Tabela D.1.

154 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação, Tecnologia, Negócios
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
154
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
5
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
2
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Tabela D.1.

  1. 1. O Modelo de Auto – Avaliação das Bibliotecas Escolares : Metodologias de Operacionalização (Parte II) D. Gestão da BE D.1. Articulação da BE com a Escola/Agrupamento. Acesso e serviços prestados pela BE Indicadores Factores críticos de Instrumentos de recolha de Evidências extraídas dos Sucesso Evidências Sugeridos instrumentos a integrar no Relatório de Auto - Avaliação . A escola/agrupamento inclui a BE . Projecto Educativo do Agrupamento . No PE é reconhecida a importância D.1.1. Integração da BE na na formulação e desenvolvimento da da BE sua visão/missão, princípios e . Regulamento Interno do Escola /Agrupamento. objectivos estratégicos e agrupamento . O RI prevê objectivos e missão da operacionais. BE, organização funcional do . Plano Anual de Actividades do espaço, funcionamento e . O/A professora bibliotecário/a Agrupamento composição da equipa. participa no Conselho Pedagógico. . Projecto Curricular de Escola . O PCE e os PCT referem a BE . São desencadeadas acções com como um recurso ao seu vista à partilha, discussão e . Projectos Curriculares de Turma desenvolvimento e às suas aprovação da missão e objectivos da actividades. BE em Conselho de . Documentos que regem o Docentes/Departamentos, Conselho funcionamento da BE: . O PAA da BE integra-se no PAA do pedagógico e Conselho Geral. - Normas da BE; agrupamento em articulação com o - PAA da BE; PEA. . O Regulamento interno da - Plano de Acção da BE Escola/Agrupamento contempla os .O Plano de Acção da BE seguintes aspectos: . Registos dos contactos informais acompanha o PEA. - Missão e objectivos da BE; com os professores - Organização funcional do espaço; . As actividades do PA da BE - Organização e gestão dos recursos . Estatísticas de utilização da BE revelam adequação aos projectos humanos afectos à BE; curriculares de turma. - Serviços prestados à comunidade . Questionários aos professores escolar no âmbito do PE; . O BE conhece os projectos a - Regimento de funcionamento da . Questionários aos alunos desenvolver pelos docentes/turmas, BE; detecta necessidades de recursos e A Formanda 1 Francisca Monteiro
  2. 2. O Modelo de Auto – Avaliação das Bibliotecas Escolares : Metodologias de Operacionalização (Parte II) desencadeia acções para a sua . O Plano de Desenvolvimento da BE aquisição. acompanha, em termos de acção estratégica o PE da . O PB tem uma participação activa Escola/Agrupamento. no CP contribuindo para a afirmação e valorização do papel da BE, no . O PAA da BE relaciona-se em seio da comunidade educativa. termos objectivos operacionais com o PAA da Escola/Agrupamento, . O PB é membro do Conselho Geral. colocando a BE ao seu serviço. . A PB reúne semanalmente com a . A BE partilha objectivos equipa. estratégicos e operacionais e recursos, nomeadamente recursos . As actas comprovam o trabalho documentais, com as restantes desenvolvido pela BE em articulação escolas do agrupamento. com os outros docentes. . A BE adequa os seus objectivos, . Os resultados das estatísticas de recursos e actividades ao currículo utilização comprovam a utilização da nacional, ao Projecto Curricular de BE. Escola e aos Projectos Curriculares de Turma. . Dados percentuais resultantes dos inquéritos atestam ou não a . A BE é encarada como recurso intervenção adequada da BE. fundamental no desenvolvimento do gosto pela leitura, na aquisição das . A BE trabalha em articulação com literacias fundamentais, na todas as escolas do agrupamento. progressão nas aprendizagens e no sucesso escolar. O PB reúne com o Órgão de Gestão . O Órgão de Gestão apoia a BE e . Registos de projectos de na procura de soluções promotoras D.1.2. Valorização da BE envolve-se na procura de soluções articulação do seu desenvolvimento. pelos órgãos de direcção, promotoras do seu funcionamento. administração e gestão da . O órgão de Gestão tem apoiado a A Formanda 2 Francisca Monteiro
