SlideShare uma empresa Scribd logo
Boletim da Biblioteca
                                        Jardim-de-infância e EB1 de Praia de Mira - Março 2010


                              Semana da Leitura
                De 1 a 9 de Março a Biblioteca esteve em festa!

   Na Biblioteca de Praia de Mira                    Este ano, para não destoar, e
celebramos a leitura todos os dias.               com o pretexto da vinda do escri-
   Porém, quando chega a primei-                  tor José Fanha, que esteve no dia
ra semana de Março, vivemos uma                   9 de Março entre nós, a convite
azáfama ainda maior! São idas e                   da Biblioteca, foi um nunca mais
vindas, leituras e pinturas, decla-               acabar de entusiasmo!
mações e representações. Uma                         Vamos recordar algumas des-
festa!                                            sas actividades!

                                     Histórias da Avozinha!
                                                    Durante a Semana da Leitura, os
                                                 Encarregados de Educação e outros
                                                 familiares dos alunos foram convida-
                                                 dos a vir à escola ler ou contar uma
                                                 história.
                                                    Primeiro, pé ante pé, depois com
                                                 muita segurança, desfilaram, pelas
                                                                                           A mãe Sandra mostra imagens
                                                 salas do Jardim-de-infância e 1º              do “Gato comilão”.
Natália e Maria José, duas vizinhas e amigas,
                 lêem a par.                     CEB, trinta e três contadores! Vieram
                                                 pais, avós, bisavós, irmãos, primos,
                                                 até vizinhos!
                                                    Leram histórias bem giras!
                                                    Alguns até trouxeram instrumen-
                                                 tos musicais para a banda sonora!
                                                    Uma mãe trouxe uma filmagem de
                                                 uma representação teatral...
                                                                                            A mãe da Letícia dirige-se à
                                                    E outros, falaram do mar. Um avô       plateia, que está muito atenta.

 A bisavó Maria e o bisavô Luís contam uma
                                                 falou de uma baleia pequenina que
           história a duas vozes!                tinha cócegas no dorso e se roçava
                                                 num bacalhoeiro. Outros falaram de
                                                 tempos idos, das dificuldades da
                                                 vida. Sempre com ternura e alegria.
                                                    Os meninos desta escola têm
                                                 famílias e amigos bem fixes!
                                                    Que sejam sempre bem-vindos!
                                                                                            O Emanuel lê um conto à sala
   O avô do Carlos conta histórias do mar.                                                        da irmã Inês.


                                                Biblioteca de Praia de Mira / Março 2010
Boletim da Biblioteca / Março 2010



                                     Concurso “Era uma vez”!
   Como dissemos anteriormente,                                                         abria, deixando-te passar..Escreve
José Fanha inspirou-nos durante a                                                       ou desenha as tuas aventuras do
Semana da Leitura.                                                                      outro lado da porta encantada.
   Assim, pegámos na sua obra “A                                                           Os alunos gostaram deste desafio
porta” e pedimos aos alunos que a                                                       e, com a colaboração dos seus pro-
continuassem, ilustrando ou escre-
                                                                                        fessores, deitaram mãos à obra.
vendo um novo capítulo do livro, par-
                                                                                           Os resultados foram tão interes-
tindo do seguinte tema:
   Era uma vez... uma porta!                                                            santes que, no final, foi feito um
   Imagina que chegavas ao pé dela                                                      livro para oferecer ao escritor, no dia
e que, com palavras mágicas, ela se                                                     da sua visita.


                             Texto premiado                                                                Gravura premiada
                              A porta mágica
   Era uma vez um menino, que andava a brincar no sótão de sua casa.
   Sempre que lá ia, sentia curiosidade em espreitar por uma porta velha
que lá existia, mas tinha medo do que poderia encontrar...
   Um dia, a curiosidade foi maior, disse umas palavras mágicas: dim…
dom… arroz chauchau, porco doce, vaca amarga, abre-te sésamo… e a
porta abriu-se de repente! O menino atravessou-a e ficou surpreendido
com o que viu.
   Era uma grande cidade, onde todos os habitantes eram felizes, havia
só sorrisos e boa disposição. Todas as crianças brincavam e riam, não
havia guerras nem coisas más, só coisas boas. Os jardins eram floridos e
cheiravam a rosas, o sol brilhava como ouro, as pessoas pareciam uma só                                              Lucas, 2º B
família, os animais brincavam e saltavam pelas ruas.
   O menino passou horas a olhar para aquilo. Não lhe parecia real, pare-
cia um sonho!                                                                                              Menções honrosas
   Depois de muito, muito tempo a olhar, resolveu entrar nas brincadei-
ras com os outros meninos. Estava tão feliz que nem deu pelas horas a
passar.
   Quando anoiteceu, o menino teve de voltar para casa. Sua mãe per-
guntou-lhe onde é que ele tinha estado aquele tempo todo. Ele respondeu
que tinha adormecido no sótão e que tivera um sonho de encantar.
   Tinha decidido que não iria contar a ninguém. Era o seu segredo.
   Sempre que estivesse triste, entraria naquela porta e, pelo menos, por
algumas horas, esqueceria todos os males do seu mundo real.                                                        Rui Santos, 3ºC
                                                            João Francisco Veríssimo, 4º D




          André Rosa , 4ºE           Bernardo, 2º B                                                               João Pedro, 1ºA
                                                                          Luís Gabriel ,4ºD

                             Este boletim é uma separata do jornal escolar “Navegar por letras e sonhos”
Boletim da Biblioteca / Março 2010



Visita de José Fanha
                                        Receber José Fanha foi exactamente o
                                     que esperávamos: um verdadeiro aconteci-
                                     mento.
                                        Numa sala decorada a preceito, com
                                     cenas dos seus livros nas paredes, fanto-
                                     ches de personagens a penderem do tecto,
                                     o escritor conversou, declamou, respondeu
                                     a perguntas, riu e enterneceu.
                                        Sempre de pé, prendeu a atenção de
                                     pequenos e crescidos, que seguiram os
                                     seus movimentos e as suas palavras, deli-
                                     ciados.
                                        A sessão, que contou com os alunos de
                                     Lagoa e Barra para além dos da nossa
                                     escola, teve dois momentos especiais: a
                                     canção de abertura “Verdes são os cam-
                                     pos”, pelo 4ºD, e a projecção do filme de
                                     encerramento, feito com os desenhos do 3º
                                     e 4º ano.




