SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 7
SIMULADO DE PORTUGUÊS
ALUNO______________________5º ANO
PROFESSORA________________________
Leia os textos abaixo e, a seguir,
responda aos itens 1 e 2.
Texto I
[...]
Se possível plante árvores
Cuide bem dessa semente
Troque a lâmpada comum
Por do tipo fluorescente
Que além de economizar
Deixa a terra mais contente.
Cuide bem de nossa água
Nosso bem primordial
Desperdício é loucura
Seja em banho ou no quintal
E informe a todo mundo
Que mudar é essencial.
César Obeid. Aquecimento global não dá rima como legal.
São Paulo: Moderna, 2008.
Texto II
Disponív el em:
<http://blogs.piraidigital.com.br/epitacio/category /meio-
ambiente/>. Acesso em: 25 nov . 2015.
D15 Questão 1 ––––––––––––––––––
––––––––|
Os dois textos falam
(A) do cuidado com a nossa água.
(B) das riquezas do planeta Terra.
(C) dos maus tratos com a natureza.
(D) da preservação do meio
ambiente.
D12 Questão 2 ––––––––––––––––––
––––––––|
No trecho do texto I “Seja em banho
ou no quintal”, a expressão
sublinhada indica
(A) lugar.
(B) modo.
(C) tempo.
(D) dúvida.
D9 Questão 3 –––––––––––––––––––
–––––––|
Leia o texto abaixo e, a seguir,
responda.
ABC da Floresta Amazônica
Thiago de Mello e Pollyana Furtado.
Editora: Conhecimento Editora, 40 páginas
Este livro fala da Floresta
Amazônica como se fosse num
passeio. Uma caminhada de
descobertas e aprendizados
importantes, onde os leitores vão
refletir sobre a valorização do meio
ambiente e, ao mesmo tempo,
conhecer os costumes e os valores
existentes no mundo mágico da
floresta.
Disponív el em:
<http://www.orelhadeliv ro.com.br/liv ros/202757/abc-da-
f loresta-amazonica/#>. Acesso em: 02 nov . 2015.
Este texto tem o objetivo de
(A) defender uma opinião atual.
(B) contar uma história interessante.
(C) informar sobre o meio ambiente
(D) apresentar o resumo de um
livro.
Leia o texto abaixo e, a seguir,
responda aos questões 4 e 5.
Meu trono
[...]
Essa é minha mãe. Como a
gente sofre com mãe, né? Elas são,
sem dúvida, tudo de bom na nossa
vida, sem elas não estaríamos aqui, e
coisa e tal, mas chega uma hora em
que o inevitável é constatado; depois
que a gente faz 15 anos, ir ao cinema
com elas, comprar roupa com elas,
estar em lugares públicos com elas, as
coisas que a gente fazia até ontem na
maior naturalidade viram o maior mico
do mundo. E quando mãe pega a
gente na escola? Uuui.
Já lhe pedi 375 vezes para ficar
na rua de trás, mas ela ignora e fica
bem na porta do colégio, pisca-pisca
ligado, buzina apertada, Roberto
Carlos nas alturas. Eu faço o possível
para virar uma formiga e passar
despercebida até o carro. Mas pensa
que consigo? Ontem mesmo
aconteceu uma cena que prefiro
esquecer. Quando eu ainda me
despedia das minhas amigas na porta
da escola, ela anuncia sua mais nova
aquisição aos urros, aos berros:
— Maria de Lourdes, u-uh! Achei
aquele creme importado para espinha
que você vivia me pedindo! Uma
fortuna, mas acho que agora essas
pipocas horrendas abandonam de vez
a sua cara, filhota. Na força, na fé,
upalelêê!
Upalelê???? Fala sério!
— Mãezinha, eu te amo, muito
mesmo, mas a pior coisa do mundo é
ver você me tratar em público
exatamente como fazia 10 anos atrás.
Já, já chega a tal da maturidade e aí
voltaremos a ser amigas do tipo unha
e cutícula, tá? Prometo.
Thalita Rebouças. Fala sério, mãe! Rio de Janeiro:
Rocco, 2004. P. 100-101
D3 Questão 4 –––––––––––––––––––
–––––––|
No trecho“...viram o maior mico do
mundo.”, a palavra sublinhada
significa
(A) raiva.
(B) alegria.
(C) tristeza.
(D) vergonha.
D10 Questão 5 ––––––––––––––––––
––––––––|
O trecho “Upalelê???? Fala sério!”
é próprio de uma linguagem
(A) formal.
(B) técnica.
(C) informal.
(D) jornalística.
Leia o texto abaixo e, a seguir,
responda aos questões 6, 7 e 8.
O Leão e o Rato
Certo dia, estava um Leão a
dormir quando um ratinho começou a
correr por cima dele. O Leão acordou,
pôs-lhe em cima a enorme pata, abriu
a boca bem grande e preparou-se
para engoli-lo.
— Perdoa-me! - gritou o ratinho
— Perdoa-me desta vez e eu nunca o
esquecerei. Quem sabe se um dia não
precisarás de mim?
O Leão achou tanta graça desta
ideia do ratinho que levantou a pata e
o deixou partir.
Dias depois o Leão caiu numa
armadilha. Como os caçadores
queriam oferecê-lo vivo ao Rei,
amarraram-no a uma árvore e partiram
à procura de um meio para o
transportarem.
Nisto, apareceu o ratinho. Vendo
a triste situação em que o Leão se
encontrava, roeu as cordas que o
prendiam.
E foi assim que um ratinho
pequenino salvou o Rei dos Animais.
Moral da história: Não devemos
subestimar a capacidade dos
outros.
Disponív el em: <http://pensador.uol.com.br/fabulas>. Acesso
em: 05 dez. 2015.
D7 Questão 6 –––––––––––––––––––
–––––––|
Qual trecho abaixo apresenta o
desfecho da história?
(A) “O Leão acordou, pôs-lhe em
cima a enorme pata, abriu a boca
bem grande...”
(B) “O Leão achou tanta graça desta
ideia do ratinho que levantou a
pata e o deixou partir.”
(C) “Como os caçadores queriam
oferecê-lo vivo ao Rei,
amarraram-no a uma árvore...”
(D) “Vendo a triste situação em que o
Leão se encontrava, roeu as
cordas que o prendiam.”
D2 Questão 7 –––––––––––––––––––
–––––––|
No trecho “... pôs-lhe a pata em
cima”, o termo sublinhado substitui
(A) leão.
(B) rato.
(C) pata.
(D) boca.
D1 Questão 8 –––––––––––––––––––
––––––|
De acordo com o texto, os
caçadores não mataram o leão, pois
queriam
(A) deixá-lo amarrado.
(B) oferecê-lo vivo ao Rei.
(C) vê-lo em uma triste situação.
(D) partir para buscar o transporte.
Leia o texto abaixo e, a seguir,
responda aos itens 9 e 10.
O Cobrador
O dono do mercadinho foi à casa
de um freguês para receber a conta.
Um garotinho veio atender à porta.
— Você pode chamar seu pai?
— solicitou o cobrador.
— Meu pai não está em casa! -
respondeu o garoto.
— Como não está? - recuou
espantado o comerciante — Eu o vi na
janela quando estava vindo para cá!
— Pois é, ele também viu o
senhor, e por isso desapareceu.
Disponível em:
<http://mariadantas.spaceblog.com.br/384729/piadas-
que-infantins-para-rir-ler-e-trabalhar-na-sala-de-aula/>.
Acesso em: 29 nov. 2015.
D13 Questão 9 ––––––––––––––––––
––––––––|
A graça do texto está no fato de o
(A) garoto falar a verdade.
(B) garoto atender à porta.
(C) freguês não estar em casa.
(D) dono do mercadinho cobrar uma
dívida.
D14 Questão 10 –––––––––––––––––
––––––––|
No trecho “— Como não está?”, o
ponto de interrogação indica que o
homem está
(A) irritado.
(B) assustado.
(C) com medo.
(D) com dúvida.
D13 Questão 11 –––––––––––––––––
–––––––––◊
Leia o texto e, a seguir, responda.
Zezinho na bicicleta
Zezinhoganhasua primeirabicicleta,
e andando em volta da casa diz para mãe,
que está na porta:
- Olha mamãe, sem os pés.
Dá outra volta e diz:
- Olha mamãe, sem as mãos.
Na terceiravolta,ele passachorando
e diz para mãe:
- Olha mamãe, sem os dentes.
Disponível em: <http://www.piadascurtas.com.br/zezinhona-
bicicleta/>. Acesso em: 08 ago. 2016.
Qual dostrechos expressamelhorohumor
do texto?
(A) “Olha mamãe, sem os pés. ”
(B) “Olha mãe, sem os dentes.”
(C) “Olha mamãe, sem as mãos. ”
