Trabalho APO - Peter Drucker

1.105 visualizações

Publicada em

Trabalho apresentado na aula (fundamentos de gestão empresarial) do professor Jorge Vieira - UVA

Publicada em: Economia e finanças
0 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.105
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
15
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
23
Comentários
0
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Trabalho APO - Peter Drucker

  1. 1. Administração Por Objetivos
  2. 2.  Peter Drucker, (1909-2005) foi um escritor, professor e consultor administrativo austríaco. É considerado um dos maiores expoentes da administração moderna. Foi um dos estudiosos que estabeleceu a administração como ciência.  O termo Administração Por Objetivos (APO) foi introduzido popularmente por Peter Drucker em 1954 em seu livro The Practice of Management (A Prática da Administração). (1909 – Áustria / 2005 – EUA ) Peter Drucker
  3. 3. Origem  Introduzido popularmente por Peter Drucker na década de 1950, a administração por objetivos é um processo de entendimento dos objetivos de uma organização, da maneira que a administração e os colaboradores desempenhem suas funções em prol destes objetivos e que haja a total compreensão das mesmas.
  4. 4. Conceito  O conceito implica em uma técnica sistemática de gerência com ênfase no planejamento e no controle, é uma técnica participativa de planejamento e avaliação, através da quais superiores e subordinados, conjuntamente, definem aspectos prioritários. Estabelecendo objetivos a serem alcançados em um determinado tempo e em termos quantitativos dimensionando as respectivas funções, controlando sistematicamente o desempenho e efetuando as alterações necessárias.
  5. 5. Principais Características da APO  1. Estabelecimento conjunto de objetivos entre o gerente e seus subordinados;  2. Estabelecimento de objetivos para cada departamento ou setor;  3. Interligação dos objetivos departamentais;  4. Elaboração dos planos operacionais, com ênfase no controle;  5. Continua avaliação, revisão e reciclagem dos planos;  6. Participação atuante da chefia na estimulação de envolvimento dos subordinados;  7. Apoio intenso do Staff.
  6. 6. Fases do Processo  Estabelecimento de metas e objetivos organizacionais: Objetivos desafiadores, justos e consistentes são o ponto de partida para o ciclo da APO. Os objetivos devem ser postos por escrito, para posterior acompanhamento.  Desenvolvimento do plano de ação: Alternativas de ação para os objetivos estabelecidos participativamente, que conclui a fase do planejamento da APO.  Revisão periódica: Monitoramento do desempenho, por meio de reuniões entre o gerente e seu pessoal, em intervalos de três, seis e nove meses, para a confirmação ou reavaliação e mesmo alteração dos objetivos.  Avaliação de desempenho: Verificação, após cada período de um ano de estabelecimento das metas, do ponto de vista “previsto x realizado”.
  7. 7. O Processo da APO
  8. 8. Vantagens da APO  Concentra atenção sobre as áreas principais da eficácia organizacional;  Identifica progresso das áreas problemas em direção ao alcance dos objetivos;  Melhora o controle da informação e dos padrões de desempenho;  Conduz a uma estrutura organizacional dinâmica especificando as responsabilidades;  Identifica onde mudanças são necessárias e procura melhoria contínua nos resultados;  Identifica necessidades de treinamento e propicia ambiente de crescimento pessoal e de autodisciplina.
  9. 9. “O futuro das organizações e nações dependerá cada vez mais da capacidade de aprender coletivamente ” – Peter F Drucker A União faz a força
  10. 10. “O futuro das organizações e nações dependerá cada vez mais da capacidade de aprender coletivamente ” – Peter F Drucker A União faz a força

×