                                                   Filme e Livro oferecidos a
                                                          José Fanha

                                                            Pelo meio foram-lhe
                                                            oferecidos trabalhos
                                                            feitos pelos alunos,
                                                            que o autor elogiou.


                                        Para termi-
                                     nar,      José
                                     Fanha, com a
                                     simpatia    que
                                     lhe é habitual,
                                     autografou
                                     livros       na
                                     Biblioteca.

 Biblioteca de Praia de Mira / Março 2010
Boletim da Biblioteca / Março 2010



                                              Biblioteca animada!
   A Biblioteca, neste 2º perío-                 De acordo com um calendário                         minutos com a professora biblio-
do, continuou a ser o lugar onde              afixado na porta da BE, todos os                       tecária.
a leitura deu a mão à animação!               meninos da escola estiveram, às                           Vamos espreitar o que fize-
                                              segundas-feiras, quarenta e cinco                      ram?!

                               Hora do Conto!                                                                   Super Leitor
   Depois do Natal, a obra “Os      A obra de José Fanha também
gnomos e o sapateiro”, pela pena não foi esquecida na animação de
dos Irmãos Grimm visitou os alu- biblioteca, em especial os seus
nos mais pequenos de Praia de contos e a sua poesia.
Mira.
   De novo, a leitura e a sua
exploração empolgaram os
ouvintes. Resultado: mais gno-
mos ficaram vestidos com fatos
                                                                                                        Neste segundo período, o
chiques a valer!
                                                                                                     concurso Super Leitor conti-
                                                                                                     nuou de vento em popa.
                                                Assim, em sessões divertidas,                           Intensificou-se a luta pelos
                                             os meninos ouviram a bibliotecária                      lugares cimeiros, destacando-se
                                             ler poemas do livro “Cantigas e                         o 4ºE como a turma mais deter-
                                             cantigos” e riram com as graças e
                                                                                                     minada!
                                             desgraças dos bisnaus, passarocos
                                             maraus.                                                    Com muito suor, dada a com-
                                                                                                     petição cerrada dos colegas, a
 Gnomos vestidos pelos meninos do 1º ano                                                             vencedora do 2º período foi
                                                                                                     Juliana Soares.
   Seguidamente, coube a vez à                                                                          Foram estas as pontuações
história tradicional portuguesa                                                                      mais significativas:
“Desanda Cacete”, na versão de
Alice Vieira.                                                                                                   Nome        Turma   Pontos

   Não faltaram, para completar                                                                       1º Juliana Soares     4ºE     63
o ramalhete, o jogo Ler e Reter e
                                                                                                      2º Diogo Perdiz       4ºE     57
a sua dramatização! Foi uma ale-
gria ver à nossa frente o aguadei-             Depois houve o jogo “Ler e                             3º Hugo Ferreira      4ºE     54
ro recompensado e o estalajadei- Reter”, pintura e recorte de gravu-
                                                                                                      4º André Rosa         4ºE     47
ro castigado!                               ras, montagem de pendentes com
                                            desenhos da passarada...                                  5º Filipa Santos      3ºC     34
                                               Os alunos mais velhos ilustra-                         6º Igor Miranda       4ºE     33
                                            ram a obra “O dia em que a barriga
                                            rebentou”! Os desenhos ficaram                            7º Carlos Viegas      4ºD     29
                                            tão bonitos que, com a narração de                        8º Miguel Pereira     4ºE     28
                                            um menino, fez-se um filme para
                                            oferecer ao escritor!                                     9º André Rodrigues    4ºE     26
                                               No Jardim-de-infância, profes-                        10º Francisco Parada   4ºE     19
                                            soras, auxiliares e crianças, a partir                       João Leal          3ºC
 Meninos do 3º ano representam a cena em    das leituras, criaram os enfeites
 que o estalajadeiro espia o aguadeiro pelo que decoraram a sala onde se                              Não esqueças: o concurso conti-
            buraco da fechadura.            recebeu o autor.                                                 nua! Concorre!

                                  Este boletim é uma separata do jornal escolar “Navegar por letras e sonhos”

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Newsletter março (2)
Newsletter março (2)Newsletter março (2)
Newsletter março (2)mfsdias
 
O Diário de Juliana
O Diário de JulianaO Diário de Juliana
O Diário de JulianaCybele Meyer
 
Nascente do saber - jornal escolar, 2.º periodo
Nascente do saber - jornal escolar, 2.º periodoNascente do saber - jornal escolar, 2.º periodo
Nascente do saber - jornal escolar, 2.º periodobibliotecaoureana
 
Semana da Leitura
Semana da LeituraSemana da Leitura
Semana da LeituraHelena Maia
 
Boletim be monte belo
Boletim be monte beloBoletim be monte belo
Boletim be monte beloClara Mata
 
Sala de leitura professor antônio rocco
Sala de leitura professor antônio roccoSala de leitura professor antônio rocco
Sala de leitura professor antônio roccoLuciane tonete
 