(D) “Zezinho ganha sua primeira
bicicleta...”
Leia o texto e, a seguir, responda as
questões 12, 13, 14 e 15.
Nino quer um amigo
Kátia Canton
Nino, por que você está sempre tão
sério e cabisbaixo?
Ninoviviatriste.Ele sesentiasozinho.
Ninguém queria ser amigo dele.
Pobre Nino.
Um dia, na praia, ele ficou
esperançoso de encontrar um amigo.
- Ah, um menino. Quem sabe..., e
tentou chegar perto dele.
Mas o menino virou para o lado,
cavou um buraco.
E ainda jogou areia no Nino.
Coitado dele.
Outrodia,naescola,ele tentoupuxar
conversa com uma colega de turma. Olhou
para a menina,que era toda sardenta,uma
graça. Esboçou um sorriso e tentou puxar
assunto.
Mas estava tão acostumado a ficar
caladoe sérioque aspalavrasdemorarama
sair de sua boca.
A menina bonitinha desistiu de
esperar que ele dissesse alguma coisa.
Virou-se de costas e foi brincar com uma
amiga.
Tadinho do Nino.
Nem os animais pareciam querer ser
seus amigos.
Uma tarde,Ninoviuum meninocom
um cão passeando na praça.
Ficou com vontade de agradar o
cachorro, mas ficou com medo de que ele
mordesse.
Fez um agrado bem tímido.
O cão nem aí para ele.
Que pena, Nino.
Até que umdia,ele tinhadesistidode
procurar.
Pensando em por que quanto mais
tentava encontrar um amigo, mais sozinho
se sentia...
Ficou distraído, pensando, e
adormeceu.
Quando acordou olhou-se no
espelho.
Enquanto escovava os dentes,
percebeu que fazia muitas caretas.
Achouengraçado.Enxaguoua bocae
continuou brincando com o espelho.
Era risodaqui,riso de lá.Eralínguado
Nino e língua do espelho. Piscadela aqui,
piscadela ali.
Começou ali uma verdadeira folia.
Era um jogode reconhecimentoentre Nino
e suaimagemno espelho.Enãoé que Nino
era bem engraçadinho?
Ele mesmo nunca tinha reparado
nisso antes.
Que cara legal era o Nino.
Que garoto charmoso, bem-
humorado!
Nino ficou encantado com seu
espelho.
Fez-se ali uma grande amizade.
E depois dessa amizade surgiram
muitas outras.
Ninohoje é umcaracheiode grandes
amigos.
Incluindo ele mesmo.
Valeu, Nino.
Kátia Canton. Disponível em:
<http://revistaescola.abril.com.br/lingua-portuguesa/pratica-
pedagogica/nino-quer-amigo-423368.shtml>. Acesso em: 10 out.
2015.
D2 Questão 12 ––––––––––––––––––
–––––––––◊
No trecho “Ele mesmo nunca tinha
reparado nisso antes.”, o termo “ele”
refere-se ao
(A) cão.
(B) Nino.
(C) amigo.
(D) colega.
D4 Questão 13 ––––––––––––––––––
–––––––––◊
No trecho “Que cara legal era o Nino. Que
garoto charmoso, bem-humorado! Nino
ficou encantado com seu espelho. Fez-se
ali uma grande amizade.”,
pode-se dizer que Nino
(A) ficou amigo do cão.
(B) fez amizade com a menina.
(C) fez amizade consigo mesmo.
(D) encontrou um amigo na praia.
D11 Questão 14 –––––––––––––––––
–––––––––◊
Em qual frase está expresso um fato?
(A) “Que cara legal era o Nino.”
(B) “E não é que Nino era bem
engraçadinho?”
(C) “Que garoto charmoso, bem-
humorado!”
(D) “Outro dia [...] ele tentou puxar
conversa com uma colega...”
D12 Questão 15 –––––––––––––––––
–––––––––◊
No trecho “Uma tarde, Nino viu um
meninocomumcão”,o termo“umatarde”
dá ideia de
(A) lugar.
(B) tempo.
(C) negação.
(D) intensidade.
D15 Questão 16 –––––––––––––––––
–––––––––◊
Leia os textos e, a seguir, responda.
Texto I
Disponível em:
<http://www.museuinimadepaula.org.br/wpcontent/
uploads/2012/03/Material-did%C3%A1tico-Ricardo-
Ferrari.pdf>. Acesso em: 08 ago. 2016.
Texto II
Brincadeira de criança
Grupo Molejo
[...]
Acorda criançadatá na hora da gente
brincar Brincar de pique-esconde, pique-
cola e de pique-tá,tá,tá,tá Essa brincadeira
também tem pique-bandeira Amarelinha
pra quem gosta de pular
[...]
Brincadeira de criança
Como é bom, como é bom
Guardo ainda na lembrança
Como é bom, como é bom
Paz, amor e esperança
Como é bom, como é bom
Bom é ser feliz com Molejão
[...]
Vamos juntinho, então!
[...]
Disponívelem:
<https://www.letras.mus.br/molejo/47473/>.
Acesso em: 09 ago. 2016.
Os dois textos falam sobre
(A) a hora de acordar.
(B) brinquedos infantis.
(C) paz, amor e esperança.
(D) brincadeiras de criança.
Leia o texto e, a seguir, responda as
questões 17, 18, 19 e 20.
A história das letras
Descubra como surgiu o alfabeto,
que permite escrever em todas as línguas
do mundo!
Luiz Carlos Cagliari
Jáimaginouumcarteirocarregadode
tabletes de barro, madeira e pedra,
distribuindo essas encomendas pelas
cidades?Há cerca de 5 mil anos talvezessa
cena não seria tão estranha. Em vez de
papel,aspessoasescreviamempedaçosde
barro e outros materiais. A escrita também
era bem diferente da atual, feita com
desenhos. Para quem não sabia desenhar
era um verdadeiro abacaxi.
[...]
No começo, a escrita era feita com o
desenho das coisas. Por exemplo: se a
palavra era “casa”, fazia-se o desenho de
uma casa. Mas logo vieram as dificuldades.
Comoescreveronome deumapessoa?Não
bastava fazer o desenho de um homem ou
de uma mulher! Então começaram-se a
combinar os símbolos. Desse modo, para
escrever algo sobre alguém chamado
Coelho,bastavadesenharumhomeme um
coelho. Mas isso também nem sempre
funcionava bem. Como a gente poderia
representar alguém chamado Henrique?
Para resolver esse tipo de problema,
passou-se aescreveros sonsdas palavrase
não mais as ideias. Para escrever “irmão”,
desenhavam-se as pernas andando (ir) e
uma mão. Um soldado era representado
por um sol junto com um dado.
Ainda assim as dificuldades
apareciam. Surgiu, então, uma maneira de
escrever na qual eram observados os sons
da fala. Se a gente espichar a fala devagar,
ao dizer cavalo, por exemplo, alguns sons
chamados “vogais” ficam destacados: caaa
+ vaaa + looo.Se agente prestaatençãonos
movimentos da boca, os sons chamados
“consoantes” se sobressaem: ccca + vvva +
lllo.
Juntandoosdoistiposde sons,temos
umas unidades chamadas sílabas: ca + va +
lo.Assim,ossímbolosdaescritapassarama
ser as sílabas ou as vogais e as consoantes
separadamente, conforme a língua. Esse
tipo de escrita que representa
separadamente as vogais e as consoantes,
ouseja,cadaletra,é chamado alfabeto,que
se mostrou tão interessante,útil e prático
que hoje em diatodas as línguasdo mundo
podem ser escritas com esse sistema.
Disponível em: <http://chc.cienciahoje.uol.com.br/a-historia-
das-letras/>. Acesso em: 05 ago. 2016.
D9 Questão 17 ––––––––––––––––––
–––––––––◊
O texto tem o objetivo de
(A) ensinar sobre a separação silábica.
(B) divulgar as línguas que utilizam o
alfabeto.
(C) mostrar como o carteiro entregava
correspondências.
(D) informar sobre a história do
surgimento das letras.
D10 Questão 18 –––––––––––––––––
–––––––––◊
No texto, prevalece a presença de uma
linguagem
(A) formal.
(B) poética.
(C) técnica.
(D) informal.
D3 Questão 19 ––––––––––––––––––
–––––––––◊
Na frase “Para quem não sabia desenhar
era um verdadeiro abacaxi.”, a palavra
“abacaxi” significa
(A) fruta.
(B) solução.
(C) símbolo.
(D) problema.
D6 Questão 20 ––––––––––––––––––
–––––––––◊
Qual é o tema desse texto?
(A) A escrita feita com desenhos.
(B) As sílabas que imitam os sons.
(C) As línguas que utilizam o alfabeto.
(D) A história do surgimento das letras.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

