SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 4
SIMULADO DE PORTUGUÊS 5º ANO
ALUNO__________________________
PROFESSOR_______________________
QUESTÃO 01- D13
Leia o texto abaixo:
UM É CINCO, TRÊS É DEZ! Desce o morro todo
dia,é preciso trabalhar.Na rua,no mercado,
onde o trabalho pintar!Na esquina,não se
aperta, trabalhando deengraxate. Já tem
freguesia certa, porque engraxa com arte. No
sinal,revende atento as ofertas do momento.
Se faz frio,vende luva:quando chove, guarda-
chuva.“_ Um é cinco,três é dez _” repete um
monte de vezes. E o preço sai parecido coma
cara do freguês. (Santuz Abras,BH.
Formato,1998.)
De acordo com o texto, quando faz frio o
menino vende:
A) Sapato B) Agasalho C) Luva
D) Camiseta
QUESTÃO 02- D19
Leia o texto:
O Lobo e a Ovelha Um lobo,muito ferido
devido a várias mordidasdecachorros,
descansava doente e bastante alquebrado em
sua toca. Como estava com fome, ele chamou
uma ovelha que passava ali perto,e pediu-lhe
para trazer um pouco da água de um riacho
que corria ao lado dela.Assim,falou o lobo:―
“se você me trouxer água, eu ficarei em
condições de conseguir meu próprio alimento.”
― “Claro!” respondeu a ovelha. ― “Se eu levar
água para você, sem dúvida eu serei esse
alimento.”
http://cantinhodasfabulas.vilabol.uol.com.br/ol
oboeaovelha.html
Qual é a fraseque apresenta uma opinião de
um dos personagens do texto?
A) _Como estava com fome, ele chamou uma
ovelha que ia passando.
B) O lobo pediu que a ovelha trouxesse água
para ele.
C) “Se eu levar água para você, sem dúvida eu
serei esse alimento”.
D) “ Um lobo repousava doente e bastante
debilitado”.
QUESTÃO 03- D28 Leia o texto
O socorro
Ele foi cavando,cavando,cavando,pois
sua profissão –coveiro – era cavar.Mas,de
repente, na distração do ofício queamava,
percebeu que cavara demais.Tentou sair da
cova e não conseguiu.Levantou o olhar para
cima e viu que, sozinho,não conseguiria sair.
Gritou. Ninguém atendeu. Gritou mais forte.
Ninguém veio. Enrouqueceu de gritar,cansou
de esbravejar,desistiu coma noite. Sentou-se
no fundo da cova,desesperado. A noite
chegou, subiu,fez-se o silêncio das horas
tardias.Bateu o frio da madrugada e, na noite
escura,não se ouvia um som humano, embora
o cemitério estivessecheio de pipilos e
coaxares naturaisdos matos.Só pouco depois
da meia noite é que lá vieramuns passos.
Deitado no fundo da cova o coveiro gritou. Os
passos seaproximaram.Uma cabeça ébria
apareceu lá em cima,perguntou o que havia:―
“O que é que há?”.
O coveiro então gritou desesperado:
―Tire-me daqui,por favor.Estou com um frio
terrível!”. ― Mas,coitado!” condoeu-se o
bêbado ―Tem toda razão de estar com frio.
Alguém tirou a terra de cima de você, meu
pobre mortinho!” E pegando a pá,encheu-a de
terra e pôs-se a cobri-lo cuidadosamente.
Moral:Nos momentos graves é preciso verificar
muito bem a quem se apela.
FERNANDES, Millôr.Disponível em
http://citador.weblog.com.pt/arquivo/109176.
html
O que fazesse texto ficar engraçado?
A) O bêbado ter imaginado queo coveiro era
um morto e jogar terra para cobri-lo.
B) O coveiro ficar cavando esentir frio durante
a madrugada.
C) O homem ficar sentado no fundo
enrouquecido de tanto gritar
D) O homem ter cavado demais e ficar preso no
buraco.
QUESTÃO 04 - D9
Leia o texto e, a seguir, responda.
Disponível em:
<http://nanatividadespara5ano.blogspot.com.b
r/2013/
04/genero-textual-manchete-atividade-
aula.html>. Acesso em: 20 dez. 2016.
A manchete “Viaje pelo mundo de Potter”
serve para
(A) chamar atenção do leitor para uma
reportagem da revista.
(B) narrar históriassobreo mundo imaginário
de Potter.
(C) ensinar as pessoas a fazer uma viagem
com Potter.
(D) divulgar ao público alvo um novo filme de
Potter.
QUESTÃO 05-D4
Leia o texto e, a seguir, responda.
Disponível em:
<www.http://docslide.com.br/documents/simul
ado-4-bimestre.html>. Acesso em: 20 jan. 2017.
Ao comprar um vestido pequeno para a mãe a
intenção da menina era
(A) deixar a mãe chateada.
(B) ficar com o vestido para ela.
(C) falar para a mãetrocar o vestido.
(D) comprar outro vestido para a mãe.
o texto e, a seguir, responda
as questões 6, 7 e 8.
Um encontro fantástico
João Anzanello Carrascoza
Todos os anos eles se reuniam
na floresta, à beira de um rio, para ver
as quantas andava a sua fama. Eram
criaturasfantásticas e cada uma vinha
de um canto do Brasil. O Saci-Pererê
chegou primeiro. Moleque pretinho,
de uma perna só, barrete vermelho na