À conversa com Manuela Ribeiro
À conversa com Manuela Ribeiro À conversa com Manuela Ribeiro
À conversa com Manuela Ribeiro Dores Pinto
 
ApresentaçãO Sl 2010
ApresentaçãO Sl 2010ApresentaçãO Sl 2010
ApresentaçãO Sl 2010biblioebsa
 
Semana do Livro e da Leitura
Semana do Livro e da Leitura Semana do Livro e da Leitura
Semana do Livro e da Leitura beeb23pnf3
 
Vanessa Biffon - Ensaio Piá 2014
Vanessa Biffon - Ensaio Piá 2014Vanessa Biffon - Ensaio Piá 2014
Vanessa Biffon - Ensaio Piá 2014ljulianarosal
 
Programação escolas 2012_2013
Programação escolas 2012_2013Programação escolas 2012_2013
Programação escolas 2012_2013IsabelPereira2010
 
De Pirata de palavras a Pirata de aventuras
De Pirata de palavras a Pirata de aventurasDe Pirata de palavras a Pirata de aventuras
De Pirata de palavras a Pirata de aventurasMárcia Alessandra Silva
 
Uma Aventura Na AmazóNia 7º B
Uma Aventura Na AmazóNia 7º BUma Aventura Na AmazóNia 7º B
Uma Aventura Na AmazóNia 7º Bbevilarinho
 
Uma aventura na terra dos direitos
Uma aventura na terra dos direitosUma aventura na terra dos direitos
Uma aventura na terra dos direitosermelinda mestre
 

Mais procurados (15)

Biblioteca das lameiras
Biblioteca das lameirasBiblioteca das lameiras
Biblioteca das lameiras
 
Newsletter março (2)
Newsletter março (2)Newsletter março (2)
Newsletter março (2)
 
O Diário de Juliana
O Diário de JulianaO Diário de Juliana
O Diário de Juliana
 
Nascente do saber - jornal escolar, 2.º periodo
Nascente do saber - jornal escolar, 2.º periodoNascente do saber - jornal escolar, 2.º periodo
Nascente do saber - jornal escolar, 2.º periodo
 
Semana da Leitura
Semana da LeituraSemana da Leitura
Semana da Leitura
 
Boletim be monte belo
Boletim be monte beloBoletim be monte belo
Boletim be monte belo
 
Sala de leitura professor antônio rocco
Sala de leitura professor antônio roccoSala de leitura professor antônio rocco
Sala de leitura professor antônio rocco
 
À conversa com Manuela Ribeiro
À conversa com Manuela Ribeiro À conversa com Manuela Ribeiro
À conversa com Manuela Ribeiro
 
ApresentaçãO Sl 2010
ApresentaçãO Sl 2010ApresentaçãO Sl 2010
ApresentaçãO Sl 2010
 
Semana do Livro e da Leitura
Semana do Livro e da Leitura Semana do Livro e da Leitura
Semana do Livro e da Leitura
 
Vanessa Biffon - Ensaio Piá 2014
Vanessa Biffon - Ensaio Piá 2014Vanessa Biffon - Ensaio Piá 2014
Vanessa Biffon - Ensaio Piá 2014
 
Programação escolas 2012_2013
Programação escolas 2012_2013Programação escolas 2012_2013
Programação escolas 2012_2013
 
De Pirata de palavras a Pirata de aventuras
De Pirata de palavras a Pirata de aventurasDe Pirata de palavras a Pirata de aventuras
De Pirata de palavras a Pirata de aventuras
 
Uma Aventura Na AmazóNia 7º B
Uma Aventura Na AmazóNia 7º BUma Aventura Na AmazóNia 7º B
Uma Aventura Na AmazóNia 7º B
 
Uma aventura na terra dos direitos
Uma aventura na terra dos direitosUma aventura na terra dos direitos
Uma aventura na terra dos direitos
 

Destaque

Control parental con software libre
Control parental con software libreControl parental con software libre
Control parental con software libreEdgar David Salazar
 
Chumak strategii03-2012-private-luxury
Chumak strategii03-2012-private-luxuryChumak strategii03-2012-private-luxury
Chumak strategii03-2012-private-luxuryMykola Chumak
 
Primeros pasos con la base de datos de grafos Neo4j
Primeros pasos con la base de datos de grafos Neo4jPrimeros pasos con la base de datos de grafos Neo4j
Primeros pasos con la base de datos de grafos Neo4jAlberto Perdomo
 
Leveraging relations at scale with Neo4j
Leveraging relations at scale with Neo4jLeveraging relations at scale with Neo4j
Leveraging relations at scale with Neo4jAlberto Perdomo
 
Informe de ivestigacion josemanuel buritica corregido 1
Informe de ivestigacion josemanuel buritica corregido 1Informe de ivestigacion josemanuel buritica corregido 1
Informe de ivestigacion josemanuel buritica corregido 1IE Simona Duque
 
Sistema Operativo UNIX
Sistema Operativo UNIX Sistema Operativo UNIX
Sistema Operativo UNIX Erick Navarro
 

Destaque (8)

Control parental con software libre
Control parental con software libreControl parental con software libre
Control parental con software libre
 
Chumak strategii03-2012-private-luxury
Chumak strategii03-2012-private-luxuryChumak strategii03-2012-private-luxury
Chumak strategii03-2012-private-luxury
 
Photo Fp 9
Photo Fp 9Photo Fp 9
Photo Fp 9
 
Primeros pasos con la base de datos de grafos Neo4j
Primeros pasos con la base de datos de grafos Neo4jPrimeros pasos con la base de datos de grafos Neo4j
Primeros pasos con la base de datos de grafos Neo4j
 