D7 (por descritores port 5º ano)
D7  (por descritores port  5º ano)D7  (por descritores port  5º ano)
D7 (por descritores port 5º ano)Cidinha Paulo
 
LINGUA PORTUGUESA CADERNO DE PRODUÇÃO TEXTUAL 5º ANO_3º_e_4º_BIMESTRE-PAIC+ A...
LINGUA PORTUGUESA CADERNO DE PRODUÇÃO TEXTUAL 5º ANO_3º_e_4º_BIMESTRE-PAIC+ A...LINGUA PORTUGUESA CADERNO DE PRODUÇÃO TEXTUAL 5º ANO_3º_e_4º_BIMESTRE-PAIC+ A...
LINGUA PORTUGUESA CADERNO DE PRODUÇÃO TEXTUAL 5º ANO_3º_e_4º_BIMESTRE-PAIC+ A...orientadoresdeestudopaic
 
Simulado 08 (port. 5º ano )
Simulado 08 (port. 5º ano )Simulado 08 (port. 5º ano )
Simulado 08 (port. 5º ano )Cidinha Paulo
 
Simulado 16 (port. 5º ano)
Simulado 16 (port. 5º ano)Simulado 16 (port. 5º ano)
Simulado 16 (port. 5º ano)Cidinha Paulo
 
Simulado A para o 4º e 5º ano
Simulado A para o 4º e 5º anoSimulado A para o 4º e 5º ano
Simulado A para o 4º e 5º anopedagogicosjdelrei
 
Simulado de português 5º ano spaece 2014
Simulado de português 5º ano  spaece 2014Simulado de português 5º ano  spaece 2014
Simulado de português 5º ano spaece 2014CASA-FACEBOOK-INSTAGRAM
 
Simulado com descritores PROEB português 5º ano
Simulado com descritores PROEB português 5º anoSimulado com descritores PROEB português 5º ano
Simulado com descritores PROEB português 5º anoSilvânia Silveira
 
2ª p.d 2012 (port. 5º ano)
2ª p.d   2012 (port. 5º ano)2ª p.d   2012 (port. 5º ano)
2ª p.d 2012 (port. 5º ano)Cidinha Paulo
 
Simulado 25 (port. 5º ano)
Simulado 25 (port. 5º ano)Simulado 25 (port. 5º ano)
Simulado 25 (port. 5º ano)Cidinha Paulo
 
Sequência Didática- Carnaval- 4 e 5º ano.pdf
Sequência Didática- Carnaval- 4 e 5º ano.pdfSequência Didática- Carnaval- 4 e 5º ano.pdf
Sequência Didática- Carnaval- 4 e 5º ano.pdfRegiane Santos
 
Simulado 7. (port. 5º ano)
Simulado 7. (port. 5º ano)Simulado 7. (port. 5º ano)
Simulado 7. (port. 5º ano)Cidinha Paulo
 
Simulado de Matemática - Revisão Prova SAEB
Simulado de Matemática - Revisão Prova SAEB Simulado de Matemática - Revisão Prova SAEB
Simulado de Matemática - Revisão Prova SAEB Mary Alvarenga
 
Atividade avaliativa 5 serie
Atividade avaliativa 5 serieAtividade avaliativa 5 serie
Atividade avaliativa 5 serieLilian Soares
 
Dançando com o morto.docx
Dançando com o morto.docxDançando com o morto.docx
Dançando com o morto.docxIedaGoethe
 
Simulado 22 (port. 5º ano)
Simulado 22 (port. 5º ano)Simulado 22 (port. 5º ano)
Simulado 22 (port. 5º ano)Cidinha Paulo
 
D6 (por descritores port 5º ano)
D6  (por descritores port  5º ano)D6  (por descritores port  5º ano)
D6 (por descritores port 5º ano)Cidinha Paulo
 

Mais procurados (20)

D7 (por descritores port 5º ano)
D7  (por descritores port  5º ano)D7  (por descritores port  5º ano)
D7 (por descritores port 5º ano)
 
D14 (5º ano l.p.)
D14 (5º ano   l.p.)D14 (5º ano   l.p.)
D14 (5º ano l.p.)
 
LINGUA PORTUGUESA CADERNO DE PRODUÇÃO TEXTUAL 5º ANO_3º_e_4º_BIMESTRE-PAIC+ A...
LINGUA PORTUGUESA CADERNO DE PRODUÇÃO TEXTUAL 5º ANO_3º_e_4º_BIMESTRE-PAIC+ A...LINGUA PORTUGUESA CADERNO DE PRODUÇÃO TEXTUAL 5º ANO_3º_e_4º_BIMESTRE-PAIC+ A...
LINGUA PORTUGUESA CADERNO DE PRODUÇÃO TEXTUAL 5º ANO_3º_e_4º_BIMESTRE-PAIC+ A...
 
