Fct Unl 27 4 2009

842 visualizações

Publicada em

Sociedade da Informação e e-Government em Portugal
82 slides (3,86 Mb)
FCT - 27 de Abril de 2009

Publicada em: Educação, Negócios, Tecnologia
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
842
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
121
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
34
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Fct Unl 27 4 2009

  1. 1. Sociedade da Informação e e-Government em Portugal FCT - 27 de Abril de 2009 Luis Vidigal
  2. 2. Penetração da Internet na População (Total, Banda Larga e Banda Larga móvel) %, Clientes na população total, último trimestre de cada ano Luis Vidigal Fonte: ANACOM
  3. 3. Penetração da Internet em Agregados Familiares (Total e Banda Larga) %, Agregados familiares com pelo menos uma pessoa de 16 aos 75 anos de idade Luis Vidigal Fonte: ANACOM
  4. 4. Penetração de Computadores em Agregados Familiares (Todos e portáteis) %, Agregados familiares com pelo menos uma pessoa de 16 aos 75 anos de idade (dados do 1º trimestre de cada ano) Luis Vidigal Fonte: ANACOM
  5. 5. Utilizadores de Internet por nível de escolaridade completo nos Estados Membros da EU 2008, (%) - Indivíduos entre os 16 e os 74 anos Luis Vidigal Fonte: EUROSTAT.
  6. 6. Utilizadores de Internet, por escalão etário e nível de escolaridade completo 2004 a 2008, (%) Utilizadores de Internet Luis Vidigal Fonte: EUROSTAT.
  7. 7. Paradigma da Informação Vivemos no paradigma da Informação, no acesso a diversificadas fontes de dados e de informação … Cada vez mais se exige mais conhecimento, não só para compreender o mundo, mas também para para dar resposta aos desafios que a sociedade nos coloca. Luis Vidigal
  8. 8. Informação Objecto formatado (de formas reconhecíveis) criado artificialmente pelo homem a fim de representar um acontecimento percebido por ele no mundo real. (Jean-Louis Le Moigne, La théorie du systéme d´information organisationel, 1976 Luis Vidigal
  9. 9. Informação É uma entidade tangível ou intangível que reduz a incerteza sobre uma dada situação ou acontecimento (Henry Lucas, Information systems, concepts for management, 1987) APDSI - 22.04.2009 9 OS DESAFIOS DA ECONOMIA DA INFORMAÇÃO (PARTE II) Luis Vidigal
  10. 10. Assimetria de Informação • Existe assimetria, quando existe um desfasamento na forma como se sabe ou se compreende algo … • Existe assimetria, quando se tem dificuldade de aceder a informação … • Existe assimetria, quando a informação é um bem privado, tem um custo de acesso à mesma … Luis Vidigal
  11. 11. Âmbito da Assimetria de Informação • Social - melhorando os acessos à informação e à capacidade de compreensão dos fenómenos • Organizacional - melhorando a qualidade da partilha da informação e o uso dos sistemas de informação, para se agir sobre os problemas • Económico - melhorando a qualidade da informação para os processos de tomada de decisão Luis Vidigal
  12. 12. Acessos à Informação Luis Vidigal
  13. 13. 0 100 10 20 30 40 50 60 70 80 90 Korea (3) % Iceland Luis Vidigal Netherlands Denmark Sweden Norway Luxembourg Germany Switzerland Finland Canada (4) United Kingdom Casas com acesso à internet, OCDE 2008 New Zealand (5) 2004 Australia Japan 2005 United States 2006 Belgium Austria 2007 Ireland EU25 France Acessos à Informação Slovak Republic Spain Italy Poland Portugal Hungary Czech Republic Greece Mexico Turkey