cabeça, veio manquitolando, sentou-
se numa pedra e acendeu seu
cachimbo. Logo apontou no céu a
Serpente Emplumada e aterrissou aos
seus pés. Do meio das folhagens,
saltou o Lobisomem, a cara toda
peluda, os dentes afiados, enormes.
Não tardou, o tropel de um cavalo
anunciou o Negrinho do Pastoreio
montado em pelo no seu baio.
– Só falta o Boto – disse o
Saci, impaciente.
– Se tivesse alguma moça
aqui, ele já teria chegado para seduzi-
la – comentou a Serpente Emplumada.
– Também acho – concordou
o Lobisomem. – Só que eu já a teria
apavorado.
Ouviram nesse instante um
rumor à margem do rio. Era o Boto
saindo das águas na forma de um belo
rapaz.
– Agora estamos todos – disse
o Negrinho do Pastoreio.
– E então? – perguntou o
Boto, saudando o grupo. – Como estão
as coisas?
– Difíceis – respondeu o Saci e
soltou uma baforada. – Não assustei
muita gente nessa temporada.
– Eu também não – emendou
a Serpente Emplumada. – Parece que
as pessoas lá no Nordeste não têm
mais tanto medo de mim.
– Lá no Norte se dá o mesmo
– disse o Boto. – Em alguns locais,
ainda atraio as mulheres, mas em
outros elas nem ligam.
– Comigo acontece igual –
disseo Negrinho do Pastoreio. – Vivo a
achar coisas que as pessoas perdem
no Sul. Mas não atendi muitos pedidos
este ano.
– Seu caso é diferente – disse
o Lobisomem. – Você não é assustador
como eu, o Saci e a Serpente
Emplumada. Você é um herói.
– Mas a dificuldade é a
mesma – discordou o Negrinho do
Pastoreio.
– Acho que é a concorrência –
disse o Boto. – Andam aparecendo
muitos heróis e vilões novos.
– Pois é – resmungou a
Serpente Emplumada. – Até bruxas
andam importando. Tem monstros
demais por aí...
– São todos produzidos por
homens de negócios da cidade – disse
o Saci. – É moda. Vai passar...
– Espero – disse o
Lobisomem. – Bons aqueles tempos
em que eu reinava no país inteiro, não
só no cerrado.
– A diferença é que somos
autênticos – disse o Negrinho do
Pastoreio. – Nós nascemos do povo.
– É verdade – disse o Boto. –
Mas temos de refrescar a sua
memória.
– Se pegarmos no pé de uns
escritores, a coisa pode melhorar –
disse a Serpente Emplumada.
– Eu conheço um – disse o
Saci. – Vamos juntos atrás dele! – E foi
o primeiro a se mandar, a mil por hora,
em uma perna só.
Disponível em:
<http://acervo.novaescola.org.br/fund
amental-1/encontro-fantastico-
634244.shtml>. Acesso em: 20 dez.
2016.
Vocabulário
Barrete: gorro com uma
ponta que prende para trás ou para o
lado.
Baio: cavalo depelo castanho
com crina e extremidades pretas.
QUESTÃO 06 - D8
As coisas estão difíceis para o Saci porque
(A) ele não assustou muitas pessoas.
(B) ele está tendo muitos concorrentes.
(C) os escritores se esqueceram dele.
(D) ele anda com uma perna só.
QUESTÃO 07- D7
Essa história se passa no/na
(A) Norte do país.
(B) Nordeste.
(C) floresta.
(D) cidade.
QUESTÃO 08-D7
Quem são os personagens dessa história?
(A) O Saci-Pererê, a bruxa, o Lobisomem e a
Serpente Emplumada.
(B) O Lobisomem, a bruxa, os homens de
negócio, o Saci-Pererê e o Boto.
(C) O Lobisomem, os escritores, a Serpente
Emplumada e o Negrinho do Pastoreio.
(D) O Saci-Pererê, o Negrinho do Pastoreio, o
Lobisomem, a Serpente Emplumada e o
Boto.
Leia o texto e, a seguir, responda as questões 9
e 10.
Londres, 29 de junho de 1894.
Lenora, minha prima,
Perdi o sono, por que será?
Mamãe recebeu uma visita diferente.
Depois do jantar, ouvimos um
barulho enorme. Eram cavalos
relinchando. Alguém bateu à porta.
Watson,nosso mordomo, foi abrir. Era
um homem esquisito: branco, magro,
vestido de preto. Meu cão Brutus
começou a latir. O homem ficou
parado na porta. Disse a Watson que
uma roda de sua carruagem havia
quebrado. Mamãe convidou o
desconhecido para entrar. Ele deu um
sorriso largo, estranho. Talvez eu
estivesse com sono, mas quando ele
passou diante do espelho, sua imagem
não apareceu. Mamãe ofereceu chá ao
estrangeiro. Ele disse que seu nome
era Drácula e que morava num lugar
chamado Transilvânia. Me escreva.
Abraços, Edgard
Disponível em:
<http://www.dominiopublico.gov.br/d
ownload/texto/
03417.pdf>. Acesso em: 20
dez. 2016.
QUESTÃO 09 – D4
Ao dizer que uma roda de sua carruagem havia
quebrado, o homem queria
(A) jantar.
(B) uma ajuda.
(C) tomar um chá.
(D) contar de onde ele veio.
QUESTÃO 10 – D1
O nome do homem desconhecido era
(A) Brutus.
(B) Edgard.
(C) Drácula.
(D) Watson.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