Simulado 08 (port. 5º ano )
Simulado 08 (port. 5º ano )Simulado 08 (port. 5º ano )
Simulado 08 (port. 5º ano )
 
Simulado 16 (port. 5º ano)
Simulado 16 (port. 5º ano)Simulado 16 (port. 5º ano)
Simulado 16 (port. 5º ano)
 
Simulado A para o 4º e 5º ano
Simulado A para o 4º e 5º anoSimulado A para o 4º e 5º ano
Simulado A para o 4º e 5º ano
 
Simulado de português 5º ano spaece 2014
Simulado de português 5º ano  spaece 2014Simulado de português 5º ano  spaece 2014
Simulado de português 5º ano spaece 2014
 
Simulado com descritores PROEB português 5º ano
Simulado com descritores PROEB português 5º anoSimulado com descritores PROEB português 5º ano
Simulado com descritores PROEB português 5º ano
 
O outro sapo regina
O outro sapo reginaO outro sapo regina
O outro sapo regina
 
Avaliação de português
Avaliação de portuguêsAvaliação de português
Avaliação de português
 
2ª p.d 2012 (port. 5º ano)
2ª p.d   2012 (port. 5º ano)2ª p.d   2012 (port. 5º ano)
2ª p.d 2012 (port. 5º ano)
 
Simulado 1 (port. 5º ano blog do prof. Warles)
Simulado 1 (port. 5º ano   blog do prof. Warles)Simulado 1 (port. 5º ano   blog do prof. Warles)
Simulado 1 (port. 5º ano blog do prof. Warles)
 
Simulado 25 (port. 5º ano)
Simulado 25 (port. 5º ano)Simulado 25 (port. 5º ano)
Simulado 25 (port. 5º ano)
 
Sequência Didática- Carnaval- 4 e 5º ano.pdf
Sequência Didática- Carnaval- 4 e 5º ano.pdfSequência Didática- Carnaval- 4 e 5º ano.pdf
Sequência Didática- Carnaval- 4 e 5º ano.pdf
 
Simulado 7. (port. 5º ano)
Simulado 7. (port. 5º ano)Simulado 7. (port. 5º ano)
Simulado 7. (port. 5º ano)
 
Simulado de Matemática - Revisão Prova SAEB
Simulado de Matemática - Revisão Prova SAEB Simulado de Matemática - Revisão Prova SAEB
Simulado de Matemática - Revisão Prova SAEB
 
Atividade avaliativa 5 serie
Atividade avaliativa 5 serieAtividade avaliativa 5 serie
Atividade avaliativa 5 serie
 
Dançando com o morto.docx
Dançando com o morto.docxDançando com o morto.docx
Dançando com o morto.docx
 
Simulado 22 (port. 5º ano)
Simulado 22 (port. 5º ano)Simulado 22 (port. 5º ano)
Simulado 22 (port. 5º ano)
 
D6 (por descritores port 5º ano)
D6  (por descritores port  5º ano)D6  (por descritores port  5º ano)
D6 (por descritores port 5º ano)
 

Destaque

Simulado português 6º a,b e c
Simulado português 6º a,b e cSimulado português 6º a,b e c
Simulado português 6º a,b e crenata ubeda
 
Material para imprimir - FORMAÇÃO DO SEGUNDO CICLO NO MUNICÍPIO DE PONTES E L...
Material para imprimir - FORMAÇÃO DO SEGUNDO CICLO NO MUNICÍPIO DE PONTES E L...Material para imprimir - FORMAÇÃO DO SEGUNDO CICLO NO MUNICÍPIO DE PONTES E L...
Material para imprimir - FORMAÇÃO DO SEGUNDO CICLO NO MUNICÍPIO DE PONTES E L...weleslima
 
Simulado 15 (port. 5º ano)
Simulado 15 (port. 5º ano)Simulado 15 (port. 5º ano)
Simulado 15 (port. 5º ano)Cidinha Paulo
 
Simulado portugues 3º ano)-4 unidade
Simulado portugues   3º ano)-4 unidadeSimulado portugues   3º ano)-4 unidade
Simulado portugues 3º ano)-4 unidadejulliana brito
 
Curso de redação para concursos
Curso de redação para concursosCurso de redação para concursos
Curso de redação para concursosAlex Mendes
 
Atividade sobre o filme a culpa é das estrelas tatiana
Atividade sobre o filme a culpa é das estrelas   tatianaAtividade sobre o filme a culpa é das estrelas   tatiana
Atividade sobre o filme a culpa é das estrelas tatianaMarcia Oliveira
 

Destaque (20)

Simulado de português 2014 5ºANO
Simulado de português  2014 5ºANOSimulado de português  2014 5ºANO
Simulado de português 2014 5ºANO
 
Simulado de matemática 5ºano
Simulado de matemática 5ºanoSimulado de matemática 5ºano
Simulado de matemática 5ºano
 
Simulado 5º ano
Simulado 5º anoSimulado 5º ano
Simulado 5º ano
 
Simulado português 6º a,b e c
Simulado português 6º a,b e cSimulado português 6º a,b e c
Simulado português 6º a,b e c
 
Simulado 09 (ciências 9º ano)
Simulado 09 (ciências 9º ano)Simulado 09 (ciências 9º ano)
Simulado 09 (ciências 9º ano)
 
Simulado 08 (ciências 9º ano)
Simulado 08 (ciências 9º ano)Simulado 08 (ciências 9º ano)
Simulado 08 (ciências 9º ano)
 
Simulado prova brasil 2011
Simulado prova brasil 2011Simulado prova brasil 2011
Simulado prova brasil 2011
 
D8 (5º ano l.p.)
D8 (5º ano   l.p.)D8 (5º ano   l.p.)
D8 (5º ano l.p.)
 
Material para imprimir - FORMAÇÃO DO SEGUNDO CICLO NO MUNICÍPIO DE PONTES E L...
Material para imprimir - FORMAÇÃO DO SEGUNDO CICLO NO MUNICÍPIO DE PONTES E L...Material para imprimir - FORMAÇÃO DO SEGUNDO CICLO NO MUNICÍPIO DE PONTES E L...
Material para imprimir - FORMAÇÃO DO SEGUNDO CICLO NO MUNICÍPIO DE PONTES E L...
 
Simulado 15 (port. 5º ano)
Simulado 15 (port. 5º ano)Simulado 15 (port. 5º ano)
Simulado 15 (port. 5º ano)
 
Avaliação de matematica 5ºano
Avaliação de matematica 5ºanoAvaliação de matematica 5ºano
Avaliação de matematica 5ºano
 
Simulado de português 5º ano
Simulado de português 5º anoSimulado de português 5º ano
Simulado de português 5º ano
 
Simulado de matemática 5ºano
Simulado de matemática 5ºanoSimulado de matemática 5ºano
Simulado de matemática 5ºano
 
Simulado portugues 3º ano)-4 unidade
Simulado portugues   3º ano)-4 unidadeSimulado portugues   3º ano)-4 unidade
Simulado portugues 3º ano)-4 unidade
 
Curso de redação para concursos
Curso de redação para concursosCurso de redação para concursos
Curso de redação para concursos
 
Atividade sobre o filme a culpa é das estrelas tatiana
Atividade sobre o filme a culpa é das estrelas   tatianaAtividade sobre o filme a culpa é das estrelas   tatiana
Atividade sobre o filme a culpa é das estrelas tatiana
 
Gramática
GramáticaGramática
Gramática
 
Simulado de português 5ºano 2016
Simulado de português 5ºano 2016Simulado de português 5ºano 2016
Simulado de português 5ºano 2016
 
Simulado de matemática novembro 2014
Simulado de matemática novembro 2014Simulado de matemática novembro 2014
Simulado de matemática novembro 2014
 
2 simulado 5º ano
2 simulado 5º ano2 simulado 5º ano
2 simulado 5º ano
 

Semelhante a Simulado de português 5ºano

Simulado 11 (port. 5º ano)
Simulado 11 (port. 5º ano)Simulado 11 (port. 5º ano)
Simulado 11 (port. 5º ano)Cidinha Paulo
 
Simulado 13 (port. 5º ano)
Simulado 13 (port. 5º ano)Simulado 13 (port. 5º ano)
Simulado 13 (port. 5º ano)Cidinha Paulo
 
SIMULADO DE LÍNGUA PORTUGUESA - 7° ANO - doc
SIMULADO DE LÍNGUA PORTUGUESA - 7° ANO - docSIMULADO DE LÍNGUA PORTUGUESA - 7° ANO - doc
SIMULADO DE LÍNGUA PORTUGUESA - 7° ANO - docwendell Viana
 
apresentação de slides para simulados de portugues 5º ano do ensino fundamental
apresentação de slides para simulados de portugues 5º ano do ensino fundamentalapresentação de slides para simulados de portugues 5º ano do ensino fundamental
apresentação de slides para simulados de portugues 5º ano do ensino fundamentalLindalvaAlves2
 