Leveraging relations at scale with Neo4j
Leveraging relations at scale with Neo4jLeveraging relations at scale with Neo4j
Leveraging relations at scale with Neo4j
 
Informe de ivestigacion josemanuel buritica corregido 1
Informe de ivestigacion josemanuel buritica corregido 1Informe de ivestigacion josemanuel buritica corregido 1
Informe de ivestigacion josemanuel buritica corregido 1
 
sistema operativo unix
sistema operativo unixsistema operativo unix
sistema operativo unix
 
Sistema Operativo UNIX
Sistema Operativo UNIX Sistema Operativo UNIX
Sistema Operativo UNIX
 

Semelhante a Boletim BE Praia Março 2010

Semelhante a Boletim BE Praia Março 2010 (20)

Atividades de dezembro 2015
Atividades de dezembro 2015Atividades de dezembro 2015
Atividades de dezembro 2015
 
Jornal 49 3º período
Jornal 49   3º períodoJornal 49   3º período
Jornal 49 3º período
 
O segredo da caixa pp
O segredo da caixa ppO segredo da caixa pp
O segredo da caixa pp
 
Anabela Mimoso
Anabela Mimoso  Anabela Mimoso
Anabela Mimoso
 
Biblioteca das Lameiras
Biblioteca das LameirasBiblioteca das Lameiras
Biblioteca das Lameiras
 
Contos de Natal em Rede
Contos de Natal em RedeContos de Natal em Rede
Contos de Natal em Rede
 
Contacto 1.º período
Contacto   1.º períodoContacto   1.º período
Contacto 1.º período
 
Oficina de leitura atividades
Oficina de leitura   atividadesOficina de leitura   atividades
Oficina de leitura atividades
 
Textos autores biblioteca
Textos autores bibliotecaTextos autores biblioteca
Textos autores biblioteca
 
CENPEC - Roda Da Leitura
CENPEC - Roda Da LeituraCENPEC - Roda Da Leitura
CENPEC - Roda Da Leitura
 
CENPEC - Roda Da Leitura
CENPEC - Roda Da LeituraCENPEC - Roda Da Leitura
CENPEC - Roda Da Leitura
 
Laboratório de Contação de Histórias
Laboratório de Contação de HistóriasLaboratório de Contação de Histórias
Laboratório de Contação de Histórias
 
Sugestões de leitura
Sugestões de leituraSugestões de leitura
Sugestões de leitura
 
Semana do Livro e da Leitura
Semana do Livro e da LeituraSemana do Livro e da Leitura
Semana do Livro e da Leitura
 
Semana do Livro e da Leitura
Semana do Livro e da LeituraSemana do Livro e da Leitura
Semana do Livro e da Leitura
 
Sugestões de leitura
Sugestões de leituraSugestões de leitura
Sugestões de leitura
 
Boletim BE 9
Boletim BE  9Boletim BE  9
Boletim BE 9
 
Ppt cel 1º d
Ppt cel 1º dPpt cel 1º d
Ppt cel 1º d
 
Novidades
NovidadesNovidades
Novidades
 
Biografia autores e sinopse de obras
Biografia autores e sinopse de obrasBiografia autores e sinopse de obras
Biografia autores e sinopse de obras
 

Mais de EB2 Mira

Qual o mais bonito
Qual o mais bonitoQual o mais bonito
Qual o mais bonitoEB2 Mira
 
Postais halloween
Postais halloweenPostais halloween
Postais halloweenEB2 Mira
 
Paa da be de praia de mira
Paa da be de praia de miraPaa da be de praia de mira
Paa da be de praia de miraEB2 Mira
 
A história da papoila ld soares
A história da papoila ld soaresA história da papoila ld soares
A história da papoila ld soaresEB2 Mira
 
Fotos evento
Fotos eventoFotos evento
Fotos eventoEB2 Mira
 
Visita do escritor Filipe Monteiro à BE de Mira, no dia 16 de Fevereiro 2012
Visita do escritor Filipe Monteiro à BE de Mira, no dia 16 de Fevereiro 2012Visita do escritor Filipe Monteiro à BE de Mira, no dia 16 de Fevereiro 2012
Visita do escritor Filipe Monteiro à BE de Mira, no dia 16 de Fevereiro 2012EB2 Mira
 
Super leitor 1.º período
Super leitor 1.º períodoSuper leitor 1.º período
Super leitor 1.º períodoEB2 Mira
 
Outros percursos Abril 2011
Outros percursos Abril 2011Outros percursos Abril 2011
Outros percursos Abril 2011EB2 Mira
 
O baile das bruxas
O baile das bruxasO baile das bruxas
O baile das bruxasEB2 Mira
 
As 3 finórias
As 3 finóriasAs 3 finórias
As 3 finóriasEB2 Mira
 
Histórias da avozinha
Histórias da avozinhaHistórias da avozinha
Histórias da avozinhaEB2 Mira
 
Festival Narração Oral - Slide show
Festival Narração Oral - Slide showFestival Narração Oral - Slide show
Festival Narração Oral - Slide showEB2 Mira
 
Boletim BE Junho 2010 - Praia
Boletim BE Junho 2010 - PraiaBoletim BE Junho 2010 - Praia
Boletim BE Junho 2010 - PraiaEB2 Mira
 
Boletim Dez 2009 - Praia de Mira
Boletim Dez 2009 - Praia de MiraBoletim Dez 2009 - Praia de Mira
Boletim Dez 2009 - Praia de MiraEB2 Mira
 
Boletim BE Dez 2009
Boletim BE Dez 2009Boletim BE Dez 2009
Boletim BE Dez 2009EB2 Mira
 