8. diagnostico _5ano_lp
8. diagnostico _5ano_lp8. diagnostico _5ano_lp
8. diagnostico _5ano_lpMara Sueli
 
D8 (por descritores port 5º ano)
D8  (por descritores port  5º ano)D8  (por descritores port  5º ano)
D8 (por descritores port 5º ano)Cidinha Paulo
 
Avaliação diagnóstica 6ª serie 7º ano i
Avaliação diagnóstica 6ª serie 7º ano iAvaliação diagnóstica 6ª serie 7º ano i
Avaliação diagnóstica 6ª serie 7º ano iSHEILA MONTEIRO
 
8. diagnostico _5ano_lp
8. diagnostico _5ano_lp8. diagnostico _5ano_lp
8. diagnostico _5ano_lpCarla Cucoloto
 
Modelo de atividades para o 5º ano. doc
Modelo de atividades para o 5º ano. docModelo de atividades para o 5º ano. doc
Modelo de atividades para o 5º ano. docpedagogicosjdelrei
 
Simulado 13 (port. 5º ano)
Simulado 13 (port. 5º ano)Simulado 13 (port. 5º ano)
Simulado 13 (port. 5º ano)Cidinha Paulo
 
Simulado 14 (port. 5º ano)
Simulado 14 (port. 5º ano)Simulado 14 (port. 5º ano)
Simulado 14 (port. 5º ano)Cidinha Paulo
 
Simulado Saresp com descritores e gabarito
Simulado Saresp com descritores e gabaritoSimulado Saresp com descritores e gabarito
Simulado Saresp com descritores e gabaritoRoseli Aparecida Tavares
 
Simulado 24 (port. 5º ano)
Simulado 24 (port. 5º ano)Simulado 24 (port. 5º ano)
Simulado 24 (port. 5º ano)Cidinha Paulo
 
Simulado 2 (port. 5º ano)
Simulado 2 (port. 5º ano)Simulado 2 (port. 5º ano)
Simulado 2 (port. 5º ano)Cidinha Paulo
 
Apostila 3 ano 100 questýýes de compreensýýo
Apostila 3 ano   100 questýýes de compreensýýoApostila 3 ano   100 questýýes de compreensýýo
Apostila 3 ano 100 questýýes de compreensýýoLuiz Rosa
 
Simulado 11 (port. 5º ano)
Simulado 11 (port. 5º ano)Simulado 11 (port. 5º ano)
Simulado 11 (port. 5º ano)Cidinha Paulo
 
Simulado 01 (port. 5º ano
Simulado 01 (port. 5º anoSimulado 01 (port. 5º ano
Simulado 01 (port. 5º anoCidinha Paulo
 
D6 (por descritores port 5º ano)
D6  (por descritores port  5º ano)D6  (por descritores port  5º ano)
D6 (por descritores port 5º ano)Cidinha Paulo
 

Mais procurados (20)

8. diagnostico _5ano_lp
8. diagnostico _5ano_lp8. diagnostico _5ano_lp
8. diagnostico _5ano_lp
 
D8 (por descritores port 5º ano)
D8  (por descritores port  5º ano)D8  (por descritores port  5º ano)
D8 (por descritores port 5º ano)
 
Avaliação diagnóstica 6ª serie 7º ano i
Avaliação diagnóstica 6ª serie 7º ano iAvaliação diagnóstica 6ª serie 7º ano i
Avaliação diagnóstica 6ª serie 7º ano i
 
Questões portugues arrumadas
Questões portugues arrumadasQuestões portugues arrumadas
Questões portugues arrumadas
 
Avaliação proeb língua portuguesa 9º ano
Avaliação proeb língua portuguesa   9º anoAvaliação proeb língua portuguesa   9º ano
Avaliação proeb língua portuguesa 9º ano
 
8. diagnostico _5ano_lp
8. diagnostico _5ano_lp8. diagnostico _5ano_lp
8. diagnostico _5ano_lp
 
Modelo de atividades para o 5º ano. doc
Modelo de atividades para o 5º ano. docModelo de atividades para o 5º ano. doc
Modelo de atividades para o 5º ano. doc
 
D7 (5º ano l.p.)
D7 (5º ano   l.p.)D7 (5º ano   l.p.)
D7 (5º ano l.p.)
 
Simulado 13 (port. 5º ano)
Simulado 13 (port. 5º ano)Simulado 13 (port. 5º ano)
Simulado 13 (port. 5º ano)
 
Prova brasil lp 5º ano
Prova brasil lp   5º anoProva brasil lp   5º ano
Prova brasil lp 5º ano
 
Simulado 14 (port. 5º ano)
Simulado 14 (port. 5º ano)Simulado 14 (port. 5º ano)
Simulado 14 (port. 5º ano)
 
Fabulas conecta escola
Fabulas conecta escolaFabulas conecta escola
Fabulas conecta escola
 
Simulado Saresp com descritores e gabarito
Simulado Saresp com descritores e gabaritoSimulado Saresp com descritores e gabarito
Simulado Saresp com descritores e gabarito
 
Simulado 24 (port. 5º ano)
Simulado 24 (port. 5º ano)Simulado 24 (port. 5º ano)
Simulado 24 (port. 5º ano)
 
Simulado 2 (port. 5º ano)
Simulado 2 (port. 5º ano)Simulado 2 (port. 5º ano)
Simulado 2 (port. 5º ano)
 