Simulado 1 (port. 5º ano blog do prof. warles)
Simulado 1 (port. 5º ano   blog do prof. warles)Simulado 1 (port. 5º ano   blog do prof. warles)
Simulado 1 (port. 5º ano blog do prof. warles)DANIELDESOUZA67
 
simulado port. saresp.doc
simulado port. saresp.docsimulado port. saresp.doc
simulado port. saresp.docPROFaLUMENDES
 
D10 (por descritores port 5º ano)
D10  (por descritores port  5º ano)D10  (por descritores port  5º ano)
D10 (por descritores port 5º ano)Cidinha Paulo
 
2ª p.d 2012 (port. 5º ano)
2ª p.d   2012 (port. 5º ano)2ª p.d   2012 (port. 5º ano)
2ª p.d 2012 (port. 5º ano)Cidinha Paulo
 
Apostila gêneros textuais.
Apostila gêneros textuais.Apostila gêneros textuais.
Apostila gêneros textuais.Raquel Becker
 
Apostila gêneros textuais.
Apostila gêneros textuais.Apostila gêneros textuais.
Apostila gêneros textuais.Raquel Becker
 
Simulado português e matematica 8 anos ok
Simulado português e matematica 8 anos okSimulado português e matematica 8 anos ok
Simulado português e matematica 8 anos okEderson Jacob Zanardo
 
Simulado português e matematica 8 anos ok
Simulado português e matematica 8 anos okSimulado português e matematica 8 anos ok
Simulado português e matematica 8 anos okEderson Jacob Zanardo
 

Semelhante a Simulado de português 5ºano (20)

Apr 03 port 5 ano
Apr 03 port 5 anoApr 03 port 5 ano
Apr 03 port 5 ano
 
Simulado 11 (port. 5º ano)
Simulado 11 (port. 5º ano)Simulado 11 (port. 5º ano)
Simulado 11 (port. 5º ano)
 
Simulado 13 (port. 5º ano)
Simulado 13 (port. 5º ano)Simulado 13 (port. 5º ano)
Simulado 13 (port. 5º ano)
 
8. diagnostico _5ano_lp
8. diagnostico _5ano_lp8. diagnostico _5ano_lp
8. diagnostico _5ano_lp
 
SIMULADO DE LÍNGUA PORTUGUESA - 7° ANO - doc
SIMULADO DE LÍNGUA PORTUGUESA - 7° ANO - docSIMULADO DE LÍNGUA PORTUGUESA - 7° ANO - doc
SIMULADO DE LÍNGUA PORTUGUESA - 7° ANO - doc
 
apresentação de slides para simulados de portugues 5º ano do ensino fundamental
apresentação de slides para simulados de portugues 5º ano do ensino fundamentalapresentação de slides para simulados de portugues 5º ano do ensino fundamental
apresentação de slides para simulados de portugues 5º ano do ensino fundamental
 
Língua portuguesa 5 ano
Língua portuguesa  5 anoLíngua portuguesa  5 ano
Língua portuguesa 5 ano
 
Língua portuguesa 5 ano
Língua portuguesa  5 anoLíngua portuguesa  5 ano
Língua portuguesa 5 ano
 
Simulado 1 (port. 5º ano blog do prof. warles)
Simulado 1 (port. 5º ano   blog do prof. warles)Simulado 1 (port. 5º ano   blog do prof. warles)
Simulado 1 (port. 5º ano blog do prof. warles)
 
LINGUA PORTUGUESA.pdf
LINGUA PORTUGUESA.pdfLINGUA PORTUGUESA.pdf
LINGUA PORTUGUESA.pdf
 
4A
4A4A
4A
 
simulado port. saresp.doc
simulado port. saresp.docsimulado port. saresp.doc
simulado port. saresp.doc
 
D10 (por descritores port 5º ano)
D10  (por descritores port  5º ano)D10  (por descritores port  5º ano)
D10 (por descritores port 5º ano)
 
Fábula 5 d
Fábula 5 dFábula 5 d
Fábula 5 d
 
2ª p.d 2012 (port. 5º ano)
2ª p.d   2012 (port. 5º ano)2ª p.d   2012 (port. 5º ano)
2ª p.d 2012 (port. 5º ano)
 
Apostila gêneros textuais.
Apostila gêneros textuais.Apostila gêneros textuais.
Apostila gêneros textuais.
 
Apostila gêneros textuais.
Apostila gêneros textuais.Apostila gêneros textuais.
Apostila gêneros textuais.
 
Avaliação proeb língua portuguesa 9º ano
Avaliação proeb língua portuguesa   9º anoAvaliação proeb língua portuguesa   9º ano
Avaliação proeb língua portuguesa 9º ano
 
Simulado português e matematica 8 anos ok
Simulado português e matematica 8 anos okSimulado português e matematica 8 anos ok
Simulado português e matematica 8 anos ok
 
Simulado português e matematica 8 anos ok
Simulado português e matematica 8 anos okSimulado português e matematica 8 anos ok
Simulado português e matematica 8 anos ok
 

Mais de CASA-FACEBOOK-INSTAGRAM

Simulado de matemática 5º ano setembro
Simulado de matemática 5º ano setembroSimulado de matemática 5º ano setembro
Simulado de matemática 5º ano setembroCASA-FACEBOOK-INSTAGRAM
 
Simulado de português 5º ano agosto 2017
Simulado de português   5º ano agosto 2017Simulado de português   5º ano agosto 2017
Simulado de português 5º ano agosto 2017CASA-FACEBOOK-INSTAGRAM
 
Simulado de matemática 5ºano agosto 2017
Simulado de matemática 5ºano agosto 2017Simulado de matemática 5ºano agosto 2017
Simulado de matemática 5ºano agosto 2017CASA-FACEBOOK-INSTAGRAM
 
Simulado de matematica 5ºano spaece 2014
Simulado de matematica   5ºano spaece 2014Simulado de matematica   5ºano spaece 2014
Simulado de matematica 5ºano spaece 2014CASA-FACEBOOK-INSTAGRAM
 
Atividades para o simulado de matemática 4º ano
Atividades para o simulado de matemática 4º anoAtividades para o simulado de matemática 4º ano
Atividades para o simulado de matemática 4º anoCASA-FACEBOOK-INSTAGRAM
 
sSimulado de matemática 5º ano novembro
sSimulado de matemática   5º ano novembrosSimulado de matemática   5º ano novembro
sSimulado de matemática 5º ano novembroCASA-FACEBOOK-INSTAGRAM
 

Mais de CASA-FACEBOOK-INSTAGRAM (16)

Simulado de matemática SPAECE
Simulado de matemática SPAECESimulado de matemática SPAECE
Simulado de matemática SPAECE
 
Simulado de matemática 5º ano setembro
Simulado de matemática 5º ano setembroSimulado de matemática 5º ano setembro
Simulado de matemática 5º ano setembro
 
Simulado de português 5º ano agosto 2017
Simulado de português   5º ano agosto 2017Simulado de português   5º ano agosto 2017
Simulado de português 5º ano agosto 2017
 
Simulado de matemática 5ºano agosto 2017
Simulado de matemática 5ºano agosto 2017Simulado de matemática 5ºano agosto 2017
Simulado de matemática 5ºano agosto 2017
 
Avaliação mensal matematica 4ºano
Avaliação mensal matematica 4ºanoAvaliação mensal matematica 4ºano
Avaliação mensal matematica 4ºano
 
Avaliação de história 4ºano
Avaliação de história 4ºanoAvaliação de história 4ºano
Avaliação de história 4ºano
 
Avaliação de geografia 4ºano
Avaliação de geografia 4ºanoAvaliação de geografia 4ºano
Avaliação de geografia 4ºano
 
