SlideShare uma empresa Scribd logo

Capelania estudo emocional

O documento discute aconselhamento pastoral e poimênica, definindo os termos e apresentando um modelo holístico para o crescimento humano centrado no Espírito Santo. O autor fornece diretrizes para o treinamento de pastores usando ensaios de realidade e supervisionados por especialistas.

1 de 26
Baixar para ler offline
ACONSELHAMENTO PASTORAL DA
CAPELANIA PRISONAL E CARCERÁRIA
O texto inicia com a citação de uma interessante parábola do posto
de salva-vidas
contada por Theodore Wedel retratando a situação de muitas igrejas que
começam bem a sua
missão e perdem a noção de seu propósito no meio da caminhada. O
primeiro desafio atual
citado por Howard J. Clinibell para a poimênica e o aconselhamento
pastoral é a irrelevância
das necessidades das pessoas para a igreja nos últimos tempos. Ainda
destaca a necessidade
da comunidade de f ter uma linguagem de relacionamentos para tr
atar com vidas e
comunicar o evangelho.
Para o autor o aconselhamento pastoral é uma coluna da igreja que
mantém de pé seus
relacionamentos fazendo reconciliações constantes na vida das
pessoas e lutando pela
preservação do amor. A poimênica proporciona à Igreja
relacionamentos profundos que
capacitam pessoas para a cura, libertação e crescimento de seu próximo.
À semelhança do
convívio de Jesus com seus discípulos, é no interior da comunidade de
fé que surgem as
situações para o tratamento de vidas.
Clinibell fala sobre a
renascença contemporânea
com satisfação pelas pesquisas e
descobertas da psicanálise, principalmente pela aceitação pela Igr eja
a estes recursos no
acompanhamento dos problemas humanos até então tratados apenas
espiritualmente. O
interesse pela psicologia aliada à ação pastoral tem crescido a cada dia e
vários grupos ou
instituiçes têm sido formados para esta área específica da missão. A
abertura da teologia
para a psicologia tem dado relevantes contribuições ao ministério
pastoral principalmente
quanto à autocompreensão ou auto-imagem do/a pastor/a e sua função
como conselheiro/a.
A partir desta aliança entre conhecimento teológico e técnicas da
psicanálise muitos
equívocos foram evitados no seio da igreja. Há um maior
discernimento quanto aos
problemas humanos que hoje são reconhecidos por suas causas reais
e não são
espiritualizados. Com isso a aceitação no meio da comunidade de fé é
muito maior e mútuo
tratamento é conseqüncia natural na poimênica da igr eja.
Poimênica e aconselhamento estão ligados e devem agir juntas, mas
não é a mesma
coisa. O aconselhamento pastoral é o trabalho específico do pastor no
acompanhamento de
vidas tratando seus problemas pessoais com apoio da teologia e com
auxílio de técnicas da
psicanálise. A poimênica é proporcionada pela igreja como um todo
que acolhe e trata
pessoas contribuído para o crescimento e cura de vidas no meio da
comunidade de fé ou na
sociedade em geral. Nota-se que uma precisa da outra. Se houver
poimênica e faltar
aconselhamento pastoral o trabalho fica incompleto e vice-versa.
O autor passa a esclarecer o objetivo do livro da seguinte maneira:
-Objetivo geral: auxiliar pastores/as ou estudantes de teologia para
desenvolverem suas
aptidões de poimênica e aconselhamento pastoral com vistas à cura e
crescimento.
-Objetivos específicos:
1) descrever um novo paradigma mais abrangente centrado na
integralidade humana e
com objetivo de libertação e crescimento.
2) dar uma visão geral:
- da missão da poimênica;
- dos fundamentos teológicos para o aconselhamento;
- da herança histórica deste ministério;
- falar sobre o caráter único da poimênica e do aconselhamento pastoral.
3) expor procedimentos úteis para toda poimênica e todo aconselhamento
pastoral com
propostas de metodologias para o trabalho de cura e crescimento.
4) apresentar uma tipologia sobre situações do aconselhamento pastoral e
da poimênica
para melhorar o entendimento do objetivo das mesmas que é a cur a e o cr
escimento.
5) ressaltar os tipos de poimênica e aconselhamento pastoral que são
essenciais e
normativos para o trabalho de cura e crescimento em diversos tipos de
problemas humanos,
com uma forma especial de tratar cada situação especificamente.
6) promover o uso do ensaio de realidade ou desempenho de papéis
como método de
aprendizagem da poimênica e do aconselhamento pastoral. Um técnica
simples que permite
aprender fazendo sem correr risco de utilizar pessoas e seus reais
problemas como =cobaias‘.
Depois de especificar seus objetivos Clinibell ainda ensina como tirar
proveito máximo
do livro como uma bula que ensina a utilização e dosagem de um remédio
em cinco passos:
1.
Ler todo o livro para ter uma visão geral dos métodos expostos.
2.
Voltar ao início e ler cuidadosamente refletindo sobre cada capítulo
destacando as
idéias úteis e como se aplica ao trabalho pessoal de poimênica ou como
conselheiro/a
pastoral.
3.
Procurar companheiros interessados em aprender mais sobre
aconselhamento
pastoral e poimênica, de preferência que já conheçam o livro para o
exercício através do
ensaio de realidade.
4.
Utilizar o que foi aprendido na medida em que surgirem
oportunidades para o
aconselhamento pastoral intercalando o aprendizado do livro, ensaios
de realidade e
prática do aconselhamento.
5.
Procurar por supervisão de algum especialista ou conselheiro
experiente para
solucionar dúvidas. Se possível é também importante fazer cursos de
capacitação ou
especialização na área da psicanálise.
Sobre os ensaios da realidade, Clinibell acredita que seja uma forma
eficaz de
aprendizado e orienta que seja feito entre duas ou três pessoas
interessadas em treinar as
técnicas apresentadas no livro. Para fazer o ensaio da r ealidade é muito
prático organizando
o grupo da seguinte maneira, podendo variar ou intercalar os papéis para
que todos possam
aprender:
Pessoa 1: CONSELHEIRO/A – ouve e aplica as técnicas estudadas
para o
aconselhamento pastoral e poimênica com vistas à libertação e
crescimento. O
conselheiro precisa saber antecipadamente qual o tipo de caso para se
inteirar dos
métodos apropriados para o tratamento.
Pessoa 2: ACONSELHANDO/A – expõe a situação ou problema a
ser tr atado
representando o personagem real (ou vítima). O caso apresentado
pode ser uma
situação real da vida de um dos participantes ou uma situação
específica para o
treinamento como, por exemplo, o luto, vícios, desemprego, enfermidade,
etc.
Pessoa 3: OBSERVADOR/A – assiste o ensaio da realidade passivamente
analisando
a forma e a aplicação das técnicas utilizadas para correção de
possíveis falhas
posteriores. Caso não haja uma terceir a pessoa para ser observador,
Clinibell orienta
a utilização de tecnologias de gravação em áudio ou preferencialmente
vídeo para
uma posterior análise e estudo.
Pessoa 4: SUPERVISOR/A – se possível é bom ter alguém capacitado e
experiente
na área de aconselhamento ou mesmo psicanálise que assiste e
contribui com
orientações para melhor alcançar o objetivo e utilização dos métodos
estudados. Mas
caso não seja possível a presença de um supervisor nada impede que
o ensaio de
realidade aconteça.
O ensaio da realidade é uma forma de treinamento eficaz que
proporciona ao/à
estudante a habilidade com o método teórico. No início pode parecer
apenas um teatro, mas
com o tempo o/a aprendiz de conselheiro entende sua importância
como treinamento de
teorias que devem ser vividas na prática e colocam em jogo a vida das
pessoas. À medida
que repete a técnica ganha mais capacidade para lidar com situações
reais do
aconselhamento pastoral e da poimênica.
Quanto ao uso do livro em seminários e cursos de aconselhamento,
Clinibell também dá
orientações baseado em suas próprias experiências na utilização do
conteúdo do livro. Para o
autor a melhor forma de compreensão é composta por três passos:
Dar um =mapa cognitivo‘ através de uma primeira explanação geral do
tema com as
1.
propostas de técnicas apresentadas no livro.
2.
Proporcionar uma prévia observação de como utilizar os métodos
através de uma
apresentação de um ensaio da realidade para que vejam e aprendam.
3.
Prática em grupo através do ensaio da realidade a partir do que foi
aprendido e
posteriormente fazer um feedback com a teoria e a técnica.
A proposta do autor é muito útil levando a sério o objetivo a ser alcançado
que é fazer
do/a conselheiro/a alguém capaz de tratar pessoas de forma eficaz. O
método de aprendizado
é intercalar teoria e prática até que se torne algo natural na vida
do/a conselheiro/a a
aplicação das técnicas propostas. Essa forma de didática do autor se
manifesta no texto com
sua formatação em uma primeira explanação do tema com subtítulos,
depois uma explicação
detalhada de cada tópico e com propostas para a prática do
aconselhamento.
MODELO PARA O CRESCIMENTO
O propósito deste capítulo é a instituiçao de paradigmas úteis para o
aconselhamento
pastoral e a poimênica mostrando um modelo de trabalho que vise a
integralidade humana
centrada no Espírito conduzindo para libertação e crescimento. Num
primeiro momento o
autor se dedica a definições de terminologias utilizadas, depois faz uma
apresentação geral
do modelo em dezesseis tópicos e então passa para a explicação do
modelo passo a passo.
Clinibell demonstra que nos tempos modernos há grandes possibilidades
para o trabalho
da psicoterapia pelo amplo estudo do comportamento humano.
Também a teologia tem
considerado o fator antropológico como alvo de seus estudos

Recomendados

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados (8)

28
28 28
28
 
62012277 programa-homospiritualis-diversidade-religiosa-expressao-do-espirito...
62012277 programa-homospiritualis-diversidade-religiosa-expressao-do-espirito...62012277 programa-homospiritualis-diversidade-religiosa-expressao-do-espirito...
62012277 programa-homospiritualis-diversidade-religiosa-expressao-do-espirito...
 