Apostila 3 ano 100 questýýes de compreensýýo
Apostila 3 ano   100 questýýes de compreensýýoApostila 3 ano   100 questýýes de compreensýýo
Apostila 3 ano 100 questýýes de compreensýýo
 
Lp 7ano
Lp 7anoLp 7ano
Lp 7ano
 
Simulado 11 (port. 5º ano)
Simulado 11 (port. 5º ano)Simulado 11 (port. 5º ano)
Simulado 11 (port. 5º ano)
 
Simulado 01 (port. 5º ano
Simulado 01 (port. 5º anoSimulado 01 (port. 5º ano
Simulado 01 (port. 5º ano
 
D6 (por descritores port 5º ano)
D6  (por descritores port  5º ano)D6  (por descritores port  5º ano)
D6 (por descritores port 5º ano)
 

Semelhante a Simulado de português traz encontro fantástico e visita estranha

SIMULADO DE LÍNGUA PORTUGUESA - 7° ANO - doc
SIMULADO DE LÍNGUA PORTUGUESA - 7° ANO - docSIMULADO DE LÍNGUA PORTUGUESA - 7° ANO - doc
SIMULADO DE LÍNGUA PORTUGUESA - 7° ANO - docwendell Viana
 
Simulado de Português 5º ano Edite Porto 2014
Simulado de Português 5º ano Edite Porto 2014Simulado de Português 5º ano Edite Porto 2014
Simulado de Português 5º ano Edite Porto 2014Angela Maria
 
A chave do_tamanho_de_monteiro_lobato
A chave do_tamanho_de_monteiro_lobatoA chave do_tamanho_de_monteiro_lobato
A chave do_tamanho_de_monteiro_lobatoPATRICIAOLIVEIRA535
 
simulado port. saresp.doc
simulado port. saresp.docsimulado port. saresp.doc
simulado port. saresp.docPROFaLUMENDES
 
Cadernodoaluno4anolnguaportuguesa Paic .
Cadernodoaluno4anolnguaportuguesa Paic .Cadernodoaluno4anolnguaportuguesa Paic .
Cadernodoaluno4anolnguaportuguesa Paic .marcos carlos
 
Caderno do aluno 4º ano língua portuguesa
Caderno do aluno 4º ano língua portuguesaCaderno do aluno 4º ano língua portuguesa
Caderno do aluno 4º ano língua portuguesaSilvânia Silveira
 
Simulado 1 (port. 5º ano blog do prof. warles)
Simulado 1 (port. 5º ano   blog do prof. warles)Simulado 1 (port. 5º ano   blog do prof. warles)
Simulado 1 (port. 5º ano blog do prof. warles)DANIELDESOUZA67
 

Semelhante a Simulado de português traz encontro fantástico e visita estranha (20)

AVALIAÇÃO DIAGNÓSTICA DE LÍNGUA PORUGUESA
AVALIAÇÃO DIAGNÓSTICA DE LÍNGUA PORUGUESAAVALIAÇÃO DIAGNÓSTICA DE LÍNGUA PORUGUESA
AVALIAÇÃO DIAGNÓSTICA DE LÍNGUA PORUGUESA
 
D4 (5º ano l.p.)
D4 (5º ano   l.p.)D4 (5º ano   l.p.)
D4 (5º ano l.p.)
 
Língua portuguesa 5 ano
Língua portuguesa  5 anoLíngua portuguesa  5 ano
Língua portuguesa 5 ano
 
D2 (5º ano l.p.)
D2 (5º ano   l.p.)D2 (5º ano   l.p.)
D2 (5º ano l.p.)
 
Fichas gramaticais
Fichas gramaticaisFichas gramaticais
Fichas gramaticais
 
Procedimentos De Leitura 4
Procedimentos De Leitura 4Procedimentos De Leitura 4
Procedimentos De Leitura 4
 
Simulado 1 (port. 5º ano blog do prof. Warles)
Simulado 1 (port. 5º ano   blog do prof. Warles)Simulado 1 (port. 5º ano   blog do prof. Warles)
Simulado 1 (port. 5º ano blog do prof. Warles)
 
SIMULADO DE LÍNGUA PORTUGUESA - 7° ANO - doc
SIMULADO DE LÍNGUA PORTUGUESA - 7° ANO - docSIMULADO DE LÍNGUA PORTUGUESA - 7° ANO - doc
SIMULADO DE LÍNGUA PORTUGUESA - 7° ANO - doc
 
8. diagnostico _5ano_lp
8. diagnostico _5ano_lp8. diagnostico _5ano_lp
8. diagnostico _5ano_lp
 
Simulado de Português 5º ano Edite Porto 2014
Simulado de Português 5º ano Edite Porto 2014Simulado de Português 5º ano Edite Porto 2014
Simulado de Português 5º ano Edite Porto 2014
 
Provaportuguesmatrizreferencia2
Provaportuguesmatrizreferencia2Provaportuguesmatrizreferencia2
Provaportuguesmatrizreferencia2
 
Simulado spaece 1º ano
Simulado spaece 1º anoSimulado spaece 1º ano
Simulado spaece 1º ano
 
A chave do_tamanho_de_monteiro_lobato
A chave do_tamanho_de_monteiro_lobatoA chave do_tamanho_de_monteiro_lobato
A chave do_tamanho_de_monteiro_lobato
 
Lendas e mitos região centro oeste
Lendas e mitos região centro oesteLendas e mitos região centro oeste
Lendas e mitos região centro oeste
 
simulado port. saresp.doc
simulado port. saresp.docsimulado port. saresp.doc
simulado port. saresp.doc
 
Cadernodoaluno4anolnguaportuguesa Paic .
Cadernodoaluno4anolnguaportuguesa Paic .Cadernodoaluno4anolnguaportuguesa Paic .
Cadernodoaluno4anolnguaportuguesa Paic .
 