Simulado de matemática 5º ano 2014
Simulado de matemática 5º ano 2014Simulado de matemática 5º ano 2014
Simulado de matemática 5º ano 2014
 
Simulado de matematica 5ºano spaece 2014
Simulado de matematica   5ºano spaece 2014Simulado de matematica   5ºano spaece 2014
Simulado de matematica 5ºano spaece 2014
 
Simulado matematica 5º ano outubro
Simulado matematica 5º ano outubroSimulado matematica 5º ano outubro
Simulado matematica 5º ano outubro
 
Atividades para o simulado de matemática 4º ano
Atividades para o simulado de matemática 4º anoAtividades para o simulado de matemática 4º ano
Atividades para o simulado de matemática 4º ano
 
Simulado matemática 5ºano 2014
Simulado matemática 5ºano 2014Simulado matemática 5ºano 2014
Simulado matemática 5ºano 2014
 
Simulado de português 2014
Simulado de português 2014Simulado de português 2014
Simulado de português 2014
 
Simulado de matemática 5ºano 2013
Simulado de matemática 5ºano 2013Simulado de matemática 5ºano 2013
Simulado de matemática 5ºano 2013
 
Simulado portugues iv
Simulado portugues ivSimulado portugues iv
Simulado portugues iv
 
sSimulado de matemática 5º ano novembro
sSimulado de matemática   5º ano novembrosSimulado de matemática   5º ano novembro
sSimulado de matemática 5º ano novembro
 

Último

HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024Sandra Pratas
 
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbv19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbyasminlarissa371
 
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdf
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdfBRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdf
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdfHenrique Pontes
 
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptxÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptxDeyvidBriel
 
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdfCultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdfaulasgege
 
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chave
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chaveAula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chave
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chaveaulasgege
 
Doutrina Deus filho e Espírito Santo.pptx
Doutrina Deus filho e Espírito Santo.pptxDoutrina Deus filho e Espírito Santo.pptx
Doutrina Deus filho e Espírito Santo.pptxThye Oliver
 
A galinha ruiva sequencia didatica 3 ano
A  galinha ruiva sequencia didatica 3 anoA  galinha ruiva sequencia didatica 3 ano
A galinha ruiva sequencia didatica 3 anoandrealeitetorres
 
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024Sandra Pratas
 
Mapas Mentais - Português - Principais Tópicos.pdf
Mapas Mentais - Português - Principais Tópicos.pdfMapas Mentais - Português - Principais Tópicos.pdf
Mapas Mentais - Português - Principais Tópicos.pdfangelicass1
 
cartilha-pdi-plano-de-desenvolvimento-individual-do-estudante.pdf
cartilha-pdi-plano-de-desenvolvimento-individual-do-estudante.pdfcartilha-pdi-plano-de-desenvolvimento-individual-do-estudante.pdf
cartilha-pdi-plano-de-desenvolvimento-individual-do-estudante.pdfIedaGoethe
 
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...LuizHenriquedeAlmeid6
 
O guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdf
O guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdfO guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdf
O guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdfErasmo Portavoz
 
Bingo da potenciação e radiciação de números inteiros
Bingo da potenciação e radiciação de números inteirosBingo da potenciação e radiciação de números inteiros
Bingo da potenciação e radiciação de números inteirosAntnyoAllysson
 
Habilidades Motoras Básicas e Específicas
Habilidades Motoras Básicas e EspecíficasHabilidades Motoras Básicas e Específicas
Habilidades Motoras Básicas e EspecíficasCassio Meira Jr.
 
Cartilha 1º Ano Alfabetização _ 1º Ano Ensino Fundamental
Cartilha 1º Ano Alfabetização _ 1º Ano Ensino FundamentalCartilha 1º Ano Alfabetização _ 1º Ano Ensino Fundamental
Cartilha 1º Ano Alfabetização _ 1º Ano Ensino Fundamentalgeone480617
 
Sociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autores
Sociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autoresSociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autores
Sociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autoresaulasgege
 
Atividade com a letra da música Meu Abrigo
Atividade com a letra da música Meu AbrigoAtividade com a letra da música Meu Abrigo
Atividade com a letra da música Meu AbrigoMary Alvarenga
 

Último (20)

HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
 
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbv19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
 
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdf
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdfBRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdf
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdf
 
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptxÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
 
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdfCultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
 
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chave
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chaveAula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chave
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chave
 
Doutrina Deus filho e Espírito Santo.pptx
Doutrina Deus filho e Espírito Santo.pptxDoutrina Deus filho e Espírito Santo.pptx
Doutrina Deus filho e Espírito Santo.pptx
 
A galinha ruiva sequencia didatica 3 ano
A  galinha ruiva sequencia didatica 3 anoA  galinha ruiva sequencia didatica 3 ano
A galinha ruiva sequencia didatica 3 ano
 
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
 
Mapas Mentais - Português - Principais Tópicos.pdf
Mapas Mentais - Português - Principais Tópicos.pdfMapas Mentais - Português - Principais Tópicos.pdf
Mapas Mentais - Português - Principais Tópicos.pdf
 
cartilha-pdi-plano-de-desenvolvimento-individual-do-estudante.pdf
cartilha-pdi-plano-de-desenvolvimento-individual-do-estudante.pdfcartilha-pdi-plano-de-desenvolvimento-individual-do-estudante.pdf
cartilha-pdi-plano-de-desenvolvimento-individual-do-estudante.pdf
 
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
 
O guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdf
O guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdfO guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdf
O guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdf
 
Bingo da potenciação e radiciação de números inteiros
Bingo da potenciação e radiciação de números inteirosBingo da potenciação e radiciação de números inteiros
Bingo da potenciação e radiciação de números inteiros
 
treinamento brigada incendio 2024 no.ppt
treinamento brigada incendio 2024 no.ppttreinamento brigada incendio 2024 no.ppt
treinamento brigada incendio 2024 no.ppt
 
Habilidades Motoras Básicas e Específicas
Habilidades Motoras Básicas e EspecíficasHabilidades Motoras Básicas e Específicas
Habilidades Motoras Básicas e Específicas
 
Cartilha 1º Ano Alfabetização _ 1º Ano Ensino Fundamental
Cartilha 1º Ano Alfabetização _ 1º Ano Ensino FundamentalCartilha 1º Ano Alfabetização _ 1º Ano Ensino Fundamental
Cartilha 1º Ano Alfabetização _ 1º Ano Ensino Fundamental
 
Sociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autores
Sociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autoresSociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autores
Sociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autores
 
XI OLIMPÍADAS DA LÍNGUA PORTUGUESA -
XI OLIMPÍADAS DA LÍNGUA PORTUGUESA      -XI OLIMPÍADAS DA LÍNGUA PORTUGUESA      -
XI OLIMPÍADAS DA LÍNGUA PORTUGUESA -
 
Atividade com a letra da música Meu Abrigo
Atividade com a letra da música Meu AbrigoAtividade com a letra da música Meu Abrigo
Atividade com a letra da música Meu Abrigo
 