1 4972094900536344645
1 49720949005363446451 4972094900536344645
1 4972094900536344645
 
36
3636
36
 
Programa conhece-te-a-ti-mesmo-ano-1
Programa conhece-te-a-ti-mesmo-ano-1Programa conhece-te-a-ti-mesmo-ano-1
Programa conhece-te-a-ti-mesmo-ano-1
 
Teo biblica sayão
Teo biblica sayãoTeo biblica sayão
Teo biblica sayão
 
03 cura q[1]..
03 cura q[1]..03 cura q[1]..
03 cura q[1]..
 
Psicologia, Religião e Ética
Psicologia, Religião e ÉticaPsicologia, Religião e Ética
Psicologia, Religião e Ética
 

Semelhante a Capelania estudo emocional

Aconselhamento psicologico de capelania pastoral
Aconselhamento psicologico de capelania pastoralAconselhamento psicologico de capelania pastoral
Aconselhamento psicologico de capelania pastoralvilsonmarsouza
 
carl-rogers-psicoterapia-e-consulta-psicolc3b3gica_transcrito.pdf
carl-rogers-psicoterapia-e-consulta-psicolc3b3gica_transcrito.pdfcarl-rogers-psicoterapia-e-consulta-psicolc3b3gica_transcrito.pdf
carl-rogers-psicoterapia-e-consulta-psicolc3b3gica_transcrito.pdfLiliana Lobato
 
Fap psicoterapia-analitica-funcional
Fap psicoterapia-analitica-funcionalFap psicoterapia-analitica-funcional
Fap psicoterapia-analitica-funcionalAlex Sandro
 
Capacitacao-de-monitores.ppt
Capacitacao-de-monitores.pptCapacitacao-de-monitores.ppt
Capacitacao-de-monitores.pptStnio2
 
catalogo-de-recursos-de-discipulado-no-brasil.pdf
catalogo-de-recursos-de-discipulado-no-brasil.pdfcatalogo-de-recursos-de-discipulado-no-brasil.pdf
catalogo-de-recursos-de-discipulado-no-brasil.pdfDanielProfetaCantanh
 
importancia-da-sinceridade-no-estudo-teologico
importancia-da-sinceridade-no-estudo-teologicoimportancia-da-sinceridade-no-estudo-teologico
importancia-da-sinceridade-no-estudo-teologicoWaldecy Jose da Silva
 
Livro ebook-a-importancia-da-sinceridade-no-estudo-teologico
Livro ebook-a-importancia-da-sinceridade-no-estudo-teologicoLivro ebook-a-importancia-da-sinceridade-no-estudo-teologico
Livro ebook-a-importancia-da-sinceridade-no-estudo-teologicoWaldecy Jose da Silva
 
SLIDES - CURSO DE CAPELANIA.pptx
SLIDES - CURSO DE CAPELANIA.pptxSLIDES - CURSO DE CAPELANIA.pptx
SLIDES - CURSO DE CAPELANIA.pptxJONAS233350
 
O Aconselhamento Bíblico e a Psicologia Cristã
O Aconselhamento Bíblico e a Psicologia CristãO Aconselhamento Bíblico e a Psicologia Cristã
O Aconselhamento Bíblico e a Psicologia CristãMrcioMartins73
 
Como pregar doutrinas
Como pregar doutrinasComo pregar doutrinas
Como pregar doutrinasJanilson Noca
 
Instituto de teologia reformada
Instituto de teologia reformadaInstituto de teologia reformada
Instituto de teologia reformadaOliveira Santos
 

Semelhante a Capelania estudo emocional (20)

Aconselhamento psicologico de capelania pastoral
Aconselhamento psicologico de capelania pastoralAconselhamento psicologico de capelania pastoral
Aconselhamento psicologico de capelania pastoral
 
carl-rogers-psicoterapia-e-consulta-psicolc3b3gica_transcrito.pdf
carl-rogers-psicoterapia-e-consulta-psicolc3b3gica_transcrito.pdfcarl-rogers-psicoterapia-e-consulta-psicolc3b3gica_transcrito.pdf
carl-rogers-psicoterapia-e-consulta-psicolc3b3gica_transcrito.pdf
 
Fap psicoterapia-analitica-funcional
Fap psicoterapia-analitica-funcionalFap psicoterapia-analitica-funcional
Fap psicoterapia-analitica-funcional
 
E-BOOK ACONSELHAMENTO CRISTÃO.pdf
E-BOOK ACONSELHAMENTO CRISTÃO.pdfE-BOOK ACONSELHAMENTO CRISTÃO.pdf
E-BOOK ACONSELHAMENTO CRISTÃO.pdf
 
Psicologia pastoral
Psicologia pastoralPsicologia pastoral
Psicologia pastoral
 
Capacitacao-de-monitores.ppt
Capacitacao-de-monitores.pptCapacitacao-de-monitores.ppt
Capacitacao-de-monitores.ppt
 
psicologia pastoral
psicologia pastoralpsicologia pastoral
psicologia pastoral
 
Psicologia pastoral
Psicologia pastoralPsicologia pastoral
Psicologia pastoral
 
catalogo-de-recursos-de-discipulado-no-brasil.pdf
catalogo-de-recursos-de-discipulado-no-brasil.pdfcatalogo-de-recursos-de-discipulado-no-brasil.pdf
catalogo-de-recursos-de-discipulado-no-brasil.pdf
 
1290103121[1]
1290103121[1]1290103121[1]
1290103121[1]
 
LVV monografia 2004 UFMG TO
LVV monografia 2004 UFMG TOLVV monografia 2004 UFMG TO
LVV monografia 2004 UFMG TO
 
Slide apresentação carl rogers
Slide apresentação carl rogersSlide apresentação carl rogers
Slide apresentação carl rogers
 
importancia-da-sinceridade-no-estudo-teologico
importancia-da-sinceridade-no-estudo-teologicoimportancia-da-sinceridade-no-estudo-teologico
importancia-da-sinceridade-no-estudo-teologico
 
Livro ebook-a-importancia-da-sinceridade-no-estudo-teologico
Livro ebook-a-importancia-da-sinceridade-no-estudo-teologicoLivro ebook-a-importancia-da-sinceridade-no-estudo-teologico
Livro ebook-a-importancia-da-sinceridade-no-estudo-teologico
 
SLIDES - CURSO DE CAPELANIA.pptx
SLIDES - CURSO DE CAPELANIA.pptxSLIDES - CURSO DE CAPELANIA.pptx
SLIDES - CURSO DE CAPELANIA.pptx
 
Pregação segmentada
Pregação segmentadaPregação segmentada
Pregação segmentada
 
O Aconselhamento Bíblico e a Psicologia Cristã
O Aconselhamento Bíblico e a Psicologia CristãO Aconselhamento Bíblico e a Psicologia Cristã
O Aconselhamento Bíblico e a Psicologia Cristã
 
Implantação de Ciclo de Estudos
Implantação de Ciclo de EstudosImplantação de Ciclo de Estudos
Implantação de Ciclo de Estudos
 
Como pregar doutrinas
Como pregar doutrinasComo pregar doutrinas
Como pregar doutrinas
 
Instituto de teologia reformada
Instituto de teologia reformadaInstituto de teologia reformada
Instituto de teologia reformada
 

Último

ATIVIDADE 1 - TEORIA DO DIREITO - 51/2024
ATIVIDADE 1 - TEORIA DO DIREITO - 51/2024ATIVIDADE 1 - TEORIA DO DIREITO - 51/2024
ATIVIDADE 1 - TEORIA DO DIREITO - 51/2024excellenceeducaciona
 
2. É possível a denúncia do Estado agressor junto ao Tribunal Penal Internaci...
2. É possível a denúncia do Estado agressor junto ao Tribunal Penal Internaci...2. É possível a denúncia do Estado agressor junto ao Tribunal Penal Internaci...
2. É possível a denúncia do Estado agressor junto ao Tribunal Penal Internaci...azulassessoriaacadem3
 
SOCIOLOGIA: O PENSAMENTO DE ÉMILE DURKHEIM
SOCIOLOGIA: O PENSAMENTO DE ÉMILE DURKHEIMSOCIOLOGIA: O PENSAMENTO DE ÉMILE DURKHEIM
SOCIOLOGIA: O PENSAMENTO DE ÉMILE DURKHEIMHisrelBlog
 
01_Apresentacao_25_CIAED_2019_Ambientação_GRAD.pptx
01_Apresentacao_25_CIAED_2019_Ambientação_GRAD.pptx01_Apresentacao_25_CIAED_2019_Ambientação_GRAD.pptx
01_Apresentacao_25_CIAED_2019_Ambientação_GRAD.pptxAndreia Silva
 