Cadernodoaluno 4 ano
Cadernodoaluno 4 anoCadernodoaluno 4 ano
Cadernodoaluno 4 ano
 
Caderno do aluno 4º ano língua portuguesa
Caderno do aluno 4º ano língua portuguesaCaderno do aluno 4º ano língua portuguesa
Caderno do aluno 4º ano língua portuguesa
 
Simulado - 5º ano E.F.
Simulado - 5º ano E.F.Simulado - 5º ano E.F.
Simulado - 5º ano E.F.
 
Simulado 1 (port. 5º ano blog do prof. warles)
Simulado 1 (port. 5º ano   blog do prof. warles)Simulado 1 (port. 5º ano   blog do prof. warles)
Simulado 1 (port. 5º ano blog do prof. warles)
 

Mais de CASA-FACEBOOK-INSTAGRAM

Simulado de matemática 5º ano setembro
Simulado de matemática 5º ano setembroSimulado de matemática 5º ano setembro
Simulado de matemática 5º ano setembroCASA-FACEBOOK-INSTAGRAM
 
Simulado de matemática 5ºano agosto 2017
Simulado de matemática 5ºano agosto 2017Simulado de matemática 5ºano agosto 2017
Simulado de matemática 5ºano agosto 2017CASA-FACEBOOK-INSTAGRAM
 
Simulado de matematica 5ºano spaece 2014
Simulado de matematica   5ºano spaece 2014Simulado de matematica   5ºano spaece 2014
Simulado de matematica 5ºano spaece 2014CASA-FACEBOOK-INSTAGRAM
 
Simulado de português 5º ano spaece 2014
Simulado de português 5º ano  spaece 2014Simulado de português 5º ano  spaece 2014
Simulado de português 5º ano spaece 2014CASA-FACEBOOK-INSTAGRAM
 
Atividades para o simulado de matemática 4º ano
Atividades para o simulado de matemática 4º anoAtividades para o simulado de matemática 4º ano
Atividades para o simulado de matemática 4º anoCASA-FACEBOOK-INSTAGRAM
 

Mais de CASA-FACEBOOK-INSTAGRAM (20)

Simulado de matemática SPAECE
Simulado de matemática SPAECESimulado de matemática SPAECE
Simulado de matemática SPAECE
 
Simulado de matemática 5º ano setembro
Simulado de matemática 5º ano setembroSimulado de matemática 5º ano setembro
Simulado de matemática 5º ano setembro
 
Simulado de matemática 5ºano agosto 2017
Simulado de matemática 5ºano agosto 2017Simulado de matemática 5ºano agosto 2017
Simulado de matemática 5ºano agosto 2017
 
Simulado de matemática 5ºano
Simulado de matemática 5ºanoSimulado de matemática 5ºano
Simulado de matemática 5ºano
 
Simulado de matemática 5ºano
Simulado de matemática 5ºanoSimulado de matemática 5ºano
Simulado de matemática 5ºano
 
Avaliação de matematica 5ºano
Avaliação de matematica 5ºanoAvaliação de matematica 5ºano
Avaliação de matematica 5ºano
 
Simulado de português 5ºano 2016
Simulado de português 5ºano 2016Simulado de português 5ºano 2016
Simulado de português 5ºano 2016
 
Avaliação mensal matematica 4ºano
Avaliação mensal matematica 4ºanoAvaliação mensal matematica 4ºano
Avaliação mensal matematica 4ºano
 
Avaliação de história 4ºano
Avaliação de história 4ºanoAvaliação de história 4ºano
Avaliação de história 4ºano
 
Avaliação de geografia 4ºano
Avaliação de geografia 4ºanoAvaliação de geografia 4ºano
Avaliação de geografia 4ºano
 
Simulado de matemática 5º ano 2014
Simulado de matemática 5º ano 2014Simulado de matemática 5º ano 2014
Simulado de matemática 5º ano 2014
 
Simulado de português 2014 5ºANO
Simulado de português  2014 5ºANOSimulado de português  2014 5ºANO
Simulado de português 2014 5ºANO
 
Simulado de matemática novembro 2014
Simulado de matemática novembro 2014Simulado de matemática novembro 2014
Simulado de matemática novembro 2014
 
Simulado de matematica 5ºano spaece 2014
Simulado de matematica   5ºano spaece 2014Simulado de matematica   5ºano spaece 2014
Simulado de matematica 5ºano spaece 2014
 
Simulado de português 5º ano spaece 2014
Simulado de português 5º ano  spaece 2014Simulado de português 5º ano  spaece 2014
Simulado de português 5º ano spaece 2014
 
Simulado matematica 5º ano outubro
Simulado matematica 5º ano outubroSimulado matematica 5º ano outubro
Simulado matematica 5º ano outubro
 
Atividades para o simulado de matemática 4º ano
Atividades para o simulado de matemática 4º anoAtividades para o simulado de matemática 4º ano
Atividades para o simulado de matemática 4º ano
 