Ficção em 1910
Ficção em 1910Ficção em 1910
Ficção em 1910EB2 Mira
 
Trabalho 1
Trabalho 1Trabalho 1
Trabalho 1EB2 Mira
 
A Isabel Figueiredo, por mim
A Isabel Figueiredo, por mimA Isabel Figueiredo, por mim
A Isabel Figueiredo, por mimEB2 Mira
 
Sessão 3 Tarefa 2
Sessão 3   Tarefa 2Sessão 3   Tarefa 2
Sessão 3 Tarefa 2EB2 Mira
 

Mais de EB2 Mira (20)

Qual o mais bonito
Qual o mais bonitoQual o mais bonito
Qual o mais bonito
 
Postais halloween
Postais halloweenPostais halloween
Postais halloween
 
Paa da be de praia de mira
Paa da be de praia de miraPaa da be de praia de mira
Paa da be de praia de mira
 
A história da papoila ld soares
A história da papoila ld soaresA história da papoila ld soares
A história da papoila ld soares
 
Fotos evento
Fotos eventoFotos evento
Fotos evento
 
Visita do escritor Filipe Monteiro à BE de Mira, no dia 16 de Fevereiro 2012
Visita do escritor Filipe Monteiro à BE de Mira, no dia 16 de Fevereiro 2012Visita do escritor Filipe Monteiro à BE de Mira, no dia 16 de Fevereiro 2012
Visita do escritor Filipe Monteiro à BE de Mira, no dia 16 de Fevereiro 2012
 
Super leitor 1.º período
Super leitor 1.º períodoSuper leitor 1.º período
Super leitor 1.º período
 
Outros percursos Abril 2011
Outros percursos Abril 2011Outros percursos Abril 2011
Outros percursos Abril 2011
 
O baile das bruxas
O baile das bruxasO baile das bruxas
O baile das bruxas
 
O monstro
O monstroO monstro
O monstro
 
As 3 finórias
As 3 finóriasAs 3 finórias
As 3 finórias
 
Histórias da avozinha
Histórias da avozinhaHistórias da avozinha
Histórias da avozinha
 
Festival Narração Oral - Slide show
Festival Narração Oral - Slide showFestival Narração Oral - Slide show
Festival Narração Oral - Slide show
 
Boletim BE Junho 2010 - Praia
Boletim BE Junho 2010 - PraiaBoletim BE Junho 2010 - Praia
Boletim BE Junho 2010 - Praia
 
Boletim Dez 2009 - Praia de Mira
Boletim Dez 2009 - Praia de MiraBoletim Dez 2009 - Praia de Mira
Boletim Dez 2009 - Praia de Mira
 
Boletim BE Dez 2009
Boletim BE Dez 2009Boletim BE Dez 2009
Boletim BE Dez 2009
 
Ficção em 1910
Ficção em 1910Ficção em 1910
Ficção em 1910
 
Trabalho 1
Trabalho 1Trabalho 1
Trabalho 1
 
A Isabel Figueiredo, por mim
A Isabel Figueiredo, por mimA Isabel Figueiredo, por mim
A Isabel Figueiredo, por mim
 
Sessão 3 Tarefa 2
Sessão 3   Tarefa 2Sessão 3   Tarefa 2
Sessão 3 Tarefa 2
 

Último

Apresentação Formação em Prevenção ao Assédio
Apresentação Formação em Prevenção ao AssédioApresentação Formação em Prevenção ao Assédio
Apresentação Formação em Prevenção ao Assédioifbauab
 
Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...
Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...
Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...LuizHenriquedeAlmeid6
 
Apresentação sobre as etapas do desenvolvimento infantil
Apresentação sobre as etapas do desenvolvimento infantilApresentação sobre as etapas do desenvolvimento infantil
Apresentação sobre as etapas do desenvolvimento infantilMariaHelena293800
 
Slides Lição 8, Central Gospel, Os 144 Mil Que Não Se Curvarão Ao Anticristo....
Slides Lição 8, Central Gospel, Os 144 Mil Que Não Se Curvarão Ao Anticristo....Slides Lição 8, Central Gospel, Os 144 Mil Que Não Se Curvarão Ao Anticristo....
Slides Lição 8, Central Gospel, Os 144 Mil Que Não Se Curvarão Ao Anticristo....LuizHenriquedeAlmeid6
 
04_GuiaDoCurso_Neurociência, Psicologia Positiva e Mindfulness.pdf
04_GuiaDoCurso_Neurociência, Psicologia Positiva e Mindfulness.pdf04_GuiaDoCurso_Neurociência, Psicologia Positiva e Mindfulness.pdf
04_GuiaDoCurso_Neurociência, Psicologia Positiva e Mindfulness.pdfARIANAMENDES11
 
5ca0e9_ea0307e5baa1478490e87a15cb4ee530.pdf
5ca0e9_ea0307e5baa1478490e87a15cb4ee530.pdf5ca0e9_ea0307e5baa1478490e87a15cb4ee530.pdf
5ca0e9_ea0307e5baa1478490e87a15cb4ee530.pdfedjailmax
 
hereditariedade é variabilidade genetic
hereditariedade é variabilidade  genetichereditariedade é variabilidade  genetic
hereditariedade é variabilidade geneticMrMartnoficial
 
Atividade com a música Xote da Alegria - Falamansa
Atividade com a música Xote  da  Alegria    -   FalamansaAtividade com a música Xote  da  Alegria    -   Falamansa
Atividade com a música Xote da Alegria - FalamansaMary Alvarenga
 
Junho Violeta - Sugestão de Ações na Igreja
Junho Violeta - Sugestão de Ações na IgrejaJunho Violeta - Sugestão de Ações na Igreja
Junho Violeta - Sugestão de Ações na IgrejaComando Resgatai
 