  14. 14. S. Exª o Papel Paradoxo da (in)Produtividade Luis Vidigal
  15. 15. Colaboração digital Luis Vidigal
  16. 16. Os relacionamentos decorrentes do e-Government Organismo Empresas G2G Organismo Administração Fornecedores Pública G2B Organismo E-Pro Cidadãos curem Organismo ent G2C Funcionários G2E Luis Vidigal
  17. 17. “Caldeirada Organizacional” dos últimos 30 anos Reforma Administrativa e e-Government DGAP SMA PRACE MARAP / NARs CQRAP Partilhados DGOA IIAE Serviços Instituto de Informática Instituto de Informática CITIAP Entidades de Coordenação Sectorial AMA EMOFAP UCMA CISI UMIC UMIC Missão para Unidade de Missão Agência Núcleos para a a Sociedade Sociedade de Informação da Informação CIIC Responsáveis Ministeriais IC / Task forces Plano Tecnológico 2000 1975 1987 1989 1996 1997 2001 2002 2005 2006 2007 Livro Estratégia Infocid Verde de Lisboa Luis Vidigal
  18. 18. Evolução do lugar de Portugal nos Rankings de disponibilização de Serviços Públicos Online na UE15 2001 a 2007, Ranking Luis Vidigal Relatórios da Capgemini preparados para a UE
  19. 19. Número de declarações de IRS submetidas pela Internet (milhões) Luis Vidigal Fonte: DGCI
  20. 20. Para onde queremos ir? Vortal Transformação Transformação Vortal Portal Portal Vortal Inovação e Cooperação Vortal Estamos aqui Transacção Transacção Portal Interacção Interacção Vortal Vortal Vortal Vortal Presença Presença Luis Vidigal
  21. 21. Para onde vamos Transacção Transformação Participação Política Integração Luis Vidigal
  22. 22. Dimensões (clientes) do e-Gov e-Government Excelência 36os An Funcionários Eficiência Operacional Tecnologias 4 s no A Políticos Notoriedade Clientes 70os An Cidadãos Serviço Público Luis Vidigal
  23. 23. Interoperabilidade Organizacional “Peopleware” Informacional “Infoware” Tecnológica “ Software” e” Hardware” Luis Vidigal
  24. 24. Interoperabilidade Interoperabilidade Semântica Interoperabilidade Organizacional Cidadãos Processo Básico Empresas Interoperabilidade Tecnológica Luis Vidigal
  25. 25. Novas Estruturas / Novas Relações “Putting Citizens First” OCDE Luis Vidigal
  26. 26. Fim às Certidões!!! Peça Informação uma só vez e utilize-a muitas vezes Uma Certidão é um toque Tem que me trazer a uma uma prova de Base de Dados quem é você Tem que me trazer uma prova de que não nos deve nada Luis Vidigal
  27. 27. Os originais são bits e-Form e-Fact Formulário O SS E PR IV O IM S U L XC M E IN C Luis Vidigal
  28. 28. Uniformização Federalização Poucos Muitos Produtos produtos Integração Interopera- forçada bilidade Poupança Despesa Pública Pública Monopólios Mercado Luis Vidigal
  29. 29. Inclusão Social Novas Prioridades para o e-Government Z Y X ... ... C B A “From e-Government to e-Inclusion” Nações Unidas (2005) Luis Vidigal
  30. 30. Luis Vidigal
  31. 31. Luis Vidigal
  32. 32. Temos de abrir a “Caixa de Pandora” e resolver de facto os problemas Defesa de Territórios Conf gração l de Po itos esinte mas D de Siste der Falta de Digitalização perdício Des ursos ação nformrente de Rec I I nc o e etc., etc., etc,,…. Luis Vidigal
  33. 33. Continuamos a construir castelos em vez de serviços Luis Vidigal
  34. 34. Silos Verticais Cheios de Poder e Vaidade Luis Vidigal
  35. 35. Silos Horizontais Cheios de “Gordura” e Desperdício Luis Vidigal
