Euclides da cunha

1.657 visualizações

Publicada em

famoso escritor da literatura brasileira

Publicada em: Marketing
0 comentários
5 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.657
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
82
Comentários
0
Gostaram
5
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Euclides da cunha

  1. 1. Série: 3º ano Disciplina: Literatura
  2. 2. INTRODUÇÃO  Na literatura brasileira, existem vários autores importantes, entre eles está Euclides da Cunha. Sua obra mais reconhecida é “os sertões”, na qual ele relata a Guerra de Canudos que ocorreu no sertão nordestino.  Apresentaremos a seguir um pouco sobre sua história de vida e suas principais obras.
  3. 3. SUA HISTÓRIA  Euclides Rodrigues Pimenta da Cunha, nasceu no dia 20 de janeiro de 1866, em Cantagalo (RJ).  Passou sua infância no Rio de Janeiro foi criado por tias, pois, era órfão. Após alguns anos, ingressou na Escola Militar, da qual foi expulso por suas ideias republicanas que o levaram a desacatar o Ministro de Guerra, em 1888.  Era engenheiro, porém seu talento literário não passava desapercebido.  Em 1897, passou a fazer a cobertura da revolta de Canudos para o jornal O Estado de S. Paulo. A experiência como jornalista no nordeste resultou na obra mais conhecida do escritor: Os sertões.
  4. 4. SUA PRINCIPAL OBRA
  5. 5.  OS SERTÕES: Pertencente ao Pré-Modernismo, o clássico Os sertões de Euclides da Cunha tem como característica principal: o regionalismo. A realidade do Nordeste brasileiro é retratada com fidelidade na obra, a qual descreve as condições precárias de vida da região e os motivos pelos quais ocorreu o drama da Guerra de Canudos.  Esse livro é consagrado como referência na literatura e na sociologia para o estudo do sertanejo.  Vejamos a figura do homem nordestino em um trecho da obra Os sertões:
  6. 6. "O sertanejo é, antes de tudo, um forte. Não tem o raquitismo exaustivo dos mestiços neurastênicos do litoral. A sua aparência, entretanto, ao primeiro lance de vista, revela o contrário. Falta-lhe a plástica impecável, o desempeno, a estrutura corretíssima das organizações atléticas. É desgracioso, desengonçado, torto. Hércules-Quasímodo, reflete no aspecto a fealdade típica dos fracos. O andar sem firmeza, sem aprumo, quase gingante e sinuoso, aparenta a translação de membros desarticulados. Agrava-o a postura normalmente abatida, num manifestar de displicência que lhe dá um caráter de humildade deprimente. A pé, quando parado, recosta-se invariavelmente ao primeiro umbral ou parede que encontra; a cavalo, se sofreia o animal para trocar duas palavras com um conhecido, cai logo sobre um dos estribos, descansando sobre a espenda da sela. Caminhando, mesmo a passo rápido, não traça trajetória retilínea e firme. Avança celeremente, num bambolear característico, de que parecem ser o traço geométrico os meandros das trilhas sertanejas”. (...)
  7. 7. GUERRA DE CANUDOS  Aconteceu entre 1896 e 1897.  Suas principais causas estão ligadas a injustiça, situação fundiária do país e ao total abandono em que se encontravam as populações mais humildes.  Antônio Conselheiro foi líder de um desses grupos mais pobres, eram vistos como uma ameaça pelos poderosos. Foi acusado de monarquista, o que ajudava os inimigos a mobilizar a república contra Canudos.
  8. 8. OUTRAS OBRAS Além de os sertões, escreveu também, os seguintes livros:  Peru versus Bolívia, 1907;  Contrastes e Confrontos, 1907;  A Margem da História, 1909;
  9. 9. SUA MORTE  Euclides da Cunha foi assassinado em 1909, aos 43 anos de idade, morto, com quatro tiros, por Dilermando de Assis - um cadete do Exército que, desde 1905, mantinha um romance pra lá de proibido com Anna, mulher do escritor.
  10. 10. CONCLUSÃO  Concluímos que Euclides da Cunha, não foi somente um escritor da literatura brasileira, mas também um ótimo homem para a sociedade da época, na qual, expressava suas ideias sem medo do que poderia lhe acontecer. Percebemos isso principalmente através de sua obra que o consagrou, os sertões.  Esperamos que vocês tenham gostado do nosso trabalho, obrigado pela atenção!

×