Primeira tarefa 27 10

222 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
222
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Primeira tarefa 27 10

  1. 1. 1- IntroduçãoA Biblioteca que dinamizo, recentemente integrada na RBE, pertence a uma escola do 1º Ciclo do Ensino Básico. Na ausência de um espaço privilegiado e de uma colecção diversificada eactualizada, a aposta foi romper a oferta tradicional, através de um serviço possível e tão necessário: o apoio ao trabalho de projecto, a produção de materiais didácticos, a divulgação dasactividades escolares (PáginaWeb), bem como a criação de uma bolsa de recursos digitais. Paralelamente foi decorrendo o trabalho tradicional, condicionado, com o atendimento de alunos edocentes e empréstimo domiciliário, enquanto a colecção enriquecia lentamente… 2- Desenvolvimento 2 de Novembro de 2010 ………………………………………………………………………………………………………………………….. Formação MABE DREL-VT Turma 3 A formanda: Vanda Maria Gameiro Bernardino
  2. 2. Áreas de intervenção referidas nos Funções do professor bibliotecário O que a minha biblioteca já faz Factores favoráveis/ 0bstáculos à O que é preciso mudar. Acções atextos e implicadas na mudança mudança implementar Formação especializada para os Apoiar actividades realizadas elementos das equipas BE; colaborativamente com os vários Ligação da BE à Coordenação de Ligação da BE à Coordenação de departamentos e docentes; Projectos Curriculares de Acção e Projectos Curriculares de Acção e Ligação da BE à Coordenação de Inovação Pedagógica do Inovação Pedagógica; Projectos Curriculares de Acção e Empenho no reforço do papel da BE Agrupamento; Inovação Pedagógica; na escola e no agrupamento; Boa articulação da BE com as PB a tempo inteiro na BE; estruturas de gestão da Escola e do Promover e dignificar o estatuto e aIntegração na escola – articulação Desenvolvimento de competências Agrupamento; figura do PB; com os órgãos de gestão, os de leitura e das literacias; Resposta da BE às necessidades da docentes e os currículos – Escola/Agrupamento; PAA que privilegia pontos fortes Sobrecarga horária dos professores; Boa articulação da BE com as (dinamização de projectos das estruturas de gestão da Escola e do Espaços e equipamentos a requerer turmas e de oferta da BE), em Aprofundar a relação e a Agrupamento; atenção e melhoria. detrimento dos fracos (falta de proximidade entre a BE e as salas de espaço e uma colecção aula/docentes; Esforço de actualização curricular e Falta de continuidade das equipas envelhecida). da legislação em vigor. das BE. Pouca experiência do PB em coordenação e representação. Facultar as devidas condições de Grande parte da comunidade Abertura da BE à comunidade, acesso ao usufruto dos recursos Disponibiliza um conjunto de educativa (pais, famílias, …) ainda através de acções de sensibilizaçãoCondições de acesso/Qualidade da existentes; recursos de informação, em não reconhece no professor e participação das famílias; colecção Criar situações de envolvimento de diferentes ambientes e suportes, bibliotecário o catalisador, um outros agentes da comunidade actualizado. agente educativo por excelência. Desburocratização da BE. educativa na BE. Elaboração de recursos digitais, rentabilizados por professores e Formação especializada para os Motivação para desenvolver alunos; Falta de formação/insegurança paraDesenvolvimento das literacias da elementos das equipas BE; actividades, com docentes e alunos, Utilização de equipamentos e assumir o papel de agente 2 de Novembro de 2010informação, tecnológica e digital na área das literacias da programas, com e sem recurso à “provocador”. Falta de continuidade das equipas informação. Internet, para divulgação da das BE. informação e das actividades escolares. Ligação estreita da BE ao Plano Tecnológico da Educação; Ligação estreita da BE ao Plano Prestação de novos serviços; Falta/exiguidade de orçamentação Tecnológico da Educação; Promover e dignificar o estatuto e a própria nas BE Promoção de ambientes de Correcta utilização da tecnologia figura do PB; Actividade TIC com docentesaprendizagem vocacionados para a (por parte do PB) ao serviço de uma Formação especializada para os (sobretudo Moodle); auto-descoberta e criação biblioteca dinâmica e de vanguarda; Falta de formação/insegurança no elementos das equipas BE; autónoma de conhecimento domínio das tecnologias, por parte Actividade TIC com alunos, Promover a formação de do PB; Aposta na multidisciplinaridade das cumprindo um papel formativo ………………………………………………………………………………………………………………………….. utilizadores. equipas BE. ausente nesta área. Pouca interacção dos membros da Formação MABE DREL-VT Turma 3 A formanda: Vanda Maria Gameiro Bernardino equipa BE. Excesso de burocracia de alguns processos ligados à Gestão da BE, Acção centrada nos serviços e não
  3. 3. 3- ReflexãoA Biblioteca do futuro, que necessita de se fazer “no já hoje” é desafiadora e menos “arrumadinha”, do que poderia prever-se há uns quinze anos atrás. Requer conhecimentos de catalogação,Literatura, Matemática, Ciências, computadores, vídeo, imagem, som, gestão, Psicologia, dinâmica de grupos, requer negociação permanente, para ser gerida com eficácia e na devidarentabilização de todos os seus recursos e exige um criterioso trabalho de Assistente Operacional, para se manter organizada, arejada, atraente e convidativa para todos os utilizadores.Acrescer nestas atribuições, burocracia ou qualquer outro trabalho lectivo (para além do já previsto), poderá ser a maior perversidade e o golpe mais cruel que jamais foi desferido a essenúcleo gerador do conhecimento, o palco natural da transformação das escolas na aproximação à sociedade do conhecimento. 2 de Novembro de 2010 ………………………………………………………………………………………………………………………….. Formação MABE DREL-VT Turma 3 A formanda: Vanda Maria Gameiro Bernardino

×