No âmbito do Direito, a interpretação das normas é essencial para sua aplicaç...
No âmbito do Direito, a interpretação das normas é essencial para sua aplicaç...No âmbito do Direito, a interpretação das normas é essencial para sua aplicaç...
No âmbito do Direito, a interpretação das normas é essencial para sua aplicaç...DL assessoria 29
 
Considere a imagem abaixo: Fonte: ROSA, Tomás Amado. No âmbito do Direito, a...
Considere a imagem abaixo:  Fonte: ROSA, Tomás Amado. No âmbito do Direito, a...Considere a imagem abaixo:  Fonte: ROSA, Tomás Amado. No âmbito do Direito, a...
Considere a imagem abaixo: Fonte: ROSA, Tomás Amado. No âmbito do Direito, a...azulassessoriaacadem3
 
QUESTÃO 3 Considerando as especificações, o nível de experiência, assim como ...
QUESTÃO 3 Considerando as especificações, o nível de experiência, assim como ...QUESTÃO 3 Considerando as especificações, o nível de experiência, assim como ...
QUESTÃO 3 Considerando as especificações, o nível de experiência, assim como ...azulassessoriaacadem3
 
CASO: Um determinado perito contábil, especialista em pericias trabalhistas e...
CASO: Um determinado perito contábil, especialista em pericias trabalhistas e...CASO: Um determinado perito contábil, especialista em pericias trabalhistas e...
CASO: Um determinado perito contábil, especialista em pericias trabalhistas e...azulassessoriaacadem3
 
Com base no exposto, sua ação nessa atividade consiste em elaborar um texto d...
Com base no exposto, sua ação nessa atividade consiste em elaborar um texto d...Com base no exposto, sua ação nessa atividade consiste em elaborar um texto d...
Com base no exposto, sua ação nessa atividade consiste em elaborar um texto d...excellenceeducaciona
 
5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...
5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...
5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...apoioacademicoead
 
Discuta as principais mudanças e desafios enfrentados pelos profissionais de ...
Discuta as principais mudanças e desafios enfrentados pelos profissionais de ...Discuta as principais mudanças e desafios enfrentados pelos profissionais de ...
Discuta as principais mudanças e desafios enfrentados pelos profissionais de ...excellenceeducaciona
 
01. Considerando as informações da imagem acima, explique de formas simples e...
01. Considerando as informações da imagem acima, explique de formas simples e...01. Considerando as informações da imagem acima, explique de formas simples e...
01. Considerando as informações da imagem acima, explique de formas simples e...azulassessoriaacadem3
 
A) Comportamento treino-instrução. B) Comportamento de apoio social. C) Compo...
A) Comportamento treino-instrução. B) Comportamento de apoio social. C) Compo...A) Comportamento treino-instrução. B) Comportamento de apoio social. C) Compo...
A) Comportamento treino-instrução. B) Comportamento de apoio social. C) Compo...apoioacademicoead
 
QUESTÃO 2 Com base nas informações sobre Matheus (Perfil 1), calcule a carga ...
QUESTÃO 2 Com base nas informações sobre Matheus (Perfil 1), calcule a carga ...QUESTÃO 2 Com base nas informações sobre Matheus (Perfil 1), calcule a carga ...
QUESTÃO 2 Com base nas informações sobre Matheus (Perfil 1), calcule a carga ...azulassessoriaacadem3
 
08 de março - Dia Internacional da Mulher
08 de março - Dia Internacional da Mulher08 de março - Dia Internacional da Mulher
08 de março - Dia Internacional da MulherMary Alvarenga
 
CRUZADINA E CAÇA-PALAVRAS SOBRE PATRIMONIO HISTÓRICO.docx
CRUZADINA  E CAÇA-PALAVRAS SOBRE PATRIMONIO HISTÓRICO.docxCRUZADINA  E CAÇA-PALAVRAS SOBRE PATRIMONIO HISTÓRICO.docx
CRUZADINA E CAÇA-PALAVRAS SOBRE PATRIMONIO HISTÓRICO.docxJean Carlos Nunes Paixão
 
2 – A data de implantação de cada tendência pedagógica no Brasil;
2 – A data de implantação de cada tendência pedagógica no Brasil;2 – A data de implantação de cada tendência pedagógica no Brasil;
2 – A data de implantação de cada tendência pedagógica no Brasil;azulassessoriaacadem3
 
MAPA - CÁLCULO DIFERENCIAL E INTEGRAL II - 51/2024 (ENGENHARIA DE PRODUÇÃO) 2...
MAPA - CÁLCULO DIFERENCIAL E INTEGRAL II - 51/2024 (ENGENHARIA DE PRODUÇÃO) 2...MAPA - CÁLCULO DIFERENCIAL E INTEGRAL II - 51/2024 (ENGENHARIA DE PRODUÇÃO) 2...
MAPA - CÁLCULO DIFERENCIAL E INTEGRAL II - 51/2024 (ENGENHARIA DE PRODUÇÃO) 2...assessoriaff01
 
4. Descreva como a empresa funciona e de que maneira a teoria da ORT é observ...
4. Descreva como a empresa funciona e de que maneira a teoria da ORT é observ...4. Descreva como a empresa funciona e de que maneira a teoria da ORT é observ...
4. Descreva como a empresa funciona e de que maneira a teoria da ORT é observ...apoioacademicoead
 

Último (20)

ATIVIDADE 1 - TEORIA DO DIREITO - 51/2024
ATIVIDADE 1 - TEORIA DO DIREITO - 51/2024ATIVIDADE 1 - TEORIA DO DIREITO - 51/2024
ATIVIDADE 1 - TEORIA DO DIREITO - 51/2024
 
2. É possível a denúncia do Estado agressor junto ao Tribunal Penal Internaci...
2. É possível a denúncia do Estado agressor junto ao Tribunal Penal Internaci...2. É possível a denúncia do Estado agressor junto ao Tribunal Penal Internaci...
2. É possível a denúncia do Estado agressor junto ao Tribunal Penal Internaci...
 
SOCIOLOGIA: O PENSAMENTO DE ÉMILE DURKHEIM
SOCIOLOGIA: O PENSAMENTO DE ÉMILE DURKHEIMSOCIOLOGIA: O PENSAMENTO DE ÉMILE DURKHEIM
SOCIOLOGIA: O PENSAMENTO DE ÉMILE DURKHEIM
 
01_Apresentacao_25_CIAED_2019_Ambientação_GRAD.pptx
01_Apresentacao_25_CIAED_2019_Ambientação_GRAD.pptx01_Apresentacao_25_CIAED_2019_Ambientação_GRAD.pptx
01_Apresentacao_25_CIAED_2019_Ambientação_GRAD.pptx
 
No âmbito do Direito, a interpretação das normas é essencial para sua aplicaç...
No âmbito do Direito, a interpretação das normas é essencial para sua aplicaç...No âmbito do Direito, a interpretação das normas é essencial para sua aplicaç...
No âmbito do Direito, a interpretação das normas é essencial para sua aplicaç...
 
Considere a imagem abaixo: Fonte: ROSA, Tomás Amado. No âmbito do Direito, a...
Considere a imagem abaixo:  Fonte: ROSA, Tomás Amado. No âmbito do Direito, a...Considere a imagem abaixo:  Fonte: ROSA, Tomás Amado. No âmbito do Direito, a...
Considere a imagem abaixo: Fonte: ROSA, Tomás Amado. No âmbito do Direito, a...
 
QUESTÃO 3 Considerando as especificações, o nível de experiência, assim como ...
QUESTÃO 3 Considerando as especificações, o nível de experiência, assim como ...QUESTÃO 3 Considerando as especificações, o nível de experiência, assim como ...
QUESTÃO 3 Considerando as especificações, o nível de experiência, assim como ...
 
GABARITO CRUZADINHA PATRIM E FONTES.docx
GABARITO CRUZADINHA PATRIM E FONTES.docxGABARITO CRUZADINHA PATRIM E FONTES.docx
GABARITO CRUZADINHA PATRIM E FONTES.docx
 
CASO: Um determinado perito contábil, especialista em pericias trabalhistas e...
CASO: Um determinado perito contábil, especialista em pericias trabalhistas e...CASO: Um determinado perito contábil, especialista em pericias trabalhistas e...
CASO: Um determinado perito contábil, especialista em pericias trabalhistas e...
 
Com base no exposto, sua ação nessa atividade consiste em elaborar um texto d...
Com base no exposto, sua ação nessa atividade consiste em elaborar um texto d...Com base no exposto, sua ação nessa atividade consiste em elaborar um texto d...
Com base no exposto, sua ação nessa atividade consiste em elaborar um texto d...
 
5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...
5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...
5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...
 
Discuta as principais mudanças e desafios enfrentados pelos profissionais de ...
Discuta as principais mudanças e desafios enfrentados pelos profissionais de ...Discuta as principais mudanças e desafios enfrentados pelos profissionais de ...
Discuta as principais mudanças e desafios enfrentados pelos profissionais de ...
 
01. Considerando as informações da imagem acima, explique de formas simples e...
01. Considerando as informações da imagem acima, explique de formas simples e...01. Considerando as informações da imagem acima, explique de formas simples e...
01. Considerando as informações da imagem acima, explique de formas simples e...
 
A) Comportamento treino-instrução. B) Comportamento de apoio social. C) Compo...
A) Comportamento treino-instrução. B) Comportamento de apoio social. C) Compo...A) Comportamento treino-instrução. B) Comportamento de apoio social. C) Compo...
A) Comportamento treino-instrução. B) Comportamento de apoio social. C) Compo...
 