Simulado matemática 5ºano 2014
Simulado matemática 5ºano 2014Simulado matemática 5ºano 2014
Simulado matemática 5ºano 2014
 
Simulado de português 2014
Simulado de português 2014Simulado de português 2014
Simulado de português 2014
 
Simulado de matemática 5ºano 2013
Simulado de matemática 5ºano 2013Simulado de matemática 5ºano 2013
Simulado de matemática 5ºano 2013
 

Último

Gametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
Gametogênese, formação dos gametas masculino e femininoGametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
Gametogênese, formação dos gametas masculino e femininoCelianeOliveira8
 
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdf
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdfBRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdf
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdfHenrique Pontes
 
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão LinguísticaA Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão LinguísticaFernanda Ledesma
 
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptx
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptxFree-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptx
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptxkarinasantiago54
 
Currículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdf
Currículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdfCurrículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdf
Currículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdfIedaGoethe
 
Linguagem verbal , não verbal e mista.pdf
Linguagem verbal , não verbal e mista.pdfLinguagem verbal , não verbal e mista.pdf
Linguagem verbal , não verbal e mista.pdfLaseVasconcelos1
 
Mapas Mentais - Português - Principais Tópicos.pdf
Mapas Mentais - Português - Principais Tópicos.pdfMapas Mentais - Português - Principais Tópicos.pdf
Mapas Mentais - Português - Principais Tópicos.pdfangelicass1
 
Guia completo da Previdênci a - Reforma .pdf
Guia completo da Previdênci a - Reforma .pdfGuia completo da Previdênci a - Reforma .pdf
Guia completo da Previdênci a - Reforma .pdfEyshilaKelly1
 
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptx
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptxSlide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptx
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptxconcelhovdragons
 
PLANEJAMENTO anual do 3ANO fundamental 1 MG.pdf
PLANEJAMENTO anual do  3ANO fundamental 1 MG.pdfPLANEJAMENTO anual do  3ANO fundamental 1 MG.pdf
PLANEJAMENTO anual do 3ANO fundamental 1 MG.pdfProfGleide
 
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chave
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chaveAula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chave
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chaveaulasgege
 
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...LuizHenriquedeAlmeid6
 
Mesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecas
Mesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecasMesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecas
Mesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecasRicardo Diniz campos
 
LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.
LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.
LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.HildegardeAngel
 
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdf
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdforganizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdf
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdfCarlosRodrigues832670
 
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbv19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbyasminlarissa371
 
PRÉ-MODERNISMO - GUERRA DE CANUDOS E OS SERTÕES
PRÉ-MODERNISMO - GUERRA DE CANUDOS E OS SERTÕESPRÉ-MODERNISMO - GUERRA DE CANUDOS E OS SERTÕES
PRÉ-MODERNISMO - GUERRA DE CANUDOS E OS SERTÕESpatriciasofiacunha18
 
ADJETIVO para 8 ano. Ensino funda.mental
ADJETIVO para 8 ano. Ensino funda.mentalADJETIVO para 8 ano. Ensino funda.mental
ADJETIVO para 8 ano. Ensino funda.mentalSilvana Silva
 
TREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.ppt
TREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.pptTREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.ppt
TREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.pptAlineSilvaPotuk
 

Último (20)

Gametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
Gametogênese, formação dos gametas masculino e femininoGametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
Gametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
 
(76- ESTUDO MATEUS) A ACLAMAÇÃO DO REI..
(76- ESTUDO MATEUS) A ACLAMAÇÃO DO REI..(76- ESTUDO MATEUS) A ACLAMAÇÃO DO REI..
(76- ESTUDO MATEUS) A ACLAMAÇÃO DO REI..
 
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdf
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdfBRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdf
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdf
 
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão LinguísticaA Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
 
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptx
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptxFree-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptx
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptx
 
Currículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdf
Currículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdfCurrículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdf
Currículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdf
 
Linguagem verbal , não verbal e mista.pdf
Linguagem verbal , não verbal e mista.pdfLinguagem verbal , não verbal e mista.pdf
Linguagem verbal , não verbal e mista.pdf
 
Mapas Mentais - Português - Principais Tópicos.pdf
Mapas Mentais - Português - Principais Tópicos.pdfMapas Mentais - Português - Principais Tópicos.pdf
Mapas Mentais - Português - Principais Tópicos.pdf
 
Guia completo da Previdênci a - Reforma .pdf
Guia completo da Previdênci a - Reforma .pdfGuia completo da Previdênci a - Reforma .pdf
Guia completo da Previdênci a - Reforma .pdf
 
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptx
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptxSlide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptx
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptx
 
PLANEJAMENTO anual do 3ANO fundamental 1 MG.pdf
PLANEJAMENTO anual do  3ANO fundamental 1 MG.pdfPLANEJAMENTO anual do  3ANO fundamental 1 MG.pdf
PLANEJAMENTO anual do 3ANO fundamental 1 MG.pdf
 
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chave
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chaveAula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chave
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chave
 
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
 
Mesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecas
Mesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecasMesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecas
Mesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecas
 
LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.
LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.
LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.
 