Simulado de português 5ºano

  • 1. SIMULADO DE PORTUGUÊS ALUNO______________________5º ANO PROFESSORA________________________ Leia os textos abaixo e, a seguir, responda aos itens 1 e 2. Texto I [...] Se possível plante árvores Cuide bem dessa semente Troque a lâmpada comum Por do tipo fluorescente Que além de economizar Deixa a terra mais contente. Cuide bem de nossa água Nosso bem primordial Desperdício é loucura Seja em banho ou no quintal E informe a todo mundo Que mudar é essencial. César Obeid. Aquecimento global não dá rima como legal. São Paulo: Moderna, 2008. Texto II Disponív el em: <http://blogs.piraidigital.com.br/epitacio/category /meio- ambiente/>. Acesso em: 25 nov . 2015. D15 Questão 1 –––––––––––––––––– ––––––––| Os dois textos falam (A) do cuidado com a nossa água. (B) das riquezas do planeta Terra. (C) dos maus tratos com a natureza. (D) da preservação do meio ambiente. D12 Questão 2 –––––––––––––––––– ––––––––| No trecho do texto I “Seja em banho ou no quintal”, a expressão sublinhada indica (A) lugar. (B) modo. (C) tempo. (D) dúvida. D9 Questão 3 ––––––––––––––––––– –––––––| Leia o texto abaixo e, a seguir, responda. ABC da Floresta Amazônica Thiago de Mello e Pollyana Furtado. Editora: Conhecimento Editora, 40 páginas Este livro fala da Floresta Amazônica como se fosse num passeio. Uma caminhada de descobertas e aprendizados importantes, onde os leitores vão refletir sobre a valorização do meio ambiente e, ao mesmo tempo, conhecer os costumes e os valores existentes no mundo mágico da floresta. Disponív el em: <http://www.orelhadeliv ro.com.br/liv ros/202757/abc-da- f loresta-amazonica/#>. Acesso em: 02 nov . 2015.
  • 2. Este texto tem o objetivo de (A) defender uma opinião atual. (B) contar uma história interessante. (C) informar sobre o meio ambiente (D) apresentar o resumo de um livro. Leia o texto abaixo e, a seguir, responda aos questões 4 e 5. Meu trono [...] Essa é minha mãe. Como a gente sofre com mãe, né? Elas são, sem dúvida, tudo de bom na nossa vida, sem elas não estaríamos aqui, e coisa e tal, mas chega uma hora em que o inevitável é constatado; depois que a gente faz 15 anos, ir ao cinema com elas, comprar roupa com elas, estar em lugares públicos com elas, as coisas que a gente fazia até ontem na maior naturalidade viram o maior mico do mundo. E quando mãe pega a gente na escola? Uuui. Já lhe pedi 375 vezes para ficar na rua de trás, mas ela ignora e fica bem na porta do colégio, pisca-pisca ligado, buzina apertada, Roberto Carlos nas alturas. Eu faço o possível para virar uma formiga e passar despercebida até o carro. Mas pensa que consigo? Ontem mesmo aconteceu uma cena que prefiro esquecer. Quando eu ainda me despedia das minhas amigas na porta da escola, ela anuncia sua mais nova aquisição aos urros, aos berros: — Maria de Lourdes, u-uh! Achei aquele creme importado para espinha que você vivia me pedindo! Uma fortuna, mas acho que agora essas pipocas horrendas abandonam de vez a sua cara, filhota. Na força, na fé, upalelêê! Upalelê???? Fala sério! — Mãezinha, eu te amo, muito mesmo, mas a pior coisa do mundo é ver você me tratar em público exatamente como fazia 10 anos atrás. Já, já chega a tal da maturidade e aí voltaremos a ser amigas do tipo unha e cutícula, tá? Prometo. Thalita Rebouças. Fala sério, mãe! Rio de Janeiro: Rocco, 2004. P. 100-101 D3 Questão 4 ––––––––––––––––––– –––––––| No trecho“...viram o maior mico do mundo.”, a palavra sublinhada significa (A) raiva. (B) alegria. (C) tristeza. (D) vergonha. D10 Questão 5 –––––––––––––––––– ––––––––| O trecho “Upalelê???? Fala sério!” é próprio de uma linguagem (A) formal. (B) técnica. (C) informal. (D) jornalística. Leia o texto abaixo e, a seguir, responda aos questões 6, 7 e 8. O Leão e o Rato Certo dia, estava um Leão a dormir quando um ratinho começou a correr por cima dele. O Leão acordou, pôs-lhe em cima a enorme pata, abriu
  • 3. a boca bem grande e preparou-se para engoli-lo. — Perdoa-me! - gritou o ratinho — Perdoa-me desta vez e eu nunca o esquecerei. Quem sabe se um dia não precisarás de mim? O Leão achou tanta graça desta ideia do ratinho que levantou a pata e o deixou partir. Dias depois o Leão caiu numa armadilha. Como os caçadores queriam oferecê-lo vivo ao Rei, amarraram-no a uma árvore e partiram à procura de um meio para o transportarem. Nisto, apareceu o ratinho. Vendo a triste situação em que o Leão se encontrava, roeu as cordas que o prendiam. E foi assim que um ratinho pequenino salvou o Rei dos Animais. Moral da história: Não devemos subestimar a capacidade dos outros. Disponív el em: <http://pensador.uol.com.br/fabulas>. Acesso em: 05 dez. 2015. D7 Questão 6 ––––––––––––––––––– –––––––| Qual trecho abaixo apresenta o desfecho da história? (A) “O Leão acordou, pôs-lhe em cima a enorme pata, abriu a boca bem grande...” (B) “O Leão achou tanta graça desta ideia do ratinho que levantou a pata e o deixou partir.” (C) “Como os caçadores queriam oferecê-lo vivo ao Rei, amarraram-no a uma árvore...” (D) “Vendo a triste situação em que o Leão se encontrava, roeu as cordas que o prendiam.” D2 Questão 7 ––––––––––––––––––– –––––––| No trecho “... pôs-lhe a pata em cima”, o termo sublinhado substitui (A) leão. (B) rato. (C) pata. (D) boca. D1 Questão 8 ––––––––––––––––––– ––––––| De acordo com o texto, os caçadores não mataram o leão, pois queriam (A) deixá-lo amarrado. (B) oferecê-lo vivo ao Rei. (C) vê-lo em uma triste situação. (D) partir para buscar o transporte. Leia o texto abaixo e, a seguir, responda aos itens 9 e 10. O Cobrador O dono do mercadinho foi à casa de um freguês para receber a conta. Um garotinho veio atender à porta. — Você pode chamar seu pai? — solicitou o cobrador. — Meu pai não está em casa! - respondeu o garoto. — Como não está? - recuou espantado o comerciante — Eu o vi na janela quando estava vindo para cá! — Pois é, ele também viu o senhor, e por isso desapareceu. Disponível em: <http://mariadantas.spaceblog.com.br/384729/piadas- que-infantins-para-rir-ler-e-trabalhar-na-sala-de-aula/>. Acesso em: 29 nov. 2015.
  • 4. D13 Questão 9 –––––––––––––––––– ––––––––| A graça do texto está no fato de o (A) garoto falar a verdade. (B) garoto atender à porta. (C) freguês não estar em casa. (D) dono do mercadinho cobrar uma dívida. D14 Questão 10 ––––––––––––––––– ––––––––| No trecho “— Como não está?”, o ponto de interrogação indica que o homem está (A) irritado. (B) assustado. (C) com medo. (D) com dúvida. D13 Questão 11 ––––––––––––––––– –––––––––◊ Leia o texto e, a seguir, responda. Zezinho na bicicleta Zezinhoganhasua primeirabicicleta, e andando em volta da casa diz para mãe, que está na porta: - Olha mamãe, sem os pés. Dá outra volta e diz: - Olha mamãe, sem as mãos. Na terceiravolta,ele passachorando e diz para mãe: - Olha mamãe, sem os dentes. Disponível em: <http://www.piadascurtas.com.br/zezinhona- bicicleta/>. Acesso em: 08 ago. 2016. Qual dostrechos expressamelhorohumor do texto? (A) “Olha mamãe, sem os pés. ” (B) “Olha mãe, sem os dentes.” (C) “Olha mamãe, sem as mãos. ” (D) “Zezinho ganha sua primeira bicicleta...” Leia o texto e, a seguir, responda as questões 12, 13, 14 e 15. Nino quer um amigo Kátia Canton Nino, por que você está sempre tão sério e cabisbaixo? Ninoviviatriste.Ele sesentiasozinho. Ninguém queria ser amigo dele. Pobre Nino. Um dia, na praia, ele ficou esperançoso de encontrar um amigo. - Ah, um menino. Quem sabe..., e tentou chegar perto dele. Mas o menino virou para o lado, cavou um buraco. E ainda jogou areia no Nino. Coitado dele. Outrodia,naescola,ele tentoupuxar conversa com uma colega de turma. Olhou para a menina,que era toda sardenta,uma graça. Esboçou um sorriso e tentou puxar assunto. Mas estava tão acostumado a ficar caladoe sérioque aspalavrasdemorarama sair de sua boca. A menina bonitinha desistiu de esperar que ele dissesse alguma coisa. Virou-se de costas e foi brincar com uma amiga. Tadinho do Nino. Nem os animais pareciam querer ser seus amigos.