ATPCG 27.05 - Recomposição de aprendizagem.pptx
ATPCG 27.05 - Recomposição de aprendizagem.pptxATPCG 27.05 - Recomposição de aprendizagem.pptx
ATPCG 27.05 - Recomposição de aprendizagem.pptxmairaviani
 
Manual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdf
Manual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdfManual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdf
Manual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdfPastor Robson Colaço
 
GRAMÁTICA NORMATIVA DA LÍNGUA PORTUGUESA UM GUIA COMPLETO DO IDIOMA.pdf
GRAMÁTICA NORMATIVA DA LÍNGUA PORTUGUESA UM GUIA COMPLETO DO IDIOMA.pdfGRAMÁTICA NORMATIVA DA LÍNGUA PORTUGUESA UM GUIA COMPLETO DO IDIOMA.pdf
GRAMÁTICA NORMATIVA DA LÍNGUA PORTUGUESA UM GUIA COMPLETO DO IDIOMA.pdfrarakey779
 
Produção de poemas - Reciclar é preciso
Produção  de  poemas  -  Reciclar é precisoProdução  de  poemas  -  Reciclar é preciso
Produção de poemas - Reciclar é precisoMary Alvarenga
 
Evangelismo e Missões Contemporânea Cristã.pdf
Evangelismo e Missões Contemporânea Cristã.pdfEvangelismo e Missões Contemporânea Cristã.pdf
Evangelismo e Missões Contemporânea Cristã.pdfPastor Robson Colaço
 
O que é uma Revolução Solar. tecnica preditiva
O que é uma Revolução Solar. tecnica preditivaO que é uma Revolução Solar. tecnica preditiva
O que é uma Revolução Solar. tecnica preditivaCludiaRodrigues693635
 
Memórias_póstumas_de_Brás_Cubas_ Machado_de_Assis
Memórias_póstumas_de_Brás_Cubas_ Machado_de_AssisMemórias_póstumas_de_Brás_Cubas_ Machado_de_Assis
Memórias_póstumas_de_Brás_Cubas_ Machado_de_Assisbrunocali007
 
Hans Kelsen - Teoria Pura do Direito - Obra completa.pdf
Hans Kelsen - Teoria Pura do Direito - Obra completa.pdfHans Kelsen - Teoria Pura do Direito - Obra completa.pdf
Hans Kelsen - Teoria Pura do Direito - Obra completa.pdfrarakey779
 
00Certificado - MBA - Gestão de projetos
00Certificado - MBA - Gestão de projetos00Certificado - MBA - Gestão de projetos
00Certificado - MBA - Gestão de projetosLeonardoHenrique931183
 
O QUINZE.pdf livro lidokkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
O QUINZE.pdf livro lidokkkkkkkkkkkkkkkkkkkkO QUINZE.pdf livro lidokkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
O QUINZE.pdf livro lidokkkkkkkkkkkkkkkkkkkkLisaneWerlang
 
Desastres ambientais e vulnerabilidadess
Desastres ambientais e vulnerabilidadessDesastres ambientais e vulnerabilidadess
Desastres ambientais e vulnerabilidadessRodrigoGonzlez461291
 

Último (20)

Apresentação Formação em Prevenção ao Assédio
Apresentação Formação em Prevenção ao AssédioApresentação Formação em Prevenção ao Assédio
Apresentação Formação em Prevenção ao Assédio
 
Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...
Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...
Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...
 
Apresentação sobre as etapas do desenvolvimento infantil
Apresentação sobre as etapas do desenvolvimento infantilApresentação sobre as etapas do desenvolvimento infantil
Apresentação sobre as etapas do desenvolvimento infantil
 
Slides Lição 8, Central Gospel, Os 144 Mil Que Não Se Curvarão Ao Anticristo....
Slides Lição 8, Central Gospel, Os 144 Mil Que Não Se Curvarão Ao Anticristo....Slides Lição 8, Central Gospel, Os 144 Mil Que Não Se Curvarão Ao Anticristo....
Slides Lição 8, Central Gospel, Os 144 Mil Que Não Se Curvarão Ao Anticristo....
 
04_GuiaDoCurso_Neurociência, Psicologia Positiva e Mindfulness.pdf
04_GuiaDoCurso_Neurociência, Psicologia Positiva e Mindfulness.pdf04_GuiaDoCurso_Neurociência, Psicologia Positiva e Mindfulness.pdf
04_GuiaDoCurso_Neurociência, Psicologia Positiva e Mindfulness.pdf
 
5ca0e9_ea0307e5baa1478490e87a15cb4ee530.pdf
5ca0e9_ea0307e5baa1478490e87a15cb4ee530.pdf5ca0e9_ea0307e5baa1478490e87a15cb4ee530.pdf
5ca0e9_ea0307e5baa1478490e87a15cb4ee530.pdf
 
hereditariedade é variabilidade genetic
hereditariedade é variabilidade  genetichereditariedade é variabilidade  genetic
hereditariedade é variabilidade genetic
 
Atividade com a música Xote da Alegria - Falamansa
Atividade com a música Xote  da  Alegria    -   FalamansaAtividade com a música Xote  da  Alegria    -   Falamansa
Atividade com a música Xote da Alegria - Falamansa
 
Junho Violeta - Sugestão de Ações na Igreja
Junho Violeta - Sugestão de Ações na IgrejaJunho Violeta - Sugestão de Ações na Igreja
Junho Violeta - Sugestão de Ações na Igreja
 
ATPCG 27.05 - Recomposição de aprendizagem.pptx
ATPCG 27.05 - Recomposição de aprendizagem.pptxATPCG 27.05 - Recomposição de aprendizagem.pptx
ATPCG 27.05 - Recomposição de aprendizagem.pptx
 