QUESTÃO 2 Com base nas informações sobre Matheus (Perfil 1), calcule a carga ...
QUESTÃO 2 Com base nas informações sobre Matheus (Perfil 1), calcule a carga ...QUESTÃO 2 Com base nas informações sobre Matheus (Perfil 1), calcule a carga ...
QUESTÃO 2 Com base nas informações sobre Matheus (Perfil 1), calcule a carga ...
 
08 de março - Dia Internacional da Mulher
08 de março - Dia Internacional da Mulher08 de março - Dia Internacional da Mulher
08 de março - Dia Internacional da Mulher
 
CRUZADINA E CAÇA-PALAVRAS SOBRE PATRIMONIO HISTÓRICO.docx
CRUZADINA  E CAÇA-PALAVRAS SOBRE PATRIMONIO HISTÓRICO.docxCRUZADINA  E CAÇA-PALAVRAS SOBRE PATRIMONIO HISTÓRICO.docx
CRUZADINA E CAÇA-PALAVRAS SOBRE PATRIMONIO HISTÓRICO.docx
 
2 – A data de implantação de cada tendência pedagógica no Brasil;
2 – A data de implantação de cada tendência pedagógica no Brasil;2 – A data de implantação de cada tendência pedagógica no Brasil;
2 – A data de implantação de cada tendência pedagógica no Brasil;
 
MAPA - CÁLCULO DIFERENCIAL E INTEGRAL II - 51/2024 (ENGENHARIA DE PRODUÇÃO) 2...
MAPA - CÁLCULO DIFERENCIAL E INTEGRAL II - 51/2024 (ENGENHARIA DE PRODUÇÃO) 2...MAPA - CÁLCULO DIFERENCIAL E INTEGRAL II - 51/2024 (ENGENHARIA DE PRODUÇÃO) 2...
MAPA - CÁLCULO DIFERENCIAL E INTEGRAL II - 51/2024 (ENGENHARIA DE PRODUÇÃO) 2...
 
4. Descreva como a empresa funciona e de que maneira a teoria da ORT é observ...
4. Descreva como a empresa funciona e de que maneira a teoria da ORT é observ...4. Descreva como a empresa funciona e de que maneira a teoria da ORT é observ...
4. Descreva como a empresa funciona e de que maneira a teoria da ORT é observ...
 