  • 5. Uma tarde,Ninoviuum meninocom um cão passeando na praça. Ficou com vontade de agradar o cachorro, mas ficou com medo de que ele mordesse. Fez um agrado bem tímido. O cão nem aí para ele. Que pena, Nino. Até que umdia,ele tinhadesistidode procurar. Pensando em por que quanto mais tentava encontrar um amigo, mais sozinho se sentia... Ficou distraído, pensando, e adormeceu. Quando acordou olhou-se no espelho. Enquanto escovava os dentes, percebeu que fazia muitas caretas. Achouengraçado.Enxaguoua bocae continuou brincando com o espelho. Era risodaqui,riso de lá.Eralínguado Nino e língua do espelho. Piscadela aqui, piscadela ali. Começou ali uma verdadeira folia. Era um jogode reconhecimentoentre Nino e suaimagemno espelho.Enãoé que Nino era bem engraçadinho? Ele mesmo nunca tinha reparado nisso antes. Que cara legal era o Nino. Que garoto charmoso, bem- humorado! Nino ficou encantado com seu espelho. Fez-se ali uma grande amizade. E depois dessa amizade surgiram muitas outras. Ninohoje é umcaracheiode grandes amigos. Incluindo ele mesmo. Valeu, Nino. Kátia Canton. Disponível em: <http://revistaescola.abril.com.br/lingua-portuguesa/pratica- pedagogica/nino-quer-amigo-423368.shtml>. Acesso em: 10 out. 2015. D2 Questão 12 –––––––––––––––––– –––––––––◊ No trecho “Ele mesmo nunca tinha reparado nisso antes.”, o termo “ele” refere-se ao (A) cão. (B) Nino. (C) amigo. (D) colega. D4 Questão 13 –––––––––––––––––– –––––––––◊ No trecho “Que cara legal era o Nino. Que garoto charmoso, bem-humorado! Nino ficou encantado com seu espelho. Fez-se ali uma grande amizade.”, pode-se dizer que Nino (A) ficou amigo do cão. (B) fez amizade com a menina. (C) fez amizade consigo mesmo. (D) encontrou um amigo na praia. D11 Questão 14 ––––––––––––––––– –––––––––◊ Em qual frase está expresso um fato? (A) “Que cara legal era o Nino.” (B) “E não é que Nino era bem engraçadinho?” (C) “Que garoto charmoso, bem- humorado!”
  • 6. (D) “Outro dia [...] ele tentou puxar conversa com uma colega...” D12 Questão 15 ––––––––––––––––– –––––––––◊ No trecho “Uma tarde, Nino viu um meninocomumcão”,o termo“umatarde” dá ideia de (A) lugar. (B) tempo. (C) negação. (D) intensidade. D15 Questão 16 ––––––––––––––––– –––––––––◊ Leia os textos e, a seguir, responda. Texto I Disponível em: <http://www.museuinimadepaula.org.br/wpcontent/ uploads/2012/03/Material-did%C3%A1tico-Ricardo- Ferrari.pdf>. Acesso em: 08 ago. 2016. Texto II Brincadeira de criança Grupo Molejo [...] Acorda criançadatá na hora da gente brincar Brincar de pique-esconde, pique- cola e de pique-tá,tá,tá,tá Essa brincadeira também tem pique-bandeira Amarelinha pra quem gosta de pular [...] Brincadeira de criança Como é bom, como é bom Guardo ainda na lembrança Como é bom, como é bom Paz, amor e esperança Como é bom, como é bom Bom é ser feliz com Molejão [...] Vamos juntinho, então! [...] Disponívelem: <https://www.letras.mus.br/molejo/47473/>. Acesso em: 09 ago. 2016. Os dois textos falam sobre (A) a hora de acordar. (B) brinquedos infantis. (C) paz, amor e esperança. (D) brincadeiras de criança. Leia o texto e, a seguir, responda as questões 17, 18, 19 e 20. A história das letras Descubra como surgiu o alfabeto, que permite escrever em todas as línguas do mundo! Luiz Carlos Cagliari Jáimaginouumcarteirocarregadode tabletes de barro, madeira e pedra, distribuindo essas encomendas pelas cidades?Há cerca de 5 mil anos talvezessa cena não seria tão estranha. Em vez de papel,aspessoasescreviamempedaçosde
  • 7. barro e outros materiais. A escrita também era bem diferente da atual, feita com desenhos. Para quem não sabia desenhar era um verdadeiro abacaxi. [...] No começo, a escrita era feita com o desenho das coisas. Por exemplo: se a palavra era “casa”, fazia-se o desenho de uma casa. Mas logo vieram as dificuldades. Comoescreveronome deumapessoa?Não bastava fazer o desenho de um homem ou de uma mulher! Então começaram-se a combinar os símbolos. Desse modo, para escrever algo sobre alguém chamado Coelho,bastavadesenharumhomeme um coelho. Mas isso também nem sempre funcionava bem. Como a gente poderia representar alguém chamado Henrique? Para resolver esse tipo de problema, passou-se aescreveros sonsdas palavrase não mais as ideias. Para escrever “irmão”, desenhavam-se as pernas andando (ir) e uma mão. Um soldado era representado por um sol junto com um dado. Ainda assim as dificuldades apareciam. Surgiu, então, uma maneira de escrever na qual eram observados os sons da fala. Se a gente espichar a fala devagar, ao dizer cavalo, por exemplo, alguns sons chamados “vogais” ficam destacados: caaa + vaaa + looo.Se agente prestaatençãonos movimentos da boca, os sons chamados “consoantes” se sobressaem: ccca + vvva + lllo. Juntandoosdoistiposde sons,temos umas unidades chamadas sílabas: ca + va + lo.Assim,ossímbolosdaescritapassarama ser as sílabas ou as vogais e as consoantes separadamente, conforme a língua. Esse tipo de escrita que representa separadamente as vogais e as consoantes, ouseja,cadaletra,é chamado alfabeto,que se mostrou tão interessante,útil e prático que hoje em diatodas as línguasdo mundo podem ser escritas com esse sistema. Disponível em: <http://chc.cienciahoje.uol.com.br/a-historia- das-letras/>. Acesso em: 05 ago. 2016. D9 Questão 17 –––––––––––––––––– –––––––––◊ O texto tem o objetivo de (A) ensinar sobre a separação silábica. (B) divulgar as línguas que utilizam o alfabeto. (C) mostrar como o carteiro entregava correspondências. (D) informar sobre a história do surgimento das letras. D10 Questão 18 ––––––––––––––––– –––––––––◊ No texto, prevalece a presença de uma linguagem (A) formal. (B) poética. (C) técnica. (D) informal. D3 Questão 19 –––––––––––––––––– –––––––––◊ Na frase “Para quem não sabia desenhar era um verdadeiro abacaxi.”, a palavra “abacaxi” significa (A) fruta. (B) solução. (C) símbolo. (D) problema. D6 Questão 20 –––––––––––––––––– –––––––––◊ Qual é o tema desse texto? (A) A escrita feita com desenhos. (B) As sílabas que imitam os sons. (C) As línguas que utilizam o alfabeto. (D) A história do surgimento das letras.