Manual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdf
Manual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdfManual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdf
Manual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdf
 
GRAMÁTICA NORMATIVA DA LÍNGUA PORTUGUESA UM GUIA COMPLETO DO IDIOMA.pdf
GRAMÁTICA NORMATIVA DA LÍNGUA PORTUGUESA UM GUIA COMPLETO DO IDIOMA.pdfGRAMÁTICA NORMATIVA DA LÍNGUA PORTUGUESA UM GUIA COMPLETO DO IDIOMA.pdf
GRAMÁTICA NORMATIVA DA LÍNGUA PORTUGUESA UM GUIA COMPLETO DO IDIOMA.pdf
 
Produção de poemas - Reciclar é preciso
Produção  de  poemas  -  Reciclar é precisoProdução  de  poemas  -  Reciclar é preciso
Produção de poemas - Reciclar é preciso
 
Evangelismo e Missões Contemporânea Cristã.pdf
Evangelismo e Missões Contemporânea Cristã.pdfEvangelismo e Missões Contemporânea Cristã.pdf
Evangelismo e Missões Contemporânea Cristã.pdf
 
O que é uma Revolução Solar. tecnica preditiva
O que é uma Revolução Solar. tecnica preditivaO que é uma Revolução Solar. tecnica preditiva
O que é uma Revolução Solar. tecnica preditiva
 
Memórias_póstumas_de_Brás_Cubas_ Machado_de_Assis
Memórias_póstumas_de_Brás_Cubas_ Machado_de_AssisMemórias_póstumas_de_Brás_Cubas_ Machado_de_Assis
Memórias_póstumas_de_Brás_Cubas_ Machado_de_Assis
 
Hans Kelsen - Teoria Pura do Direito - Obra completa.pdf
Hans Kelsen - Teoria Pura do Direito - Obra completa.pdfHans Kelsen - Teoria Pura do Direito - Obra completa.pdf
Hans Kelsen - Teoria Pura do Direito - Obra completa.pdf
 
00Certificado - MBA - Gestão de projetos
00Certificado - MBA - Gestão de projetos00Certificado - MBA - Gestão de projetos
00Certificado - MBA - Gestão de projetos
 
O QUINZE.pdf livro lidokkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
O QUINZE.pdf livro lidokkkkkkkkkkkkkkkkkkkkO QUINZE.pdf livro lidokkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
O QUINZE.pdf livro lidokkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
 
Desastres ambientais e vulnerabilidadess
Desastres ambientais e vulnerabilidadessDesastres ambientais e vulnerabilidadess
Desastres ambientais e vulnerabilidadess
 