Capelania estudo emocional

  • 1. ACONSELHAMENTO PASTORAL DA CAPELANIA PRISONAL E CARCERÁRIA O texto inicia com a citação de uma interessante parábola do posto de salva-vidas contada por Theodore Wedel retratando a situação de muitas igrejas que começam bem a sua missão e perdem a noção de seu propósito no meio da caminhada. O primeiro desafio atual citado por Howard J. Clinibell para a poimênica e o aconselhamento pastoral é a irrelevância das necessidades das pessoas para a igreja nos últimos tempos. Ainda destaca a necessidade da comunidade de f ter uma linguagem de relacionamentos para tr atar com vidas e comunicar o evangelho. Para o autor o aconselhamento pastoral é uma coluna da igreja que mantém de pé seus relacionamentos fazendo reconciliações constantes na vida das pessoas e lutando pela preservação do amor. A poimênica proporciona à Igreja relacionamentos profundos que capacitam pessoas para a cura, libertação e crescimento de seu próximo. À semelhança do convívio de Jesus com seus discípulos, é no interior da comunidade de fé que surgem as situações para o tratamento de vidas. Clinibell fala sobre a renascença contemporânea com satisfação pelas pesquisas e descobertas da psicanálise, principalmente pela aceitação pela Igr eja a estes recursos no acompanhamento dos problemas humanos até então tratados apenas espiritualmente. O interesse pela psicologia aliada à ação pastoral tem crescido a cada dia e
  • 2. vários grupos ou instituiçes têm sido formados para esta área específica da missão. A abertura da teologia para a psicologia tem dado relevantes contribuições ao ministério pastoral principalmente quanto à autocompreensão ou auto-imagem do/a pastor/a e sua função como conselheiro/a. A partir desta aliança entre conhecimento teológico e técnicas da psicanálise muitos equívocos foram evitados no seio da igreja. Há um maior discernimento quanto aos problemas humanos que hoje são reconhecidos por suas causas reais e não são espiritualizados. Com isso a aceitação no meio da comunidade de fé é muito maior e mútuo tratamento é conseqüncia natural na poimênica da igr eja. Poimênica e aconselhamento estão ligados e devem agir juntas, mas não é a mesma coisa. O aconselhamento pastoral é o trabalho específico do pastor no acompanhamento de vidas tratando seus problemas pessoais com apoio da teologia e com auxílio de técnicas da psicanálise. A poimênica é proporcionada pela igreja como um todo que acolhe e trata pessoas contribuído para o crescimento e cura de vidas no meio da comunidade de fé ou na sociedade em geral. Nota-se que uma precisa da outra. Se houver poimênica e faltar aconselhamento pastoral o trabalho fica incompleto e vice-versa. O autor passa a esclarecer o objetivo do livro da seguinte maneira: -Objetivo geral: auxiliar pastores/as ou estudantes de teologia para desenvolverem suas aptidões de poimênica e aconselhamento pastoral com vistas à cura e crescimento. -Objetivos específicos: 1) descrever um novo paradigma mais abrangente centrado na integralidade humana e com objetivo de libertação e crescimento.
  • 3. 2) dar uma visão geral: - da missão da poimênica; - dos fundamentos teológicos para o aconselhamento; - da herança histórica deste ministério; - falar sobre o caráter único da poimênica e do aconselhamento pastoral. 3) expor procedimentos úteis para toda poimênica e todo aconselhamento pastoral com propostas de metodologias para o trabalho de cura e crescimento. 4) apresentar uma tipologia sobre situações do aconselhamento pastoral e da poimênica para melhorar o entendimento do objetivo das mesmas que é a cur a e o cr escimento. 5) ressaltar os tipos de poimênica e aconselhamento pastoral que são essenciais e normativos para o trabalho de cura e crescimento em diversos tipos de problemas humanos, com uma forma especial de tratar cada situação especificamente. 6) promover o uso do ensaio de realidade ou desempenho de papéis como método de aprendizagem da poimênica e do aconselhamento pastoral. Um técnica simples que permite aprender fazendo sem correr risco de utilizar pessoas e seus reais problemas como =cobaias‘. Depois de especificar seus objetivos Clinibell ainda ensina como tirar proveito máximo do livro como uma bula que ensina a utilização e dosagem de um remédio em cinco passos: 1. Ler todo o livro para ter uma visão geral dos métodos expostos. 2. Voltar ao início e ler cuidadosamente refletindo sobre cada capítulo destacando as idéias úteis e como se aplica ao trabalho pessoal de poimênica ou como conselheiro/a pastoral. 3. Procurar companheiros interessados em aprender mais sobre aconselhamento
  • 4. pastoral e poimênica, de preferência que já conheçam o livro para o exercício através do ensaio de realidade. 4. Utilizar o que foi aprendido na medida em que surgirem oportunidades para o aconselhamento pastoral intercalando o aprendizado do livro, ensaios de realidade e prática do aconselhamento. 5. Procurar por supervisão de algum especialista ou conselheiro experiente para solucionar dúvidas. Se possível é também importante fazer cursos de capacitação ou especialização na área da psicanálise. Sobre os ensaios da realidade, Clinibell acredita que seja uma forma eficaz de aprendizado e orienta que seja feito entre duas ou três pessoas interessadas em treinar as técnicas apresentadas no livro. Para fazer o ensaio da r ealidade é muito prático organizando o grupo da seguinte maneira, podendo variar ou intercalar os papéis para que todos possam aprender: Pessoa 1: CONSELHEIRO/A – ouve e aplica as técnicas estudadas para o aconselhamento pastoral e poimênica com vistas à libertação e crescimento. O conselheiro precisa saber antecipadamente qual o tipo de caso para se inteirar dos métodos apropriados para o tratamento. Pessoa 2: ACONSELHANDO/A – expõe a situação ou problema a ser tr atado representando o personagem real (ou vítima). O caso apresentado pode ser uma situação real da vida de um dos participantes ou uma situação específica para o treinamento como, por exemplo, o luto, vícios, desemprego, enfermidade,
  • 5. etc. Pessoa 3: OBSERVADOR/A – assiste o ensaio da realidade passivamente analisando a forma e a aplicação das técnicas utilizadas para correção de possíveis falhas posteriores. Caso não haja uma terceir a pessoa para ser observador, Clinibell orienta a utilização de tecnologias de gravação em áudio ou preferencialmente vídeo para uma posterior análise e estudo. Pessoa 4: SUPERVISOR/A – se possível é bom ter alguém capacitado e experiente na área de aconselhamento ou mesmo psicanálise que assiste e contribui com orientações para melhor alcançar o objetivo e utilização dos métodos estudados. Mas caso não seja possível a presença de um supervisor nada impede que o ensaio de realidade aconteça. O ensaio da realidade é uma forma de treinamento eficaz que proporciona ao/à estudante a habilidade com o método teórico. No início pode parecer apenas um teatro, mas com o tempo o/a aprendiz de conselheiro entende sua importância como treinamento de teorias que devem ser vividas na prática e colocam em jogo a vida das pessoas. À medida que repete a técnica ganha mais capacidade para lidar com situações reais do aconselhamento pastoral e da poimênica. Quanto ao uso do livro em seminários e cursos de aconselhamento, Clinibell também dá orientações baseado em suas próprias experiências na utilização do conteúdo do livro. Para o autor a melhor forma de compreensão é composta por três passos: Dar um =mapa cognitivo‘ através de uma primeira explanação geral do tema com as 1.
  • 6. propostas de técnicas apresentadas no livro. 2. Proporcionar uma prévia observação de como utilizar os métodos através de uma apresentação de um ensaio da realidade para que vejam e aprendam. 3. Prática em grupo através do ensaio da realidade a partir do que foi aprendido e posteriormente fazer um feedback com a teoria e a técnica. A proposta do autor é muito útil levando a sério o objetivo a ser alcançado que é fazer do/a conselheiro/a alguém capaz de tratar pessoas de forma eficaz. O método de aprendizado é intercalar teoria e prática até que se torne algo natural na vida do/a conselheiro/a a aplicação das técnicas propostas. Essa forma de didática do autor se manifesta no texto com sua formatação em uma primeira explanação do tema com subtítulos, depois uma explicação detalhada de cada tópico e com propostas para a prática do aconselhamento. MODELO PARA O CRESCIMENTO O propósito deste capítulo é a instituiçao de paradigmas úteis para o aconselhamento pastoral e a poimênica mostrando um modelo de trabalho que vise a integralidade humana centrada no Espírito conduzindo para libertação e crescimento. Num primeiro momento o autor se dedica a definições de terminologias utilizadas, depois faz uma apresentação geral do modelo em dezesseis tópicos e então passa para a explicação do modelo passo a passo. Clinibell demonstra que nos tempos modernos há grandes possibilidades para o trabalho da psicoterapia pelo amplo estudo do comportamento humano. Também a teologia tem considerado o fator antropológico como alvo de seus estudos
  • 7. reconsiderando a forma do trabalho religioso de forma a apontar para o divino e o humano equilibradamente. Mas chama a atenção para não confiar apenas nestas ciências devido à fácil mutação nos comportamentos tão presente na atualidade. Para isso é preciso estar atento, com olhos abertos para novas possibilidades. As definições apresentadas pelo autor são das terminologias mais utilizadas neste trabalho: poimênica e aconselhamento pastoral (juntos), poimênica, aconselhamento pastoral (separados) e psicoterapia pastoral. Assim são conceituadas: - Poimênica e Aconselhamento Pastoral: é a prática de pessoas que exercem o ministério de relacionar com indivíduos ou grupos buscando potencializar situações curativas e de crescimento através relacionamentos principalmente no meio da comunidade de fé. - Poimênica: acontece no meio da comunidade de fé como um ministério natural da Igreja em cuidar de vidas que se achegam durante o ciclo da vida visando sua integralidade centrada no Espírito com propósito de crescimento. - Aconselhamento Pastoral: é uma face da poimênica a ser praticada de forma mais técnica por alguém que se dedique especialmente a este ministério como o/a pastor/a, por exemplo. Principalmente em períodos de crise o trabalho terapêutico durante um curto prazo é uma grande ajuda para pessoas que têm seu crescimento comprometido. - Psicoterapia Pastoral: é um trabalho mais profundo e demorado quando o/a pastor/a acompanha por longo prazo uma pessoa que precisa de tr atamento devido a um trauma que precise de acompanhamento especializado. Este trabalho é geralmente