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdf
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdforganizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdf
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdf
 
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbv19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
 
PRÉ-MODERNISMO - GUERRA DE CANUDOS E OS SERTÕES
PRÉ-MODERNISMO - GUERRA DE CANUDOS E OS SERTÕESPRÉ-MODERNISMO - GUERRA DE CANUDOS E OS SERTÕES
PRÉ-MODERNISMO - GUERRA DE CANUDOS E OS SERTÕES
 
ADJETIVO para 8 ano. Ensino funda.mental
ADJETIVO para 8 ano. Ensino funda.mentalADJETIVO para 8 ano. Ensino funda.mental
ADJETIVO para 8 ano. Ensino funda.mental
 
TREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.ppt
TREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.pptTREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.ppt
TREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.ppt
 

Simulado de português traz encontro fantástico e visita estranha

  • 1. SIMULADO DE PORTUGUÊS 5º ANO ALUNO__________________________ PROFESSOR_______________________ QUESTÃO 01- D13 Leia o texto abaixo: UM É CINCO, TRÊS É DEZ! Desce o morro todo dia,é preciso trabalhar.Na rua,no mercado, onde o trabalho pintar!Na esquina,não se aperta, trabalhando deengraxate. Já tem freguesia certa, porque engraxa com arte. No sinal,revende atento as ofertas do momento. Se faz frio,vende luva:quando chove, guarda- chuva.“_ Um é cinco,três é dez _” repete um monte de vezes. E o preço sai parecido coma cara do freguês. (Santuz Abras,BH. Formato,1998.) De acordo com o texto, quando faz frio o menino vende: A) Sapato B) Agasalho C) Luva D) Camiseta QUESTÃO 02- D19 Leia o texto: O Lobo e a Ovelha Um lobo,muito ferido devido a várias mordidasdecachorros, descansava doente e bastante alquebrado em sua toca. Como estava com fome, ele chamou uma ovelha que passava ali perto,e pediu-lhe para trazer um pouco da água de um riacho que corria ao lado dela.Assim,falou o lobo:― “se você me trouxer água, eu ficarei em condições de conseguir meu próprio alimento.” ― “Claro!” respondeu a ovelha. ― “Se eu levar água para você, sem dúvida eu serei esse alimento.” http://cantinhodasfabulas.vilabol.uol.com.br/ol oboeaovelha.html Qual é a fraseque apresenta uma opinião de um dos personagens do texto? A) _Como estava com fome, ele chamou uma ovelha que ia passando. B) O lobo pediu que a ovelha trouxesse água para ele. C) “Se eu levar água para você, sem dúvida eu serei esse alimento”. D) “ Um lobo repousava doente e bastante debilitado”. QUESTÃO 03- D28 Leia o texto O socorro Ele foi cavando,cavando,cavando,pois sua profissão –coveiro – era cavar.Mas,de repente, na distração do ofício queamava, percebeu que cavara demais.Tentou sair da cova e não conseguiu.Levantou o olhar para cima e viu que, sozinho,não conseguiria sair. Gritou. Ninguém atendeu. Gritou mais forte. Ninguém veio. Enrouqueceu de gritar,cansou de esbravejar,desistiu coma noite. Sentou-se no fundo da cova,desesperado. A noite chegou, subiu,fez-se o silêncio das horas tardias.Bateu o frio da madrugada e, na noite escura,não se ouvia um som humano, embora o cemitério estivessecheio de pipilos e coaxares naturaisdos matos.Só pouco depois da meia noite é que lá vieramuns passos. Deitado no fundo da cova o coveiro gritou. Os passos seaproximaram.Uma cabeça ébria apareceu lá em cima,perguntou o que havia:― “O que é que há?”. O coveiro então gritou desesperado: ―Tire-me daqui,por favor.Estou com um frio terrível!”. ― Mas,coitado!” condoeu-se o bêbado ―Tem toda razão de estar com frio. Alguém tirou a terra de cima de você, meu pobre mortinho!” E pegando a pá,encheu-a de terra e pôs-se a cobri-lo cuidadosamente. Moral:Nos momentos graves é preciso verificar muito bem a quem se apela. FERNANDES, Millôr.Disponível em http://citador.weblog.com.pt/arquivo/109176. html O que fazesse texto ficar engraçado? A) O bêbado ter imaginado queo coveiro era um morto e jogar terra para cobri-lo.
  • 2. B) O coveiro ficar cavando esentir frio durante a madrugada. C) O homem ficar sentado no fundo enrouquecido de tanto gritar D) O homem ter cavado demais e ficar preso no buraco. QUESTÃO 04 - D9 Leia o texto e, a seguir, responda. Disponível em: <http://nanatividadespara5ano.blogspot.com.b r/2013/ 04/genero-textual-manchete-atividade- aula.html>. Acesso em: 20 dez. 2016. A manchete “Viaje pelo mundo de Potter” serve para (A) chamar atenção do leitor para uma reportagem da revista. (B) narrar históriassobreo mundo imaginário de Potter. (C) ensinar as pessoas a fazer uma viagem com Potter. (D) divulgar ao público alvo um novo filme de Potter. QUESTÃO 05-D4 Leia o texto e, a seguir, responda. Disponível em: <www.http://docslide.com.br/documents/simul ado-4-bimestre.html>. Acesso em: 20 jan. 2017. Ao comprar um vestido pequeno para a mãe