Boletim BE Praia Março 2010

  • 1. Boletim da Biblioteca Jardim-de-infância e EB1 de Praia de Mira - Março 2010 Semana da Leitura De 1 a 9 de Março a Biblioteca esteve em festa! Na Biblioteca de Praia de Mira Este ano, para não destoar, e celebramos a leitura todos os dias. com o pretexto da vinda do escri- Porém, quando chega a primei- tor José Fanha, que esteve no dia ra semana de Março, vivemos uma 9 de Março entre nós, a convite azáfama ainda maior! São idas e da Biblioteca, foi um nunca mais vindas, leituras e pinturas, decla- acabar de entusiasmo! mações e representações. Uma Vamos recordar algumas des- festa! sas actividades! Histórias da Avozinha! Durante a Semana da Leitura, os Encarregados de Educação e outros familiares dos alunos foram convida- dos a vir à escola ler ou contar uma história. Primeiro, pé ante pé, depois com muita segurança, desfilaram, pelas A mãe Sandra mostra imagens salas do Jardim-de-infância e 1º do “Gato comilão”. Natália e Maria José, duas vizinhas e amigas, lêem a par. CEB, trinta e três contadores! Vieram pais, avós, bisavós, irmãos, primos, até vizinhos! Leram histórias bem giras! Alguns até trouxeram instrumen- tos musicais para a banda sonora! Uma mãe trouxe uma filmagem de uma representação teatral... A mãe da Letícia dirige-se à E outros, falaram do mar. Um avô plateia, que está muito atenta. A bisavó Maria e o bisavô Luís contam uma falou de uma baleia pequenina que história a duas vozes! tinha cócegas no dorso e se roçava num bacalhoeiro. Outros falaram de tempos idos, das dificuldades da vida. Sempre com ternura e alegria. Os meninos desta escola têm famílias e amigos bem fixes! Que sejam sempre bem-vindos! O Emanuel lê um conto à sala O avô do Carlos conta histórias do mar. da irmã Inês. Biblioteca de Praia de Mira / Março 2010
  • 2. Boletim da Biblioteca / Março 2010 Concurso “Era uma vez”! Como dissemos anteriormente, abria, deixando-te passar..Escreve José Fanha inspirou-nos durante a ou desenha as tuas aventuras do Semana da Leitura. outro lado da porta encantada. Assim, pegámos na sua obra “A Os alunos gostaram deste desafio porta” e pedimos aos alunos que a e, com a colaboração dos seus pro- continuassem, ilustrando ou escre- fessores, deitaram mãos à obra. vendo um novo capítulo do livro, par- Os resultados foram tão interes- tindo do seguinte tema: Era uma vez... uma porta! santes que, no final, foi feito um Imagina que chegavas ao pé dela livro para oferecer ao escritor, no dia e que, com palavras mágicas, ela se da sua visita. Texto premiado Gravura premiada A porta mágica Era uma vez um menino, que andava a brincar no sótão de sua casa. Sempre que lá ia, sentia curiosidade em espreitar por uma porta velha que lá existia, mas tinha medo do que poderia encontrar... Um dia, a curiosidade foi maior, disse umas palavras mágicas: dim… dom… arroz chauchau, porco doce, vaca amarga, abre-te sésamo… e a porta abriu-se de repente! O menino atravessou-a e ficou surpreendido com o que viu. Era uma grande cidade, onde todos os habitantes eram felizes, havia só sorrisos e boa disposição. Todas as crianças brincavam e riam, não havia guerras nem coisas más, só coisas boas. Os jardins eram floridos e cheiravam a rosas, o sol brilhava como ouro, as pessoas pareciam uma só Lucas, 2º B família, os animais brincavam e saltavam pelas ruas. O menino passou horas a olhar para aquilo. Não lhe parecia real, pare- cia um sonho! Menções honrosas Depois de muito, muito tempo a olhar, resolveu entrar nas brincadei- ras com os outros meninos. Estava tão feliz que nem deu pelas horas a passar. Quando anoiteceu, o menino teve de voltar para casa. Sua mãe per- guntou-lhe onde é que ele tinha estado aquele tempo todo. Ele respondeu que tinha adormecido no sótão e que tivera um sonho de encantar. Tinha decidido que não iria contar a ninguém. Era o seu segredo. Sempre que estivesse triste, entraria naquela porta e, pelo menos, por algumas horas, esqueceria todos os males do seu mundo real. Rui Santos, 3ºC João Francisco Veríssimo, 4º D André Rosa , 4ºE Bernardo, 2º B João Pedro, 1ºA Luís Gabriel ,4ºD Este boletim é uma separata do jornal escolar “Navegar por letras e sonhos”
  • 3. Boletim da Biblioteca / Março 2010 Visita de José Fanha Receber José Fanha foi exactamente o que esperávamos: um verdadeiro aconteci- mento. Numa sala decorada a preceito, com cenas dos seus livros nas paredes, fanto- ches de personagens a penderem do tecto, o escritor conversou, declamou, respondeu a perguntas, riu e enterneceu. Sempre de pé, prendeu a atenção de pequenos e crescidos, que seguiram os seus movimentos e as suas palavras, deli- ciados. A sessão, que contou com os alunos de Lagoa e Barra para além dos da nossa escola, teve dois momentos especiais: a canção de abertura “Verdes são os cam- pos”, pelo 4ºD, e a projecção do filme de encerramento, feito com os desenhos do 3º e 4º ano. Filme e Livro oferecidos a José Fanha Pelo meio foram-lhe oferecidos trabalhos feitos pelos alunos, que o autor elogiou. Para termi- nar, José Fanha, com a simpatia que lhe é habitual, autografou livros na Biblioteca. Biblioteca de Praia de Mira / Março 2010
  • 4. Boletim da Biblioteca / Março 2010 Biblioteca animada! A Biblioteca, neste 2º perío- De acordo com um calendário minutos com a professora biblio- do, continuou a ser o lugar onde afixado na porta da BE, todos os tecária. a leitura deu a mão à animação! meninos da escola estiveram, às Vamos espreitar o que fize- segundas-feiras, quarenta e cinco ram?! Hora do Conto! Super Leitor Depois do Natal, a obra “Os A obra de José Fanha também gnomos e o sapateiro”, pela pena não foi esquecida na animação de dos Irmãos Grimm visitou os alu- biblioteca, em especial os seus nos mais pequenos de Praia de contos e a sua poesia. Mira. De novo, a leitura e a sua exploração empolgaram os ouvintes. Resultado: mais gno- mos ficaram vestidos com fatos Neste segundo período, o chiques a valer! concurso Super Leitor conti- nuou de vento em popa. Assim, em sessões divertidas, Intensificou-se a luta pelos os meninos ouviram a bibliotecária lugares cimeiros, destacando-se ler poemas do livro “Cantigas e o 4ºE como a turma mais deter- cantigos” e riram com as graças e minada! desgraças dos bisnaus, passarocos maraus. Com muito suor, dada a com- petição cerrada dos colegas, a Gnomos vestidos pelos meninos do 1º ano vencedora do 2º período foi Juliana Soares. Seguidamente, coube a vez à Foram estas as pontuações história tradicional portuguesa mais significativas: “Desanda Cacete”, na versão de Alice Vieira. Nome Turma Pontos Não faltaram, para completar 1º Juliana Soares 4ºE 63 o ramalhete, o jogo Ler e Reter e 2º Diogo Perdiz 4ºE 57 a sua dramatização! Foi uma ale- gria ver à nossa frente o aguadei- Depois houve o jogo “Ler e 3º Hugo Ferreira 4ºE 54 ro recompensado e o estalajadei- Reter”, pintura e recorte de gravu- 4º André Rosa 4ºE 47 ro castigado! ras, montagem de pendentes com desenhos da passarada... 5º Filipa Santos 3ºC 34 Os alunos mais velhos ilustra- 6º Igor Miranda 4ºE 33 ram a obra “O dia em que a barriga rebentou”! Os desenhos ficaram 7º Carlos Viegas 4ºD 29 tão bonitos que, com a narração de 8º Miguel Pereira 4ºE 28 um menino, fez-se um filme para oferecer ao escritor! 9º André Rodrigues 4ºE 26 No Jardim-de-infância, profes- 10º Francisco Parada 4ºE 19 soras, auxiliares e crianças, a partir João Leal 3ºC Meninos do 3º ano representam a cena em das leituras, criaram os enfeites que o estalajadeiro espia o aguadeiro pelo que decoraram a sala onde se Não esqueças: o concurso conti- buraco da fechadura. recebeu o autor. nua! Concorre! Este boletim é uma separata do jornal escolar “Navegar por letras e sonhos”