  • 8. exercido por pessoas que se dedicam a este ministério e se capacitam com técnicas e métodos psicoterápicos visando a reconstrução de vidas. O autor expõe de forma resumida os principais temas do modelo holístico centrado no Espírito e visando a libertação e o crescimento que apresento de forma ainda mais concisa para depois tratar especificamente: observações: O objetivo de libertar visando à integralidade humana centrada no Espírito; O cerne da integralidade humana é a integralidade espiritual e ética; Integrar insights psicológicos e teológicos; Contemplar todas as dimensões da integralidade humana de forma holística; Aproveitar oportunidades de crescimento nas diversas fases da vida; A poimênica no meio da comunidade é a base par a o aconselhamento pastoral; Tanto a comunidade como o/a pastor/a deve exercer a poimênica; As crises e mudanças são situações que proporcionam o crescimento; A poimênica e A. P. deve ser inclusivo principalmente na questão de gênero; É necessário capacitar pessoas para o trabalho da poimênica e A.P.; Aproveitamento do papel de autoridade pastoral para o aconselhamento; Maior aproveitamento de métodos intuitivos (lado direito do cérebro); Conceber a integralidade de forma andrógena e livre de estereótipos sexuais; Recorrer às novas psicoterapias orientadas para o crescimento de sistemas; Contemplar o exercício da poimênica em todas as áreas e ministérios da igreja; Continuar a crescer! Reconhecendo a necessidade de ajuda e crescimento. Este modelo compreende desde a integralidade do ser humano com suas características físicas, emocionais e espirituais até a integralidade de técnicas terapêuticas, teológicas e pastorais, à vivência da comunidade de fé como um todo e ao treinamento do/a pastor/a
  • 9. como líder espiritual e agente da poimênica. O objetivo alcançar a =vida abundante‘ prometida por Jesus. Para isso o trabalho do aconselhamento pastoral e da poimênica são muito eficazes porque contemplam a espiritualidade humana muito mais do que psicologia somente. O ministério da igreja e do/a conselheiro/a pastoral juntos possibilitam o empoderamento de pessoas para serem curadas e libertas alcançando sua integralidade. 1) Avivar a mente: Desenvolver os recursos da personalidade. O ser humano tem muito mais capacidade do que o que utiliza e pode aumentar seu potencial enriquecendo seu conhecimento, libertando a imaginação e a criatividade além de expandir intelectualmente. 2) Revitalizar o corpo: Cuidar melhor da saúde e utilizar plenamente o corpo de forma mais prazerosa e amorosa. Valorizar o tato e o bem estar par a um equilíbrio entre corpo-mente-espírito. 3) Renovar e enriquecer os relacionamentos: Melhorar a qualidade dos relacionamentos e aumentar o círculo de convivências. Ter relações mais saudáveis e profundas para mútua satisfação e integralidade. 4) Aprofundar a relação com a natureza e a biosfera: Aumentar a consciência, comunhão e cuidado ecológicos são formas de buscar equilíbrio com o que é externo, mas essencial à vida integral do ser humano cuidando da saúde. 5) Crescer em relação às instituições significativas para a vida:
  • 10. Lutar em conjunto pela justiça social para a libertação e cr escimento de mais vidas na sociedade derrubando tudo o que subtrai a integralidade humana. Isso é possível através da união de forças com instituiçes que lutam pela vida. O autor cita exemplos de grandes líderes que alcançaram sua integralidade em conjunto com sua geração pelo amor à vida humana unida ao trabalho social. 6) Aprofundar e vitalizar o r elacionamento com Deus: O crescimento espiritual é um vínculo unificador com as outras dimensões da integralidade. A vida precisa de valores, de fé e amor para fortalecer os relacionamentos. O cultivo espiritual é uma força proporcionada pela poimênica e o aconselhamento pastoral para a libertação e o crescimento do indivíduo considerando sua potencialidade. No ambiente da igreja e do local onde voce esta inserido sobre reclusão como comunidade de fé é que acontecem as oportunidades para a poimênica e o aconselhamento pastoral. O/a pastor/a tem a função de promover a capacitação para este ministério nutrindo o rebanho não só espiritualmente, mas com conhecimentos que possibilitem a comunidade saber e querer cuidar de vidas. Outro fator interessante que visa à integralidade não só do aconselhando, mas também do conselheiro é a utilização do cérebro todo conforme as descobertas do cientista Roger Sperry que permite um conhecimento integral do cérebro humano com seus dois lados e suas respectivas funções ou capacidades observações cognitivas CEREBRO ESQUERDO: CEREBRO DIREITO: Linguagem, Percepção,
  • 11. Raciocínio imaginação, Análise, Avaliação integração, modelos e Pensamentos consciência. matemáticos Intuitivo, integrador, e abstrato. metafórico. Até pouco tempo os métodos da psicoterapia não conheciam esta capacidade da mente humana, por isso o autor incentiva uma maior utilização de m todos intuitivos do =cérebro direito‘ com sua capacidade holística aliada racionalidade do =c érebro esquerdo‘ , que é mais analítico, como ferramenta eficaz para a poimênica e o aconselhamento pastoral. Uma compreensão andrógena da integralidade surge à medida que a humanidade alcança valores igualitários para homens e mulheres bem como a derrubada de preconceitos raciais e abertura de espaço para pessoas com necessidades especiais. Principalmente a contribuição feminina é um potencial a mais para a saúde holística do ser humano. Para entender a humanidade de forma integral é preciso deixar a cultura machista para dar espaço às mulheres que são muito capazes principalmente para o ministério da poimênica e o aconselhamento pastoral. O autor incentiva a utilização de diferentes ter apias centradas no crescimento. Nos últimos tempos com o desenvolvimento das ciências e da capacidade terapêutica existem diversos tipos de terapias que não devem ser ignoradas pela poimênica e o aconselhamento pastoral porque podem contribuir ricamente para este ministério. Este campo tem sido amplamente explorado e deve ser aceito e utilizado pelos conselheiros desde que sejam centradas no crescimento. integralidade centrada no Espírito ao seu redor os ministérios ou funções da igreja num círculo que demonstra a atividade holística da poimênica. Todas as funções em conjunto formam uma órbita em torno de seu objetivo unificador que é a integralidade centrada no Espírito. As funções citadas são: Proclamação
  • 12. da boa-nova (pregador/a): a transmissão de uma mensagem centrada na pessoa é uma rica oportunidade para tratar os problemas humanos, investir no crescimento cultural e espiritual e valorizar os relacionamentos. Culto e adoração (sacerdote): o grupo expressa juntos seus sentimentos e se alimenta espiritualmente, recebe o perdão dos pecados e adquire maior confiança; Educação (professor/a): é uma forma de ensinar e capacitar para o crescimento em diferentes grupos que podem ser formados para ajuda mútua; Liderança e desenvolvimento congregacional (administração): cria um ambiente curador e organiza as pessoas em grupos de convivência que transformação social com objetivo de libertar vidas; CAPACITAÇÃO DE LIDERANÇAS NAAREA P´RISIONAL E CAECERARIAS (CAPELANIAS) -Ação Social (profeta): luta por mudança nas instituiçes e na comunidade para o apoio mútuo e não repressão da integralidade humana. Associado ao ministério da poimênica e o aconselhamento pastoral todas as outras funções na igreja visam à integralidade humana centr ada no Espírito para libertação e crescimento através da satisfação das necessidades um do outro. A comunidade de fé alcança sua integralidade quando os ministérios se juntam com este objetivo e a capacidade de alcançar e curar vidas. Igreja cristã mostrando a importância e antiguidade da poimênica. Na modernidade o que marcou o aumento de interesse na área foi principalmente a difusão dos conhecimentos da psicanálise e sua grande necessidade devido aos problemas humanos deixados após a Segunda Guerra Mundial. A renascença da poimênica remonta da década de 1920 com apoio para tr atamento de outras doenças e através de treinamento para capelania hospitalar. Posteriormente os insights do conhecimento da psicoterapia foram associados para contribuir com o trabalho da poimênica. Baseado no trabalho de William A. Clebsch e Charles R. Jaekle, o autor apresenta quatro funções da poimênica secular e fazem um quadro explicando sua funcionalidade, as expressões históricas que denominavam este ministério e as terminologias utilizadas atualmente. Em seguida Clinibell acrescenta um tópico a mais de acordo com seus conhecimentos e sua experiência pessoal. Principais funções da poimênica:
  • 13. Cura: tem por objetivo superar alguma debilitação e restituir à pessoa a sua integralidade. Antigamente utilizada através de unção, exorcismo, santos, relíquias e curandeiros carismáticos. Atualmente é denominado como psicoterapia pastoral, cura espiritual, aconselhamento e terapia matrimonial. Sustentação: auxílio para pessoas que têm dificuldade em transcender situações que aparentemente são insolúveis. Teve expressões históricas através de preservar, consolar e consolidar e no momento é chamada de poimênica e o aconselhamento de apoio em casos de crise, luto ou perda. Orientação: ajuda para tomada de decisões quando alguém não sabe que direção tomar. Reconciliação: auxílio para restabelecer relacionamentos rompidos entre a pessoa e seu próximo ou até mesmo com Deus. Historicamente conhecida como confissão, perdão e disciplina e para a prática atual é chamada de aconselhamento matrimonial e aconselhamento existencial (reconciliação com Deus). Nutrição: capacitação de pessoas para o crescimento desenvolvendo as potencialidades recebidas por Deus para vencer diante das situações da vida. Na teologia tradicional é conhecida como santificação ou treinamento de membros novos na vida cristã ou educação religiosa. O autor denomina este novo item para as funções da poimênica de aconselhamento educativo, grupos de crescimento, enriquecimento do matrimônio e da família, assistência para a possibilitação de crescimento através de crises desenvolvimentais. - antiga ética do trabalho que dava maior valor a responsabilidade, dever e sucesso com objetivo de alcançar poder, prestígio e propriedade numa luta competitiva (esta foi abandonada). ética da auto-realizaço privatizada que exalta a liberdade, a espontaneidade e o individualismo como reação à ética tradicional num sentido de mudança (período que está sendo atravessado). - nova ética de compromisso que valoriza a responsabilidade mútua nos relacionamentos através da integralidade como eu, com o próximo e com a sociedade (demonstra a direção de um novo tempo).
  • 14. Apesar de em meio a tantos mudanças e tremores este pensamento é uma grande esperança para a poimênica e o aconselhamento pastoral. A ética voltada para compromisso e integralidade como um novo chão ou pelo menos uma = placa‘ sólida que dá segurança ao ministério mesmo correndo o risco de entrar em choque com outros valores. A igreja deve se mover para ser uma força a mais para este novo tempo. – Capítulo III A Missão, os Fundamentos Bíblicos e a Unicidade da Poimênica e do Aconselhamento Pastoral. O terceiro capítulo é dedicado por Howard J. Clinibell para falar da Missão, os Fundamentos Bíblicos e a Unicidade da Poimênica e do Aconselhamento Pastoral . O texto inicia com uma citação de Paul E. Johnson falando da inconstância da humanidade e da sociedade como o meio onde acontece o trabalho da poimênica, fazendo uma ponte com a última parte do capítulo anterior onde fala das placas em movimento Para falar da missão da poimênica Clinibell define mais uma vez o seu sentido como “uma resposta à necessidade que cada pessoa tem de calor, sustento, apoio e cuidado” importância crucial do aconselhamento pastoral, uma pesquisa comprova um considerável aumento na procura de profissionais na área da saúde mental e maior ainda a procura por clérigos, o que demonstra a importância e confiabilidade do aconselhamento pastoral para a vida das pessoas. Conforme a pesquisa antes mesmo de procurar um psicólogo ou terapeuta a maioria das pessoas procura um ministro religioso para se aconselhar. A maioria das pessoas também tem procurado ajuda para resolver questões de relacionamentos. O que a maior parte destas pessoas procura é alguém para conversar, para ser entendido e se aconselhar sobre seus problemas. Por causa dessa confiança e a demanda por aconselhamento pastoral maior é o desafio da poimênica na igreja local. É preciso de capacitação para que haja conselheiros para acolher vidas que procuram a comunidade de fé, bem como auxiliar ao ministério pastoral na função do
