Auto da barca do inferno: Frade

533 visualizações

Publicada em

Auto da Barca do Inferno: Cena do Frade

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
533
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
3
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Auto da barca do inferno: Frade

  1. 1. Trabalho realizado por:  Bruna Silva, Nº 4, 9ºD  David Caçador, Nº 11, 9ºD  Loren Cruz, Nº 13, 9ºD  Rafael Almeida, Nº 20, 9ºD
  2. 2. Está alegre Símbolos cénicos Capuz Alegria Graças a Deus Dança que estava na moda nos séc. XV e XVI Aparentemente servil, cortesia Ironia Utilização do imperativo Tocarei Arcaísmo – sabês > sabeis Cómico de Carácter Cómico de Situação
  3. 3. Pecado  O Frade não tem consiência ironia Eles fazem pior Comparação E nunca vos chamaram a atenção? Críticaaoclero Arcaísmo – cousa > coisa
  4. 4. Ironia e cortesia por parte do Diabo Utilização do imperativo Eufemismo (inferno) Argumento de Defesa Inconsciência Dado aos prazeres do mundo Argumento de acusação Diabo Ironia e cortesia por parte do Diabo O Frade pensa que só por estar a usar o hábito (veste ), que tem lugar para o Paraíso Arcaísmo – nom > não
  5. 5. Religião mal praticada Precentimento de que vai ser condenado ao Inferno Arcaísmo – assi>assim (paragoge do [m])
  6. 6. Utilização do imperativo Demora Não foi acordado isso. OFradenãoaceitaasentençadirigidapeloDiabo
  7. 7. Argumento de Defesa Inconsciência do Frade: por ter uma amante e uma mulher e por ter rezado muito pensa que vai para o Paraíso Esta é a tua sentença Rivalidade Fiel Cómico de Carácter Cómico de Linguagem - ironia
  8. 8. Apóstrofe Está a mostrar a importância da espada e do escudo
  9. 9. Início da esgrima  cómico de situação Gíria de Esgrima: há utilização de termos apenas usados pelos esgrimistas
  10. 10. Gíria de Esgrima: há utilização de termos apenas usados pelos esgrimistas Comparação
  11. 11. Gíria de Esgrima: há utilização de termos apenas usados pelos esgrimistas Interjeição
  12. 12. Interjeição Interjeição Fim da esgrima
  13. 13. O Anjo não responde Argumento de acusação de Joane (Parvo) Nota: o Anjo não responde ao Frade pois este não cumpriu os preconceitos religiosos nem os votos de castidade e além disso dedicava-se a uma vida mundanal. Está alegre
  14. 14. Aceitaçãodasuasentença
  15. 15. Em síntese:
  16. 16. Em síntese:
  17. 17. Em síntese:
  18. 18. Em síntese:
  19. 19. Em síntese: Caracterização do Frade  Sabe dançar e esgrimir (qualidades típicas de um nobre)  É alegre, já que chega ao cais a cantar e a dançar  Levava uma vida boémia  Tal como os outros Frades não cumpriu o voto de castidade nem de pobreza, como se podia comprovar nas suas palavras  Estava convencido que por ser membro da Igreja tem entrada direta no Paraíso  Autocaracteriza-se “cortesão” (frequentava a corte) o que contradiz com a sua classe
  20. 20. Em síntese:
  21. 21. Em síntese:
  22. 22. Em síntese:
  23. 23. Em síntese:
  24. 24. Em síntese:

×