a intenção da menina era (A) deixar a mãe chateada. (B) ficar com o vestido para ela. (C) falar para a mãetrocar o vestido. (D) comprar outro vestido para a mãe. o texto e, a seguir, responda as questões 6, 7 e 8. Um encontro fantástico João Anzanello Carrascoza Todos os anos eles se reuniam na floresta, à beira de um rio, para ver as quantas andava a sua fama. Eram criaturasfantásticas e cada uma vinha de um canto do Brasil. O Saci-Pererê chegou primeiro. Moleque pretinho, de uma perna só, barrete vermelho na cabeça, veio manquitolando, sentou- se numa pedra e acendeu seu cachimbo. Logo apontou no céu a Serpente Emplumada e aterrissou aos seus pés. Do meio das folhagens, saltou o Lobisomem, a cara toda peluda, os dentes afiados, enormes.
  • 3. Não tardou, o tropel de um cavalo anunciou o Negrinho do Pastoreio montado em pelo no seu baio. – Só falta o Boto – disse o Saci, impaciente. – Se tivesse alguma moça aqui, ele já teria chegado para seduzi- la – comentou a Serpente Emplumada. – Também acho – concordou o Lobisomem. – Só que eu já a teria apavorado. Ouviram nesse instante um rumor à margem do rio. Era o Boto saindo das águas na forma de um belo rapaz. – Agora estamos todos – disse o Negrinho do Pastoreio. – E então? – perguntou o Boto, saudando o grupo. – Como estão as coisas? – Difíceis – respondeu o Saci e soltou uma baforada. – Não assustei muita gente nessa temporada. – Eu também não – emendou a Serpente Emplumada. – Parece que as pessoas lá no Nordeste não têm mais tanto medo de mim. – Lá no Norte se dá o mesmo – disse o Boto. – Em alguns locais, ainda atraio as mulheres, mas em outros elas nem ligam. – Comigo acontece igual – disseo Negrinho do Pastoreio. – Vivo a achar coisas que as pessoas perdem no Sul. Mas não atendi muitos pedidos este ano. – Seu caso é diferente – disse o Lobisomem. – Você não é assustador como eu, o Saci e a Serpente Emplumada. Você é um herói. – Mas a dificuldade é a mesma – discordou o Negrinho do Pastoreio. – Acho que é a concorrência – disse o Boto. – Andam aparecendo muitos heróis e vilões novos. – Pois é – resmungou a Serpente Emplumada. – Até bruxas andam importando. Tem monstros demais por aí... – São todos produzidos por homens de negócios da cidade – disse o Saci. – É moda. Vai passar... – Espero – disse o Lobisomem. – Bons aqueles tempos em que eu reinava no país inteiro, não só no cerrado. – A diferença é que somos autênticos – disse o Negrinho do Pastoreio. – Nós nascemos do povo. – É verdade – disse o Boto. – Mas temos de refrescar a sua memória. – Se pegarmos no pé de uns escritores, a coisa pode melhorar – disse a Serpente Emplumada. – Eu conheço um – disse o Saci. – Vamos juntos atrás dele! – E foi o primeiro a se mandar, a mil por hora, em uma perna só. Disponível em: <http://acervo.novaescola.org.br/fund amental-1/encontro-fantastico- 634244.shtml>. Acesso em: 20 dez. 2016. Vocabulário Barrete: gorro com uma ponta que prende para trás ou para o lado. Baio: cavalo depelo castanho com crina e extremidades pretas. QUESTÃO 06 - D8 As coisas estão difíceis para o Saci porque (A) ele não assustou muitas pessoas. (B) ele está tendo muitos concorrentes. (C) os escritores se esqueceram dele. (D) ele anda com uma perna só. QUESTÃO 07- D7 Essa história se passa no/na (A) Norte do país. (B) Nordeste. (C) floresta. (D) cidade. QUESTÃO 08-D7 Quem são os personagens dessa história? (A) O Saci-Pererê, a bruxa, o Lobisomem e a Serpente Emplumada.
  • 4. (B) O Lobisomem, a bruxa, os homens de negócio, o Saci-Pererê e o Boto. (C) O Lobisomem, os escritores, a Serpente Emplumada e o Negrinho do Pastoreio. (D) O Saci-Pererê, o Negrinho do Pastoreio, o Lobisomem, a Serpente Emplumada e o Boto. Leia o texto e, a seguir, responda as questões 9 e 10. Londres, 29 de junho de 1894. Lenora, minha prima, Perdi o sono, por que será? Mamãe recebeu uma visita diferente. Depois do jantar, ouvimos um barulho enorme. Eram cavalos relinchando. Alguém bateu à porta. Watson,nosso mordomo, foi abrir. Era um homem esquisito: branco, magro, vestido de preto. Meu cão Brutus começou a latir. O homem ficou parado na porta. Disse a Watson que uma roda de sua carruagem havia quebrado. Mamãe convidou o desconhecido para entrar. Ele deu um sorriso largo, estranho. Talvez eu estivesse com sono, mas quando ele passou diante do espelho, sua imagem não apareceu. Mamãe ofereceu chá ao estrangeiro. Ele disse que seu nome era Drácula e que morava num lugar chamado Transilvânia. Me escreva. Abraços, Edgard Disponível em: <http://www.dominiopublico.gov.br/d ownload/texto/ 03417.pdf>. Acesso em: 20 dez. 2016. QUESTÃO 09 – D4 Ao dizer que uma roda de sua carruagem havia quebrado, o homem queria (A) jantar. (B) uma ajuda. (C) tomar um chá. (D) contar de onde ele veio. QUESTÃO 10 – D1 O nome do homem desconhecido era (A) Brutus. (B) Edgard. (C) Drácula. (D) Watson.