  • 15. aconselhamento. O/a pastor/a não deve ignorar os conhecimentos de métodos terapêuticos por causa de sua primazia em relação aos outros profissionais da área. Por causa disso deve ser maior ainda a busca por treinamento em técnicas que contribuam para o aconselhamento. Contudo se o/a pastor/ não é um/a clínico/a na área de psicoterapia não deve se aventurar em ascender uma fogueira que depois não possa apagar. O ministério do aconselhamento pastoral tem sua contribuição ímpar para a cura e libertação de vidas. - Avivar a mente: Na visão bíblica não há separação entre alma, espírito e corpo ou o dualismo mente e corpo. Isso faz a visão bíblica de integralidade mais holística através de uma compreensão total do ser humano e não em partes. Integralidade mental é o aspecto cognitivo, intelectual, emocional e espiritual valorizado por Jesus em Marcos 12.30 que fala do amor total com todo o teu coração, de toda a tua alma, de todo o teu entendimento e de toda a tua for a Revitalizar o corpo: A integralidade física porque o corpo é considerado sagrado no Antigo Testamento e no Novo ganha significado ainda maior como habitação de Deus em I Coríntios 6.19 onde fala do corpo como templo do Espírito Santo. Renovar e enriquecer os relacionamentos: a integralidade relacional é tema constante na Bíblia através das palavras shalom que significa inteiro, paz e saúde bem como o termo koinonia num sentido comunitário da paz que deve ser coletiva, como fruto de relacionamentos saudáveis. Deus não criou a humanidade para viver só, mas em família como uma só carne (Gênesis 2.24) em a igreja como membros do corpo de Cristo (Romanos 12.5). COMPORTAMENTO NO ACONSELHAMENTO Este capítulo traz um prático exemplo de conversa entre um pastor e um homem que precisava de ajuda como ilustração de como acontece o aconselhamento pastoral. Para fazer uma relação entre necessidade de correspondência apresento o relato neste quadro Atitude de Aconselhando Conselheiro correspondência depois o pastor o procurou para uma visita Primeiro o homem visitou a e não o encontrando deixou um
  • 16. comunidade de fé,cartão com um recado e o número de telefone se dispondo para contato que espontaneamente o conduziu então o homem correspondeu para se abrir perguntando quanto a telefonando para o pastor sua dificuldade propôs uma conversa e se abriu inicialmente encontro marcado no gabinete contando o seu problema pastoral no mesmo dia aceitou e compareceu ao deu continuidade ao assunto encontro demonstrando interesse diagnosticando a necessidade marcou falou mais abertamente sobre um novo encontro e propôs auxílio sua situação pessoal de um membro da comunidade comunicou com um membro da aceitou as duas propostas igreja para que o procurasse um irmão da igreja o procurou e marcou um encontro no interregno do próximo aconselhamento pastoral aceitou e compareceu ao encontro dando abertura para continuar o acompanhamento Forma pessoal de descrever a conversa narrad a nas páginas 69 e 70 demonstrando a correspondência das atitudes de conselheiro/a e aconselhando/a. O propósito deste exemplo é demonstrar como o/a pastor/a pode agir ativamente e correspondentemente no aconselhamento e como despertar a pessoa a responder positivamente. Um relacionamento curativo não acontece de uma vez. Pode ser comparado a uma semente que embora pequena tenha a capacidade de crescer. Assim o aconselhamento deve ser algo crescente. Na primeira sessão de aconselhamento existem cinco passos que devem ser tomados para estabelecer inicialmente uma r elação curativa 1º Se continuar o aconselhamento fazer um contrato com objetivos e expectativas Recomendar uma forma de obter ajuda, como um aconselhamento 2º Diagnóstico inicial de como a pessoa se sente interiormente 3º Crescimento, Ouvir com atenção e refletir empaticamente 4º Proporcionar calor e solicitude 5º Relaço de Cura, Desta forma o/a conselheiro/a pode ajudar pessoas que têm dificuldade de se abrir inicialmente não perdendo a oportunidade de um primeiro contato. Outros três conceitos importantes na mente do/a aconselhador/a são qualidades de uma conversa: terapêutica: com o objetivo de cuidar e curar pessoas, tomando cuidado principalmente com julgamentos;
  • 17. verdadeiramente durante o atendimento. Principalmente para pastores e pastoras que são tentados/as a falar respondendo de imediato, para alcançar este ouvir verdadeiro é preciso disciplina e treinamento constante. Por isso todo/a conselheiro deve evitar distrações e outras impressões internas que possam lhe impedir de ouvir atentamente, principalmente se o/a conselheiro/a não estiver bem emocionalmente podem acontecer interferências. prestar atenção somente na pessoa sem interromper; se interessar pelo que a pessoa está falando; estar em sintonia com o sentimento da pessoa; ser empático e reflexivo enquanto a pessoa fala; ter profundidade na expressão corporal. O diagnóstico é feito para a continuidade do aconselhamento de forma eficaz e para isso deve-se observar: as seis áreas da integralidade humana, descobrindo em qual delas está o problema; a forma de tratamento que pode ser feita para a pessoa, se de curto ou longo prazo ou mesmo se a pessoa deve ser encaminhada para tratamento clínico especializado; um diagnóstico pastoral, se o/a pastor/a tem condiçes de atender a necessidade da pessoa a ser aconselhada. Depois de diagnosticar a motivação ou problema inicial é preciso propor uma continuidade no aconselhamento marcando outras sessões para conversar. Isso não deve ser feito diretamente e sim sugerir se dispondo caso a pessoa quiser continuar. Se não aceitar ou procurar novamente deve ser respeitada. Se concordar marcam as próximas sessões e pode ser feito um contrato especificando objetivos, expectativas e a forma do acompanhamento. Para o sucesso da continuidade no aconselhamento o/a conselheiro deve focalizar em cada encontro acatarse emocional que mostrará os verdadeiros sentimentos da pessoa por trás dos diversos problemas que vão sendo apresentados. Essa catarse é alcançada com aceitação solícita através de uma linguagem emocional e compreensiva. Além disso, o aconselhando deve saber que seu engajamento ativo na mobilização de seus próprios recursos é essencial para resolver seus : Evitar fazer perguntas de informação para não deslocar os sentimentos em detrimento de detalhes ou fatos; Fazer apenas perguntas de sentimentos ajudando a pessoa a descobrir suas emoçes escondidas por trás de suas razões; Responder aos sentimentos
  • 18. e não tomar tempo com respostas intelectuais; Ficar atento à portas para os sentimentos com o expressões, palavras, postura corporal ou facial que demonstrem dor, raiva ou qualquer sentimento; Estar alerta para sentimentos negativos especialmente; Evitar conselhos e interpretações prematuras sobre os fatos ou sentimentos. Ter consciência das forças e potencialidades encobertas no/a aconselhando/a e declarar isso quando for apropriado; Usar de forma equilibrada a Fórmula do Crescimento: Solicitude + Confrontação; Ter em mente o objetivo do crescimento-em-direção-à-integralidade articulando com expectativas e desafios; Relacionar-se com o/a aconselhando e considerar sua rede de relacionamentos como seu ambiente de crises e potencialidades para o tratamento; Centralizar a espiritualidade na pessoa levando-a a compreender sua necessidade de crescimento. Além de focalizar a integralidade humana de forma holística há também aptidões essenciais para o ministério do aconselhamento pastoral baseado na experiência de Robert R. Carkhuff. As aptidões fundamentais para o aconselhamento são: comportamento atencioso e solícito até nas expressões corporais e faciais; fazer per guntas breves convidando a pessoa a falar sobre assuntos significativos para sua vida; ouvir e observar mensagens não verbais de forma cuidadosa; deixar a conversa fluir naturalmente evitando mudar de assunto e seguir a iniciativa da pessoa; responder empaticamente mostrando que compreende o que a pessoa está sentindo; procurar clarear as coisas de forma que tanto conselheiro/a como aconselhando/a tenham consciência de que entendem o que está acontecendo em cada estágio ou sessão; INTERPRETAÇO: APOIO: AVALIAÇÃO: Indica a intenção de ensinar, Indica o propósito de Um julgamento dos comunicar algo significativo
  • 19. ?tranqüilizar e reduzir o sentimentos da pessoa ou explicar o porquê. Útil no sofrimento. Principalmente com uma sugestão aconselhamento matrimonial. em situações de crise as embutida. Usado em respostas de apoio são muito aconselhamento de importantes. confrontação. INDAG AÇÃO: CONSELHO: Sugerir abordagens, Frases que ajudam a pessoa a responder ações, crenças ou questões internas ou atitudes recomendando COMPREENSÃO: como lidar com o temas para a discussão. Um retorno à pessoa para que Usada no problema. Também útil saiba que está sendo ouvida de aconselhamento para aconselhamento de forma empática. Muito importante confrontação. educativo de curto prazo. na fase inicial do aconselhamento. A seguir um exemplo de como em uma situação de aconselhamento estes tipos de respostas é útil no caso de uma jovem que demonstra ódio pelo próprio pai sem mesmo saber o motivo. O autor apresenta os seis tipos de respostas que podem ajudar neste exemplo específico e ensina como estas respostas podem ser práticas para o aconselhamento. O tipo de resposta mais escasso entre conselheiros é a de compreensão. Para pessoas moralistas rapidamente dão respostas de avaliação. A posição pastoral de autoridade e a tendência a uma resposta pronta e rápida são perigos para o aconselhamento. Quanto a resposta o/a pastor/a deve ser muito cauteloso/a e quanto a autoridade deve ter cuidado para não ser repressivo/a ou criar expectativas de resolver o problema da pessoa fazendo-se continuar dependente e inibindo sua libertação e crescimento. Mais uma vez Clinibell insiste em que o aconselhamento seja mais inclusivo e transcultural denunciando o sexismo racista e classicista tão forte na sociedade e influente sobre as demais ciências. Para o autor a contribuição de pessoas negras, mulheres, deficientes e de diversas culturas é um grande avanço para a poimênica. Não são apenas pessoas de cultura anglo-européia, brancos