  36. 36. Partilha de Dados e Serviços “Administração em Rede” Recursos e Serviços Comuns (SOA) Luis Vidigal
  37. 37. “Putting Citizens First” OCDE Sinergias Verticais O IT MU ICO Sinergias Horizontais T RÍ C Luis Vidigal
  38. 38. Arquitecturas orientadas à Prestação de Serviços Visão e Novos Espaços Cidadãos Empresas Auto-estradas que muitas vezes acabam em engarrafamentos … Luis Vidigal
  39. 39. Modelo de IT Governance Competências necessárias Governo Administração Administração Alinhamento Pública Estratégico Pública Arquitecturas de Gestão, Informação, Aplicacionais e Tecnológicas Gestão de Contratos e Controlo de Qualidade Serviços Partilhados Mercado Desenvolvimento de soluções Luis Vidigal
  40. 40. Funcionários Públicos Novos Trabalhadores do Conhecimento Restauração e reza ncia dignificação do Cla arê Serviço Público nsp ência Tra oer C Comunidades de Significado e de Prática Luis Vidigal
  41. 41. Um futuro incerto Dessincronização “Obsolimento” - Tofler (Obsolescência do Conhecimento) Riscos de Implosão Economias Governos Civilizações Luis Vidigal Luís Vidigal
  42. 42. Qual a estratégia para o futuro • Economia Crescimento ou Declínio? • Intervenção da AP na Economia Fraca ou Forte? • Globalização Aceleração ou Abrandamento? • Penetração das TIC na Sociedade Elevada ou Fraca? • Atitude do Cidadão à Privacidade Restritiva ou Permissiva? • Capacidade da AP absorver as TIC Elevada ou Fraca? • Soberania Mantida ou Desgastada? Luis Vidigal Luís Vidigal
  43. 43. Os quatro cenários Permissiva Governo de Atitude do Cidadão em relação à Privacidade e à Vigilância Pessoas e O bom Empresas “Big Brother” Livres Desenvolvimento Governo do Status Quo de “Fantasmas” Restritiva Leve Pesada Intervenção do Estado na Economia Luis Vidigal
  44. 44. Cenários para a Democracia Com Vontade e Informado Sociedade Sociedade Egoísta Aberta do Governo Atitude Sociedade Sociedade Autocrática Cercada Sem Vontade ou Desinformado Incapaz ou Capaz e Atitude Sem Vontade Com Vontade da Sociedade Civil Luis Vidigal
  45. 45. As TI em 2012 (Gartner) • Estarão entre os • Estarão entre os 3 maiores 3 maiores factores de factores de Sucesso Fracasso Factor Crítico Luis Vidigal
  46. 46. O Escritório do Futuro? Luis Vidigal Luis Vidigal
  47. 47. • Search • Sonhar • Procura • Collect • Imaginar • Recolha • Copy • Criar • Cópia • Compare Dave • Fantasiar • Comparação • Order • Decidir • Ordenação • Calculate • Cálculo Novo trabalhador • Measure • Medida para o e-Gov • Verify • Verificação • Store • Armazenamento Energia Informação Dados Conhecimento Luis Vidigal 2001 Odisseia no Espaço (Stanley Kubrick - 1968)
  48. 48. e-Government na APDSI Em 7 anos dezenas de Estudos, Conferências, Manifestos, Foruns, Debates, etc. “Mudar a Arquitectura Processos Organizacional Máquina” e Básicos Benchmarking IT Governance das melhores práticas Fórum da Arrábida Conferências e Estudos GAN e e-Saúde Plano Tecnológico Seminário Cartão do Cidadão e-Justiça e-Gov Identidade PRACE … e-Educação digital e E-Procurement Segurança Luis Vidigal
  49. 49. VISÃO Portugal como um país na linha da frente do desenvolvimento mundial da Sociedade da Informação e do Conhecimento e em que todos, sem distinção de classe social, de nível educacional, de deficiências físicas ou mentais, de idade ou de outros factores, possam ter acesso aos benefícios da Sociedade da Informação. Luis Vidigal