  3. 3. O Modelo de Auto – Avaliação das Bibliotecas Escolares : Metodologias de Operacionalização (Parte II) escola/agrupamento . O Órgão de Gestão põe em prática equipa da BE no desenvolvimento uma política de afectação de das actividades. recursos humanos adequados às . Documentos de gestão da escola necessidades de funcionamento da . A BE tem uma auxiliar educativa a BE. . Relatórios de avaliação da BE tempo inteiro. . Os órgãos de Gestão estabelecem . Regulamento interno do . A BE envolve-se em projectos e estratégias visando a articulação Agrupamento actividades curriculares do entre a BE e as demais estruturas de agrupamento. coordenação e supervisão . Documentos de gestão da BE pedagógica. . A BE sugere projectos e . Equipa da BE e colaboradores actividades. . A BE está contemplada nos projectos e actividades educativas e . Registo de actividades de . A BE divulga recursos. curriculares da escola/agrupamento. articulação . Existe uma boa articulação entre a . A BE dispõe de uma verba anual . Relatório anual de actividades BE e as outras estruturas da escola. para o seu financiamento, para a renovação de equipamentos e para . Actas de reuniões . A BE dispõe de uma verba anual actualização da colecção. para aquisição de fundo documental. . Orçamento do agrupamento . A BE obteve verbas do PNL para . Registo de aquisições no âmbito da aquisição de obras. colecção . O horário da BE é igual ao da A Formanda 3 Francisca Monteiro
  4. 4. O Modelo de Auto – Avaliação das Bibliotecas Escolares : Metodologias de Operacionalização (Parte II) . A BE funciona em horário contínuo escola. D.1.3. Resposta da BE às e alargado que possibilita o acesso . Horário da BE dos utilizadores no horário lectivo e . A BE é utilizada como recurso, necessidades da escola acompanha as necessidades de . Estatísticas de ocupação da BE espaço de lazer e de trabalho pelos /agrupamento ocupação em horário extra lectivo. utilizadores. . Registos de actividades da BE . Os recursos e serviços da BE . A análise dos resultados das respondem às metas e estratégias . Questionários aos professores estatísticas revela que a BE é definidas no PE e Curricular da utilizada pelos alunos. escola/agrupamento. . Questionários aos alunos . A BE organiza sessões de . A BE cria condições e é usada . Registos de reuniões/ contactos formação para apoiar os utilizadores como recurso e como local de lazer . Livro /caixa de no acesso aos equipamentos. e de trabalho pelos utilizadores. sugestões/reclamações . A BE dinamizou actividades com os . A BE apoia os utilizadores no docentes no âmbito do PNL e na acesso aos equipamentos. A BE pesquisa de informação. apoia localmente a leitura, a investigação e a pesquisa/ uso da . Os alunos avaliaram de forma informação. positiva os serviços e condições da BE. . A BE alarga os seus objectivos e actividades às restantes escolas do . A BE divulgou actividades e agrupamento nomeadamente às materiais produzidos no blogue e escolas do 1º Ciclo. página do agrupamento. . A BE assume-se como pólo de fomento e de difusão cultural na escola/agrupamento. . A BE possui e utiliza instrumentos . A BE implementa um sistema de de recolha de informação qualitativa avaliação contínuo. . Recolha de informação com e quantitativa. D.1.4. Avaliação da BE. recurso ao sistema automatizado de . São criados instrumentos de gestão bibliográfica . A PB fez a recolha de dados da sua A Formanda 4 Francisca Monteiro
  5. 5. O Modelo de Auto – Avaliação das Bibliotecas Escolares : Metodologias de Operacionalização (Parte II) recolha de informação, que são utilização e das requisições. implementados de forma sistemática. . Registos de observação, questionários, entrevistas ou outros . A PB fez a recolha dos dados dos . A informação recolhida é analisada, realizados no âmbito da avaliação inquéritos para avaliar o grau de originando acções ao nível da gestão interna da BE satisfação dos seus utilizadores. e do funcionamento da BE. .Excertos de documentação e . A PB apresentou as estatísticas dos . Os resultados da avaliação são relatórios relativos ao funcionamento dados recolhidos. divulgados junto do Órgão de da BE. Gestão, junto dos órgãos de decisão . A PB apresentou o relatório anual pedagógica e da restante . Estatística de ocupação da BE de actividades desenvolvidas pela comunidade, com o objectivo de BE. promover e valorizar as mais valias . Estatística de requisições da BE e de alertar para os pontos . Depois de analisados os resultados fracos do seu funcionamento. . Registos de actas foram identificados os pontos fortes e pontos fracos. . Os resultados de cada avaliação originam, quando necessário, a . Os relatórios de avaliação são redefinição de estratégias e novas apresentados ao órgão de gestão. planificações. . O Plano de acção e de actividades . São realizadas actividades de contempla acções de melhoria. benchmarking. A Formanda 5 Francisca Monteiro

×