  • 20. de classe média e do sexo masculino que precisam e podem fazer o aconselhamento pastoral. – Integralidade Espiritual: o cerne da Poimênica e do Capítulo V Aconselhamento. A citação inicial do capítulo leva a crer que o tema que intitula o texto não é uma novidade. Desde Platão já se pensava na importância da contemplação do espírito para o crescimento integral do se humano. O/a pastor/a devem ter um faro aguçado para perceber quando as necessidades de um/a aconselhando/a é de natureza espiritual, bem como aproveitar os conhecimentos teológico e a experiência religiosa como fomentadores de crescimento. Uma pesquisa mostra que raramente um problema de origem espiritual é diagnosticado inicialmente numa primeira sessão de aconselhamento. Mas contraditoriamente a isso se descobre posteriormente que muitos problemas têm ao menos vínculo com situações de religiosidade. Quando o problema de apresentação tem alguma característica religiosa pode-se diagnosticar uma origem espiritual, mas nem sempre o problema de apresentação é mostrado com ligação espiritual. No decorrer do aconselhamento pode-se chegar a este diagnóstico porque problemas espirituais podem estar embutidos em outros sintomas. Problemas espirituais também são percebidos conjuntamente com problemas familiares. A ligação entr e a figura paterna e divina é um exemplo: ausência do pai pode ser o motivo para não crer em Deus ou um pai muito rigoroso pode fazer a pessoa acreditar em um Deus ditador. Do mesmo modo é possível perceber outras raízes espirituais em problemas familiares como a má convivência entre irmãos e a dificuldade de comunhão com a igreja. Problemas religiosos podem ocultar problemas psicológicos e vice-versa. Contudo a religião é uma forma de enfrentar a ansiedade existencial e presta o importante serviço de dar sentido à vida quando prega o perdão para o passado e esperança pra o futuro. Entretanto segundo Paul Tillich o impacto religioso poder ter duas formas de conseqüncias: destrutiva ou patogênica e a criativa ou salugênica. Vejamos a diferença entre estas duas Religiosidade
  • 21. Destrutiva ou patogênica: Qualquer forma de idolatria que seja Religiosidade torne uma preocupação Criativa ou salugênica: incondicional como a deificação de Uma religião aberta que incrementa posses, saúde, sucesso, álcool, o a vida e capacita a enfrentar a estado ou uma instituição como a ansiedade existencial ao invés de igreja. Uma religiosidade repressiva fugir dela. Ensina a transcender a leva a fugas através da negação do transitoriedade em busca da fé nao se manifestam em forma de eternidade. Uma vida religiosa neuroses mutiladoras. Uma autêntica ajuda a pessoa a perceber a religiosidade patogênica produz imagem de Deus dentro de si a doença e bloqueia o crescimento. aceitar sua existência. Manifesta-se em formas rígidas, Uma religiosidade criativa ou autoritárias e que negam a realidade. salugênica respeita a realidade, produz comunhão com Deus e com as pessoas e diz um sim à vida acima de tudo. Direço Espiritual Psicoterapia Secular entre Direção Espiritual e Psicoterapia Secular Critério de avaliação: o Critério de avaliação: as relacionamento da mudanças no ser interior pessoa com Deus e com e nos relacionamentos a comunidade cristã. da pessoa. Diferenças Faz distinço entre alma Não faz distinço entre e psique enfocando a alma e psique e às vezes integr alidade dos valores ignora os valores orientada para questões espirituais. de saúde espiritual. Motivação interior para mudar
  • 22. Uma pessoa mais objetiva (terapeuta ou orientador) para ajudar a identificar áreas cegas na percepção Semelhanças Lidam com questões específicas e singulares na vida das pessoas Exigem treinamento na técnica de escolher Estes fatores comprovam a relevância da direção espiritual como forma eficaz de aconselhamento principalmente por contemplar a integralidade humana centrada no espírito e acontecer em meio a um grupo de relacionamentos que é a comunidade de fé. Em um mundo secularizado onde a individualidade é supervalorizada, a aceitação de uma direção espiritual é um desafio para a poimênica. Principalmente porque até mesmo a religião absorveu estas car acterísticas seculares individualistas tomando forma de uma religião de consumo e perdendo valores de serviço e comunhão com o próximo. Entretanto o/a conselheiro/a como diretor/a espiritual tem a capacidade de reunir pessoas para viver uma vida comunitária visando à mútua satisfação de suas necessidades. Sobre como diagnosticar o problema de origem espiritual o autor orienta ao/a conselheiro/a a não ter receio de perguntar sobre questões espirituais ou sentimentais que tenham raízes no espírito como a culpa, o rancor e o medo da morte, por exemplo. Após diagnosticar uma questão de cunho espiritual deve-se conduzir a pessoa quebrantada a um momento de cura para que possa se sentir livre para crescer. . Nunca usar termos ou subsídios religiosos de forma forçada, mas deixar fluir de acordo com a necessidade e oportunidade; Deixar a pessoa participar, se quiser, orando, fazendo uma leitura ou meditação como uma forma de ensino e crescimento espiritual. A importância do uso da Bíblia no aconselhamento já foi citado no capítulo 3 e o autor deixa aqui algumas orientações de como utilizar a Bíblia de forma eficiente: 1- permite que a sabedoria bíblica informe o processo através dos insights bíblicos que acontecem durante a conversa; 2- palavras de consolo da Bíblia podem ser muito úteis para ajudar pessoas em situação de sofrimento para fortalecer e curar;
  • 23. 3- ajuda a diagnosticar problemas atr avés dos temas e histórias bíblicas principais que auxiliam a compreender pessoas no aconselhamento; 4- proporciona cur a e mudança de pensamentos patogênicos com um ensino adequado da verdade bíblica; 5- a Bíblia ensina o que é bom para manter uma vida espiritual saudável e produz crescimento na fé e nos relacionamentos da comunidade. Clinibell alerta quanto ao perigo do mau uso da Bíblia na poimênica e no aconselhamento pastoral muito difundido no meio de teologias fundamentalistas que utilizam imagens bíblicas para confrontação das pessoas culpando-as, diagnosticando seus problemas como conseqüência do =pecado‘ e não direcionando para a cura e crescimento. Esse método foi muito difundido por Jay Adams e posteriormente O. Hobart Mowrer que pregavam rejeição a toda ajuda de outras ciências pregando que apenas a Bíblia seria suficiente e o resto era chamado de puro humanismo num sentido pejorativo. Deste modo o autor depois de ensinar como utilizar a bíblia no aconselhamento e alertar sobre os riscos do mau uso da Bíblia ainda mostra três erros principais que devem ser evitados que são: 1º O fundamentalismo impede de integrar a sabedoria bíblica com as ciênciashumanas e disciplinas psicoterápicas; 2º O legalismo faz que o/a conselheiro/a dê conselhos imediatos inibindo o crescimento e aumentando a dependência do aconselhando; 3º O biblicismo rígido impede as pessoas de descobrir a Bíblia como Palavra Viva de Deus que fala e transforma suas vidas. A oração também é um subsídio importante para a poimênica e o aconselhamento pastoral e tem três utilidades principais segundo o autor: 1º Preparação espiritual do/a próprio/a conselheiro/a para o aconselhamento; 2º Para intercessão em favor do/a aconselhando/a; 3º Pode ser ensinada ao/à aconselhando/a como forma pessoal de buscar sua cura e
  • 24. crescimento. Num mundo agitado e cheio de obrigações se torna cada vez mais difícil parar para pensar em Deus. E em meio a tanto materialismo é quase impossível crer no invisível. Por isso e outras coisas a oração é um grande desafio. Práticas como a leitura da Bíblia, oração, meditação e imaginação fortalecem o uso do lado direito do cérebro e podem ser muito úteis na poimênica. Também o uso das percepções feministas é muito importante para o crescimento espiritual. As mulheres por muito tempo foram inibidas de pensar e falar sendo consideradas como dependentes dos homens, mas hoje é possível perceber um enorme desenvolvimento como fruto da participação feminina na sociedade. pastores homens diante da expressiva maioria feminina nas igrejas como forma de legitimar um autoritarismo masculino que inibe o crescimento. Para isso o autor recomenda a leitura de textos de teólogas e terapeutas femininas que podem ser formadoras de uma opinião mais aberta para a contribuição feminista atual. O/a pastor/a precisa também de subsídios espirituais para sua vida pessoal. Sua confiança pessoal, sua forma de crer, sentir e ver a vida e a morte influenciará diretamente no aconselhamento pastoral. Por causa disso o autor orienta a busca contínua de crescimento espiritual para o bom desenvolvimento da alma do/a pastor/a bem como de sua teologia viva e amaneira como lida com sua própria ansiedade e problemas existenciais. É preciso tomar muito cuidado com a imagem do/a pastor/a com um/a super herói/heroína. Deus usa o/a pastor/a muito além de sua capacidade ou condiçes espirituais, mas é importante que se prepare e cuide de si mesmo para estar bem podendo cuidar de outras vidas. CONCLUSÃO O texto estudado tem um conteúdo prático e relevante para a poimênica e o aconselhamento pastoral além de ser f ruto de experiência pastoral e conteúdo teórico terapêutico profissional. O autor utiliza uma linguagem poética evangelical em conjunto com termos técnicos da psicoterapia pastoral dando o significado aplicado par a os termos apresentados. Certamente o autor é alguém que vive o que transmitiu porque o aconselhamento é apresentado de forma muito simples e prática, podendo ser exercido por qualquer pessoa que realmente deseje ajudar alguém. Contudo o uso de métodos pode ser ineficaz se não estiver
  • 25. preenchido da essência apresentada claramente que é a vida com Deus. Dentre as inúmeras contribuições da leitura para o ministério pastoral, posso destacar primeiramente a necessidade contínua de aprendizado e o não conformismo com as experiências passadas para estar aberto ao novo. Em segundo lugar, nunca perder de vista o caráter curador e potenciador do ministério. Em terceiro a valorização da vida humana de maneira integral e em particular das pessoas e seus corpos que têm sido alvo maior de crises. E em quarto lugar a busca constante de tornar a Igreja uma comunidade saudável para tratar vidas terapeuticamente e para isso como pastor também preciso estar bem tendo forças para levantar o meu próximo. A mensagem central do texto é que o sucesso do aconselhamento pastoral está ligado a poimênica vivida na igreja local e a dedicação pastoral em treinamento e experiência com aconselhamento. Para isso é importante muita leitura sobre o assunto, participar sempre que possível de treinamentos na área de terapia, formar grupos de ensaio da realidade e dedicar tempo para estar com as pessoas para aprender como trabalhar com elas em meio a seus relacionamentos. Aconselhar é um processo vivo que transmite vida para quem perdeu o sentido na vida. É preciso disposição para estar neste processo doando ou recebendo vida. considerações do pastor,vilsonmar souza,em relação a pratica do aconselhamento pastoral,ter momentos de oração para sua própria introspectiva,manter uma postura pastoral pautada na ética do obreiro cristão,sempre memorizar o nome da pessoa que esta sob aconselhamento,e buscar sempre palavras rebuscadas para que o aconsenlhado sempre se surpreenda com sua capaciadade de gerenciar o momento do aconselhamento,busque uma forma cognitiva de despertar a mente do individuo sob sua orientação fazendo-o pensar,motive sua ação mental com filosofias de desafios para que o mesmo possa corresponder aos seus chamandos emocionais,permita sempre que o mesmo fale,pois o ato de falar expressa os sentimentos retraidos. no uso de suas atibuições de capelão,busque ganhar a confiança daquele que esta necessitado de seu apoio eclesiastico,sempre motivando para que lute contra suas fragilidades e encontre em Deus o socorro que lhe dará forças para esta batalha. proucure usar uma prancheta pequena,organize -a com formularios que contenham seus dados pessoais e familiares,conhecendo sua
  • 26. religiosidade,e seus temores no enfrentamento da vida secular. lembre-se voce em a água que vai saciar a sua sede,lhe dê esta água sob medidas,para que sua sede seja saciada.