  50. 50. MISSÃO Promoção e desenvolvimento da Sociedade da Informação e do Conhecimento em Portugal Luis Vidigal
  51. 51. OBJECTIVOS • Informar, aconselhar e apelar para o Estado em questões políticas e legais relativas à Sociedade da Informação e do Conhecimento; • Informar os cidadãos, empresas e outras entidades em questões relativas à Sociedade da Informação e do Conhecimento; • Contribuir para o combate à info-exclusão; • Apoiar e desenvolver actividades que façam chegar os benefícios da Sociedade da Informação ao maior número possível de cidadãos; • Promover e dinamizar projectos de utilidade pública no âmbito da Sociedade da Informação e do Conhecimento; • Participar em associações, cooperativas, sociedades ou outras pessoas colectivas, desde que tal participação se mostre necessária ou conveniente para a prossecução dos fins da Associação; • Subscrever protocolos e acordos com quaisquer entidades que se disponham a colaborar e prosseguir os fins da Associação. Luis Vidigal
  52. 52. ESTRUTURA Luis Vidigal
  53. 53. Sócios Individuais Luis Vidigal
  54. 54. Sócios Colectivos Luis Vidigal
  55. 55. PARCEIROS • ACMEDIA - Associação Portuguesa de Consumidores dos Media • ADT - Associação para o Desenvolvimento da Telemedicina • ANETIE - Associação Nacional das Empresas das Tecnologias de Informação e Electrónica • ANPRI - Associação Nacional de Professores de Informática • APDIS - Associação Portuguesa de Documentação e Informação da saúde • APENGSAÚDE - Associação de Engenharia da Saúde • APGC - Associação Portuguesa para a Gestão do Conhecimento • APSI - Associação Portuguesa de Sistemas de Informação • ENTRAJUDA - Apoio a Instituições de Solidariedade Social • ESPAÇO SOLIDÁRIO - Órgão de Informação da ODPS • FNGIS – Forum Não Governamental para a Inclusão Social • FORINO - Associação para a Escola de Novas Tecnologias • GPEG - Grupo Português de Computação Gráfica • IADIS - International Association for Development of the Information Society • INCITE - Associação Portuguesa para a Gestão da Informação • itSMF Portugal - Associação Portuguesa de Gestores de Serviços de Tecnologias de Informação • MEDIARCOM - Associação Europeia de Negociação Luis Vidigal
  56. 56. AL O CI ÇÃ SO MA O AP O R SC O FI ENT E F O E E S AM RN Ã O ÇA N VE AÇ IO AN TO GO IA NC UC AS D IN EN E ED ÚD ÇA A, F FU IC ME IM BL E E SA STI MI RA ST PÚ T O VE O JU ON TU S N IN D E ME EC TRU DE D A NI PERSPECTIVAS “Mapa do Conhecimento” A LI TE ES NC ÇOS TI E BA RVI OS E U TR EM R N SE G GU IA , E SE ERG RA CA A U E EN LT NT VID FO CU BIE DA ES S DE AM SES SÕ GIA IS S FA OF LO A EA IC O PR CN TRI ÁR AS TE D ÚS HO AD L DE IN TA DA CI E RE CI SO O LH AE BA ÊN UR RA O LT ET ÇÃ SIC CU LU MA IA OM OR A F ON EF VID E IN DA EC DE ÃO AÇ DE DE S UC IDA DA ICO IVI SD TES ED AL L ÓG CT O, QU NO EA ÇÃ A IS IEN NO TE C IZA SD UR O) AL RE ULT ÇÃ OB TO IO C B IZA OS PLA GL S EC MIC SOC AL AM ES , O NT C NÓ LO GIÕ IME ECO OS (R E LV TI C VO LÍ O AÇ S EN PO ES P DE OE ÇÃ IGA ES T Luis Vidigal INV
  57. 57. Actividades em 2009 • Conferências • Seminários e Workshops • Estudos M • Manifestos Abertura da Delegação do Norte Luis Vidigal
