou. E ninguém mais viu as crianças depois. Algumas pessoasdizem que essa história é uma lenda e outras pessoas dizem queMarcos, Luciana, Lucas e Silvana morreram. Matheus e Robson 19
  20. 20. A casa assombrada Numa cidade do Maranhão havia uma rua com uma casamuito antiga, ouviam muitas histórias sobre ela ser assombrada. Todos falavam que tinha uma menina que andava peloscômodos e a cada dia eles viam um novo fantasma. Um dia um homem viajava por lá, ele passou pela casa eachou um ótimo lugar para ficar sem precisar pagar. À meia noite ouviu-se um grito e nunca mais aquelehomem foi visto. Matias e Leandro 20
  21. 21. A Casa de Campo Era uma noite sem luar, daquelas bem escuras. Sentados navaranda da casa do sítio, Marcos, Luciana, Lucas e Silvanaconversavam olhando o resto da fogueira feita para espantarmosquitos. De repente aparece uma velha com uma boneca e umcarrinho na mão. -Como você veio parar aqui? _disse Marcos com cara deespanto. -Olá, meu nome é Zélia, eu vim do fundo dessa mata todaque tem aqui no sítio e... -Como você entrou aqui? _disse Silvana. -Uma coisa de cada vez, primeiro eu estava lá na cozinhafazendo um bolo de fubá que minha netinha Giovanna e meuneto Vitor adoram. Como Giovanna e Vitor não são irmãos,quando se juntam vira uma bagunça só... -Espera aí... Como os dois não são irmãos e são netos dasenhora? _disse Lucas. -É que eu tenho três filhos e duas filhas e Giovanna é filhada Solange, Vitor é filho do Roberto (Betinho) e ainda tem a 21
  22. 22. Alanis, Mariana e Alan que são filhos do Sérgio, a Stephanie filhada Sirlei e o Vinicius e o Igor filhos da Simone. E agora, possocontinuar? _disse Zélia. -Pode. -Bem, onde eu estava? Lembrei-me! Os doisdesapareceram e então peguei esses brinquedos para atraí-los,mas como eles gostam de mistérios entrei aqui para procurá-los,foi assim que eu entrei aqui...afinal, onde estão os pais de vocês? -Eles estão lá dentro dormindo. Mas e então, achou seusnetos? _disse Luciana. -Não... Vocês me ajudariam a procurá-los? -Mas é claro! _disseram todos juntos. Foi uma folia só! Todos procurando Giovanna e Vitor atéque Luciana os achou debaixo do pé de tomate: -Viva! _disse Zélia animada. E todos vão para a casa de Zélia e se deliciam com umsaboroso bolo de fubá e prometeram nunca mais voltar naquelesítio. Mas depois, as mães e os pais das crianças ficarampreocupados, bateram nas portas de duas cidades vizinhas de lá,finalmente na de Zélia, ficaram felizes, pois encontraram seusfilhos. Mayara e Christian 22
  23. 23. A menina da corda Era uma noite sem luar, daquelas bem escuras, sentadosna varanda, Marcos, Luciana, Lucas e Silvana conversavamolhando o resto da fogueira feita para espantar mosquitos. De repente eles viram uma sombra estranha e Marcosfalou: - Fiquem aqui que eu já volto. E Marcos foi andando. Até que só ouviram o grito dele: - Socorro!!! Eu vejo uma menina... E a menina o matou usando um corda. Ninguém viu a menina. Neemias e Wanderson 23
  24. 24. O bicho Era uma noite sem luar, daquelas bem escuras. Sentados navaranda da casa do sítio, Marcos, Luciana, Lucas e Silvanaconversavam olhando o resto da fogueira feita para espantarmosquitos. De repente eles ouviram um barulho assustador. E foram atrás do barulho, andaram pela floresta escura,eles caminhavam pela mata. Então um bicho segurou Lucas, e começou a puxar todos. Lucas, Luciana, Marcos e Silvana viram, era um cachorroassombrado! Todos ficaram com muito medo e nunca mais foram vistospela família. Raul e Gabriel 24
  25. 25. A casa do Fred Gruguer Era uma noite sem luar, daquelas bem escuras. Sentados navaranda da casa do sítio, Marcos, Luciana, Lucas e Silvanaconversavam olhando o resto da fogueira feita para espantarmosquitos. Os garotos entraram numa casa assombrada e um dosgarotos percebeu um barulho na casa. Um deles disse: - Veio dali de dentro daquele quarto! Entraram no quarto e viram um cadáver. Viram Fred Gruguer e um menino pegou uma faca,enquanto isso o cadáver se movimentava. Fred Gruguer matou todos. Vitor 25
  26. 26. Lista de alunos ATAMIRES GOVEIA NUNES BEATRIZ DOS SANTOS LIMA BRUNO SÁ LOPES CASSIANE CRISTINA VIEIRA DE BARROS CECILIA DE SOUSA CERQUEIRA CHRISTIAN MESQUITA DE LIRA EVELYN CRISTINE DA SILVA RAMOS GABRIEL SANTOS CLEMENTE JOÃO IKARO SPINOLA DE SOUZA JONATA DA COSTA NUNES KAIQUE RODRIGUES DA SILVA KETHELYN GOMES PEREIRA DA SILVA LARISSA DA SILVA OLIVEIRA LEANDRO SALES XAVIER JUNIOR LEIDIANE DA SILVA CAMPOS LUCIANA ARAUJO DOS SANTOS MATHEUS FERREIRA MOREIRA MAYARA CAMARGO REDONDO MIKAELI PEREIRA HENRIQUE NEEMIAS PEREZ FERREIRA BARBOSA RAUL ILGNER CAVALCANTE FAGUNDES ROBSON BATISTA RODRIGUES VITOR GONÇALVES ARAÚJOWANDERSON GABRIEL GOMES CAETANO YOLANDA DA SILVA LOPES 26
  27. 27. Considerações Finais Os alunos gostaram muito do gênero literário:“Contos de Assombração”, pois através daimaginação puderam criar histórias assustadoras edivertidas. Professora: Elizabeth 27
  28. 28. 28

×