  58. 58. Actividades em 2009 Grupos Especializados • Grupo “Negócio Electrónico” (GNE) • Grupo “Educação” (GE) • Grupo “Justiça” (GJ) • Grupo “Saúde” (GS) • Fórum Profissional (FP) • Grupo “Sistemas de Informação Geográfica” (GSIG) • Fórum de Executivos da Sociedade da Informação (FESI) Luis Vidigal
  59. 59. Fórum da Arrábida – 2002 e 2003 Repensar o futuro da Sociedade da Informação – 2004 Os desafios da Mobilidade – 2005 Relações Laborais e Trabalho Digital – 2006 Segurança, Privacidade e Identidade Digital – 2007 A Nova Estratégia de Lisboa – 2008 Como Mobilizar Portugal? Luis Vidigal
  60. 60. ACTIVIDADES REGULARES • Olimpíadas da Informática • Debate com os partidos políticos sobre a Sociedade da Informação e do Conhecimento • Barómetro da Sociedade da Informação • Leis Portuguesas na Sociedade da Informação e do Conhecimento • Fórum do Direito na Internet • Prémios Escolares • Conselho Estratégico para a Notoriedade da APDSI (CENA) Luis Vidigal
  61. 61. PRÉMIOS Homenagem a “Personalidade “Uma Vida” do Ano” • Francisco Godinho • Raúl Junqueiro 2003 2006 • João Picoito 2004 • Simões Monteiro 2007 • António Dias Figueiredo 2005 • Altamiro Machado • José Magalhães 2008 2006 • José Tribolet 2007 • João Tiago da Silveira 2008 Luis Vidigal
  62. 62. Grupo de Alto Nível (GAN) Tomadas de posição 2006 05 Jan – Plano Tecnológico 19 Abr – Cartão do Cidadão 18 Out – O PRACE e a Governação da Sociedade da Informação 2007 23 Mar – Carta dos Direitos do Cidadão na Sociedade da Informação 2008 30 Jan – Dois Anos do XVII Governo no Desenvolvimento da Sociedade da Informação em Portugal 2 Jul - Sete Grandes Desafios da Economia de Informação 2009 4 Mar - O Poder Local e a Sociedade da Informação em Portugal Luis Vidigal
  63. 63. Alguns Estudos efectuados Luis Vidigal
  64. 64. ESTUDOS Luis Vidigal
  65. 65. ESTUDOS Luis Vidigal
  66. 66. ESTUDOS Luis Vidigal
  67. 67. ESTUDOS Luis Vidigal
  68. 68. ESTUDOS Luis Vidigal
  69. 69. ESTUDOS Luis Vidigal
  70. 70. ESTUDOS Luis Vidigal
  71. 71. ESTUDOS Luis Vidigal
  72. 72. ESTUDOS Luis Vidigal
  73. 73. ESTUDOS Luis Vidigal
  74. 74. GLOSSÁRIO Luis Vidigal
  75. 75. Vídeos dos Eventos Na Web e em DVD Luis Vidigal
  76. 76. Livro “A Sociedade da Informação” O Percurso Português Parte I – A Sociedade da Informação no Mundo Actual Parte II – O Percurso Português Parte III – Perspectivas da Sociedade da Informação Luis Vidigal
  77. 77. REPRESENTAÇÃO NA IFIP • TC-1 Foundations of Computer Science • TC-2 Software: Theory and Practice • TC-3 Education • TC-5 Computer Applications in Technology • TC-6 Communication Systems • TC-7 System Modelling and Optimization • TC-8 Information Systems • TC-9 Relationship between Computer and Society • TC-10 Computer Systems Technology • TC-11 Security and Protection in Information Processing Systems • TC-12 Artificial Intelligence • TC-13 Human-Computer Interaction • TC-14 Specialist Group on Entertainment Computing Luis Vidigal
  78. 78. A nova Sede em Lisboa Alto da Faia Telheiras Rua Alexandre Cabral, N. º 2C - Loja A 1600-803 LISBOA Luis Vidigal
  79. 79. A nova Sede em Lisboa O novo espaço Luis Vidigal
  80. 80. A nova Sede em Lisboa O novo espaço Luis Vidigal
  81. 81. A nova Sede em Lisboa O novo espaço Luis Vidigal
  82. 82. Novas Coordenadas • Tel.: +351 217 510 762 Novo • Fax: +351 217 570 516 Novo • E-mail: secretariado@apdsi.pt • URL: www.apdsi.pt • GPS: N 38° 46' 3.25quot; W 9° 10' 9.15quot; Luis Vidigal

×